Guaianas 114

452 visualizações

Publicada em

Guaianás

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guaianas 114

  1. 1. ANO 7 - N.o 114 Tiragem 25 Mil | www.fb.com.br/JornalGuaianas | raleste@gmail.com | Tel.: (11) 2031-2364 2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Linha 11 do metro Luz Guaianases recebe novo trem Atualidade Politica Balanço do Carnaval Brasileiro São Paulo, a exemplo de outros grandes cen- tros urbanos mundo afora, não pode prescindir de uma rede própria para os ciclistas. No entanto é muito preocupante a forma improvisada com que a criação de ciclovias e ciclofaixas na cidade vem sendo conduzida pela prefeitura que, deixando o planejamento de lado, optou, equivocadamente, por ações pulverizadas em diversos... Leia na pág 02 Transparência nas ciclovias Para informação dos nos- sos leitores estamos na presente edição fazendo um balanço das ativida- des que fizeram parte da segurança pública durante o período carnavalesco de 2015. Leia na pág 04 Maior transparência aos programas de moradia popular Plataforma disponível na internet oferece informa- ções detalhadas sobre lo- cal, andamento da constru- ção e população atendida de cada empreendimento. Todos os interessados em participar do programa ha- bitacional devem renovar o cadastro. A Prefeitura lançou um novo sistema na internet que permite que qualquer cidadão acompanhe o an- damento dos programas de moradia... Leianapág03 Edital de alienação com encargos de terreno de 632 mil m² da Cohab na Cidade Tiradentes será publicado para consulta. Objetivo é levar entre 3.000 a 4.000 empregos para região que só conta com 0,1% das ofertas de trabalho. A Prefeitura de São Paulo... Leia na pág 03 Município busca parceiro privado para construir centro de serviços na Cidade Tiradentes Entrega faz parte da re- novação da frota da Com- panhia Paulista de Trens Metropolitanos A Linha 11-Coral (Luz - Guaianases) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) ga- nhou mais um trem na se- gunda-feira, 23. A entrega completa o lote de nove composições da série 9000 em operação. Toda a frota da CPTM está sendo reno- vada e 105 novas composi- ções... Leia na pag 04 Após enchente, bloco de carnaval protesta em Guaianases “Matou o rio / transfor- mando em esgoto / bo- tando o pobre pra beber volume morto / agora vem aí uma baita taxa / se eu protesto me esculacha / e bota choque no meu couro.” Foi ao som deste samba-enredo que o bloco Boca de Serebesqué saiu às ruas no domingo (15), em Guaianases, zona leste de São Paulo. Com a concentração feita... Leia na pág 02
  2. 2. Uma publicação do Grupo Acontece de Jornais e Revista As matérias publicadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam necessariamente a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. Diretor e Chefe de Redação: Divaldo Rosa MTb: 42.488 • Jornalista (fl): Silmara Galvão Nunes • Representantes Comerciais: Pastor Odair • Designer: Ademir Rodrigues • Revisora: Prof. Suseli Corumba • Administração Financeira: Ademir Rodrigues • Distribuição: Mart Press Distrib.de Jornais • Redação e Publicidade • Fone/Fax: 2031-2364 / 2513-0928 • Av. Guachos, 166 • Cep: 08030-360 • Vila Curuçá - SP - E-mail: raleste@gmail.com (fl = Freelancer) Jornal SUB PREF. DE GUAIANASES Estr. Guaianases, 2565 Jd Helena / Guaianases-SP BANCA COQUINHO Rua Hipolito de Camargo, 460 Guaianases-SP BANCA DE JORNAIS A MUSICAL Rua Salvador Gianetti, 1156 Guaianases-SP BANCA NOVA COQUEIRO Estr. Itaquera Guaianases, 2423 Jd Helena / Guaianases-SP BANCA TEMAS E LETRAS Av. Salvador Gianetti, 564 Guaianases-SP BANCA COQUINHO R. Hipolito de Camargo, 460 Guaianases-SP Atualidade 2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Bola ForaC R Ô N I C A Por ALLAN REGIS No tempo em que Guaiana- ses não passava de um bairro anônimo, escondido do mundo, oferecendo informação apenas através da tv ou do rádio, tendo ainda como seu centro uma pequena avenida principal com uma precária passarela que se ligava à estação velha e algumas lojinhas, armazéns e barbeiros de canto tentando sobreviver, a rua se sobressaia como o único espaço da diversão para a molecada. Ruas de terra ainda. cuspia o fumo na lixeira e tratava logo de erguer uma garrafa da “boa pinga” e um pratinho cheio de fatias de mortadela tempera- das com limão, tira gosto irresis- tível para aqueles que apreciam a “marvada”, o comerciante fazia questão de erguer os atrativos e gritar com sua voz rouca: - Oi, “homi”! Quem não “pi- diu”, “pida”! O nosso jogo ia bem, até que um pelintra bêbado apareceu em cena e foi avistado por Seu Sebastião que cuspiu o fumo, er- gueu o litro e o pratinho e encheu o pulmão para soltar sua frase que atrairia o freguês pinguço que passava do outro lado da rua vindo de um concorrente. O Tatu, um amigo da época, que nem sei por onde anda, se viu diante de uma chance clara de gol. Aquela que até nossas vós fariam. O gol estava prati- camente feito. Ele entendeu que não poderia parar por nada neste mundo... Acabou esbarrando no bêba- do, que caiu, deu um chute torto e a bola foi parar na boca de Seu Sebastião que, por sua vez, não conseguiu terminar sua frase: - Oi, home, quem não pidiu... Puf! Ouviu-se em seguida os ba- rulhos das garrafas de vidro se chocando, caindo do balcão e se estilhaçando no chão. Todos os moleques deserta- ram a rua. Ninguém ficou para ser castigado. Fiquei sabendo às escondi- das que o velho Bastião passou uma semana com a boca incha- da, prometendo que uma bola nunca mais rolaria em frente ao seu boteco. Isso foi cumprido por ele, aquele foi o nosso último jogo por ali. E Guaianases cresceu e apareceu... Até hoje, quando passo em frente ao bar, atualmente de portas fechadas, portas enfer- rujadas pela a ação do tempo, um órfão sem esperança de ser reaberto por um sucessor à altura de seu único e exasperado dono já falecido, lembro da cena que descrevi. Olho para o rico asfalto mo- derno e tardio, remendado e esculpido por obras desleixadas, mas que hoje cobre a pobre terra antiga e saudosa, e me pergunto: “Meu?! Como o Tatu pôde perder aquele gol?” -Asfalto só pros ricos - diziam os politizados. Em uma dessas ruas, a Dou- tor Carlos da Costa, para ser mais exato, nossa bola de capo- tão rolava arrastando pedregu- lhos e atolava na valeta lateral de onde era muitas vezes tirada à força por pernas e pés que mais pareciam foices ou tacos de golfe. - Ranca ela daí! - Vai, vai, vai! Váp!!! Lembro que o comerciante Sebastião, figura lendária do bairro, sempre ficava de olho em nós, disciplinava avisando-nos, com um sarrafo na mão, para que tomássemos cuidado com o magote de litros de pinga que ele deixava exposto em cima do balcão do boteco. Seu Sebastião, um sexa- genário, sertanejo forte, magro e careca, mascador de fumo, usava sempre um chapéu pana- má branco e tinha uma locução própria, unia os gestos a uma frase que chamava a atenção. Quando via um cliente em potencial passar na frente do bar tentando se desviar do que as esposas não aprovam, Sebastião CADASTRO ou ATUALIZAÇÃO de banca financeiro.grupoacontece@hotmail.com “Matou o rio / transfor- mando em esgoto / botando o pobre pra beber volume morto / agora vem aí uma baita taxa / se eu protesto me esculacha / e bota choque no meu couro.” Foi ao som deste samba-enredo que o bloco Boca de Serebesqué saiu às ruas no domingo (15), em Guaianases, zona leste de São Paulo. Com a concentração feita a partir das 14h, o bloco teve como tema a crise da água que afeta São Paulo nos úl- timos meses. De acordo com o professor de história e pu- xador dos Serebesqué, Ireldo Alves, 33, o objetivo do samba é “levar alguma mensagem de cunho social para que as pessoas possam refletir.” O Boca de Serebesqué existe desde 2008. Neste ano, os ensaios do grupo aconteceram semanalmente, às quartas e domingos. Além de usar os instrumentos pró- prios, o grupo também contou com a ajuda de outros blocos da periferia, como batucada Popular Carlos Marighela. O bloco se reuniu na fren- te da casa do norte “Três Irmãos”, localizada na rua Cosme Deodato Tadeu. Aos poucos, os membros começa- ram a chegar e, por volta das 15h, os primeiros sons come- çaram a ecoar pelo local. O trajeto inicial previa a ida até o mercado municipal do bairro. No entanto, ele teve As vagas são para capital paulista e cidades das regiões de Guarulhos, Osasco,ABCD paulista e Baixada Santista. O CIEE está recrutando estudantes para o processo seletivo de estágio do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. As 52 oportunidades destinam-se a estudantes matriculados do primeiro ao penúltimo semestre de pe- dagogia, e do terceiro ao penúltimo semestre de direito, história, jornalismo e rádio e TV. O recrutamento valerá também para formação de cadastro reserva, visando o preenchimento de futuras vagas. Entre os benefícios previs- tos na Lei do Estágio incluem- -se bolsa-auxílio de R$ 771, além de auxílio-transporte, para jornada diária de 4 horas. As inscrições devem ser feitas no site www.ciee.org.br até 3 de março, às 17h. De acordo com Luiz Gus- tavo Coppola, superintenden- São Paulo, a exemplo de outros grandes centros urbanos mundo afora, não pode prescindir de uma rede própria para os ciclistas. No entanto é muito preocupante a forma improvisada com que a criação de ciclovias e ciclo- faixas na cidade vem sendo Transparência nas ciclovias conduzida pela prefeitura que, deixando o planejamento de lado, optou, equivocadamen- te, por ações pulverizadas em diversos órgãos que não se comunicam entre si. Isso é fato incontestável. Com a adesão de 23 ve- readores, protocolei no dia 10 de fevereiro pedido de cons- tituição de Comissão Par- lamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar a implantação de ciclovias e ciclofaixas pela Prefeitura de São Paulo. A partir de agora o reque- rimento será submetido a aprovação dos vereadores. Se aprovada, a Comissão Parlamentar de Inquérito das Ciclovias será constituída por nove membros, e durará por um período de 120 dias corridos. É preciso que não apenas a Câmara Municipal, a quem cabe fiscalizar as ações da prefeitura, mas a população como um todo (usuários ou não de bicicletas) tenham acesso a um conjunto indis- pensável de informações: valor da implantação; modo de contratação dos projetos; quais os impactos no trânsito; se houve ou não consulta à população das áreas de im- plantação; quais os impactos no comércio, entre outras questões. Vale lembrar, ainda, que Tribunal de Contas do Mu- nicípio de São Paulo, outro órgão de controle do Executi- vo, já questiona a Prefeitura em relação a alguns desses aspectos. O requerimento de uma CPI para as ciclovias não é umabandeira política. O objetivo desta Comissão Par- lamentar de Inquérito é sim- plesmente esclarecer todos os pontos do confuso progra- ma de ciclovias adotado pela prefeitura. Afinal, é preciso responsabilidade nos gastos do dinheiro público, além de competência e transparên- cia na execução de obras e serviços. Andrea Matarazzo é ve- reador e líder do PSDB na Câmara Municipal Andrea Matarazzo Após enchente, bloco de carnaval protesta em Guaianases que ser alterado por conta da chuva que atingiu a região. Mesmo assim, houve uma parada em frente à Casa de Cultura de Guaianases. A euforia e a alegria dos presentes não foram afetadas, sobretudo a das crianças, que apareceram em peso. Brincando no bloco, o garoto João, 6, afirmou: “Aqui tá legal demais… Tem comida, espuma e meus amiguinhos.” Naquele dia, Guaianases estava em estado de caos. No dia anterior, o bairro foi atingido por uma chuva forte que invadiu casas e trouxe prejuízos aos moradores. Neste clima, enquanto o bloco puxava o samba, como forma de protesto algumas pessoas atearam fogo em móveis e em outros pertences que foram destruídos pela enchente. Durante sua fala no bloco, o mestre de bateria Tita Reis citou o clima de tensão em que o bairro se encontrava e propôs apoio aos moradores por meio da mensagem que o bloco trazia. “Estamos aqui para manifestar nossa indig- nação”, ressaltou. O bloco também teve es- paço para homenagear um dos membros do grupo, cha- mado Richard, que morreu há duas semanas por consequ- ência de uma doença. Além do estandarte oficial, houve também um com a imagem do ex-integrante em forma de estêncil. Fonte: Blog dos correspon- dentes comunitários da Gran- de SP CIEE OFERECE VAGAS DE ESTÁGIO NO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO te de Atendimento Estado de São Paulo do CIEE, o estágio é uma das ferramentas mais eficientes para atração e trei- namento prático de estudan- tes e, de maneira crescente, vem sendo reconhecido pelos recrutadores como uma dese- jável experiência prévia, que conta pontos em processos seletivos para o primeiro emprego. Embora os estagiários em órgãos públicos não possam ser efetivados, pois a con- tratação como funcionário depende de concurso, a ex- periência do estágio se revela altamente benéfica para os estudantes. Muitos deles, ao terem despertada a vocação para o serviço público, es- tarão mais aptos a vencer a difícil barreira dos concursos públicos e outros, ao darem preferência à iniciativa priva- da, enriquecerão o currículo com uma valiosa experiência em administração pública.
  3. 3. Comprometimento Social 2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 A Plenária reuniu 64 mulhe- res entre servidoras públicas, integrantes de movimentos e coletivos locais A Plenária Deliberativa de Guaianases e Cidade Tiraden- tes aconteceu na segunda-feira (23), no auditório da Subpre- feitura da Cidade Tiradentes. Foi a segunda de dezesseis plenárias que serão realizadas entre os meses de fevereiro e março. O trabalho objetiva a formação dos Fóruns Regionais de Mulheres da Cidade de São Paulo, enquanto espaços de incentivo a participação popular das mulheres para a articulação de suas demandas e controle público das políticas públicas de gênero na cidade. Para isso, são eleitas em cada Plenária Deliberativa delegadas representando a sociedade civil e o poder pú- blico local das subprefeituras. Além de atuarem nos Fóruns Regionais, as delegadas tam- bém farão o curso “Políticas Públicas de Gênero e a Deman- da das Mulheres na Cidade”, elaborado pela SOF – Sem- previva Organização Feminista. O Regulamento das Plenárias Entrega faz parte da reno- vação da frota da Companhia Paulista de Trens Metropo- litanos A Linha 11-Coral (Luz - Guaianases) da CPTM (Com- panhia Paulista de Trens Metropolitanos) ganhou mais um trem na segunda-feira, 23. A entrega completa o lote de nove composições da série 9000 em operação. Toda a frota da CPTM está sendo renovada e 105 novas com- posições já foram entregues. A entrega foi feita pelo governador Geraldo Alckmin e o secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, na Estação da Luz. Alckmin destacou que os trens são mais modernos e com maior motorização. “Os trens mais antigos tinham 33% de motorização, de cada três carros, um era motoriza- do. Agora é 50%, a cada dois carros um é motorizado, e todos com ar condicionado”, afirmou. Com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), os trens possuem monitoramento com câmeras na parte externa e interna e são acessíveis para pessoas com mobilidade re- Edital de alienação com encargos de terreno de 632 mil m² da Cohab na Cidade Tiradentes será publicado para consulta. Objetivo é levar entre 3.000 a 4.000 empregos para região que só conta com 0,1% das ofertas de trabalho. APrefeitura de São Paulo lançará para consulta pública o edital de alienação com encargos de um terreno de 632 mil m² na Cidade Ti- radentes, que pertence à Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab). O objetivo é que parceiros pri- vados apresentem projetos, adquiram a área e construam o primeiro centro comercial e de serviços da região, com potencial para gerar entre 3.000 a 4.000 novos postos de trabalho. O prefeito Fernando Ha- ddad já havia anunciado a medida em visita ao bairro no fim da janeiro. “Cidade Tiradentes é quase um bair- ro dormitório. O número de empregos por habitantes é muito baixo. Para piorar, os serviços privados e públicos, praticamente, são inexisten- tes. Isso impacta, e muito, a qualidade de vida do lugar, porque as pessoas têm de se deslocar para ter acesso ao que todos têm em seus bairros”, afirmou o prefeito Fernando Haddad. O bairro do extremo leste conta com uma população superior a 220 mil pessoas, Plataforma disponível na internet oferece informações detalhadas sobre local, an- damento da construção e população atendida de cada empreendimento. Todos os interessados em participar do programa habitacional devem renovar o cadastro. A Prefeitura lançou um novo sistema na internet que permite que qualquer cidadão acompanhe o an- damento dos programas de moradia popular na capital. Disponível na internet, a plataforma Habisp Plus ofe- rece informações detalhadas sobre cada empreendimento, com local, andamento da construção e a população atendida. Famílias que rece- bem o auxílio-aluguel podem também consultar qual será o condomínio onde receberão uma moradia. “As famílias que foram retiradas das suas casas em função em geral de área de risco e que entraram no bolsa aluguel agora têm uma perspectiva. Porque a grande angústia não é ficar três, quatro ou cinco anos no bolsa-aluguel, é não saber quando vai sair a moradia, é não saber onde vai morar, é essa indefinição”, afirmou Ha- ddad durante o lançamento da plataforma, que aconteceu na sede da Prefeitura. Segundo o prefeito, a transparência do sistema é importante porque permite o controle social do programa. “O que a gente quer é passar uma régua em todas essas dúvidas sobre os critérios, sobre a fila, porque todo mun- do vai poder controlar. Todo mundo vai ter segurança de que o programa é para valer, que é sério e transparente. Não tem jeitinho. É para evitar qualquer sombra de dúvida sobre o Minha Casa Minha Vida em São Paulo. É uma conquista da socieda- de”, disse Haddad. A disponibilização pelo sistema das informações personalizadas começou atendendo a 28 mil famílias que recebem o benefício do Município busca parceiro privado para cons- truir centro de serviços na Cidade Tiradentes mas concentra apenas 0,1% das ofertas de empregos da cidade de São Paulo, ou pouco mais de 4.500 postos de trabalho. Cidade Tiraden- tes também tem déficit de serviços, não contando, por exemplo, com uma agência da Previdência Social e a sede da subprefeitura estar localizada fora de seu territó- rio e operando dentro de um supermercado. “Essa gleba está se inse- rindo dentro dos princípios do Plano Diretor, que é a geração de empregos na periferia. Equilíbrio entre mo- radias, serviços e comércio. Ou seja, buscar harmonia dentro dos bairros e dos bairros entre si para que a questão da mobilidade seja mais bem equacionada”, disse o prefeito. Mesmo com a venda do terreno, além da manuten- ção do Centro Educacional Unificado (CEU) no local e a preservação ambiental de um terço da área, parte do terreno será destinada uma nova sede da administração regional e o parceiro será obrigado a seguir as orientações muni- cipais. A área corresponde a cerca de 40% do Parque Ibirapuera, na zona sul. “Com isso, você constitui ali uma centralidade de bairro e em um terminal do futuro monotrilho, onde chegará a última estação. É exatamen- te ali. Ganha uma sinergia grande de serviços públicos, privados, área comercial em um lugar só. O futuro da Ci- dade Tiradentes vai mudar muito com isso e para melhor”, afirmou o prefeito. O preço estimado do ter- reno é de R$ 73 milhões, que serão utilizados pela Cohab para construir novas unidades habitacionais em outras regiões da cidade. Desde a década de 1970, a Prefeitura já construiu mais de 40 mil moradias em Cidade Tiradentes, mas os serviços e oportunidades ainda são escassos, levando os mora- dores a percorrerem longas distâncias. “A nossa orientação é a de tentar levar serviços e empregos para a região e não construir habitações, já que a Cohab construiu lá 40 mil unidades. Não tinha mais porquê avançar nisso. Não pode ter uma cidade de 250 mil habitantes que não tem uma loja ou um banco”, disse o presidente da Cohab, João Abukater Neto. Os interessados em parti- cipar poderão apresentar su- gestões, críticas ou opiniões enviando e-mail, devidamente identificado, por meio do endereço eletrônico copel@ cohab.sp.gov.br.As empresas ou consórcios podem efetuar protocolo no setor de Licita- ções da Cohab-SP – Copel na rua Líbero Badaró, 504, 24º andar, sala 243-A. Participaram do anúncio, além do prefeito Fernando Haddad e o presidente da Co- hab, os secretários municipais José Floriano de Azevedo Marques Neto (Habitação) e Chico Macena (Governo). Maior transparência aos programas de moradia popular bolsa-aluguel por terem sido removidas de suas casas, seja por serem residentes de áreas de risco, seja de- vido a empreendimentos da Prefeitura, como obras de drenagem ou reurbanização de favelas. Para acessar o sistema, basta preencher o número do CPF ou o nome do beneficiário da bolsa. Dados sobre os empre- endimentos podem ser bus- cados por qualquer cidadão, com filtros por subprefeitura e por tipo de empreendimento. São oferecidas estatísticas e a ficha técnica das inter- venções, inclusive a origem das famílias que serão bene- ficiadas. A plataforma conta também com uma lista com todos os atendimentos que a secretaria já realizou desde 2013, com títulos emitidos, famílias contempladas com moradias e empreendimentos concluídos. O sistema lança- do nesta manhã foi desenvol- vido a partir da identificação de falhas de segurança no procedimento de gestão da demanda por moradia. A tec- nologia utilizada incluiu travas que previnem irregularidades e erros, como o cadastro em duplicidade. A tecnologia utilizada incluiu travas que previnem irregularidades e erros, como o cadastro em duplicidade. Para facilitar o controle social, é possível acompanhar no Habisp Plus as metas relacionadas a habi- tação do Programa de Metas 2013-2016.Agestão pretende produzir 55 mil unidades habi- tacionais, além de beneficiar 70 mil famílias no Programa de Urbanização de Favelas, 200 mil famílias no Programa de Regularização Fundiária e mais 70 mil famílias com o Programa de Mananciais. “Fechamos o desafio dos terrenos, com os recursos para desapropriação, e am- pliamos a participação da iniciativa privada com a lei da Minha Casa Paulistana. Com isso conseguimos estruturar um grande programa habi- tacional que já chegou a 96 mil unidades habitacionais. Aí sim, depois de saber onde nós vamos ter todas as unida- des habitacionais é que nós pudemos usar a plataforma dar transparência e controle ao processo”, explicou o se- cretário José Floriano. Tam- bém estiveram presentes a vice-prefeita Nádia Campeão e os secretários municipais Francisco Macena (Governo), Paula Motta (Licenciamento) e Nunzio Briguglio (Comuni- cação). Guaianases escolhe representantes para os Fóruns Regionais de Políticas para as Mulheres Linha 11 do metro Luz Guaianases recebe novo trem duzida ou deficiência. Contam com sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico e áudio e espaço para cadei- rantes. Alckmin lembrou que 76% dos carros da CPTM possuem ar condicionado. “Ameta com mais 65 trens que já estão em fabricação é ter 96% dos trens da CPTM com ar condiciona- do”, destacou. Deliberativas pode ser lido aqui. Durante o encontro foi distri- buído um questionário elabora- do pela SOF que visa levantar o perfil das participantes das Plenárias a fim de subsidiar a elaboração do curso que será ministrado às delegadas elei- tas. Como representantes da sociedade civil de Guaianases nos Fóruns Regionais, foram eleitas as delegadas Dalva Laura Santana, Evelin Pereira Barbosa, Patrícia Aparecida Lima, Larissa Silva de Oliveira, Daniela Dias Pena, Maria Cris- tinaAraújo e Denise deAlmeida Costa. A Plenária de Guaianases e Cidade Tiradentes reuniu 64 mulheres entre servidoras pú- blicas, integrantes de movimen- tos e coletivos locais com forte presença do movimento negro, além de outras participantes. O projeto é realizado pela Assessoria de Participação e Controle Social da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) em parceria com as subprefeituras e com a SOF e conta com apoio da Secretaria de Política para as Mulheres do governo federal. Renovação da frota Toda a frota da CPTM está sendo renovada. Além das 105 novas composições já entregues, estão em fa- bricação mais 65 trens para atender todas as linhas. As novas composições aten- derão todas as linhas, de acordo com o aumento da demanda, obedecendo aos processos de expansão e modernização de cada linha.
  4. 4. Política 2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Gratuidade é válida para alunos do ensino fundamental e médio da rede pública, de universidade pública com ren- da familiar per capita de até R$ 1.182 e de universidade privada beneficiários do Prou- ni, Fies, Bolsa Universidade ou Cotas Sociais Uma das principais novi- dades no transporte público em 2015, o passe livre para estudantes, começará a fun- cionar nos ônibus municipais na próxima segunda-feira (2). Agratuidade é válida para alu- nos do ensino fundamental e médio da rede pública, de uni- versidade pública com renda familiar per capita de até R$ 1.182 e de universidade pri- vada beneficiários do Prouni, Fies, Bolsa Universidade ou Cotas Sociais. Para ter direito à gratuida- de, o estudante deve ter pago o boleto com a taxa anual de validação do Bilhete Único Estudante e já estar com o cartão em mãos. No caso dos alunos de ensino superior, eles também devem preen- cher o formulário de autode- claração de renda, que estará disponível a partir de domingo (1º) no site daSPTrans. Quem já estiver com toda a situação regularizada terá as cotas gratuitas disponíveis para recarga no Bilhete Único a partir do dia seguinte do preenchimento do formulário. Para quem ainda for pagar o boleto, o prazo para liberação As oportunidades são para promotor de justiça. Candidatos devem ter, no mínimo, 3 anos de atividade jurídica. O Ministério Público do Estado de São Paulo abriu nesta segunda-feira (2) as inscrições do concurso para 80 vagas de promotor de jus- tiça substituto. O salário não foi divulgado. Do total das oportunida- des, 5% são reservadas para pessoas com deficiência. No site do ministério, é possível ver o edital . Para concorrer, o candi- dato deve ser bacharel em direito com, no mínimo, três anos de atividade jurídica. Os candidatos podem se inscrever até o dia 31 de mar- Para informação dos nossos leitores estamos na presente edição fazendo um balanço das atividades que fizeram parte da segurança pública durante o período carnavalesco de 2015. Fazendo um apanhado geral podemos dividir esse período em três momentos distintos e conectados: antes da festa popular, quando temos um intenso trânsito nas rodovias e aeroportos propiciando uma série de acidentes, durante o Carnaval com as conhecidas ocorrências policiais envolven- do pessoas drogadas, bêbadas ou abordadas por meliantes e, depois do período em foco, quando temos novamente um refluxo do movimento de veículos para as grandes ca- pitais, gerando também toda a gama de transtornos, como os grandes congestionamentos, que não raramente propor- cionam oportunidades para que usuários das vias sejam assaltados em seus veículos por criminosos profissionais ou de ocasião.No aspecto trânsito, houve a informação de que nas rodovias federais ocorreu uma redução de 28% das mortes por acidentes num total de 120 óbitos. Em 2014 foram 155 óbitos no mesmo período. Nas estradas paulistas ocorrem 26 óbitos contra 52 que aconte- ceram no Carnaval de 2014, gerando uma redução de 50%. Os números são animadores no quadro geral de controle estatístico porém ainda exis- tem muitas providências que o Poder Público pode adotar para aumentar a segurança no trânsito e no campo criminal, como melhor infraestrutura e fiscalização mais atuante. No campo criminal, de forma geral, a situação esteve controlada das autoridades paulistas, exceção feita ao bairro de Vila Madalena onde existiram mani- festações fora do propósito da Balanço do carnaval brasileiro festa popular, sendo necessária a intervenção policial com uso de gás pimenta e várias deten- ções por conta de vandalismo, uso de drogas, a presença dos chamados “pancadões”, brigas, depredações de banheiros químicos e consumo de álcool por menores de idade, atrapa- lhando os festejos dos blocos que tradicionalmente circulam na região. O destaque negativo, portanto, ficou por conta desse tradicional reduto paulistano da boemia e entretenimento, mas que também é residencial, cujo brilho de suas animadas festas foi ofuscado por párias da sociedade, indivíduos que se aproveitam da descontração dos foliões para perpetrar seus delitos. Muitas pessoas presas por diversos cometimentos de crimes, vários recapturados para a Justiça, muitas drogas e armas apreendidas mas com a manutenção de índices criminais dentro da normali- dade para a dimensão que a população paulista possui. A dica continua valendo para pe- ríodos de festas de forma geral: atenção e cuidados redobrados no trânsito, cuidados com a residência ou comércio que fica fechado podendo ser invadido por marginais e investir em sistemas eletrônicos de segu- rança para ter um momento de lazer mais tranquilo, agindo de forma proativa com foco na sua própria segurança e de seus familiares, fazendo a sua parte como cidadão na defesa da vida e do patrimônio. *Emanuel de Aquino Lopes é Coronel da Reserva da Policia Militar, Mestre em Ciências Policiais de Segurança e Or- dem Pública, especializado em Direitos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas e membro do Núcleo de Projetos Estratégicos – Fundação ISAE Amazônia (www.fisae.org.br) e OSCIP Instituto Brasil – IBRA (www.ibra.org.br) Emanuel de Aquino Passe livre para estudantes entra em vigor na cidade do crédito é de três dias úteis. Vale lembrar que a partir deste domingo (1º), a taxa de validação do Bilhete Único Escolar passará a ser de sete tarifas, ou R$ 24,50, para todos os alunos, com gratui- dade ou não. Regras A Secretaria Municipal de Transportes publicou no dia 9 de janeiro no Diário Oficial da Cidade a portaria de regu- lamentação das regras para concessão do passe livre a estudantes no transpor- te público. As regras foram estabelecidas em conjunto com o governo do Estado e confirmam os critérios para obtenção da gratuidade anun- ciados anteriormente. A regu- lamentação detalha que, nos casos onde haverá limitação por renda familiar per capita, valerá a auto declaração do estudante, que será feita no portal da SPTrans. Para uso no ônibus, os alunos que estudam cinco dias por semana receberão 24 “cotas diárias” por mês. Cada “cota diária” permite até oito embarques de ônibus em um período de 24 horas. Dessa forma, o estudante tem mais liberdade para completar seu trajeto, em um ou mais ônibus, no limite máximo de até 192 embarques por mês*. A concessão das cotas é proporcional aos dias de aula. Portanto, se o aluno estuda uma vez por semana, receberá cinco cotas.As cotas não são cumulativas. Se não forem utilizadas, não ficarão acumuladas no cartão para o mês seguinte. Terão direito às cotas gra- tuitas os estudantes que: - cursem o ensino funda- mental e médio nas redes públicas de ensino municipal, estadual ou federal; - cursem o ensino superior das redes públicas estadual ou federal, que possuam ren- da familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional. - cursem o ensino superior em estabelecimentos priva- dos desde que sejam: - Bolsistas do programa Prouni – Programa Universi- dade para Todos - Financiados pelo Fies - Programa de Financiamento Estudantil - Integrantes do Programa Bolsa Universidade (Progra- ma Escola da Família), que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional. - Abrangidos por progra- mas governamentais de cotas sociais, que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional. O cartão do Bilhete Úni- co com a gratuidade para os estudantes só pode ser usado por seu titular, que é responsável pela recarga. Quando as cotas e viagens se esgotarem, será cobrado o valor padrão da tarifa para novas viagens no transporte coletivo. *Esse limite é o equiva- lente às 48 viagens por mês anunciadas anteriormente, considerando que cada “via- gem” de ônibus pode ter até 4 embarques. Ministério Público de São Paulo abre concurso para 80 vagas ço pelo site www.mpsp.mp.br. A taxa é de R$ 250. A seleção será feita por meio de prova preambular, prova escrita e prova oral. Ainda haverá exame psico- técnico, sindicância sobre a vida pregressa, investigação social, entrevista pessoal e julgamento dos títulos. As provas serão aplicadas na cidade de São Paulo. A data ainda não foi divulgada. As provas cobrarão as se- guintes disciplinas: direito pe- nal, direito processual penal, direito civil, direito processual civil, direito constitucional, direito da infância e da juven- tude, direito comercial e em- presarial, tutela de interesses difusos, coletivos e individuais homogêneos, direitos huma- nos, direito administrativo e direito eleitoral. O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser pror- rogado, uma vez, pelo mesmo período.
  5. 5. Cotidiano2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Aneel aprovou revisão extraordinária das tarifas na sexta-feira (27). Órgão também anunciou alta no valor da taxa extra da bandeira tarifária. Os brasileiros já estão pa- gando mais pelas contas de luz. Com a entrada em vigor da revisão extraordinária das tarifas aprovada pelaAgência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última sexta-feira (27), as contas subiram, em média, 23,4%. Para os consumidores do Sul, Sudeste e Centro- -Oeste, a alta é de 28,7%, na média – 4,5 vezes maior que a aplicada para aqueles que vivem em estados do Norte e Nordeste, que será de 5,5%, também na média. Essa diferença ocorre por- que os consumidores das três primeiras regiões terão mais custos para cobrir com essa revisão extraordinária. Um exemplo é a energia gerada ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Todos juntos fazem um trânsito melhor. CG 150 ESDI 14/15 valor à vista R$8.139, ou entrada R$3.500,+48x R$199, total a prazo R$13.052,.Bros 160 ESDD 14/15 valor à vista R$11.029, ou entrada R$3.000,+48x R$332, total a prazo R$18.936,.CB 300 14/15 valor à vista R$13.860, ou entrada R$4.500,+48x R$382, total a prazo R$22.836,.Banco Bradesco c/ juros 2,55% a.m. (35,35% a.a.).CET máximo 46,97% a.a.PCX 14/15 á vista R$9.840,.Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica.Consulte todas as informações em nosso showroom. Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras.Imagens ilustrativas.Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. CB 300R MENSAIS R$ 382, + ENTRADA JAPAUTO! CORRA PRA JAPAUTOJAPAUTOwww.japauto.com.br BROS 160 ESDD MENSAIS R$ 332, + ENTRADA LANÇAMENTO PCX 150 CONSULTE O MELHOR NEGÓCIO FAN 150 ESDI MENSAIS R$ 199, + ENTRADA Sindicalistas pedem revo- gação de MPs que também alteram abono salarial. Rua Martins Fontes é blo- queada pelos manifestantes. Centrais sindicais fazem protesto no Centro de São Paulo contra as mudanças no seguro-desemprego, que pas- saram a valer nesta segunda- -feira (2). Os sindicatos pedem a revogação das medidas pro- visórias MPs 664 e 665, que alteram as regras do benefício, abono salarial, seguro defeso, pensão por morte, auxílio-do- ença e auxílio-reclusão.A Rua Martins Fontes foi bloqueada por volta das 10h20. O protesto começou em frente do prédio da superiten- Centrais sindicais fazem ato contra novas regras do seguro-desemprego dência do Ministério doTraba- lho, no Centro de São Paulo e reúne cerca 600 sindicalistas, segundo os organizadores. De acordo com a PM, 300 pessoas fazem a manifes- tação. “Essa medida vai impedir a maioria dos trabalhado- res de conseguir o seguro- -desemprego “, disse Sérgio NObre, secretário-geral da Central Única dos Trabalha- dores (CUT). “Essas medidas provisó- rias precisam ser revogadas e vamos lutar por isso. São 8 milhões de trabalhadores prejudicados”, disse Miguel Torres, presidente da Força Sindical. PM e CET acompanham o ato à distância, que segue pacífico. Novas regras: Os trabalhadores que pe- direm o seguro-desemprego já estarão enquadrados nas novas regras, que começa- ram a valer no último sábado (28). “A vigência da Medida Provisória [que estabelece as novas regras] começará 60 dias a partir da data da publicação. Sendo assim, as novas regras incidirão nos trabalhadores demitidos a partir do dia 28 de fevereiro de 2015”, diz o Ministério do Trabalho. Contas de luz sobem, em média, 23,4% no país pela hidrelétrica de Itaipu, que atende a todo o país e foi reajustada em quase 50% em 2015, mas que é repassada apenas às contas de luz de moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Ao todo, a Aneel autori- zou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. Os cerca de 1,2 milhão de consumidores daAES Sul, que atende em 118 cidades do Rio Grande do Sul, terão o maior reajuste, de 39,5%. Entre as maiores distribui- doras, os mais altos são da Copel (36,4%), que atende a clientes no Paraná, da Eletropaulo (31,9%), que atua em São Paulo, e da Cemig (28,8%), que atende a consumidores de Minas Gerais. Veja, abaixo, lista das distribuidoras e respectivo reajuste. Clientes de quatro distri- buidoras não foram atingidos pelo reajuste extra das contas de luz. Os da CEA, doAmapá, porque a empresa não pediu àAneel a revisão extraordiná- ria. Já os da Amazonas Ener- gia (AM), Boa Vista e CERR (RR), estão livres porque vivem em regiões que não são atendidas pelo Sistema Interligado Nacional (SIN), rede de linhas de transmissão que liga o país, e por isso não participam do rateio de contas do setor. Aumento extra As revisões extraordiná- rias aprovadas na sexta repre- sentam um aumento extra nas contas de luz, aplicado quan- do há risco de desequilíbrio nas contas das distribuidoras. Portanto, os consumidores podem esperar por nova alta em suas tarifas ao longo de 2015, pois a Aneel ainda vai autorizar o reajuste ordinário, aquele que já ocorre uma vez por ano.
  6. 6. Variedades2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Fique por dentro do mundo das celebridades A atriz, que está grávida de gêmeos, desabafou em seu perfil no Instagram nesta segunda, 2. Luana Piovani negou em seu perfil no Instagram nesta segunda, 2, que tenha feito inseminação artifical como foi nega inseminação artificial em post na web Luana Piovani O grande dia de Thia- guinho e Fernanda Souza finalmente chegou! O cantor se casa com Thiaguinho em São Paulo: ‘Foi tudo perfeito’ Fernanda Souza e a atriz se casaram na igreja Nossa Senhora do Brasil, em São Paulo, na noite do dia posa com cabelo preto e curtinho no Japão Japinha! Sabrina Sato Apresentadora tem gra- vado matérias para seu programa na record Sabrina Sato mostrou noticiado pelo jornal “Extra”. “Baseado em que afirmam que foi inseminaçao artificial? O tratamento que fizemos podemos chamar de ‘pimba na gorduchinha’. Brasil não tem jeito mesmo. Estamos perdidos”, escreveu Luana. ‘Fico muito feliz em sa- ber que muitas mamães e muitas mulheres resolve- ram mudar também’, disse a cantora em rede social. Simony posou de top e de barriga de fora para selfie. “Obrigada por todo carinho de vocês sempre. Fico muito feliz em saber que muitas mamães e mui- tas mulheres resolveram mudar também”, disse a cantora em seu perfil na rede social Instagram. Simoni sexta-feira (27), algumas fotos nas quais aparece com o cabelo curtinho, no modelo chanel. O look ousado fez parte de um ensaio fotográfico que a artista realizou no Japão, onde tem passado alguns dias para gravar quadros para o seu progra- ma semanal na emissora dos bispos. Nos comentários das fo- tos da japa, os fãs foram só elogios. “Arrasou se for ou não peruca”, “Diva de todo o jeito” e “Japa linda” foram alguns dos comentários. que fica linda até de pe- ruca! A apresentadora da Record postou em seu perfil no Instagram, nesta posa de barriga de fora para selfie 24. A cerimônia durou cerca de uma hora e meia. Após a benção do padre, os noivos conversaram rapidamente com a imprensa. Fernanda contou que ficou muito emo- cionada com as surpresas preparadas pelo noivo. “Foi tudo perfeito! Chorei muito, foi emocionante, mais do que esperava. Sonhava com algumas coisas que aconteciam em casamento, mas foi muito mais do que esperava. Ele fez muito mais, várias surpresas. Ontem eu sonhei com algumas coisas que aconteceriam no casa- mento. Ele fez tudo que eu pedi. Não sabia, foi surpresa. Quase desmaiei de verdade”. Marcado para as 19h, a noiva só chegou na igreja por volta de 20h30.Antes de subir ao altar, a atriz fez questão de posar para os fotógrafos que a aguardavam no sereno. Emo- cionada, Fernanda agradeceu o carinho dos curiosos de plantão e da imprensa. “Muito obrigado pelo carinho gente. Obrigado mesmo”, disse. A modelo se submeteu neste domingo, 1º, a uma cirurgia para retirar uma forte inflamação na nádega es- querda por uso de Pmma e hidrogel. O cirurgião que a operou, Felipe Tosak, contou que drenou a secreção e retirou partes do Pmma e do hidrogel que estavam lá. Por causa do impedimento em eliminar todo o produto do corpo, Andressa teme que sua nádega direita tam- bém dê problema um dia. “Eu queria que tirasse todo o bumbum de uma vez para não ter outra infecção, mas eles (os médicos) não deixaram. Dizem que não é bom mexer onde não está inflamado. Mas eu queria arrancar tudo. Não aguento. Queria tirar todo o bum- bum. Não aguento mais sofrer’ Urach
  7. 7. 2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Cultura & Lazer A Subprefeitura de Guaia- nases entregou no domingo (22), mais uma praça para a população do Lajeado O terreno baldio localizado entre as ruas Antônio Petrica e Rua Irauçuba, que estava sendo usado irregularmente para descarte de bagulho e entulhos, foi transformado em uma aconchegante pracinha. No local, foram implemen- tados brinquedos para as crianças, equipamentos de A Copa SP 14 tem como principal objetivo fomentar a prática de futebol entre os adolescentes em toda a cida- de de São Paulo, por meio das Subprefeituras. Foi realizado o Congresso Técnico da 2ª edição da Copa SP 14, no auditório do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa. O evento é uma realização da Secretaria Mu- nicipal de Esportes, Lazer e Recreação da Cidade de São Paulo. Durante o evento, os or- ganizadores da competição apresentaram para os repre- sentantes das 32 subprefei- turas participantes as regras e o regulamento geral. A Copa SP 14 começa no dia 21 de fevereiro, e tem como principal objetivo fomen- tar a prática de futebol entre os adolescentes em toda a cidade de São Paulo, por meio das Subprefeituras. Os jogos acontecem aos sábados e serão disputados por garotos de 13 e 14 anos. As equipes serão divididas em oito grupos. Os dois melhores colocados seguem para as oitavas de final. Já os times que não se classificarem em seus grupos partem para as oitavas de final Exposição apresenta ca- pacetes originais do ídolo mundial, incluindo a peça mais famosa da Fórmula 1 do ranking da revista Autosport, além de 17 inéditos que foram customizados por personali- dades como Isis Valverde e Ivete Sangalo A mostra “Senna na Cabe- ça e no Coração”, em parceria com o Instituto Ayrton Senna, chega ao Shopping Anália Franco, em São Paulo. De 4 a 22 de março serão expos- tos cinco capacetes usados pelo piloto, dentre eles, o que foi eleito recentemente pela revista inglesa Autosport a peça mais famosa da Fórmula 1, além de outros 40 custo- mizados por personalidades. Exclusivos, 17 deles serão exibidos pela primeira vez ao público. A curadoria é do de- Secretaria de Esportes realiza mais uma edição da Copa SP 14 da Série Prata.Adisputa do 3º lugar e a final do campeonato acontece no dia 11 de abril. Os oito grupos da 2º edi- ção da Copa SP 14 ficaram definidos da seguinte maneira: GRUPO A: Capela do Socor- ro, Cidade Ademar, M’ Boi Mirim e Parelheiros. GRUPO B: Ipiranga, Jabaquara, Santo Amaro e Vila Mariana. GRU- PO C: Butantã, Campo Limpo, Lapa e Pinheiros. GRUPO D: Casa Verde, Freguesia do Ó, Perus e Pirituba/Jaraguá. GRUPO E: Jaçanã/Tremem- bé, Santana/Tucuruvi, Sé e Vila Maria/Vila Guilherme. GRUPO F: Aricanduva/Vila Formosa, Mooca, Sapopem- ba e Vila Prudente. GRUPO G: Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Penha e São Miguel Paulista. GRUPO H: Cidade Tiradentes, Guaianases, Ita- quera e São Mateus. A Subprefeitura Cidade Tiradentes integra o grupo H e iniciou sua participação na competição no último sábado (21). Jogos Cidade Tiradentes São Mateus X Cidade Tiradentes 21/02 – 9 horas – CEU Jambeiro (Avenida José Pi- nheiro Borges, 60 – Guaia- nases) Cidade Tiradentes X Ita- quera 28/02 – 11 horas – CE Er- melino Matarazzo (Rua João Euclides Pereira, 308, Jardim Matarazzo) Guaianases x Cidade Ti- radentes 07/03 – 9 horas – CEU Jambeiro (Avenida José Pi- nheiro Borges, 60 – Guaia- nases) Guaianases ganha mais uma praça ginástica para a terceira idade, além dos serviços de iluminação, jardinagem e paisagismo. A revitalização do espaço público com a finalidade de opção de lazer e recreação para a população tem sido uma pratica da Subprefeitura na região, além desta praça, também passaram por revita- lização com implantação de equipamentos. “Senna na Cabeça e no Coração” chega ao Shopping Anália Franco signer Rodrigo Câmara. Entre os originais de Ayrton Senna estão o primeiro capacete usado nas corridas de Kart e o usado no Grande Prêmio do Brasil de 1994. “É um prazer fazermos uma parceria com o Instituto Ayrton Senna e podermos proporcionar aos nossos fre- quentadores uma exposição que mistura história, moda e criatividade”, ressalta Fabíola Soares, gerente de marketing do Shopping Anália Franco. “A mostra reúne peças criadas para homenagear o nosso ídolo e capacetes origi- nais usados por Ayrton Senna durante a sua carreira.A‘Sen- na na Cabeça e no Coração’ começou no ano passado e foi um grande sucesso por onde passou. Estamos muito felizes de começar o ano proporcio- nando novamente esse conta- to com o piloto para os fãs do tricampeão”, explica Bianca Senna, diretora de Branding Instituto Ayrton Senna. Os 17 capacetes que fo- ram criados exclusivamente para a nova edição paulistana de “Senna na Cabeça e no Coração” são assinadospelas cantoras Ivete Sangalo e Lui- za Possi; a apresentadora Sa- brina Sato; as atrizes Isis Val- verde, Cláudia Liz e Bárbara Paz; os atores Fábio Porchat, Jonas Bloch, Domingos Mon- tagner e Leonardo Miggiorin; o comediante francês Pierre Richard; o modeloMihaly Mar- tins; a violinista Anca Gavris; o pintor Carlos Bracher; o grafiteiro Zack Nilo, o artista plástico André Amaral e a maquiadora Cida Nogueira. Quem passar pelo em- preendimento poderá conferir ainda as customizações dos atores Reynaldo Gianecchini, Thiago Lacerda, a atriz Pris- cila Fantin, as cantoras Preta Gil, Paula Fernandes e Fer- nanda Takai, o cantor Rogério Flausino, os artistas plásticos Zezão, Alan Mosca e Letícia Matos; os apresentadores Otávio Mesquita e Felipe An- dreoli e o jogador de futebol Daniel Alves, os estilistas Ro- naldo Fraga, Martielo Toledo e Victor Dzenk, diretora de criação Adriana Machado, o designer de interiores Leo Di Caprio, a designer de moda Mary Arantes, o designer gráfico Gustavo Greco, o carnavalesco Paulo Barros, a empresária Bethy Lagardere e a escritora Cris Guerra. O Ano Novo acaba de começar na China. Mas tem festa por aqui também. Em São Paulo, 200 mil pessoas foram comemorar neste fim de semana. No Brasil, nestes dias, a China é aqui, no Bairro da Liberdade. Soam os tambores e lá vêm os dragões que todo mundo quer tocar. Há uma superstição na China de que o ano da cabra, ovelha ou carneiro, como pre- ferem alguns, seria um ano de infortúnio, má-sorte. Mas por aqui não é bem assim. “Se Deus quiser, vou ser uma mulher de muita sorte depois disso aqui”, diz a apo- Ano Novo chinês leva milhares de pessoas à Liberdade, em São Paulo sentada Damiana da Cruz. Por aqui o símbolo eleito é a cabra e o ano 4713 pede mais calma, compreensão, diálogo: “Não só pra política, mas para os negocios, para sua vida familiar, pessoal, diz William Lin, organizador da festa. Entre as atrações, esta incrível troca de máscaras. Sobre um rosto ocidental. Fábio foi até a china aprender: “Não posso contar o segredo, mas é muita pratica, cheguei a praticar 12, 14 horas por dia”, explica Fabio D’Rose. Mesmo em câmera bem lenta, difícil descobrir o tru- que... Bom, e para completar a festa, muita comida. Na rua mesmo. Culinária oriental em geral e chinesa em particular. Que já conquistou o mundo, há muito tempo, pelo sabor, mas nessa época também é cheia de significados. Caso deste pastelzinho com for- mato de uma antiga moeda chinesa, para trazer prospe- ridade. E o macarrão, hein? “Quanto mais comprido o macarrão, maior será a sua vida. Por isso que a gente tem a superstição de não cortar o macarrão ao comê-lo”, diz Felipe Liu, outro dos organi- zadores da festa. Antes de ir embora, que tal uma foto na Cidade Proibida? ou na Muralha da China?
  8. 8. 2ª QUINZENA DE FEVEREIRO DE 2015 Feminissima O procedimento deve ser feito em etapas e com delicadeza É só lavar o cabelo que ele vira um emaranhado de fios. Quanto mais resseca- do, mais embaraçado fica, cheio de nós, com aspecto elástico. O segredo para evitar o frizz e o arrepiado é dividir o procedimento em etapas e começar de cima para baixo. É preciso fazer as pontas, depois o meio e por último a raiz, ensina especialistas. Faça o mo- vimento com delicadeza e repita o quanto precisar, lembrando sempre de não agredir os fios com a esco- va e nem puxar com força. Se preferir, use um creme Que a mulherada está cada vez mais exigente e es- pera sempre algo a mais de nós homens, ninguém duvida. E como elas são diferentes, cada uma com suas particu- laridades, reforçamos: não há uma receita certa para o su- cesso. É por este motivo que é preciso ter paciência – não há outro jeito. Porém, pode ter certeza que algumas atitudes são imprescindíveis e espera- das por elas. Vamos lá? 1. Cavalheirismo Este quesito é um dos mais esperados por elas e não pode faltar. Ele ainda engloba educação, gentileza e cordialidade. Tratá-la de for- ma educada e, acima de tudo, respeitá-la é fundamental para um relacionamento dar certo e progredir. 2. Atitude Sim, uma das atitudes que elas mais prezam nos homens é justamente a atitude. As- suma o comando, convide-a para sair, dê sugestões de programas para fazer a dois. Atitudes que toda mulher espera de um homem As mulheres não gostam de muita ‘lenga-lenga’ e detes- tam a frase “você escolhe, o que você decidir para mim está bom”. Jamais nem pense em dizer isso! 3. Confiança Confiar nela e passar con- fiança daquilo que você faz também são vitais para uma relação. Ter ciúmes é normal, mas não faça disso uma ob- sessão. Tome cuidado para não sufocá-la e por tudo a perder por causa de preocu- pações sem fundamentos. “Confie no seu taco” e deixe-a livre para sair com o grupo de amigos dela, ainda que haja alguns homens envolvidos neste contexto. Se ela real- mente gosta de você, não há o que temer. 4. Liberdade Esta atitude está direta- mente ligada à característica descrita acima: a confiança. Antes de se conhecerem ou começarem a sair juntos, vo- cês tinham vidas diferentes, faziam outros programas, com outras pessoas. E não é porque estão juntos que isto precisa mudar. Deixe-a livre para sair com as amigas. Afinal, você também irá que- rer tirar um tempo livre com seus amigos para jogar bola, videogame ou para aquele churrasco esperto. 5. Companheirismo Esta é uma atitude implí- cita ao relacionamento, mas sempre é bom ressaltá-la. Como tudo na vida, uma relação também tem seus momentos ruins e difíceis. Nestas situações, você pre- cisa estar presente ao lado dela para passar confiança e oferecer conforto e conselhos. Assim, ela vai ter certeza que pode contar com você em qualquer adversidade – esta atitude faz toda a diferença! Todo bom conquistador que se preze sabe que o es- forço para colocar estes com- portamentos em prática vale a pena. Se você já o faz, ótimo! Se não, coloque-os em ação e você obterá sucesso mais facilmente do que imagina. Aprenda a desembaraçar os ca- belos e mantenha a saúde dos fios sem enxague específico de desembaraçar os cabelos. Veja: Os fios precisam de um ajudinha para voltar ao lugar depois da lavagem Para facilitar, utilize um produto sem enxague es- pecífico para desembaraçar Espalhe em todo compri- mento dos fios, em passar na raiz Com uma escova raque- te, comece escovando as pontas Passe para o meio do cabelo e repita o movimento quantas vezes for preciso A raiz é a última etapa Depois de finalizado, repasse a escova em todo o cabelo e certifique-se que não tem mais nenhum nó O resultado é um cabelo alinhado e sem fios quebra- diços

×