SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Volumetria de
Neutralização
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA
CAMPUS LAGES
Prof. Marcel Piovezan
marcel.piovezan@ifsc.edu.br
Curso Técnico concomitante em Análises Química
Unidade Curricular: Química Analítica Módulo 2
Titulação Ácido-base
Determinação da concentração de uma solução a partir
da quantidade e concentração de uma solução conhecida
Alíquota de volume conhecido
(20 mL) e concentração em mol/L
desconhecida
Acrescidas gotas de fenolftaleína,
que adquire coloração rósea
em meio básico.
A titulação ácido-base em nível macro
macroscópico
Antes do ponto final, a solução
básica contendo
o indicador fenolftaleína
é rósea.
À medida que se aproxima
do ponto final, a cor rósea
desaparece e o ácido
é adicionado, mas
reaparece com a agitação.
No ponto final, a solução
permanece incolor após agitação.
Ocorreu viragem do indicador.
THE
NEXT/CID
THE
NEXT/CID
THE
NEXT/CID
A titulação ácido-base em nível
microscópico
.
.
.
Titulação ácido-base: cálculos
BRIAN
SYTNYK/
MASTERFILE/OTHER-IMAGES
Métodos Volumétricos de análise
As titulações são amplamente utilizadas em análises químicas:
Ácido e
Bases
Cátions metálicos
EDTA e Metal
Volumetria de
Complexação
Volumetria de
Neutralização
BRIAN
SYTNYK/
MASTERFILE/OTHER-IMAGES
Métodos Volumétricos de análise
Ânions
Ag+ + Cl-  AgCl(ppt)
Volumetria de
Precipitação
Outras Aplicações:
 Br-
 I-
 CN-
Métodos Volumétricos de análise
Oxidantes e
Redutores
Outras Aplicações:
 Proteínas,
 Aminoácidos,
 Lipídeos,
 Açúcares
Permanganometria (KMnO4)
Volumetria de Oxidorredução
Métodos Volumétricos de análise:
Terminologia
As titulações são baseadas na
reação entre o analito (titulado)
e um
reagente padrão (titulante),
o qual possui
concentração
ou massa conhecida.
A reação química é de estequiometria conhecida e reprodutível
Métodos Volumétricos de análise:
Terminologia
Em qualquer titulação,
o ponto de equivalência química
experimentalmente chamado de ponto final
é assinalado pela
mudança de cor do indicador ácido-base
Tipos de Titulação:
Volumétrica: Envolve medida de volume de uma solução
de concentração conhecida necessária para reagir
completamente com o analito
Gravimétrica: Difere da volumétrica no fato de que a massa
do reagente é medida em vez do volume.
Coulométrica (medida da corrente elétrica para quantificar analito)
Espectrofotométrica (medida da da variação de cor de uma espécie contida
no titulado que absorva no UV-Vis para determinação quantitativa)
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Solução Padrão: Refere-se a um reagente de concentração
conhecida. Usado para fazer uma análise volumétrica.
Titulação: É o processo de adição lenta da solução padrão
sobre a amostra (solução com o analito) sobre agitação
constante até que a reação seja considerada finalizada.
Ponto de equivalência: É o ponto na titulação quando a
quantidade de reagente (titulante) é equivalente à
quantidade de analito.
Ponto Final: É ponto na titulação quando ocorre uma
alteração física associada à condição de equivalência
química.
Visual ou Instrumental
Cor
pH, potencial, corrente
elétrica, absorção de luz
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Indicador ácido-base: São adicionados á solução do analito para produzir
uma alteração física próximo ao ponto de equivalência que seja visível. Por
exemplo mudança de cor.
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Indicador ácido-base: São adicionados á solução do analito para produzir
uma alteração física próximo ao ponto de equivalência que seja visível. Por
exemplo mudança de cor.
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Indicador ácido-base: São adicionados á solução do analito para produzir
uma alteração física próximo ao ponto de equivalência que seja visível. Por
exemplo mudança de cor.
Fenolftaleína
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Padrão Primário: É uma substância altamente pura, que serve como
material de referência para a titulação.
Características:
- Alta pureza;
- Estável;
- Baixo custo;
- Solubilidade razoável;
- Massa molar relativamente alta para evitar erros de pesagens;
- NÃO HIGROSCÓPICO
Ex: Oxalato de sódio (99,95 %),
Biftalato de potássio (99,99 %),
Dicromato de potásssio (99,98 %)
K2Cr2O7
As soluções de padrões primários devem ser preparadas pela dissolução
de uma massa exatamente pesada (balança analítica) do soluto em um
volume definido (balão volumétrico).
Concentração exatamente calculada!
● O número de padrões primários é muito restrito e, frequentemente, tem que
se recorrer aos padrões secundários.
A concentração exata dessas soluções é determinada por comparação com
soluções de padrões primários via titulação
PADRONIZAÇÃO
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Termos usados em Titulometria
volumétrica:
Padrão Secundário: São substâncias que tem sua concentração
determinada por análise química e também são utilizadas como
referência em análises volumétricas.
Ex: NaOH, EDTA, AgCl
O NaOH não é um padrão primário. Sua concentração para ser
utilizado como padrão na determinação da concentração de ácidos
é realizada pela sua padronização utilizando hidrogenoftalato de
potássio (biftalato de potássio) como padrão primário.
Por quê?
Usando Padrão Primário para
Padronizar solução

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕESJessica Amaral
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Ivys Antônio
 
Análise gravimétrica
Análise gravimétricaAnálise gravimétrica
Análise gravimétricaMaria Teixiera
 
Relatório de Cromatografia
Relatório de CromatografiaRelatório de Cromatografia
Relatório de CromatografiaMario Monteiro
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreDhion Meyg Fernandes
 
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscinaRelatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscinaarceariane87
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de NeutralizaçãoMarta Pinheiro
 
Potenciometria E Condutometria
Potenciometria E CondutometriaPotenciometria E Condutometria
Potenciometria E CondutometriaBruno Cortez
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Dhion Meyg Fernandes
 
Relatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRelatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRailane Freitas
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHRodrigo Henrique
 
Apostila qa quantitativa
Apostila qa quantitativaApostila qa quantitativa
Apostila qa quantitativaSayonara Silva
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDOEzequias Guimaraes
 
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais Juliana Teófilo
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoAna Morais Nascimento
 

Mais procurados (20)

Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
 
Análise gravimétrica
Análise gravimétricaAnálise gravimétrica
Análise gravimétrica
 
Relatório de Cromatografia
Relatório de CromatografiaRelatório de Cromatografia
Relatório de Cromatografia
 
Complexos aula 1 (1)
Complexos aula 1 (1)Complexos aula 1 (1)
Complexos aula 1 (1)
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
 
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscinaRelatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
Relatorio analitica 2 determinação de cloro ativo em produto para piscina
 
Cromatografia
CromatografiaCromatografia
Cromatografia
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
 
Potenciometria E Condutometria
Potenciometria E CondutometriaPotenciometria E Condutometria
Potenciometria E Condutometria
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
 
Relatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRelatório de Refratometria
Relatório de Refratometria
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOH
 
Cromatografia
CromatografiaCromatografia
Cromatografia
 
Apostila qa quantitativa
Apostila qa quantitativaApostila qa quantitativa
Apostila qa quantitativa
 
Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
 
Relatorio 5
Relatorio 5Relatorio 5
Relatorio 5
 
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
 

Semelhante a Aula 3_Volumetria.ppt

Titulação/ Acid-base volumetry
Titulação/ Acid-base volumetryTitulação/ Acid-base volumetry
Titulação/ Acid-base volumetryZara Hoffmann
 
Texto nº 2 fundamentos da volumetria
Texto nº 2   fundamentos da volumetriaTexto nº 2   fundamentos da volumetria
Texto nº 2 fundamentos da volumetriaMarta Pinheiro
 
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagrePadronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagreRodrigo Henrique
 
Métodos de doseamento
Métodos de doseamentoMétodos de doseamento
Métodos de doseamentoArianne Lopes
 
Métodos+de+doseamento
Métodos+de+doseamentoMétodos+de+doseamento
Métodos+de+doseamentoArianne Lopes
 
Aula 2-titulação-ácido-base
Aula 2-titulação-ácido-baseAula 2-titulação-ácido-base
Aula 2-titulação-ácido-baseDaiana Ramos
 
Relatorio 3 leite de magnésia
Relatorio 3  leite de magnésiaRelatorio 3  leite de magnésia
Relatorio 3 leite de magnésiaDianna Grandal
 
76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...
76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...
76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...Emílio Dos Santos
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTAAdrianne Mendonça
 
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxRelatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxFernanda Borges de Souza
 
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfRELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfIarllaSoares
 
03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido base03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido baseDiego Lima
 

Semelhante a Aula 3_Volumetria.ppt (20)

Relatório prática 1 (1)
Relatório prática 1 (1)Relatório prática 1 (1)
Relatório prática 1 (1)
 
Volumetrica
VolumetricaVolumetrica
Volumetrica
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
Titulação/ Acid-base volumetry
Titulação/ Acid-base volumetryTitulação/ Acid-base volumetry
Titulação/ Acid-base volumetry
 
7 titulacoes
7  titulacoes7  titulacoes
7 titulacoes
 
Texto nº 2 fundamentos da volumetria
Texto nº 2   fundamentos da volumetriaTexto nº 2   fundamentos da volumetria
Texto nº 2 fundamentos da volumetria
 
Trabalhoquimica
TrabalhoquimicaTrabalhoquimica
Trabalhoquimica
 
Trabalhoquimica
TrabalhoquimicaTrabalhoquimica
Trabalhoquimica
 
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagrePadronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
 
Métodos de doseamento
Métodos de doseamentoMétodos de doseamento
Métodos de doseamento
 
Métodos+de+doseamento
Métodos+de+doseamentoMétodos+de+doseamento
Métodos+de+doseamento
 
Aula 2-titulação-ácido-base
Aula 2-titulação-ácido-baseAula 2-titulação-ácido-base
Aula 2-titulação-ácido-base
 
Neutralizacao
NeutralizacaoNeutralizacao
Neutralizacao
 
Relatorio 3 leite de magnésia
Relatorio 3  leite de magnésiaRelatorio 3  leite de magnésia
Relatorio 3 leite de magnésia
 
76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...
76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...
76592979 relatorio-4-dosagem-do-acido-acetilsalicilico-aas-em-medicamentos-po...
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTA
 
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxRelatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfRELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
 
03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido base03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido base
 

Último

Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 

Último (20)

Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 

Aula 3_Volumetria.ppt

  • 1. Volumetria de Neutralização MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS LAGES Prof. Marcel Piovezan marcel.piovezan@ifsc.edu.br Curso Técnico concomitante em Análises Química Unidade Curricular: Química Analítica Módulo 2
  • 2. Titulação Ácido-base Determinação da concentração de uma solução a partir da quantidade e concentração de uma solução conhecida Alíquota de volume conhecido (20 mL) e concentração em mol/L desconhecida Acrescidas gotas de fenolftaleína, que adquire coloração rósea em meio básico.
  • 3. A titulação ácido-base em nível macro macroscópico Antes do ponto final, a solução básica contendo o indicador fenolftaleína é rósea. À medida que se aproxima do ponto final, a cor rósea desaparece e o ácido é adicionado, mas reaparece com a agitação. No ponto final, a solução permanece incolor após agitação. Ocorreu viragem do indicador. THE NEXT/CID THE NEXT/CID THE NEXT/CID
  • 4. A titulação ácido-base em nível microscópico . . .
  • 6. BRIAN SYTNYK/ MASTERFILE/OTHER-IMAGES Métodos Volumétricos de análise As titulações são amplamente utilizadas em análises químicas: Ácido e Bases Cátions metálicos EDTA e Metal Volumetria de Complexação Volumetria de Neutralização
  • 7. BRIAN SYTNYK/ MASTERFILE/OTHER-IMAGES Métodos Volumétricos de análise Ânions Ag+ + Cl-  AgCl(ppt) Volumetria de Precipitação Outras Aplicações:  Br-  I-  CN-
  • 8. Métodos Volumétricos de análise Oxidantes e Redutores Outras Aplicações:  Proteínas,  Aminoácidos,  Lipídeos,  Açúcares Permanganometria (KMnO4) Volumetria de Oxidorredução
  • 9. Métodos Volumétricos de análise: Terminologia As titulações são baseadas na reação entre o analito (titulado) e um reagente padrão (titulante), o qual possui concentração ou massa conhecida. A reação química é de estequiometria conhecida e reprodutível
  • 10. Métodos Volumétricos de análise: Terminologia Em qualquer titulação, o ponto de equivalência química experimentalmente chamado de ponto final é assinalado pela mudança de cor do indicador ácido-base
  • 11. Tipos de Titulação: Volumétrica: Envolve medida de volume de uma solução de concentração conhecida necessária para reagir completamente com o analito Gravimétrica: Difere da volumétrica no fato de que a massa do reagente é medida em vez do volume. Coulométrica (medida da corrente elétrica para quantificar analito) Espectrofotométrica (medida da da variação de cor de uma espécie contida no titulado que absorva no UV-Vis para determinação quantitativa)
  • 12. Termos usados em Titulometria volumétrica: Solução Padrão: Refere-se a um reagente de concentração conhecida. Usado para fazer uma análise volumétrica. Titulação: É o processo de adição lenta da solução padrão sobre a amostra (solução com o analito) sobre agitação constante até que a reação seja considerada finalizada. Ponto de equivalência: É o ponto na titulação quando a quantidade de reagente (titulante) é equivalente à quantidade de analito. Ponto Final: É ponto na titulação quando ocorre uma alteração física associada à condição de equivalência química. Visual ou Instrumental Cor pH, potencial, corrente elétrica, absorção de luz
  • 13. Termos usados em Titulometria volumétrica: Indicador ácido-base: São adicionados á solução do analito para produzir uma alteração física próximo ao ponto de equivalência que seja visível. Por exemplo mudança de cor.
  • 14. Termos usados em Titulometria volumétrica: Indicador ácido-base: São adicionados á solução do analito para produzir uma alteração física próximo ao ponto de equivalência que seja visível. Por exemplo mudança de cor.
  • 15. Termos usados em Titulometria volumétrica: Indicador ácido-base: São adicionados á solução do analito para produzir uma alteração física próximo ao ponto de equivalência que seja visível. Por exemplo mudança de cor. Fenolftaleína
  • 16. Termos usados em Titulometria volumétrica: Padrão Primário: É uma substância altamente pura, que serve como material de referência para a titulação. Características: - Alta pureza; - Estável; - Baixo custo; - Solubilidade razoável; - Massa molar relativamente alta para evitar erros de pesagens; - NÃO HIGROSCÓPICO Ex: Oxalato de sódio (99,95 %), Biftalato de potássio (99,99 %), Dicromato de potásssio (99,98 %) K2Cr2O7
  • 17. As soluções de padrões primários devem ser preparadas pela dissolução de uma massa exatamente pesada (balança analítica) do soluto em um volume definido (balão volumétrico). Concentração exatamente calculada! ● O número de padrões primários é muito restrito e, frequentemente, tem que se recorrer aos padrões secundários. A concentração exata dessas soluções é determinada por comparação com soluções de padrões primários via titulação PADRONIZAÇÃO Termos usados em Titulometria volumétrica:
  • 18. Termos usados em Titulometria volumétrica: Padrão Secundário: São substâncias que tem sua concentração determinada por análise química e também são utilizadas como referência em análises volumétricas. Ex: NaOH, EDTA, AgCl O NaOH não é um padrão primário. Sua concentração para ser utilizado como padrão na determinação da concentração de ácidos é realizada pela sua padronização utilizando hidrogenoftalato de potássio (biftalato de potássio) como padrão primário. Por quê?
  • 19. Usando Padrão Primário para Padronizar solução