1º ano
KARL MARX E O MATERIALISMO
HISTÓRICO E DIALÉTICO
UM POUCO DA VIDA DE MARX
 1818 - 1883
 Nasceu em Treves, na Alemanha.
 Teve uma vida ligada à militância política ao la...
Observação
 Para Marx, os fatos econômicos constituem a
base sobre a qual se apoiam outros níveis de
realidade, como reli...
Divisão do trabalho social
 As transformações do trabalho ao longo da
história:
- Sociedades tradicionais: o homem sozinh...
Classes sociais
 O lugar que as pessoas ocupam na divisão do
trabalho vai defini-las como pertencentes a uma
determinada ...
Classes sociais para Marx
Salário, valor, lucro e mais-valia
 Salário – valor da força de trabalho.
 O trabalho é fonte da criação de valor.
- Com...
Amplitude da contribuição de Karl
Marx
 Marx acredita que o capitalismo baseia-se na
exploração do trabalho.
 Não se res...
 A teoria de Marx teve longo alcance:
- Revolução Russa (1917)
- Revolução Chinesa (1949)
- Revolução Cubana (1959)
Fonte:
 SILVA, Josefa Alexandrina da. Ciências Sociais.
São Paulo: Editora Sol, 2011, pág.47 – 53.
Karl marx e o materialismo histórico e dialético
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Karl marx e o materialismo histórico e dialético

1.876 visualizações

Publicada em

-

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Karl marx e o materialismo histórico e dialético

  1. 1. 1º ano KARL MARX E O MATERIALISMO HISTÓRICO E DIALÉTICO
  2. 2. UM POUCO DA VIDA DE MARX  1818 - 1883  Nasceu em Treves, na Alemanha.  Teve uma vida ligada à militância política ao lado de trabalhadores.  Suas principais obras são: - A ideologia alemã (1845). - Manifesto do Partido Comunista (1848). - O capital: crítica da economia política (1867).
  3. 3. Observação  Para Marx, os fatos econômicos constituem a base sobre a qual se apoiam outros níveis de realidade, como religião, a arte e a política.  Assim ele parte da análise da estrutura econômica da sociedade para colocar em evidência os antagonismos e contradições do capitalismo.
  4. 4. Divisão do trabalho social  As transformações do trabalho ao longo da história: - Sociedades tradicionais: o homem sozinho produzia quase todas as coisas necessárias para viver. - Sociedades complexas: relações de trabalhos e divisão das atividades. acaba dividindo a sociedade em camadas superiores e inferiores.
  5. 5. Classes sociais  O lugar que as pessoas ocupam na divisão do trabalho vai defini-las como pertencentes a uma determinada classe social, sendo elas:  A burguesia : classe detentora de poder econômico e dos meios de produção.  O proletariado: não possui poder econômico nem os modos de produção e, por isso, vende seu trabalho em troca de salário. Segundo Marx, como a troca entre trabalho e salário é injusta, o capitalismo gera as lutas de classe.
  6. 6. Classes sociais para Marx
  7. 7. Salário, valor, lucro e mais-valia  Salário – valor da força de trabalho.  O trabalho é fonte da criação de valor. - Como explicar que aqueles que mais trabalham são os que tem menos dinheiro? Todo assalariado ganha menos do que aquilo que produz.  A diferença entre o valor da riqueza produzida e o salário é o que denominamos lucro.  A mais-valia é a diferença entre o preço de custo da força de trabalho (salário) e o valor da mercadoria produzida.
  8. 8. Amplitude da contribuição de Karl Marx  Marx acredita que o capitalismo baseia-se na exploração do trabalho.  Não se restringe apenas ao campo econômico: - Político: apoia no Estado para reprimir a classe trabalhadora. - Cultural: a dominação burguesa se dá pelo controle dos meios de comunicação de massa.
  9. 9.  A teoria de Marx teve longo alcance: - Revolução Russa (1917) - Revolução Chinesa (1949) - Revolução Cubana (1959)
  10. 10. Fonte:  SILVA, Josefa Alexandrina da. Ciências Sociais. São Paulo: Editora Sol, 2011, pág.47 – 53.

×