Laboratorio do mundo invisivel

6.765 visualizações

Publicada em

Ação do espírito na matéria através do fluído cósmico universal. uso do pensamento e da vontade para a aglomeração, dispersão, transformação fluídica. construção do vestuário e cidades espirituais.

Publicada em: Espiritual

Laboratorio do mundo invisivel

  1. 1. Laboratório do mundo invisível LABORATORIO DO MUNDO INVISIVEL- LIVRO Livro dos MÉDIUN CAP.VIII DOS Médiuns cap. VIII
  2. 2. Na Terra Antes de um artífice fabricar um objeto, concebe, nopensamento, a forma, acor e as características desse mesmo objeto. Depois, reúne osmateriais necessários eparte para a realização da obra
  3. 3. No plano espiritualO processo se dá de outra maneira. O Espírito pensa naforma, na cor e nas características do objeto que desejaconstruir e, impulsionando o pensamento com a suavontade, terá o objeto pronto imediatamente, o qualserá visto, não só pelo fabricante, como por todos osoutros Espíritos.
  4. 4. PENSAMENTO E VONTADEO pensamento é força criadora.A vontade é força propulsora.Por meio destas duas forças, osEspíritos constroem tudo o quedesejam.O Universo é seu laboratório.
  5. 5. Fluido Cósmico Universal Fluido Cósmico UniversalOs fluidos espirituais, que constituem um dos estados dofluido cósmico universal, são, a bem dizer, a atmosfera dosseres espirituais; é o elemento onde eles colhem osmateriais com que operam; é o meio onde se passam osfenômenos especiais, perceptíveis à vista e ao ouvido doEspírito, e que escapam aos sentidos carnais,impressionados só pela matéria tangível, onde se forma aluz peculiar ao mundo espiritual, diferente da luz ordinária,por sua causa e por seus efeitos; são, enfim, o veículo dopensamento, como o ar e o veículo do som.
  6. 6. O pensamento e vontadeOs Espíritos agem sobre osfluidos espirituais, não osmanipulando, como o homemmanipula os gases, mas com oauxílio do pensamento e davontade. O pensamento e a vontade são para os Espíritos o que a mão é para o homem.
  7. 7. Fluido Cósmico apresenta-se em dois estados distintos:1-Eterização  Imponderabilidade  fenômenos espirituais/psiquicos Sutil ñ se pode pesar2-Materialização  Ponderabilidade  fenômenos materiais1-Fenômenos espirituais regido por leis naturais alçada Espiritismo2-Fenômenos materiais  regido por leis materiais  alçada Ciência
  8. 8. Fluido Cósmico Universal = 2 estados (A Gênese cap. XIV )1- Eterização  Espíritos puros  plano espiritualEstado normal primitivo FCU pureza absolutaImponderabilidade Fluidos estado intermediário2-Materialização  Homens  atmosfera terrestre Ponderabilidade FCU ponto oposto/mat. tangível
  9. 9. FluidosPelo pensamento,imprimem a esses fluidostais ou qual direção;aglomeram-nos,combinam-nos; e osdispersam; com elesformam conjuntos, tendouma aparência, umaforma, uma cordeterminadas; mudamas suas propriedades,como o químico muda asdos gases e de outroscorpos, combinando-ossegundo certas leis; sãoo grande atelier ou olaboratório da vidaespiritual. (A Gênese )
  10. 10. TransformaçõesPor depender da capacidade do pensamento e davontade, as formações fluídicas variam, conformeos espíritos, e é feita consciente ouinconscientementeA ação dos espíritos sobre os fluidos podechegar a produzir, movimentar ou modificarcoisas no campo da matéria terrena. É o que sechama de efeitos físicos.(som. luz)
  11. 11. Fotografia do pensamento Kardec nos diz: “Há mais verdade revelada nos fluidos (invisíveis) que nas fotografias (visíveis).”
  12. 12. Visão PsíquicaArquivo MnemônicoR Espirita nº 6 junho de 1868Revistaevi
  13. 13. Os Objetos de onde Vem?Os corpos inertes tem seu análogos etéreos no mundo invisivel ?
  14. 14. Manipulação de fluidosCriação Divina  Fluido Cósmico UniversalEspíritos  Manipulam  Fluidos Espirituais Criação =/= Formação ( Deus) (Espíritos) "O Espírito nada tira do nada”
  15. 15. Manipulação de fluidosFormações  Transformações,combinações (Consciente,inconscientemente)Dirigí-los  aglomerar,dispersar,conduzirCombiná-los  entre siModificá-los  conferir-lhes outra propriedadeEspíritos superiores-  plasmam com liberdadeCapacidade,vontade,pensamento  produçãosuperiorEspíritos inferiores plasmam automaticamenteCapacidade fraca, perturbada  produção inferior
  16. 16. Pode, pois, dizer-se, com toda verdade, que há nesses fluidos ondas e raios de pensamento que se cruzam sem se confundir, como há no ar ondas e raios sonoros. (Revista Espírita, de Allan Kardec, n° 12, dezembro de 1864). Daí o cuidado que os Espíritos, encarnados e desencarnados, devem ter com asidéias fixas e os maus pensamentos. Eles são vistos pelos habitantes do Mundo Espiritual e, muitas vezes, dão causa a pertinazes obsessões.
  17. 17. Pentecostes - Atos 2 : 16 - 17
  18. 18. No Livro dos Atos dos Apóstolos(02-17-18 ), o apóstolo Pedro disse, no diado Pentecostes, relembrando aoshabitantes, judeus ou não, de Jerusalém(ATOS ,02:14), as citações de um profeta(Joel, 02:28-29):“Nos últimos tempos, disse o Senhor,derramarei o meu espírito sobre toda acarne; os vossos filhos e filhas profetizarão,os mancebos terão visões, e os velhos,sonhos. E sobre os meus servos e sobre asminhas servas derramarei do meu Espíritonaqueles dias, e profetizarão”.
  19. 19. O Céu e o Inferno” [5], “A Gênese” [6],“Como vimos (cap. I, nº 32), coincidindo com outras circunstâncias, oadvento do Espiritismo realiza uma das mais importantes predições deJesus, pela influência que ele forçosamente tem de exercer sobre as ideias.Ele se encontra, além disso, anunciado, em os Atos dos Apóstolos (...) É apredição inequívoca da vulgarização da mediunidade, que presentementese revela em indivíduos de todas as idades, de ambos os sexos e de todasas condições; a predição, por conseguinte, da manifestação universal dosEspíritos, pois que sem os Espíritos não haveria médiuns. Isso, conformeestá dito, acontecerá nos últimos tempos; ora, visto que não chegamos aofim do mundo, mas, ao contrário, à época da sua regeneração, devemosentender aquelas palavras como indicativas dos últimos tempos do mundomoral que chega a seu termo.” Ainda em “A Gênese” [8], Kardec comenta sobre o Espiritismo trazer amoral do Cristo, como tantas outras, “com a diferença de que,manifestando-se por toda parte, tanto se fazem ouvir na choupana, comono palácio, assim pelos ignorantes, como pelos instruídos”, elucidando oversículo 18 do capítulo 2 de Atos dos Apóstolos.Se o Espiritismo é o renascimento desse Cristianismo dos primeirostempos, então a popularização da mediunidade do Espiritismo, faculdadeessa que se manifestou de forma ampla no Pentecostes, é uma relaçãopossível de ser estabelecida entre o referido dia e a constatação dointercâmbio e inspiração dos Espíritos, que a doutrina codificada porKardec nos ensina.
  20. 20. www.patriaespirita.blogspot.com 

×