CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social

5.938 visualizações

Publicada em

Uma breve apresentação sobre o CRAS.

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.938
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
191
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social

  1. 1. MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome Oque é o CRAS? SUAS – Sistema único de assistência social CRAS – Centro de Referencia de Assistência Social
  2. 2. • A unidade publica estatal responsável pela oferta de serviços continuados de proteção social básica de assistência social. • A porta de entrada dos usuários à rede de proteção social básica do SUAS. • A unidade que organiza a vigilância social em sua área de abrangência. Funções
  3. 3. • Uma unidade publica que concretiza o direito socioassistencial quanto à garantia de acessos a serviços de proteção social básica. • Articular e fortalecer a rede de Proteção Social Básica local. • Prevenir as situações de risco em seu território de abrangência, fortalecendo vínculos familiares e comunitários e garantindo direitos. Funções
  4. 4. • Elaboração de diagnósticos socioterritorial e identificação de necessidades de serviço. • Planejamento com outras instâncias sociais a implantação da unidade. • Implantação das condições físicas, institucionais e materiais. • Seleção, admissão e capacitação da equipe de referencia. Implantação
  5. 5. Pequeno Porte I – mínimo de 1 CRAS para até 2.500 famílias referenciadas Pequeno Porte II – mínimo de 2 CRAS para até 3.500 famílias referenciadas. Implantação Médio Porte – mínimo de 2 CRAS, cada um para até 5.000 famílias referenciadas. Grande Porte – mínimo de 4 CRAS, cada um para até 5.000 famílias referenciadas Metrópoles – mínimo de 8 CRAS, cada um para até 5.000 famílias referenciadas.
  6. 6. Recepção Estrutura Identificação Orientação e Acompanhamento dos beneficiários do BPC e dos Benefícios Eventuais. Encaminhamento Com equipe profissional composta por, no mínimo, um (01) profissional de serviço social.
  7. 7. Quantitativo – 2007 a 2012 De acordo com o Censo SUAS 2012, desde o ano de 2007, houve aumento no numero de implantações de unidades CRAS.
  8. 8. • Capacitação e promoção de inserção produtiva. • Promoção da inclusão produtiva para beneficiários do Programa Bolsa Família e no Beneficio de Prestação Continuada. • Projetos e programas de enfrentamento a pobreza. Programas e Projetos
  9. 9. • Projetos e Programas de enfrentamento a Fome. • Projetos de produção e economia solidaria. • Geração de trabalho e renda. Programas e Projetos
  10. 10. PAIF – Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família. PAIF É o principal programa de proteção social básica. • Fortalecimento de vínculos familiares e comunitários • Direito à proteção social básica e a ampliação da capacidade de proteção social e de prevenção de situações de risco no território de abrangência do CRAS.
  11. 11. Ações CRAS/PAIF • Recepção e acolhida de famílias em situação de vulnerabilidade. • Oferta de procedimentos profissionais em defesa dos direitos humanos e sociais. • Vigilância Social. • Acompanhamento Familiar. • Encaminhamento.
  12. 12. Ações CRAS/PAIF • Entrevistas • Visita Domiciliar • Palestras • Grupos socioeducativos para famílias ou seus representantes. • Oficinas. • Campanha socioeducativa.
  13. 13. Ações CRAS/PAIF • Reunião e ações comunitárias. • Encaminhamento e acompanhamento. • Articulação e fortalecimento de Redes de Grupos Sociais.
  14. 14. FIM

×