raleste@gmail.com - Tel. 2031-2364 2a quinzena de FEVEREIRO DE 2015Ano XI - N.o 203
Várzea realiza a II Copa SP 14 entre a...
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 2
Tiragem: 25.000 exemplares
Circulação: Ermelino Matarazzo,
Ponte Rasa, Vila Cisper, ...
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 3
PublicidadePublicidade
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 4
COMPROMETIMENTO
II Copa SP 14 começou no sábado,
21 de fevereiro
O time Sub 14
da Su...
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 5
Transparência nas ciclovias
São Paulo, a exemplo
de outros grandes centros
urbanos m...
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 6
1
Garagem com Célula
de Segurança
2 Salão de Festas
3 Salão de Jogos
5 Salão Gourmet...
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 7
Anuncie no
mais completo
e mais lido
Jornal de
Ermelino e
região. Ótimas
promoções
e...
2a
qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 8
Áries.
Alguma instabilida-
de doméstica facilita
buscar e encontrar
soluções criativ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ermelino 203

338 visualizações

Publicada em

Ermelino

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
338
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ermelino 203

  1. 1. raleste@gmail.com - Tel. 2031-2364 2a quinzena de FEVEREIRO DE 2015Ano XI - N.o 203 Várzea realiza a II Copa SP 14 entre as subprefeituras da região PÁG. 4 Aniversário do Bairro Ermelino Matarazzo A Subprefeitura Erme- lino Matarazzo realizou neste último domingo, dia 8 de fevereiro, a se- gunda edição da festa em comemoração ao ani- versário do Bairro Erme- lino Matarazzo. O evento aconteceu na Praça Be- nedito Ramos Rodrigues, das 10h às 18h. A festa contou com stands de diversas em- presas, uma delas foi a Escola de Idiomas Skill, que estava disponibi- lizando panfletos com direito... PÁG. 4 Balanço do carnaval brasileiro Emanuel de Aquino Lopes Para informação dos nossos leitores estamos na presente edição fazendo um balanço das atividades que fizeram parte da se- gurança pública durante o período carnavalesco de 2015. Fazendo um apanhado geral podemos dividir esse período em três momentos distintos e conectados: antes da festa popular, quando temos um intenso trânsito nas rodovias e aeroportos propiciando uma série de acidentes, durante o Carnaval com as conhecidas ocorrências policiais envolvendo pes- soas drogadas, bêbadas ou abordadas por meliantes e, depois do período em foco, quando temos novamente um refluxo do movimento de veículos para as grandes capitais, gerando também toda a gama de transtor- nos, como os grandes con- gestionamentos, que não raramente proporcionam oportunidades para que usuários das vias sejam assaltados em seus veícu- los por criminosos profis- sionais ou de ocasião.No aspecto trânsito, houve a informação de que nas rodovias federais ocorreu uma redução de 28% das mortes por acidentes num total de 120 óbitos. Em 2014 foram 155 óbitos no mesmo período. Nas estradas... PÁG. 4 Falta de vitamina D pode dificultar o controle do diabetes Um estudo revelou que a falta de vitamina D pode dificultar o controle da gli- cemia (açúcar do sangue) em indivíduos com diabetes. É o que explica a en- docrinologista Dra. Myrna Campagnoli, do Delboni Medicina Diagnóstica, uma das responsáveis pela pes- quisa. Segundo ela, os casos de insuficiência e deficiência de vitamina D vêm aumen- tando significativamente nos últimos anos. “Muitos estudos vêm demonstrando uma forte associação entre os níveis... PÁG. 2
  2. 2. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 2 Tiragem: 25.000 exemplares Circulação: Ermelino Matarazzo, Ponte Rasa, Vila Cisper, Vila União, A.E Carvalho, Jardim Pedro Nunes, GUARUlHOS, PENHA e Cangaiba Diretor Geral: Divaldo Rosa Jornalista: Silmara Galvão As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam, necessariamente, a opinião do Jornal. Os nomes dos diretores, colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO/publicidade: 2031-2364 / 2513-0928 Revisora: Suseli Corumba dos Santos Diagramador: Bruno Barreto Rosa Avenida dos Guachos, 166 - Cep: 08030-360 - São Paulo – SP - raleste@gmail.com O jornal de Ermelino & Ponte Rasa é Filiado à AJORLESTE Associação dos Jornais da Zona Leste Acontece Agora Empresa Jornalística Ltda. CNPJ: 03.115.443/0001-16 Depto. Jurídico: Agilson M. Oliveira Secretária: Ariane Andrade SUBPREFEITURA DE ERMELINO Av. São Miguel, 5550 Ermelino Matarazzo-SP BANCA RDS Av. Aguia de Haia, 4085 Jardim Cotinha-SP No bairro da Penha foi canalizado córrego e teve urbanização de comunidade da Barroca Há mais de 30 anos que os moradores da comuni- dade da Barroca, localizada no Distrito de Artur Alvim, solicitavam a canalização de um córrego de mais de 500 metros de extensão que atravessava toda a comu- nidade, gerando inúmeros problemas, como: enchen- tes e inundações, sujeira de toda ordem e a proliferação de doenças, como a leptos- pirose – causada por ratos urbanos (ratazanas, ratos de telhado e camundongos). As As obras atendem a uma antiga reivindicação dos moradores. Muitas outras obras foram executadas nos últimos seis meses obras que a partir de agora vão conter as margens do córrego, acabarão com o ris- co de desabamento das casas e também com a presença de insetos e animais, como: ratos, baratas etc, prove- nientes do mato e descarte de lixo e entulhos. Sob as orientações do Subprefeito Pedro Guas- taferro Junior, a Coorde- nadoria de Obras vem tra- balhando no local há mais de três meses. O trabalho prevê ainda a construção de uma rede de esgoto. “Assim que tomamos posse há cerca de seis meses atrás, sensibilizamo-nos com a situação precária dos mo- radores e então resolvemos Falta de vitamina D pode dificultar o controle do diabetes Estudo detectou que 66,3% dos pacientes diabéticos têm reduzidos níveis de vitamina D; cerca de 90% dos indivíduos com pior controle glicêmico apresentam hipovitaminose D Um estudo revelou que a falta de vitamina D pode dificultar o controle da gli- cemia (açúcar do sangue) em indivíduos com diabetes. É o que explica a en- docrinologista Dra. Myrna Campagnoli, do Delboni Medicina Diagnóstica, uma das responsáveis pela pes- quisa. Segundo ela, os casos de insuficiência e deficiência de vitamina D vêm aumen- tando significativamente nos últimos anos. “Muitos estudos vêm demonstrando uma forte associação entre os níveis de vitamina D e fatores de risco metabólico, como diabetes e obesida- de”, detalha a especialista. A médica revela que os baixos níveis de vitamina D podem predispor à intole- rância à glicose, alteração da secreção de insulina e, con- sequentemente, ao Diabetes Mellitus do tipo 2 (DM2). Nos pacientes já diabéticos, a insuficiência pode dificul- tar o controle glicêmico. Ela ainda diz que o motivo para isso acontecer é que existem receptores de vitamina D em várias células e tecidos do nosso corpo, inclusive nas células do pâncreas que pro- duzem a insulina e nos mús- culos. A falta de vitamina D pode dificultar a produção e liberação da insulina, bem como atrapalhar a utilização periférica do açúcar, interfe- rindo no controle da glicose. Segundo a médica, o levantamento de dados foi feito com 253 pacientes entre setembro e dezembro de 2014. “Medimos os níveis de vitamina D, glicemia e insulina. Detectamos que 66,3% dos pacientes diabé- ticos apresentavam redu- zidos níveis de vitamina D. Já entre os indivíduos com pior controle glicêmico, 90% deles apresentavam hipovi- taminose D”, confirma. A Dra. Myrna explica que a resistência à ação da insulina pode ser mensurada pelo cálculo do HOMA-IR, que é um índice entre os níveis de glicemia de jejum e insulina de jejum. “Neste estudo observamos que os baixos níveis de Vitamina D predispõem a uma maior resistência insulínica”, des- creve. As mortes ocasionadas pelo diabetes mellitus che- gam a 3,2 milhões por ano no mundo. “Se a glicose não é controlada e perma- nece em níveis altos durante muito tempo, aumentam as chances do surgimento das complicações da doença: problemas cardíacos, dos rins, cegueira e amputação de membros são as mais co- muns”, relata a especialista. Para reverter o quadro, a Dra. Myrna diz que o contro- le rigoroso da glicose reduz significativamente a chance destas complicações, porém, é negligenciado por mui- tos pacientes. “A mudança de hábitos de vida é uma exigência do controle da doença e requer disciplina e persistência, mas uma vez incorporada à rotina diária torna-se mais simples e o paciente passa a ter uma qualidade de vida excelente. A busca constante por in- formações sobre o DM deve ser feita pelo paciente e o médico deve ser consultado periodicamente”, afirma. ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Todos juntos fazem um trânsito melhor. CG 150 ESDI 14/15 valor à vista R$8.139, ou entrada R$3.500,+48x R$199, total a prazo R$13.052,.Bros 160 ESDD 14/15 valor à vista R$11.029, ou entrada R$3.000,+48x R$332, total a prazo R$18.936,.CB 300 14/15 valor à vista R$13.860, ou entrada R$4.500,+48x R$382, total a prazo R$22.836,.Banco Bradesco c/ juros 2,55% a.m. (35,35% a.a.).CET máximo 46,97% a.a.PCX 14/15 á vista R$9.840,.Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica.Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras.Imagens ilustrativas.Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. CB 300R MENSAIS R$ 382, + ENTRADA DE OFERTAS CARNAVAL JAPAUTOJAPAUTOwww.japauto.com.br BROS 160 ESDD MENSAIS R$ 332, + ENTRADA LANÇAMENTO PCX 150 CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO FAN 150 ESDI MENSAIS R$ 199, + ENTRADA investir rapidamente nesta grande obra que, certamen- te, beneficiará centenas de famílias que moram na comunidade”, esclareceu o Subprefeito. Com o término do ser- viço, a população, sobre- tudo às crianças, poderão usufruir das melhorias, pois onde passava um córrego, construiu-se uma viela que agora será de- vidamente urbanizada, possibilitando uma área apropriada para o passeio das pessoas e brincadeiras das crianças. Outra co- munidade atendida pelo poder local, foi a comu- nidade Cambalacho. Lá, a Subprefeitura Penha exe- cutou várias intervenções, a exemplo da implantação de muro de contenção, construção de pontes e calçadas, além da canaliza- ção fechada e também mo- dulada nas áreas de difícil acesso, onde o maquinário não entrava. Na gestão do atual Sub- prefeito foram realizadas demais obras importantes. Entre elas: a construção de um novo passeio na rua Cecília; uma grande galeria no trecho da rua Dr. Nelson Madureira, rua Madre Lui- za dos Anjos até a av. Prof. Edgar dos Santos; rampa na Travessa Antonio Sales em substituição à escadaria existente anteriormente; contenção de margem de córrego na av. Pedra Preta; asfalto e construção de pas- seio na rua Aldeia Zamaika- ra e calçada novinha na rua Pierre Janssen, no Jardim Nordeste; dentre outras.
  3. 3. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 3 PublicidadePublicidade
  4. 4. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 4 COMPROMETIMENTO II Copa SP 14 começou no sábado, 21 de fevereiro O time Sub 14 da Subprefeitura Penha jogou com os meninos da Sub Ermelino Matarazzo. O jogo terminou empatado com placar de 1 X1 Após muito suor, treinos e ansiedade, dezenas de garotos representando as Subprefeituras estão tendo, mais uma vez, a chance de mostrarem seu talento nos Aniversário do Bairro Ermelino Matarazzo No mês de fevereiro, rolou a 2º edição da festa em comemoração ao aniversário do Bairro. O evento contou com diversas atrações, como sorteios, apresentações musicais e orientações sobre saúde jogos da 2ª Copa SP 14, que teve início no sábado, dia 21 de fevereiro. A equipe da Subprefeitura Penha jogou no CEU Jambeiro contra o time de meninos da Sub Er- melino Matarazzo. No final, o placar terminou empatado em 1 x 1. Os jogos são dispu- tados com dois tempos de 25 minutos, divididos por um intervalo de 10. Para o Subprefeito da Penha, Pedro Guastaferro Junior, que acompanhou o jogo realizado na manhã de sábado (21), em Guaianases, “é muito bom trazer os me- ninos para o mundo esporti- vo, estimular o trabalho em equipe e também o compa- nheirismo”. Como agrado, o Subprefeito levou caixas de sucos para refrescar a garotada. O evento contou ainda com a presença da Su- pervisora de Esportes da Sub Penha, Gicélia Cardoso Félix e do Secretário Adjunto de da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação, Luiz Francisco de Sales. A competição A competição é voltada para meninos de 13 e 14 anos e vai até o dia 25 de abril, dia em que será definido o grande campeão do torneio. Ao todo, 32 equipes estão dis- putando o título. Na primeira fase, estão divididas em oito grupos. Avançam às oitavas de final os dois melhores times de cada chave. Os dois que não conseguirem atingir azonadeclassificaçãopassam a disputar o título da Série Prata, que conta com o mes- mo formato de disputa. Para acessar a tabela completa e mais informações do torneio acesse: http://www4.prefei- tura.sp.gov.br/seme/CGPE/ copasp/tabelaFR.aspx A Subprefeitura Erme- lino Matarazzo realizou neste último domingo, dia 8 de fevereiro, a segunda edição da fes- ta em comemoração ao aniversário do Bairro Ermelino Matarazzo. O evento aconteceu na Pra- ça Benedito Ramos Ro- drigues, das 10h às 18h. A festa contou com stands de diversas empre- sas, uma delas foi a Esco- la de Idiomas Skill, que estava disponibilizando panfletos com direito a desconto na matrícula e também sorteio de bolsas de estudos. Além da Skill, estavam presentes tam- bém as empresas Sabesp, Sorrident’s, Faculdade Drummond, Unicsul, AES Eletropaulo e SESI. O evento contou também com a presença da Po- lícia Militar e do CAT, que estavam orientando e distribuindo cartilhas de procedimentos à po- pulação. A Subprefeitu- ra Ermelino Matarazzo realizou a distribuição de mudas de plantas e flores. Os shows musicais e a feirinha de artesanatos aconteceram do início ao fim da festa. As apre- sentações ficaram por conta do Studio de Dança Wilson Bezerra, Cover do Elvis Presley, Banda Pro- jeto Sampa Brasil, Cover do Michael Jackson, Rap Carlão Guerreiro da Les- te, Studio de Dança Már- cia Godói CIA Khalida, David Night Sertanejo, Gospel Boliviano, Poetas Black Charme, Zé da Lua e Allexandre Aguiar. Caixa d’água é construída para captação das águas de chuva em Ermelino Matarazzo A água de chuva armazenada servirá de apoio para obras da região A Subprefeitura de Erme- lino Matarazzo está cons- truindo uma caixa d’água para captação das águas de chuva no Ecoponto da região, localizado na Rua Eduardo Kiyoshi Shimuta, nº 100 – Jardim São Nicolau. A caixa d’água armazena até cinco mil litros de água para reuso, que será utiliza- da para as obras de vias, sar- jetas, córregos, entre outros. Desta maneira, a Sub- prefeitura de Ermelino Matarazzo participa do processo de economia de água da região. Com esta reutilização das águas pluviais o fornecimento feito pela Sabesp será exclusivamente utilizado nas instalações Públicas e Municipais, evitando as- sim o desperdício da água potável. VIVER EM SEGURANÇA: BALANÇO DO CARNAVAL BRASILEIRO Emanuel de Aquino Lopes Para informação dos nossos leitores estamos na presente edição fazendo um balanço das atividades que fizeram parte da se- gurança pública durante o período carnavalesco de 2015. Fazendo um apanhado geral podemos dividir esse período em três momentos distintos e conectados: antes da festa popular, quando temos um intenso trânsito nas rodovias e aeroportos propiciando uma série de acidentes, durante o Carnaval com as conhecidas ocorrências policiais envolvendo pes- soas drogadas, bêbadas ou abordadas por meliantes e, depois do período em foco, quando temos novamente um refluxo do movimento de veículos para as grandes capitais, gerando também toda a gama de transtor- nos, como os grandes con- gestionamentos, que não raramente proporcionam oportunidades para que usuários das vias sejam assaltados em seus veícu- los por criminosos profis- sionais ou de ocasião.No aspecto trânsito, houve a informação de que nas rodovias federais ocorreu uma redução de 28% das mortes por acidentes num total de 120 óbitos. Em 2014 foram 155 óbitos no mesmo período. Nas es- tradas paulistas ocorrem 26 óbitos contra 52 que aconteceram no Carnaval de 2014, gerando uma re- dução de 50%. Os números são anima- dores no quadro geral de controle estatístico po- rém ainda existem muitas providências que o Poder Público pode adotar para aumentar a segurança no trânsito e no campo crimi- nal, como melhor infraes- trutura e fiscalização mais atuante. No campo criminal, de forma geral, a situação esteve controlada das au- toridades paulistas, exce- ção feita ao bairro de Vila Madalena onde existiram manifestações fora do pro- pósito da festa popular, sendo necessária a inter- venção policial com uso de gás pimenta e várias detenções por conta de vandalismo, uso de drogas, a presença dos chamados “pancadões”, brigas, de- predações de banheiros químicos e consumo de ál- cool por menores de idade, atrapalhando os festejos dos blocos que tradicional- mente circulam na região. O destaque negativo, portanto, ficou por conta desse tradicional reduto paulistano da boemia e entretenimento, mas que também é residencial, cujo brilho de suas animadas festas foi ofuscado por párias da sociedade, indi- víduos que se aproveitam da descontração dos fo- liões para perpetrar seus delitos. Muitas pessoas presas por diversos come- timentos de crimes, vários recapturados para a Justi- ça, muitas drogas e armas apreendidas mas com a manutenção de índices criminais dentro da nor- malidade para a dimensão que a população paulista possui. A dica continua valendo para períodos de festas de forma geral: atenção e cuidados redobrados no trânsito, cuidados com a residência ou comércio que fica fechado podendo ser invadido por marginais e investir em sistemas ele- trônicos de segurança para ter um momento de lazer mais tranquilo, agindo de forma proativa com foco na sua própria segurança e de seus familiares, fazendo a sua parte como cidadão na defesa da vida e do pa- trimônio. *Emanuel de Aqui- no Lopes é Coronel da Reserva da Policia Mili- tar, Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, espe- cializado em Direitos Humanos pela Funda- ção Getúlio Vargas e membro do Núcleo de Projetos Estratégicos – Fundação ISAE Amazô- nia (www.fisae.org.br) e OSCIP Instituto Brasil – IBRA (www.ibra.org.br)
  5. 5. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 5 Transparência nas ciclovias São Paulo, a exemplo de outros grandes centros urbanos mundo afora, não pode prescindir de uma rede própria para os ciclistas. No entanto é muito preocu- pante a forma improvisada com que a criação de ciclo- vias e ciclofaixas na cidade vem sendo conduzida pela prefeitura que, deixando o planejamento de lado, optou, equivocadamente, por ações pulverizadas em diversos órgãos que não se comunicam entre si. Isso é fato incontestável. Com a adesão de 23 ve- readores, protocolei no dia 10 de fevereiro pedido de constituição de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de in- vestigar a implantação de ciclovias e ciclofaixas pela Prefeitura de São Paulo. A partir de agora o re- querimento será submetido a aprovação dos vereadores. Se aprovada, a Comissão Parlamentar de Inquérito das Ciclovias será constituída por nove membros, e durará por um período de 120 dias corridos. É preciso que não apenas a Câmara Municipal, a quem cabe fiscalizar as ações da prefeitura, mas a população como um todo (usuários ou não de bicicletas) tenham acesso a um conjunto indis- pensável de informações: valor da implantação; modo de contratação dos projetos; quais os impactos no trânsi- to; se houve ou não consulta à população das áreas de im- plantação; quais os impactos no comércio, entre outras questões. Vale lembrar, ainda, que Tribunal de Contas do Mu- nicípio de São Paulo, outro órgão de controle do Exe- cutivo, já questiona a Pre- feitura em relação a alguns desses aspectos. O requerimento de uma CPI para as ciclovias não é umabandeira política. O objetivo desta Comissão Parlamentar de Inquérito é simplesmente esclarecer todos os pontos do confuso programa de ciclovias ado- tado pela prefeitura. Afinal, é preciso responsabilidade nos gastos do dinheiro pú- blico, além de competência e transparência na execução de obras e serviços. Andrea Matarazzo é vereador e líder do PSDB na Câmara Municipal Governo aumenta impostos sobre a folha de pagamentos Após determinar limites de gastos para cada ministé- rio com custeio e investimen- to até abril, o governo Dilma Rousseff publicou na sexta- -feira (27) medida provisória reduzindo o benefício fiscal da desoneração da folha de pagamento. Com a medida provisória desta sexta (27), os setores que pagavam 2% passarão a pagar 4,5% sobre o fatu- ramento. Os que pagavam 1%, passarão a pagar 2,5%. A redução do benefício, que custou aos cofres públi- cos R$ 21,6 bilhões no ano passado, é parte da política da atual equipe econômica de apertar ainda mais o controle de gastos neste ano difícil para a econmia. A política de desoneração da folha de pagamentos foi iniciada em 2011 e amplia- da para 56 setores em 2014 de forma definitiva, com o intuito de ajudar o fluxo de caixa das empresas e tentar manter postos de trabalho. Os setores atendidos pela desoneração deixaram de pagar 20% de contribuição previdenciária sobre a folha de salários e passaram a ar- car com uma alíquota de 1% ou 2% sobre o faturamento bruto anual, descontada a receita de exportação. O aumento do imposto passa a valer a partir de 1º de junho. Governo deve se desfazer de parte da Petrobras, diz Serra O senador José Serra (PSDB-SP) diz considerar necessário que o gover- no venda uma parte da Petrobras para a iniciati- va privada, preservando as áreas de extração e produção de petróleo. Em meio à atual crise de governança na estatal, a empresa “tem que ser enxugada para sobrevi- ver”. m entrevista ao pro- grama “Poder e Política, o tucano detalhou sua proposta: “A Petrobras deveria ser dividida em empresas autônomas [e] uma holding. Aí, [em] cada caso, ou você ven- de, ou você abre o capi- tal. O Banco do Brasil fez isso com alguma coisa na área de seguro. Deu cer- to. Eu não teria nenhum problema de desfazer, ou conceder, ou associar a Petrobras em áreas di- versas, que ela não tem que estar”. Do que a Petrobras deve se desfazer? “A meu ver ela não tem que produzir fio têxtil, não tem que fazer adubo ne- cessariamente. Tem que ficar concentrada. A Pe- trobras tem 300 mil fun- cionários terceirizados. Isso é ‘imanejável’. Você criou um monstro, que não dá para governar”. Para o senador pau- lista, a função básica da Petrobras é “prospecção, extração e produção de petróleo”. Esse núcleo deve “ser preservado” no âmbito do Estado. Por quanto tempo? “Pelo menos no horizonte de tempo das nossas ge- rações”. Mas faz uma ressalva, dizendo ser a favor de “abrir para mais produção, sob controle”, no sistema de concessões para grupos privados. A s d e c l a r a ç õ e s d e Serra sobre a Petrobras foram dadas quando o assunto na entrevista foi o atual escândalo no qual se enredou a es- tatal, investigado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O se- nador respondeu sobre a posição defensiva do PSDB, e dele também, em eleições passadas a respeito de medidas que pudessem ser confundi- das com a privatização pura e simples da maior estatal brasileira. E como será a reação tucana, em uma próxima eleição, se comerciais do PT afirmarem que o PSDB deseja vender a Petro- bras? “Vou dizer, primei- ro, é mentira. Segundo, a política de vocês [PT] é que levou à destruição da Petrobras, que hoje é clara”. E por que esse discurso não foi feito pelo PSDB em campanhas eleitorais passadas? “Acho que foi timidez, foi a conjun- tura, a circunstância. Por exemplo, em 2010, quando eu fui candidato, você tinha o preço do pe- tróleo nas nuvens. Tudo parecia dar certo”. Serra diz estar estudando to- das as áreas de atuação da estatal para apresen- tar, “daqui um mês mais ou menos, uma proposta a respeito dos rumos da Petrobras”. Brasil fecha 81,8 mil postos de trabalho em janeiro Com o consumo das fa- mílias e as vendas em que- da, o comércio puxou as demissões de trabalhadores formais no país em janeiro. Na largada do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, o Brasil fechou 81,8 mil vagas com carteira assinada. Em ja- neiro de 2014, o país havia criado 62,4 mil vagas. No comércio, houve uma redução de 97,9 mil postos de trabalho. Segundo o ministro Manoel Dias, que comentou o resultado por meio de nota, os setores que tradicionalmente de- mitem nessa época, por questões como o fim do período de férias, foram os que mais contribuíram para a contração. O setor de serviços de- mitiu 7,1 mil trabalhadores. Houve perdas principal- mente no setor de trans- portes, alimentação (bares, hotéis e restaurantes) e no de hospedagem. Indústria Depois de oito meses demitindo, a indústria da transformação voltou a contratar no mês de ja- neiro, acrescentando ao mercado 27.417 postos de trabalho, informou o mi- nistério. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empre- gados e Desempregados (Caged), a indústria cal- çadista criou 7,6 mil no- vos empregos, a indústria mecânica, cerca de 4.000, a têxtil, 3.500, e a de bor- racha, 3.300. Na agricultura, houve a criação de 9.400 postos. Duas regiões expandi- ram o nível de emprego: Sul, com a criação de 29,7 mil postos e Centro-Oeste, com 1.200 novas vagas. No Sudeste, 70 mil vagas foram encerradas, sendo 40,6 mil só no Rio de Ja- neiro. Comece o mês saudável: exercite-se nas trilhas do PET O parque dispõe de opções para quem quer se exercitar em contato com a natureza Uma das metas mais co- muns de inicio de ano é o cuidado com a saúde, e para ajudar a atingir essa meta, o PET (Parque Ecológico do Tietê) oferece em pleno centro metropolitano várias trilhas arborizadas de uso gratuito no núcleo Enge- nheiro Goulart. O parque conta com o total de 9 km de trilhas, marcadas em três distâncias: 4,5 km; 5,3 km e 9 km. O percurso dá aos visitantes e freqüentadores assíduos, a possibilidade de contemplar cenários variados em meio a natureza como um lago, am- pla vegetação e os animais que ali vivem. As trilhas estão à disposi- ção do público todos os dias da semana das 8h às 17h. Serviços: Núcleo Engenheiro Gou- lart Horário de funciona- mento do núcleo: 8h às 17h – Entrada Gratuita Estacionamento: 50 vagas no interior, próximo à administração do parque e 1000 vagas no estaciona- mento externo. Telefone: (11) 2958- 1477/1450/9035 (para agen- damentos e informações) Endereço: Rua Guira Acangatara, 70. Atividades e equipa- mentos que precisam ser agendados: Programa de Educação Ambiental, visi- ta monitorada ao Museu, quiosques grandes, quadras, campos de futebol, palco ao ar livre, anfiteatro e teatro de arena. Como chegar: O acesso fica na Av. Dr. Assis Ribeiro, altura do nº 3.000. Indo de carro, entre no km 17 da ro- dovia Ayrton Senna, sentido SP/Rio; de Metrô, desem- barque na estação Penha, pegue o ônibus Jardim Ke- ralux e desça na entrada do parque; pelo trem da CPTM, desembarque na estação Engenheiro Goulart, e siga caminhando até a entrada do parque.
  6. 6. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 6 1 Garagem com Célula de Segurança 2 Salão de Festas 3 Salão de Jogos 5 Salão Gourmet 6 Brinquedoteca 7 Lavanderia Comunitária 8 Piscina Adulto e Infantil 9 Churrasqueira 10 Redário 11 Pet Place 12 Home Office 13 Playground 14 Sala de Estudo 15 Portaria Fitness4 Av. Afonso Lopes Baião, 411 São Miguel Paulista LOCAL Rua Jaime Barcelos, 536 São Miguel Paulista SHOW ROOM 11.3672 1806 Intermediação: Realização e Incorporação: www.clmincorp.com.br Participação: VERSATILIDADE DE PLANTAS LAZER COMPLETODORMITÓRIOS 1 OU 2 VAGAS C/ DEPÓSITO Giro dos famososGiro dos famosos Japinha! Sabrina Sato posa com cabelo preto e curtinho no Japão Sabrina Sato mostrou que fica linda até de peruca! A apre- sentadora da Record postou em seu perfil no Instagram, nesta sexta-feira (27), algumas fotos nas quais aparece com o cabelo curtinho, no modelo chanel. O look ousado fez parte de um ensaio fotográfico que a artista realizou no Japão, onde tem passado alguns dias para gravar quadros para o seu programa semanal na emissora dos bispos. Nos comentários das fotos da japa, os fãs foram só elogios. “Arrasou se for ou não peruca”, “Diva de todo o jeito” e “Japa linda” foram alguns dos comentários. Fernanda Souza se casa com Thiaguinho em São Paulo: ‘Foi tudo perfeito’ Queria tirar todo o bumbum. Não aguento mais sofrer’, diz Urach Fátima brinca sobre look idêntico ao de Bruna Marquezine: ‘Pose está igual’ Simony posa de barriga de fora para selfie Luana Piovani nega inseminação artificial em post na web Apresentadora tem gravado matérias para seu programa na record O grande dia de Thiaguinho e Fernanda Souza finalmente chegou! O cantor e a atriz se casaram na igreja Nossa Senho- ra do Brasil, em São Paulo, na noite do dia 24. A cerimônia durou cerca de uma hora e meia. Após a benção do padre, os noivos conversaram rapidamente com a imprensa. Fer- nanda contou que ficou muito emocionada com as surpresas preparadas pelo noivo. “Foi tudo perfeito! Chorei muito, foi emocionante, mais do que esperava. Sonhava com algumas coisas que aconte- ciam em casamento, mas foi muito mais do que esperava. Ele fez muito mais, várias surpresas. Ontem eu sonhei com algumas coisas que aconteceriam no casamento. Ele fez tudo que eu pedi. Não sabia, foi surpresa. Quase desmaiei de verdade”. Marcado para as 19h, a noiva só chegou na igreja por volta de 20h30. Antes de subir ao altar, a atriz fez questão de posar para os fotógrafos que a aguardavam no sereno. Emocionada, Fernanda agradeceu o carinho dos curiosos de plantão e da imprensa. “Muito obrigado pelo carinho gente. Obrigado mesmo”, disse. A modelo se submeteu neste domingo, 1º, a uma cirurgia para retirar uma forte inflamação na nádega esquerda por uso de Pmma e hidrogel. O cirurgião que a operou, Felipe Tosak, contou que drenou a secreção e retirou partes do Pmma e do hidrogel que estavam lá. Por causa do impedimento em eliminar todo o produto do corpo, Andressa teme que sua nádega direita também dê problema um dia. “Eu queria que tirasse todo o bumbum de uma vez para não ter outra infecção, mas eles (os médicos) não deixaram. Dizem que não é bom mexer onde não está inflamado. Mas eu queria arrancar tudo. Não aguento. Papo surge quando a atriz Isabelle Drummond conta que desenha suas próprias roupas e comenta decote exclusivo usado na festa de Sete Vidas Sempre linda e elegante, Fátima Bernardes utiliza, a cada dia, um modelito diferente para apresentar o Encontro e, vira e mexe, acaba sendo notícia por usar peças iguais a de alguma atriz. Lair Rennó brincou com a apresentadora ao repercutir a roupa usada por ela no programa de sábado (28),um vestido idêntico ao da atriz Bruna Marquezine. ‘Fico muito feliz em saber que muitas mamães e muitas mulheres resolveram mudar também’, disse a cantora em rede social. Simony posou de top e de barriga de fora para selfie. “Obrigada por todo carinho de vocês sempre. Fico muito feliz em saber que muitas mamães e muitas mulheres re- solveram mudar também”, disse a cantora em seu perfil na rede social Instagram. A atriz, que está grávida de gêmeos, desabafou em seu perfil no Instagram nesta segunda, 2. Luana Piovani negou em seu perfil no Instagram nesta segunda, 2, que tenha feito inseminação artifical como foi noticiado pelo jornal “Extra”. “Baseado em que afirmam que foi inseminaçao artificial? O tratamento que fizemos podemos chamar de ‘pimba na gorduchinha’. Brasil não tem jeito mesmo. Estamos perdidos”, escreveu Luana. Aprenda prolongar escova progressiva no verão Por mais que a moda ago- ra peça fios despenteados e com volume, há quem não abra mão do cabelo liso e, claro, da escova progressi- va. No verão, o cabelo fica exposto ao sol, mar e piscina e isso acaba atrapalhando a durabilidade do tratamento. Por isto, a dica é usar sempre um termoativo (produto ati- vado pelo calor do secador ou da chapinha) para deixar o cabelo mais hidratado. “É para manter ativo o efeito da escova progressiva. Além disso, esse produto ajuda a retirar o arrepiado e a dar leveza aos fios”, ensi- na. Ela lembra que se for cur- tir piscina ou praia, o ideal é não esquecer de proteger os fios. “Antes de ir para esses locais, procure passar pro- tetor solar no cabelo todo e fique embaixo da barraca o tempo que puder”. A profissional aconse- lha, também usar o leave- -in e, ao chegar em casa, hidratar os fios. O uso do secador deve ser modera- do, pois as altas tempera- turas podem danificam a cutícula do fio. “Seguindo à risca todos esses cuida- dos, a escova terá uma durabilidade maior e os fios ficarão saudáveis por mais tempo”, garante. Veja as dicas para cuidar da progressiva Xampu - Nada de produto antirresíduo, pois ele acelera o processo de retirada da escova progressiva. Invista em produto com agente de reparação e controle na fórmula. Cuidados - Proteja o cabelo para curtir o mar ou a piscina no verão. Expor os fios sem proteção causa danos à saúde do cabelo. Coloração – Faça coloração antes da progressiva, pois a tinta tem amônia e oxigênio na composição e isso pode enfraquecer a progressiva. Hidrate - Qualquer tratamento com química pode preju- dicar a saúde dos fios. A hidratação é sinônimo de prevenção e também ajuda a reparar os danos. Encontre-nos nas Redes Sociais! https://www.facebook. com/GrupoAcontecede- Jornais http://aconteceagora. com.br/ https://www.facebook. com/JornalErmelino http://divaldorosa. blogspot.com.br/
  7. 7. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 7 Anuncie no mais completo e mais lido Jornal de Ermelino e região. Ótimas promoções e formas de pagamento. Consulte!!! 2031-2364 2513-0928 Quer um casamento duradouro? Tome decisões! Casais que planejam a união duram mais juntos do que os que simplesmente deixam a inércia arrastá- los para as grandes transições de vida, diz pesquisa Você tem um casamento determinado? Novas pesqui- sas revelam que o nível de questionamento com que os casais tomam decisões pode ter um efeito duradouro na qualidade dos relaciona- mentos amorosos. Os casais que são determinados antes do casamento – intencio- nalmente caracterizando os seus relacionamentos, indo morar juntos e planejando uma festa – parecem ter um casamento melhor do que os casais que simplesmente deixam a inércia arrastá-los pelas grandes transições. Embora a descoberta possa parecer óbvia, a rea- lidade é que muitos casais evitam o verdadeiro proces- so de decisões. Muitos ca- sais que moram juntos, por exemplo, não pararam para conversar sobre o assunto. Muitas vezes, um dos par- ceiros começou a passar mais tempo na casa do outro, ou um contrato de aluguel expirou, forçando o casal a formalizar um acordo de moradia. Os casais que são levados pelas transições do relacionamento têm menor qualidade matrimonial do que os casais que tomam decisões intencionais sobre etapas importantes da vida a dois. De forma considerável, com os resultados da pesqui- sa eles descobriram que as decisões e experiências com outros parceiros antes do casamento tinham um efeito duradouro no relaciona- mento. No grupo de estudo, a maioria das pessoas teve relações sexuais antes do casamento, relatando uma média de cinco parceiros sexuais. Mas 23% tiveram apenas um parceiro sexual, o seu respectivo cônjuge. Es- sas pessoas relataram maior qualidade no casamento do que as pessoas que tiveram vários parceiros sexuais. Aqueles que moraram com outra pessoa antes de se casarem também relataram um relacionamento de me- nor qualidade. Nesse grupo, 35% tiveram casamentos de qualidade superior. Entre aqueles que não haviam morado com outro par ro- mântico antes do casamen- to, 42% tiveram casamentos de qualidade superior. A descoberta é um con- trassenso, considerando que a experiência de lidar com os relacionamentos deve- ria deixar a pessoa melhor preparada para gerenciar os conflitos e sustentar um casamento. Contudo, a an- tiga experiência amorosa também pode ser um lem- brete de que existem outras opções. No estudo, ter uma gran- de festa de casamento tam- bém foi relacionado a um casamento mais sólido. Nem todos conseguem pagar por uma grande festa de casamento. Pode ser que os casais que planejam grandes festas de casamento tenham mais apoio dos familiares e dos amigos, dois elementos positivos para um casamen- to. Mas as discussões e as decisões que entram no planejamento de um evento tão grande também podem ser um sinal de que os casais tomaram a decisão de forma consciente. Os casais que começaram com um relacionamento se- xual casual tiveram menor probabilidade de ter um casamento de alta qualida- de. Entre esses casais, 36% tiveram casamentos de alta qualidade, comparados a 42% dos casais que disseram que não transaram antes do namoro. A maioria dos casais do estudo que morou junto an- tes do casamento disse que conversou ativamente sobre a decisão. Contudo, 37% disseram que a coabitação foi algo que “simplesmente aconteceu” com eles. Geral- mente, os casais no primeiro grupo tinham melhores ca- samentos do que os casais no segundo. Muitos casais acabam sendo arrastados pelas grandes decisões – em vez de tomá-las – como uma forma de evitar “a conver- sa” que ajuda a definir um relacionamento e um com- prometimento a dois. Em nossa cultura, muitos casais passam muito tempo juntos e fazem sexo, porém, não conseguem caracterizar a própria situação. ressaltou que a primeira “conversa” que os casais precisam ter é responder à pergunta, “É namoro?”. As pessoas não têm clareza nem mesmo sobre o que é namoro hoje, sobre o que não é namoro, e sobre quais são as regras. Os autores do estudo salientam que os dados simplesmente mostram associações entre as experi- ências passadas, o processo de decisão e a qualidade do relacionamento, e alertam que o número de variá- veis pode influenciar um casamento. Uma pessoa que teve vários parceiros sexuais e uma festa de casamento pequena não necessariamente vai ter um péssimo casamento. A lição maior do estudo, se- gundo os autores, é de que os casais deveriam tomar decisões mais ativas sobre os seus relacionamentos e sobre os importantes acon- tecimentos da vida, em vez de se deixarem levar ano após ano. Demonstrar a intenção de alguma forma – desde o planejamento do primeiro encontro a morar juntos, a festa de casamen- to e além – pode ajudar a melhorar a qualidade geral de um casamento.
  8. 8. 2a qUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015Pág 8 Áries. Alguma instabilida- de doméstica facilita buscar e encontrar soluções criativas para os problemas aflitivos, fazendo as mudanças neces- sárias em suas atividades de forma a estimular os progres- sos pessoais e profissionais. Touro. Transformações po- dem ocorrer inte- riormente diante de preocupações com pessoas na família, bem como é necessário entender os ex- cessos e melhorar em sua pro- fissão com apoio de parceiros, servindo-os para obter apoio. Gêmeos. Submisso a situações profissionais e fami- liares, poderá ter que agir em função de fazer as mudanças para o equi- líbrio, mas é necessário rever si- tuações pessoais e domésticas, para não criar problemas mais sérios e ter que voltar atrás. Câncer. É necessário fazer as coisas certas, com critério e paciência, se já não tenha que agir dessa forma diante dos obstáculos presente. Mas fique certo que novas idéias irão surgir para seus progres- sos pessoais e profissionais. Leão. As preocupações fi- nanceiras devem ser superadas ao reava- liar ou rever formas de trabalhar, mudando o enfo- que para melhores resultados. Confieemsurpresasagradáveis que podem ocorre em harmo- nia e com apoio de parceiros. Virgem. Muitas idéias através de amizades e parcei- ros podem surgir para aliviar tensões fruto do momento presente, que é de grande exigência em orga- nizar sua vida como um todo. Os progressos financeiros po- dem ocorrer transformando situações. Libra. Apoio de parceiros podem lhe auxiliar a transformar situ- ações profissionais e financeiras, de forma a encon- trar soluções favoráveis. Mas deve fazer uma reavaliação de planos, dos seus desejos mais íntimos e do que quer na vida. Escorpião. É um momento im- portante para rever problemas e dificul- dadesatravésdeuma avaliação profunda, criando possibilidade de transforma-las favoravelmente ao direcionar seus esforços para objetivos futuros nesse período. Sagitário. Fatos e aconteci- mentos o leve para uma reavaliação de suas ações com acordos e em sua vida profissio- nal. Para entender o momento e fazer qualquer mudança com sucesso, deve submete-la a apreciação de seus parceiros. Capricórnio. A profissão precisa sertratadacommui- ta atenção às pen- dências, acertos de contas para que os resultados sejam favoráveis. A harmonia com parceiros é fundamental, bem como sua criatividade fa- cilita planos e projetos. Aquário. Sua auto-estima e confiar na expres- são de seus talentos com afetos ou em qualquer empreendimento, que realize nesse período. Conflitos interiores obrigam a encontrar melhores condições de trabalho, saúde e vida. Peixes. Iniciativas com parceiros e afetos tendem a ser bem sucedidas pois suas habilidades para transformar situações estão exaltadas, facilitando seu su- cesso. Valorize a família, suas raízes e vida doméstica para maior harmonia. Saiba por que brincar é fundamental para o desenvolvimento do seu filho “Lápis, caderno, chi- clete, pião. Sol, bicicleta, skate, calção...Criança não trabalha, criança dá traba- lho”. Quem é pai provavel- mente já ouviu a canção “Criança Não Trabalha”, da dupla Palavra Cantada, e que fala do que há de melhor na infância: a brin- cadeira. Mas, em tempos de agendas superlotadas, muitos pais acabam dei- xando de lado as horas de lazer dos filhos – e que são tão necessárias para o de- senvolvimento intelectual e cognitivo dos pequenos. Desenvolver a memória, o raciocínio, as emoções, a habilidade física e a coor- denação motora. Estimular a imaginação e a sociabili- dade - tudo isso faz parte dos benefícios gerados pelo brincar. “A brincadeira é uma coisa séria. Só se tor- na um adulto completo, com bom desenvolvimento cognitivo, social e afetivo, quem brincou na infância”, diz Patricia Bertolini, psi- cóloga e coordenadora da Brinquedoteca do Hospital Pequeno Príncipe, em Curi- tiba (PR). Quer mais um benefício? Brincar também é uma for- ma de expressão. “Quando a criança ainda não desen- volveu a linguagem oral ou a escrita, ela se manifesta por meio da brincadeira”, afirma Maria Angela Barba- to Carneiro, coordenadora do Núcleo de Estudos do Brincar da PUC-SP. Ou seja, quando ainda não apren- deu a falar ou escrever, brincar é um jeito da crian- ça poder expressar algum sentimento, necessidade ou apenas representar a rea- lidade em que vive. Se ela estiver triste ou com medo, pode transferir esses senti- mentos para um boneco, por exemplo, e dizer que o brinquedo está chorando ou assustado exatamente pelo motivo que ela ainda não consegue explicar por meio das palavras. Ter tempo livre para fa- zer o que quiser, seja pular corda ou montar castelos com cartas de baralho, por- tanto, é fundamental. “A criança que não brinca pode se tornar um adulto egoísta, dependente e pouco criati- vo”, afirma Maria Angela. O ideal, como diz a educado- ra, é que seu filho brinque todos os dias, não importa se está sozinho, com irmãos, amigos - e também com você. “A brincadeira em família ajuda a fortalecer o vínculo afetivo, pois na hora de um jogo, por exemplo, a criança pode questionar o pai, fazer negociações, expor suas opiniões. Assim, pais e filhos acabam se conhecendo melhor”, diz Patrícia Bertolini. E se você pensa que não sabe mais brincar ou que é preciso ter muitos brinque- dos em casa, saiba que a criança se diverte facilmen- te e com poucos objetos - ou até mesmo nenhum. Brincar de esconde-esconde ou dançar no meio da sala, por exemplo, não exigem muito mais do que o corpo. “Deixe a iniciativa partir do seu filho e entre no jogo com ele. Os adultos perdem a fantasia aos poucos, mas a criança ainda tem muito”, afirma Patricia.

×