UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
VIAJANDO NA LEITURA
ANA MARIA DOS SANTOS LESSA
Maceió, 2015
SUMARIO
1.CARTA DE APRESENTAÇÃO__________________________________3
2 .EMENTA______________________________________________...
CARTA DE APRESENTAÇÃO
Sabe-se que um dos principais problemas na educação da atualidade é a
dificuldade que os educando te...
°PLANO DE DISCIPLINA
CURSO: Viajando na leitura
TÍTULO DA DISCIPLINA: Língua portuguesa
CARGA HORÁRIA: 13 Semanas
EQUIPE R...
EMENTA
Trabalharemos atividades onde faremos reflexões sobre o contexto de
obras, como:
 Leitura clássica de Cecília Meir...
OBJETIVO GERAL
Mostrar as leituras textuais a respeito do processo evolutivo da
humanidade e proporcionando situações de l...
OBJETIVOS ESPERCÍFICOS
 Identificar o papel do aluno no processo da leitura;
 Construir conhecimentos de forma coletiva ...
HABILIDADES
 Demonstrar compreensão de textos, nos gêneros previstos para o ciclo;
 Ler de maneira independente textos c...
METODOLOGIA
Em sala de aula, o livro é mostrado com a dimensão do
prazer e da alegria para que os alunos perceba que ler é...
CONTRIBUIÇÃO
Esse tema tem como finalidade a compreensão do processo de
construção do conhecimento infantil, dando ênfase ...
INTRODUÇÃO
Este tema é de total importância para que o educador possa assimilar
de forma significativa o processo de leitu...
ANTES DO INICIO DAS AULAS
 Os alunos devem prestar a atenção na explicação do professor.
 Tirar suas dúvidas.
 Realizar...
DURANTE A DISCIPLINA
O professor deve transmitir para seu alunado a importância da leitura, e
conscientizar os mesmo de qu...
RECOMENDAÇÕES
 O professor deve levar os alunos para realizar textos no computador;
 Conscientizar os alunos a elaborar ...
CONTEUDOS PROGRAMATICO
 Língua portuguesa: Leitura, interpretação e produção de texto / tipos de
frases.
 Matemática: No...
PRIMEIRO ENCONTRO
No primeiro dia de aula o professor deve transmitir para seu alunado a
importância de saber ler e escrev...
PALAVRA CHAVE
Literatura infantil, desenvolvimento infantil, conhecimento, lúdico, leitura.
RECURSOS PROPOSTOS.
Os alunos devem estar com os recursos necessários para a realização
das atividades como: cartolina, re...
AVALIAÇÃO
Ocorrerá durante todo o processo a partir da observação direta das
atividades do aluno no seu cotidiano, e da av...
CRITERIOS DA AVALIAÇÃO
 Atividade com e sem consulta
 Trabalhos em grupos e individual
 Dinâmicas
 Confecções de carta...
TIC UTILIZADAS
A tic contribuiu com os textos pequenos e simples e muitos interessante,
pois os mesmo ajuda a refletir com...
QUANTIDADE DE ATIVIDADES PROPOSTAS
 Exercícios escritos e oral porque não basta apenas ler é preciso saber
escrever també...
Ações Fevereiro Março Abril
Rodízio de livros X X X
Leitura de livros em
ambiente virtual
X X X
Oficina de leitura X X X
P...
Referência
Sites
ZABALA . A . A prática educativa. Porto Alegre. Artemed, 1998.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Material impresso na educação ana

242 visualizações

Publicada em

material impresso

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Material impresso na educação ana

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS VIAJANDO NA LEITURA ANA MARIA DOS SANTOS LESSA Maceió, 2015
  2. 2. SUMARIO 1.CARTA DE APRESENTAÇÃO__________________________________3 2 .EMENTA___________________________________________________4 3 .OBJETIVO GERAL___________________________________________5 4 OBJETIVO ESPERCIFICO_____________________________________6 5 HABILIDADE________________________________________________7 6 METODOLOGIA______________________________________________8 7 CONTRIBUIÇÃO_____________________________________________9 8 INTRODUÇÃO______________________________________________10 9 ANTES DO INICIO DA AULA___________________________________11 10 DURANTE A DISCIPLINA____________________________________12 11 RECOMENTAÇÃES_________________________________________13 12 CONTEÚDOS PROGAMÁTICOS_______________________________14 13 PRIMEIRO ENCONTRO______________________________________15 14 PALAVRA CHAVE__________________________________________16 15 RECURSOS PROPOSTO_____________________________________17 16 AVALIAÇÃO_______________________________________________18 17 CRITERIOS DE AVALIAÇÃO__________________________________19 18 TIC UTILIZADOS____________________________________________20 19 QUANTIDADE DE ATIVIDADES PROPOSTAS____________________21 20 CRONOGRAMA____________________________________________22 21 REFERÊNCIA______________________________________________23
  3. 3. CARTA DE APRESENTAÇÃO Sabe-se que um dos principais problemas na educação da atualidade é a dificuldade que os educando tem de ler e produzir textos. Essa é uma reclamação constante não só pelos professores da disciplina de língua portuguesa, mas de toda a categoria docente. Por isso, é importante favorecemos a familiaridade das crianças com as historias e ampliação de seu repertorio isso só é possível por meio de contato regular dos pequenos com os textos, desde cedo, e de sua participação freqüente em situações diversas de conto e leitura. Sabe-se que os professores são os principais agentes na promoção dessa pratica. Esse plano visa fazer com que o aluno tenha prazer em ler e consiga transmitir ao outro o que leu.
  4. 4. °PLANO DE DISCIPLINA CURSO: Viajando na leitura TÍTULO DA DISCIPLINA: Língua portuguesa CARGA HORÁRIA: 13 Semanas EQUIPE RESPONSÁVEL: Professores, coordenação pedagógica e diretor PERÍODO DE REALIZAÇÃO: Fevereiro, março, abril Público alvo: Educação infantil ao 5° ano
  5. 5. EMENTA Trabalharemos atividades onde faremos reflexões sobre o contexto de obras, como:  Leitura clássica de Cecília Meireles, Monteiro lobato e Machado de Assis;  Pesquisas sobre a vida e obra desses autores;  Rodas de conversas e leitura de textos de autoria deste autores;  Leitura e interpretação de diversos gêneros textuais;  Organização de um cantinho diversificado para leitura;  Confecções de cartazes com diversos textos;  Varal literário com desenhos e pinturas.
  6. 6. OBJETIVO GERAL Mostrar as leituras textuais a respeito do processo evolutivo da humanidade e proporcionando situações de leitura compartilhada, aproximar os alunos do universos escrito e portadores de escrita (livros , jornais e revistas), para que eles possam manuseá-los reparar na beleza das imagens , relacionarem textos e ilustração.
  7. 7. OBJETIVOS ESPERCÍFICOS  Identificar o papel do aluno no processo da leitura;  Construir conhecimentos de forma coletiva do aluno utilizando vários recursos;  Oferecer aos alunos espaços para a discussão de temáticas que permitam a compreensão;  Utilizar as diferentes fontes e vínculos de informação como instrumentos de desenvolvimento profissional;  Acrescentar ao cotidiano escolar a pratica da leitura de livros paradidáticos, como fundamental no processo de aprendizagem;  Enriquecer a rotina escolar e estimular a leitura e a produção do texto escrito e oral;  Exercitar a leitura como pratica democrática fundamental na formação do senso critico e da cidadania;  Estimular o desejo de novas leituras;  Possibilitar a vivência de emoções, o exercícios da fantasia e da imaginação;  Desenvolver a linguagem oral;  Fazer com que eles percebam que são capazes de contar, interpretar reescrever o que foi lido e trabalhado;  Incentivar o trabalho em equipe;  Possibilitar produções orais, escritas e em outras linguagens.
  8. 8. HABILIDADES  Demonstrar compreensão de textos, nos gêneros previstos para o ciclo;  Ler de maneira independente textos com os quais tenha construído familiaridade;  Selecionar procedimentos de leitura adequadas a diferentes objetivos e interesse e a característica do gênero e suporte.  A partir da leitura de um ou mais textos,perceber as relações intertextuais, reconhecendo as referências, as citações, as alusões ao texto citado.
  9. 9. METODOLOGIA Em sala de aula, o livro é mostrado com a dimensão do prazer e da alegria para que os alunos perceba que ler é uma viagem maravilhosa e não apenas mais uma atividade de escola. Aproximar as crianças do universo escrito e dos portadores de escrita (livros) para que eles possam manuseá-los. Destacamos as seguintes atividades desenvolvida na sala de aula:  Leitura de texto;  Resolução de exercícios;  Aulas expositivas e dialogadas;  Trabalhos realizados no computador;  Exibições de mural com fotos e textos;  Realização de debates e entrevistas;  Show, vídeo, TV e computadores.
  10. 10. CONTRIBUIÇÃO Esse tema tem como finalidade a compreensão do processo de construção do conhecimento infantil, dando ênfase à utilização dos livros infantis como ferramenta pedagógica na sala de aula, utilizando-os como instrumentos para auxiliar na aquisição da linguagem oral e escrita da criança. O estudo mostra que a utilização dos livros infantis serve como instrumentos mediador e auxilia no trabalho pedagógico do educador, que pode propiciar aos seus educando condições necessárias para o bom desenvolvimento da leitura. Na leitura, as crianças adquire conhecimento e informações que lhe dão a capacidade de discutir e questionar as diferentes situações que podem surgir no dia-a-dia.
  11. 11. INTRODUÇÃO Este tema é de total importância para que o educador possa assimilar de forma significativa o processo de leitura de seu educando. Quando o professor disponibilizar textos diversos em livros, jornais, rótulos, revistas, bilhetes, bula de remédios, sites com textos,figurinhas, imagens ele estará disponibilizando uma leitura construtiva. Através do uso do computador poderá editar textos, utilizando as ferramentas as quais tornam o processo ensino aprendizagem mais prazeroso. É necessário que as crianças seja estimulada a produzir o seu próprio textos, valorizando a sua aprendizagem, seu interesse e sua criatividade e para tanto o professor precisa respeitar as tentativas de leitura destas crianças, pois cada criança tem seu tempo de aprendizagem. A concepção construtiva, define a aprendizagem como um processo de troca mútua entre o meio e o individuo, tendo o outro como mediador cabe ao professor instigar o sujeito, desafiando, mobilizando, questionando e utilizando, mobilizando, questionando e utilizando os erros de forma construtiva, garantindo assim uma elaboração das hipóteses levantadas, favorecendo a construção do conhecimento.
  12. 12. ANTES DO INICIO DAS AULAS  Os alunos devem prestar a atenção na explicação do professor.  Tirar suas dúvidas.  Realizar suas tarefas escolar.  Aproveitar cada momento na sala de aula.
  13. 13. DURANTE A DISCIPLINA O professor deve transmitir para seu alunado a importância da leitura, e conscientizar os mesmo de que a leitura deve ser algo diário e indispensável. Abrir espaços para que os alunos apresentem as idéias acerca do conteúdo das obras lidas, essas podem ser expressas oralmente e também através de figuras, desenhos, pinturas, esculturas e muitas outras.
  14. 14. RECOMENDAÇÕES  O professor deve levar os alunos para realizar textos no computador;  Conscientizar os alunos a elaborar seminários com slides.
  15. 15. CONTEUDOS PROGRAMATICO  Língua portuguesa: Leitura, interpretação e produção de texto / tipos de frases.  Matemática: Noções básicas envolvendo calculo mental;  História e Geografia: Historicamente do município (Família).  Ciências: Representação do planeta terra como um todo / meio ambiente;  Ensino Religioso: A importância dos valores morais no convívio social;  Artes: Desenho e pintura / formas.
  16. 16. PRIMEIRO ENCONTRO No primeiro dia de aula o professor deve transmitir para seu alunado a importância de saber ler e escrever.  Organizar a turma para uma roda de conversas.  Distribuir livros a serem lidos pela turma.  Apresentação da atividade que deve ser realizada a partir da leitura, de acordo como a descrição da metodologia.  Definição da data de apresentação das atividades propostas.
  17. 17. PALAVRA CHAVE Literatura infantil, desenvolvimento infantil, conhecimento, lúdico, leitura.
  18. 18. RECURSOS PROPOSTOS. Os alunos devem estar com os recursos necessários para a realização das atividades como: cartolina, revistas, jornais, livros, tesouras, cola, rótulos de embalagem e bulas de remédios.
  19. 19. AVALIAÇÃO Ocorrerá durante todo o processo a partir da observação direta das atividades do aluno no seu cotidiano, e da avaliação de leitura e interpretação de textos do aluno, no dia-a-dia. A mesma acontecerá mediante observação de alguns aspectos: interatividade, participação compartilhada, trabalho em equipe e o desenvolvimento dos alunos em relação aos avanços da linguagem oral e escrita. Em situações de leitura, espera-se que o aluno seja capaz de ler, com ajuda, contos, identificando e interpretando as informações do texto. Reconhecer elementos próprios á organização dos textos.
  20. 20. CRITERIOS DA AVALIAÇÃO  Atividade com e sem consulta  Trabalhos em grupos e individual  Dinâmicas  Confecções de cartazes  Confecções de slides  Construção de painel  Pesquisas
  21. 21. TIC UTILIZADAS A tic contribuiu com os textos pequenos e simples e muitos interessante, pois os mesmo ajuda a refletir com clareza os assuntos dos textos.
  22. 22. QUANTIDADE DE ATIVIDADES PROPOSTAS  Exercícios escritos e oral porque não basta apenas ler é preciso saber escrever também.  Trabalho em grupo para os alunos possam interagir e trocar experiências com os colegas.
  23. 23. Ações Fevereiro Março Abril Rodízio de livros X X X Leitura de livros em ambiente virtual X X X Oficina de leitura X X X Pesquisa virtual de personagens folclóricos X X X Roda de leitura dos textos produzidos X X X Cronograma das atividades
  24. 24. Referência Sites ZABALA . A . A prática educativa. Porto Alegre. Artemed, 1998.

×