Jn 23 04

714 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
714
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jn 23 04

  1. 1. S.O.S. VERDE GRANDE 7.493 dias O Verde Grande agoniza, e o Velho Chico está morto graças à insensibilidade dos governos JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORO GRANDE PORTTTTTA-VA-VA-VA-VA-VOZ DO NOROZ DO NOROZ DO NOROZ DO NOROZ DO NORTE DE MINTE DE MINTE DE MINTE DE MINTE DE MINASASASASAS ----- wwwwwwwwwwwwwww.jnnoticiais.jnnoticiais.jnnoticiais.jnnoticiais.jnnoticiais.com.com.com.com.com MONTES CLAROS-MG - QUINTA-FEIRA, 23 DE ABRIL DE 2015 - ANO XXVI - Nº 6.891 - R$ 1,40 OPERAÇÃO LAVA-JAT0 COSTAEYOUSSEF CONDENADOS A Justiça Federal do Paraná condenou o ex-diretor deAbastecimentodaPetrobras,PauloRobertoCosta,o doleiro Alberto Youssef e outras seis pessoas por cri- mescomolavagemdedinheiroeporpertenceremaor- ganizaçãocriminosa,dentrodoprocessosobredesvios derecursosnaPetrobras.Costafoisentenciadonessa quarta-feira(22/4)aseteanoseseismesesdereclusão. JáYoussef,quecometeu21crimesdiferentes,foisen- tenciadoanoveanosedoismesesdereclusão,segun- do documento divulgada pela Justiça Federal. A sen- tença foi dada com base na denúncia de desvios de dinheiro público na construção da Refinaria Abreu e Lima(Rnest),emPernambuco,pormeiodedopagamen- todecontratossuperfaturadosaempresasquepresta- ramserviçosdiretaouindiretamenteàPetrobrasentre 2009e2014. DILMASANCIONAORÇAMENTO O Diário Oficial da União publicou, nessa quarta-feira (22), a Lei Orçamentáriaqueestima areceitaefixaasdespe- sas da União neste ano. O Orçamento Geral da Uniãode2015foisancionadonasegunda-feira(20)pelapre- sidenta Dilma Rousseff.Agora, o governo tem 30 dias para definirocontingenciamento(bloqueio)deverbasparaoresto doano.Atélá,valeodecretoquelimitaosgastosdiscricioná- rios(nãoobrigatórios)entrejaneiroeabrilaosmontantesdos mesmosmesesde2013.Foimantida,noorçamentode2015, aemendadoCongressoNacionalqueaumenta,deR$289 milhõesparaR$867,5milhões,ovalordestinadoaoFundo Partidário. CRESCEPROCURAPORCRÉDITO Emmarço,asempre- sas aumentaram em 6,7%aprocuraporcré- dito,segundooIndica- dorSerasaExperiande Demanda das Empre- sas por Crédito. Na comparaçãocomomesmomêsdoanopassado,houve alta de 18,1%. No primeiro trimestre, o crescimento foi 9,7%. Este avanço na média foi puxado pelas micro e pequenasempresascomvariaçãode7,4%sobrefeverei- ro deste ano. Nos dois perfis de empresa analisados ocorreramrecuos.Asdemédioportereduziramabusca em4,8%easgrandesempresasdiminuíramem6,1%.Na análise por setor, a demanda foi liderada pela área de serviços,comaltade8,5%,seguidadocomércio(5,7%) eindústria(3,7%). PAÍS TEM DÉFICIT DE R$ 5,736 BI OBrasiltevedéficitemtransaçõescorrentesdeUS$5,736 bilhõesemmarço,segundodadosdivulgadosnessaquarta- feirapeloBancoCentral,osprimeirossobnovametodologia adotadapelaautoridademonetáriaparaocálculodobalanço de pagamentos. No mês, os investimentos diretos no País (IDP) somaram US$ 4,263 bilhões, em denominação que substituialinhadeinvestimentosestrangeirosdiretos(IED), passandoaconsiderarfatorescomooreinvestimentodelu- cros no país e empréstimos concedidos por subsidiárias à matriz brasileira. No acumulado de 12 meses encerrados emmarço,odéficitemcontacorrentedoPaísficouem4,54% doProdutoInternoBruto(PIB). CidadesobriscodeepidemiaVereadoralertaaadministraçãosobreaumentodecasosdedengueedeinfestaçãodomosquitoemMontesClaros MontesClaroscorresé- rios riscos de ter uma epi- demia de dengue, que já matou 12 pessoas em Mi- nas Gerais e outras deze- nasemtodooPaís.Oaler- ta foi feito pelo vereador IdelfonsoPereiraAraújo,o Idelfonso da Saúde (PMDB),aoexternarasua preocupaçãocomoaumen- to do índice de infestação domosquitoAedesaegyp- ti,quevemtendoconside- rável “colaboração” de partedapopulação. Oparlamentardefende umacampanhadeconsci- entização da população para ajudar o poder públi- coacombateromosquito eimpedi-lodeseproliferar. As chuvas esparsas e o acúmulo de lixo e entulho tornamoambientepropício à reprodução do mosqui- to, afirma. Funcionário da SantaCasa,overeadortem deparadocomconstantes casos da doença atendi- dosdiariamentenopronto- atendimento durante os plantões. PÁGINA 3 Rapazassassinanamorada, asograedepoissesuicida HOMENSSÃO PRESOSCOM 32TABLETES DEMACONHA PÁGINA11 MONTES Claros está sob risco de epidemia de dengue com aumento da infestação do Aedes aegypti AMOR TRANSFORMADO EM ÓDIO Roteirodenovelacomum final infeliz.Assim pode ser definido mais um drama fa- miliarregistradonoNortede Minas, nesta semana. Um conturbado relacionamento deumjovemcasalterminou em tragédia, em Bocaiúva. PauloDaniloAlvesdeAbreu (18 anos) e Larissa Alves Pereira (19) estavam juntos haviaquatroanos. Nasegunda-feira(20/4), o rapaz assassinou a sogra Marli Alves Pereira (49 anos), atirou cinco vezes contra a namorada e, em seguida, se matou. Larissa Alves chegou a ser socorri- da e levada para o hospital DoutorGilAlves,massegun- do informações da Polícia Civil,ajovemnãoresistiuaos ferimentoseacaboumorren- donaterça-feira.PÁGINA11 APÓS QUATRO anos de namoro, o amor entre Larissa Alves e Paulo Danilo terminou em tragédia FOTOS: DIVULGAÇÃO Motorista que atropelou e matou casal é caçado Os organismos policiais estãoàcaçadomotoristade umacarretaqueatropeloue matouumcasal,nanoitede terça-feira(21/4),naBR-135, em Montes Claros. Conhe- cidas como Jerônimo e Ire- ne, as vítimas estavam nu- ma motocicleta, quando fo- ram colhidos pelo peso-pe- sado no momento em que contornavam um trevo na saídadacidadeparaBocai- úva. Segundo a Polícia Ro- doviária Federal (PRF), o carreteiro fugiu sem prestar socorro às vítimas. OBNBClubedeMontes Claros lamentou a morte do casal,quefrequentavaaagre- miação.Nofinaldesemana prolongado pelo feriado do Dia de Tiradentes (21), 14 pessoas morreram nas ro- dovias federais de Minas Gerais. PÁGINA11 Unimontes adere a evento mundialparapartonormal Criada pelo “European NetworkofChildbirthAssoci- ations”, a Semana Mundial do Respeito ao Nascimento contará com a participação daUniversidadeEstadualde MontesClaros(Unimontes), através do Programa de ResidênciadeEnfermagem em Saúde da Mulher. Em parceria com a Se- cretariaMunicipaldaSaúde, ainstituiçãodeensinosupe- rior realizará, entre os dias 18 e 28, uma exposição de fotos com base nas ativida- desdaRedeSocialPartodo Princípio. PÁGINA 7 SEOGOVERNOdecidiraumentaropreçodacontadeluzpara estimularaeconomiadeenergiaelétrica,amaioriadosbrasileiros deverádesaprovaramedida,segundopesquisadoDataSenado divulgada nessa quarta-feira (22) em reunião da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Mas se a saída para reduzir o consumodeeletricidadeforadeincentivarafabricaçãodeeletro- domésticosqueevitemodesperdício,aindaquemaiscaros,oapoio damaiorpartedapopulaçãoestarágarantido:86%dosbrasileiros veemcombonsolhosainiciativa.PÁGINA7 GEORGE NANDE BENEDITO SAID NO PRÓXIMO dia 28 completará um ano do misterioso desaparecimento da jovem Erllen Polianne Freitas Marques. No dia 28 deabrilde2014,umasegunda-feira,amoça não teve aula em autoescola e retornaria para a casa, no povoado de Mandacaru, estrada para Juramento. PÁGINA 2
  2. 2. Jesus, antes do holocausto na cruz, foi a Jerusalém, entrando triunfalmentenela,montadonum jumentinho. Mostrou ser rei pobre. Poderiairdecarruagem,fazendo propaganda sobre sua grandeza. Ao contrário, mesmo tendo o poder divino,mostrouseudesprendimento total do que é suntuosidade e grandeza material e social. Seu reino é o da grandeza de alma, com amor total aosemelhante,mesmose,paraisso, dever dar tudo para o bem do outro. Ele praticou e ensinou que o maior é o mais servidor.Alição do lava-pés o caracteriza.Vivemosnaturbulência doconsumismoeegoísmoexacerba- do, em que se mostra que o maior é quemmaisseapresentacomo importante e tem poder superior aos outros, mesmo se o fizer com o roubo eacorrupção.Essapráticamercenária invade muito a realidade política, não de todos, mas de grande parcela. PrecisamosseguirmelhoroBom Pastor e instar a população para que elejapessoascomgrandezade caráter,querealmentesigamo exemplodoMestreparaserviremo mesmopovoenãoseserviremdele, paraquetenhamosmaisvidajusta, solidária e fraterna. A Campanha da Fraternidade deste ano nos sublinha a necessidadederealmentesermos servidoresdosemelhante! (*) CSS - Arcebispo Metropolitano de Montes Claros - Escreve às quintas-feiras Asmatériaspublicadas são de responsabilidades dos editores, conforme o artigo 28, Inciso 1 da Lei 5. 250/67. Os artigos assinados não expressam, necessariamente, a opinião do jornal e são de responsabilidades de seus autores. Geral: (38) 3213-3761 Redação - (38) 3221-1404 Comercial - 3221-1090 / 3213-3761 Site: www.jnnoticias.com EDITOR: GEORGE NANDE JN Artes Gráficas Ltda - ADI - Associação dos Diários do Interior Email: comercialjn@yahoo.com.br / redacaojn@hotmail.com Telefone s: (38) 3221-8516 - Assinatura: 3222-2731 FAX - (038) 3221.4592 Assinaturas Trimestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 01 parcela de R$ 51,00 (total R$ 102,00). Ou à vista R$ 95,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Semestral: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 45,00 (total de R$ 180,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 36,00 (total R$ 180,00). Ou à vista R$ 159,00 (pagamento em até 15 dias). Assinatura Anual: (primeira parcela em 15 dias). 01 entrada + 03 parcelas de R$ 86,25 (total de R$ 345,00). Ou 01 entrada + 4 parcelas de R$ 69,00 (total R$ 345,00). Ou à vista R$ 307,00 (pagamento em até 15 dias). 23 DE ABRIL 1833 – Lê-se, na sessão da Câmara Municipal de Montes de Formigas, um requeri- mento do padre Feliciano Fernandes de Aguiar, em que pede “concessão de um terreno para edificar nesta Vila, ao pé da Capela principiada de Nossa Senhora do Rosário”. Essa “Capela principada” estava situada no largo de Santo Antônio, hoje Praça João Cattoni, no bairro do Rosário Velho, e jamais ali seria construída inteiramente, na ocasião. Em maio de 1839, José Joaquim Marques pedia licença à Câmara para erigir a Capela do Rosário, não no lugar onde encontravam os esteios da projetada ermida, mas no local onde se manteve por mais de um século, no começo da hoje avenida Cel. Prates. Embora José Joaquim Marques, naquele tempo Juiz de Paz e agente dos Correios, tivesse a iniciativa de sua edificação, parece que esta mais se realizou com o auxílio e o trabalho dos pretos, escravos ou não, pelo que se deduz da leitura dos velhos arquivos. Segundo a lenda, no dia 16 de agosto de 1886, falecia no largo da Soledade (praça Dr. Carlos), aos 104 anos de idade, o escravo africano conhecido por Bernardo Coletor, assim apelidado porque recebia esmolas de outros escravos para a construção da Igrejinha do Rosário. Tinha prestígio entre os companheiros e foi Capitão no Terno Dançante de São Benedito. Condenada na década de 1950, a Igreja do Rosário foi demolida pela Prefeitura de Montes Claros, caindo as suas últimas paredes, pela ação do trator, a 10 de dezembro de 1960. Quando ainda se achava intacta, trazia indevidamente na sua fachada a data 1834. 1936 – Falece, no Rio de Janeiro, o grande estadista e homem público, dr. Francisco Sá. Nasceu na fazenda Brejo do Santo André, então município de Grão-Mogol, Minas, a 14 de setembro de 1862, filho de Francisco José de Sá Filho e dona Agostinha Josefina de Sá. Fez o curso secundário em Diamantina, diplomando-se em engenharia pela Escola de Minas de Ouro Preto, em 1884, tirando o primeiro lugar em sua turma, de que foi o orador oficial. Exerceu o cargo de Secretário do Presidente da Província do Ceará, dr. Carlos Honório Benedito Otoni, logo após a sua formatura. Elegeu-se Deputado Provincial pelo Estado de Minas e depois Deputado Geral pelo Ceará. Quando foi proclamada a República, regressou a Minas, e neste Estado, desempenhou as funções de Diretor do Serviço de Terra e Colonização. Fez parte do Governo do Estado de Minas, como Secretário da Agricultura, na presidência Bias Fortes. Logo depois foi eleito Deputado pelo Ceará e, em seguida, representante daquele Estado na Câmara Alta. Como Ministro da Viação na presidência de Nilo Peçanha e na de Arthur Bernardes, construiu estradas de ferro, portos, aumentou as linhas telegráficas e as comunicações postais, iniciou o combate às secas e estimulou a exploração de minérios. Para Montes Claros, por se ter esforçado ao máximo para ali inaugurar a E.F. Central do Brasil, o que se concretizou a 1º de setembro de 1926, “foi o maior e melhor amigo”, tal como se acha gravado na placa de bronze do movimento que lhe perpetua a glória, na praça que tem o seu nome, em Montes Claros, em frente à Estação da Central do Brasil. Sua memória é justamente venerada pelos montesclarenses. Pelos dons extraordinários de tribuno, aliados à vasta cultura, foi considerado o primeiro parlamentar brasileiro em sua época. Era casado com dona Olga Acioly. JesuséoBomPastor,contraria- menteaomercenário.Esteatuapor dinheiro ou outro interesse, talvez até o de roubar ovelhas, não se responsa- bilizando pelo bem das que são colocadas a seu cuidado (Cf. João 10,11-18).Nãobastaalguémsedizer religioso, até freqüentando alguma religião,massemcompromissocoma verdade, a justiça e a prática do amor aosemelhante.Usarareligiãopara angariar votos e exercer funções de liderança,mastraindoaspessoaseas comunidades na prática de sua liderançasocialéfuncionarcomo mercenário. Quemrecebeamissãodecuidardo rebanho e o faz como vocação e amor realiza o bem das ovelhas. Cuida de ir ao encontro de suas necessidades. Não poupa esforços para praticar a justiça. Usa do cargo para tentar fazer o maior bem possível ao redil. Não usa de sua liderança para explorar os súditos,nemdesviaseusrecursos para fazer seu império próprio, manifestando que é o maior e mais importante!Éhumildeservidor.Nãose enriquece às custas do povo. Sabe dialogarepromoveroscarismas, atraindo a participação das pessoas MERCENÁRIO ACONTECE EM POLÍTICA HÉLIO MACHADO - heliomacho@bol.com.br paraajudarapromoverobemcomum. Dápreferênciaàpromoçãodeações paraviraoencontro,emprimeiro lugar,dasnecessidadesdosmais fragilizadossocialmente. O líder que é humano e cristão de verdade segue o exemplo de quem já fez caminho no exercício do bem comum.Omaiorexemploéode Jesus, que deu tudo de si pelo bem da humanidade. Ele nos ensina a humil- dade, o desprendimento, a fraternidade, o zelo pelas ovelhas, a inclusão social, o respeito à vida, à famíliaeaosmaisnecessitados.Ele lembra: “Dou a minha vida” (João 10,17). Queméeleitoparaumserviçoà comunidade deve estar disposto a também dar de si pelos que nele confiaram o cargo. Ao contrário, se elesetornarumpuromercenário, pode até conseguir, lícita ou ilicita- mente,vantagenscomoexercíciodo cargo,masmostrapequenezde caráter. Quantos são tidos como ladrões,mauscaracteres,bandidos, mentirosos e traidores da causa do povo! Jesus lembra: “Pois ele é apenasummercenárioenãose importacomasovelhas”(João10,13). DOM JOSÉ ALBERTO MOURA JORNAL DE NOTÍCIASMONTESCLAROS,QUINTA-FEIRA,23DEABRILDE20152 -2 -2 -2 -2 - OPINIÃOOPINIÃOOPINIÃOOPINIÃOOPINIÃO ATAQUE - O assassinato do agente penitenciário Wesley Fabrício Ribeiro ocorrido na segunda-feira foi à traição. Tocaia covarde. No sepultamento, dois homens filmavam a descida do corpo à campa,ecomemoravamotombamentoda vítima.Foramdescobertoseagredidos, salvos pela PM, que conduziu os dois à DelegaciadePolícia.Quandoseachaque seviudetudonestemundo,ocorreesse absurdoprofano.Issoéagressãoàsoci- edade,àsinstituiçõeseaosvaloresque dignificamoexistirhumano.Quandotais valoresvãoparaavalacomumdadevas- sidão é indicativo da podridão em que muitossechafurdam,exemplosdecon- ceitospraticadospelacriminalidade. GUERRA-Noanopassado,oMinistério Público em Montes Claros, cujo trabalho é respeitado,principalmentepelozelocomque éempreendido,monitorougrupoquepreten- dia atacar um de seus membros. Recente- mente,omesmosintomafoidescobertopela PolíciaFederalcontraagentes.Juízeslocais jáforamameaçadosenãofazmuitotempo umgrupopromoveubadernadentrodoFó- rum Gonçalves Chaves para achincalhar decisãojudicial. SUMIU-Nopróximodia28completará umanodomisteriosodesaparecimento dajovemErllenPolianneFreitasMarques. Nodia28deabrilde2014,umasegunda- feira,amoçanãoteveaulaemautoescola e retornaria para a casa, no povoado de Mandacaru,estradaparaJuramento.Foi vista pela última vez na Avenida Santos Dumont,quandopegariaoônibusoutáxi parairparacasa.APolíciaCivilfezinves- tigações, mas nada foi conseguido e o casocaminhaparaoesquecimentocom- pleto.AmãedeErllen,JuracyFreitasMar- ques, continua inconsolável, não tem chão para se apoiar.As duas eram bem próximas,confidenteseamigas,ocupan- dootempocomaconfecçãodebolsase cestasartesanais.Ocasoéummistério que,paraserdesvendado,precisariade umaforçatarefa. PASTO-AInformaEconomicsapontou valorizaçãodeterrasemalgumaspartesdo país.NortedeMinas,noentanto,fora.Aster- rasocupadascompastagemseguemcomo o perfil de ocupação de solo com maiores taxasdeapreciaçãonopaís.Asterrasdesti- nadasàocupaçãopecuáriaapresentamapre- COMENTÁRIOS BENEDITO SAID - bene.said@bol.com.br ciaçãotantopelavalorizaçãodaproteína animalquantopelacompetiçãocomaagri- cultura.Somam-seaessesfatores,me- lhoriasdeinfraestruturaaoNortedopaíse oaumentodosplantiosdeeucaliptoem determinadasregiõesdoNordeste,es- pecialmenteMaranhão,enoCentro-Oes- te,destacando-seoMatoGrossodoSul. Nessesdoisestados,ainstalaçãodepro- cessadoras e madeira tem gerado im- pactobastanteexpressivo,principalmen- teparaasterraslocalizadaspróximasa indústria.Situaçãosimilartemocorridoao NortedoTocantins,tipicamenteocupada compastagens,masquetemexperimen- tadoaumentonosplantiosflorestais. GADO - Nem aluguel de pasto, comoétradiçãoemtemposdeestia- gem,estánaestacazeronaregião.O motivoélógico.Nemasáreasdepre- servaçãooudeesperaestãodisponí- veis. Fazendas de maior porte é que conseguemsedesvencilhardospro- blemasadvindoscomaseca,poistêm capineirasirrigadasesilagem.Nosalu- guéisdepasto,osvalorespraticados são normalmente atrelados aos pre- çosdoboigordo,oscilandoentre10 e20%.Emalgumasregiões,noentan- to,essesvalorespodemsuperaresta relação.ÉocasodoNortedeMinas, em que no período a oferta de pasto deboaqualidadeébastanterestrita. AULA-CriançasdecidadesdoNor- tedeMinaspoderãoficarsemiràescola. Ogovernodoestadoaindanãorepassou a verba do transporte escolar para os municípios.Apromessa era a de que o repasseseriaantecipadoparaabrildevi- do às dificuldades dos municípios, que aindaconvivemcomquedanoFPM.Os prefeitosreclamam.Uai,educaçãonão seriaprioridade?! TENDA - O horário de acordar da mendicânciaquetomoucontadoco- retodaPraçaDoutorChaves,aPraça daMatriz,mudou.Agora,odespertar matinaldelesocorreentre10e11ho- ras. Cobertas e tubos plásticos que abastecematurmacomcachaçaficam jogadosporlá.Nosbancosdapraça háconsumodedrogas.Tudodentro danormalidadedeumacidadequese habituaàperturbaçãoalheiaenãotem políticassólidasparainclusãosocial. VAIADO – Ao presidir a solenidade de entrega da Medalha da Inconfidência, nessa terça-feira, em Ouro Preto, o go- vernador Fernando Pimentel, do PT, foi vaiado. Sobraram vaias também para a presidente Dilma Rousseff e para o PT. Em relação ao governador, a manifesta- ção se prende mais ao fato de ele ter as- sumido, na campanha eleitoral, o com- promisso de pagar o piso nacional de salários aos professores e não tê-lo feito atéomomento.Aresistênciasedácomo argumento das dificuldades financeiras do Estado, com o que os educadores não concordam de forma alguma. REGIÃO – De todos os homenageados com a Medalha da Inconfidência, somente umdoNortedeMinas,aocontráriodopassa- do,emqueoutrostambémrecebiamaimpor- tantehonraria.Destavez,sóopresidenteda Associação dos Municípios da Área Mineira daSudene(Amams),CésarEmílioLopesde Oliveira, prefeito de Capitão Enéas, pelo PT, foi agraciado. E com justiça, pelo exitoso tra- balhoquevemdesenvolvendoemseumuni- cípioetambémàfrentedaentidade,seposici- onandocomfirmezaeinteligênciaemdefesa dos elevados interesses do Norte de Minas. SAÚDE – Se tudo correr como pre- visto, o Plenário da sede própria da Câ- mara Municipal ficará lotado nesta quin- ta, a partir das 15h. Isto porque, será rea- lizada audiência pública da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, para se discutir sobre a situação no Norte de Estado de letargia A tão propalada sintonia entre o governo estadual e federal ainda não começou a produ- zir efeitos para Minas, neste início de mandato. Enquanto a presidente Dilma Rousseff parece perdida em meio à crise econômica, política e moral, por aqui, o governador Fernan- do Pimentel se limita às ações tímidas e periféricas, sem sinalizar que vai começar a cumprir os compromissos de campanha. Além do que, parece não abandonar tão cedo a estratégia de olhar pelo retrovisor para culpar os antecessores pelas dificuldades financeiras que o governo atravessa. Quando se dispôs a representar o PT na disputa pelo governo de Minas, nas eleições do ano passado, com certeza, Pimentel sabia que não iria encontrar um mar de rosas. Até porque os problemas de quaisquer ordens são normais. Anormal seria se não os tivesse.Quemassumesempresedeparacomumaherançaquenãoédasmelhores.Pensou- se que o petista, com sua experiência política de administrar Belo Horizonte estivesse devidamente preparado para enfrentar o desafio, mas parece que ele se assustou com tamanha responsabilidade. Com quase quatro meses de mandato, o governo limita-se a ações pontuais sem maior destaque. Não emite sinais mais concretos de que vá iniciar obras físicas de maior projeção, prometidas durante a campanha eleitoral, nos quatro cantos de Minas. E olha que as promessas não são poucas. Para com o Norte de Minas, entre tantas, uma das mais impor- tantes é a construção do Hospital Regional do Trauma, com investimentos de R$ 135 mi- lhões. Pimentel herdou o projeto licitado do antecessor, mas colocou uma pedra em cima. Esquece o projeto, por conveniência. Se não há dinheiro, o governador tem que recorrer ao governo federal. O momento é propício para usar sua amizade e proximidade com a presi- dente para buscar o socorro financeiro de que necessita para começar a governar de verda- de. Caso permaneça neste estado de letargia, deixará o PT e seus candidatos sem discurso convincente na campanha eleitoral de 2016. Embora desgastado com os últimos aconteci- mentos em nível nacional, se quiser criar perspectivas de eleger candidatos a prefeito, o governo tem que dizer a que veio. Até agora, não se viu as mudanças ditas em prosa e verso na campanha eleitoral. O discurso não tem conexão com a prática. Minas. Todas as pessoas envolvidas com o setor na região foram convidadas, para apre- sentar a radiografia deste. A Comissão é pre- sidida pelo deputado e médico Arlen Santia- go, do PTB e integrada pelo também deputa- do e médico Carlos Pimenta, do PDT. Dois políticos compromissados com saúde de qualidade. DECRETOS – Mais seis municípios do Nor- tedeMinastiveramdecretosdesituaçãodeemer- gência, decorrentes da seca, reconhecidos pelo governodoEstado,nosúltimosdias.Comaposi- ção do governador Fernando Pimentel, do PT, estes podem receber ajuda mais substancial do poder público para dar assistência mais efetiva aosatingidos.Aliás,ogovernoestadualefederal precisaseposicionarmaisconcretamenteemre- laçãoàsmedidasdecombateaosefeitosdaseca. Chegadasaçõespaternalistaseassistencialistas de sempre, que não resolvem o problema. IMPEACHMENT - Defendido com mais consistência, nos últimos dias, por setores da sociedade, o impeachment da presidente Dilma Rousseff, do PT, divi- de opiniões no próprio PSDB, seu maior opositor. Embora o senador Aécio Ne- ves, do PSDB, comece a falar nesta pos- sibilidade, com maior insistência, o mes- mo não se pode dizer em relação ao ex- presidente Fernando Henrique Cardoso e ao senador José Serra. Os dois enten- dem que, no momento, não há irregula- ridades que justifiquem a medida. Dilma estáassustadacomainsistênciadaopo- sição em apeá-la do poder. ACADEMIA – Presidida pelo escritor/ jornalista Itamaury Teles de Oliveira, aAca- demia Maçônica de Letras do Norte de Mi- nas (AMALENM), realiza neste sábado, às 9h, sua reunião mensal no Templo da Loja Maçônica Filhos de Hyram, no bairro São José. Como sempre, serão aborda- dos assuntos de interesse dos associados e discutidos trabalhos que serão realizados doravante, com o propósito de fortalecer a cultura regional. O presidente espera a par- ticipação efetiva dos associados, visando justificar efetivamente a criação da impor- tanteentidade. COBRANÇAS – Um dos integrantes da bancada ruralista, o vereador Mar- cos Nem, do PSD, presidente da Câma- ra Municipal, dá assistência às bases no campo,comvisitasfrequentes,paracon- tatos com lideranças e o povo em geral. E não para de cobrar da administração municipalatençãomaisconcretaaocam- po. A reforma das estradas é uma das maiores demandas, apresentada da tri- buna, em todas as reuniões ordinárias do Legislativo. Cumprindo o quinto mandato consecutivo, Marcos Nem está com gás para trabalhar pela zona urba- na e rural. TRANSPORTE – Sem conseguir des- lanchar até agora, o governo Fernando Pi- mentel, do PT, se vê a cada dia mais pressionado. A pressão agora parte dos prefeitos, que cobram o repasse dos re- cursos para bancar o transporte escolar, dos estudantes da rede estadual. Apoia- dos pela Amams e Ammesf, prefeitos do Norte de Minas começaram a paralisar o transporte, desde a semana passada. Pelo menos 16 cidades suspenderam os servi- ços. E outras prometem seguir o mesmo caminho, caso o governo não libere o di- nheiro até dia primeiro de maio. Pressão é a palavra de ordem. Marcos Nem é presença constante na zona rural César Emílio foi o único da região a receber a medalha
  3. 3. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTESCLAROS,QUINTA-FEIRA,23 DEABRILDE2015 POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3POLÍTICA - 3 Sem receber recursos do gover- no do Estado, prefeituras do Norte deMinasparalisamotransportedos alunos da rede pública estadual. O alerta sobre a suspensão dos servi- ços foi confirmado nos últimos dias, em que pelo menos 16 cidades da região colocaram a medida em prá- tica, entre elas Porteirinha, Buritizei- ro,JaíbaeLassance.Outros14mu- nicípios devem seguir o mesmo ca- minho, caso o governo do Estado não repasse os recursos até 1º de maio. O presidente daAssociação dos Municípios do Médio São Francisco (Ammesf), Denílson Rodrigues Sil- veira, o Denilsão, do PCdoB, pre- feito de Francisco Sá, afirma que, tradicionalmente, o Estado paga a primeira parcela do convênio com os municípios para manutenção do transporte escolar em maio. Este ano o governo se compro- meteu a adiantar para abril, em fun- As dificuldades para manu- tenção do transporte escolar não se restringem ao Norte de Mi- nas. Presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Antônio Júlio, prefeito de Pará de Minas, afirma que a situação é comum em várias regiões. “Ain- da não tenho levantamento com- pleto de quantos municípios sus- penderam o transporte escolar para a rede estadual, mas as ci- dades estão sem recursos”, ga- rante. Os municípios do Norte do Es- Ao presidir a solenidade de en- trega da Medalha da Inconfidên- cia, na manhã dessa terça-feira, em Ouro Preto, o governador Fernando Pimentel, do PT, foi vai- ado. Os manifestantes o recebe- ram aos gritos de “traidor”. Ele, no entanto, optou por um discurso político, que teve como foco a con- denação de “injustiças” e “acusa- ções infundadas”. Amaiorpartedosmanifestantes estava vestida de preto, com cami- sas com os dizeres “Luto pela Edu- cação”, com o emblema da Central Única dos Trabalhadores (CUT), aliada histórica dos petistas. Gran- departedelespediamelhoriaspara a Educação, refletindo a insatisfa- ção da categoria com o novo go- verno. Sob o sol forte, cerca de 5 mil pessoas, de acordo com estimati- va da Política Militar, comparece- ram à Praça Tiradentes, na antiga capital mineira. Ao contrário dos anos anteriores, o cordão de isola- Aadministraçãomunicipaltemque intensificarotrabalhodecombateao Aedes aegypti, transmissor da den- gue,umavezqueoíndicedeinfesta- ção cresce em Montes Claros, com possibilidade de se registrar uma epidemia, o que traria sérios proble- masaomunicípio.Aadvertênciaédo vereador Idelfonso da Saúde, do PMDB, que tem a saúde como uma das bandeiras do mandato, ao ex- ternar a preocupação com a situa- ção, cuja tendência de agravar-se, caso providências não sejam toma- dasemcurtointervalodetempo.Ele defende uma campanha de consci- entização da população para ajudar o poder público a combater o mos- quito e impedi-lo de se proliferar.As chuvasesparsaseoacúmulodelixo eentulhotonamoambientepropício à reprodução do mosquito, afirma. Funcionário da Santa Casa, o vereador tem se deparado com os constantes casos da doença atendi- dos diariamente no pronto-atendi- mentoduranteosplantões.Paraele, há necessidade urgente de a admi- nistração municipal criar uma força- tarefa,comaparticipaçãodeórgãos e entidades, para frear a prolifera- ção doAedes aegypti. “O poder pú- blicomunicipaltemquefazersuapar- te bem feita, mas a população tam- bém tem que colaborar”, sustenta o peemedebista,aolembrarquelevan- tamentos apontam que a maior inci- dência de infestação pelo mosquito seregistranosbairroshabitadospor pessoas de maior poder aquisitivo. Segundo ele, é preciso manter os ambienteslimpos,semáguaparada, para impedir o avanço do mosquito. DeacordocomIdelfonsodaSaú- de,oCentrodeControledeZoonoses desenvolveotrabalhodecombateao Debater as demandas e as difi- culdadesdospequenoshospitaisdo Norte de Minas, bem como o impac- to da judicialização da saúde nos municípios. Esse é o objetivo da au- diência pública que será promovida pelaComissãodeSaúdedaAssem- bleia Legislativa de Minas Gerais, em Montes Claros. A reunião será nesta quinta-feira, às 15 horas, no Plenário da sede própria da Câma- ra Municipal.Aprevisão é da parti- cipação de pessoas ligadas à saú- de de toda a região. OsdeputadosArlenSantiago,do PTB,DoutorWilsonBatista,doPSD, Carlos Pimenta, do PDT e Gil Perei- ra, do PP, são autores do requeri- mento para a realização da audiên- cia pública. Segundo o deputadoAr- len Santiago, presidente da comis- são, a Assembleia já vem acompa- nhandoasituaçãodasaúdeemBelo Horizonte. O objetivo, agora, seria expandir a visão para cidades do interior. “Na Capital, a situação é a mais precária possível. Há hospitais fechando e outros cancelando cirur- gias”,afirmou.Deacordocomopar- lamentar, a reunião terá a finalidade de fazer um diagnóstico da situação dos hospitais da região. “Vamos ou- viraspopulaçõeslocaise,posterior- mente, a comissão vai montar um documento que será referência so- bre a realidade da saúde no interior Riscodeepidemiadedengue Vereadoralertaadministraçãoparaintensificarcombateaotransmissordadoença Aedesaegypti,mastambémenfrenta dificuldades,emfunçãodafrotareduzi- da, porque alguns veículos apresen- tamdefeitoseestãosemcondiçõesde uso. Ele afirma que a secretária de Saúde,AnaPaulaOliveiraNascimento develevaroproblemaaoprefeitoRuy Idelfonso da Saúde defende ações para evitar a proliferação do mosquito da dengue Muniz,doPRB,nosentidodedotaro órgão de melhores condições na luta contra o transmissor da doença, que podeatématar.“Seomosquitoconti- nuarseproliferandoháriscodeepide- miadedengue,oqueseriaaltamente prejudicialaomunicípio”,sustenta.Lem- bra que se deve mirar no Estado de SãoPaulo,emqueasituaçãoseagra- vadiaapósdia,comoregistrodeepi- demiadadoença,oquedeixaapopu- laçãodesesperada.“Asaçõespreven- tivas são fundamentais”, conclui Idel- fonsodaSaúde. Transporteescolarparalisado Prefeitoscobramdogovernoaliberaçãoderecursosparabancarosserviços a situação. “A retração da indústria gera impacto na formação do Fun- do de Participação dos Municípios (FPM), que é constituído com a ar- recadação do IPI e Imposto de Ren- da”, destaca documento assinado pelos 30 prefeitos da região entre- gue ao governo de Minas. O FPM, repassado pelo governo federal, é uma das principais fontes de investi- mento para os municípios menores. De acordo com a Secretaria de Educação, o repasse não chegou no início do ano aos municípios por conta da demora na aprovação do Orçamento de Minas. O governo afirma que o valor totalparacustoscomtransportepode ser repassado em parcela única aos municípios que recebem até R$ 100 mil, em duas parcelas iguais para osmunicípiosquerecebementreR$ 100 mil e R$ 300 mil, e em até três parcelas para os municípios que re- cebem acima de R$ 300 mil. ção das dificuldades financeiras en- frentadaspelasprefeituras,masain- da não liberou o recurso. “Em maio já chega atrasado, porque as aulas começam em fevereiro. O certo se- ria repassar o dinheiro em janeiro. Mas essa não é uma situação de agora”, sustenta. RepresentantesdaAmmesfeda Associação da Área Mineira da Su- dene (Amams) tiveram reunião, na semanapassada,comdirigentesda secretaria de Estado da Educação. No encontro ficou definido que a pri- meiraparcelaseriapagaaosmunicí- piosatéofimdestemês.“Secompro- meteram (o governo) a passar até 30 de abril, mas sem correção, o mesmo valor do ano passado. O di- nheiro já é insuficiente, e depois de outubrotivemosquatroaumentosnos combustíveis,oqueoneroumaisain- da”, ressalta Denílson Silveira. SITUAÇÃO - A atual situação econômica do país também agrava Denílson Silveira cobra do governo a liberação de verba para o transporte Serviços mais caros na região tado querem tratamento diferenci- ado, que leve em consideração suas peculiaridades, que tornam o serviço ainda mais caro. “O cri- tério para distribuição do recurso contempla o número de alunos, mas não considera a dimensão territorial e a situação das estra- das dos municípios. Temos cida- des com enorme extensão, como Buritizeiro, com grandes rotas, e isso não o diferencia dos demais”, ressalta o prefeito de Patis, Viní- cius Versiani, do PMDB. Ele ainda lembra custos adici- onais com o transporte na região mais pobre de Minas. “Aqui, mui- tas estradas vicinais são de terra, os custos da manutenção, o gas- to maior com combustível, tudo isso torna o quilômetro rodado mais caro. O governo se prontifi- cou a estudar caso a caso, mas acreditamos que, neste primeiro ano, não será possível essa revi- são”, reclama. Em nota, a Secretaria de Es- tado da Educação informou que os critérios de cálculo para distri- buição dos recursos serão discu- tidos em reuniões regionalizadas e, a partir do segundo semestre, as prefeituras poderão receber aditivos. Ainda de acordo com a pas- ta, aspectos específicos do Nor- te de Minas estão sendo leva- dos em consideração. A Secre- taria comprometeu-se também a verificar outras possibilidades jurídicas para a transferência dos valores, uma vez que atra- vés de convênios os municípios não podem fazer pagamentos de contas retroativas. Assembleiavemdiscutir demandasdoshospitais Carlos Pimenta defende saúde pública de qualidade na região do Estado”, explicou. CONVIDADOS – Para a audi- ênciapúblicaforamconvidadosopre- feito Ruy Muniz; o presidente da Câ- mara Municipal, Marcos Nem, do PSD;osecretáriodeEstadodeSaú- de,FaustoPereiradosSantos;asu- perintendenteregionaldesaúde,Olí- via Pereira de Loiola; o chefe da Di- visão de Convênios e Gestão do Mi- nistério da Saúde de Minas Gerais, Alencar Tadeu Winter; o juiz diretor do Foro de Montes Claros, Richard- son Xavier Brant; e a secretária mu- nicipal de Saúde,Ana Paula de Oli- veiraNascimento. Tambémforamconvidadosopro- motor de Justiça da 11ª Promotoria de Justiça de Montes Claros, Flávio Márcio Lopes Pinheiro; o provedor da Santa Casa, Heli Penido; o admi- nistrador geral e o provedor do Hos- pitalAroldoTourinho,CláudioMedei- ros Santos e Paulo César Gonçal- ves deAlmeida, respectivamente; o superintendente do Hospital Univer- sitário Clemente de Faria, José Otá- vio Braga Lima; o diretor do Hospital MunicipaldeJanuária,RogérioFrei- tas Vieira; a secretária de Saúde de MonteAzul e presidenta do Conse- lho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems), deMontesClaros,WanessadosAn- jos Dias; e o coordenador do Samu Macro Norte, Enius Freire Versiani. Governador é vaiado aoentregarmedalha mentopermitiuqueaspessoasche- gassem no centro da praça, local em que os agraciados receberam as homenagens. Na tentativa de abafar os gritos dos manifestantes, a organização do evento não realizou o momento de silêncio, que seria comandado por um corneteiro da Polícia Militar. Ao discursar, o governador criti- cou os manifestantes. “Que alegria ouvir as vozes da democracia eco- ando em Ouro Preto, as vozes da liberdade, ainda que usem, às ve- zes, palavras equivocadas. São vozes democráticas”. Para o secretário de Governo, Odair Cunha, do PT, que recebeu a GrandeMedalha,asmanifestações foraminjustas.“Noquedizrespeito à pauta de reivindicações (dos pro- fessores), existe uma mesa de ne- gociações aberta. Há diálogo aber- to com a categoria. Haverá uma assembleia dia 29 de abril. É uma precipitação, uma deselegância”, afirmou.
  4. 4. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTESCLAROS,QUINTA-FEIRA,23 DEABRILDE201544444 - CIDADE- CIDADE- CIDADE- CIDADE- CIDADE ÓRTESE E PRÓTESE Com isso o Centro de Órteses e Próteses Daniel Avelino Pereira deverá retomar atendimento suspenso em dezembro do ano passado Município credencia empresas para Fornecimento de equipamentos Comahabilitaçãoecredencia- mento, pela Prefeitura de Montes Claros,dequatroempresasespe- cializadasnofornecimentodeórte- ses,prótesesemeiosauxiliaresde locomoção,emconformidadecom aProgramaçãoPactuadaIntegra- da(PPI)assistencialdoMunicípio, oatendimentoaospacientesporta- dores de necessidades especiais usuáriosdoSistemaÚnicodeSaú- de(SUS),suspensodesdedezem- brodoanopassado,devevoltarao normalnospróximosdias. Foramcredenciadasasempre- sasOrtonortLtdaME,Ortomedica BrasilLtdaEPP,OrtopediaMontes ClaroseOttobockdoBrasilLtda.O prazodevigênciadocredenciamen- to será de 12 meses, a contar da datadeassinaturadocontrato,po- dendoserprorrogadoporiguaise sucessivosperíodos,atéolimitede 60meses,mediantecelebraçãode TermoAditivo. Durante a vigência docredenciamentonãohaverácor- reçãooureajusteenocasodepror- rogação do termo de credencia- mento, será sempre respeitado o valordatabelavigentedoSUS. Nomomentoestãosuspensas asconsultasparaavaliaçãodepa- cientesqueprocuramoCentrode ÓrtesesePrótesesDanielAvelino Pereirainteressadosemsebenefi- ciarcomórteses,prótesesemeios auxiliares de locomoção. O coor- denador do centro, Helder Lopes Souza,informourecentementeao JN que a situação voltaria ao nor- maltãologoaquestãodosfornece- dores estivesse resolvida, o que pareceteracontecidocomahabili- taçãoecredenciamentodasempre- sasparafornecimentodosequipa- mentos. 71MUNICÍPIOS AlémdeMontesClaros,oCen- tro de Órteses e Próteses Daniel AvelinoPereiraéaúnicaalternativa naregiãoparapacientesde71mu- nicípiosdoNortedeMinascomces- são de cadeiras de rodas, de ba- nho,próteseseandadores,alémde disponibilizarterapeutaocupacional, psicólogo,fonoaudiólogo,assisten- tesocial,enfermeiro,médicoespe- cialistaeoutrosprofissionaisessen- ciaisaoprocessodereabilitaçãodo paciente.Láousuáriotambémen- contra profissionais que prestam serviçosnaáreadeostomia,sen- do os responsáveis por avaliar o pacienteefornecerbolsasparaco- letadesecreções. Gratuitos,osserviçosoferecidos pelo centro ajudam a devolver a mobilidade, a qualidade de vida e emmuitoscasosadignidadeavíti- masdeacidenteseapessoasque nasceram com limitações físicas. Em geral, são pacientes que não dispõem de recursos financeiros paracustearotratamentoeminsti- tuiçõesparticulares. ConformeHelderLopesSouza, atualmentesãorealizadosentre35 e45atendimentospordia.Alguns destes atendimentos são solicita- çõesdeequipamentoscomocadei- ras de rodas e de banho, que são fabricadassobmedida. SERVIÇO OCentrodeÓrtesesePróteses funcionaaoladodaUnidadedeSaú- dedoBairrodeLourdes,àRuaGi- ovani Soares da Cruz, 621. Mais informações sobre os serviços ali prestadospodemserobtidaspelo telefone(38)3229-8551. GERENTEHelderLopestem trabalho reconhecido pela clientela do Centro ÓRTESES e próteses deverão voltar a ser fornecidas após 4 meses O Terminal Rodoviário HIldebertoAlves de Freitas ganhará novo sistema de som para melhor atender os milhares de usuários que passamporlámensalmente.Osequipamentosserãoadquiridospela MCTrans,querealizará-dia4demaio,às9horas-processolicitatório parasuaaquisição. Alicitaçãoédotipomenorpreçoporitemeserão adquiridos equipamentos como pré-amplificador, mesa de som digi- tal, microfones, caixas acústicas e fios para áudio. O processo licita- tório nº 0032/2015 e o edital do pregão, nº 0012/2015, estão disponí- veisemhttp://www.montesclaros.mg.gov.br/central_compras/paginas/ editais_mctrans/2015/edital-pregao-012-15.pdf.Oprocessolicitatório será realizado na sala de reuniões da sede da MCTrans, no terminal rodoviário. Mais informações pelo telefone (38) 3213-0350. Inscrição na Casa do Artesão ASCOM/PMMC REPRODUÇÃO ANTONIO GONÇALVES DOS SANTOS com 42 anos. Nasceu em 25 de Março de 1973 em Taiobeiras . Filiação Engracia Ma- ria de Jesus e Roberto Gonçalves dos San- tos .Faleceu no último 13 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. BENEDITO BARBOSA DE SOUZA com 92 anos . Nasceu em 12 de Outubro de 1922 em Mato Verde .Filiação Ana Francisca de Oliveira e José Barbosa de Souza . Faleceu no último 20 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. HORADIA SILVA TANAN PEREIRA com 90 anos . Nasceu em18 de Maio de 1924 em Ipira . FiliaçãoAmélia Maria Cerqueira Tanan e José da Silva Tanan .Faleceu no último dia 19 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. ICARO WALDEMARIO SILVA BRITO com 28 anos . Nasceu em 12 de Setembro de 1986 em Nova Canaã. Filiação sandra Maria Silva Brito e Ismênio Duarte Brito .Faleceu no último dia 20 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. ISABELLA VALENTINA DA SILVA SOUZA com 3 anos. Nasceu em 12 de Dezembro de 2014 em Montes Claros .ester da Silva Souza e Valde- mir Pereira de Souza . Faleceu no último dia 23 de Março de 2015 em Montes Claros MG. JOÃO ALBERTO PEREIRA DE ANDRADE com 73 anos . Nasceu em 20 de Janeiro de 1942 em Montes Claros . Filiação Antônia de Oliveira Andrade e Alberto Ferreira de Andrade .Faleceu no último dia 20 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. JOÃO BATISTA DE MIRANDA com 69 anos . Nasceu em24 de julho de 1945 em Rubelita .Filiação Ana Pereira de Miranda e Herminio Alves de Miranda . Faleceu no último dia 17 deAbril de 2015 em Montes Claros-MG. JOAQUIM JOSÉ SARAIVA com 69 anos . Nasceu em 19 de Agosto de 1945 em Francisco Sá .Filiação Geraldina Fernandes da Silva e AntônioJosé Saraiva . Faleceu no último 18 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. LINO FERREIRA DE SOUZA com 72 anos. Nasceu em 23 de setembro de 1942 em Catuni . Filiação Maria da Conceição Ferreira e José ferreira de Souza .Faleceu no último 19 de Abril de 2015 em Montes Claros- MG. MANOEL RODRIGUES DOS SANTOS com 98 anos . Nasceu em 10 de junho de 1916 em Rubelita .Filiação Jozina Orneles de Souza e Joaquim Rodrigues dos Santos . Faleceu no último 19 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. MARCONE RODRIGUES LOPES com 46 anos . Nasceu em 21 de Fevereiro em Mirabela . Filiação Barbara Conceição Costa e Darcy Rodrigues Lopes .Faleceu no último dia 16 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. MARIAAPARECIDA DA CRUZ SANTOS com 52 anos . Nasceu em 10 de Abril de 1962 em Rio Pardo de Minas . Filiação Geralda Augusta da Glória e Clemente Germano da Cruz .Faleceu no último dia 13 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. MARIA JOSÉ DA CRUZ com 83 anos. Nasceu em 01 de Maio de 1931 em Francisco Sá . Ana Francisca dos Santos e José Alves da Cruz . Faleceu no último dia 19 de Abril de 2015 em Montes Claros MG. MARIA NILZA DE SOUZA CARREIRO com 58 . Nasceu em 10 de Novembro de 1956 em Montes Claros FiliaçãoMaria Natividade de Souza e José Pereira de Souza .Faleceu no último dia 19 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. ROSALINA FERNANDES CRUZ com 96 anos . Nasceu em17 de Outubro de 1918 em Caetite .Filiação Mariana Ladeia Fernandes e Benvindo Fernandes Chaves . Faleceu no último dia 19 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. SEBASTIÃO GONÇALVES PEREIRA com 88 anos . Nasceu em 24 de Outubro de 1926 em Montes Claros .FiliaçãoAugusta Caldeira eAntônio Gonçalves Pereira . Faleceu no último 19 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. VENCESLINA LOURENÇO DA FONSECA com 78 anos . Nasceu em21 de Junho de 1960 em São João da Vereda .Filiação Luiza Rodri- gues da Fonseca e Mariano Lourenço de Aguiar . Faleceu no último dia 20 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. WESLEY FABRICIO RIBEIRO com 25 anos . Nasceu em 12 de Feve- reiro de 1990 em Montes Claros .FiliaçãoClautides Maria de O.Almeida e Gilson Alves Ribeiro . Faleceu no último 20 de Abril de 2015 em Montes Claros-MG. A PUBLICAÇÃO NESTE ESPAÇO É GRATUITA. BASTA ENVIAR OS DADOS – INCLUSIVE FOTO – PARA A PORTARIA DO JORNAL DE NOTICIAS - FONTE: CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL 20 de Abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL Interessadoemaprendereganhardinheirocomartesanato?ACasado Artesão, ligada à Secretaria Municipal de Cultura oferece opções interes- santes, com diversos cursos disponibilizados periodicamente com os me- lhoresprofessoresebaixovalordeinvestimento. Agora mesmo são oferecidos cursos de pintura em tela, pintura em tecido, patchwork (bordado em retalhos), reciclagem com garrafas PET e confecção de viola e rabeca. Cada turma é formada por 10 alunos e algu- masdelasjáestãoemandamento.Namaiorpartedoscursos,asaulassão ministradasduasvezesporsemana,de8às11horasoude14às17horas. O aluno paga R$ 20,00 de inscrição e arca com parcelas mensais do mesmo valor. CRIANÇA Temnovidadetambémparaospequenos:oficinagratuitadeartesanato infantildestinadaacriançascomidadeentre8e12anos.Ocursoteráaula àsterças-feiras,entre8h30e10h30.Ospetizesaprenderãotécnicaspara produção de peças em bordado e pintura. As inscrições são recebidas entre 8 e 18 horas, na sede da Casa do Artesão,localizadaàRuaAndradita,81,BairrodeLourdes. REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAIS MARIA DE LOURDES CHAVES Oficial do Registro Civil Faz saber que pretendem casar-se: 16419 - DANILLO NOGUEIRA SOUZA, divorciado, maior, INSTALADOR DE ACESSÓRIOS, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA "30",N°129, MONTES CLAROS-MG, filho de GILBERTO SOUZA COSTA e MARTA NO- GUEIRA SOUZA; e SILVANA VELOSO DAS NEVES, solteira, maior, BANCÁ- RIA, natural de CAÇARATIBA,MUNICÍPIO DE TURMALINA-MG, residência AV. "C",N°11, Montes Claros-MG, filha de CATARINO VELOSO DAS NEVES e MARIA JOSÉ CARDOSO DAS NEVES; 16420 - EUGENIO BERNARDO DA SILVA, divorciado, maior,AUXILIAR DE LO- GÍSTICA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA DOIS, N° 41, Montes Claros-MG, filho de FLORIANO BERNARDO DA SILVA e MARGARIDA ALVES'DA SILVA; e ANGELA APARECIDA SILVA MENDES, solteira, maior, AUXILIAR DE COZINHA, natural de SÃO JOÃO DA PONTE-MG, residência RUA DOIS, N° 41, Montes Claros-MG, filha de ADÃO PAULO MENDES e JOAQUINA PEREIRA DA SILVA; 16421 - PEDRO HENRIQUE VERSIANI DE SENA, solteiro, maior, ENGENHEI- RO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA IVAN JOSÉ LOPES FILHO N°159, Montes Claros-MG, filho de MARIO LUIZ DE SENA e ÂNGELA FREIRE VERSIANI DE SENA; e CARLA LEAL BARBOZA, solteira, maior, EN- GENHEIRA AMBIENTAL, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUAI- RENIO PEREIRA DE ANDRADE N°437, Montes Claros-MG, filha de CARLOS ANTONIO BARBOZA e ELIZABETH LEAL BARBOZA; 16422 - ISRAEL LEONARDO BATISTA, divorciado, maior, FUNCIONÁRIO PÚ- BLICO, natural de SÃO JOÃO DA PONTE-MG, residência R. ESPANHA, 810, Montes Claros-MG, filho de JOÃO LEONARDO SOBRINHO e LÚCIA BATISTA DA CONCEIÇÃO LEONARDO; e MAURA MÉRCIA ROCHA FERREIRA, di- vorciada, maior, PROFESSORA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. SANTO AMARO, 293, Montes Claros-MG, filha de MAURO ALKIMIM ROCHA e MARIA MERCES FERREIRA DA ROCHA; 16423 - JESUINO SOARES PEREIRA FILHO, solteiro, maior, COMERCIANTE, natural de Montes Claros-MG, residência R. IMACULADA MARQUES AGUIAR, 16, Montes Claros-MG, filho de JESUINO SOARES PEREIRA e MARIA DO CARMO MOREIRA SOARES; e ROSANGELA APARECIDA FERREIRA DE SOUZA, solteira, maior, CABELEIREIRA, natural de GRÃO MOGOL-MG, residên- cia R. JOTA, 85, Montes Claros-MG, filha de ADÃO SANTOS DE SOUZA e ISMAR FERREIRA DE SOUZA; 16424 - RENER NUNES FELIX, divorciado, maior, PINTOR, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA JOÃO AVELINO VELOSO, 282, Montes Claros- MG, filho de ANTÔNIO FELIX DA ROCHA e MARIA APARECIDA NUNES DE OLIVEIRA; e APARECIDA ALVES DOS SANTOS, divorciada, maior, TÉCNICA EM ENFERMAGEM, natural de GUANAMBI-BA, residência RUA "M", 675, MONTES CLAROS-MG, filha de ANTONIO ALVES DOS SANTOS e GENELI- ZAAVELINA DOS SANTOS; 16425 - GIULIANO QUADROS BRANDÃO, solteiro, maior, ENGENHEIRO, natu- ral de NORTELÂNDIA-MT, residência R. WALTER LOPES DASILVA, 150, Montes Claros-MG, filho de ANTONIO BRANDÃO e ETELVINA DE QUADROS BRAN- DÃO; e LAÍS SANTOS VELOSO, solteira, maior, ADMINISTRADORA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. SETE DE SETEMBRO, 295, Montes Claros-MG, filha de ADÃO DE FATIMA SOARES VELOSO e MARIA DE LOUR- DES SANTOS VELOSO; 16426 - SÉRGIO SILVA RUAS, solteiro, maior, MECÂNICO INDUSTRIAL, natural de Montes Claros-MG, residência R. GERTRUDES GUSMÃO, 125, Montes Cla- ros-MG, filho de ERIVALDO CRISTOVÃO FILHO e ZILMA APARECIDA SILVA RUAS; e.TAMYLES LAYSLASILVALEITE, solteira, maior, PROFESSORA, natural de MONTES CLAROS-MG, residênciaAV. PIO XII, 19, Montes Claros-MG, filha de MARCOS JOSÉ LEITE SANTOS e MARIA APARECIDA DA SILVA; 16427 - WESLEY OLIVEIRA MENDES, solteiro, maior, SERVIDOR PUBLICO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. MONTE SINAI, 354, Montes Claros-MG, filho de GERALDO MENDES DA SILVA e MARIA DE OLIVEIRA MENDES; e ANA PAULA CARDOSO DE CAMPOS, solteira, maior, ESTUDAN- TE, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. MONTE SINAI, 11, Montes Claros-MG, filha de CLOVIS CARDOSO DE CAMPOS e ILZA CARLOS CARDO- SO; 16428 - JOÃO BATISTA SOARES DOS SANTOS, solteiro, maior, CARPINTEI- RO, natural de CAPITÃO ENÉAS-MG, residência R. MUTAMBEIRA, 66, Montes Claros-MG, filho de JOSÉ SOARES DOS SANTOS e MARIA NEVES DE JE- SUS; e LIVIA VIEIRA SOARES, divorciada, maior, MASSOTERAPEUTA, natural de SÃO PAULO-SP, residência R. MUTAMBEIRA, 66, Montes Claros-MG, filha de JOSÉ CARDOSO SOARES e MARIA VIEIRA SOARES; 16429 - RAFAELOLIVEIRALOPES, solteiro, maior,ADMINISTRADOR, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. ABELARD JOSE TOLENTINO, 64, Mon- tes Claros-MG, filho de LAIAS BRADIO LOPES DA SILVA e MARIA DE JESUS OLIVEIRA LOPES; e SABRINA LIMA CARVALHO, solteira, maior, PROFESSO- RA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. IMPERATRIZ LEOPOLDI- NA, 1684, Montes Claros-MG, filha de JOÃO ELIAS DE CARVALHO JUNIOR e ROSA SANTOS LIMA CARVALHO; 16430 - RICARDO SOARES DE SOUZA FILHO, divorciado, maior, VENDEDOR, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA PADRE EUGENIO 138, Mon- tes Claros-MG, filho de RICARDO SOARES DE SOUZA e ISMAR FERREIRA SOARES; e JANAINA LIMA RANGEL, divorciada, maior, ECONOMISTA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência RUA PADRE EUGENIO 138, Montes Claros-MG, filha de ALBERTO FABIANO RANGEL e IRACEMA LIMA RANGEL; 16431 - NICÁCIO DIEGER SILVA, solteiro, maior, MÉDICO, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. JASMIM, 41, Montes Claros-MG, filho de NICÁCIO PEREIRA DA SILVA e MARIA CLARICE DIEGER SILVA; e ANDRÉIA GLAICIE- LLY MARTINS ROCHA, solteira, maior, PROFESSORA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. ARMANDO CORRÊA MACHADO, 68, Montes Cla- ros-MG, filha de OMAZINHO DE MAGALHÃES ROCHA e EVA MARTINS RO- CHA; 16432 - PEDRO HENRIQUE GUIMARÃES PEREIRA, solteiro, maior, MÉDICO, natural de CAMPOS-RJ, residência R.TAPAJÓS, 700,APTO. 1303, Montes Claros- MG, filho de WELLINGTON FLORIDO PEREIRA e ISIS DE FÁTIMA MACHADO GUIMARÃES PEREIRA; e SARAH FONSECA CARDOSO, solteira, maior, MÉDICA, natural de MONTES CLAROS-MG, residência R. FRANCISCO VER- SIANI ATHAYDE, 77, Montes Claros-MG, filha de JOSÉ NILSON RABELO CAR- DOSO e SANDRA MARIA DA FONSECA CARDOSO; Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavra o presente para ser afixado em cartório e publicado pela imprensa. Montes Claros, 22 de abril de 2015 OFICIAL DO REGISTRO CIVIL
  5. 5. JORNAL DE NOTÍCIAS MONTESCLAROS, QUINTA-FEIRA,23 DEABRILDE2015 CIDADE - 5 CARTORIO DE PROTESTOS JORGE ANTONIO DOS SANTOS EDITAIS 22/04/2015 Pca. Dr. Carlos 19, Lj 2 OCORRENDO AS HIPOTESES DO ART. 15 DA LEI 9.492 DE 10/09/97, FICAM AS PESSOAS FISICAS E JURIDICAS ABAIXO RELACIONADAS NOTIFICADAS PARA, NO PRAZO DE 3(TRES) DIAS, A CONTAR DA DATA DA PUBLICACAO DESTE, VIREM A ESTE TABELIONATO, A FIM DE PAGAR, ACEITAR OU DEVOLVER OS DOCUMENTOS QUE SEGUEM, OU DAR RAZOES PORQUE NAO O FAZEM, FICANDO, DESDE JA INTIMADAS DE SEU PROTESTO, CASO NAO O FACAM. PRAZOFINALPARAPAGAMENTO: 27/04/2015 QTDE TITULOS : 5 HORARIODEFUNCIONAMENTO: 09:00 AS 12:00 / 13:00 AS 17:00 D APARECIDO SANTOS CONSTRUCOES - ME DOC.NUM. 09465842000193 RUAANTONIO COSTAALKIMIM 40 39380000 CLARO DOS POCOES (MG) DATAAPRESENTACAO 25/03/2015 PROTOCOLO 1445093 MISAEL NETO BATISTA DOC.NUM. 10266121608 RUA N N.08 B. SAO GERALDO SAO GERALDO 39403245 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447795 CLODOMIRO RODRIGUES DO CARMO DOC.NUM. 74819216600 RUA PROF.DARCI RIBEIRO 26 39400000 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 15/04/2015 PROTOCOLO 1447804 WESLEY RIBEIRO DOS SANTOS FILHO - ME DOC.NUM. 10800948000185 RUA DOUTOR VELOSO, 906F, CENTRO CENTRO 39400074 MONTES CLAROS (MG) DATA APRESENTACAO 16/04/2015 PROTOCOLO 1447955 CEHPACOMERCIAL LTDAME DOC.NUM. 09381527000188AV LEONEL BEIRAO DE JESUS 2435A 39402637 MONTES CLAROS (MG) DATAAPRESENTACAO 17/04/2015 PROTOCOLO 1448026 ———————————— JORGE ANTONIO DOS SANTOS InscriçõesabertasparaprogramadeestágioemMoc SÃO APROXIMADAMENTE 50 VAGAS para estudantes de nível técnico e superior em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás e Distrito Federal; Montes Claros tem vagas abertas para vários níveis A VLI, empresa especializada em operações logísticas que inte- gram ferrovias, portos e terminais, está com inscrições abertas para o Programa de Estágio VLI 2015. As vagas são destinadas a jovens interessados em começar uma carreira de sucesso em uma em- presa que está contribuindo para transformaralogísticadoBrasil.Os candidatos devem acessar o site www.vli-logistica.com.br e se cadastrar até o dia 22 de maio. São aproximadamente 50 va- gas para estudantes de nível téc- nico e superior distribuídas em cidades de atuação da empresa nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás e Distrito Federal. Os candidatos aprovados ini- ciarão o estágio no segundo se- mestre e terão a oportunidade de fazer parte de uma equipe de mais de seis mil pessoas que im- pulsionam a companhia em um dos segmentos mais promisso- res no Brasil: a logística. Além da bolsa estágio, proporcional às cargas horárias referentes a 4 ou 6 horas de trabalho, a VLI irá ofe- recer benefícios, como plano de saúde, seguro de vida, auxílio transporte e auxílio refeição. Integrando as ferrovias Cen- tro-Atlântica (FCA) e Norte Sul (FNS) a terminais intermodais e terminais portuários, a VLI movi- menta as cargas de importantes empresas dos setores do agro- negócio, siderurgia e produtos industrializados. Além do compro- misso em oferecer serviços lo- gísticos com eficiência aos clien- tes, a empresa busca promover o desenvolvimento sustentável, que está baseado no equilíbrio en- tre resultados econômicos, res- ponsabilidade social e preserva- ção ambiental. Seleção Os candidatos podem se ins- crever nas oportunidades ofereci- das de acordo com a sua forma- ção: técnico ou superior. O Estágio Técnico abrange as áreasdemeioambiente,eletrome- cânica,mecânica,eletroeletrônica, estradas e edificações. Para con- correr,osestudantesdevemterpre- visãodeformaturaatéjulhode2016 ou ter se formado na parte teórica sem que tenha cumprido a carga horáriadeestágioobrigatório. O Estágio Superior, por sua vez, oferece oportunidades para estudantes dos cursos de admi- nistração, economia, administra- ção em comércio exterior, ciên- cias biológicas, jornalismo, rela- ções públicas, psicologia e en- genharia (todas). Os candidatos devem concluir o curso entre ju- lho de 2016 e julho de 2017. Asprincipaislocalidadesdeatu- açãoserãoAraguari,BeloHorizon- te, Contagem, Divinópolis, Lavras, Montes Claros, Pirapora, Pruden- te de Moraes, Uberaba e Uberlân- dia, em Minas Gerais; Campinas, Paulínia e Santos, em São Paulo; Barra Mansa, no Rio de Janeiro; Alagoinhas e Iaçu, na Bahia.Aná- polis e Leopoldo de Bulhões, em Goiás;Brasília,noDistritoFederal. As etapas do processo se- letivo envolvem provas on-line, dinâmica de grupo ou entrevis- ta virtual, painel e entrevistas e por fim, exame médico e entre- ga dos documentos. O programa OprogramadeEstágioVLItem duração de 12 a 24 meses com o intuitodedesenvolverjovenstalen- tos na empresa a partir de um pla- no de desenvolvimento focado no perfil e formação do estudante. O candidato aprovado no processo seletivo desenvolverá um projeto de acordo com sua área especifi- ca de atuação e terá o acompa- nhamento de um gestor. Sobre a VLI A VLI tem o compromisso de apoiaratransformaçãodalogística noPaís,pormeiodaintegraçãode serviços em portos, ferrovias e ter- minais.Aempresa engloba as fer- rovias Norte Sul (FNS) e Centro- Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carrega- mentoeodescarregamentodepro- dutosaotransporteferroviário,eter- minaisportuáriossituadosemeixos estratégicosdacostabrasileira,tais como em Santos (SP), São Luís (MA)eVitória(ES).AVLItranspor- ta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste,SudesteeCentro-Oeste. BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA ReuniãotécnicanoHUdebatelegislaçãoespecífica OHospitalUniversitárioClemente de Faria, da Unimontes, sediou os trabalhosdaprimeirareuniãotécni- cado“BenefíciodePrestaçãoCon- tinuada”, com o objetivo de sociali- zar informações sobre legislação específica(Lei8.742/1993–LeiOr- gânicadeAssistênciaSocialenor- mas correlatas). O encontro reali- zadonaúltimasemana(17/4),con- toucom50técnicosdadiretoriade assistência social da secretaria municipalDesenvolvimentoSocial, dasecretariamunicipaldeSaúdee entidadesparceirassocioassisten- ciais, como o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e o pró- prioHUCF. A projeção sobre o BPC (como obenefícioéconhecido)éde9.813 beneficiadospeloprogramanomu- nicípio, segundo informou a assis- tente social de referência em Mon- tes Claros, RosileneAparecidaTa- vares. Ela afirma que a capacita- ção é importante para nivelar os conhecimentosdetodosenvolvidos no processo. “Queremos tornar li- near a Lei que regulamenta o apri- moramento de todos os profissio- nais,queéoperacionalizadoemto- dososterritórios.Issoagilizaostra- balhosefacilitaráoacessoaoBPC. A troca de informações também é muitoimportante”,concluiuaassis- tente. A agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão responsável pelo recebimento do requerimentoepeloreconhecimen- to do direito ao BPC. O assistente social e analista do Seguro Social, Salomão Pimenta, foi o responsá- velpelapalestra. Ele alertou que o cidadão deve procuraroCentrodeReferênciade Assistência Social (CRAS) ou a Secretaria Municipal deAssistên- cia Social ou o órgão responsável pela Política deAssistência Social domunicípioparareceberasinfor- mações sobre o BPC e os apoios necessários para requerê-lo. E faz umalerta:“parateracessoaoBPC nãoéprecisointermediáriosouatra- vessadores, nem autorização de entepolítico.Algunsatravessadores, na sua maioria, cobram até 50% dosbenefícios.Outrostêmcobrado valoresaltosparadarumainforma- çãooufazeroserviçodeofficeboy. Oquequeremoséqueaspessoas procurem o CRAS.Apessoa com maisde65anosoucomdeficiência podeirdiretamenteaumaagência doINSSesolicitarobenefício,sem custos”,afirmaSalomão. Ostécnicosdocentrodeacolhi- daaosfamiliaresemlutodoHospi- taldaUnimontes(CEL/HUCF)par- ticiparameenalteceramaimportân- cia do encontro. “Para o HU é de fundamentalimportância,umavez que,abreoespaçoacadêmicopara os profissionais que lidam diaria- mente com pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social. Além disso, a participação do HU fomenta debate acerca das limita- ções da pessoa com deficiência e da pessoa idosa que têm uma par- celasignificativadopúblicoatendido pelo Hospital”, afirma a assistente social Ângela Maria Dias Nunes e Oliveira. Assistência Social HUCF DeacordocomÂngelaOliveira, quando há um paciente idoso ou deficiente físico (ou que em decor- rência apresente o risco de se tor- nar incapacitada para o trabalho – adulto ou criança), o serviço social éosetorresponsávelparaacessar os direitos sociais dessa pessoa, naorientaçãoaopreenchimentode documentações necessárias e monitorando o processo junto ao INSSenquantoessepacienteesti- ver no HUCF. “Quando o paciente saidoHospitalmuitasvezesopedi- dodebenefíciojáfoiconcedidoeele então passa a receber um salário mínimoparasuamanutençãobus- candoaautonomiaeemancipação cidadã”, afirma a assistente social do HUCF. Para requerer o BPC, a pessoa idosa ou a pessoa com deficiência deveapresentaroCadastrodePes- soaFísica–CPF,sejáopossuire, pelo menos, um dos seguintes do- cumentos: certidão de nascimento oucasamento;certificadodereser- vista (sexo masculino); carteira de identidadeecarteiradeTrabalhoe Previdência Social - CTPS. O re- querente deverá apresentar tam- bém o comprovante de residência e os documentos de identificação doscomponentesdafamília. CASA DE APOIO SANTA BERNADETE Maisumaetapadaconstrução da nova sede é concluída AnovasededaCasadeApoio SantaBernadetecomemoramais uma etapa concluída da constru- ção.IdealizadapeloPadreTião,a casaéumaassociaçãofilantrópi- cafundadaem1ºdejulhode2000 econtacomumaequipecomple- ta(enfermeiros,nutricionistas,psi- cólogos,assistentessociais,fisio- terapeutas, etc) que busca aten- derportadoresdecâncersemdis- tinção de qualquer natureza. Se- gundoapresidente,KarlaMalvei- ra, “na Casa Santa Bernadete a diretoriatrabalhacomcompromis- so em prol de fornecer um servi- ço de qualidade e que atenda a todos da melhor maneira possí- vel”. DeacordocomNewtonFiguei- redo,vice-presidentedainstituição, oobjetivodestaéacolherpacien- tesdiagnosticadoscomcâncer,de MontesClaroseregião,eprestar serviços diversos. “Quanto mais se aprova e valoriza trabalhos, açõeseestabelecimentoscomessa finalidade,maioressãoosbenefíci- os, sejam eles para os pacientes, seusfamiliares,municípioeregião”. Dentre os serviços realizados pelaentidade,estão:esclarecimen- toseatendimentoscontinuadosaos usuários e seus acompanhantes, açõespreventivas,momentosdela- zer,concessãodecestabásicaea promoção da saúde. Para quem deseja contribuir, qualquerajudaébem-vindaeim- portanteparamanteroestabeleci- mento.Telefone:(38)3222-6055 NOVA SEDE da Casa de apoio Santa Bernadete tem mais uma fase concluída DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO
  6. 6. JORNAL DE NOTÍCIASMONTESCLAROS,QUINTA-FEIRA,23DEABRILDE201566666 ----- ECONOMIA Ajuste fiscal deve ficar em R$ 60 bilhões Onúmerohojemaisforteparaocorte dasdespesasdoOrçamentodaUniãoé de R$ 60 bilhões. O corte definitivo só seráanunciadoemmeadosdemaio,mas jáháumentendimentonaáreaeconômi- ca do governo de que dificilmente será possívelfazerumcontingenciamentomai- or das despesas, na faixa entre R$ 70 bilhões e R$ 80 bilhões, como chegou a circular em Brasília e no mercado finan- ceiro. Fontes informaram ao Broadcast, serviço em tempo real daAgência Esta- do, que a percepção do próprio ministro da Fazenda, Joaquim Levy, é de que “não é possível muito mais”. O Ministé- rio da Fazenda conta um reforço de R$ 30bilhõesemreceitasadicionais. O reforço nas receitas virá de diver- sas fontes, como os leilões da área de seguridade da Caixa Econômica Fede- ral,dafolhadeservidoresdaUniãoede outorgas de trechos de ferrovias já con- cluídasouemfasefinaldeconclusão. Ogovernotambémcontacomrecei- ta adicional proveniente da elevação da carga tributária, como o alta da PIS e Cofinsincidentenasreceitasfinanceiras -medidajádivulgada,comarrecadação. Outrosaumentosestãoemestudoepo- derãoseranunciadosembrevepeloMi- nistériodaFazenda. Na mira, estão as instituições finan- ceirasquepoderãoterelevadaaContri- buição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Com o corte definitivo e as receitas adicionais,ogovernoavaliaserpossível garantirametafiscaldesuperávitprimá- rio de R$ 55,3 bilhões prevista para o governo federal em 2015. O superávit primárioéaeconomiaqueogovernofaz para pagar os gastos com os juros da dívida pública. Um esforço fiscal de R$ 11bilhõeséesperadoparaosEstadose municípiosparagarantirametafiscaldo setorpúblicodeR$66,3bilhões,de1,2% do Produto Interno Bruto (PIB), prometi- dapelaequipeeconômica. NadiscussãodaJuntaOrçamentária para a definição da Lei de Diretrizes Or- çamentárias (LDO) de 2016, o ministro Levy conseguiu manter a meta fiscal de 1,2% para 2015 e de 2% para o ano que vem. Havia dentro do governo pressão para a redução das metas. “As metas estãofirmesefortes”,disseumafonteda áreaeconômica. Tampão Ogovernovaieditarumdecretotam- pãodecontingenciamentodasdespesas atéqueocortedefinitivosejaanunciado. O novo corte provisório está em linha com o decreto publicado em janeiro que limitou a 1/18 (um dezoito avos) o valor dos gastos mensais do total previsto no Orçamentode2015. O decreto temporário é necessário porque,depoisdeaLeiOrçamentáriater sido sancionada pela presidente Dilma Rousseff,osempenhosdedespesases- tãoliberados,deixandodevalerodecreto anterior. Após a sanção do Orçamento pela presidente, o governo tem 30 dias corridosparapublicarodecretodecontin- genciamentodefinitivo. O relator do orçamento de 2015, se- nadorRomeroJucá(PMDB-RR),afirmou que é favorável à decisão do governo de editarumdecretotampãoemquesegura osgastosdoExecutivoatéocontingenci- amentoprevistoparamaio. “É natural que o governo se previna para cortar gastos e conter custos com o decreto.Ésalutarqueogovernofaçaisso”, disseosenadorpeemedebista. Uma das novidades que a AMIS reservou para os supermercadistas das regiões Norte e Noroeste do Es- tado é o Sevar Express. Um encon- tro compacto, realizado em um dia, masquenãoperdesuaessênciaque é reunir as principais lideranças do setorparaavaliaçãodomomentoeco- nômico,posicionamentoempresarial e tomada de decisões. O Sevar, que jásetornoureferênciadoautosservi- ço no estado mineiro, é o segundo encontrodeinteriorizaçãoqueaenti- dade realiza neste ano. A primeira edição do Sevar Ex- pressserárealizadaemMontesCla- ros, no Norte de Minas no dia 19 de maio. No dia 27 do mesmo mês, é a vez de Paracatu receber o Sevar Express. Será a primeira vez que a região Noroeste abrigará um evento dosetorsupermercadista. Para Paulo Elmo, VPR daAMIS em Montes Claros, a mudança mos- tra que a AMIS procura estar com uma gestão mais integrada com os varejistasnascidadesmaisdistantes da Capital e quer atender também o supermercadista que não pode dei- xaraoperaçãodalojapormuitotem- po. “O Sevar foi remodelado para estaraptoarecebervarejistasdestas duas regiões com maior conforto e qualidade no atendimento, onde as pessoas poderão ficar por dentro de tudo o que acontece no segmento varejista no Brasil e no mundo”, afir- ma. A escolha de Montes Claros para a realização do evento é justificada pelarepresentatividadeetradiçãono setor supermercadista. Montes Cla- ros comporta tanto grandes redes como a Rede Bretas, Rede BH, ata- carejos como a VilleFort e o MartMi- nas, além de empresas de médio porte como o supermercado Super Kilo e Supermercado Oceano e os pequenos supermercados e peque- nas mercearias. Palestras Para que o evento no formato compactonãoperdessesuaconsis- tência, a AMIS investiu pesado na gradedepalestras.Tradicionalmen- te, o Sevar envolve momentos dis- tintos,asaber:qualificaçãoefeira.O que não foi prejudicado no formato compacto.Paraaqualificaçãoneste perfil está previsto um workshop so- bre as rotinas do gerente e do en- carregado de loja, além das pales- tras sobre prevenção de perdas e sobreatitudesvencedorasnavidae nos negócios. O momento de relacionamento comofornecedortambémfoimanti- do, e será grande motivador de ne- gócios e se consolidará como novo palco de lançamentos e novidades para os varejistas da região. Os supermercadistas que com- parecerem ao evento terão novida- des,lançamentosetendênciaspara abasteceremosestoques,qualifica- rem seus serviços e atualizarem as lojas.Assim,aentidadepretendees- timular a concretização de negócios já na feira, e também aquelas con- versaçõesquesãoiniciadasnoeven- to e se concretizam posteriormente. OobjetivodadireçãodaAMISéajus- tar o evento às demandas dos diver- sos perfis de participantes, tanto da indústriaquantodovarejo.Diretores, gestores,encarregadoseoutrospro- fissionaisquebuscammaisconheci- mentoeinformaçãoterãoumaagen- daespecialnoSevar,comatividades focadasnoempresárioenoscolabo- radores que estão no dia a dia das decisões.Asinscriçãopodemserfei- tas no site daAmis ou pelo telefone (31) 2122-0567, ou email: apoioaocliente@amis.org.br Sevar chega em maio ao Norte de Minas OencontrocompactodesupermercadistasaconteceráemMontesClaros,nopróximodia19 Mais de 100 feiras em Minas contam com apoio da Emater Modalidade de mercado varejis- ta, com periodicidade semanal, que geralmente ocorre em espaços aber- tos, destinados à venda de produtos agropecuários, as feiras livres têm merecido especial dedicação e incen- tivo da Empresa de Assistência Téc- nica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), em todo o estado. Em parceria com municípi- os, Secretaria de Estado de Agricul- tura, Pecuária e Abastecimento (Se- apa) e outras instituições públicas e privadas, a empresa mineira vem de- senvolvendo ações com o objetivo de fortalecer e qualificar a inserção dos agricultores familiares neste ca- nal de comercialização. Um exemplo é a distribuição de kits do Programa Minas Sem Fome, que já ajudou a organizar e padroni- zar 104 feiras do tipo no estado, em 101 municípios, beneficiando 2.800 agricultores familiares com 1.100 bar- racas. Além das barracas, os kits são compostos por jalecos e balanças di- gitais. “Tradicionalmente, a Emater-MG tem participação efetiva na organiza- ção e implantação dessas feiras no Estado”, informa o gestor do projeto de feira livre do Minas Sem Fome, o coordenador técnico estadual, Ade- mar Moreira Pires. Segundo o coordenador, a agri- cultura familiar tem uma produção di- versificada, porém ainda pouco inte- grada às cadeias produtivas, “a feira livre é uma iniciativa que valoriza a identidade regional, gera trabalho, ocupação e renda e receitas que di- namizam a economia dos pequenos municípios”. Além das feiras no interior, a Ema- ter-MG também acompanha agricul- tores que expõem seus produtos na Feira da Agricultura Familiar e Urba- na da CidadeAdministrativa, sede do Governo de Minas, em Belo Hori- zonte. A feira, que acontece às sex- tas-feiras no prédio Gerais, conta com dez barracas. Os pequenos produ- tores são de Belo Horizonte, Saba- rá, Ibirité, Contagem e Sete Lagoas. ProgramadeEducaçãoAmbientalda 'Barragem I' mostra bons resultados PROJETO JEQUITAÍ O Programa de Educação Ambi- ental da Barragem I do Projeto Je- quitaí tem como objetivo construir va- lores sociais, conhecimentos e atitu- des voltados para a conservação do meio ambiente. Dentre as ações já executadas pelo Programa, desta- cam-se as ações de formação em educação ambiental de professores da rede pública de ensino dos muni- cípios de Claro dos Poções, Francis- co Dumont e Jequitaí. O conteúdo repassado aos pro- fessores são retransmitidos aos alu- nos, fortalecendo a prática da Edu- cação Ambiental nas Escolas, que, segundo os parâmetros curriculares do Ministério da Educação, é uma disciplina transversal, devendo ser ministrada em todos os níveis e mo- dalidades de ensino. A ilustração representa a forma que essa transmissão de conheci- mento é realizada. Em outubro de 2014, professores da rede pública de ensino de Francisco Dumont par- ticiparam do módulo do Programa sobre “Bacias Hidrográficas”. Outras atividades desenvolvidas merecem destaque, entre elas, a ela- boração de gráficos com a indicação do consumo de água nas escolas, redação de poesias. Os alunos têm aprendido mais sobre a hidrografia da região Ainadimplênciadasempresasaumen- tou 7,9% em todo o País no primeiro tri- mestrede2015,emcomparaçãoaomes- mo período de 2014, de acordo com da- dos da Boa Vista SCPC. Na compara- çãocomotrimestreimediatamenteanteri- or, o avanço foi de 3,1%, expurgados os efeitossazonais. E no acumulado dos últimos quatro trimestresaelevaçãoéde5,7%,oritmo mais forte desde o quarto trimestre de 2012 (7,5%). "Após dois anos de relativa estabili- dade,ainadimplênciadasempresasen- frenta um novo período de aceleração, principalmentepelocenáriodeforteincer- teza econômica com retração industrial, perspectivadeestabilidadedocomércio, fortedesaceleraçãodocrédito,níveisal- tos de inflação, entre outros fatores", di- zemosanalistasdaBoaVistaemnota.A expectativadaempresaédeque,aolon- gode2015,ofluxodeempresasinadim- plentescontinuecomtendênciadealtae encerreoanoacimadopatamarobserva- doem2014.Oindicadordeinadimplência das empresas mede a variação de ocor- rênciasderegistrodeinadimplênciapara CNPJnotrimestre,considerandoaponta- mentosdechequesdevolvidos(2ªdevo- lução), títulos protestados e registros de débitos vencidos e não pagos. CONHEÇAONOVOPORTALDOJORNALDENOTÍCIAS ACESSE JNNOTICIAS.COM Está no ar o nosso novo site, ainda maispráticoecompletocomas principaisinformaçõesdeMontes ClarosedoNortedeMinas! Inadimplênciadasempresascresceu7,9% As feiras livres beneficiaram 2.800 agricultores de Minas Gerais Para o Ministro Joaquim Levy, R$ 60 bilhões é o limite do corte MINAS SEM FOME A escolha da cidade é justificada pela representatividade e tradição no setor supermercadista
  7. 7. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIAS MONTESCLAROS,QUINTA-FEIRA,23DEABRILDE2015 CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7CIDADE - 7 Por intermédio do Programa de Resi- dência de Enfermagem em Saúde da Mu- lher, a Universidade Estadual de Montes Claros(Unimontes)integraráasatividades locais alusivas à Semana Mundial do Res- peito ao Nascimento, comemorada em maio. Em parceria com a Secretaria Muni- cipaldaSaúde,ainstituiçãorealizará,entre Enfermagemadereaeventomundial PARTO NORMAL Se o governo decidir aumentar o preço da conta de luz para estimular a economia de energia elétrica, a maioriadosbrasileirosdeverádesa- provar a medida, segundo pesquisa do DataSenado divulgada nessa quarta-feira (22) em reunião da Co- missãodeServiçosdeInfraestrutura VoltouachoverforteemMontes Claros,namanhãdeterça-feira(21), feriadodoDiadeTiradentes.Arápi- da precipitação de apenas 5 minu- tos ocorreu apenas na zona norte da cidade. Entretanto, há previsão de mais chuvas para os próximos dias no município.As ocorrências registradasnestemêsjásuperaram amédiadeabril,queéde41.6mm. Mas, de acordo com a Somar Meteorologia, há possibilidade de MontesClarosrecebermais96mm atéodia30,contandocomos9mm esperados para ontem, e mais 8mmnoprimeirodiademaio.Com isso,omunicípiopoderáfecharabril com cerca de 150mm de chuvas, fato a ser comemorado. PREVISÕES Segundo o instituto, um maior avançodefrentesfriasdoSulpara o Sudeste trouxe uma mudança para as condições do tempo. As pancadasdechuvaretornarampara algumas áreas e a tendência de chuva para os próximos 15 dias também indicam uma condição de mais chuva para áreas como Mi- nas Gerais e São Paulo. Para esta terça-feira(23/4),háchancedecho- ver 3mm em Montes Claros, mais 9mm amanhã, 12mm no sábado, 9mm no domingo, 5mm no dia se- guinte,14mmnaterça-feira,18mm na quarta, 17mm na quinta e 8mm os dias 18 e 28, uma exposição de fotos com base nas atividades da Rede Social Parto do Princípio.Aprimeira intervenção aconteceránaPraçaDoutorCarlosVersia- ni,Centro,entreosdias18e22. A programação seguinte será nas de- pendências do Ibituruna Shopping Center, de 22 a 28 de maio.Além das exposições na Praça e no Shopping, a programação prevê também sessões comentadas do fil- me “O Renascimento do Parto” em vários pontos de Montes Claros.ASemana Mun- dial do Respeito ao Nascimento foi criada pelo“EuropeanNetworkofChildbirthAsso- ciations” e, a exemplo da Semana Interna- cional doAleitamento em Relação àAma- mentação, visa a promover o parto normal respeitoso. NoBrasil,épromovidapelaRedeSoci- al Parto do Princípio – Mulheres em Rede pela MaternidadeAtiva. “Acomemoração dá espaço e oportunidade em promover ações ao público que evidenciam o parto normal.As imagens [programadas para a exposição]ressaltamabelezadopartonor- mal,oapoiocontínuoàparturiente,ocontato pele a pele com o recém-nascido e o em- poderamentodaparturienteesuafamília”, pontua a professora Sibylle Vogt Campos, do departamento de Enfermagem da Uni- montes e doutora em Epidemiologia em SaúdePública. noDiadoTrabalhador. Porsuavez,oClimatempotam- bém prevê 96mm de chuvas para omunicípio,contandocomos8mm aguardados para ontem, mas com volumesdiferentes:8mmparahoje, 11mm para amanhã, 16mm para o dia seguinte, 32mm para sexta, 30mm para sábado, 2mm para o dia seguinte, 13mm para segunda e 4mm para a terça-feira (30). No período,atemperaturamáximade- verá cair dos 33ºC registrados na tardedessaquarta-feira(22/4)para 27ºCeamínimaoscilarentre20ºC e21ºC.Jáaumidaderelativadoar, que ontem chegou a 34%, deverá oscilar entre 43% e 89%. MINAS GERAIS AprevisãoparaoEstado,nesta quinta-feira,segundooSistemade Meteorologia e Recursos Hídricos de Minas Gerais (Simge), é de céu parcialmente nublado com panca- das de chuva em todo o território. As temperaturas diurnas deverão ficarestáveis,devidoàaltacobertu- radasnuvens.Talsituaçãofavore- ceráparaqueosíndicesdeumida- derelativadoarestejamaltosàtar- de. Em Belo Horizonte e nas Baci- as dos Rios Doce e Sapucaí, o dia deverá ser de céu parcialmente nublado com pancadas de chuva acompanhadasdetrovoadas. Populaçãodesaprovaaumento decontaparareduzirconsumo (CI). Mas se a saída para reduzir o consumo de eletricidade for a de in- centivarafabricaçãodeeletrodomés- ticosqueevitemodesperdício,ainda que mais caros, o apoio da maior parte da população estará garanti- do: 86% dos brasileiros veem com bons olhos a iniciativa.Acriação de leis que obriguem a fabricação des- sesaparelhostambémépositivapara 65% dos entrevistados. Apesquisadeopiniãosobreoque pensamosbrasileirosarespeitodas políticasenergéticasnoPaís,feitapelo DataSenadoemparceriacomaUni- versidade de Columbia (EUA), tam- bém revelou que 85% dos respon- dentesconcordaramtotalouparcial- mente em que o Brasil invista mais em fontes de energia renováveis como eólica e solar. Um número um pouco menor, mas ainda represen- tativo de indivíduos apoiam que em- presas de energia sejam obrigadas ainvestirnessasfontes:68%.Thiago Cortez Costa, assessor da Secreta- ria da Transparência do Senado, apresentoudetalhessobreoestudo, realizado entre 3 de fevereiro e 2 de março, com 1.166 entrevistados em todooPaís. “O brasileiro está disposto a pa- garmaispelomelhorusodaenergia produzida, com menos desperdício. Mas, por outro lado, ele não aceita o aumentodacontadeluzcomopolíti- ca para controlar o consumo”, resu- miuCosta.Perguntadossobreapos- sibilidade de o governo aumentar o preçodacontadeluzparaobrasilei- ro economizar mais energia, 79% dos participantes alegaram discor- dância parcial ou total. A maioria (66%) discordou totalmente dessa medida. Dos demais respondentes, 6% concordaram totalmente, 12% concordaramparcialmentee3%nem concordaram,nemdiscordaram. Já quando questionados sobre o governo aumentar o preço da conta de energia para que as indústrias economizemmaisenergia,38%dis- seramconcordartotalouparcialmente e 55% mostraram-se contrários a essa medida total ou parcialmente. Participantesquedisseramnãocon- cordar,nemdiscordarcompõem6% da população. Entreaspessoascommaisde10 saláriosmínimosderendaindividual bruta,61%discordaramtotalmentee 12% discordaram parcialmente do aumentodacontadeluzparaindús- trias,totalizando73%dediscordância nessa faixa de renda. Para pessoas sem renda ou com renda até 2 salá- rios mínimos, a manifestação de discordância(totalouparcial)foiapre- sentada por 40% e 51%, respecti- vamente. IMPOSTOS Apesquisaprocurouaindaconhe- ceraopiniãodosentrevistadosares- peito da seguinte informação: “Au- mentar impostos sobre carvão, gás naturalepetróleotornariaessasfon- tes de energia mais caras, contudo poderiareduzirodanoqueelascau- sam ao meio ambiente”. Ao opinar sobreotema,47%dosrespondentes manifestaramdiscordânciatotalaessa medida e 19% discordaram parcial- mente. Minoria de 8% concordou to- talmente e 17% concordaram parci- almente;10%nãoconcordaramnem discordaram. Emrelaçãoaogovernoserores- ponsávelporfixarospreçosdeener- gia, e não as empresas privadas, 37% se opuseram total ou parcial- mente,47%manifestaramapoiototal ouparciale14%disseramnãoapoi- ar nem se opor. Observa-se que, entre os respondentes mais jovens (de 16 a 19 anos), o apoio a essa responsabilidade do governo, de 31%, é menor que nas demais fai- xas etárias. Parte dos entrevistados (43%) apoia total ou parcialmente que as empresas de energia pertençam ao governo, em vez de pertencerem à iniciativa privada.Aoposição a esse fato, também total ou parcial, alcan- çou 38% dos entrevistados; 16% nem apoiam nem se opõem e 2% não souberam ou não quiseram res- ponder. TECNOLOGIAPARA EVITAR DESPERDÍCIO Após escutarem a frase “Alguns eletrodomésticosmodernosajudama economizar energia e a reduzir a emissãodegasespoluentes,porém são mais caros”, a opinião apresen- tada sobre o Brasil investir mais na fabricaçãodesseseletrodomésticosfoi de 86% de concordância, sendo 60% total e 26% parcial; 5% afirma- ramnemconcordar,nemdiscordare 8%discordaramtotalouparcialmen- tedemaisinvestimentonessaárea. Quanto à criação de leis para obrigarafabricaçãodeeletrodomés- ticosqueconsumammenosenergia, mesmo que esses aparelhos sejam maiscaros,aconcordânciaémenor, ainda que também atinja a maioria (65%);25%discordaramdessaobri- gação e 9% nem concordaram nem discordaram.Respondentestambém opinaramsobremedidoresdeluzmo- dernos que ajudam a evitar o des- perdício de energia e a melhorar a redeelétrica.Mesmoqueessesme- didores possam deixar a conta de luz mais cara, como informado aos cidadãos,55%concordaramtotalou parcialmente que as empresas de energia invistam mais na instalação desseequipamento.Entreospartici- pantescommaisde10saláriosmíni- mos de renda, 73% concordaram comoinvestimento:41%totalmente e 32% parcialmente. METODOLOGIA AspesquisasdoDataSenadosão feitas por meio de amostragem com entrevistas telefônicas.Apopulação consideradaéadecidadãoscom16 anosoumais,residentesnoBrasil,e comacessoatelefonefixo.Amargem de erro admitida é de três pontos percentuais para mais ou para me- nos.Oníveldeconfiançautilizadonos resultados da pesquisa é de 95%. Issosignificaqueseforemrealizadas 100 pesquisas com a mesma metodologia, aproximadamente 95 terão os resultados dentro da mar- gem de erro estipulada. ENERGIA ELÉTRICA Abrilpoderáterminarcom maisde150mmdechuvas METEOROLOGIA prevê mais chuvas para Montes Claros e brasileiro desaprova aumento da conta de energia elétrica GEORGE NANDE
  8. 8. JORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASJORNAL DE NOTÍCIASMONTESCLAROS,QUINTA-FEIRA,23DEABRILDE201588888 - V- V- V- V- VARIEDADESARIEDADESARIEDADESARIEDADESARIEDADES UMA DAS MAIORES REDES DE FRANQUIAS DO MERCADO DE EDUCAÇÃO BRASILEIRO OFERECE UMA DE SUAS UNIDADES , EM OPERAÇÃO HÁ QUASE 04 DÉCADAS EM MONTES CLAROS, COMPLETAMENTE EQUIPADA, COM AMPLA E SÓLIDA CARTEIRA DE ALUNOS . TELEFONE 9979-4563 OPORTUNIDADE PREÇOS A PARTIR DE 330 mil com ENG /PROPRIETARIO APARTAMENTOSNO JARDIMSÃOLUIS VENDE-SE 3 QUARTOS,(1SUITE) SALA/ COPA,..ACABAMENTO DE PRIMEIRA,CHURRASQUEIRA E AREA GOURNET, 2 VAGAS 80 a 110 mt2 PREDIO COM 6 APTOS. AREA DE 80 a 110 MT2 - Aceita veículo no negócio. TEL CONTATO 99867006 Local: Rua Tiradentes, 765 Sl 401 Centro Montes Claros/MG. Leilão Data: 28/04/2015 Horário: 09:00 Hs Veículos: Motocicletas Honda, caminhoneta Ford F1000 Turbo, VW Parati, Fiat Prêmio, M. Benz ônibus 1318. Equipamentos salão: Autoclave Lister, aparelho bronzeamento por vaporização, compressor, lavatórios, cadeiras manicure, macas, aparelho Pelling. Outros: 500 fardos de feijão; sistema de segurança de vídeo com 09 câmaras, geladeira, carteiras escolares , escorregador de plástico, balanço, garrafa de cachaça Havana Equipamentos padaria: Forno, batedeira, cilindro, amassadeira. Sinal: 100% Comissão: 5% INFORMAÇÕES: (38) 3221-5324 / 9125 4664 /9909-7240 www.marcusviniciusleiloes.com.br / marcusviniciusleiloes@yahoo.com.br MARCUS VINICIUS DA SILVA LEILOEIRO OFICIAL LEILÃO PÚBLICO JUSTIÇAFEDERAL DEMONTESCLAROS/MG3ªVara IMPACTO MANCHETE DO DIA PEREGRINO GOSTOU PEREGRINO NÃO GOSTOU & Cretininha RAPIDINHA ABRAÇOS GRAN FINALE FOTORISO VERDADES & MENTIRAS – Depois de muito ver, ouvir e analisar cheguei a conclusão que os homens se comunicam insultando uns aos outros, mas não é verdade. Mulheres se comunicam elogiando umas as outras, mas também não é verdade. Portanto... CADÊ –Apergunta que não quer calar, cadê aquele pessoal que nesse ano iria mudar de vida e deixar as coisas velhas para trás? Respostas para o e- mail do Peregras. FEIURA – Ninguém merece aquele tipo de pessoa que é feia e ainda zoa outras pessoas feias. É muito difícil! BLÁ blá blá abobrístico feito dia desses aí, pelo folclórico Vicente Catanduba, o Duba, e que merece registro: “Karoba, fui no supermercado e vi um salgadinho com o dizer “150g GRÁTIS”. Abri o pacote, comi as 150g e deixei o restante na prateleira”. Toim! ESCRITA - Quando vejo colegas de faculdade escrevendo no Facebook “agente”, “naonde”, “concerteza”... percebo que venci na vida. Saída pela esquerda! WATSAPP - Está se sentindo muito feliz, não é? Então vai lá e abre o WhatsApp do seu namorado, que é certeza que essa felicidade toda passa. Fui! PESAR – Comunidade Figueirense foi surpreendida na madrugada de terça-feira, com o falecimento de Mara Letícia, esposa do amigo Rogério Diamantino Neves e filha de Miguel de Ducho. Que o Bom Deus tenha reservado uma das suas muitas moradas para Mara. Que Deus ilumine e console a vida da família. GENTILEZA E CAVALHEIRISMO Karoba, se um homem faz uma gentileza a uma mulher ele é cavalhei- ro. E se uma mulher faz uma gentileza, o que ela é? – Plínio KAROBA – Ora, Plí- nio, Deve ser égualheira? RELACIONAMEN- TO Peregrino da notícia, Que análise que você faz do relacionamen- to? – Enilda Karoba – Cara Enil- da, Relacionamento é igual videogame, se joga com duas pes- soas, mas sempre tem aquela terceira pessoa esperando um perder para entrar no lugar. DINHEIRO Karoba, O dinheiro é a des- graça do povo? – Roni KAROBA – Roni, meu querido, Pode ser, mas você já viu o sorriso no rosto de quem acha 1 real? QUEMLÊACOLUNAKAROBA A chiquetérrima CÁSSIA é leitora assídua da coluna e karobana de carteirinha e presença garantida na edição 2015 do BAIÃO DE DOIS DO KAROBA, em agosto. Very chique!. DE saber que o presidente da Amams, César Emílio, recebeu a Medalha da Inconfidência. Içá!! DA má conservação das calçadas da terra de Figueira. Alguma coisa precisa ser feita! “Eu mando ele, o Nelson Mandela” Calma, Eu Posso Explicar O homem contou para o amigo que encontrou a mulher na cama com um halterofilista. — E o que você fez, rapaz? Quais as medidas que você tomou? — Panturrilha 45, bíceps 67 e peito 148. FINALIZANDO A COLUNA desta quinta-feira, abraços para André Fernandes, Anna Carolina Barbosa Ribeiro, Billy Idol, Cidinha Malveira, Rômulo Romsoft, Carly Simon e Renato Lozu. Sexta-feira que vem tem mais. Bye! “Às vezes a resposta é a própria pergunta.” “Quer um final feliz? Coloque Deus no início” BAIÃO DE DOIS DO KAROBA – Em tarde de festa e confraternização, com direito a eleição da Glamoucréia, um júri de responsa formado por José Braga, Maíza Rodrigues, Deputada Raquel Muniz, Rose Aquino, Ritinha Maluf, Zila “Showdy”, Bia Andrade, Eliane Bispo e Maurina Mota O presidente da Amams, César Emílio, foi um dos homenageados com a Medalha dos Inconfidentes, na terça-feira 21/04, em ouro. Aqui em pose com a esposa Mércia Brito e o filho Lício César VERSÃOON-LINE acessewww.jnnoticias.com Pça. Flamarion Wanderley, nº 101 - Bairro São José JÁ COMPLETOU 33 ANOS QUE OS FAMILIARES DO NELSON DAMASCENO MURÇA ESTÃO PREFERINDO MORRER PERDENDO DO QUE VIVER GANHANDO FINANCEIRAMENTE OS BENS DA FAMÍLIA. NELSON DAMASCENO MURÇA COMUNICADO

×