http://www.fosteropenscience.eu
Mandato de Acesso Aberto a 
publicações e Piloto de dados 
abertos no Horizon 2020 
This work is licensed under a Creative...
Agenda 
1. Do 7º Programa Quadro (FP7) ao H2020 
2. Requisitos do mandato de Acesso Aberto no H2020 
3. O piloto de dados ...
Como foi implementado o Acesso Aberto no 
FP7? 
• Contexto Geral: Diretrizes EC e ERC 
• Special Clause 39 nos Grant Agree...
Resultados provisórios FP7 
91% 
9% 
SC39 in FP7 
FP7 
SC39 
FP7 OA pilot evaluation
O que muda no Horizon2020? 
• Atualização das Diretrizes 
• Novas cláusulas nos Grant Agreements 
• Acesso Aberto às publi...
Grant Agreement: § 29.2 Open access to 
scientific publications 
Each beneficiary must ensure open access (free of charge,...
Quais são os requisitos gerais e quem é 
abrangido por eles? 
• Todos os beneficiários de financiamento 
do H2020 devem di...
Por outras palavras... 
• Os autores são livres de escolher entre as duas vias 
principais para o Acesso Aberto 
• Auto-ar...
Onde depositar? 
• Repositório Institucional 
OU 
• Repositório disciplinar (arXiv, Europe PubMed Central, etc.) 
OU 
• Ze...
O que depositar? 
• A versão final do autor após a revisão por pares (final 
peer-reviewed manuscript), aceite para public...
Quando depositar? 
• Cada beneficiário deve depositar logo que 
possível mas o mais tardar no momento da 
publicação.
Quando deve ser disponibilizado o acesso 
aberto? 
• O acesso aberto deve ser assegurado imediatamente ou 
após um período...
Existem requisitos de metadados para o 
depósito em repositórios? 
• Os beneficiários devem assegurar acesso aberto imedia...
As taxas de publicação (Author Processing 
Charges-APCs) são suportadas? 
• Sim 
• Para publicação em acesso aberto, os in...
Quais são as consequências do não-cumprimento 
dos requisitos de acesso 
aberto? 
• Se um beneficiário não cumpre alguma d...
O que se espera que façam os projetos? 
• Os projetos devem considerar os requisitos de acesso aberto desde o 
princípio 
...
Custos de publicação 
Os custos de disseminação, para publicar em 
revistas/livros de acesso aberto, são custos elegíveis ...
APC médio? 
Björk/Solomon estimam que o preço médio dos Article 
Processing Charges (APC) 
• é de 1,020 EUR para revistas ...
Algumas questões a considerar 
1. Publicar todos os artigos em revistas que usam APC não será 
a melhor solução, uma vez q...
PILOTO DE DADOS ABERTOS 
NO H2020 
Guidelines on Data Management in Horizon 2020 
http://ec.europa.eu/research/participant...
Áreas que participam no piloto H2020 
• Future and Emerging Technologies 
• Research infrastructures – part e-Infrastructu...
A que tipo de dados se aplica o piloto? 
• Dados, incluindo metadados associados, 
necessários para validar os resultados ...
Requisitos do piloto de dados abertos 
1. Criar (e manter) um Plano de Gestão de Dados 
(Data Management Plan) 
2. Deposit...
1. Criar um plano de gestão de dados 
Não é um documento “fixo” – deve evoluir e tornar-se mais concreto e 
preciso 
• Ent...
DMPonline 
Uma ferramenta que ajuda os investigadores a elaborar DMPs 
Inclui um modelo para o Horizon 2020 
https://dmpon...
2. Depositar num repositório 
http://service.re3data.org/search 
http://databib.org
2. Depositar num repositório 
http://databib.org 
Zenodo 
• Disponibilizado pelo 
OpenAIRE-CERN 
• Repositório multidiscip...
3. Licenciar os dados para reutilização 
Existem prós e contras nas diversas 
abordagens/licenças possíveis 
CREATIVE COMM...
4. Fornecer informação sobre as ferramentas 
necessárias para validação 
Para que a investigação seja reprodutível é 
prec...
OpenAIRE 
31
OpenAIRE implementa as 
POLÍTICAS OPEN ACCESS 
na União Europeia 
32
O que é OpenAIRE? 
• Uma infraestrutura participativa de Open Access na Europa para 
gerir publicações científicas e infor...
UMA INFRAESTRUTURA 
PARTICIPATIVA DE OPEN 
ACCESS NA EUROPA 
para gerir publicações 
científicas e informação 
associada p...
UMA INFRAESTRUTURA 
EM EXPANSÃO NA 
rede de países, serviços 
e repositórios, estando 
em curso o processo de 
amplificaçã...
DISPONIBILIZA APOIO, 
GUIAS E APLICAÇÕES 
para investigadores, 
gestores de projetos e 
repositórios, decisores 
políticos...
Quem beneficia? 
37 
• Investigadores que acedem, depositam, partilham e ligam resultados de investigação. 
• Iniciativas ...
38
Infraestrutura de Rede de Repositórios
+ 191000 publicações 
PORTUGAL 
35 repositórios 
40
Rede de repositórios na prática 
Enviar o artigo 
para o editor 
Artigo final 
do autor 
REPOSITÓRIO 
Publicações agregada...
Depósito no repositório 
42 
Identificação 
do projeto 
FP7 / H2020
Sistema Integrado de Informação Científica 
+ de 8 milhões de publicações 
470 repositórios 
Ligação aos projetos de 
2 fi...
PORTAL WEB 
44 
www.openaire.eu 
Informação de publicações, dados, autores… 
dos projetos, das organizações e das fontes d...
Serviços e ferramentas – LOCALIZAR
Serviços e ferramentas – LOCALIZAR
Serviços e ferramentas - REPOSITÓRIOS 
http://www.openaire.pt
Serviços e ferramentas - REPOSITÓRIOS 
http://www.openaire.pt
Serviços e ferramentas - REPOSITÓRIOS 
http://www.openaire.pt
Serviços e ferramentas - ORGANIZAÇÕES
Serviços e ferramentas - PROJETOS
Boas práticas - PROJETOS
Serviços e ferramentas - ESTATÍSTICAS
Repositório (órfão) de 
publicações e dados científicos 
54
Serviços de apoio 
55
Obrigado! 
Questões? 
eloy@sdum.uminho.pt 
http://www.fosteropenscience.eu/
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mandato de Acesso Aberto a publicações e Piloto de dados abertos no Horizon 2020

501 visualizações

Publicada em

Mandato de Acesso Aberto a publicações e Piloto de dados abertos no Horizon 2020 - Eloy Rodrigues

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
501
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • There are seven areas participating in the pilot. This corresponds to about €3 billion or 20% of the overall Horizon 2020 budget in 2014 and 2015.

    Projects in others can take part on a voluntary basis. It’s an opt in / opt out basis.
  • For those that do take part in the pilot, the starting point is to make all data that underpin publications open. After that, it’s for researchers to define what else should be shared and can be made open. This should be outlined in the DMP.

    Sometimes sharing is not appropriate (e.g. due to ethical rules of personal data, intellectual property protection, commercial restrictions etc). It’s fine to apply restrictions in such cases. This could be an embargo period prior to publication or while a patent is sought, or controlling access and re-use to protect participants’ identities (e.g. via the use of secure data services / data enclaves or data sharing agreements). Restrictions should be outlined up-front in the DMP.
  • So the specific requirements on projects that participate in the pilot are to:

    Create a DMP
    Deposit data in a repository
    Enable reuse via open licensing
    Provide any tools (or at least info on them) needed to validate the data

    The focus is planning for data sharing and then facilitating that through deposit, licensing and enabling reproducibility
  • A Data Management Plan sets out plans for creating and managing the data (e.g. which standards will be used), and specifies which data will be open. Plans for sharing and preserving the data should also be covered.

    The EC views DMPs as living documents – they should be regularly updated as important changes occur.

    Two templates are provided:
    One for the initial plan which asks for a dataset description, chosen standards and metadata, and plans for data sharing, archiving and preservation.
    A second template is provided based on the G8 principles. These are that scientific research data should be easily discoverable, accessible, assessable and intelligible, usable beyond the original purpose for which it was created, and interoperable to specific quality standards.
  • DMPonline is a tool provided by the DCC that is free to use for all.

    We have included a template for Horizon 2020 based on the templates proposed by the EC. You can see these for the initial, mid-term and final review stages.
  • The EC guidelines suggest selecting a suitable repository. The Databib and Re3data lists can be useful for this. They allow you to search and browse by subject. Re3data also allows you to restrict the search by certificates, open access repositories and persistent identifiers.
  • The EC guidelines suggest selecting a suitable repository. The Databib and Re3data lists can be useful for this. They allow you to search and browse by subject. Re3data also allows you to restrict the search by certificates, open access repositories and persistent identifiers.
  • Guidance from the DCC can also help researchers to understand data licensing. This guide outlines the pros and cons of each approach e.g. the limitations of some CC options

    Under Horizon 2020 it’s recommended that researchers use CC-0 or CC-BY to make data as open as possible.
  • The data is just one little bit. In order for research to be reproducible and verifiable, you need to also capture the ideas, share the code, workflows, tools/instruments and all the documentation. People need to understand what you did and how in order to reproduce the research. Openness and sharing goes beyond the data to the process, tools and documentation too. The EC require that information on the tools is provided. Ideally the tools themselves would be shared where possible.
  • Mandato de Acesso Aberto a publicações e Piloto de dados abertos no Horizon 2020

    1. 1. http://www.fosteropenscience.eu
    2. 2. Mandato de Acesso Aberto a publicações e Piloto de dados abertos no Horizon 2020 This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License
    3. 3. Agenda 1. Do 7º Programa Quadro (FP7) ao H2020 2. Requisitos do mandato de Acesso Aberto no H2020 3. O piloto de dados científicos abertos no H2020 4. O OpenAIRE ao serviço do cumprimento dos requisitos do mandato do H2020
    4. 4. Como foi implementado o Acesso Aberto no FP7? • Contexto Geral: Diretrizes EC e ERC • Special Clause 39 nos Grant Agreements • Best effort para conseguir acesso aberto a publicações • Possibilidade de escolha entre as duas vias AA: VERDE e DOURADA • Depósito no repositório obrigatório • Embargo máximo de 6 meses (generalidade das áreas) ou 12 meses (SSH) • Disponibilizado apoio através do OpenAIRE, Helpdesk IPR, etc.
    5. 5. Resultados provisórios FP7 91% 9% SC39 in FP7 FP7 SC39 FP7 OA pilot evaluation
    6. 6. O que muda no Horizon2020? • Atualização das Diretrizes • Novas cláusulas nos Grant Agreements • Acesso Aberto às publicações é obrigatório para todos os projetos • Acesso Aberto a dados científicos com piloto em 7 áreas selecionadas • É solicitado aos Estados-membros que desenvolvam e alinhem políticas e infraestruturas nacionais de acesso aberto.
    7. 7. Grant Agreement: § 29.2 Open access to scientific publications Each beneficiary must ensure open access (free of charge, online access for any user) to all peer-reviewed scientific publications relating to its results. In particular, it must: (a) as soon as possible and at the latest on publication, deposit a machine-readable electronic copy of the published version or final peer-reviewed manuscript accepted for publication in a repository for scientific publications; Moreover, the beneficiary must aim to deposit at the same time the research data needed to validate the results presented in the deposited scientific publications. (b) ensure open access to the deposited publication — via the repository — at the latest: (i) on publication, if an electronic version is available for free via the publisher, or (ii) within six months of publication (twelve months for publications in the social sciences and humanities) in any other case. (c) ensure open access — via the repository — to the bibliographic metadata that identify the deposited publication. The bibliographic metadata must be in a standard format and must include all of the following: - the terms ["European Union (EU)" and "Horizon 2020"]["Euratom" and Euratom research and training programme 2014-2018"]; - the name of the action, acronym and grant number; - the publication date, and length of embargo period if applicable, and - a persistent identifier.
    8. 8. Quais são os requisitos gerais e quem é abrangido por eles? • Todos os beneficiários de financiamento do H2020 devem disponibilizar o acesso aberto (acesso em linha gratuito para qualquer utilizador) a todas as publicações com revisão por pares, depositando-as num repositório.
    9. 9. Por outras palavras... • Os autores são livres de escolher entre as duas vias principais para o Acesso Aberto • Auto-arquivo (acesso aberto „verde“): uma cópia do artigo publicado (versão final do editor ou do autor) é depositada num repositório - sendo o acesso frequentemente adiado („período de embargo“) • Publicação em acesso aberto (acesso aberto „dourado“): o artigo é imediatamente publicado em acesso aberto pelo editor. Os custos associados (se existirem) são cobertos pelo autor/instituição/financiador. • O artigo deve sempre ser depositado num repositório, mesmo que tenha sido usada a via dourada.
    10. 10. Onde depositar? • Repositório Institucional OU • Repositório disciplinar (arXiv, Europe PubMed Central, etc.) OU • Zenodo (www.zenodo.org) se não existir outro apropriado – um repositório multidisciplinar, financiado pela CE, para publicações e dados Notas: • Como encontrar um repositório? Através de diretórios: ROAR http://roar.eprints.org/, OpenDOAR http://www.opendoar.org/ ou via OpenAIRE (mais detalhes à frente) • Uma lista de publicações no website do projeto não é suficiente para cumprir com os requisitos
    11. 11. O que depositar? • A versão final do autor após a revisão por pares (final peer-reviewed manuscript), aceite para publicação, incluindo todas as modificações do processo de revisão por pares OU • Uma cópia legível por máquina da versão publicada na revista (geralmente um documento PDF) Em princípio isto aplica-se a todos os tipos de documentos, mas o ênfase é colocado nos artigos de revista com revisão por pares.
    12. 12. Quando depositar? • Cada beneficiário deve depositar logo que possível mas o mais tardar no momento da publicação.
    13. 13. Quando deve ser disponibilizado o acesso aberto? • O acesso aberto deve ser assegurado imediatamente ou após um período de embargo: • VERDE – Até 6 ou 12 meses de embargo, dependendo da área de investigação e da revista • DOURADO – imediatamente Algumas revistas requerem períodos de embrago superiores (ver a base de dados SHERPA/RoMEO). OPEN ACCESS
    14. 14. Existem requisitos de metadados para o depósito em repositórios? • Os beneficiários devem assegurar acesso aberto imediato aos metadados bibliográficos que identificam a publicação depositada num formato normalizado que inclua o seguinte: • os termos ["European Union (EU)" e "Horizon 2020"]["Euratom" e “Euratom research and training programme 2014-2018"]; • o nome, acrónimo e número de acordo (grant number) do projeto; • a data de publicação, e duração do período de embargo, se aplicável, e • um identificados persistente.
    15. 15. As taxas de publicação (Author Processing Charges-APCs) são suportadas? • Sim • Para publicação em acesso aberto, os investigadores podem publicar em revistas de acesso aberto, ou em revistas de assinatura que apresentam a possibilidade de disponibilizar os artigos individualmente em acesso aberto (revistas híbridas). • Quando for o caso, as taxas de publicação (APCs) pagas pelos beneficiários são elegíveis para reembolso durante a duração do projeto.
    16. 16. Quais são as consequências do não-cumprimento dos requisitos de acesso aberto? • Se um beneficiário não cumpre alguma das suas obrigações, o financiamento pode ser reduzido (Article 43) e pode também conduzir à aplicação de algumas das medidas descritas no Chapter 6 of the General Model Grant Agreement.
    17. 17. O que se espera que façam os projetos? • Os projetos devem considerar os requisitos de acesso aberto desde o princípio • Duranta a fase de redação da proposta • Delinear a estratégia de disseminação e exploração, incluindo OA >> secção „Impacto“ da proposta (como serão partilhados os resultados, geridos e partilhados os dados?) • Incluir recursos para os custos de publicação (quantos artigos, com que custo médio?), usando uma estratégia que combine acesso aberto VERDE e DOURADO • Durante o projeto • Aspetos adicionais nos Consortium Agreement? (onde depositar, quem é responsável, etc.) • Implementação da estratégia de disseminação, monitorização/reporte nas avaliações. • Resolução de dúvidas ou problemas? (embargos, repositórios para resultados específicos, etc.) • Após o final do projeto • São previstas publicações após o final do projeto (ie que não serão cobertas pelo orçamento) – vai existir um piloto para publicações FP7 após os final dos projetos • Quem é responsável pelo depósito em repositórios após o final do projeto?
    18. 18. Custos de publicação Os custos de disseminação, para publicar em revistas/livros de acesso aberto, são custos elegíveis durante o período do projeto. Que orçamento se deve considerar nas propostas? APC = Article Processing Charges Orçamento para publicações = APC Médio x número de publicações Método 1: APC médio baseado na lista de revistas usadas pelo consórcio (verificar preços nos sites das revistas/consultar bibliotecário) Método 2: APC médio baseado nos valores globais de mercado
    19. 19. APC médio? Björk/Solomon estimam que o preço médio dos Article Processing Charges (APC) • é de 1,020 EUR para revistas de acesso aberto e • 1,980 EUR para revistas híbridas (revistas de assinatura com opção de acesso aberto a artigos individuais) Ambos os tipos de publicação podem ser reembolsados nos projetos H2020. Presentemente não há um limite para o custo dos APCs. (Para o piloto de Acesso Aberto Dourado pós FP7, prevê-se a existência de um preço limite.)
    20. 20. Algumas questões a considerar 1. Publicar todos os artigos em revistas que usam APC não será a melhor solução, uma vez que poderá implicar o uso de uma parte importante do orçamento do projeto. Por isso, uma estratégia combinando o acesso aberto VERDE e DOURADO é altamente recomendada. 2. O crescente mercado de publicações em acesso aberto apresenta alguns desafios/problemas • Muitas revistas/editores novos, alguns de qualidade questionável („revistas predatórias“, http://scholarlyoa.com/publishers/) É preciso algum cuidado a selecionar as revistas para publicação. Consultar ‚white lists‘ como o DOAJ.
    21. 21. PILOTO DE DADOS ABERTOS NO H2020 Guidelines on Data Management in Horizon 2020 http://ec.europa.eu/research/participants/data/ref/h2020/ grants_manual/hi/oa_pilot/h2020-hi-oa-data-mgt_en.pdf
    22. 22. Áreas que participam no piloto H2020 • Future and Emerging Technologies • Research infrastructures – part e-Infrastructures • Leadership in enabling and industrial technologies – Information and Communication Technologies • Societal Challenge: 'Secure, Clean and Efficient Energy' – part Smart cities and communities • Societal Challenge: 'Climate Action, Environment, Resource Efficiency and Raw materials' – except raw materials • Societal Challenge: 'Europe in a changing world – inclusive, innovative and reflective Societies' • Science with and for Society Projects in other areas can participate on a voluntary basis
    23. 23. A que tipo de dados se aplica o piloto? • Dados, incluindo metadados associados, necessários para validar os resultados das publicações • Outros dados, incluindo metadados associados, tal como especificado no Plano de Gestão de Dados (DMP) Não se aplica a todos os dados (os investigadores podem definir) Não é obrigatório partilhar, se inapropriado – aplicam-se isenções
    24. 24. Requisitos do piloto de dados abertos 1. Criar (e manter) um Plano de Gestão de Dados (Data Management Plan) 2. Depositar dados num repositório para dados científicos 3. Possibilitar que outros possam aceder, explorar, reproduzir e disseminar os dados – gratuitamente para qualquer utilizador 4. Fornecer informação sobre as ferramentas e instrumentos necessários para validar os resultados (ou fornecer essas ferramentas)
    25. 25. 1. Criar um plano de gestão de dados Não é um documento “fixo” – deve evoluir e tornar-se mais concreto e preciso • Entregar a primeira versão nos primeiros seis meses do projeto • Versões mais elaboradas sempre que necessário/relevante. Pelo menos nas avaliações intercalares e final. Existem dois modelos (anexos 1 e 2) A Comissão não exige que os candidatos entreguem um DMP na fase de submissão de propostas, pelo que os DMP não entram no processo de avaliação. No entanto, todas as propostas submetidas a "Research and Innovation actions", e "Innovation actions", incluem uma secção sobre gestão de dados que é avaliada no critério 'Impacto‘. Guidelines on Data Management in Horizon 2020, v.1.0, 11 December 2013 http://ec.europa.eu/research/participants/data/ref/h2020/grants_manual/hi/oa_pilot/ h2020-hi-oa-data-mgt_en.pdf
    26. 26. DMPonline Uma ferramenta que ajuda os investigadores a elaborar DMPs Inclui um modelo para o Horizon 2020 https://dmponline.dcc.ac.uk
    27. 27. 2. Depositar num repositório http://service.re3data.org/search http://databib.org
    28. 28. 2. Depositar num repositório http://databib.org Zenodo • Disponibilizado pelo OpenAIRE-CERN • Repositório multidisciplinar • Diferentes tipos de resultados – Publicações – Dados científicos • Identificadores persistentes e citáveis (DOI) • Links para financiamento, publicações, dados, etc.
    29. 29. 3. Licenciar os dados para reutilização Existem prós e contras nas diversas abordagens/licenças possíveis CREATIVE COMMONS NC Non-Commercial O que é comercial? SA Share Alike Reduz interoperabilidade ND No Derivatives Restringe fortemente o uso http://www.dcc.ac.uk/resources/how-guides/ license-research-data Horizon 2020 recommenda o uso de OU
    30. 30. 4. Fornecer informação sobre as ferramentas necessárias para validação Para que a investigação seja reprodutível é preciso fornecer mais do que apenas os dados... É difícil validar os dados se falta informação acerca dos passos entre a ideia inicial e os resultados finais
    31. 31. OpenAIRE 31
    32. 32. OpenAIRE implementa as POLÍTICAS OPEN ACCESS na União Europeia 32
    33. 33. O que é OpenAIRE? • Uma infraestrutura participativa de Open Access na Europa para gerir publicações científicas e informação associada por via de uma rede de repositórios. • Agrega publicações Open Access e interliga-as com a informação de financiamento e os conjuntos de dados científicos. • Disponibiliza serviços de helpdesk e diretrizes técnicas de apoio para todos os parceiros envolvidos. 33
    34. 34. UMA INFRAESTRUTURA PARTICIPATIVA DE OPEN ACCESS NA EUROPA para gerir publicações científicas e informação associada por via de uma rede de repositórios www.openaire.eu
    35. 35. UMA INFRAESTRUTURA EM EXPANSÃO NA rede de países, serviços e repositórios, estando em curso o processo de amplificação da sua missão de implementação das políticas de Acesso Aberto da União Europeia
    36. 36. DISPONIBILIZA APOIO, GUIAS E APLICAÇÕES para investigadores, gestores de projetos e repositórios, decisores políticos e financiadores.
    37. 37. Quem beneficia? 37 • Investigadores que acedem, depositam, partilham e ligam resultados de investigação. • Iniciativas Nacionais OA para estabelecer, implementar ou alinhar políticas de dados científicos. • Gestores de repositórios para aumentar a visibilidade do conteúdo do repositório. • Decisores políticos e financiadores para monitorizar os resultados da investigação financiada. • Gestores de ciência para apoiar na realização de relatórios, estatísticas e disseminação. • Editores para aumentar a sua visibilidade e dos resultados da investigação publicados. • Potenciais fornecedores de dados que queiram explorar a interligação da sua investigação.
    38. 38. 38
    39. 39. Infraestrutura de Rede de Repositórios
    40. 40. + 191000 publicações PORTUGAL 35 repositórios 40
    41. 41. Rede de repositórios na prática Enviar o artigo para o editor Artigo final do autor REPOSITÓRIO Publicações agregadas na infraestrutura OpenAIRE
    42. 42. Depósito no repositório 42 Identificação do projeto FP7 / H2020
    43. 43. Sistema Integrado de Informação Científica + de 8 milhões de publicações 470 repositórios Ligação aos projetos de 2 financiadores (CE e Wellcome Trust) Interligação a 700 conjuntos de dados referência a 33000 organizações DATASETS AUTORES PUBLICAÇÕES DATA PROVIDERS PROJETOS ORGANIZAÇÕES 43
    44. 44. PORTAL WEB 44 www.openaire.eu Informação de publicações, dados, autores… dos projetos, das organizações e das fontes dos dados…
    45. 45. Serviços e ferramentas – LOCALIZAR
    46. 46. Serviços e ferramentas – LOCALIZAR
    47. 47. Serviços e ferramentas - REPOSITÓRIOS http://www.openaire.pt
    48. 48. Serviços e ferramentas - REPOSITÓRIOS http://www.openaire.pt
    49. 49. Serviços e ferramentas - REPOSITÓRIOS http://www.openaire.pt
    50. 50. Serviços e ferramentas - ORGANIZAÇÕES
    51. 51. Serviços e ferramentas - PROJETOS
    52. 52. Boas práticas - PROJETOS
    53. 53. Serviços e ferramentas - ESTATÍSTICAS
    54. 54. Repositório (órfão) de publicações e dados científicos 54
    55. 55. Serviços de apoio 55
    56. 56. Obrigado! Questões? eloy@sdum.uminho.pt http://www.fosteropenscience.eu/

    ×