Franquias

688 visualizações

Publicada em

nnnnn

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
688
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Franquias

  1. 1. 1 CURSO: Tecnologia em Construção de Edifícios DISCIPLINA: Formação do Empreendedor PROFESSORA: Francicleide Gonçalves de Sousa ALUNO: Francisco Suerbe de Araújo FRANQUIAS Campina Grande – PB Dezembro – 2014
  2. 2. 2 1. Introdução Já existe no mercado franquias especializada em atender MPEs. Quem empreender em uma franquia deste tipo vai entrar em um setor onde a venda é consultiva, mas a fidelidade é alta. Estes empreendimentos envolvem venda assistida e fidelização de longo prazo e exige dos empreendedores muito mais conhecimento de administração do que de tecnologia. Essa prestação de serviço tem alto valor agregado para o País, porque contribui na geração de empregos e na sustentabilidade das MPEs, que representam bilhões de reais e precisam adotar soluções de vanguarda e conceitos para se perpetuarem no mercado. As pequenas indústrias só se manterão no mercado se elas se diferenciarem e para isso precisam de uma visão clara de seus indicadores de negócio. 2. Franquias Franquia é um método ou maneira, em que o franqueado adquire o direito de usar uma marca ou patente, distribuir e usar tecnologia e administração de um negócio que já está atuando no mercado. Sendo assim, uma pessoa que queira abrir um negócio pode escolher uma determinada empresa, se franquear e ter acesso a normas, logística e tudo mais daquela sem possuir vínculos empregatícios com a mesma. Os conhecimentos sobre tal organização são comprados e toda a metodologia usada para o desenvolvimento do empreendimento vem da empresa já pronta. O objetivo é dar acesso aos franqueados de um negócio que já está no mercado e é sucesso. Quando se contrata uma franquia, as duas empresas (franqueadora e franqueada) não são dependentes e a única ligação entre elas são os benefícios mútuos que ambas incorporam. Como é uma relação de comércio, essa unidade se faz mediante um pagamento direto ou não. Dados estes que são fornecidos pelo Serviço de apoio ás Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). A Circular de Oferta de Franquia, conhecida como COF, seria como o contrato de adesão entre o Franqueado e a Franquia. Nesta circular contém todas as informações necessárias da franquia, como dados técnicos de
  3. 3. franqueados, fundo de propaganda, taxas de royalties, faturamento médio das unidades, balanços anuais entre outros. A COF é obrigatória, conforme a Lei da Franquia Empresarial n° 8.955 de 15 de Dezembro de 1994 e deve ser entregue ao franqueado com no mínimo 10 dias de antecedência da assinatura do pré-contrato ou Contrato de Franquia, ou antes, de qualquer pagamento para a franquia ou qualquer empresa que seja ligada á ela. Existem vários pontos que devem ser levantados e analisados pelo franqueado antes da adesão a uma franquia, como quais serão as suas vantagens e suas desvantagens perante o mercado, se suas chances de crescimento são boas e se ele conseguirá um alto grau de competitividade e lucro. Abaixo segue uma tabela com alguns pontos levantados para facilitar o 3 estudo para quem tem interesse em aderir a uma franquia:  Franquias;  Modelo próprio;  Suporte do franqueador na gestão;  Empreendedor gerencia sozinho;  Nome reconhecido pelo público;  Marca nova no mercado;  Franqueador escolhe o ponto comercial;  Empreendedor escolhe o ponto comercial;  Baixo investimento em publicidade;  Alto investimento em publicidade;  Criatividade e autonomia limitadas;  Maior liberdade para inovar e decidir;  Pagamento de taxa de franquia e royalties;  Marca criada pelo próprio empresário;  Franqueador calcula e sugere o preço de venda;  Empreendedor determina sozinho o preço de venda;  Franqueado tem de se adaptar ao perfil do franqueador;  Empreendedor cria perfil da empresa, valores e missão;
  4. 4.  Necessidade de comprovar renda e capital de giro para abrir a 4 operação;  Empreendedor não precisa comprovar renda e capital de giro, mas precisa calcular e reservar os valores necessários para garantir abertura da empresa; 3. Vantagens e Desvantagens: 3.1 Vantagens:  Provavelmente já é uma marca conhecida no mercado e de boa reputação, o franqueado poderá usufruir descontos nos preços, prazos mais longos para pagamentos além de tirar proveito da vantagem competitiva do franqueador, pois seus produtos já foram testados no mercado;  As chances de aumento do sucesso utilizando o sistema de franquia formatada são maiores do que uma pessoa que abre um negócio independente;  Há um plano de negócio pronto, que analisa pontos e fatos político-sociais e econômicos que possam vir a afetar o seu negócio;  O franqueado poderá aproveitar a vantagem competitiva de seu franqueador, pois seus produtos já foram lançados no mercado e o perfil do cliente já é conhecido;  Melhor planejamento do custo das instalações, pois o franqueador dará todo o apoio necessário á construção e instalação da nova unidade, levando o em conta os custos que obteve com a unidade padrão. Normalmente, em um negócio independente os custos fogem da previsão inicial, causando sérios problemas de fluxo de caixa ao empreendedor;  Há também uma economia de escala dos custos com publicidade e propaganda, pois serão rateados entre os franqueados;  Apesar de não tem uma autonomia total, o franqueado possuíra independência jurídica e financeira em relação ao franqueador;  As pesquisas e desenvolvimentos dos produtos são por conta do franqueador;
  5. 5. 5 3.2 Desvantagens:  São realizadas periodicamente auditorias nas empresas franqueadas, com o intuito de detectar falhas no cumprimento das obrigações por parte do franqueado, o que faz com que o franqueado tenha pouca flexibilidade;  Há o risco de o franqueado escolher uma franquia com risco de ocorrência de falhas no sistema, atrasando em entrega de produtos, deficiência na variedade, diminuição da rentabilidade prevista, perda de qualidade e pouca inovação;  Localização é uma desvantagem, pois mesmo que o franqueado faça um estudo do local apropriado para a abertura da franquia, o franqueador pode não aceitar e escolher outro local; 4. Conclusão O processo de inovação está intimamente ligado ás franquias, não somente á elas, mas a todos que querem ter diferencial e sucesso em seus empreendimentos. As franquias dão espaço aos franqueados de trazerem novidades para as reuniões e encontros que são realizados periodicamente entre franqueado e franqueador. O polo comercial de franquias é um setor em plena expansão em todo Brasil, mas para continuar crescendo, é necessário que os setores estejam em constante aprendizado e que estejam sempre inovando. Para se tornar uma franquia competitiva no mercado e se sobressair às outras e aos olhos dos investidores, as franquias devem ser inovadoras ou estarem inseridas em mercados inovadores. Inovação é a chave para a expansão de marcas e negócios em franquias, sem contar que o próprio sistema de franquias é relativamente novo no Brasil. A inovação está ligada a competitividade de sua franquia no mercado. Como resultado dessa nova fase no mercado de franquias, se faz necessário pesquisar os mercados existentes e investigar quais são os segmentos mais inovadores e promissores, e dentro desses segmentos, os que apresentam novas técnicas.
  6. 6. 6 5. Referências MALWEE. Disponível em: < http://franquias.lojasmalwee.com.br/franquia-brasileirinhos- investimento.php>. Acessado em 05 de dezembro, 2014; FRANQUIA. Disponível em:< http://www.buscafranquia.com.br/?pg=desc-franquia& id=310>. Acessado em 05 de dezembro, 2014;

×