SlideShare uma empresa Scribd logo
Resíduos 
Sólidos
 Os resíduos sólidos são partes de resíduos 
que são gerados após a produção, 
utilização ou transformação de bens de 
consumos.
Resíduos Industriais
Resíduos de Construções Civis
Resíduos Hospitalares
 Alguns tipos de resíduos sólidos são 
altamente perigosos para o meio 
ambiente e merecem um sistema de 
coleta e reciclagem rigorosos.
Pilhas
Baterias
Tipos de Resíduos
Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos
Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos
Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos
Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos
A Lei nº 12.305/10, que 
institui a Política Nacional 
de Resíduos Sólidos (PNRS).
Prevê a prevenção e a redução na 
geração de resíduos, tendo como 
proposta a prática de hábitos de 
consumo sustentável e um conjunto 
de instrumentos para propiciar o 
aumento da reciclagem e da 
reutilização dos resíduos sólidos 
(aquilo que tem valor econômico e 
pode ser reciclado ou 
reaproveitado) e a destinação 
ambientalmente adequada dos 
rejeitos (aquilo que não pode ser 
reciclado ou reutilizado).
Institui a responsabilidade 
compartilhada dos geradores 
de resíduos: dos fabricantes, 
importadores, distribuidores, 
comerciantes, o cidadão e 
titulares de serviços de manejo 
dos resíduos sólidos urbanos na 
Logística Reversa dos resíduos 
e embalagens pós-consumo e 
pós-consumo.
A logística reversa é um 
instrumento de desenvolvimento 
econômico e social caracterizado 
por um conjunto de ações, 
procedimentos e meios destinados 
a viabilizar a coleta e a restituição 
dos resíduos sólidos ao setor 
empresarial, para 
reaproveitamento, em seu ciclo ou 
em outros ciclos produtivos, ou 
outra destinação.
Cria metas importantes que 
irão contribuir para a 
eliminação dos lixões e institui 
instrumentos de planejamento 
nos níveis nacional, estadual, 
microrregional, intermunicipal e 
metropolitano e municipal; 
além de impor que os 
particulares elaborem seus 
Planos de Gerenciamento de 
Resíduos Sólidos.
Os instrumentos da PNRS 
ajudarão o Brasil a atingir uma 
das metas do Plano Nacional 
sobre Mudança do Clima, que 
é de alcançar o índice de 
reciclagem de resíduos de 20% 
em 2015.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

pnrs
pnrspnrs
Manual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136c
Manual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136cManual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136c
Manual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136c
Adriano Rodrigues
 
Panorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasil
Panorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasilPanorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasil
Panorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasil
DECIO BARRETO
 
Gestão de resíduos sólidos unidade 1
Gestão de resíduos sólidos   unidade 1Gestão de resíduos sólidos   unidade 1
Gestão de resíduos sólidos unidade 1
Francinalva Cordeiro
 
2012.06.05 pnrs
2012.06.05   pnrs2012.06.05   pnrs
Resíduos Sólidos
Resíduos SólidosResíduos Sólidos
Resíduos Sólidos
Adminefa
 
Resíduos sólidos domiciliares
Resíduos sólidos domiciliaresResíduos sólidos domiciliares
Resíduos sólidos domiciliares
Master Ambiental
 
A política nacional de resíduos sólidos comentada
A política nacional de resíduos sólidos   comentadaA política nacional de resíduos sólidos   comentada
A política nacional de resíduos sólidos comentada
Lidiane Fenerich
 
Resíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanos Resíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanos
Diego Righi
 
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma atualizada
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma  atualizadaApresentação da política nacional de resíduos sólidos mma  atualizada
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma atualizada
Portal Alarde - Informação Sem Maquiagem
 
ResíDuos SóLidos
ResíDuos SóLidosResíDuos SóLidos
ResíDuos SóLidos
senargo
 
Gerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidosGerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidos
Templum Consultoria Online
 
Plano de gerenciamento de resíduos sólidos
Plano de gerenciamento de resíduos sólidosPlano de gerenciamento de resíduos sólidos
Plano de gerenciamento de resíduos sólidos
rosemariah
 
José cláudio junqueira ribeiro
José cláudio junqueira ribeiroJosé cláudio junqueira ribeiro
José cláudio junqueira ribeiro
Centro Mineiro de Referência em Resíduos
 
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - apresentação d...
Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - apresentação d...Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - apresentação d...
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - apresentação d...
FecomercioSP
 
Os Resíduos dos Serviços de Saúde
Os Resíduos dos Serviços de SaúdeOs Resíduos dos Serviços de Saúde
Os Resíduos dos Serviços de Saúde
Wagner Rodrigues
 
Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...
Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...
Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...
FecomercioSP
 
Resíduos sólidos
Resíduos sólidosResíduos sólidos
Resíduos sólidos
Karol Cantuaria
 
Disposição e tratamentos de residuos sólidos
Disposição e tratamentos de residuos sólidos Disposição e tratamentos de residuos sólidos
Disposição e tratamentos de residuos sólidos
Luiz Carlos
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Master Ambiental
 

Mais procurados (20)

pnrs
pnrspnrs
pnrs
 
Manual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136c
Manual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136cManual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136c
Manual de-residuos-em-propriedades-rurais56656b3a2136c
 
Panorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasil
Panorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasilPanorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasil
Panorama da gestão dos resíduos sólidos da construção civil no brasil
 
Gestão de resíduos sólidos unidade 1
Gestão de resíduos sólidos   unidade 1Gestão de resíduos sólidos   unidade 1
Gestão de resíduos sólidos unidade 1
 
2012.06.05 pnrs
2012.06.05   pnrs2012.06.05   pnrs
2012.06.05 pnrs
 
Resíduos Sólidos
Resíduos SólidosResíduos Sólidos
Resíduos Sólidos
 
Resíduos sólidos domiciliares
Resíduos sólidos domiciliaresResíduos sólidos domiciliares
Resíduos sólidos domiciliares
 
A política nacional de resíduos sólidos comentada
A política nacional de resíduos sólidos   comentadaA política nacional de resíduos sólidos   comentada
A política nacional de resíduos sólidos comentada
 
Resíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanos Resíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanos
 
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma atualizada
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma  atualizadaApresentação da política nacional de resíduos sólidos mma  atualizada
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma atualizada
 
ResíDuos SóLidos
ResíDuos SóLidosResíDuos SóLidos
ResíDuos SóLidos
 
Gerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidosGerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidos
 
Plano de gerenciamento de resíduos sólidos
Plano de gerenciamento de resíduos sólidosPlano de gerenciamento de resíduos sólidos
Plano de gerenciamento de resíduos sólidos
 
José cláudio junqueira ribeiro
José cláudio junqueira ribeiroJosé cláudio junqueira ribeiro
José cláudio junqueira ribeiro
 
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - apresentação d...
Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - apresentação d...Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - apresentação d...
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - apresentação d...
 
Os Resíduos dos Serviços de Saúde
Os Resíduos dos Serviços de SaúdeOs Resíduos dos Serviços de Saúde
Os Resíduos dos Serviços de Saúde
 
Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...
Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...
Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Silvano Silvério da ...
 
Resíduos sólidos
Resíduos sólidosResíduos sólidos
Resíduos sólidos
 
Disposição e tratamentos de residuos sólidos
Disposição e tratamentos de residuos sólidos Disposição e tratamentos de residuos sólidos
Disposição e tratamentos de residuos sólidos
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 

Destaque

A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...
A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...
A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...
Instituto Besc
 
Entrevista Revista Pet-Life
Entrevista Revista Pet-LifeEntrevista Revista Pet-Life
Entrevista Revista Pet-Life
FefeParo
 
Estudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGV
Estudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGVEstudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGV
Estudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGV
Instituto Trata Brasil
 
A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...
A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...
A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Política nacional de resíduos sólidos – breves considerações
Política nacional de resíduos sólidos – breves consideraçõesPolítica nacional de resíduos sólidos – breves considerações
Política nacional de resíduos sólidos – breves considerações
Pedro Paulo Grizzo Serignolli
 
Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6
Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6
Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6
Ernane Jesus
 
Apresentação moacir assunção resíduos
Apresentação moacir assunção resíduosApresentação moacir assunção resíduos
Apresentação moacir assunção resíduos
Cristiane Cupertino
 
Tratamento de esgoto e saneamento básico
Tratamento de esgoto e saneamento básicoTratamento de esgoto e saneamento básico
Tratamento de esgoto e saneamento básico
Luan Furtado
 
Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11
Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Franklin Oliveira
 
Apostila saneamento básico
Apostila saneamento básicoApostila saneamento básico
Apostila saneamento básico
Marco Antonio
 
Estação de tratamento de água
Estação de tratamento de águaEstação de tratamento de água
Estação de tratamento de água
Clécio Bubela
 
Trabalho de Sistema de Abastecimento de Água
Trabalho de Sistema de Abastecimento de ÁguaTrabalho de Sistema de Abastecimento de Água
Trabalho de Sistema de Abastecimento de Água
Gabriela Almeida
 
Manual de saneamento - FUNASA
Manual de saneamento  - FUNASAManual de saneamento  - FUNASA
Manual de saneamento - FUNASA
Laise Bastos
 
Manual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento BásicoManual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento Básico
Instituto Trata Brasil
 
Saneamento básico
Saneamento básicoSaneamento básico
Saneamento básico
ThaisRocha05
 
Tratamento de resíduos
Tratamento de resíduosTratamento de resíduos
Tratamento de resíduos
antoniosantos
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
Mayke Jhonatha
 

Destaque (18)

A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...
A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...
A VISÃO DO CONGRESSO NACIONAL E O HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA NACIONA...
 
Entrevista Revista Pet-Life
Entrevista Revista Pet-LifeEntrevista Revista Pet-Life
Entrevista Revista Pet-Life
 
Estudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGV
Estudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGVEstudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGV
Estudo Trata Brasil: Saneamento, Saúde e o Bolso do Consumidor - FGV
 
A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...
A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...
A Importância da Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotament...
 
Política nacional de resíduos sólidos – breves considerações
Política nacional de resíduos sólidos – breves consideraçõesPolítica nacional de resíduos sólidos – breves considerações
Política nacional de resíduos sólidos – breves considerações
 
Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6
Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6
Lixo E Cidadania ApresentaçãO Via6
 
Apresentação moacir assunção resíduos
Apresentação moacir assunção resíduosApresentação moacir assunção resíduos
Apresentação moacir assunção resíduos
 
Tratamento de esgoto e saneamento básico
Tratamento de esgoto e saneamento básicoTratamento de esgoto e saneamento básico
Tratamento de esgoto e saneamento básico
 
Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11
Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11
Portaria MS Nº 2914 de 12/12/11
 
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
 
Apostila saneamento básico
Apostila saneamento básicoApostila saneamento básico
Apostila saneamento básico
 
Estação de tratamento de água
Estação de tratamento de águaEstação de tratamento de água
Estação de tratamento de água
 
Trabalho de Sistema de Abastecimento de Água
Trabalho de Sistema de Abastecimento de ÁguaTrabalho de Sistema de Abastecimento de Água
Trabalho de Sistema de Abastecimento de Água
 
Manual de saneamento - FUNASA
Manual de saneamento  - FUNASAManual de saneamento  - FUNASA
Manual de saneamento - FUNASA
 
Manual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento BásicoManual do Saneamento Básico
Manual do Saneamento Básico
 
Saneamento básico
Saneamento básicoSaneamento básico
Saneamento básico
 
Tratamento de resíduos
Tratamento de resíduosTratamento de resíduos
Tratamento de resíduos
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
 

Semelhante a Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos

Engenharia Ambiental
Engenharia AmbientalEngenharia Ambiental
Engenharia Ambiental
jefferson143wallace
 
Apresentação política nacional e estadual de resíduos sólidos
Apresentação política nacional e estadual de resíduos sólidosApresentação política nacional e estadual de resíduos sólidos
Apresentação política nacional e estadual de resíduos sólidos
Centro Mineiro de Referência em Resíduos
 
Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...
Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...
Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...
Cra-es Conselho
 
Lei da logística reversa
Lei da logística reversaLei da logística reversa
Lei da logística reversa
Anderson Santos
 
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PRGestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
ProjetoBr
 
TReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptx
TReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptxTReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptx
TReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptx
ssuser8135951
 
Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...
Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...
Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...
REDERESÍDUO
 
PLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptx
PLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptxPLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptx
PLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptx
LeonardoCamara14
 
Reitor gestao de residuos solidos
Reitor gestao de residuos solidosReitor gestao de residuos solidos
Reitor gestao de residuos solidos
Josete Sampaio
 
Municípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Municípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMunicípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Municípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Caroline Weber
 
Solo, Contaminação, PNGRS
Solo, Contaminação, PNGRSSolo, Contaminação, PNGRS
Solo, Contaminação, PNGRS
Leandro A. Machado de Moura
 
ARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdf
ARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdfARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdf
ARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
Gestão Ambiental 05 - politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Gestão Ambiental 05 -  politica nacional para resíduos sólidos e reciclagemGestão Ambiental 05 -  politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Gestão Ambiental 05 - politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Milton Henrique do Couto Neto
 
G6 trabalho de física - reciclagem
G6   trabalho de física - reciclagemG6   trabalho de física - reciclagem
G6 trabalho de física - reciclagem
cristbarb
 
PNRS
PNRS PNRS
Resíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdfResíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdf
rickriordan
 
Painel: Soluções para Lixo Eletrônico
Painel: Soluções para Lixo EletrônicoPainel: Soluções para Lixo Eletrônico
Painel: Soluções para Lixo Eletrônico
Júlio César Magro
 
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - lei estadual n...
Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - lei estadual n...Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - lei estadual n...
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - lei estadual n...
FecomercioSP
 
Manual de educação ambiental vol 4
Manual de educação ambiental vol 4Manual de educação ambiental vol 4
Manual de educação ambiental vol 4
Ananda Helena
 
Plano nacional de resíduos sólidos - Jussara Hickson
Plano nacional de resíduos sólidos - Jussara HicksonPlano nacional de resíduos sólidos - Jussara Hickson
Plano nacional de resíduos sólidos - Jussara Hickson
Nativa Socioambiental
 

Semelhante a Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos (20)

Engenharia Ambiental
Engenharia AmbientalEngenharia Ambiental
Engenharia Ambiental
 
Apresentação política nacional e estadual de resíduos sólidos
Apresentação política nacional e estadual de resíduos sólidosApresentação política nacional e estadual de resíduos sólidos
Apresentação política nacional e estadual de resíduos sólidos
 
Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...
Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...
Seminário Boas Práticas - Diálogo Sustentável - Marca Ambiental - Mirela Chia...
 
Lei da logística reversa
Lei da logística reversaLei da logística reversa
Lei da logística reversa
 
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PRGestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
Gestão de Canais Reversos de Captação de Resíduos: O Câmbio Verde em Curitiba/PR
 
TReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptx
TReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptxTReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptx
TReinamento Curso Coleta Seletiva de Lixo.pptx
 
Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...
Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...
Sistema de Informação para Leilão e Comercialização de Resíduos Recicláveis n...
 
PLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptx
PLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptxPLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptx
PLANO-NACIONAL-DE-RESIDUOS-SdOLIDOS.pptx
 
Reitor gestao de residuos solidos
Reitor gestao de residuos solidosReitor gestao de residuos solidos
Reitor gestao de residuos solidos
 
Municípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Municípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMunicípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Municípios: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 
Solo, Contaminação, PNGRS
Solo, Contaminação, PNGRSSolo, Contaminação, PNGRS
Solo, Contaminação, PNGRS
 
ARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdf
ARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdfARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdf
ARTIGO SILVIA COLETA SELETIVA E RESÍDUOS.pdf
 
Gestão Ambiental 05 - politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Gestão Ambiental 05 -  politica nacional para resíduos sólidos e reciclagemGestão Ambiental 05 -  politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
Gestão Ambiental 05 - politica nacional para resíduos sólidos e reciclagem
 
G6 trabalho de física - reciclagem
G6   trabalho de física - reciclagemG6   trabalho de física - reciclagem
G6 trabalho de física - reciclagem
 
PNRS
PNRS PNRS
PNRS
 
Resíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdfResíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdf
 
Painel: Soluções para Lixo Eletrônico
Painel: Soluções para Lixo EletrônicoPainel: Soluções para Lixo Eletrônico
Painel: Soluções para Lixo Eletrônico
 
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - lei estadual n...
Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - lei estadual n...Seminário política nacional de resíduos sólidos   19-08-2010 - lei estadual n...
Seminário política nacional de resíduos sólidos 19-08-2010 - lei estadual n...
 
Manual de educação ambiental vol 4
Manual de educação ambiental vol 4Manual de educação ambiental vol 4
Manual de educação ambiental vol 4
 
Plano nacional de resíduos sólidos - Jussara Hickson
Plano nacional de resíduos sólidos - Jussara HicksonPlano nacional de resíduos sólidos - Jussara Hickson
Plano nacional de resíduos sólidos - Jussara Hickson
 

Último

Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 

Último (20)

Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 

Resíduos sólidos - Politica Nacional de Resíduos Sólidos

  • 2.  Os resíduos sólidos são partes de resíduos que são gerados após a produção, utilização ou transformação de bens de consumos.
  • 6.  Alguns tipos de resíduos sólidos são altamente perigosos para o meio ambiente e merecem um sistema de coleta e reciclagem rigorosos.
  • 14. A Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).
  • 15. Prevê a prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável e um conjunto de instrumentos para propiciar o aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos (aquilo que tem valor econômico e pode ser reciclado ou reaproveitado) e a destinação ambientalmente adequada dos rejeitos (aquilo que não pode ser reciclado ou reutilizado).
  • 16. Institui a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos: dos fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, o cidadão e titulares de serviços de manejo dos resíduos sólidos urbanos na Logística Reversa dos resíduos e embalagens pós-consumo e pós-consumo.
  • 17. A logística reversa é um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação.
  • 18. Cria metas importantes que irão contribuir para a eliminação dos lixões e institui instrumentos de planejamento nos níveis nacional, estadual, microrregional, intermunicipal e metropolitano e municipal; além de impor que os particulares elaborem seus Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.
  • 19. Os instrumentos da PNRS ajudarão o Brasil a atingir uma das metas do Plano Nacional sobre Mudança do Clima, que é de alcançar o índice de reciclagem de resíduos de 20% em 2015.