Será que preciso “passar” pela
Desobsessão?
E se precisar???
Sexta feira – 26 de junho de 2015.
Rose Campos
- Mas... e se eu passei pelo Atendimento Fraterno
ou outro tratamento na Casa, e fui
orientado a passar pela desobsessão?
...
Em primeiro lugar é preciso ter em mente o
seguinte:
um obsessor não é um espírito necessariamente
MAU.
Ele é sim, um espí...
Preguiça
AS NOSSAS IMPERFEIÇÕES MORAIS:
CAUSAS DA OBSESSÃO
(as “brechas”, como nos ensinam os Espíritos)
maledicência PESS...
CAUSAS DA OBSESSÃO
(o que motiva o obsessor a fazer isso?)
VINGANÇA
DESEJO DE
FAZER O MAL
Como sofre,
DESEJO DE
FAZER SOFR...
O Espiritismo abre novo entendimento acerca
do obsessor e do obsidiado
e demonstra o quanto é importante
a participação do...
O médium de incorporação
O médium esclarecedor
O espírito obsessor
A Espiritualidade amparadora
Nem toda sessão de desobse...
“No que diz respeito ao problema
das obsessões espirituais,
o paciente é, também o
agente da própria cura.”
(Do livro “Gri...
Muitos recorrem aos Centros trazendo o pensamento
preconcebido de que todos os seus problemas serão ali
resolvidos, como p...
O VALOR DA PRECE
“Em todos os casos de obsessão, a prece é o mais poderoso meio de que se dispõe para
demover de seus prop...
Prece pelo obsessor:
“Procurar ajudar os espíritos
obsessores esclarecendo-os.”
(L.M., 254)
A NECESSIDADE DA REFORMA INTER...
A IMPORTÂNCIA DA FLUIDOTERAPIA
“Nos casos de obsessão grave, o obsidiado fica
como que envolto e impregnado de um
fluído p...
O PODER DA LEITURA E DAS BOAS PALAVRAS
“Recorre aos recursos espíritas: permuta conversação enobrecida, pois que as boas
p...
Controle de si mesmo
em suas mãos.
Fim
“Fazei
brilhar a
vossa luz.”
“Tua fé te
curou.”
“Vá e não
peques
mais.”
“Perdoai
para serdes
perdoados.”
Fica aqui um ...
26 de junho 2015 desobsessão   preciso passar
26 de junho 2015 desobsessão   preciso passar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

26 de junho 2015 desobsessão preciso passar

376 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
376
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

26 de junho 2015 desobsessão preciso passar

  1. 1. Será que preciso “passar” pela Desobsessão? E se precisar??? Sexta feira – 26 de junho de 2015. Rose Campos
  2. 2. - Mas... e se eu passei pelo Atendimento Fraterno ou outro tratamento na Casa, e fui orientado a passar pela desobsessão? SEMPRE É BOM LEMBRAR! É um erro afirmar que TUDO o que nos ocorre de ruim é por influência dos espíritos.
  3. 3. Em primeiro lugar é preciso ter em mente o seguinte: um obsessor não é um espírito necessariamente MAU. Ele é sim, um espírito inferior. Tão inferior quanto nós mesmos ainda somos. Se assim não fosse, não estaríamos em um planeta de provas e expiações. E como se realiza a “conexão” entre obsessor e obsidiado? Ela se dá através das brechas que facilitam a conexão entre as ondas mentais emitidas pelo obssessor que encontram receptividade no obsidiado.
  4. 4. Preguiça AS NOSSAS IMPERFEIÇÕES MORAIS: CAUSAS DA OBSESSÃO (as “brechas”, como nos ensinam os Espíritos) maledicência PESSIMISMO VÍCIOS de qualquer ordem tristeza MEDO IRRITAÇÃO ORGULHO AVAREZA MÁGOA, ÓDIO Etc, etc, etc... Débitos de outras vidas (Lei de Causa e Efeito)
  5. 5. CAUSAS DA OBSESSÃO (o que motiva o obsessor a fazer isso?) VINGANÇA DESEJO DE FAZER O MAL Como sofre, DESEJO DE FAZER SOFRER Prazer de atormentar POR ÓDIO OU INVEJA DO BEM Para fazer valer a sua opinião Por pura ignorância Por achar que pode ajudar Por apego exacerbado Etc, etc, etc...
  6. 6. O Espiritismo abre novo entendimento acerca do obsessor e do obsidiado e demonstra o quanto é importante a participação do enfermo como condição básica para o êxito do tratamento. Não é motivo para ter medo! Cena de uma sessão de desobsessão no filme “O Filme dos Espíritos” de 2011)
  7. 7. O médium de incorporação O médium esclarecedor O espírito obsessor A Espiritualidade amparadora Nem toda sessão de desobsessão conta com a presença do obsidiado. Isso irá depender da dinâmica adotada pela Instituição. Médiuns de apoio Médium de apoio
  8. 8. “No que diz respeito ao problema das obsessões espirituais, o paciente é, também o agente da própria cura.” (Do livro “Grilhões Partidos”, de Manoel Philomeno de Miranda, psicografia de Divaldo Pereira Franco) Ninguém se engane: o obsidiado só se libertará quando ele mesmo se dispuser a promover a sua autodesobsessão. O Espiritismo não poderá fazer por ele o que ele não fizer por si mesmo. (Do livro “Obsessão e Desobsessão” de Suely Caldas Schubert)
  9. 9. Muitos recorrem aos Centros trazendo o pensamento preconcebido de que todos os seus problemas serão ali resolvidos, como por encanto. Julgam que, pelo fato de buscar auxílio espiritual, passam de imediato toda a responsabilidade de seu tratamento para os Espíritos e para os espíritas. Aos primeiros sinais de que seus problemas não estão sendo resolvidos com a presteza que imaginavam, desiludem-se e vão buscar ajuda em outra parte. A primeira coisa a ser feita, portanto, é esclarecer ao paciente o quanto a sua participação é fundamental para o tratamento. E nisso reside quase toda a possibilidade de êxito. “Muitos” não quer dizer TODOS...
  10. 10. O VALOR DA PRECE “Em todos os casos de obsessão, a prece é o mais poderoso meio de que se dispõe para demover de seus propósitos maléficos o obsessor.” (A Gênese, Allan Kardec, capítulo 14º, item 46.) Afinal, quais seriam essas orientações, segundo o Espiritismo? “Fazer um apelo fervoroso ao seu protetor, assim como aos bons Espíritos que lhes são simpáticos e rogar-lhes para assisti-lo.” (L.M., 249)
  11. 11. Prece pelo obsessor: “Procurar ajudar os espíritos obsessores esclarecendo-os.” (L.M., 254) A NECESSIDADE DA REFORMA INTERIOR “(...) É, pois, indispensável que o obsidiado faça, por sua parte, o que se torne necessário para destruir em si mesmo a causa da atração dos maus Espíritos.” (O Livro dos Espíritos, Allan Kardec questão 479.) A AÇÃO DO PENSAMENTO “Pensar é criar. O objeto formado pelo poder mental vive no mundo íntimo, exigindo cuidados especiais para o esforço de continuidade ou extinção.” (Pão Nosso, Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, capítulo 15.)
  12. 12. A IMPORTÂNCIA DA FLUIDOTERAPIA “Nos casos de obsessão grave, o obsidiado fica como que envolto e impregnado de um fluído pernicioso, que neutraliza a ação dos fluídos salutares e os repele. (A Gênese, Allan Kardec, capítulo 14º, item 46.) “Utiliza o recurso do passe socorrista, rearticulando as forças em desalinho.” “Sorve um vaso de água fluidificada, restaurando a harmonia das células em desajustamento.” (Florações Evangélicas, Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, capítulo 51.)
  13. 13. O PODER DA LEITURA E DAS BOAS PALAVRAS “Recorre aos recursos espíritas: permuta conversação enobrecida, pois que as boas palavras E A LEITURA EDIFICANTE renovam as disposições espirituais.” (Florações Evangélicas, Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco,) A TERAPIA DA CARIDADE ..... A PRÁTICA DO BEM “As imperfeições morais dão lugar aos espíritos obsessores, e o meio MAIS SEGURO de se desembaraçar dessa obsessão é atraindo os bons espíritos pela prática do bem.” (“O Livro dos Médiuns”, de Allan Kardec, questão 252) “Tive fome e me deste de comer; tive sede e me deste de beber; careci de teto e me hospedastes; estive nu e me vestistes; achei-me doente e me visitastes; estive preso e me fostes ver. Em verdade vos digo, todas as vezes que isso fizestes a um destes mais pequeninos dos meus irmãos, foi a mim que o fizestes.” —Jesus. (Mateus, capítulo 25 versículos 35, 36 e 40.) E, segundo os Espíritos amigos, a medida mais importante é...
  14. 14. Controle de si mesmo em suas mãos.
  15. 15. Fim “Fazei brilhar a vossa luz.” “Tua fé te curou.” “Vá e não peques mais.” “Perdoai para serdes perdoados.” Fica aqui um convite para, em função do tema que estudamos hoje, refletirmos nos seguintes ensinamentos: “Amai aos vossos inimigos.”

×