Conceitos de Karl Marx

31.079 visualizações

Publicada em

Marx

0 comentários
17 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
31.079
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
625
Comentários
0
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conceitos de Karl Marx

  1. 1. Conceitos de Karl Marx
  2. 2.  Karl Marx (1818-1883) foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna.  As teorias de Marx sobre a sociedade, a economia e a política - conhecidas coletivamente como marxismo - afirmam que as sociedades humanas progridem através da luta de classes: um conflito entre a classe burguesa que controla a produção e um proletariado que fornece a mão de obra para a produção.
  3. 3.  Ele chamou o capitalismo de "a ditadura da burguesia", acreditando que seja executada pelas classes ricas para seu próprio benefício  Marx previu que o capitalismo produziria tensões internas que conduziriam à sua auto-destruição e substituição por um novo sistema: o socialismo.
  4. 4. Conceitos:  Sistema capitalista;  Meios de produção;  Materialismo histórico;  Mais-valia;  Luta de classes (Teoria do conflito)
  5. 5. Sistema capitalista  O capitalismo é um sistema econômico em que os meios de produção e distribuição são de propriedade privada e com fins lucrativos.
  6. 6. Meios de produção  Os meios de produção são os instrumentos e ferramentas utilizadas no processo de produção. Um exemplo de meio de produção são as máquinas de costuras utilizadas em confecções de roupas. Elas transformam os tecidos em mercadorias.
  7. 7.  No sistema capitalista, os meios de produção são posse de uma classe social denominada burguesia. A tese defendida pelos socialistas é a de que os meios de produção e as fábricas (ou a terra, no caso da agricultura) devem pertencer somente aos
  8. 8. Materialismo histórico  O materialismo histórico é uma abordagem ao estudo da sociedade, da economia e da história.  A tese do materialismo histórico defende que a evolução humana, desde as sociedades mais remotas até a atual, se dá pelos confrontos entre diferentes classes sociais decorrentes da "exploração do homem pelo homem".
  9. 9.  Assim, como exemplos apontados por Marx, temos durante o feudalismo os servos que teriam sido oprimidos pelos senhores, enquanto que no capitalismo seria a classe operária pela burguesia.
  10. 10. Mais-valia  Mais-valia é o termo usado para designar a desigualdade entre o salário pago e o valor do trabalho produzido.
  11. 11. Luta de classes  A luta de classes foi a denominação dada para designar o confronto entre o que consideravam os opressores, a burguesia, e os oprimidos, o proletariado.
  12. 12.  Segundo Karl Marx, a luta de classes seria a força motriz por trás das grandes revoluções na história.  Ela teria começado com a criação da propriedade privada dos meios de produção. A partir daí, a sociedade passou a ser dividida entre proprietários (burguesia) e trabalhadores (proletariado), ou seja, possuidores dos meios de produção e possuidores unicamente de sua
  13. 13.  A luta de classes, segundo Karl Marx, só acabará com o fim do capitalismo e com o fim das classes sociais.
  14. 14. Conceitos de Karl Marx Sistema Capitalista Meios de produção Materialismo histórico Mais-valia Luta de classes
  15. 15. Vídeo - Clássicos da Sociologia Karl Marx
  16. 16. (Ufu 2003) Considere a citação abaixo e, a seguir, marque a alternativa correta acerca da concepção materialista da história formulada por Karl Marx. "... na produção social de sua existência, os homens estabelecem relações determinadas, necessárias, independentes da sua vontade, relações de produção que correspondem a um determinado grau de desenvolvimento das forças produtivas materiais. O conjunto dessas relações de produção constitui a estrutura econômica da sociedade, a base concreta sobre a qual se eleva uma superestrutura jurídica e política e à qual correspondem determinadas formas de consciência social. O modo de produção da vida material condiciona o desenvolvimento da vida social, política e intelectual em geral. Não é a consciência dos homens que determina o seu ser; é o seu ser social que, inversamente, determina a sua consciência." a) Marx expressa, também nessa passagem, sua concepção determinista e finalista, segundo a qual o conjunto das relações sociais reduz-se ao âmbito da produção econômica. b) Marx afirma que a moral, os sistemas políticos, os princípios jurídicos e as ideologias não têm vida própria diante do modo pelo qual os homens produzem e reproduzem a existência. c) Marx nega todo e qualquer papel ativo na história à consciência, sendo esta, antes, um mero reflexo da esfera da produção material. d) Marx sustenta que o ser social que pensa, que atua politicamente e que representa o seu espaço reproduz simplesmente as condições históricas vigentes, independente de sua classe social.
  17. 17. Gabarito  1 (Uncisal 2012) - B  3 (Ufu 2003) - B  5 (Uem 2012) - A  17 (UFU) - D  7 (Ufrgs 2012) - A  8 (Ufu 2000) - B  10 (Ufpa 2012) - B  10 (Unicentro 2011) - B

×