SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
1
MATERIAL PARA O 1º BIMESTRE -
MATEMÁTICA
3º ANO DO ENSINO MÉDIO
DOCENTE: IVE PINA
CONTEÚDO: PROBABILIDADE
Problema inicial: Um automóvel será sorteado entre os clientes de um shopping
center. Paulo depositou 50 cupons em uma das urnas espalhadas pelo shopping, e
Janete depositou 20 cupons. Hoje, dia de sorteio, os conteúdos de todas as urnas
foram juntados, formando um monte com 10.000 cupons. Um representante do
shopping vai sortear um cupom.
É possível MEDIR a possibilidade de cada um ganhar o automóvel. Como Paulo tem
50 cupons dentre os 10.000 que participam do sorteio, indicamos por
000.10
50 a
MEDIDA da possibilidade de Paulo ganhar; de maneira análoga, a medida da
possibilidade de Janete ganhar é
000.10
20 . As frações
000.10
50 e
000.10
20 são chamadas de
probabilidades de Paulo e Janete ganhares respectivamente.
Esse exemplo ajuda a entender que a probabilidade é um número que mede a
possibilidade de ocorrer – ou não – um resultado. Ou seja, da afirmação "é provável
que o meu time ganhe a partida hoje" pode resultar:
- que ele ganhe - que ele perca - que ele empate
Vale ressaltar que esse número fracionário também pode ser um valor percentual,
pois:
000.10
50 = 0,005 . 100% = 0,5%
000.10
20 = 0,002 . 100% = 0,2%
Isto significa que a chance de Paulo ganhar é de meio porcento e as chances de
Janete ganhar são ainda menores 0,2%.
Experimento aleatório: É todo experimento cujo resultado depende exclusivamente
do acaso.
Ex: lançamento de uma moeda, lançamento de um dado, lançamento de duas
moedas, lançamento de dois dados, o sorteio de um cupom de um total de 10.000
cupons, a retirada de uma carta do baralho, nascimento de uma criança, etc.
Espaço amostral de um experimento aleatório (S) – Casos Possíveis: É o
conjunto de todos os resultados possíveis de um experimento aleatório.
Exemplos:
a) Lançamento de uma moeda: O espaço amostral S = {K, C}. Assim, o nº de
elementos de E, ou seja, n(S) = 2.
b) Lançamento de um dado: S = {1,2,3,4,5,6}. Portanto, n(S) = 6.
c) Lançamento de duas moedas: S = {(C,C),(C,K),(K,C),(K,K)} Assim, n(S) = 4.
ou __ . __
2 2 = 4
d) Lançamento de dois dados: S = {(1,1),(1,2),(1,3),(1,4),(1,5),(1,6),(2,1),(2,2),
(2,3),(2,4),(2,5),(2,6),(3,1),(3,2), (3,3),(3,4),(3,5),(3,6),(4,1),(4,2),(4,3),(4,4),(4,5),
(4,6),(5,1),(5,2),(5,3),(5,4),(5,5),(5,6),(6,1),(6,2),(6,3),(6,4),(6,5),(6,6)}. Logo,
n(S) = 36.
2
ou __ . __
6 6 = 36
e) Retirada da carta de um baralho: S = {A,2,3,4,5,6,7,8,9,10,J,Q,K} de ouro,
paus, espada e copas. Assim, n(S) = 52.
f) Nascimento de uma criança: S = {menino, menina}. Assim, n(S) = 2.
Espaço amostral equiprovável: Dizer que um espaço amostral é equiprovável,
significa dizer que, num lançamento de um dado, por exemplo, todas as faces tem a
mesma chance de ocorrer, sendo esse dado não viciado.
Evento de um espaço amostral – Casos favoráveis: É qualquer subconjunto de um
espaço amostral.
Exemplos:
a) No lançamento de uma moeda. Evento: obter a face cara. Ou seja, o evento é
A = {K}, que é subconjunto de S = {K,C}. Note que n(A) = 1.
b) No lançamento de um dado. Evento: obter, na face voltada para cima, um
número menor que 3. Ou seja, o evento é B = {1,2}, que é subconjunto de S =
{1,2,3,4,5,6}. Note que n(B) = 2.
c) No lançamento de duas moedas. Evento: obter, na face voltada para cima, pelo
menos uma cara. Ou seja, o evento é C = {(C,K),(K,C),(K,K)}, que é
subconjunto de S = {(C,C), (C,K), (K,C), (K,K)}. Note que n(C) = 3.
d) No lançamento de dois dados. Evento: obter, nas faces voltadas para cima, a
soma de 5 pontos. Ou seja, o evento é D = {(1,4),(2,3),(3,2),(4,1)}, que é
subconjunto de S = {(1,1), ..., (6,6)}. Note que n(D) = 4.
e) Na retirada de uma carta do baralho. Evento: obter uma carta representada por
uma letra. Ou seja, E = {A,J,Q,K} de cada naipe, que é subconjunto de S =
{A,2,3,4,5,6,7,8,9,10,J,Q,K} de cada naipe. Note que n(E) = 16.
f) Nascimento de uma criança. Evento: nascer um menino. Ou seja, F = {menino},
que é subconjunto de S = {menino, menina}. Note que n(F) = 1.
Definição de probabilidade: Sejam E um espaço amostral equiprovável, finito e não-
vazio, e A um evento de E. A probabilidade de ocorrer algum elemento de A é indicada
por P(A) e definida por:
)(
)(
)(
En
An
AP  , em que n(A) e n(E) indicam, respectivamente, o nº
de elementos de A e de E. Como E é o conjunto de todos os elementos do espaço
amostral, n(E) também pode ser chamado de nº de casos possíveis. Como A é um
subconjunto de E, com uma característica específica, n(A) é conhecido como nº de
casos favoráveis. Assim temos, também, que:
possíveiscasosden
favoráveiscasosden
P



º
º .
Exemplos:
1) No lançamento de uma moeda, qual a probabilidade de se obter a face cara?
Solução: S = {K,C} e A = {K}. Logo
2
1
)( AP , ou ainda, P(A) = 50%.
2) No lançamento de um dado, qual é a probabilidade de se obter, na face voltada
para cima, um número de pontos menor que três?
Solução: S = {1,2,3,4,5,6} e B = {1,2}. Logo
3
1
6
2
)( BP , ou ainda, P(A) ≈ 33%.
3) No lançamento de duas moedas, qual é a probabilidade de se obter, nas faces
voltadas para cima, pelo menos uma cara?
Solução: S = {(C,C), (C,K), (K,C), (K,K)} e C = {(C,K),(K,C),(K,K)}. Logo,
4
3
)( CP , ou
ainda, 75%.
3
4) No lançamento de dois dados, qual é a probabilidade de se obter, nas faces
voltadas para cima, a soma dos pontos iguais a 5?
Solução: S = {(1,1),...,(6,6)} e D = {(1,4),(2,3),(3,2),(4,1)}. Logo,
9
1
36
4
)( DP , ou ainda,
P(A) ≈ 11%.
5) Ao retirar uma carta do baralho, qual é a probabilidade de se obter uma carta
representada por uma letra?
Solução: S = {{A,2,3,4,5,6,7,8,9,10,J,Q,K} de cada naipe} e E’ = {{A,J,Q,K} de cada
naipe}. Logo,
13
4
52
16
)( EP , ou ainda, P(E) ≈ 31%.
6) Qual a probabilidade de uma mulher ter um menino?
Solução: S = {menino, menina} e F = {menino}. Logo,
2
1
)( FP , ou seja, 50%.
7) No lançamento de um dado, determine a probabilidade de se obter:
S = {1,2,3,4,5,6}, casos possíveis = 6
a) o número 1
Solução: casos favoráveis = 1 A = {1}
b) um número primo
Solução: casos favoráveis = 3 B = {2,3,5}
c) um número divisível por 2
Solução: casos favoráveis = 3 C = {2,4,6}
d) um número menor que 5
Solução: casos favoráveis = 4 D = {1,2,3,4}
e) um número maior que 6
Solução: casos favoráveis = 0 E = { }
8) Uma caixa contém 30 bolas de madeira e todas com o mesmo tamanho, sendo
18 azuis e 12 amarelas. Retirando-se uma bola qualquer dessa urna, qual a
probabilidade de ela ser azul? E a probabilidade de ser amarela?
Solução: c.p. = 30
a) probabilidade de ela ser azul: c.f. = 18 =>
b) probabilidade de ela ser amarela: c.f. = 12 =>
9) (Unicamp-SP) Em uma festa para calouros estão presentes 250 calouros e 350
calouras. Para dançar, cada calouro escolhe uma caloura ao acaso formando
um par. Qual a probabilidade de que uma determinada caloura não esteja
dançando no momento em que todos os 250 calouros estão dançando?
Solução: c.p. = 350 e c.f. = 100
4
10) Uma bola será retirada de uma sacola contendo 5 bolas verdes e 7 bolas
amarelas. Qual a probabilidade desta bola ser verde?
Solução: c.p. = 12 e c.f. = 5
11) Três moedas são lançadas ao mesmo tempo. Qual é a probabilidade de as três
moedas caírem com a mesma face para cima?
Solução: c.p. = 8 ___ ___ ___ e c.f. = 2 {(k,k,k), (c,c,c)}
2 . 2 . 2 = 8
12) No lançamento simultâneo de dois dados, um branco e um vermelho,
determine a probabilidade dos seguintes eventos:
c.p. = 36 ___ ___
6 . 6 = 36
a) os números são iguais
Solução: c.f. = 6 A = {(1,1), (2,2), (3,3), (4,4), (5,5), (6,6)}
b) a soma dos números é igual a 9
Solução: c.f. = 4 B = {(3,6),(4,5),(5,4),(6,3)}
c) a soma dos pontos obtidos é menor que 4
Solução: c.f. = 3 C = {(1,1),(1,2),(2,1)}
d) a soma dos pontos é 8 e um dos dados apresenta 6 pontos
Solução: c.f. = 2 D = {(2,6), (6,2)}
13) Um dado é lançado 3 vezes. Calcule a probabilidade de se obter nos três
lançamentos o mesmo número de pontos.
Solução: c.p. = 216 ___ ___ ___
6 . 6 . 6 = 216
c.f. = 6 {(1,1,1),(2,2,2),(3,3,3),(4,4,4),(5,5,5),(6,6,6)}
14) Formam-se todos os números naturais de cinco algarismos distintos com os
algarismos 1,2,3,4 e 5. Sorteando-se um desses números, qual a probabilidade
de se obter um número par?
Solução: c.p. = 120 ___ ___ ___ ___ ___
5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120
c.f. = 48 ___ ___ ___ ___ {2,4}
4 . 3 . 2 . 1 . 2 = 48
5
15) (SAERJ–2011) Seis alunos da 8ª série de uma escola, entre eles Marina e
Jorge, tiraram a nota máxima em todas as provas de matemática. Desses
alunos, 2 vão ser sorteados para participar da Olimpíada de Matemática que
vai ocorrer em uma outra cidade. Qual a probabilidade de que os sorteados
sejam Marina e Jorge?
(A)
4
1 (B)
3
1 (C)
12
1 (D)
15
1 (E)
30
1
Solução: c.p. = C6,2 = __6!___ = 6! = 6.5.4! = 30 = 15 e c.f. = 1 {(M,J)}
2!(6 – 2)! 2!4! 2.1.4! 2
Exercícios:
1) (SAERJ-2013) Para uma brincadeira de festa junina, foram confeccionados 30
peixinhos de papelão idênticos. As prendas disponíveis para os jogadores
foram anotadas nos peixinhos que foram enterrados na areia de forma que a
informação da prenda não pudesse ser vista. Dessas prendas, 4 são bichos de
pelúcia. Pescando aleatoriamente um desses peixinhos, qual é a probabilidade
de se ganhar como prenda um bicho de pelúcia?
(A)
4
1 (B)
26
1 (C)
26
4 (D)
30
4 (E)
30
26
2) (SAERJ-2014) Uma antena de telefonia cobre uma área de 350 km2
de um
município que possui 1 750 km2
. Qual será a probabilidade de um turista, ao
circular por esse município, encontrar-se na área de cobertura dessa antena?
(A)
350
1 (B)
1750
350 (C)
1400
350 (D)
1750
1400 (E)
350
1750
3) (SAERJ-2012) Uma caixa contém 4 canetas vermelhas, 6 canetas verdes, 8
canetas pretas e 10 canetas azuis, todas de mesmo formato e massa. Qual é a
probabilidade de retirar, ao acaso, uma caneta preta dessa caixa?
(A)
28
1 (B)
8
1 (C)
7
2 (D)
7
5 (E)
2
7
4) (SAERJ-2012) Em uma propriedade rural, os tomates são colhidos e
acondicionados em caixas com 80 tomates cada uma. O dono da propriedade
retirou, ao acaso, um tomate de uma caixa com 10 tomates estragados e 70
tomates bons para consumo. A probabilidade de esse tomate retirado estar
bom para consumo é igual a:
(A)
80
1 (B)
70
1 (C)
10
1 (D)
8
1 (E)
8
7
5) (SAERJ-2012) Em uma urna foram colocadas 6 bolas brancas, 9 pretas e 3
cinzas. Uma bola foi retirada dessa urna aleatoriamente. Qual é a
probabilidade dessa bola ser preta?
(A)
18
9 (B)
18
6 (C)
18
3 (D)
18
2 (E)
18
1
6) (SAERJ–2011) O time de vôlei de uma cidade vai fazer uma seleção para
escolher um jogador que irá juntar-se à equipe para disputar um campeonato.
No dia do teste, apareceram 24 meninos da própria cidade e 12 meninos de
outras cidades vizinhas. Qual a probabilidade do escolhido ser das cidades
vizinhas?
(A) 36
1
(B) 12
1
(C) 3
1
(D) 2
1
(E) 3
2
6
7) (SAERJ – 2013) Em um sorteio de uma cesta de café da manhã, estão
participando 14 mulheres e 6 homens. Para participar desse sorteio, cada um
desses participantes preencheu um cupom com seu nome e depositou-o na
urna. Qual é a probabilidade de um homem ser sorteado para ganhar essa
cesta de café da manhã?
(A) (B) (C) (D) (E)
8) (SAERJ-2013) Em uma apresentação musical, estavam presentes na plateia
20 crianças e 130 adultos, dos quais 50 eram homens e 80 eram mulheres.
Cada uma dessas pessoas recebeu um papel com um número de identificação
para participar do sorteio de uma guitarra. Qual é a probabilidade de uma
criança ser sorteada?
(A) (B) (C) (D) (E)
9) (SAERJ-2013) Em um curso de capacitação oferecido por uma firma,
participaram 40 técnicos em eletrônica, 50 estudantes de engenharia e 10
engenheiros. No final do curso, um desses participantes será sorteado,
aleatoriamente, para representar a firma em um congresso internacional. Qual
é a probabilidade de ser convidado um técnico em eletrônica?
(A) B) C) D) E)
10) (SAERJ-2014) A próxima edição de um congresso será realizado em um dos
países situados no continente americano. Entre os países candidatos a sediar
esse congresso, 3 são da América do Norte, 20 são da América Central e 12
países são da América do Sul. Qual é a probabilidade de o país escolhido estar
situado na América do Sul?
(A) (B) C) D) E)
11) (SAERJ–2011) Observe o resultado de uma pesquisa na classe de Júlia.
Computador Nº de alunos
Possui computador 18
Não possui computador 12
Escolhendo-se um aluno dessa classe, ao acaso, qual é a probabilidade de
que ele tenha computador?
(A) 5
1
(B) 5
2
(C) 5
3
(D) 3
2
(E) 2
3
12) (SAERJ-2014) Marlon é professor e, em uma atividade com os alunos do 3°
ano, escreveu em pedaços iguais de papel os números de 1 a 15 e os colocou
em uma urna. Em seguida, pediu aos seus alunos para calcularem a
probabilidade de, em uma escolha aleatória, retirar dessa urna um número
ímpar. Essa probabilidade é de
(A) B) (C) D) E)
13) (SAERJ – 2013) Raquel resolveu um teste com 10 questões de múltipla
escolha, com cinco alternativas por questão. Oito questões ela sabia resolver e
marcou corretamente as alternativas. As demais questões ela marcou
aleatoriamente. Qual é a probabilidade de Raquel ter acertado todas as
questões desse teste?
(A) (B) E)
7
14) (SAERJ– 2011) Jane virou todas as 28 peças de seu jogo de dominó com a
face para baixo e embaralhou bem. Se Jane retirar uma peça, qual a
probabilidade de obter a soma dos pontos igual a 6?
(A) 14
3
(B) 17
3
(C) 7
1
(D) 6
1
(E) 3
2
15) (SAERJ–2011) No lançamento de três moedas, qual a probabilidade de
saírem três caras?
(A)
8
3 (B)
8
1 (C)
2
3 (D)
4
1 (E)
2
1
16) Uma pessoa joga uma moeda quatro vezes, qual a probabilidade de sair CARA
nas quatro jogadas?
(A)
8
3 (B)
4
1 (C)
8
1 (D)
16
1 (E) 1
17) Quatro moedas são lançadas simultaneamente. Qual é a probabilidade de
ocorrer coroa em uma só moeda?
(A)
8
1 (B)
9
2 (C)
4
1 (D)
3
1 (E)
8
3
18) Jogamos dois dados comuns. Qual a probabilidade de que o total de pontos
seja igual a 10?
(A)
12
1 (B)
11
1 (C)
10
1 (D)
23
2 (E)
6
1
19) (SAERJ-2012) Sérgio apostou que, no lançamento simultâneo de dois dados
com faces numeradas de 1 a 6 cada um, a soma dos pontos obtidos será igual
a 5. Qual é a probabilidade de Sérgio ganhar essa aposta?
(A)
36
2 (B)
36
4 (C)
36
5 (D)
5
2 (E)
12
5
Classificação dos Eventos
Evento: é um conjunto de resultados do experimento, em termos de conjuntos, é um
subconjunto S. Em particular, S e Φ (conjunto vazio) são eventos.
a) Evento Simples: Classificamos assim os eventos que são formados por um único
elemento do espaço amostral.
Exemplos: Já nos deparamos com vários casos:
- sair cara no lançamento de uma moeda (A = {K});
- nascer um menino (B = {menino});
- tirar 1 no lançamento de um dado (C = {1}).
b) Evento Certo: É o conjunto S.
Exemplo: Sair um número menor ou igual a 6 no lançamento de um dado é um evento
certo, porque D = {1,2,3,4,5,6} = S.
c) Evento Impossível: É o conjunto Φ ou { } (conjunto vazio).
Exemplo: Sair um número maior que 6 no lançamento de um dado é um evento
impossível, porque E = Φ .
8
d) Evento União: A ∪ B → é o evento que ocorre se A ocorre ou B ocorre ou ambos
ocorrem.
Exemplo: Seja o evento A: ocorrer um número ímpar e menor ou igual a 3 no
lançamento de um dado, e o evento B: ocorrer um número ímpar e maior ou igual a 3
no lançamento de um dado, o evento união será:
A = {1,3} e B = {3,5} => A ∪ B = {1,3,5}
Porque possui todos os elementos de A, ou de B, ou de ambos.
e) Evento Interseção: A ∩ B → evento que ocorre se A e B ocorrerem.
Exemplo: Seja o evento A: ocorrer um número ímpar e menor ou igual a 3 no
lançamento de um dado, e o evento B: ocorrer um número ímpar e maior ou igual a 3
no lançamento de um dado, o evento interseção será:
A = {1,3} e B = {3,5} => A ∩ B = {3}
Porque possui todos os elementos comuns de A e B.
f) Evento Mutuamente exclusivo: Eventos mutuamente exclusivos são aqueles que
não podem ocorrer simultaneamente. Portanto dois eventos A e B são mutuamente
exclusivos se A ∩ B = Φ e A ∪ B = A + B.
Exemplo: Seja o evento A: sair um número par em um lançamento de um dado, e o
evento B: sair um número ímpar e menor ou igual a 3 no lançamento de um dado.
Temos que: A = {2,4,6} e B = {1,3}. Estes eventos não ocorrem simultaneamente,
portanto, A ∩ B = Φ e A ∪ B = A + B = {1,2,3,4,6}.
g) Evento complementar: Ā → é o evento que ocorre se A não ocorre. Os elementos
de Ā são todos os elementos do espaço amostral S que não estão contidos em A,
então temos que Ā = S - A e ainda que S = A + Ā.
Exemplo: Seja o evento A: sair um número par em um lançamento de um dado, e o
evento B: sair um número ímpar no lançamento de um dado.
Temos que: A = {2,4,6} e B = {1,3,5}. Estes eventos não ocorrem simultaneamente,
portanto, A ∩ B = Φ, porém temos que B = Ā. E que S = A ∪ B = A + B = {1,2,3,4,5,6}.
Exemplos de operações com eventos:
1) Numa escola funcionam dois cursos, um de desenho publicitário e outro de
desenho artístico, perfazendo um total de 90 vagas. No final da inscrição, havia
60 alunos inscritos para desenho publicitário e 50 para desenho artístico,
sendo que alguns optaram pelos 2 cursos. Determine, escolhendo ao acaso
uma ficha de inscrição, qual a probabilidade de ela ter a opção do curso de
desenho:
a) publicitário
b) artístico
c) somente publicitário
d) somente artístico
e) artístico ou publicitário
f) artístico e publicitário
Solução:
a) publicitário: 60
b) artístico: 50
c) somente publicitário (Ā): 40
d) somente artístico ( ̅): 30
e) artístico ou publicitário: 90
f) artístico e publicitário: 20
9
2) (SAERJ–2011) Em uma turma de 42 alunos, o
professor de Educação Física fez um
levantamento sobre a quantidade de alunos que
praticam vôlei ou basquete. Nesse levantamento
foi constatado que 12 desses alunos não
praticam nenhum desses dois esportes, 17
praticam vôlei e 18 praticam basquete. O total de
alunos dessa turma que pratica vôlei e basquete
é
(A) 5 (B) 7 (C) 17 (D) 30 (E) 35
Resposta: A
3) (SAERJ–2011) Paulo vai fazer um churrasco
para 160 pessoas. Antes de comprar carne, ele
fez uma pesquisa sobre a preferência dessas
pessoas em relação ao tipo de carne. Ele
constatou que 120 pessoas gostam de carne de
boi, 50 gostam de carne de porco, 30 gostam de
carne de boi e de porco e o restante não aprecia
carne. De acordo com essa pesquisa, quantas
pessoas gostam somente de carne de porco?
(A) 20 (B) 40 (C) 50 (D) 120 (E) 160
Resposta: A
Teoremas:
1. Se A é um evento impossível, então A = Ø => P(A) = P(Ø) = 0
2. Se A é um evento certo, então A = S => P(A) = P(S) = 1
3. Se A é o evento complementar de A, então P( A ) = 1- P(A)
4. Sejam A e B dois eventos quaisquer, então: P (A ∪ B) = P(A) + P(B) - P(A ∩ B)
Ex: Um lote é formado por 10 peças boas, 4 com defeitos e 2 com defeitos graves.
Uma peça é escolhida ao acaso. Calcule a probabilidade de que:
a) Ela não tenha defeitos graves:
Seja DG: quantidade de peças com defeitos graves no lote = 2 e n(S) = 16, então:
P( DG ) = 1 – P(DG) = %5,87
8
7
16
14
16
2
1 
b) Ela não tenha defeitos:
Seja B, quantidade de peças boas no lote = 10 e n(S) =16, então: P(B) = %5,62
8
5
16
10

c) Ela seja boa ou tenha defeitos graves:
P(B U DG) = P(B) + P(DG) – P(B ∩ DG) = %75
4
3
16
12
0
16
2
16
10

Outra possibilidade: Quantidade total de peças boas ou com defeitos graves = 12 e
n(S) = 16, logo: %75
4
3
16
12

OBS: Isto só é possível porque os eventos são complementares.
Exemplos:
1) Uma urna contém bolas coloridas. Retirando-se uma bola dessa urna, a
probabilidade de se obter uma bola vermelha é 0,64. Qual a probabilidade de
se obter uma bola que não seja vermelha?
Solução: ̅
10
2) A probabilidade de que uma mulher fumante com idade acima de 40 anos
tenha câncer é de aproximadamente 75,6%. Qual a probabilidade de que uma
mulher fumante com mais de 40 anos não tenha câncer?
Solução: ̅
3) Ao atirar num alvo, a probabilidade de uma pessoa acertá-lo é 3/5. Qual a
probabilidade de ela errar?
Solução: ̅
4) Considere um conjunto de 10 frutas em que 3 estão estragadas. Escolhendo-
se aleatoriamente 2 frutas desse conjunto, determine a probabilidade de:
a) ambas não estarem estragadas.
c.p. = 10 . 9 = 90 e c.f. = 7. 6 = 42
b) pelo menos uma estar estragada.
S = {(B,B), (B,E),(E,B),(E,E)} ou c.p. = 10 . 9 = 90
p(B,B) => p = n(B,E) => c.f. = 7. 3 = 21
1 – p(B,B) = 1 - n(E,B) => c.f. = 3. 7 = 21
n(E,E) => c.f. = 3. 2 = 6
n(B,E) + n(E,B) + n(E,E) = 21 + 21 + 6 = 48
5) (Técnico Administrativo – BNDES/2010) Em uma caixa há 4 balas de mel, 3
balas de tamarindo e 3 balas de anis. Duas balas serão retiradas
aleatoriamente dessa caixa, sucessivamente e sem reposição. Qual a
probabilidade de que, pelo menos, uma das balas seja de mel?
(A)
5
3
(B)
5
2
(C)
3
2 (D)
3
1
(E)
2
1
Solução: c.p. = 10 . 9 = 90
c.f. = 6 . 5 = 30 (possibilidades de não ser de mel)
p(não ser de mel) =
3
1
90
30

p(pelo menos uma das balas ser de mel) = 1 - p(não ser de mel) = 3
2
3
13
3
1
1 


Resposta: C
6) Uma urna contém duas bolas brancas, três verdes e quatro azuis. Retirando-se
ao acaso uma bola da urna, qual é a probabilidade de se obter uma bola
branca ou uma verde?
Solução: c.p. = 2 + 3 + 4 = 9
c.f.(B U V) = 2 + 3 = 5 (Eventos mutuamente exclusivos)
7) Em uma caixa há 2 fichas amarelas, 5 fichas azuis e 7 fichas verdes. Se
retirarmos uma única ficha, qual a probabilidade dela ser verde ou amarela?
Solução: c.p. = 2 + 5 + 7 = 14
c.f.(V U A) = 7 + 2 = 9 (Eventos mutuamente exclusivos)
11
8) Seja o lançamento de um dado comum. Qual a probabilidade de sair:
c.p. = 6 S = {1,2,3,4,5,6}
a) um número par?
c.f. = 3 A = {2,4,6}
b) Um múltiplo de 3?
c.f. = 2 B = (3,6}
c) Um número par ou um múltiplo
de 3?
c.f. = 4 A U B = {2,3,4,6}
d) Um número par e múltiplo de 3?
c.f. = 1 A ∩ B = {6}
OBS: P(A U B) = P(A) + P(B) – P(A ∩ B) =
9) Numa pesquisa sobre preferência entre dois refrigerantes, Coca-Cola e
guaraná, obtivemos o seguinte resultado:
20 tomam guaraná
15 tomam Coca-Cola
08 tomam os dois
03 não tomam nenhum dos dois.
Sorteando-se uma pessoa ao acaso, calcule a
probabilidade de ela tomar guaraná ou Coca-Cola?
Solução: c.p. = 12 + 8 + 7 + 3 = 30
c.f. = G U C = 12 + 8 + 7 = 27
10) Uma urna contém exatamente 20 bolas, numeradas de 1 a 20. Retira-se, ao
acaso, uma bola da urna. Qual a probabilidade de se obter uma bola com um
número múltiplo de 2 ou de 3?
Solução: M(2) = {2,4,6,8,10,12,14,16,18,20} => n(2) = 10
M(3) = {3,6,9,12,15,18} => n(3) = 6
M(2) ∩ M(3) = {6,12,18} => n(2∩3) = 3
c.f. = n(2U3) = n(2) + n(3) – n(2∩3) = 10 + 6 – 3 = 13
c.p. = 20
11) Uma urna contém exatamente trinta etiquetas, numeradas de 1 a 30.
Retirando-se, ao acaso, uma etiqueta da urna, qual a probabilidade de
obtermos um número menor que 20 ou um múltiplo de 3?
Solução: x < 20 = {1,2,3, ..., 19} => n(20) = 19
M(3) = {3,6,9,12,15,18,21,24,27,30} => n(3) = 10
x < 20 ∩ M(3) = {3,6,9,12,15,18} => n(20∩3) = 6
c.f. = n(20U3) = n(20) + n(3) – n(20∩3) = 19 + 10 – 6 = 23
c.p. = 30
12) Retirando-se uma carta de um baralho de 52 cartas, qual a probabilidade de
ocorrer um rei ou uma carta de espadas?
Solução: K: {K♠, K♣, K♥, K♦} => n(K) = 4
♠: {A♠,2♠,3♠,4♠,5♠,6♠,7♠,8♠,9♠,10♠,J♠,Q♠,K♠} => n(♠) = 13
K ∩ ♠ ={K♠} => n(K ∩ ♠) = 1
12
c.f. = N(K U ♠) = n(K) + n(♠) – n(K ∩ ♠) = 13 + 4 – 1 = 16
c.p. = 52
13) Uma amostra de 140 investidores de um banco
revelou que 80 investem em poupança, 30 investem
em fundos e 10 investem na poupança e em fundos.
Selecionado um destes investidores ao acaso, qual a
probabilidade de que ele tenha investimentos na
poupança ou em fundos?
c.p. = 140
c.f. = 70 + 10 + 20 = 100
14) O jogo de dominó é composto de peças retangulares formadas pela junção de
dois quadrados. Em cada quadrado há a indicação de um número,
representado por uma certa quantidade de bolinhas, que variam de nenhuma a
seis. O número total de combinações possíveis é de 28 peças. Se pegarmos
uma peça qualquer, qual a probabilidade dela possuir ao menos um 3 ou 4 na
sua face?
Solução:
3 U 4: (0,3),(1,3),(2,3),(3,3),(3,4),(3,5),(3,6),(0,4),(1,4),(2,4),(4,4),(5,4),(6,4)
c.f. = n(3 U 4) = 13
c.p. = 28
15) Na gôndola de um supermercado há somente
sabonetes azuis ou na marca Tux, num total de
140 unidades, sendo 80 azuis e 100 da marca
Tux. Retirando-se ao acaso um sabonete dessa
gôndola, qual a probabilidade de se obter um
sabonete azul da marca Tux?
16) Dentre os automóveis estocados no pátio de uma montadora, escolhe-se um,
ao acaso. A probabilidade de que o automóvel escolhido tenha freios ABS é
5/8, a probabilidade de que ele tenha direção hidráulica é 2/3 e a probabilidade
de que ele tenha freios ABS e direção hidráulica é 11/24. A probabilidade de
que esse automóvel tenha freios ABS ou direção hidráulica é:
(a) 7/24 (b) 1/12 (c) 3/7 (d) 1/6 (e) 5/6
Solução: E
P(ABS U DH) = P(ABS) + P(DH) – P(ABS ∩ DH) =
13
Exercícios:
1) (SAERJ-2012) O gerente do setor de vendas de uma sapataria sorteou um de
seus vendedores para participar de uma feira municipal de divulgação de
negócios. Sabe-se que a probabilidade de ele ter sorteado uma mulher é de
8
3
.
Qual é a probabilidade desse gerente ter sorteado um homem para participar
dessa feira?
(A)
8
3 (B)
5
3 (C)
8
5 (D)
3
5 (E)
3
8
2) (SAERJ-2014) Uma máquina produziu um lote de 30 peças. Dessas peças, 3
apresentaram defeito. Qual é a probabilidade de se retirar ao acaso uma peça
sem defeito desse lote de peças?
(A)
30
1 (B)
27
1 (C)
30
3 (D)
3
1 (E)
30
27
3) (SAERJ-2012) Um casal de namorados e mais três amigos compraram cinco
ingressos para assistirem uma peça de teatro. Esses ingressos comprados
correspondem às cadeiras localizadas lado a lado e numeradas de 1 a 5. Qual
é a probabilidade de esse casal de namorados sentar separado durante essa
peça de teatro?
(A)
5
1 (B)
5
2 (C)
2
1 (D)
5
3 (E)
5
4
4) (SAERJ-2012) Em uma cesta de frutas existem 10 maçãs, 8 peras e 6 laranjas.
Qual é a probabilidade de uma pessoa tirar ao acaso uma laranja ou uma pêra
dessa cesta?
(A)
24
6 (B)
24
8 (C)
24
14 (D)
144
14 (E)
144
120
5) (SAERJ-2012) Sérgio possui uma caixa com 70 varetas coloridas. Desse total,
40 são amarelas, 20 são vermelhas e 10, verdes. Sérgio retirou uma vareta da
caixa aleatoriamente. Qual é a probabilidade da vareta retirada por Sérgio ser
verde ou vermelha?
(A)
7
1 (B)
7
2 (C)
7
3 (D)
7
4 (E)
4
3
6) (SAERJ–2011) Em um pacote, há 30 balas, sendo oite de laranja, dez de
abacaxi, seis de limão e seis de café. Tirando-se desse pacote uma bala ao
acaso, qual a probabilidade de ela ser de laranja ou de limão?
(A)
30
8 (B)
30
6 (C)
30
14 (D)
8
6 (E)
48
30
7) (SAERJ -2013) Uma caixa contém 24 miniaturas de soldadinhos, todos de
mesmo tamanho e formato. Desse total, 4 são dourados, 6 são vermelhos e o
restante, prateados. Tirando ao acaso um soldadinho dessa caixa, qual é a
probabilidade de ser dourado ou prateado?
(A)
24
1 (B)
18
1 (C)
24
4 (D)
24
14 (E)
24
18
8) (SAERJ – 2014) Uma manicure possui 67 esmaltes de cores diferentes. Ela
possui 20 esmaltes nos tons de vermelho, 15 nos tons de rosa e o restante em
outras cores. Qual é a probabilidade de uma cliente optar por um esmalte nos
tons de vermelho ou de rosa?
(A)
67
5 (B)
67
15 (C)
67
20 (D)
67
32 (E)
67
35
14
9) (SAERJ – 2013) Dois dados honestos, com suas faces numeradas de 1 a 6,
são lançados simultaneamente. Qual é a probabilidade de se obter por
resultado dois números pares ou de que a soma dos resultados seja superior a
9?
(A)
3
1 (B)
2
1 (C)
6
1 (D)
12
1 (E)
12
5
10) (SAERJ-2012) O desenho abaixo mostra 15 bolas numeradas de 1 a 15.
Uma dessas bolas foi sorteada ao
acaso. Qual é a probabilidade de o
número dessa bola sorteada ser múltiplo
de 2 ou múltiplo de 3?
(A)
45
7
(B)
3
1
(C)
15
7
(D)
3
2
(E)
5
4
11) (SAERJ-2014) De uma sacola contendo 15 bolas numeradas de 1 a 15 retira-
se uma bola ao acaso. Qual é a probabilidade de o número marcado nessa
bola ser divisível por 3 ou por 4?
(A)
15
1 (B)
15
3 (C)
15
5 (D)
15
7 (E)
15
8
12) (SAERJ-2014) Passaram para a última fase do processo seletivo de uma
empresa 8 candidatos que falam somente inglês, 6 candidatos que falam
somente espanhol e 2 candidatos que falavam ambos os idiomas. Ao escolher
aleatoriamente um desses candidatos para uma entrevista, qual é a
probabilidade de ele falar inglês e espanhol?
(A)
16
14 (B)
2
1 (C)
14
2 (D)
16
2 (E)
16
1
13) Numa comunidade de 1000 habitantes, 400 são sócios de um clube A, 300 de
um clube B e 200 de ambos. Escolhendo-se uma pessoa ao acaso, qual a
probabilidade dessa pessoa ser sócia de A ou de B?
(A) 75% (B) 60% (C) 50% (D) 45% (E) 30%
14) (F .Maringá) Um número é escolhido ao acaso entre 20 inteiros, de 1 a 20. A
probabilidade de o número escolhido ser primo ou quadrado perfeito é:
(A)
5
1 (B)
25
2 (C)
25
4 (D)
5
2 (E)
5
3
Probabilidade Condicional
Em um programa de televisão, dez cartões, numerados de 1 a 10, foram distribuídos a
dez pessoas que concorriam a um prêmio. Depois, o apresentador sorteou de uma
urna um desses números e, para criar suspense, afirmou: “O número sorteado é par”.
Qual a probabilidade de que o número sorteado seja maior que 4?
15
No início do sorteio, todas as pessoas que concorriam ao prêmio tinham esperança de
ganhar, pois o espaço amostral do experimento era: S = {1,2,3,4,5,6,7,8,9,10}. No
momento em que o apresentador anunciou que o número sorteado é par, o espaço
amostral ficou reduzido ao evento A = {2,4,6,8,10}. Seja também o evento B formado
pelos números que são maiores que 4. O esquema a seguir representa a situação do
problema.
A garantia de que o número sorteado é par reduz o
espaço amostral ao evento A; logo, um elemento
de B só pode ocorrer na interseção de A e B.
Assim, a probabilidade de ocorrer B, dado que já
ocorreu A, é:
5
3
)(
)(



An
BAn
P .
Assim, temos que a probabilidade de ocorrer o evento B, dado que já ocorreu A, é
indicado por P(B/A) e, lê-se: “probabilidade de B dado A” e é calculada por:
)(
)(
)/(
An
BAn
ABP


OBS: Note que, a probabilidade se fosse pedido o contrário, o resultado seria
diferente: O número sorteado é maior que 4, qual a probabilidade de se obter um
número par?
Solução: Note que o evento B é número sorteado ser maior que 4: B = {5,6,7,8,9,10}.
E, o evento A é número ser par, logo BA = {6,8,10}. Logo,
2
1
6
3
)(
)(
)/( 


Bn
BAn
BAP .
Exemplos:
1) Uma pesquisa feita com setenta pessoas revelou que trinta e cinco já
consumiram o produto A, cinqüenta já consumiram o produto B e cinco ainda
não consumiram nem A e nem B. Escolheu-se uma dessas setenta pessoas,
ao acaso, constatando-se que ele já havia consumido o produto A. Qual é a
probabilidade de que essa pessoa também tenha consumido o produto B?
⁄
Ou
⁄
2) Numa classe com 60 alunos, 40 estudam só Matemática, 10 estudam só Física
e 5 estudam Matemática e Física. Determinar a
probabilidade de um aluno que estuda
Matemática estudar também Física.
⁄
16
3) Jogando-se um dado e sabendo-se que ocorreu um número maior que 4, qual
a probabilidade de ser um número par?
Solução: c.p. = 2 {5,6} e c.f. = 1 {6}
⁄
4) Em uma escola de idiomas com 2000 alunos,
500 alunos fazem o curso de inglês, 300 fazem
o curso de espanhol e 200 cursam ambos os
cursos. Selecionando-se um estudante do curso
de inglês, qual a probabilidade dele também
estar cursando o curso de espanhol?
⁄
5) (FGV-SP) Uma companhia de seguros coletou uma amostra de 2.000
motoristas de uma cidade a fim de determinar a relação entre o número de
acidentes (y) em um certo período e a idade em anos (x) dos motoristas. Os
resultados estão na tabela abaixo:
Adotando a frequência relativa observada como probabilidade de cada evento,
obtenha:
a) A probabilidade de um motorista escolhido ao acaso ter exatamente um acidente no
período considerado.
Solução: c.p. = 2000 e c.f. = 50 + 120 + 80 + 105 = 355
b) A probabilidade de um motorista ter exatamente 2 acidentes no período
considerado, dado que ele tem menos de 20 anos.
Solução: ⁄
6) Durante uma eleição, quatrocentas pessoas foram pesquisadas sobre o candidato
em que votariam. O resultado da pesquisa está no quadro abaixo:
Escolhendo uma pessoa aleatoriamente, qual a probabilidade dela:
a. ter votado no candidato C?
b. ter votado no candidato A, sabendo que é mulher?
Solução: ⁄
y = 0 y = 1 y = 2 y > 2
x < 20 200 50 20 10
20 ≤ x < 30 390 120 50 10
30 ≤ x < 40 385 80 10 5
x ≥ 40 540 105 20 5
Candidato A Candidato B Candidato C
Homem 100 80 20
Mulher 70 95 35
17
Exercícios:
1) No lançamento de um dado não viciado o resultado foi um número maior do
que 3, qual é a probabilidade de esse ser um número par?
(A) 1/6 (B) 1/2 (C) 1/3 (D) 2/5 (E) 2/3
2) (PUCC-SP) Lança-se um par de dados não viciados. Se a soma nos dois
dados é 8, calcule a probabilidade de ocorrer a face 5 em um deles.
3) Na extração de uma carta de um baralho de 52 cartas, saiu um rei. Qual a
probabilidade de que este rei seja de paus?
4) Na extração de uma carta de um baralho de 52 cartas, saiu uma carta de
paus. Qual a probabilidade de que a carta retirada seja um rei?
5) (ENEM) As 23 ex-alunas de
uma turma que completou o
Ensino Médio há 10 anos se
encontraram em uma reunião
comemorativa. Várias delas
haviam se casado e tido filhos.
A distribuição das mulheres, de
acordo com a quantidade de
filhos, é mostrada no gráfico
mostrado. Um prêmio foi sorteado entre todos os filhos dessas ex-alunas. A
probabilidade de que a criança premiada tenha sido um(a) filho(a) único(a)
é:
(A) 1/3 (B) 1/4 (C) 7/15 (D) 7/23 (E) 7/25
6) Um levantamento feito com 200 funcionários de uma empresa apresentou o
seguinte resultado.
Sorteia-se um funcionário
ao acaso:
a) Qual a probabilidade de
que seja homem? E de
que seja mulher?
b) Se o sorteio for feito entre os não fumantes, qual a probabilidade de que seja
homem? E de que seja mulher?
7) Uma companhia de seguros analisou a freqüência com que 2000
segurados (1000 homens e 1000 mulheres) usaram o hospital. Os
resultados estão apresentados na tabela:
Homens Mulheres
Usaram o hospital 100 150
Não usaram o hospital 900 850
a) Qual a probabilidade de que um homem segurado use o hospital?
b) Qual a probabilidade de quem usa o hospital ser mulher?
c) Qual a probabilidade de um segurado que não usou o hospital ser homem?
8) (SAERJ – 2013) De uma urna contendo 5 bolas pretas e 7 bolas brancas, retira-se,
sucessivamente e sem reposição, duas bolas. Qual é a probabilidade de a primeira
bola retirada ser preta, sabendo que a segunda bola retirada foi branca?
A) 35/77 B) 35/132 C) 1/12 D) 5/12 E) 1/2
Homens (H) Mulheres (M) Total
Fumantes 70 10 80
Não Fumantes 30 90 120
Total 100 100 200
18
9) (SAERJ-2013) Observe abaixo os esportes praticados pelos alunos do 3º ano do
Ensino Médio de uma determinada escola.
Meninos
Artur – Futsal
Caio – Futsal
João – Basquete
Marco – Judô
Mateus – Futsal
Meninas
Alice – Futsal
Ana – Vôlei
Isabela – Futsal
Marina – Natação
Vitória – Futsal
Um desses atletas foi sorteado para participar dos jogos escolares. Sabendo que o
atleta sorteado é homem, qual é a probabilidade de ele jogar futsal?
A) 3/10 B) 2/5 C) 5/10 D) 5/6 E) 3/5
10) (SAERJ-2014) Um aeroporto apresenta uma probabilidade de 9/10 de seus
voos ao decolarem não se atrasarem, caso não esteja chovendo. Se chover, as
chances de não haver atrasos cai para 5/10. O serviço de meteorologia
informou que a probabilidade de chover na região em que se situa esse
aeroporto é de 7/10. Nessas condições, qual é a probabilidade de os aviões
decolarem desse aeroporto sem se atrasarem?
A) 27/100 B) 35/100 C) 5/9 D) 62/100 E) 5/7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula Sobre BinôMio De Newton
Aula Sobre BinôMio De NewtonAula Sobre BinôMio De Newton
Aula Sobre BinôMio De Newtonandre alcantara
 
53 brincadeiras e dinâmicas infantis
53 brincadeiras e dinâmicas infantis53 brincadeiras e dinâmicas infantis
53 brincadeiras e dinâmicas infantisMarneila Dos Santos
 
SIMULADO - RADICIAÇÃO
SIMULADO - RADICIAÇÃOSIMULADO - RADICIAÇÃO
SIMULADO - RADICIAÇÃOHélio Rocha
 
1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno
1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno
1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton brunoIlton Bruno
 
14 aula teoria dos conjuntos
14 aula   teoria dos conjuntos14 aula   teoria dos conjuntos
14 aula teoria dos conjuntosjatobaesem
 
Função exponencial e função logarítmica
Função exponencial e função logarítmicaFunção exponencial e função logarítmica
Função exponencial e função logarítmicaEverton Moraes
 
Gincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassaGincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassaMarcelo Santos
 
Jogo: Dominó de Ângulos
Jogo: Dominó de ÂngulosJogo: Dominó de Ângulos
Jogo: Dominó de ÂngulosRuanna Guido
 
Teorema de Pitágoras- Jogos Educativos
Teorema de Pitágoras- Jogos EducativosTeorema de Pitágoras- Jogos Educativos
Teorema de Pitágoras- Jogos Educativosguest2f29a3
 
Probabilidade. 3º ano
Probabilidade. 3º anoProbabilidade. 3º ano
Probabilidade. 3º anowelixon
 
Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)
Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)
Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)thiagomarchiori
 
Plano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médioPlano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médioTammi Kirk
 
Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...
Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...
Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...Secretaria de Estado de Educação do Pará
 
Inscricaoecircunscricaodesolidosgeometricos
InscricaoecircunscricaodesolidosgeometricosInscricaoecircunscricaodesolidosgeometricos
Inscricaoecircunscricaodesolidosgeometricosdidicadoida
 
Area e perimetro e volume poster
Area e perimetro e volume posterArea e perimetro e volume poster
Area e perimetro e volume posterJose Wilson
 

Mais procurados (20)

Aula Sobre BinôMio De Newton
Aula Sobre BinôMio De NewtonAula Sobre BinôMio De Newton
Aula Sobre BinôMio De Newton
 
53 brincadeiras e dinâmicas infantis
53 brincadeiras e dinâmicas infantis53 brincadeiras e dinâmicas infantis
53 brincadeiras e dinâmicas infantis
 
SIMULADO - RADICIAÇÃO
SIMULADO - RADICIAÇÃOSIMULADO - RADICIAÇÃO
SIMULADO - RADICIAÇÃO
 
1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno
1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno
1ª lista de exercícios 9º ano(potências)ilton bruno
 
Potenciação
PotenciaçãoPotenciação
Potenciação
 
Velha da multiplicação
Velha da multiplicaçãoVelha da multiplicação
Velha da multiplicação
 
20140262250257505.4 oficina tangram_a
20140262250257505.4 oficina tangram_a20140262250257505.4 oficina tangram_a
20140262250257505.4 oficina tangram_a
 
14 aula teoria dos conjuntos
14 aula   teoria dos conjuntos14 aula   teoria dos conjuntos
14 aula teoria dos conjuntos
 
Função exponencial e função logarítmica
Função exponencial e função logarítmicaFunção exponencial e função logarítmica
Função exponencial e função logarítmica
 
Gincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassaGincana passa ou repassa
Gincana passa ou repassa
 
Jogo: Dominó de Ângulos
Jogo: Dominó de ÂngulosJogo: Dominó de Ângulos
Jogo: Dominó de Ângulos
 
Teorema de Pitágoras- Jogos Educativos
Teorema de Pitágoras- Jogos EducativosTeorema de Pitágoras- Jogos Educativos
Teorema de Pitágoras- Jogos Educativos
 
Probabilidade. 3º ano
Probabilidade. 3º anoProbabilidade. 3º ano
Probabilidade. 3º ano
 
Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)
Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)
Atividade avaliativa - Xadrez (7º Ano)
 
Plano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médioPlano de curso de matemática ensino médio
Plano de curso de matemática ensino médio
 
Expressões numéricas
Expressões numéricasExpressões numéricas
Expressões numéricas
 
Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...
Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...
Ângulos Adjacentes, Complementares e Suplementares, O.P.V., Bissetriz (Exercí...
 
Inscricaoecircunscricaodesolidosgeometricos
InscricaoecircunscricaodesolidosgeometricosInscricaoecircunscricaodesolidosgeometricos
Inscricaoecircunscricaodesolidosgeometricos
 
P.a. e p.g.
P.a. e p.g.P.a. e p.g.
P.a. e p.g.
 
Area e perimetro e volume poster
Area e perimetro e volume posterArea e perimetro e volume poster
Area e perimetro e volume poster
 

Semelhante a Probabilidade e experimentos aleatórios 3o ano E.M

Probabilidade e Estatística
Probabilidade e EstatísticaProbabilidade e Estatística
Probabilidade e Estatísticarubensejunior
 
GABProbabilidades2014 (2).doc
GABProbabilidades2014 (2).docGABProbabilidades2014 (2).doc
GABProbabilidades2014 (2).docSamuca Love
 
6573278 pprobabilidade-descritiva
6573278 pprobabilidade-descritiva6573278 pprobabilidade-descritiva
6573278 pprobabilidade-descritivaLuciano Alves
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemáticacavip
 
Probabilidades esquemas de contagem
Probabilidades esquemas de contagemProbabilidades esquemas de contagem
Probabilidades esquemas de contagemmatematica3g
 
Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1
Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1
Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1Study With Us
 
Ft 12-probabilidades-revisao
Ft 12-probabilidades-revisaoFt 12-probabilidades-revisao
Ft 12-probabilidades-revisaoLaurinda Barros
 
Teoria de Probabilidades-2021.pptx
Teoria de  Probabilidades-2021.pptxTeoria de  Probabilidades-2021.pptx
Teoria de Probabilidades-2021.pptxLucasAgostinho8
 
96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes
96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes
96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoesCarla Silva
 
Compilação testes intermédios resoluções
Compilação testes intermédios   resoluçõesCompilação testes intermédios   resoluções
Compilação testes intermédios resoluçõesjosegalvao1977
 
Noções Probabilidade
Noções ProbabilidadeNoções Probabilidade
Noções ProbabilidadeM. Martins
 
Aula 14 matrizes e determinantes (parte i )
Aula 14   matrizes e determinantes (parte i )Aula 14   matrizes e determinantes (parte i )
Aula 14 matrizes e determinantes (parte i )J M
 
Doc matematica _672929559
Doc matematica _672929559Doc matematica _672929559
Doc matematica _672929559Andrei Cuzuioc
 

Semelhante a Probabilidade e experimentos aleatórios 3o ano E.M (20)

Probabilidades médio iv
Probabilidades médio ivProbabilidades médio iv
Probabilidades médio iv
 
mate 3
mate 3mate 3
mate 3
 
Probabilidade e Estatística
Probabilidade e EstatísticaProbabilidade e Estatística
Probabilidade e Estatística
 
Probabilidade
ProbabilidadeProbabilidade
Probabilidade
 
GABProbabilidades2014 (2).doc
GABProbabilidades2014 (2).docGABProbabilidades2014 (2).doc
GABProbabilidades2014 (2).doc
 
6573278 pprobabilidade-descritiva
6573278 pprobabilidade-descritiva6573278 pprobabilidade-descritiva
6573278 pprobabilidade-descritiva
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Probabilidades esquemas de contagem
Probabilidades esquemas de contagemProbabilidades esquemas de contagem
Probabilidades esquemas de contagem
 
Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1
Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1
Fichas 12 b_acompanhamento_volume 1
 
Noções de Probabilidade
Noções de ProbabilidadeNoções de Probabilidade
Noções de Probabilidade
 
Espaço amostral e probabilidade
Espaço amostral e probabilidadeEspaço amostral e probabilidade
Espaço amostral e probabilidade
 
Ft 12-probabilidades-revisao
Ft 12-probabilidades-revisaoFt 12-probabilidades-revisao
Ft 12-probabilidades-revisao
 
Teoria de Probabilidades-2021.pptx
Teoria de  Probabilidades-2021.pptxTeoria de  Probabilidades-2021.pptx
Teoria de Probabilidades-2021.pptx
 
Probabilidade
ProbabilidadeProbabilidade
Probabilidade
 
96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes
96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes
96268019 livro-de-testes-de-matematica-9º-ano-c-solucoes
 
Compilação testes intermédios resoluções
Compilação testes intermédios   resoluçõesCompilação testes intermédios   resoluções
Compilação testes intermédios resoluções
 
Noções Probabilidade
Noções ProbabilidadeNoções Probabilidade
Noções Probabilidade
 
Aula 14 matrizes e determinantes (parte i )
Aula 14   matrizes e determinantes (parte i )Aula 14   matrizes e determinantes (parte i )
Aula 14 matrizes e determinantes (parte i )
 
1 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_20111 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_2011
 
Doc matematica _672929559
Doc matematica _672929559Doc matematica _672929559
Doc matematica _672929559
 

Mais de ProfessoraIve

Sequencias e mf 2016
Sequencias e mf 2016Sequencias e mf 2016
Sequencias e mf 2016ProfessoraIve
 
Análise combinatória 2016
Análise combinatória 2016Análise combinatória 2016
Análise combinatória 2016ProfessoraIve
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadráticaProfessoraIve
 
Grau x radiano sábado
Grau x radiano sábadoGrau x radiano sábado
Grau x radiano sábadoProfessoraIve
 
Função afim problemas
Função afim   problemasFunção afim   problemas
Função afim problemasProfessoraIve
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimProfessoraIve
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimProfessoraIve
 
Exemplos de função afim
Exemplos de função afimExemplos de função afim
Exemplos de função afimProfessoraIve
 

Mais de ProfessoraIve (12)

Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Sequencias e mf 2016
Sequencias e mf 2016Sequencias e mf 2016
Sequencias e mf 2016
 
Fu log 2016
Fu log 2016Fu log 2016
Fu log 2016
 
Log 2016
Log 2016Log 2016
Log 2016
 
Análise combinatória 2016
Análise combinatória 2016Análise combinatória 2016
Análise combinatória 2016
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
 
Listas resolvidas
Listas resolvidasListas resolvidas
Listas resolvidas
 
Grau x radiano sábado
Grau x radiano sábadoGrau x radiano sábado
Grau x radiano sábado
 
Função afim problemas
Função afim   problemasFunção afim   problemas
Função afim problemas
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afim
 
Lista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afimLista de exercícios de função afim
Lista de exercícios de função afim
 
Exemplos de função afim
Exemplos de função afimExemplos de função afim
Exemplos de função afim
 

Último

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 

Último (20)

Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 

Probabilidade e experimentos aleatórios 3o ano E.M

  • 1. 1 MATERIAL PARA O 1º BIMESTRE - MATEMÁTICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO DOCENTE: IVE PINA CONTEÚDO: PROBABILIDADE Problema inicial: Um automóvel será sorteado entre os clientes de um shopping center. Paulo depositou 50 cupons em uma das urnas espalhadas pelo shopping, e Janete depositou 20 cupons. Hoje, dia de sorteio, os conteúdos de todas as urnas foram juntados, formando um monte com 10.000 cupons. Um representante do shopping vai sortear um cupom. É possível MEDIR a possibilidade de cada um ganhar o automóvel. Como Paulo tem 50 cupons dentre os 10.000 que participam do sorteio, indicamos por 000.10 50 a MEDIDA da possibilidade de Paulo ganhar; de maneira análoga, a medida da possibilidade de Janete ganhar é 000.10 20 . As frações 000.10 50 e 000.10 20 são chamadas de probabilidades de Paulo e Janete ganhares respectivamente. Esse exemplo ajuda a entender que a probabilidade é um número que mede a possibilidade de ocorrer – ou não – um resultado. Ou seja, da afirmação "é provável que o meu time ganhe a partida hoje" pode resultar: - que ele ganhe - que ele perca - que ele empate Vale ressaltar que esse número fracionário também pode ser um valor percentual, pois: 000.10 50 = 0,005 . 100% = 0,5% 000.10 20 = 0,002 . 100% = 0,2% Isto significa que a chance de Paulo ganhar é de meio porcento e as chances de Janete ganhar são ainda menores 0,2%. Experimento aleatório: É todo experimento cujo resultado depende exclusivamente do acaso. Ex: lançamento de uma moeda, lançamento de um dado, lançamento de duas moedas, lançamento de dois dados, o sorteio de um cupom de um total de 10.000 cupons, a retirada de uma carta do baralho, nascimento de uma criança, etc. Espaço amostral de um experimento aleatório (S) – Casos Possíveis: É o conjunto de todos os resultados possíveis de um experimento aleatório. Exemplos: a) Lançamento de uma moeda: O espaço amostral S = {K, C}. Assim, o nº de elementos de E, ou seja, n(S) = 2. b) Lançamento de um dado: S = {1,2,3,4,5,6}. Portanto, n(S) = 6. c) Lançamento de duas moedas: S = {(C,C),(C,K),(K,C),(K,K)} Assim, n(S) = 4. ou __ . __ 2 2 = 4 d) Lançamento de dois dados: S = {(1,1),(1,2),(1,3),(1,4),(1,5),(1,6),(2,1),(2,2), (2,3),(2,4),(2,5),(2,6),(3,1),(3,2), (3,3),(3,4),(3,5),(3,6),(4,1),(4,2),(4,3),(4,4),(4,5), (4,6),(5,1),(5,2),(5,3),(5,4),(5,5),(5,6),(6,1),(6,2),(6,3),(6,4),(6,5),(6,6)}. Logo, n(S) = 36.
  • 2. 2 ou __ . __ 6 6 = 36 e) Retirada da carta de um baralho: S = {A,2,3,4,5,6,7,8,9,10,J,Q,K} de ouro, paus, espada e copas. Assim, n(S) = 52. f) Nascimento de uma criança: S = {menino, menina}. Assim, n(S) = 2. Espaço amostral equiprovável: Dizer que um espaço amostral é equiprovável, significa dizer que, num lançamento de um dado, por exemplo, todas as faces tem a mesma chance de ocorrer, sendo esse dado não viciado. Evento de um espaço amostral – Casos favoráveis: É qualquer subconjunto de um espaço amostral. Exemplos: a) No lançamento de uma moeda. Evento: obter a face cara. Ou seja, o evento é A = {K}, que é subconjunto de S = {K,C}. Note que n(A) = 1. b) No lançamento de um dado. Evento: obter, na face voltada para cima, um número menor que 3. Ou seja, o evento é B = {1,2}, que é subconjunto de S = {1,2,3,4,5,6}. Note que n(B) = 2. c) No lançamento de duas moedas. Evento: obter, na face voltada para cima, pelo menos uma cara. Ou seja, o evento é C = {(C,K),(K,C),(K,K)}, que é subconjunto de S = {(C,C), (C,K), (K,C), (K,K)}. Note que n(C) = 3. d) No lançamento de dois dados. Evento: obter, nas faces voltadas para cima, a soma de 5 pontos. Ou seja, o evento é D = {(1,4),(2,3),(3,2),(4,1)}, que é subconjunto de S = {(1,1), ..., (6,6)}. Note que n(D) = 4. e) Na retirada de uma carta do baralho. Evento: obter uma carta representada por uma letra. Ou seja, E = {A,J,Q,K} de cada naipe, que é subconjunto de S = {A,2,3,4,5,6,7,8,9,10,J,Q,K} de cada naipe. Note que n(E) = 16. f) Nascimento de uma criança. Evento: nascer um menino. Ou seja, F = {menino}, que é subconjunto de S = {menino, menina}. Note que n(F) = 1. Definição de probabilidade: Sejam E um espaço amostral equiprovável, finito e não- vazio, e A um evento de E. A probabilidade de ocorrer algum elemento de A é indicada por P(A) e definida por: )( )( )( En An AP  , em que n(A) e n(E) indicam, respectivamente, o nº de elementos de A e de E. Como E é o conjunto de todos os elementos do espaço amostral, n(E) também pode ser chamado de nº de casos possíveis. Como A é um subconjunto de E, com uma característica específica, n(A) é conhecido como nº de casos favoráveis. Assim temos, também, que: possíveiscasosden favoráveiscasosden P    º º . Exemplos: 1) No lançamento de uma moeda, qual a probabilidade de se obter a face cara? Solução: S = {K,C} e A = {K}. Logo 2 1 )( AP , ou ainda, P(A) = 50%. 2) No lançamento de um dado, qual é a probabilidade de se obter, na face voltada para cima, um número de pontos menor que três? Solução: S = {1,2,3,4,5,6} e B = {1,2}. Logo 3 1 6 2 )( BP , ou ainda, P(A) ≈ 33%. 3) No lançamento de duas moedas, qual é a probabilidade de se obter, nas faces voltadas para cima, pelo menos uma cara? Solução: S = {(C,C), (C,K), (K,C), (K,K)} e C = {(C,K),(K,C),(K,K)}. Logo, 4 3 )( CP , ou ainda, 75%.
  • 3. 3 4) No lançamento de dois dados, qual é a probabilidade de se obter, nas faces voltadas para cima, a soma dos pontos iguais a 5? Solução: S = {(1,1),...,(6,6)} e D = {(1,4),(2,3),(3,2),(4,1)}. Logo, 9 1 36 4 )( DP , ou ainda, P(A) ≈ 11%. 5) Ao retirar uma carta do baralho, qual é a probabilidade de se obter uma carta representada por uma letra? Solução: S = {{A,2,3,4,5,6,7,8,9,10,J,Q,K} de cada naipe} e E’ = {{A,J,Q,K} de cada naipe}. Logo, 13 4 52 16 )( EP , ou ainda, P(E) ≈ 31%. 6) Qual a probabilidade de uma mulher ter um menino? Solução: S = {menino, menina} e F = {menino}. Logo, 2 1 )( FP , ou seja, 50%. 7) No lançamento de um dado, determine a probabilidade de se obter: S = {1,2,3,4,5,6}, casos possíveis = 6 a) o número 1 Solução: casos favoráveis = 1 A = {1} b) um número primo Solução: casos favoráveis = 3 B = {2,3,5} c) um número divisível por 2 Solução: casos favoráveis = 3 C = {2,4,6} d) um número menor que 5 Solução: casos favoráveis = 4 D = {1,2,3,4} e) um número maior que 6 Solução: casos favoráveis = 0 E = { } 8) Uma caixa contém 30 bolas de madeira e todas com o mesmo tamanho, sendo 18 azuis e 12 amarelas. Retirando-se uma bola qualquer dessa urna, qual a probabilidade de ela ser azul? E a probabilidade de ser amarela? Solução: c.p. = 30 a) probabilidade de ela ser azul: c.f. = 18 => b) probabilidade de ela ser amarela: c.f. = 12 => 9) (Unicamp-SP) Em uma festa para calouros estão presentes 250 calouros e 350 calouras. Para dançar, cada calouro escolhe uma caloura ao acaso formando um par. Qual a probabilidade de que uma determinada caloura não esteja dançando no momento em que todos os 250 calouros estão dançando? Solução: c.p. = 350 e c.f. = 100
  • 4. 4 10) Uma bola será retirada de uma sacola contendo 5 bolas verdes e 7 bolas amarelas. Qual a probabilidade desta bola ser verde? Solução: c.p. = 12 e c.f. = 5 11) Três moedas são lançadas ao mesmo tempo. Qual é a probabilidade de as três moedas caírem com a mesma face para cima? Solução: c.p. = 8 ___ ___ ___ e c.f. = 2 {(k,k,k), (c,c,c)} 2 . 2 . 2 = 8 12) No lançamento simultâneo de dois dados, um branco e um vermelho, determine a probabilidade dos seguintes eventos: c.p. = 36 ___ ___ 6 . 6 = 36 a) os números são iguais Solução: c.f. = 6 A = {(1,1), (2,2), (3,3), (4,4), (5,5), (6,6)} b) a soma dos números é igual a 9 Solução: c.f. = 4 B = {(3,6),(4,5),(5,4),(6,3)} c) a soma dos pontos obtidos é menor que 4 Solução: c.f. = 3 C = {(1,1),(1,2),(2,1)} d) a soma dos pontos é 8 e um dos dados apresenta 6 pontos Solução: c.f. = 2 D = {(2,6), (6,2)} 13) Um dado é lançado 3 vezes. Calcule a probabilidade de se obter nos três lançamentos o mesmo número de pontos. Solução: c.p. = 216 ___ ___ ___ 6 . 6 . 6 = 216 c.f. = 6 {(1,1,1),(2,2,2),(3,3,3),(4,4,4),(5,5,5),(6,6,6)} 14) Formam-se todos os números naturais de cinco algarismos distintos com os algarismos 1,2,3,4 e 5. Sorteando-se um desses números, qual a probabilidade de se obter um número par? Solução: c.p. = 120 ___ ___ ___ ___ ___ 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120 c.f. = 48 ___ ___ ___ ___ {2,4} 4 . 3 . 2 . 1 . 2 = 48
  • 5. 5 15) (SAERJ–2011) Seis alunos da 8ª série de uma escola, entre eles Marina e Jorge, tiraram a nota máxima em todas as provas de matemática. Desses alunos, 2 vão ser sorteados para participar da Olimpíada de Matemática que vai ocorrer em uma outra cidade. Qual a probabilidade de que os sorteados sejam Marina e Jorge? (A) 4 1 (B) 3 1 (C) 12 1 (D) 15 1 (E) 30 1 Solução: c.p. = C6,2 = __6!___ = 6! = 6.5.4! = 30 = 15 e c.f. = 1 {(M,J)} 2!(6 – 2)! 2!4! 2.1.4! 2 Exercícios: 1) (SAERJ-2013) Para uma brincadeira de festa junina, foram confeccionados 30 peixinhos de papelão idênticos. As prendas disponíveis para os jogadores foram anotadas nos peixinhos que foram enterrados na areia de forma que a informação da prenda não pudesse ser vista. Dessas prendas, 4 são bichos de pelúcia. Pescando aleatoriamente um desses peixinhos, qual é a probabilidade de se ganhar como prenda um bicho de pelúcia? (A) 4 1 (B) 26 1 (C) 26 4 (D) 30 4 (E) 30 26 2) (SAERJ-2014) Uma antena de telefonia cobre uma área de 350 km2 de um município que possui 1 750 km2 . Qual será a probabilidade de um turista, ao circular por esse município, encontrar-se na área de cobertura dessa antena? (A) 350 1 (B) 1750 350 (C) 1400 350 (D) 1750 1400 (E) 350 1750 3) (SAERJ-2012) Uma caixa contém 4 canetas vermelhas, 6 canetas verdes, 8 canetas pretas e 10 canetas azuis, todas de mesmo formato e massa. Qual é a probabilidade de retirar, ao acaso, uma caneta preta dessa caixa? (A) 28 1 (B) 8 1 (C) 7 2 (D) 7 5 (E) 2 7 4) (SAERJ-2012) Em uma propriedade rural, os tomates são colhidos e acondicionados em caixas com 80 tomates cada uma. O dono da propriedade retirou, ao acaso, um tomate de uma caixa com 10 tomates estragados e 70 tomates bons para consumo. A probabilidade de esse tomate retirado estar bom para consumo é igual a: (A) 80 1 (B) 70 1 (C) 10 1 (D) 8 1 (E) 8 7 5) (SAERJ-2012) Em uma urna foram colocadas 6 bolas brancas, 9 pretas e 3 cinzas. Uma bola foi retirada dessa urna aleatoriamente. Qual é a probabilidade dessa bola ser preta? (A) 18 9 (B) 18 6 (C) 18 3 (D) 18 2 (E) 18 1 6) (SAERJ–2011) O time de vôlei de uma cidade vai fazer uma seleção para escolher um jogador que irá juntar-se à equipe para disputar um campeonato. No dia do teste, apareceram 24 meninos da própria cidade e 12 meninos de outras cidades vizinhas. Qual a probabilidade do escolhido ser das cidades vizinhas? (A) 36 1 (B) 12 1 (C) 3 1 (D) 2 1 (E) 3 2
  • 6. 6 7) (SAERJ – 2013) Em um sorteio de uma cesta de café da manhã, estão participando 14 mulheres e 6 homens. Para participar desse sorteio, cada um desses participantes preencheu um cupom com seu nome e depositou-o na urna. Qual é a probabilidade de um homem ser sorteado para ganhar essa cesta de café da manhã? (A) (B) (C) (D) (E) 8) (SAERJ-2013) Em uma apresentação musical, estavam presentes na plateia 20 crianças e 130 adultos, dos quais 50 eram homens e 80 eram mulheres. Cada uma dessas pessoas recebeu um papel com um número de identificação para participar do sorteio de uma guitarra. Qual é a probabilidade de uma criança ser sorteada? (A) (B) (C) (D) (E) 9) (SAERJ-2013) Em um curso de capacitação oferecido por uma firma, participaram 40 técnicos em eletrônica, 50 estudantes de engenharia e 10 engenheiros. No final do curso, um desses participantes será sorteado, aleatoriamente, para representar a firma em um congresso internacional. Qual é a probabilidade de ser convidado um técnico em eletrônica? (A) B) C) D) E) 10) (SAERJ-2014) A próxima edição de um congresso será realizado em um dos países situados no continente americano. Entre os países candidatos a sediar esse congresso, 3 são da América do Norte, 20 são da América Central e 12 países são da América do Sul. Qual é a probabilidade de o país escolhido estar situado na América do Sul? (A) (B) C) D) E) 11) (SAERJ–2011) Observe o resultado de uma pesquisa na classe de Júlia. Computador Nº de alunos Possui computador 18 Não possui computador 12 Escolhendo-se um aluno dessa classe, ao acaso, qual é a probabilidade de que ele tenha computador? (A) 5 1 (B) 5 2 (C) 5 3 (D) 3 2 (E) 2 3 12) (SAERJ-2014) Marlon é professor e, em uma atividade com os alunos do 3° ano, escreveu em pedaços iguais de papel os números de 1 a 15 e os colocou em uma urna. Em seguida, pediu aos seus alunos para calcularem a probabilidade de, em uma escolha aleatória, retirar dessa urna um número ímpar. Essa probabilidade é de (A) B) (C) D) E) 13) (SAERJ – 2013) Raquel resolveu um teste com 10 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas por questão. Oito questões ela sabia resolver e marcou corretamente as alternativas. As demais questões ela marcou aleatoriamente. Qual é a probabilidade de Raquel ter acertado todas as questões desse teste? (A) (B) E)
  • 7. 7 14) (SAERJ– 2011) Jane virou todas as 28 peças de seu jogo de dominó com a face para baixo e embaralhou bem. Se Jane retirar uma peça, qual a probabilidade de obter a soma dos pontos igual a 6? (A) 14 3 (B) 17 3 (C) 7 1 (D) 6 1 (E) 3 2 15) (SAERJ–2011) No lançamento de três moedas, qual a probabilidade de saírem três caras? (A) 8 3 (B) 8 1 (C) 2 3 (D) 4 1 (E) 2 1 16) Uma pessoa joga uma moeda quatro vezes, qual a probabilidade de sair CARA nas quatro jogadas? (A) 8 3 (B) 4 1 (C) 8 1 (D) 16 1 (E) 1 17) Quatro moedas são lançadas simultaneamente. Qual é a probabilidade de ocorrer coroa em uma só moeda? (A) 8 1 (B) 9 2 (C) 4 1 (D) 3 1 (E) 8 3 18) Jogamos dois dados comuns. Qual a probabilidade de que o total de pontos seja igual a 10? (A) 12 1 (B) 11 1 (C) 10 1 (D) 23 2 (E) 6 1 19) (SAERJ-2012) Sérgio apostou que, no lançamento simultâneo de dois dados com faces numeradas de 1 a 6 cada um, a soma dos pontos obtidos será igual a 5. Qual é a probabilidade de Sérgio ganhar essa aposta? (A) 36 2 (B) 36 4 (C) 36 5 (D) 5 2 (E) 12 5 Classificação dos Eventos Evento: é um conjunto de resultados do experimento, em termos de conjuntos, é um subconjunto S. Em particular, S e Φ (conjunto vazio) são eventos. a) Evento Simples: Classificamos assim os eventos que são formados por um único elemento do espaço amostral. Exemplos: Já nos deparamos com vários casos: - sair cara no lançamento de uma moeda (A = {K}); - nascer um menino (B = {menino}); - tirar 1 no lançamento de um dado (C = {1}). b) Evento Certo: É o conjunto S. Exemplo: Sair um número menor ou igual a 6 no lançamento de um dado é um evento certo, porque D = {1,2,3,4,5,6} = S. c) Evento Impossível: É o conjunto Φ ou { } (conjunto vazio). Exemplo: Sair um número maior que 6 no lançamento de um dado é um evento impossível, porque E = Φ .
  • 8. 8 d) Evento União: A ∪ B → é o evento que ocorre se A ocorre ou B ocorre ou ambos ocorrem. Exemplo: Seja o evento A: ocorrer um número ímpar e menor ou igual a 3 no lançamento de um dado, e o evento B: ocorrer um número ímpar e maior ou igual a 3 no lançamento de um dado, o evento união será: A = {1,3} e B = {3,5} => A ∪ B = {1,3,5} Porque possui todos os elementos de A, ou de B, ou de ambos. e) Evento Interseção: A ∩ B → evento que ocorre se A e B ocorrerem. Exemplo: Seja o evento A: ocorrer um número ímpar e menor ou igual a 3 no lançamento de um dado, e o evento B: ocorrer um número ímpar e maior ou igual a 3 no lançamento de um dado, o evento interseção será: A = {1,3} e B = {3,5} => A ∩ B = {3} Porque possui todos os elementos comuns de A e B. f) Evento Mutuamente exclusivo: Eventos mutuamente exclusivos são aqueles que não podem ocorrer simultaneamente. Portanto dois eventos A e B são mutuamente exclusivos se A ∩ B = Φ e A ∪ B = A + B. Exemplo: Seja o evento A: sair um número par em um lançamento de um dado, e o evento B: sair um número ímpar e menor ou igual a 3 no lançamento de um dado. Temos que: A = {2,4,6} e B = {1,3}. Estes eventos não ocorrem simultaneamente, portanto, A ∩ B = Φ e A ∪ B = A + B = {1,2,3,4,6}. g) Evento complementar: Ā → é o evento que ocorre se A não ocorre. Os elementos de Ā são todos os elementos do espaço amostral S que não estão contidos em A, então temos que Ā = S - A e ainda que S = A + Ā. Exemplo: Seja o evento A: sair um número par em um lançamento de um dado, e o evento B: sair um número ímpar no lançamento de um dado. Temos que: A = {2,4,6} e B = {1,3,5}. Estes eventos não ocorrem simultaneamente, portanto, A ∩ B = Φ, porém temos que B = Ā. E que S = A ∪ B = A + B = {1,2,3,4,5,6}. Exemplos de operações com eventos: 1) Numa escola funcionam dois cursos, um de desenho publicitário e outro de desenho artístico, perfazendo um total de 90 vagas. No final da inscrição, havia 60 alunos inscritos para desenho publicitário e 50 para desenho artístico, sendo que alguns optaram pelos 2 cursos. Determine, escolhendo ao acaso uma ficha de inscrição, qual a probabilidade de ela ter a opção do curso de desenho: a) publicitário b) artístico c) somente publicitário d) somente artístico e) artístico ou publicitário f) artístico e publicitário Solução: a) publicitário: 60 b) artístico: 50 c) somente publicitário (Ā): 40 d) somente artístico ( ̅): 30 e) artístico ou publicitário: 90 f) artístico e publicitário: 20
  • 9. 9 2) (SAERJ–2011) Em uma turma de 42 alunos, o professor de Educação Física fez um levantamento sobre a quantidade de alunos que praticam vôlei ou basquete. Nesse levantamento foi constatado que 12 desses alunos não praticam nenhum desses dois esportes, 17 praticam vôlei e 18 praticam basquete. O total de alunos dessa turma que pratica vôlei e basquete é (A) 5 (B) 7 (C) 17 (D) 30 (E) 35 Resposta: A 3) (SAERJ–2011) Paulo vai fazer um churrasco para 160 pessoas. Antes de comprar carne, ele fez uma pesquisa sobre a preferência dessas pessoas em relação ao tipo de carne. Ele constatou que 120 pessoas gostam de carne de boi, 50 gostam de carne de porco, 30 gostam de carne de boi e de porco e o restante não aprecia carne. De acordo com essa pesquisa, quantas pessoas gostam somente de carne de porco? (A) 20 (B) 40 (C) 50 (D) 120 (E) 160 Resposta: A Teoremas: 1. Se A é um evento impossível, então A = Ø => P(A) = P(Ø) = 0 2. Se A é um evento certo, então A = S => P(A) = P(S) = 1 3. Se A é o evento complementar de A, então P( A ) = 1- P(A) 4. Sejam A e B dois eventos quaisquer, então: P (A ∪ B) = P(A) + P(B) - P(A ∩ B) Ex: Um lote é formado por 10 peças boas, 4 com defeitos e 2 com defeitos graves. Uma peça é escolhida ao acaso. Calcule a probabilidade de que: a) Ela não tenha defeitos graves: Seja DG: quantidade de peças com defeitos graves no lote = 2 e n(S) = 16, então: P( DG ) = 1 – P(DG) = %5,87 8 7 16 14 16 2 1  b) Ela não tenha defeitos: Seja B, quantidade de peças boas no lote = 10 e n(S) =16, então: P(B) = %5,62 8 5 16 10  c) Ela seja boa ou tenha defeitos graves: P(B U DG) = P(B) + P(DG) – P(B ∩ DG) = %75 4 3 16 12 0 16 2 16 10  Outra possibilidade: Quantidade total de peças boas ou com defeitos graves = 12 e n(S) = 16, logo: %75 4 3 16 12  OBS: Isto só é possível porque os eventos são complementares. Exemplos: 1) Uma urna contém bolas coloridas. Retirando-se uma bola dessa urna, a probabilidade de se obter uma bola vermelha é 0,64. Qual a probabilidade de se obter uma bola que não seja vermelha? Solução: ̅
  • 10. 10 2) A probabilidade de que uma mulher fumante com idade acima de 40 anos tenha câncer é de aproximadamente 75,6%. Qual a probabilidade de que uma mulher fumante com mais de 40 anos não tenha câncer? Solução: ̅ 3) Ao atirar num alvo, a probabilidade de uma pessoa acertá-lo é 3/5. Qual a probabilidade de ela errar? Solução: ̅ 4) Considere um conjunto de 10 frutas em que 3 estão estragadas. Escolhendo- se aleatoriamente 2 frutas desse conjunto, determine a probabilidade de: a) ambas não estarem estragadas. c.p. = 10 . 9 = 90 e c.f. = 7. 6 = 42 b) pelo menos uma estar estragada. S = {(B,B), (B,E),(E,B),(E,E)} ou c.p. = 10 . 9 = 90 p(B,B) => p = n(B,E) => c.f. = 7. 3 = 21 1 – p(B,B) = 1 - n(E,B) => c.f. = 3. 7 = 21 n(E,E) => c.f. = 3. 2 = 6 n(B,E) + n(E,B) + n(E,E) = 21 + 21 + 6 = 48 5) (Técnico Administrativo – BNDES/2010) Em uma caixa há 4 balas de mel, 3 balas de tamarindo e 3 balas de anis. Duas balas serão retiradas aleatoriamente dessa caixa, sucessivamente e sem reposição. Qual a probabilidade de que, pelo menos, uma das balas seja de mel? (A) 5 3 (B) 5 2 (C) 3 2 (D) 3 1 (E) 2 1 Solução: c.p. = 10 . 9 = 90 c.f. = 6 . 5 = 30 (possibilidades de não ser de mel) p(não ser de mel) = 3 1 90 30  p(pelo menos uma das balas ser de mel) = 1 - p(não ser de mel) = 3 2 3 13 3 1 1    Resposta: C 6) Uma urna contém duas bolas brancas, três verdes e quatro azuis. Retirando-se ao acaso uma bola da urna, qual é a probabilidade de se obter uma bola branca ou uma verde? Solução: c.p. = 2 + 3 + 4 = 9 c.f.(B U V) = 2 + 3 = 5 (Eventos mutuamente exclusivos) 7) Em uma caixa há 2 fichas amarelas, 5 fichas azuis e 7 fichas verdes. Se retirarmos uma única ficha, qual a probabilidade dela ser verde ou amarela? Solução: c.p. = 2 + 5 + 7 = 14 c.f.(V U A) = 7 + 2 = 9 (Eventos mutuamente exclusivos)
  • 11. 11 8) Seja o lançamento de um dado comum. Qual a probabilidade de sair: c.p. = 6 S = {1,2,3,4,5,6} a) um número par? c.f. = 3 A = {2,4,6} b) Um múltiplo de 3? c.f. = 2 B = (3,6} c) Um número par ou um múltiplo de 3? c.f. = 4 A U B = {2,3,4,6} d) Um número par e múltiplo de 3? c.f. = 1 A ∩ B = {6} OBS: P(A U B) = P(A) + P(B) – P(A ∩ B) = 9) Numa pesquisa sobre preferência entre dois refrigerantes, Coca-Cola e guaraná, obtivemos o seguinte resultado: 20 tomam guaraná 15 tomam Coca-Cola 08 tomam os dois 03 não tomam nenhum dos dois. Sorteando-se uma pessoa ao acaso, calcule a probabilidade de ela tomar guaraná ou Coca-Cola? Solução: c.p. = 12 + 8 + 7 + 3 = 30 c.f. = G U C = 12 + 8 + 7 = 27 10) Uma urna contém exatamente 20 bolas, numeradas de 1 a 20. Retira-se, ao acaso, uma bola da urna. Qual a probabilidade de se obter uma bola com um número múltiplo de 2 ou de 3? Solução: M(2) = {2,4,6,8,10,12,14,16,18,20} => n(2) = 10 M(3) = {3,6,9,12,15,18} => n(3) = 6 M(2) ∩ M(3) = {6,12,18} => n(2∩3) = 3 c.f. = n(2U3) = n(2) + n(3) – n(2∩3) = 10 + 6 – 3 = 13 c.p. = 20 11) Uma urna contém exatamente trinta etiquetas, numeradas de 1 a 30. Retirando-se, ao acaso, uma etiqueta da urna, qual a probabilidade de obtermos um número menor que 20 ou um múltiplo de 3? Solução: x < 20 = {1,2,3, ..., 19} => n(20) = 19 M(3) = {3,6,9,12,15,18,21,24,27,30} => n(3) = 10 x < 20 ∩ M(3) = {3,6,9,12,15,18} => n(20∩3) = 6 c.f. = n(20U3) = n(20) + n(3) – n(20∩3) = 19 + 10 – 6 = 23 c.p. = 30 12) Retirando-se uma carta de um baralho de 52 cartas, qual a probabilidade de ocorrer um rei ou uma carta de espadas? Solução: K: {K♠, K♣, K♥, K♦} => n(K) = 4 ♠: {A♠,2♠,3♠,4♠,5♠,6♠,7♠,8♠,9♠,10♠,J♠,Q♠,K♠} => n(♠) = 13 K ∩ ♠ ={K♠} => n(K ∩ ♠) = 1
  • 12. 12 c.f. = N(K U ♠) = n(K) + n(♠) – n(K ∩ ♠) = 13 + 4 – 1 = 16 c.p. = 52 13) Uma amostra de 140 investidores de um banco revelou que 80 investem em poupança, 30 investem em fundos e 10 investem na poupança e em fundos. Selecionado um destes investidores ao acaso, qual a probabilidade de que ele tenha investimentos na poupança ou em fundos? c.p. = 140 c.f. = 70 + 10 + 20 = 100 14) O jogo de dominó é composto de peças retangulares formadas pela junção de dois quadrados. Em cada quadrado há a indicação de um número, representado por uma certa quantidade de bolinhas, que variam de nenhuma a seis. O número total de combinações possíveis é de 28 peças. Se pegarmos uma peça qualquer, qual a probabilidade dela possuir ao menos um 3 ou 4 na sua face? Solução: 3 U 4: (0,3),(1,3),(2,3),(3,3),(3,4),(3,5),(3,6),(0,4),(1,4),(2,4),(4,4),(5,4),(6,4) c.f. = n(3 U 4) = 13 c.p. = 28 15) Na gôndola de um supermercado há somente sabonetes azuis ou na marca Tux, num total de 140 unidades, sendo 80 azuis e 100 da marca Tux. Retirando-se ao acaso um sabonete dessa gôndola, qual a probabilidade de se obter um sabonete azul da marca Tux? 16) Dentre os automóveis estocados no pátio de uma montadora, escolhe-se um, ao acaso. A probabilidade de que o automóvel escolhido tenha freios ABS é 5/8, a probabilidade de que ele tenha direção hidráulica é 2/3 e a probabilidade de que ele tenha freios ABS e direção hidráulica é 11/24. A probabilidade de que esse automóvel tenha freios ABS ou direção hidráulica é: (a) 7/24 (b) 1/12 (c) 3/7 (d) 1/6 (e) 5/6 Solução: E P(ABS U DH) = P(ABS) + P(DH) – P(ABS ∩ DH) =
  • 13. 13 Exercícios: 1) (SAERJ-2012) O gerente do setor de vendas de uma sapataria sorteou um de seus vendedores para participar de uma feira municipal de divulgação de negócios. Sabe-se que a probabilidade de ele ter sorteado uma mulher é de 8 3 . Qual é a probabilidade desse gerente ter sorteado um homem para participar dessa feira? (A) 8 3 (B) 5 3 (C) 8 5 (D) 3 5 (E) 3 8 2) (SAERJ-2014) Uma máquina produziu um lote de 30 peças. Dessas peças, 3 apresentaram defeito. Qual é a probabilidade de se retirar ao acaso uma peça sem defeito desse lote de peças? (A) 30 1 (B) 27 1 (C) 30 3 (D) 3 1 (E) 30 27 3) (SAERJ-2012) Um casal de namorados e mais três amigos compraram cinco ingressos para assistirem uma peça de teatro. Esses ingressos comprados correspondem às cadeiras localizadas lado a lado e numeradas de 1 a 5. Qual é a probabilidade de esse casal de namorados sentar separado durante essa peça de teatro? (A) 5 1 (B) 5 2 (C) 2 1 (D) 5 3 (E) 5 4 4) (SAERJ-2012) Em uma cesta de frutas existem 10 maçãs, 8 peras e 6 laranjas. Qual é a probabilidade de uma pessoa tirar ao acaso uma laranja ou uma pêra dessa cesta? (A) 24 6 (B) 24 8 (C) 24 14 (D) 144 14 (E) 144 120 5) (SAERJ-2012) Sérgio possui uma caixa com 70 varetas coloridas. Desse total, 40 são amarelas, 20 são vermelhas e 10, verdes. Sérgio retirou uma vareta da caixa aleatoriamente. Qual é a probabilidade da vareta retirada por Sérgio ser verde ou vermelha? (A) 7 1 (B) 7 2 (C) 7 3 (D) 7 4 (E) 4 3 6) (SAERJ–2011) Em um pacote, há 30 balas, sendo oite de laranja, dez de abacaxi, seis de limão e seis de café. Tirando-se desse pacote uma bala ao acaso, qual a probabilidade de ela ser de laranja ou de limão? (A) 30 8 (B) 30 6 (C) 30 14 (D) 8 6 (E) 48 30 7) (SAERJ -2013) Uma caixa contém 24 miniaturas de soldadinhos, todos de mesmo tamanho e formato. Desse total, 4 são dourados, 6 são vermelhos e o restante, prateados. Tirando ao acaso um soldadinho dessa caixa, qual é a probabilidade de ser dourado ou prateado? (A) 24 1 (B) 18 1 (C) 24 4 (D) 24 14 (E) 24 18 8) (SAERJ – 2014) Uma manicure possui 67 esmaltes de cores diferentes. Ela possui 20 esmaltes nos tons de vermelho, 15 nos tons de rosa e o restante em outras cores. Qual é a probabilidade de uma cliente optar por um esmalte nos tons de vermelho ou de rosa? (A) 67 5 (B) 67 15 (C) 67 20 (D) 67 32 (E) 67 35
  • 14. 14 9) (SAERJ – 2013) Dois dados honestos, com suas faces numeradas de 1 a 6, são lançados simultaneamente. Qual é a probabilidade de se obter por resultado dois números pares ou de que a soma dos resultados seja superior a 9? (A) 3 1 (B) 2 1 (C) 6 1 (D) 12 1 (E) 12 5 10) (SAERJ-2012) O desenho abaixo mostra 15 bolas numeradas de 1 a 15. Uma dessas bolas foi sorteada ao acaso. Qual é a probabilidade de o número dessa bola sorteada ser múltiplo de 2 ou múltiplo de 3? (A) 45 7 (B) 3 1 (C) 15 7 (D) 3 2 (E) 5 4 11) (SAERJ-2014) De uma sacola contendo 15 bolas numeradas de 1 a 15 retira- se uma bola ao acaso. Qual é a probabilidade de o número marcado nessa bola ser divisível por 3 ou por 4? (A) 15 1 (B) 15 3 (C) 15 5 (D) 15 7 (E) 15 8 12) (SAERJ-2014) Passaram para a última fase do processo seletivo de uma empresa 8 candidatos que falam somente inglês, 6 candidatos que falam somente espanhol e 2 candidatos que falavam ambos os idiomas. Ao escolher aleatoriamente um desses candidatos para uma entrevista, qual é a probabilidade de ele falar inglês e espanhol? (A) 16 14 (B) 2 1 (C) 14 2 (D) 16 2 (E) 16 1 13) Numa comunidade de 1000 habitantes, 400 são sócios de um clube A, 300 de um clube B e 200 de ambos. Escolhendo-se uma pessoa ao acaso, qual a probabilidade dessa pessoa ser sócia de A ou de B? (A) 75% (B) 60% (C) 50% (D) 45% (E) 30% 14) (F .Maringá) Um número é escolhido ao acaso entre 20 inteiros, de 1 a 20. A probabilidade de o número escolhido ser primo ou quadrado perfeito é: (A) 5 1 (B) 25 2 (C) 25 4 (D) 5 2 (E) 5 3 Probabilidade Condicional Em um programa de televisão, dez cartões, numerados de 1 a 10, foram distribuídos a dez pessoas que concorriam a um prêmio. Depois, o apresentador sorteou de uma urna um desses números e, para criar suspense, afirmou: “O número sorteado é par”. Qual a probabilidade de que o número sorteado seja maior que 4?
  • 15. 15 No início do sorteio, todas as pessoas que concorriam ao prêmio tinham esperança de ganhar, pois o espaço amostral do experimento era: S = {1,2,3,4,5,6,7,8,9,10}. No momento em que o apresentador anunciou que o número sorteado é par, o espaço amostral ficou reduzido ao evento A = {2,4,6,8,10}. Seja também o evento B formado pelos números que são maiores que 4. O esquema a seguir representa a situação do problema. A garantia de que o número sorteado é par reduz o espaço amostral ao evento A; logo, um elemento de B só pode ocorrer na interseção de A e B. Assim, a probabilidade de ocorrer B, dado que já ocorreu A, é: 5 3 )( )(    An BAn P . Assim, temos que a probabilidade de ocorrer o evento B, dado que já ocorreu A, é indicado por P(B/A) e, lê-se: “probabilidade de B dado A” e é calculada por: )( )( )/( An BAn ABP   OBS: Note que, a probabilidade se fosse pedido o contrário, o resultado seria diferente: O número sorteado é maior que 4, qual a probabilidade de se obter um número par? Solução: Note que o evento B é número sorteado ser maior que 4: B = {5,6,7,8,9,10}. E, o evento A é número ser par, logo BA = {6,8,10}. Logo, 2 1 6 3 )( )( )/(    Bn BAn BAP . Exemplos: 1) Uma pesquisa feita com setenta pessoas revelou que trinta e cinco já consumiram o produto A, cinqüenta já consumiram o produto B e cinco ainda não consumiram nem A e nem B. Escolheu-se uma dessas setenta pessoas, ao acaso, constatando-se que ele já havia consumido o produto A. Qual é a probabilidade de que essa pessoa também tenha consumido o produto B? ⁄ Ou ⁄ 2) Numa classe com 60 alunos, 40 estudam só Matemática, 10 estudam só Física e 5 estudam Matemática e Física. Determinar a probabilidade de um aluno que estuda Matemática estudar também Física. ⁄
  • 16. 16 3) Jogando-se um dado e sabendo-se que ocorreu um número maior que 4, qual a probabilidade de ser um número par? Solução: c.p. = 2 {5,6} e c.f. = 1 {6} ⁄ 4) Em uma escola de idiomas com 2000 alunos, 500 alunos fazem o curso de inglês, 300 fazem o curso de espanhol e 200 cursam ambos os cursos. Selecionando-se um estudante do curso de inglês, qual a probabilidade dele também estar cursando o curso de espanhol? ⁄ 5) (FGV-SP) Uma companhia de seguros coletou uma amostra de 2.000 motoristas de uma cidade a fim de determinar a relação entre o número de acidentes (y) em um certo período e a idade em anos (x) dos motoristas. Os resultados estão na tabela abaixo: Adotando a frequência relativa observada como probabilidade de cada evento, obtenha: a) A probabilidade de um motorista escolhido ao acaso ter exatamente um acidente no período considerado. Solução: c.p. = 2000 e c.f. = 50 + 120 + 80 + 105 = 355 b) A probabilidade de um motorista ter exatamente 2 acidentes no período considerado, dado que ele tem menos de 20 anos. Solução: ⁄ 6) Durante uma eleição, quatrocentas pessoas foram pesquisadas sobre o candidato em que votariam. O resultado da pesquisa está no quadro abaixo: Escolhendo uma pessoa aleatoriamente, qual a probabilidade dela: a. ter votado no candidato C? b. ter votado no candidato A, sabendo que é mulher? Solução: ⁄ y = 0 y = 1 y = 2 y > 2 x < 20 200 50 20 10 20 ≤ x < 30 390 120 50 10 30 ≤ x < 40 385 80 10 5 x ≥ 40 540 105 20 5 Candidato A Candidato B Candidato C Homem 100 80 20 Mulher 70 95 35
  • 17. 17 Exercícios: 1) No lançamento de um dado não viciado o resultado foi um número maior do que 3, qual é a probabilidade de esse ser um número par? (A) 1/6 (B) 1/2 (C) 1/3 (D) 2/5 (E) 2/3 2) (PUCC-SP) Lança-se um par de dados não viciados. Se a soma nos dois dados é 8, calcule a probabilidade de ocorrer a face 5 em um deles. 3) Na extração de uma carta de um baralho de 52 cartas, saiu um rei. Qual a probabilidade de que este rei seja de paus? 4) Na extração de uma carta de um baralho de 52 cartas, saiu uma carta de paus. Qual a probabilidade de que a carta retirada seja um rei? 5) (ENEM) As 23 ex-alunas de uma turma que completou o Ensino Médio há 10 anos se encontraram em uma reunião comemorativa. Várias delas haviam se casado e tido filhos. A distribuição das mulheres, de acordo com a quantidade de filhos, é mostrada no gráfico mostrado. Um prêmio foi sorteado entre todos os filhos dessas ex-alunas. A probabilidade de que a criança premiada tenha sido um(a) filho(a) único(a) é: (A) 1/3 (B) 1/4 (C) 7/15 (D) 7/23 (E) 7/25 6) Um levantamento feito com 200 funcionários de uma empresa apresentou o seguinte resultado. Sorteia-se um funcionário ao acaso: a) Qual a probabilidade de que seja homem? E de que seja mulher? b) Se o sorteio for feito entre os não fumantes, qual a probabilidade de que seja homem? E de que seja mulher? 7) Uma companhia de seguros analisou a freqüência com que 2000 segurados (1000 homens e 1000 mulheres) usaram o hospital. Os resultados estão apresentados na tabela: Homens Mulheres Usaram o hospital 100 150 Não usaram o hospital 900 850 a) Qual a probabilidade de que um homem segurado use o hospital? b) Qual a probabilidade de quem usa o hospital ser mulher? c) Qual a probabilidade de um segurado que não usou o hospital ser homem? 8) (SAERJ – 2013) De uma urna contendo 5 bolas pretas e 7 bolas brancas, retira-se, sucessivamente e sem reposição, duas bolas. Qual é a probabilidade de a primeira bola retirada ser preta, sabendo que a segunda bola retirada foi branca? A) 35/77 B) 35/132 C) 1/12 D) 5/12 E) 1/2 Homens (H) Mulheres (M) Total Fumantes 70 10 80 Não Fumantes 30 90 120 Total 100 100 200
  • 18. 18 9) (SAERJ-2013) Observe abaixo os esportes praticados pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio de uma determinada escola. Meninos Artur – Futsal Caio – Futsal João – Basquete Marco – Judô Mateus – Futsal Meninas Alice – Futsal Ana – Vôlei Isabela – Futsal Marina – Natação Vitória – Futsal Um desses atletas foi sorteado para participar dos jogos escolares. Sabendo que o atleta sorteado é homem, qual é a probabilidade de ele jogar futsal? A) 3/10 B) 2/5 C) 5/10 D) 5/6 E) 3/5 10) (SAERJ-2014) Um aeroporto apresenta uma probabilidade de 9/10 de seus voos ao decolarem não se atrasarem, caso não esteja chovendo. Se chover, as chances de não haver atrasos cai para 5/10. O serviço de meteorologia informou que a probabilidade de chover na região em que se situa esse aeroporto é de 7/10. Nessas condições, qual é a probabilidade de os aviões decolarem desse aeroporto sem se atrasarem? A) 27/100 B) 35/100 C) 5/9 D) 62/100 E) 5/7