SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Calazar
O que Calazar
A leishmaniose visceral (VL), também conhecida como calazar, é
a forma mais grave da leishmaniose. Se não for tratada, chega a
ser fatal em mais de 95% dos casos.
O calazar é endêmico em 47 países – sendo altamente endêmico
no subcontinente indiano e no leste da África – e
aproximadamente 200 milhões de pessoas correm o risco de
serem infectadas. Estima-se que 200 a 400 mil novos casos de
calazar ocorram anualmente no mundo. Mais de 90% dos novos
casos ocorrem em seis países: Bangladesh, Brasil, Etiópia, Índia,
Sudão do Sul e Sudão.
Calazar em cães é um sinônimo para leishmaniose
visceral canina. Trata-se de uma doença parasitária,
que é transmitida pela picada de um mosquito
infectado. ... Normalmente cães sadios são
infectados, diferentemente de quando nós,
humanos, somos infectados.
Causa
O calazar é causada pelo protozoário parasita Leishmaniose que é
transmitido pela picada de mosquitos-palha infectados. O parasita
ataca o sistema imunológico e, meses após a infecção inicial, a doença
pode evoluir para uma forma visceral mais grave, que é quase sempre
fatal se não for tratada.
A doença afeta algumas das pessoas mais pobres do mundo e está
associada à desnutrição, deslocamento de população, condições
precárias de habitação e saneamento precário, um sistema
imunológico fraco e falta de recursos financeiros. O calazar, em geral,
também está ligado a mudanças ambientais como o desmatamento,
construção de barragens, sistemas de irrigação e urbanização.
Sintomas
A doença, quando progride, se manifesta de dois a
oito meses após a infecção com e se caracteriza por
acessos irregulares de febre, perda de peso,
fraqueza, aumento do baço e do fígado, nódulos
linfáticos inchados e anemia. No entanto, se a
carga parasitária é alta ou o nível de imunidade do
paciente é baixo, o período de incubação é de 10 a
14 dias.
Sintomas do calazar em cães
Problemas de pele e pelo, como: dermatite
seborreica, feridas na ponta das orelhas e na ponta
do focinho, falta de pelo ao redor dos olhos;
Emagrecimento;
Sangramento nasal ou oral;
Apatia;
Problemas nos olhos;
Crescimento exagerado das unhas;
Febre;
Diagnóstico
O diagnóstico é realizado combinando os signos clínicos com os testes serológicos
e parasitológicos. Os testes mais efetivos para diagnóstico de leishmaniose são
invasivos pois demandam amostras de tecido, gânglios linfáticos ou da medula
espinhal. Esses testes requerem instalações laboratoriais e especialistas que não
estão disponíveis imediatamente em áreas endêmicas e com poucos recursos.
O método mais comum para diagnosticar o calazar é o teste da tira reagente,
mas ele apresenta alguns problemas. Em áreas endêmicas, pessoas podem ser
infectadas pelo calazar, mas podem não desenvolver a doença. Nesse caso,
nenhum tratamento é necessário.
Infelizmente, o teste da tira reagente detecta apenas se o paciente é imune ao
calazar. Logo, se o parasita estiver presente, o teste vai apontar que a pessoa tem
a doença. Por isso, não pode ser usado para verificar se o paciente está curado,
se foi infectado ou se teve umarecaída.
Tratamento
O calazar é uma doença tratável e curável. Todos os pacientes
diagnosticados precisam de tratamento rápido e completo, existindo
diferentes opções, com efetividade e efeitos colaterais variados.
Antimoniais penta valentes são, normalmente, o grupo de
medicamentos de primeira linha, administrados como tratamento de
30 dias de injeções intramusculares. Enquanto antimoniais são
bastante tóxicos e representam um risco aos pacientes que recebem o
tratamento, aqueles que são curados do calazar quase sempre
desenvolvem imunidade vitalícia. Pesquisadores esperam identificar
formas de simplificar os regimes de tratamento, melhorar a segurança
e reduzir o risco de resistência a medicamentos
O Tratamento em Cachorros é a MORRTE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Catapora slide tarba
Catapora slide tarbaCatapora slide tarba
Catapora slide tarba
 
Doenças virais
Doenças viraisDoenças virais
Doenças virais
 
Febre Amarela
Febre AmarelaFebre Amarela
Febre Amarela
 
Doenças
DoençasDoenças
Doenças
 
Dengue (trabalho Digitado)
Dengue (trabalho Digitado)Dengue (trabalho Digitado)
Dengue (trabalho Digitado)
 
Semninário Febre Amarela
Semninário Febre AmarelaSemninário Febre Amarela
Semninário Febre Amarela
 
Cinomose
CinomoseCinomose
Cinomose
 
Febre Amarela
Febre AmarelaFebre Amarela
Febre Amarela
 
Trabalho da dengue michelle
Trabalho da dengue michelleTrabalho da dengue michelle
Trabalho da dengue michelle
 
Malária e Febre Amarela
Malária e Febre AmarelaMalária e Febre Amarela
Malária e Febre Amarela
 
Transmissão do HIV e sintomas da AIDS
Transmissão do HIV e sintomas da AIDSTransmissão do HIV e sintomas da AIDS
Transmissão do HIV e sintomas da AIDS
 
CiêNcias+[1]..
CiêNcias+[1]..CiêNcias+[1]..
CiêNcias+[1]..
 
Todos Contra a Dengue: Ourinhos (SP)
Todos Contra a Dengue: Ourinhos (SP)Todos Contra a Dengue: Ourinhos (SP)
Todos Contra a Dengue: Ourinhos (SP)
 
Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)
Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)
Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Sarampo parasitologia
Sarampo parasitologiaSarampo parasitologia
Sarampo parasitologia
 
Sarampo aula
Sarampo aulaSarampo aula
Sarampo aula
 
Cuidados basicos de higiene
Cuidados basicos de higieneCuidados basicos de higiene
Cuidados basicos de higiene
 
Febre amarela e Rubéola
Febre amarela e RubéolaFebre amarela e Rubéola
Febre amarela e Rubéola
 

Semelhante a Calazar: Doença Parasitária Grave

Semelhante a Calazar: Doença Parasitária Grave (20)

Doenças Causadas por Vírus
Doenças Causadas por VírusDoenças Causadas por Vírus
Doenças Causadas por Vírus
 
Leishmaniose
Leishmaniose Leishmaniose
Leishmaniose
 
Malária
MaláriaMalária
Malária
 
Sarampo
SarampoSarampo
Sarampo
 
Apresentação de biologia!
Apresentação de biologia!Apresentação de biologia!
Apresentação de biologia!
 
Doenças
DoençasDoenças
Doenças
 
Doenças causadas por virus
Doenças  causadas por virusDoenças  causadas por virus
Doenças causadas por virus
 
Febre amarela
Febre amarelaFebre amarela
Febre amarela
 
Trab Bio Doenças-Cotuca
Trab Bio Doenças-CotucaTrab Bio Doenças-Cotuca
Trab Bio Doenças-Cotuca
 
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de ChagasAspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
 
Esquema conceitual de imunologia
Esquema conceitual de imunologiaEsquema conceitual de imunologia
Esquema conceitual de imunologia
 
Trabalho biologia
Trabalho biologiaTrabalho biologia
Trabalho biologia
 
Trabalho biologia
Trabalho biologiaTrabalho biologia
Trabalho biologia
 
Leishmaniose visceral
Leishmaniose visceralLeishmaniose visceral
Leishmaniose visceral
 
Microbiologia 26.11.2022.pptx
Microbiologia 26.11.2022.pptxMicrobiologia 26.11.2022.pptx
Microbiologia 26.11.2022.pptx
 
Aula sobre Leishmaniose visceral.ppt
Aula sobre Leishmaniose visceral.pptAula sobre Leishmaniose visceral.ppt
Aula sobre Leishmaniose visceral.ppt
 
Teníase e malária
Teníase e maláriaTeníase e malária
Teníase e malária
 
Resumo da Dengue
Resumo da Dengue Resumo da Dengue
Resumo da Dengue
 
ace conteudo.pptx
ace conteudo.pptxace conteudo.pptx
ace conteudo.pptx
 
Leishmaniose
LeishmanioseLeishmaniose
Leishmaniose
 

Calazar: Doença Parasitária Grave

  • 3. A leishmaniose visceral (VL), também conhecida como calazar, é a forma mais grave da leishmaniose. Se não for tratada, chega a ser fatal em mais de 95% dos casos. O calazar é endêmico em 47 países – sendo altamente endêmico no subcontinente indiano e no leste da África – e aproximadamente 200 milhões de pessoas correm o risco de serem infectadas. Estima-se que 200 a 400 mil novos casos de calazar ocorram anualmente no mundo. Mais de 90% dos novos casos ocorrem em seis países: Bangladesh, Brasil, Etiópia, Índia, Sudão do Sul e Sudão.
  • 4. Calazar em cães é um sinônimo para leishmaniose visceral canina. Trata-se de uma doença parasitária, que é transmitida pela picada de um mosquito infectado. ... Normalmente cães sadios são infectados, diferentemente de quando nós, humanos, somos infectados.
  • 6. O calazar é causada pelo protozoário parasita Leishmaniose que é transmitido pela picada de mosquitos-palha infectados. O parasita ataca o sistema imunológico e, meses após a infecção inicial, a doença pode evoluir para uma forma visceral mais grave, que é quase sempre fatal se não for tratada. A doença afeta algumas das pessoas mais pobres do mundo e está associada à desnutrição, deslocamento de população, condições precárias de habitação e saneamento precário, um sistema imunológico fraco e falta de recursos financeiros. O calazar, em geral, também está ligado a mudanças ambientais como o desmatamento, construção de barragens, sistemas de irrigação e urbanização.
  • 8. A doença, quando progride, se manifesta de dois a oito meses após a infecção com e se caracteriza por acessos irregulares de febre, perda de peso, fraqueza, aumento do baço e do fígado, nódulos linfáticos inchados e anemia. No entanto, se a carga parasitária é alta ou o nível de imunidade do paciente é baixo, o período de incubação é de 10 a 14 dias.
  • 9. Sintomas do calazar em cães Problemas de pele e pelo, como: dermatite seborreica, feridas na ponta das orelhas e na ponta do focinho, falta de pelo ao redor dos olhos; Emagrecimento; Sangramento nasal ou oral; Apatia; Problemas nos olhos; Crescimento exagerado das unhas; Febre;
  • 11. O diagnóstico é realizado combinando os signos clínicos com os testes serológicos e parasitológicos. Os testes mais efetivos para diagnóstico de leishmaniose são invasivos pois demandam amostras de tecido, gânglios linfáticos ou da medula espinhal. Esses testes requerem instalações laboratoriais e especialistas que não estão disponíveis imediatamente em áreas endêmicas e com poucos recursos. O método mais comum para diagnosticar o calazar é o teste da tira reagente, mas ele apresenta alguns problemas. Em áreas endêmicas, pessoas podem ser infectadas pelo calazar, mas podem não desenvolver a doença. Nesse caso, nenhum tratamento é necessário. Infelizmente, o teste da tira reagente detecta apenas se o paciente é imune ao calazar. Logo, se o parasita estiver presente, o teste vai apontar que a pessoa tem a doença. Por isso, não pode ser usado para verificar se o paciente está curado, se foi infectado ou se teve umarecaída.
  • 13. O calazar é uma doença tratável e curável. Todos os pacientes diagnosticados precisam de tratamento rápido e completo, existindo diferentes opções, com efetividade e efeitos colaterais variados. Antimoniais penta valentes são, normalmente, o grupo de medicamentos de primeira linha, administrados como tratamento de 30 dias de injeções intramusculares. Enquanto antimoniais são bastante tóxicos e representam um risco aos pacientes que recebem o tratamento, aqueles que são curados do calazar quase sempre desenvolvem imunidade vitalícia. Pesquisadores esperam identificar formas de simplificar os regimes de tratamento, melhorar a segurança e reduzir o risco de resistência a medicamentos
  • 14. O Tratamento em Cachorros é a MORRTE