SlideShare uma empresa Scribd logo

Padronização naoh e h cl

Titulação

1 de 5
Baixar para ler offline
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO-UFMT
LICENCIATURA EM QUÍMICA
ISADORA CAROLINA VILA
PADRONIZAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO AQUOSA DE NaOH 0,1 MOL/l E HCl 0,1 MOL/L
Cuiabá-MT
2011
ISADORA CAROLINA VILA
PADRONIZAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO AQUOSA DE NaOH 0,1 MOL/l E HCl 0,1 MOL/L
Relatório apresentado à disciplina de Química Experimental do Curso de Licenciatura em
Química 1º semestre, ministrado pelo professor Dr.Ermelindo Flumignam com apoio técnico de
Tirço Leonildas de Almeida.
CUIABÁ-MT
2011
 INTRODUÇÃO
Na natureza, raramente encontra-se substância puras. O mundo que rodela é constituído por
sistemas formados por mais de uma substância: as misturas. Ás misturas homogêneas dá-se o
nome de soluções. Logo, pode ser dizer que, soluções são misturadas de duas ou mais
substâncias que apresentam aspecto uniforme. Nos laboratórios, nas indústrias e no dia-a-dia,
as soluções de sólidos em líquidos são as mais comuns. Um exemplo muito conhecido é o soro
fisiológico (água+NaCl). Nesses tipos de soluções, a água é o solvente mais utilizado (Não
importa se na solução existir mais de um solvente. Se a água estiver presente, ela será o
solvente da solução, independente de sua quantidade), sendo conhecida por solvente
universal. Essas soluções são chamadas soluções aquosas.
Neste experimento procedem-se a padronização de uma solução de hidróxido de sódio (NaOH)
0,1 mol/L e HCL 0,1 mol/L. A padronização foi feita por uma solução de ácido clorídrico
utilizando como indicador e fenolftaleína. É fundamental que se saiba a quantidade de produtos
que se pode ser formado a partir de uma determinada quantidade de reagentes, é importante,
também, saber antecipadamente qual a quantidade e reagentes que se deve se utilizado para
se obter uma determinada quantidade de produto.
 OBJETIVOS
1. Estabelecer a padronização de NaOH.
2. Estabelecer a padronização de HCl.
3. Compreender algumas técnicas básicas de padronização de soluções;
 MATERIAIS E REAGENTES
 Materiais:
-Pipeta graduada/ Pipeta volumétrica
-Erlenmeyer 250 ml
-Bureta de 50 ml
-Suporte Universal com garra
 Reagentes
-Solução NaOH
-Solução de HCl
-Fenolftaleína
-Biftalato de Potássio.
 METODO
-Padronização de uma solução de NaOH 0,1 mol/L
Observação: O Biftalato de Potássio utilizado para a padronização já encontrava-se pronto no
laboratório, onde não foi preciso realizar a sua preparação, assim como as soluções de NaOH
e HCl, preparadas nas praticas anteriores de numero 8 e 9.
- Montou-se um esquema de titulação com o suporte universal com garra, junto com a bureta
de 50 ml. Conforme mostra a imagem abaixo:
- Na bureta foi colocada 50 ml de NaOH já preparada, ajustou-se o menisco.
-Pesou cerca de 800 mg de Biftalato de potássio em triplicata e transferiu casa massa para
cada Erlenmeyer de 250 ml, dissolveu o biftalato em 50 ml de água destilada quente.
-Foi adicionado 3 gotas do indicador de fenolftaleína ao primeiro frasco e titulou até o ponto de
viragem, persistiu por 20 segundos uma leve coloração rósea. Anotou o volume gasto na
bureta para calcular o fator de correção realizou o mesmo procedimento por mais duas vezes.
-Padronização de uma solução de HCL 0,1 mol/L
- Na bureta foi colocada 50 ml de HCl já preparada, ajustou-se o menisco.
-Transferiu 15 ml de solução de NaOH 0,1 mol/L padronizado para um erlenmeyer utilizando
uma pipeta volumétrica, realizou esta operação em triplicata.
-Adicionou 3 gotas de indicador de fenolftaleína ao primeiro erlenmeyer e titulou até o ponto de
virada, onde anotou o volume gasto na bureta para calcular o fator de correção.
NOTA: A solução de 50% de Hidróxido de Sódio é preparada pesando-se 50 gramas de
Hidróxido de Sódio, dissolvendo com água desgaseficada e transferindo para um balão
volumétrico de 100 ml, completar o menisco com água desgaseifiada, conservar a solução em
frasco de polietileno.
1.
 RESULTADOS E DISCUSSÕES
Nessa experiência foram utilizada as soluçoes já preparadas nas praticas de numero 8 e 9, o
Biftalato de Potássio já encontrava-se preparado pelo Técnico responsável Tirço L. Almeida e
tinha como objetivo realizar a titulação para calcular o fator de correção de ambas soluções.
Como na reação ocorre o equilíbrio entre as quantidades de NaOH e HCl, o número de mols
dos dois é o mesmo. Dessa forma é possível calcular o volume de HCl utilizando para originar
0,02 a partir de 1M do ácido.
M = n/V(L)
1= 0,02/V(L)
V= 0,02 L
Sabe se assim a quantidade em litros para realizar o experimento. Essa quantidade é
necessária para equilibrar a reação. O ácido é adicionado ao Erlenmeyer para equilibrar a
reação. Na introdução da fenolftaleína a solução de NaOH tornou se rósea, no momento em
que ela fica neutra foi cortado a adição do ácido, assim terminando a reação. O volume de HCl
utilizado na bureta é lido m todas as experiências feitas pelos integrantes do grupo, que se
somou três vezes. E a partir da leitura da media das medidas é calculada o fator de correção.
Onde:
Nbif x Vbif = NNaOH x VNaOH
1º NaOH= 0,100 x 25 ml/ 28.5 ml = 0,0877
2º NaOH= 0,100 x 25 ml / 32 ml = 0,0781
3º NaOH = 0,100 x 25 ml / 33 ml = 0,0757
Média: 1º+2º+3º/3 =0,0805 N
NNaOH x VNaOH = NHCl x VHCl
1º HCl = 0,0805 x 23.9 ml / 25 = 0,0769
2º HCl = 0,0805 x 27.5 ml / 25 = 0,0885
3º HCl = 0,0805 x 25.5 ml / 25 = 0,0811
Média= 1º+2º+3º / 3 = 0,0821 N
 CONCLUSÃO
Podemos concluir neste experimento à fase de neutralização onde a solução de básica foi
sendo adicionada na acida ate o ponto de equivalência onde se pode observar a mudança de
coloração do composto que era incolor devido a duas gotas de fenolftaleína, e tornou-se rósea.
Assim foram alcançados os objetivos da experiência em ambas padronizações onde o mesmo
procedimento foi efeito mais em ordens diferentes sendo Acido adicionado a Base e Base
adicionado a acido, resultando nas viragem de incolor para rósea e de rósea para incolor, a
coloração pode ser claramente observada a partir da adição do indicador de fenolftaleína.
Com os resultados pode-se constatar que a padronização das soluções de NaOH e HCL,
apresentou resultados esperados.
 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICA
CHANG, R. Quimica geral. São paulo: McGraw-Hill, v. 2, 2006.
RUSSEL, J. B. quimica geral. 2. ed. são paulo: makron books, v. 2, 1994.

Recomendados

Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕESJessica Amaral
 
Relatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoRelatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoDhion Meyg Fernandes
 
Relatorio 3 leite de magnésia
Relatorio 3  leite de magnésiaRelatorio 3  leite de magnésia
Relatorio 3 leite de magnésiaDianna Grandal
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHRodrigo Henrique
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoAna Morais Nascimento
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de NeutralizaçãoMarta Pinheiro
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Ivys Antônio
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreDhion Meyg Fernandes
 
Aula 1 preparo de soluções
Aula 1   preparo de soluçõesAula 1   preparo de soluções
Aula 1 preparo de soluçõesJosué Fogaça
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Dhion Meyg Fernandes
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Jenifer Rigo Almeida
 
Relatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaRelatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaLuaneGS
 
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaRelatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaFernanda Borges de Souza
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃOEzequias Guimaraes
 
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - RelatórioSolubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - RelatórioGabriela Begalli
 
Resolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidadeResolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidadeLivia Cristina
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres nataschabraga
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIErica Souza
 
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAISQuimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAISJessica Amaral
 
Relatório de química
Relatório de químicaRelatório de química
Relatório de químicathayrinnem
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICARELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICAEzequias Guimaraes
 
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxResolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxRômulo Alexandrino Silva
 
Relatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cineticaRelatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cineticaÍngrede Silva
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃOEzequias Guimaraes
 

Mais procurados (20)

Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
 
Aula 1 preparo de soluções
Aula 1   preparo de soluçõesAula 1   preparo de soluções
Aula 1 preparo de soluções
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
 
Relatorio 4 quimica
Relatorio 4 quimicaRelatorio 4 quimica
Relatorio 4 quimica
 
Relatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaRelatório Potenciometria
Relatório Potenciometria
 
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaRelatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: PREPARO DE SOLUÇÃO
 
Relatorio de adsorção1 (1)
Relatorio de adsorção1 (1)Relatorio de adsorção1 (1)
Relatorio de adsorção1 (1)
 
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - RelatórioSolubilidade e Miscibilidade - Relatório
Solubilidade e Miscibilidade - Relatório
 
Resolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidadeResolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidade
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
 
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAISQuimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
Quimica Experimental - Relatorio REAÇÕES COM METAIS
 
Relatório de química
Relatório de químicaRelatório de química
Relatório de química
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICARELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
 
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxResolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
 
Relatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cineticaRelatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cinetica
 
Coeficiente partição (4)
Coeficiente partição (4)Coeficiente partição (4)
Coeficiente partição (4)
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: ESTEQUIOMETRIA DE REAÇÃO DE PRECIPITAÇÃO
 

Destaque

เป้าหมายการพัฒนา เขมร
เป้าหมายการพัฒนา เขมรเป้าหมายการพัฒนา เขมร
เป้าหมายการพัฒนา เขมรItnog Kamix
 
Copy of modern agriculture
Copy of modern agricultureCopy of modern agriculture
Copy of modern agricultureChristine Bancod
 
Donald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & Physiology
Donald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & PhysiologyDonald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & Physiology
Donald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & PhysiologyPamela Donald
 
Scanwtcsdtentprisesletter
ScanwtcsdtentprisesletterScanwtcsdtentprisesletter
ScanwtcsdtentprisesletterMarty Tiezzi
 
Medical Books Presentation l
Medical Books Presentation lMedical Books Presentation l
Medical Books Presentation lDilshad Alam
 
The 2015 Nspire Talks
The 2015 Nspire TalksThe 2015 Nspire Talks
The 2015 Nspire TalksGary Abud Jr
 
Postal Assistant 2015 Dates Published
Postal Assistant 2015 Dates PublishedPostal Assistant 2015 Dates Published
Postal Assistant 2015 Dates PublishedTeamExamPundit
 
KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...
KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...
KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...sajidinbulu
 
Thesis statement poster
Thesis statement posterThesis statement poster
Thesis statement posterschroerl
 
Hvgpress presentation
Hvgpress presentationHvgpress presentation
Hvgpress presentationHvg Press
 
2 rancang bangun ekonomi islam
2 rancang bangun ekonomi islam2 rancang bangun ekonomi islam
2 rancang bangun ekonomi islamXINYOUWANZ
 

Destaque (20)

เป้าหมายการพัฒนา เขมร
เป้าหมายการพัฒนา เขมรเป้าหมายการพัฒนา เขมร
เป้าหมายการพัฒนา เขมร
 
Copy of modern agriculture
Copy of modern agricultureCopy of modern agriculture
Copy of modern agriculture
 
Donald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & Physiology
Donald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & PhysiologyDonald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & Physiology
Donald BYOD/ BYOT Implementation 11th-12th Grade Human Anatomy & Physiology
 
Scanwtcsdtentprisesletter
ScanwtcsdtentprisesletterScanwtcsdtentprisesletter
Scanwtcsdtentprisesletter
 
Staging
StagingStaging
Staging
 
Cardiologia amir
Cardiologia amirCardiologia amir
Cardiologia amir
 
Medical Books Presentation l
Medical Books Presentation lMedical Books Presentation l
Medical Books Presentation l
 
National anthem
National anthemNational anthem
National anthem
 
The 2015 Nspire Talks
The 2015 Nspire TalksThe 2015 Nspire Talks
The 2015 Nspire Talks
 
Malaria
MalariaMalaria
Malaria
 
UZZI Quotes
UZZI QuotesUZZI Quotes
UZZI Quotes
 
Tissues
TissuesTissues
Tissues
 
Postal Assistant 2015 Dates Published
Postal Assistant 2015 Dates PublishedPostal Assistant 2015 Dates Published
Postal Assistant 2015 Dates Published
 
KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...
KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...
KUMPULAN SOAL TRYOUT KABUPATEN UJIAN NASIONAL (UN) IPA TAHUN 2014-DOK.SMPN 1 ...
 
Penerimaan abstrak
Penerimaan abstrakPenerimaan abstrak
Penerimaan abstrak
 
Thesis statement poster
Thesis statement posterThesis statement poster
Thesis statement poster
 
Hvgpress presentation
Hvgpress presentationHvgpress presentation
Hvgpress presentation
 
The Impact of Instructional Design on Medical School Curriculum
The Impact of Instructional Design on Medical School CurriculumThe Impact of Instructional Design on Medical School Curriculum
The Impact of Instructional Design on Medical School Curriculum
 
2 rancang bangun ekonomi islam
2 rancang bangun ekonomi islam2 rancang bangun ekonomi islam
2 rancang bangun ekonomi islam
 
Ch 5 5.8 and 5.9
Ch 5 5.8 and 5.9Ch 5 5.8 and 5.9
Ch 5 5.8 and 5.9
 

Semelhante a Padronização naoh e h cl

Titulação Potenciométrica
Titulação PotenciométricaTitulação Potenciométrica
Titulação PotenciométricaPriscila Siqueira
 
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docxGrazianePortela2
 
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfRELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfIarllaSoares
 
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagrePadronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagreRodrigo Henrique
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxjosecarlos413721
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfjosepedro158321
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfjosepedro158321
 
Carac. físico-quimica de óleos vegetais
Carac. físico-quimica de óleos vegetaisCarac. físico-quimica de óleos vegetais
Carac. físico-quimica de óleos vegetaisÁdina Santana
 

Semelhante a Padronização naoh e h cl (20)

Titulação Potenciométrica
Titulação PotenciométricaTitulação Potenciométrica
Titulação Potenciométrica
 
Relatorio 5 quimica
Relatorio 5 quimicaRelatorio 5 quimica
Relatorio 5 quimica
 
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
 
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfRELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
 
Sandrogreco Experimento 3 Eng. PetróLeo
Sandrogreco Experimento 3   Eng. PetróLeoSandrogreco Experimento 3   Eng. PetróLeo
Sandrogreco Experimento 3 Eng. PetróLeo
 
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagrePadronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
Padronização de H2SO4 e H3PO4 e teor vinagre
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docxMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.docx
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
 
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdfMAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
MAPA - QUÍMICA EXPERIMENTAL - 532023.pdf
 
Resultados titulação
Resultados titulaçãoResultados titulação
Resultados titulação
 
Carac. físico-quimica de óleos vegetais
Carac. físico-quimica de óleos vegetaisCarac. físico-quimica de óleos vegetais
Carac. físico-quimica de óleos vegetais
 

Último

2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 

Padronização naoh e h cl

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO-UFMT LICENCIATURA EM QUÍMICA ISADORA CAROLINA VILA PADRONIZAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO AQUOSA DE NaOH 0,1 MOL/l E HCl 0,1 MOL/L Cuiabá-MT 2011 ISADORA CAROLINA VILA PADRONIZAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO AQUOSA DE NaOH 0,1 MOL/l E HCl 0,1 MOL/L Relatório apresentado à disciplina de Química Experimental do Curso de Licenciatura em Química 1º semestre, ministrado pelo professor Dr.Ermelindo Flumignam com apoio técnico de Tirço Leonildas de Almeida. CUIABÁ-MT 2011  INTRODUÇÃO Na natureza, raramente encontra-se substância puras. O mundo que rodela é constituído por sistemas formados por mais de uma substância: as misturas. Ás misturas homogêneas dá-se o nome de soluções. Logo, pode ser dizer que, soluções são misturadas de duas ou mais substâncias que apresentam aspecto uniforme. Nos laboratórios, nas indústrias e no dia-a-dia, as soluções de sólidos em líquidos são as mais comuns. Um exemplo muito conhecido é o soro fisiológico (água+NaCl). Nesses tipos de soluções, a água é o solvente mais utilizado (Não importa se na solução existir mais de um solvente. Se a água estiver presente, ela será o solvente da solução, independente de sua quantidade), sendo conhecida por solvente universal. Essas soluções são chamadas soluções aquosas. Neste experimento procedem-se a padronização de uma solução de hidróxido de sódio (NaOH) 0,1 mol/L e HCL 0,1 mol/L. A padronização foi feita por uma solução de ácido clorídrico utilizando como indicador e fenolftaleína. É fundamental que se saiba a quantidade de produtos que se pode ser formado a partir de uma determinada quantidade de reagentes, é importante, também, saber antecipadamente qual a quantidade e reagentes que se deve se utilizado para se obter uma determinada quantidade de produto.
  • 2.  OBJETIVOS 1. Estabelecer a padronização de NaOH. 2. Estabelecer a padronização de HCl. 3. Compreender algumas técnicas básicas de padronização de soluções;  MATERIAIS E REAGENTES  Materiais: -Pipeta graduada/ Pipeta volumétrica -Erlenmeyer 250 ml -Bureta de 50 ml -Suporte Universal com garra  Reagentes -Solução NaOH -Solução de HCl -Fenolftaleína -Biftalato de Potássio.  METODO -Padronização de uma solução de NaOH 0,1 mol/L Observação: O Biftalato de Potássio utilizado para a padronização já encontrava-se pronto no laboratório, onde não foi preciso realizar a sua preparação, assim como as soluções de NaOH e HCl, preparadas nas praticas anteriores de numero 8 e 9. - Montou-se um esquema de titulação com o suporte universal com garra, junto com a bureta de 50 ml. Conforme mostra a imagem abaixo:
  • 3. - Na bureta foi colocada 50 ml de NaOH já preparada, ajustou-se o menisco. -Pesou cerca de 800 mg de Biftalato de potássio em triplicata e transferiu casa massa para cada Erlenmeyer de 250 ml, dissolveu o biftalato em 50 ml de água destilada quente. -Foi adicionado 3 gotas do indicador de fenolftaleína ao primeiro frasco e titulou até o ponto de viragem, persistiu por 20 segundos uma leve coloração rósea. Anotou o volume gasto na bureta para calcular o fator de correção realizou o mesmo procedimento por mais duas vezes. -Padronização de uma solução de HCL 0,1 mol/L - Na bureta foi colocada 50 ml de HCl já preparada, ajustou-se o menisco. -Transferiu 15 ml de solução de NaOH 0,1 mol/L padronizado para um erlenmeyer utilizando uma pipeta volumétrica, realizou esta operação em triplicata. -Adicionou 3 gotas de indicador de fenolftaleína ao primeiro erlenmeyer e titulou até o ponto de virada, onde anotou o volume gasto na bureta para calcular o fator de correção. NOTA: A solução de 50% de Hidróxido de Sódio é preparada pesando-se 50 gramas de Hidróxido de Sódio, dissolvendo com água desgaseficada e transferindo para um balão volumétrico de 100 ml, completar o menisco com água desgaseifiada, conservar a solução em frasco de polietileno. 1.  RESULTADOS E DISCUSSÕES
  • 4. Nessa experiência foram utilizada as soluçoes já preparadas nas praticas de numero 8 e 9, o Biftalato de Potássio já encontrava-se preparado pelo Técnico responsável Tirço L. Almeida e tinha como objetivo realizar a titulação para calcular o fator de correção de ambas soluções. Como na reação ocorre o equilíbrio entre as quantidades de NaOH e HCl, o número de mols dos dois é o mesmo. Dessa forma é possível calcular o volume de HCl utilizando para originar 0,02 a partir de 1M do ácido. M = n/V(L) 1= 0,02/V(L) V= 0,02 L Sabe se assim a quantidade em litros para realizar o experimento. Essa quantidade é necessária para equilibrar a reação. O ácido é adicionado ao Erlenmeyer para equilibrar a reação. Na introdução da fenolftaleína a solução de NaOH tornou se rósea, no momento em que ela fica neutra foi cortado a adição do ácido, assim terminando a reação. O volume de HCl utilizado na bureta é lido m todas as experiências feitas pelos integrantes do grupo, que se somou três vezes. E a partir da leitura da media das medidas é calculada o fator de correção. Onde: Nbif x Vbif = NNaOH x VNaOH 1º NaOH= 0,100 x 25 ml/ 28.5 ml = 0,0877 2º NaOH= 0,100 x 25 ml / 32 ml = 0,0781 3º NaOH = 0,100 x 25 ml / 33 ml = 0,0757 Média: 1º+2º+3º/3 =0,0805 N NNaOH x VNaOH = NHCl x VHCl 1º HCl = 0,0805 x 23.9 ml / 25 = 0,0769 2º HCl = 0,0805 x 27.5 ml / 25 = 0,0885 3º HCl = 0,0805 x 25.5 ml / 25 = 0,0811 Média= 1º+2º+3º / 3 = 0,0821 N
  • 5.  CONCLUSÃO Podemos concluir neste experimento à fase de neutralização onde a solução de básica foi sendo adicionada na acida ate o ponto de equivalência onde se pode observar a mudança de coloração do composto que era incolor devido a duas gotas de fenolftaleína, e tornou-se rósea. Assim foram alcançados os objetivos da experiência em ambas padronizações onde o mesmo procedimento foi efeito mais em ordens diferentes sendo Acido adicionado a Base e Base adicionado a acido, resultando nas viragem de incolor para rósea e de rósea para incolor, a coloração pode ser claramente observada a partir da adição do indicador de fenolftaleína. Com os resultados pode-se constatar que a padronização das soluções de NaOH e HCL, apresentou resultados esperados.  REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICA CHANG, R. Quimica geral. São paulo: McGraw-Hill, v. 2, 2006. RUSSEL, J. B. quimica geral. 2. ed. são paulo: makron books, v. 2, 1994.