UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO         CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES              FACULDADE DE EDUCAÇÃO      ...
PEDAGOGIA DA TRANSMISSÃO???      Cristiane Carvalho Silva Cardoso         (Matrícula: 12212080360)     Fernando Fidelis do...
BRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO!
BRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO!      O professor Marco Silva, coordenador dadisciplina EAD, baseado na obra de Paulo Frei...
BRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO!      Quando entrei no curso de Licenciatura emPedagogia eu tinha certeza que o maior prob...
Reforma da educação, já!         Não basta apenascitar Paulo Freire que tudo seresolve, a educação estárefém de um sistema...
O fato é que ainda vivemos num país que desvia verbas da merendaescolar, não valoriza seus educadores, ainda produz livro ...
Nenhuma        mudança                                          significativa teve sua origem na                          ...
Movimento Nacional pela Educação          Acreditamos que para enfrentarmos e superarmos os grandes problemasda educação n...
Novas bases para a educação        Lembram os sofistas demagogos da Grécia antiga. E porfim, disse Jesus: “Não se coloca r...
O fim da pedagogia da transmissão           A pedagogia da transmissão está (ou pelo menos deveria estar) com seus diascon...
Apesar de tudo...          Poderemos superar a Pedagogia da transmissão, mesmo em uma escolaconservadora e extremamente tr...
Imagem: www.editorasadepapel.com.br - 30
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ad1 EAD

364 visualizações

Publicada em

AD1 da disciplina Educação a Distância
Dupla:
Cristiane Carvalho Silva Cardoso
(Matrícula: 12212080360); e
Fernando Fidelis dos Santos Filho
(Matrícula: 20092208341 – Pólo Petrópolis)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
364
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ad1 EAD

  1. 1. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FACULDADE DE EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO CECIERJ /Consórcio CEDERJ / UAB AVALIAÇÃO À DISTÂNCIA1 – 2013.1 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO À DISTÂNCIABRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO!
  2. 2. PEDAGOGIA DA TRANSMISSÃO??? Cristiane Carvalho Silva Cardoso (Matrícula: 12212080360) Fernando Fidelis dos Santos Filho (Matrícula: 20092208341 – Pólo Petrópolis)
  3. 3. BRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO!
  4. 4. BRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO! O professor Marco Silva, coordenador dadisciplina EAD, baseado na obra de Paulo Freire, nosdiz que "A aprendizagem não se dá a partir da récitado professor. Isto requer, portanto, modificaçãoradical em sua autoria em sala de aula presencial eon-line. O professor não se posiciona como odetentor do monopólio do saber, mas como aqueleque dispõe teias, cria possibilidades deenvolvimento, oferece ocasião deengendramentos, de agenciamentos e estimula aintervenção dos aprendizes como co-autoresda aprendizagem."
  5. 5. BRASIL, MUDA A CARA DA EDUCAÇÃO! Quando entrei no curso de Licenciatura emPedagogia eu tinha certeza que o maior problema daeducação era o “método pedagógico” empregadodentro das instituições escolares. Passados seteperíodos na faculdade, estando no final do curso,posso compreender que “não só de método vive aeducação”, não que o despreze, mas o fato é que acomplexidade na educação atual é muito grande, sãomuitas variáveis a se considerar...
  6. 6. Reforma da educação, já! Não basta apenascitar Paulo Freire que tudo seresolve, a educação estárefém de um sistema injustoe covarde de abandono, hánecessidade de seimplementar ações reaisdefinitivas para a pasta. Falamos de reformatributária, reforma dojudiciário, da reformapolítica, mas não ouço muitasvozes falando da reforma daeducação. Imagem: http://lousadigital.blogspot.com.br/
  7. 7. O fato é que ainda vivemos num país que desvia verbas da merendaescolar, não valoriza seus educadores, ainda produz livro didático com doutrinaçãopolítica/ideológica, onde o cargo de diretor de escola é cargos de confiança dosprefeitos, as escolas são sucateadas ou entregues a empreiteiras que irão sugar todo orecurso destinado a reformas e dividir com seus sócios políticos, onde crianças andamhoras e hora por estradas sem asfalto e saneamento básico para estudar, ondeprofessores são espancados ou até mortos por alunos e pais, além de serem impostos aum regime de trabalho que beira a escravidão, sem condições de se aperfeiçoar ouascender na carreira, será que podemos ainda ficar com um discurso decorado paraapontar soluções para a educação. Imagem: http://www.ivancabral.com/2011/09/charge-do-dia-etica-e-educacao.html
  8. 8. Nenhuma mudança significativa teve sua origem na vontade de um burocrata, foi necessário engajamento político da sociedade. Superar a pedagogia da transmissão sem as mudanças significativas e necessárias na educação é definitivamente “Utopia”, com todo respeito a Thomas Moore. Eles querem que fiquemos só nesse nível deImagem: http://metapvh.blogspot.com.br/ debate, na superfície do problema, e ocupados o suficiente para que eles fabriquem números favoráveis e enriqueçam as custas do futuro das novas gerações.
  9. 9. Movimento Nacional pela Educação Acreditamos que para enfrentarmos e superarmos os grandes problemasda educação no Brasil é necessário um grande movimento nacional pelaeducação, com movimentos de participação popular em todos os cantos. Issonecessariamente demandará a apresentação de propostas concretas não só paraenfrentarmos essa concepção pedagógica que não dá conta do desafio deeducar, como para enfrentarmos esses já citados gargalos escandalosos daeducação. Alguns profissionais gostam do discurso, mas odeiam a prática domesmo, suas palavras estão muito distantes de suas ações. Eles saem por aidistribuindo chavões pedagógicos que aprenderam a repetir, mas nunca refletiramsobre eles... Imagem: www.portoferreirahoje.com.br
  10. 10. Novas bases para a educação Lembram os sofistas demagogos da Grécia antiga. E porfim, disse Jesus: “Não se coloca remendo novo em vestidovelho”, precisamos de novas bases para a educação, de um novoprojeto, e a partir daí, fazer as mudanças necessárias e inadiáveis.Sobre pena de entrarmos para historia como cúmplices de tudoisso. Imagem: nacadenciadolapis.blogspot.com
  11. 11. O fim da pedagogia da transmissão A pedagogia da transmissão está (ou pelo menos deveria estar) com seus diascontados! O professor de hoje, mais do que nunca, precisamos nos atualizar, reciclar, epromover uma atmosfera favorável ao aprendizado do aluno. Também devem se permitiraprender com eles. Essa troca de experiências é fundamental para a aproximação e afacilitação do aprendizado. Precisamos exercitar as mais diversas possibilidades no ofício de facilitadoresda "aquisição do conhecimento" por parte do educando e da formação dos mesmos comopessoas, cidadãos. É imprescindível dominar as tecnologias para se manter ativo ecompetitivo, Provocar a busca pelo conhecimento e facilitá-la, falando a linguagem dojovem, que não é uma caixa vazia, tem uma gama de informações e muitas vezes nãosabe como utiliza-la, cabe a nós educadores orientá-los neste sentido.. AEAD tem se mostrado muito eficiente neste processo, se conseguirmos utiliza-las a nosso favor pois as mídias eletrônicas tendem a afastar quando na verdade o que esperamos era a aproximação. Não podemos deixar que isso aconteça.
  12. 12. Apesar de tudo... Poderemos superar a Pedagogia da transmissão, mesmo em uma escolaconservadora e extremamente tradicionalista, como nos mostra o filme “Sociedade dosPoetas mortos”.Utilizando novas propostas e métodos de ensino, levando em consideração que cadaaluno é o sujeito da sua aprendizagem, não engaiolando o aprendizado, mas dando asasa ele...A pedagogia da transmissão e todo o sistema educacional como se mostra hoje, engaiolao aprendizado, limita, cria pessoas submissas a informações que já foramdescobertas, "mastigadas" Quando na verdade deveriamos dar asas aos alunos para que vão aondequeiram, construam seu próprio conhecimento, sejam sujeitos de suas vidas e descubramtambém coisas novas.Como nos diz Rubem Alves: “As escolas deveriam se dedicar menos ao ensino das respostas certas, e mais ao ensino das perguntas inteligentes.”
  13. 13. Imagem: www.editorasadepapel.com.br - 30

×