SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
A diversidade cultural do Brasil está
fortemente ligada à cultura africana e foram
transmitidas crenças, costumes e religiões.
Com as crianças, não foi diferente.
Será que vocês conhecem e já vivenciaram???
As brincadeiras que você vai ver, precisam de
poucos recursos e são mais conhecidas do que se
imagina. Confira algumas delas:
PICULA OU PEGA-PEGA
Esse jogo é chamado na Bahia
com um nome em Iorubá-Picula.
Grupo escolhe quem vai ser o
pegador, os participantes correm
livremente enquanto o pagador
tenta pegá-lo. Quando isso
acontece, quem foi pego é o
próximo pegador.
BARRA
MANTEIGA
O grupo deve ser dividido em dois. Traçar uma
linha com mais ou menos 5 metros de
distância uma da outra. Os dois grupos
posicionam-se atrás da linha. Todos devem
estar colocados com a palma da mão para
cima, os braços dobrados na altura da cintura.
O jogador bate nas mãos dos jogadores
adversários levemente, até que escolhe um e
bate mais firmemente e corre para sua linha.
O jogador escolhido deve persegui-lo na
tentativa de pegá-lo, entretanto não pode
ultrapassar a linha do adversário. À medida
que os jogadores forem sendo pegos, vão
sendo aprisionados no time oposto, ganha
quem aprisionar um número maior de
adversários.
CHICOTINHO
QUEIMADO
Jogo de roda e corrida onde circula um
chicotinho que é arremessado nas
pernas de quem perde o jogo. Como a
brincadeira é a crônica da vida, presume-
se que essa brincadeira de alguma forma
é alusiva ao castigo atribuído aos
escravos. O que caracteriza a brincadeira
africana é a forma livre de brincar.
ESCRAVOS DE JÓ
É uma brincadeira de roda guiada por uma
cantiga bem conhecida, cuja letra pode
mudar de região para região. Para brincar, é
preciso no mínimo duas pessoas. Todos têm
suas pedrinhas e no começo elas são
transferidas entre os participantes,
seguindo a sequência da roda. Depois,
quando os versos dizem “Tira, põe, deixa
ficar!”, todas seguem a orientação da
música. No verso “Guerreiros com
guerreiros”, a transferência das pedrinhas é
retomada, até chegar ao trecho “zigue,
zigue, zá!”, quando os participantes
movimentam as pedras que estão em mãos
para um lado e para o outro, sem entregá-
las a ninguém. O jogador que erra os
movimentos é eliminado da brincadeira, até
que surja um único vencedor.
PULAR
CORDA
Preferida pelas crianças, tanto na versão
tradicional quando nas versões
diferenciadas em que a brincadeira é
guiada por alguma cantiga. Além de ser
divertida para o lazer, é uma atividade
excelente para exercitar o coração e a
coordenação motora. Pode ser praticada
tanto individualmente quanto em grupo,
quando duas pessoas seguram as pontas
das cordas e movimenta o instrumento
para que um ou mais participantes possam
pular. Quem esbarrar na corda sai da
brincadeira. Ou simplesmente perde, e
continua!
PULAR
ELÁSTICO
Para brincar, basta separar pelo menos 2
metros de elástico de roupa e dar um nó. É
necessário no mínimo 3 participantes: duas
para segurar o elástico e outra para pular. As
duas crianças que vão segurar o elástico ficam
em pé, frente a frente, e colocam o elástico
em volta dos tornozelos para formar um
retângulo. Daí, o participante da vez faz uma
sequência de saltos: pula para dentro, sobre e
para fora do elástico, tentando completar a
tarefa sem tropeçar. O grau de dificuldade
aumenta ao longo da disputa: o elástico ainda
deve subir do tornozelo para o joelho, cintura,
tronco e pescoço. Dependendo da altura das
crianças, o jogo vai ficando impraticável, mas
é o desafio que estimula a brincadeira!
Referências bibliográficas
http://www.ancorador.com.br/recreacao-esporte/brinacadeiras-
africanas-heranca-africana-nas-brincadeiras-de-criancas
http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2012/11/20-de-novembro-
dia-da-consciencia-negra
http://www.cirandandobrasil.com.br/?page_id=925
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf
CONTEÚDO PARA ENSINO ONLINE
ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO
DISCIPLINA: Informática e Internet
PROFESSOR: Leandro Libério
TUTORES: Gláucio Antonio Santos
ALUNA: Elisângela Sooma Silva
MATRÍCULA: 2014.10389

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento adaptação escolar por simone helen drumond
Planejamento adaptação escolar  por simone helen drumondPlanejamento adaptação escolar  por simone helen drumond
Planejamento adaptação escolar por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...Elisângela Sooma
 
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaResgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaMaria Vanderlan Rahal
 
Coletânea de Poemas
Coletânea de PoemasColetânea de Poemas
Coletânea de PoemasMariGiopato
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilSimoneHelenDrumond
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesSimoneHelenDrumond
 
Projeto Monteiro Lobato
Projeto Monteiro LobatoProjeto Monteiro Lobato
Projeto Monteiro LobatoCirlei Santos
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Luiza Carvalho
 
Projeto conscientização do transito
Projeto conscientização do transitoProjeto conscientização do transito
Projeto conscientização do transitoGisela Martin
 
Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1SimoneHelenDrumond
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.SimoneHelenDrumond
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individualstraraposa
 

Mais procurados (20)

Planejamento adaptação escolar por simone helen drumond
Planejamento adaptação escolar  por simone helen drumondPlanejamento adaptação escolar  por simone helen drumond
Planejamento adaptação escolar por simone helen drumond
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
Aula sobre Brincadeiras Africanas - Herança africana nas brincadeiras de cria...
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaResgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
 
Coletânea de Poemas
Coletânea de PoemasColetânea de Poemas
Coletânea de Poemas
 
Ed. física 1º ano
Ed. física 1º anoEd. física 1º ano
Ed. física 1º ano
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 
Projeto Monteiro Lobato
Projeto Monteiro LobatoProjeto Monteiro Lobato
Projeto Monteiro Lobato
 
Plano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambientePlano de aula meio ambiente
Plano de aula meio ambiente
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
 
Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42
 
FOLCLORICES DE BRINCAR
FOLCLORICES DE BRINCARFOLCLORICES DE BRINCAR
FOLCLORICES DE BRINCAR
 
Projeto conscientização do transito
Projeto conscientização do transitoProjeto conscientização do transito
Projeto conscientização do transito
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individual
 
Projeto: Ziraldo
Projeto: ZiraldoProjeto: Ziraldo
Projeto: Ziraldo
 

Destaque

Brincadeiras africanas
Brincadeiras africanasBrincadeiras africanas
Brincadeiras africanasaledalbo
 
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanasBrinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanasPerseu Silva
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãojaqueegervasio
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanalucianazanetti
 
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação InfantilIntroduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação InfantilElaineCristiana
 
Reconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaReconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaJana Bento
 
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturasSlide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturasCarina Soares Barroso
 
Projeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadesProjeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadescampacheco
 
Cartilha de Brincadeiras
Cartilha de BrincadeirasCartilha de Brincadeiras
Cartilha de Brincadeiraspublic
 
A influência negra nos jogos tradicionais
A influência negra nos jogos tradicionaisA influência negra nos jogos tradicionais
A influência negra nos jogos tradicionaismarasasse
 
Dia da Cosnciência Negra, 20 de novembro
Dia da Cosnciência Negra, 20 de novembroDia da Cosnciência Negra, 20 de novembro
Dia da Cosnciência Negra, 20 de novembroPaulo Selveira
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarmlourdes7
 

Destaque (20)

Brincadeiras africanas
Brincadeiras africanasBrincadeiras africanas
Brincadeiras africanas
 
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanasBrinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
 
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação InfantilIntroduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
 
Reconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfricaReconstruindo a áfrica
Reconstruindo a áfrica
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturasSlide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
Slide sobre Brincadeiras, jogos,danças de nossas culturas
 
Jogos Africanos
Jogos AfricanosJogos Africanos
Jogos Africanos
 
Projeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadesProjeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidades
 
Cartilha de Brincadeiras
Cartilha de BrincadeirasCartilha de Brincadeiras
Cartilha de Brincadeiras
 
Ch, nh e ch texto e revisão
Ch, nh e ch   texto e revisãoCh, nh e ch   texto e revisão
Ch, nh e ch texto e revisão
 
Segunda prova suely 2012
Segunda prova suely 2012Segunda prova suely 2012
Segunda prova suely 2012
 
Atividades ch e x
Atividades ch e xAtividades ch e x
Atividades ch e x
 
Modosbrincar
ModosbrincarModosbrincar
Modosbrincar
 
Festas populares
Festas popularesFestas populares
Festas populares
 
A influência negra nos jogos tradicionais
A influência negra nos jogos tradicionaisA influência negra nos jogos tradicionais
A influência negra nos jogos tradicionais
 
Dia da Cosnciência Negra, 20 de novembro
Dia da Cosnciência Negra, 20 de novembroDia da Cosnciência Negra, 20 de novembro
Dia da Cosnciência Negra, 20 de novembro
 
Tema
TemaTema
Tema
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 

Semelhante a Aula sobre brincadeiras africanas

Apostila de brincadeiras
Apostila de brincadeirasApostila de brincadeiras
Apostila de brincadeirasSilmaLegramandi
 
Trabalho de história de eduardo mello
Trabalho de história  de eduardo melloTrabalho de história  de eduardo mello
Trabalho de história de eduardo melloviajante2
 
Jo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigasJo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigasAnna Servelhere
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosLudmila Fernanda Silva
 
Apostila de jogos
Apostila de jogosApostila de jogos
Apostila de jogosAline Cruz
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosSolange Ferreira
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosIsis Alves Rodrigues
 
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosApostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosLilian Mello
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosIsis Alves Rodrigues
 
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosApostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosDoriana Bez Fontana Búrigo
 
Brincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docx
Brincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docxBrincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docx
Brincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docxMichelyCriattoDecor
 
Brincadeiras folclóricas
Brincadeiras folclóricasBrincadeiras folclóricas
Brincadeiras folclóricasKaah Nogueira
 
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPaulo David
 
100 brincadeiras para ensinar
100 brincadeiras para ensinar100 brincadeiras para ensinar
100 brincadeiras para ensinarprospclaudia
 
Jogos tradicionais_pap[1]
 Jogos tradicionais_pap[1] Jogos tradicionais_pap[1]
Jogos tradicionais_pap[1]Isa Santos
 
1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf
1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf
1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdfCLARIDETECOELHOAUGUS
 
Influência dos saberes africanos na cultura
Influência dos saberes africanos na culturaInfluência dos saberes africanos na cultura
Influência dos saberes africanos na culturaJéssika Silva
 
Cartilha de brincadeiras
Cartilha de brincadeirasCartilha de brincadeiras
Cartilha de brincadeirasEvandro Felipe
 

Semelhante a Aula sobre brincadeiras africanas (19)

Apostila de brincadeiras
Apostila de brincadeirasApostila de brincadeiras
Apostila de brincadeiras
 
Trabalho de história de eduardo mello
Trabalho de história  de eduardo melloTrabalho de história  de eduardo mello
Trabalho de história de eduardo mello
 
Jo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigasJo0gos e brincaeiras antigas
Jo0gos e brincaeiras antigas
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila de jogos
Apostila de jogosApostila de jogos
Apostila de jogos
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosApostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
 
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileirosApostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
Apostila jogos infantis africanos e afro brasileiros
 
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileirosApostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
Apostila jogos-infantis-africanos-e-afro-brasileiros
 
Apostila de brincadeiras e jogos
Apostila de brincadeiras e jogosApostila de brincadeiras e jogos
Apostila de brincadeiras e jogos
 
Brincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docx
Brincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docxBrincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docx
Brincadeiras para crianças de 1 a 5 anos.docx
 
Brincadeiras folclóricas
Brincadeiras folclóricasBrincadeiras folclóricas
Brincadeiras folclóricas
 
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
 
100 brincadeiras para ensinar
100 brincadeiras para ensinar100 brincadeiras para ensinar
100 brincadeiras para ensinar
 
Jogos tradicionais_pap[1]
 Jogos tradicionais_pap[1] Jogos tradicionais_pap[1]
Jogos tradicionais_pap[1]
 
1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf
1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf
1602599645ebook_brincadeiras-africanas_fazeducacao.pdf
 
Influência dos saberes africanos na cultura
Influência dos saberes africanos na culturaInfluência dos saberes africanos na cultura
Influência dos saberes africanos na cultura
 
Cartilha de brincadeiras
Cartilha de brincadeirasCartilha de brincadeiras
Cartilha de brincadeiras
 

Último

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persafelipescherner
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdfAntonio Barros
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 

Último (20)

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 

Aula sobre brincadeiras africanas

  • 1.
  • 2. A diversidade cultural do Brasil está fortemente ligada à cultura africana e foram transmitidas crenças, costumes e religiões. Com as crianças, não foi diferente.
  • 3. Será que vocês conhecem e já vivenciaram??? As brincadeiras que você vai ver, precisam de poucos recursos e são mais conhecidas do que se imagina. Confira algumas delas:
  • 4. PICULA OU PEGA-PEGA Esse jogo é chamado na Bahia com um nome em Iorubá-Picula. Grupo escolhe quem vai ser o pegador, os participantes correm livremente enquanto o pagador tenta pegá-lo. Quando isso acontece, quem foi pego é o próximo pegador.
  • 5. BARRA MANTEIGA O grupo deve ser dividido em dois. Traçar uma linha com mais ou menos 5 metros de distância uma da outra. Os dois grupos posicionam-se atrás da linha. Todos devem estar colocados com a palma da mão para cima, os braços dobrados na altura da cintura. O jogador bate nas mãos dos jogadores adversários levemente, até que escolhe um e bate mais firmemente e corre para sua linha. O jogador escolhido deve persegui-lo na tentativa de pegá-lo, entretanto não pode ultrapassar a linha do adversário. À medida que os jogadores forem sendo pegos, vão sendo aprisionados no time oposto, ganha quem aprisionar um número maior de adversários.
  • 6. CHICOTINHO QUEIMADO Jogo de roda e corrida onde circula um chicotinho que é arremessado nas pernas de quem perde o jogo. Como a brincadeira é a crônica da vida, presume- se que essa brincadeira de alguma forma é alusiva ao castigo atribuído aos escravos. O que caracteriza a brincadeira africana é a forma livre de brincar.
  • 7. ESCRAVOS DE JÓ É uma brincadeira de roda guiada por uma cantiga bem conhecida, cuja letra pode mudar de região para região. Para brincar, é preciso no mínimo duas pessoas. Todos têm suas pedrinhas e no começo elas são transferidas entre os participantes, seguindo a sequência da roda. Depois, quando os versos dizem “Tira, põe, deixa ficar!”, todas seguem a orientação da música. No verso “Guerreiros com guerreiros”, a transferência das pedrinhas é retomada, até chegar ao trecho “zigue, zigue, zá!”, quando os participantes movimentam as pedras que estão em mãos para um lado e para o outro, sem entregá- las a ninguém. O jogador que erra os movimentos é eliminado da brincadeira, até que surja um único vencedor.
  • 8. PULAR CORDA Preferida pelas crianças, tanto na versão tradicional quando nas versões diferenciadas em que a brincadeira é guiada por alguma cantiga. Além de ser divertida para o lazer, é uma atividade excelente para exercitar o coração e a coordenação motora. Pode ser praticada tanto individualmente quanto em grupo, quando duas pessoas seguram as pontas das cordas e movimenta o instrumento para que um ou mais participantes possam pular. Quem esbarrar na corda sai da brincadeira. Ou simplesmente perde, e continua!
  • 9. PULAR ELÁSTICO Para brincar, basta separar pelo menos 2 metros de elástico de roupa e dar um nó. É necessário no mínimo 3 participantes: duas para segurar o elástico e outra para pular. As duas crianças que vão segurar o elástico ficam em pé, frente a frente, e colocam o elástico em volta dos tornozelos para formar um retângulo. Daí, o participante da vez faz uma sequência de saltos: pula para dentro, sobre e para fora do elástico, tentando completar a tarefa sem tropeçar. O grau de dificuldade aumenta ao longo da disputa: o elástico ainda deve subir do tornozelo para o joelho, cintura, tronco e pescoço. Dependendo da altura das crianças, o jogo vai ficando impraticável, mas é o desafio que estimula a brincadeira!
  • 10.
  • 12. CONTEÚDO PARA ENSINO ONLINE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO DISCIPLINA: Informática e Internet PROFESSOR: Leandro Libério TUTORES: Gláucio Antonio Santos ALUNA: Elisângela Sooma Silva MATRÍCULA: 2014.10389