SlideShare uma empresa Scribd logo

Trabalhoquimica

Trabalhoquimica

1 de 2
Baixar para ler offline
UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS



                          RELATÓRIO Nº 8
                     PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÃO




Curso: Engenharia Civil – 1° período


Autores: Ana Clara Franco Dorneles
         Tiago Pinto de Cerqueira
         Eduardo Almeida Leandro
1. RESUMO

         Durante a execução de experimentos há frequentemente erros que podem ser causados por mal uso
das vidrarias, falhas na determinação de massa e volume, também a utilização de reagentes com baixo grau
de pureza, entre outros. Porém, exitem métodos utilizados para determinar a concentração real de um
soluto , como ocorre com a titulação , que através de uma reação de neutralização indica o volume de
titulante necessário para a ocorrer o ponto de equivalência, possibilitando assim calcular a concentração só
titulado.

2.OBJETIVOS
        O objetivo principal da titulação é medir a concentração real da solução.


3.INTRODUÇÃO

         A padronização de soluções é um método utilizado para encontrar a concentração real de um soluto.
Permitindo uma maior precisão nas análises quantitativas. A padronização, também chamada de fatoração, é
feita por comparação com uma outra solução padronizada , por titulação ou comparação com um padrão
primário.
         A titulação , ou também volumetria , consiste em reagir completamente uma amostra de volume
conhecido com uma amostra com volume determinado, concentração e natureza conhecidas. Misturando
gradativamente as soluções titulada (amostra de concentração não determinada) e titulante (amostra
padronizada) com o auxílio de um indicador para observar o ponto de viragem, e através do volume usado
do titulante calcular a concentração do soluto no titulado.
         Os Indicadores são substancias utilizadas para indicar uma característica básica ou ácida de uma
solução. As cores apresentadas estão diretamente ligadas ao PH da solução. Exemplo de indicadores:


  INDICADOR                COR EM MEIO ÁCIDO                                 COR EM MEIO BÁSICO

  Timolftaleína                    incolor                                              azul

   Fenolftaleína                    incolor                                           vermelho

   Azul de bromotimol              amarelo                                              azul

  Vermelho de metila               vermelho                                            amarelo


         Um exemplo simples de titulação pode ser feito com as soluções Biftalato de potássio e Hidróxido de
sódio devido sua estequiometria, pois um mol de Biftalato de potássio é suficiente para neutralizar 1 mol de
hidróxido de sódio. Para observar o ponto de viragem desse processo é utilizado a fenolftaleína como
indicador.
         Para a realização do experimento é preparado uma solução de biftalato de potássio (KHC8H4O4),de
massa molar 204 g/mol) , que é adicionado a um erlenmeyer, e misturado com algumas gostas de
fenolftaleína. Devido ao carácter básico do biftalato de potássio a solução permanece incolor permitindo que
ao ocorrer o contato entre titulado e titulante possa ser observado uma alteração física (coloração). Sendo que
o biftalato de potássio é o conhecido por titulado.
         Para a realização do experimento também é preparado uma solução de Hidróxido de sódio (NaOH) ,
de massa molar 39.9971 g/mol , em uma concentração conhecida. Essa solução é colocada na bureta para
que ao final do experimento seja observado o volume utilizado do titulante. Devido ao carácter básico do
NaOH a fenolftaleína indica uma cor vermelha quando misturados, por isso durante a titulação é possível
observar a formação de uma coloração rosa quando há o contato entre o titulante e o titulado , que
desaparece rapidamente, exceto quando alcança o ponto de equivalência.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (16)

Investigação Aplicada Susana Priyanka e Micaela
Investigação Aplicada Susana  Priyanka e MicaelaInvestigação Aplicada Susana  Priyanka e Micaela
Investigação Aplicada Susana Priyanka e Micaela
 
reações quimicas
  reações quimicas  reações quimicas
reações quimicas
 
Cromatografia em papel
Cromatografia em papelCromatografia em papel
Cromatografia em papel
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Experimentos
ExperimentosExperimentos
Experimentos
 
Doseamento Das ProteíNas Pelo MéTodo Do Bioreto (RelatóRio) Bioquímica
Doseamento Das ProteíNas Pelo MéTodo Do Bioreto (RelatóRio) BioquímicaDoseamento Das ProteíNas Pelo MéTodo Do Bioreto (RelatóRio) Bioquímica
Doseamento Das ProteíNas Pelo MéTodo Do Bioreto (RelatóRio) Bioquímica
 
2016 01 aula-introdutoriaquali
2016 01 aula-introdutoriaquali2016 01 aula-introdutoriaquali
2016 01 aula-introdutoriaquali
 
Relatorio 4 quimica
Relatorio 4 quimicaRelatorio 4 quimica
Relatorio 4 quimica
 
Mafalda pedro caferra
Mafalda pedro caferraMafalda pedro caferra
Mafalda pedro caferra
 
Relatorio 9 quimica
Relatorio 9 quimicaRelatorio 9 quimica
Relatorio 9 quimica
 
Volumetria de neutralizacao
Volumetria de neutralizacaoVolumetria de neutralizacao
Volumetria de neutralizacao
 
Fluxograma 3º experimento
Fluxograma 3º experimentoFluxograma 3º experimento
Fluxograma 3º experimento
 
Relatorio 5
Relatorio 5Relatorio 5
Relatorio 5
 
Centro universitário campos de andrade (1)
Centro universitário campos de andrade (1)Centro universitário campos de andrade (1)
Centro universitário campos de andrade (1)
 
Relatorio 5 quimica
Relatorio 5 quimicaRelatorio 5 quimica
Relatorio 5 quimica
 
Tinturas Homeopáticas
Tinturas HomeopáticasTinturas Homeopáticas
Tinturas Homeopáticas
 

Semelhante a Trabalhoquimica

Aula 3_Volumetria.ppt
Aula 3_Volumetria.pptAula 3_Volumetria.ppt
Aula 3_Volumetria.pptSilvaAdrianny
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃOEzequias Guimaraes
 
Quimica Analitica - Valdo
Quimica Analitica - Valdo Quimica Analitica - Valdo
Quimica Analitica - Valdo Rock Dellura
 
Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...
Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...
Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...ValdoMario
 
Texto nº 2 fundamentos da volumetria
Texto nº 2   fundamentos da volumetriaTexto nº 2   fundamentos da volumetria
Texto nº 2 fundamentos da volumetriaMarta Pinheiro
 
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagrePadronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagreRodrigo Henrique
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Ivys Antônio
 
indicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdf
indicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdfindicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdf
indicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdfLídia Beatriz
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de NeutralizaçãoMarta Pinheiro
 
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxRelatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxFernanda Borges de Souza
 
cfq8-exercicios4.pdf
cfq8-exercicios4.pdfcfq8-exercicios4.pdf
cfq8-exercicios4.pdfNuno Belo
 
Padronização naoh e h cl
Padronização naoh e h clPadronização naoh e h cl
Padronização naoh e h clLeandra Alencar
 
Diluição Simples e Seriada
Diluição Simples e Seriada Diluição Simples e Seriada
Diluição Simples e Seriada José Vitor Alves
 

Semelhante a Trabalhoquimica (20)

Aula 3_Volumetria.ppt
Aula 3_Volumetria.pptAula 3_Volumetria.ppt
Aula 3_Volumetria.ppt
 
Aula 3_Volumetria.ppt
Aula 3_Volumetria.pptAula 3_Volumetria.ppt
Aula 3_Volumetria.ppt
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
 
Relatório prática 1 (1)
Relatório prática 1 (1)Relatório prática 1 (1)
Relatório prática 1 (1)
 
Quimica Analitica - Valdo
Quimica Analitica - Valdo Quimica Analitica - Valdo
Quimica Analitica - Valdo
 
Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...
Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...
Titulação de ácidos fraco (CH3COOH) e forte (HCl) tratados com base forte Hid...
 
Volumetrica
VolumetricaVolumetrica
Volumetrica
 
Texto nº 2 fundamentos da volumetria
Texto nº 2   fundamentos da volumetriaTexto nº 2   fundamentos da volumetria
Texto nº 2 fundamentos da volumetria
 
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagrePadronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
 
indicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdf
indicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdfindicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdf
indicador-c3a1cido-base-de-repolho-roxo.pdf
 
Relatorio 5 quimica
Relatorio 5 quimicaRelatorio 5 quimica
Relatorio 5 quimica
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
 
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxRelatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
cfq8-exercicios4.pdf
cfq8-exercicios4.pdfcfq8-exercicios4.pdf
cfq8-exercicios4.pdf
 
Cfq8 exercicios4
Cfq8 exercicios4Cfq8 exercicios4
Cfq8 exercicios4
 
Padronização naoh e h cl
Padronização naoh e h clPadronização naoh e h cl
Padronização naoh e h cl
 
Diluição Simples e Seriada
Diluição Simples e Seriada Diluição Simples e Seriada
Diluição Simples e Seriada
 

Trabalhoquimica

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RELATÓRIO Nº 8 PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÃO Curso: Engenharia Civil – 1° período Autores: Ana Clara Franco Dorneles Tiago Pinto de Cerqueira Eduardo Almeida Leandro
  • 2. 1. RESUMO Durante a execução de experimentos há frequentemente erros que podem ser causados por mal uso das vidrarias, falhas na determinação de massa e volume, também a utilização de reagentes com baixo grau de pureza, entre outros. Porém, exitem métodos utilizados para determinar a concentração real de um soluto , como ocorre com a titulação , que através de uma reação de neutralização indica o volume de titulante necessário para a ocorrer o ponto de equivalência, possibilitando assim calcular a concentração só titulado. 2.OBJETIVOS O objetivo principal da titulação é medir a concentração real da solução. 3.INTRODUÇÃO A padronização de soluções é um método utilizado para encontrar a concentração real de um soluto. Permitindo uma maior precisão nas análises quantitativas. A padronização, também chamada de fatoração, é feita por comparação com uma outra solução padronizada , por titulação ou comparação com um padrão primário. A titulação , ou também volumetria , consiste em reagir completamente uma amostra de volume conhecido com uma amostra com volume determinado, concentração e natureza conhecidas. Misturando gradativamente as soluções titulada (amostra de concentração não determinada) e titulante (amostra padronizada) com o auxílio de um indicador para observar o ponto de viragem, e através do volume usado do titulante calcular a concentração do soluto no titulado. Os Indicadores são substancias utilizadas para indicar uma característica básica ou ácida de uma solução. As cores apresentadas estão diretamente ligadas ao PH da solução. Exemplo de indicadores: INDICADOR COR EM MEIO ÁCIDO COR EM MEIO BÁSICO Timolftaleína incolor azul Fenolftaleína incolor vermelho Azul de bromotimol amarelo azul Vermelho de metila vermelho amarelo Um exemplo simples de titulação pode ser feito com as soluções Biftalato de potássio e Hidróxido de sódio devido sua estequiometria, pois um mol de Biftalato de potássio é suficiente para neutralizar 1 mol de hidróxido de sódio. Para observar o ponto de viragem desse processo é utilizado a fenolftaleína como indicador. Para a realização do experimento é preparado uma solução de biftalato de potássio (KHC8H4O4),de massa molar 204 g/mol) , que é adicionado a um erlenmeyer, e misturado com algumas gostas de fenolftaleína. Devido ao carácter básico do biftalato de potássio a solução permanece incolor permitindo que ao ocorrer o contato entre titulado e titulante possa ser observado uma alteração física (coloração). Sendo que o biftalato de potássio é o conhecido por titulado. Para a realização do experimento também é preparado uma solução de Hidróxido de sódio (NaOH) , de massa molar 39.9971 g/mol , em uma concentração conhecida. Essa solução é colocada na bureta para que ao final do experimento seja observado o volume utilizado do titulante. Devido ao carácter básico do NaOH a fenolftaleína indica uma cor vermelha quando misturados, por isso durante a titulação é possível observar a formação de uma coloração rosa quando há o contato entre o titulante e o titulado , que desaparece rapidamente, exceto quando alcança o ponto de equivalência.