Projeto arte e africanidades

16.954 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.954
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
234
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
447
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto arte e africanidades

  1. 1. PROJETO COLÉGIO ESTADUAL PINTO DE AGUIAR ARTE E AFRICANIDADES Professores: Alfredo Luiz Pacheco, Luis Augusto Santiago e Nadege Peixoto. Google imagens
  2. 2. JUSTIFICATIVA Este projeto pedagógico surge para tirar do anonimato a verdadeira história da África e de seu povo, bem como abrir um leque de discussões em torno da diversidade cultural existente em nosso país, a fim de que essa diversidade seja respeitada e valorizada. Google imagens
  3. 3. OBJETIVO Tratar da importância e valorização da cultura negra dentro da escola, criando espaços para manifestações artísticas que proporcionem reflexão crítica da realidade e afirmação positiva dos valores culturais negros pertencentes a nossa sociedade. Google imagens
  4. 4. CONTEÚDO INTERDISCIPLINAR <ul><li>Educação Artística: </li></ul><ul><li>- Estudo da arte de origem africana e afrodescendentes. </li></ul><ul><li>- Estudo dos grandes artistas negros do Brasil. </li></ul><ul><li>Língua Portuguesa: </li></ul><ul><li>- Influências africanas no vocabulário e literatura brasileira. </li></ul><ul><li>- Estudo dos escritores / poetas africanos e negros brasileiros. </li></ul><ul><li>História: </li></ul><ul><li>- História e cultura da África pré-colonial e sua influência no Brasil. </li></ul><ul><li>- Grandes líderes políticos negros no Brasil e no mundo. </li></ul><ul><li>Geografia: </li></ul><ul><li>- Estudo da geografia da África, suas riquezas naturais e humanas. </li></ul><ul><li>- Estados brasileiros onde a presença cultural do negro foi primordial. </li></ul><ul><li>Matemática: </li></ul><ul><li>- Estudo de tabelas, percentuais, dados estatísticos. </li></ul><ul><li>Ciências: </li></ul><ul><li>- Estudo da formação genética do povo brasileiro. </li></ul><ul><li>- Composição nutricional da culinária africana. </li></ul><ul><li>Educação Física: </li></ul><ul><li>- Estudo da capoeira, maculelê e ritmos. </li></ul><ul><li>Redação: </li></ul><ul><li>- A identidade, a ética, o respeito e a diversidade cultural </li></ul>Google imagens
  5. 5. PRODUÇÕES E APRESENTAÇÕES Produções Artísticas: -Pinturas, esculturas, mosaicos, danças, músicas, dramatizações. Produções Literárias: - Histórias ilustradas, poemas, crônicas, prosas, quadrinhos. Produções Tecnológicas: -Vídeos (entrevistas e documentários), blogs, slides, fotos, ilustrações. Google imagens
  6. 6. AVALIAÇÃO - As produções e apresentações relativas ao projeto serão avaliadas durante o processo das aulas e realização das atividades pelos professores nas diversas disciplinas. Google imagens
  7. 7. RECURSOS DE APOIO - História e Cultura Africana e Afro Brasileira. - Arte Africana. - Artistas Plásticos da Bahia. - Textos, vídeos e filmes. - Visitações a Museus e Fundações. - Sites de pesquisa. Google imagens
  8. 8. Arte e africanidade
  9. 9. Produção de arte
  10. 10. Mascaras africanas
  11. 11. ESCULTURAS
  12. 12. Pintura afro
  13. 13. Senhor Deus dos desgraçados! Dizei-me vós, Senhor Deus! Se é loucura... se é verdade Tanto horror perante os céus?! Ó mar, por que não apagas Co'a esponja de tuas vagas De teu manto este borrão?... Astros! noites! tempestades! Rolai das imensidades! Varrei os mares, tufão! Quem são estes desgraçados Que não encontram em vós Mais que o rir calmo da turba Que excita a fúria do algoz? Quem são? Se a estrela se cala, Se a vaga à pressa resvala Como um cúmplice fugaz, Perante a noite confusa... Dize-o tu, severa Musa, Musa libérrima, audaz!... São os filhos do deserto, Onde a terra esposa a luz. Onde vive em campo aberto A tribo dos homens nus... São os guerreiros ousados Que com os tigres mosqueados Combatem na solidão. Ontem simples, fortes, bravos. Hoje míseros escravos, Sem luz, sem ar, sem razão. . . Poema “Navio Negreiro” (Castro Alves)‏
  14. 14. AGRADECIMENTOS: - Curso de Introdução à Educação Digital – Linux. - Professores Orientadores (Suzana e Gabriela). - Colegas cursistas.
  15. 15. Fim

×