SlideShare uma empresa Scribd logo

Modelo de material.luc

Material Didático

1 de 7
Baixar para ler offline
www.portugues.com.br
LINGUAGEM, CULTURA E VARIAÇÕES LINGUÍSTICA
MARIA LÚCIA VIEIRA DE MELO
CORURIPE, 2015
Sumário
Apresentação 1
Plano de Disciplina 2
Metodologia de ensino 3
Apresentação da Unidade do Módulo 4
Cronograma
Apresentação
Caro (a) estudante ,
Este Módulo foi feito especialmente para você aluno do curso Auxiliar de
Secretariado, modalidade presencial, oferecido pelo PRONATEC – Programa Nacional
de acesso ao Ensino Técnico e Emprego. Com este Módulo, você terá oportunidade de
estudar as variações lingüísticas, fenômeno decorrente de um conjunto de diferenças
linguísticas dos falantes de uma mesma língua.
O que você encontrará aqui?
Reflexão sobre variações linguísticas, tipos de variedades linguísticas, gêneros textuais
(música, charges, quadrinhos) e exercícios que servirão para você e seus colegas
interagirem uns com os outros, por meio da linguagem, relacionando o que já sabem
com os novos os conhecimentos que construirão.
Plano de Disciplina:
Curso: Auxiliar de Secretariado
Título da Disciplina
Português Instrumental
Carga horária presencial: 20 Hs
.
Ementa
Leitura, compreensão, produção de textos e aplicabilidade desses textos no
desempenho da função de auxiliar administrativo.
Objetivo Geral
Perceber que a língua Portuguesa Brasileira é formada por diferentes variedades
líguísticas, que todas essas variações devem ser consideradas como algo positivo,
contribuições decorrentes da formação do nosso país, pelas inúmeras culturas presente
no nosso vasto território.
Objetivos Específicos
 Conceituar e definir variações linguísticas.
 Identificar e reconhecer as diferentes variedades linguísticas.
 Respeitar e valorizar as variedades lingüísticas, principalmente as regionais.
.
Competências e/ou habilidades que o aluno deve desenvolver na disciplina
Proficiência e autonomia ao produzir textos orais ou escritos;
Tornar o aluno sujeito de sua fala e dos textos que vier a produzir, seja em situações
informais ou formais de comunicação.
Metodologia de ensino
Este material foi criado para que você aluno seja estimulado a pensar, refletir,
construir conhecimento referente às variações lingüísticas, tornando-o
responsável direto na construção do seu conhecimento. Cabendo o papel do
professor de mediador desse processo de aprendizagem, motivando,
incentivando o aluno a deixar de ser um simples receptor passivo de informações
para construtor e socializador de conhecimento.
CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Todos nós aprendemos naturalmente a nossa língua materna em contato
com família, amigos ou grupos sociais (escola). Ao nos comunicarmos, fazemos
escolhas dentre os assuntos, formas de falar.
Podemos dizer que a língua possui variações, embora seja a mesma,
apresenta diferenças de região para região. De pessoas para pessoa de faixa
etária, a classe social, o grau de escolaridade, profissões, grupos sociais, etc.
Ao reconhecer as possibilidades de variação da língua, estamos sendo
coerentes em afirmar que ela expressa a variedade cultural existente na
sociedade.
Enquanto falantes, alunos, profissionais em uso da língua portuguesa é de
fundamental importância considerar a variação lingüística totalmente legítima e,
por isso, não há como dizermos que existe um jeito certo ou errado de falar ,
nem um padrão de linguagem melhor ou pior do que o outro. O que determina a
utilização de uma ou outra variedade, ou de uma ou outra forma, é o contexto
comunicativo, a situação concreta de comunicação que se estabelece.
Apresentação da Unidade 1 do Módulo
Introdução
Estudar sobre a variedades lingüísticas é pertinente por acreditar que esse assunto pode
possibilitar a todos os discentes um vasto conhecimento sobre a língua que falam,
considerando a pluralidade de variedades que a língua portuguesa possui.
Orientações antes do inicio das aulas
O aluno precisa: Ter conhecimento sobre os países que tem como idioma oficial
a língua portuguesa. Saber conceituar variações lingüísticas. Conhecer alguns
sotaques.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA DISCIPLINA (Unidade 1):
1. Linguagem como criação e criadora de cultura
1.1 – O que é Linguagem
1.1.1 - Linguagem verbal
1.1.2 – Linguagem não verbal
1.2 – Língua, identidade cultural e variação linguística
1.2.1 – Língua (norma culta)
1.2.2 - Variações
1.2.3 – Registros Linguísticos
AVALIAÇÃO
A avaliação deve serdiagnóstica, processual e contínua. O professor deverá avaliar
a participação inicial das atividades, o processo de leitura dos textos, a exibição dos
vídeos, a interpretação e a produção das atividades propostas.( a pontuação em
cada participação somará o total máxima de 10 pontos.

Recomendados

Projeto de pesquia para seleção ao Mestrado
Projeto de pesquia para seleção ao MestradoProjeto de pesquia para seleção ao Mestrado
Projeto de pesquia para seleção ao MestradoJose Arnaldo Silva
 
Variação Linguística
Variação LinguísticaVariação Linguística
Variação LinguísticaSilmatuk
 
Introdução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensãoIntrodução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensãoascotas
 
Resumo modulo1 ines e ana
Resumo  modulo1 ines e anaResumo  modulo1 ines e ana
Resumo modulo1 ines e anaanainesbg
 
Norma culta e variedade linguística
Norma culta e variedade linguísticaNorma culta e variedade linguística
Norma culta e variedade linguísticaGedalias .
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Níveis de Língua
Níveis de LínguaNíveis de Língua
Níveis de LínguaA. Simoes
 
Variantes linguísticas slide
Variantes linguísticas slideVariantes linguísticas slide
Variantes linguísticas slidenorma santos
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticanunesmaril
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação7 de Setembro
 
Aula generos textuais
Aula generos textuaisAula generos textuais
Aula generos textuaisGisele Braga
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticacaurysilva
 
O PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIR
O PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIRO PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIR
O PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIRJididias Rodrigues da Silva
 
O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...
O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...
O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...Alexandre António Timbane
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguísticadaniwable
 
Alive: apresentação da coleção ALIVE
Alive: apresentação da coleção ALIVEAlive: apresentação da coleção ALIVE
Alive: apresentação da coleção ALIVEVera Menezes
 

Mais procurados (17)

Níveis de Língua
Níveis de LínguaNíveis de Língua
Níveis de Língua
 
Variantes linguísticas slide
Variantes linguísticas slideVariantes linguísticas slide
Variantes linguísticas slide
 
1unidade ativ-3-objeto-hiper
1unidade ativ-3-objeto-hiper1unidade ativ-3-objeto-hiper
1unidade ativ-3-objeto-hiper
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação
 
Aula generos textuais
Aula generos textuaisAula generos textuais
Aula generos textuais
 
AS QUATRO HABILIDADES
AS QUATRO HABILIDADESAS QUATRO HABILIDADES
AS QUATRO HABILIDADES
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
3 encontro - Pnaic 2015
3 encontro - Pnaic 20153 encontro - Pnaic 2015
3 encontro - Pnaic 2015
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
 
O PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIR
O PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIRO PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIR
O PRECONCEITO LINGUISTICO NO AMBIENTE ESCOLAR: COMO PREVENIR
 
O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...
O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...
O multilinguismo em Moçambique e as questões de interpretação forense: a (in)...
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
Alive: apresentação da coleção ALIVE
Alive: apresentação da coleção ALIVEAlive: apresentação da coleção ALIVE
Alive: apresentação da coleção ALIVE
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Comunicação e linguagem
Comunicação e linguagemComunicação e linguagem
Comunicação e linguagem
 

Semelhante a Modelo de material.luc

Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaKênia Machado
 
Resumo modulo1 ines e ana
Resumo  modulo1 ines e anaResumo  modulo1 ines e ana
Resumo modulo1 ines e anaanainesbg
 
Universidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiroUniversidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiromarta santos
 
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULADIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULARoberto Carlos Sena
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguisticacaurysilva
 
Projeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua Espanhola
Projeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua EspanholaProjeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua Espanhola
Projeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua EspanholaEC306norte
 
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTEAS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTEjesse santana
 
Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011Fundação Victor Civita
 
Apresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshareApresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshareLeilaFajardo
 
23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.ppt23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.pptAssisTeixeira2
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Míriam Klippel
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiajapquimica
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiajapquimica
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiajapquimica
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticasuesleii
 
Resenha marcos
Resenha marcosResenha marcos
Resenha marcosemilenemd
 

Semelhante a Modelo de material.luc (20)

artigo-carlos-1.pdf
artigo-carlos-1.pdfartigo-carlos-1.pdf
artigo-carlos-1.pdf
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
 
Resumo modulo1 ines e ana
Resumo  modulo1 ines e anaResumo  modulo1 ines e ana
Resumo modulo1 ines e ana
 
Universidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiroUniversidade do estado do rio de janeiro
Universidade do estado do rio de janeiro
 
Tp1
Tp1Tp1
Tp1
 
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULADIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Projeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua Espanhola
Projeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua EspanholaProjeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua Espanhola
Projeto "Mucho Gusto" - Iniciação à Língua Espanhola
 
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTEAS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
AS VARIAÇÕES LINGUÍSTICAS E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRÁTICA DOCENTE
 
307081.pptx
307081.pptx307081.pptx
307081.pptx
 
Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Língua Estrangeira - Prêmio Victor Civita 2011
 
Apresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshareApresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshare
 
23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.ppt23-03-2020_16_33_51_.ppt
23-03-2020_16_33_51_.ppt
 
Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1Comunicação oral e escrita 1
Comunicação oral e escrita 1
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídia
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídia
 
Plano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídiaPlano de aula com objeto hipermídia
Plano de aula com objeto hipermídia
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
 
O Português São Dois
O Português São DoisO Português São Dois
O Português São Dois
 
Resenha marcos
Resenha marcosResenha marcos
Resenha marcos
 

Mais de Cristiane Trindade (20)

Modelo de material.luc
Modelo de material.lucModelo de material.luc
Modelo de material.luc
 
Cordel 06
Cordel 06Cordel 06
Cordel 06
 
História em quadrinhos
História em quadrinhosHistória em quadrinhos
História em quadrinhos
 
L livro maria josé
L livro  maria joséL livro  maria josé
L livro maria josé
 
História em quadrinho
História em quadrinhoHistória em quadrinho
História em quadrinho
 
Linguagem formal e informal maria
Linguagem formal e informal  mariaLinguagem formal e informal  maria
Linguagem formal e informal maria
 
Edilene nunes
Edilene nunesEdilene nunes
Edilene nunes
 
Edilene nunes
Edilene nunesEdilene nunes
Edilene nunes
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
Cordel
CordelCordel
Cordel
 
História em quadrinho
História em quadrinhoHistória em quadrinho
História em quadrinho
 
Material didático impresso claudemir
Material didático impresso   claudemirMaterial didático impresso   claudemir
Material didático impresso claudemir
 
Literatura de cordel claudemir
Literatura de cordel   claudemirLiteratura de cordel   claudemir
Literatura de cordel claudemir
 
História em quadrinhos
História em quadrinhosHistória em quadrinhos
História em quadrinhos
 
Material impresso na educação ana
Material impresso na educação anaMaterial impresso na educação ana
Material impresso na educação ana
 
Literatura de cordel ana
Literatura de cordel   anaLiteratura de cordel   ana
Literatura de cordel ana
 
L livro maria josé
L livro  maria joséL livro  maria josé
L livro maria josé
 
Linguagem formal e informal maria
Linguagem formal e informal  mariaLinguagem formal e informal  maria
Linguagem formal e informal maria
 
História em quadrinho
História em quadrinhoHistória em quadrinho
História em quadrinho
 
Livro didático
Livro didáticoLivro didático
Livro didático
 

Último

COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 

Modelo de material.luc

  • 1. www.portugues.com.br LINGUAGEM, CULTURA E VARIAÇÕES LINGUÍSTICA MARIA LÚCIA VIEIRA DE MELO CORURIPE, 2015
  • 2. Sumário Apresentação 1 Plano de Disciplina 2 Metodologia de ensino 3 Apresentação da Unidade do Módulo 4 Cronograma
  • 3. Apresentação Caro (a) estudante , Este Módulo foi feito especialmente para você aluno do curso Auxiliar de Secretariado, modalidade presencial, oferecido pelo PRONATEC – Programa Nacional de acesso ao Ensino Técnico e Emprego. Com este Módulo, você terá oportunidade de estudar as variações lingüísticas, fenômeno decorrente de um conjunto de diferenças linguísticas dos falantes de uma mesma língua. O que você encontrará aqui? Reflexão sobre variações linguísticas, tipos de variedades linguísticas, gêneros textuais (música, charges, quadrinhos) e exercícios que servirão para você e seus colegas interagirem uns com os outros, por meio da linguagem, relacionando o que já sabem com os novos os conhecimentos que construirão.
  • 4. Plano de Disciplina: Curso: Auxiliar de Secretariado Título da Disciplina Português Instrumental Carga horária presencial: 20 Hs . Ementa Leitura, compreensão, produção de textos e aplicabilidade desses textos no desempenho da função de auxiliar administrativo. Objetivo Geral Perceber que a língua Portuguesa Brasileira é formada por diferentes variedades líguísticas, que todas essas variações devem ser consideradas como algo positivo, contribuições decorrentes da formação do nosso país, pelas inúmeras culturas presente no nosso vasto território. Objetivos Específicos  Conceituar e definir variações linguísticas.  Identificar e reconhecer as diferentes variedades linguísticas.  Respeitar e valorizar as variedades lingüísticas, principalmente as regionais. . Competências e/ou habilidades que o aluno deve desenvolver na disciplina Proficiência e autonomia ao produzir textos orais ou escritos; Tornar o aluno sujeito de sua fala e dos textos que vier a produzir, seja em situações informais ou formais de comunicação.
  • 5. Metodologia de ensino Este material foi criado para que você aluno seja estimulado a pensar, refletir, construir conhecimento referente às variações lingüísticas, tornando-o responsável direto na construção do seu conhecimento. Cabendo o papel do professor de mediador desse processo de aprendizagem, motivando, incentivando o aluno a deixar de ser um simples receptor passivo de informações para construtor e socializador de conhecimento. CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL Todos nós aprendemos naturalmente a nossa língua materna em contato com família, amigos ou grupos sociais (escola). Ao nos comunicarmos, fazemos escolhas dentre os assuntos, formas de falar. Podemos dizer que a língua possui variações, embora seja a mesma, apresenta diferenças de região para região. De pessoas para pessoa de faixa etária, a classe social, o grau de escolaridade, profissões, grupos sociais, etc. Ao reconhecer as possibilidades de variação da língua, estamos sendo coerentes em afirmar que ela expressa a variedade cultural existente na sociedade. Enquanto falantes, alunos, profissionais em uso da língua portuguesa é de fundamental importância considerar a variação lingüística totalmente legítima e, por isso, não há como dizermos que existe um jeito certo ou errado de falar , nem um padrão de linguagem melhor ou pior do que o outro. O que determina a utilização de uma ou outra variedade, ou de uma ou outra forma, é o contexto comunicativo, a situação concreta de comunicação que se estabelece.
  • 6. Apresentação da Unidade 1 do Módulo Introdução Estudar sobre a variedades lingüísticas é pertinente por acreditar que esse assunto pode possibilitar a todos os discentes um vasto conhecimento sobre a língua que falam, considerando a pluralidade de variedades que a língua portuguesa possui. Orientações antes do inicio das aulas O aluno precisa: Ter conhecimento sobre os países que tem como idioma oficial a língua portuguesa. Saber conceituar variações lingüísticas. Conhecer alguns sotaques. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA DISCIPLINA (Unidade 1): 1. Linguagem como criação e criadora de cultura 1.1 – O que é Linguagem 1.1.1 - Linguagem verbal 1.1.2 – Linguagem não verbal 1.2 – Língua, identidade cultural e variação linguística 1.2.1 – Língua (norma culta) 1.2.2 - Variações 1.2.3 – Registros Linguísticos AVALIAÇÃO A avaliação deve serdiagnóstica, processual e contínua. O professor deverá avaliar a participação inicial das atividades, o processo de leitura dos textos, a exibição dos vídeos, a interpretação e a produção das atividades propostas.( a pontuação em cada participação somará o total máxima de 10 pontos.
  • 7. CRONOGRAMA: Primeira semana: Módulo I – Linguagem, Cultura e Variação Linguística 1.1 – País que falam português Segunda semana: Módulo I – Linguagem, Cultura e Variação Linguística 2.1.O que é linguagem 2.2 – Linguagem verbal e não verbal Terceira semana: Módulo I- Linguagem, Cultura e Variação Linguística 3.1. Língua padrão 3.2. Variações Quarta semana: Módulo I - Linguagem, Cultura e Variação Linguística 4.1 – Variações (históricas,regionais e sociais) Quinta semana: Módulo I - Linguagem, Cultura e Variação Linguística 3.2 - Registros l Linguísticos (formal/informal, falado/escrito) Bibliografia Básica da Disciplina Referências Bibliográficas: ATALIBA. Como as línguas nascem e morrem? Oque são famílias linguísticas? BAGNO, M. Pesquisa na Escola: o que é, como se faz. São Paulo: Edições Loyola,1998. ___________.Dramática da Língua Portuguesa:Tradição Gramatical,mídia & exclusão.São Paulo: Loyola. 2000. ___________.Língua de Eulália.SP: A Página Distribuidora,2008. ___________.Preconceito linguístico.SP: Loyola SP, 1999. ___________.A norma oculta – língua e poder na sociedade.São Paulo:Parábola,2003. FERNANDES, M. Unificação linguística,que Clareza! Isto É / Senhor, São Paulo,19 jun.1991,p.8. Conde D. Pedro de Barcelos.Quarto Livro de Linhagens ou Nobilário do Conde D.Pedro de Barcelos. A Dama do pé de cabra.1340. MATTOS E SILVA, Rosa Virgínia. (1991). Português arcaico:fonologia.São Paulo/Salvador: Contexto/EDUFBA. MOLLICA, Maria Cecília.BRAGA, Maria Luiza. Introdução à sociolinguística:o tratamento da variação. São Paulo:Contexto, 2003. TRAVAGLIA, L. C. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática no 1º e 2º graus. São Paulo:Cortez, 2002. Revistas Discutindo a Língua Portuguesa - ano II - nº27 – 2007