O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vista dos indexadores

20 visualizações

Publicada em

Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vista dos indexadores -
Bárbara Melo

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vista dos indexadores

  1. 1. Revistas científicas brasileiras de acesso aberto: qualidade do ponto de vista dos indexadores Bárbara Melo barbara.melo@outlook.com
  2. 2. • Comunicação científica
  3. 3. • Brasil e o Acesso Aberto
  4. 4. • Produção científica brasileira em Acesso Aberto é a maior do mundo
  5. 5. • Indexadores • Sistemas de informação responsáveis pela seleção de periódicos científicos (Fiorin, 2007) • Indexadores internacionais x regionais
  6. 6. • Latindex • Diretório • Catálogo • Avaliação da qualidade
  7. 7. • Metodologia • Identificar as revistas científicas brasileiras de acesso aberto no Directory of Open Access Scholarly Resources (ROAD); • Verificar aquelas existentes nas bases de dados Catálogo e Diretório do Latindex; • Levantar as características não cumpridas pelas revistas científicas brasileiras de acesso aberto não aprovadas para o Catálogo do Latindex.
  8. 8. • Resultados • 1.128 revistas científicas brasileiras de acesso aberto, das quais: 7.98% 22.70% 78.01% 0.00% 10.00% 20.00% 30.00% 40.00% 50.00% 60.00% 70.00% 80.00% 90.00% Web of Science Scielo Latindex
  9. 9. • Resultados • Das revistas científicas brasileiras de acesso aberto presentes no Latindex: 70.57% 7.27% 0.18% catálogo diretório indisponíveis 23 59 sem avaliação não aprovadas
  10. 10. • Resultados • Das 59 revistas científicas brasileiras de acesso aberto não aprovadas pelo Latindex, mais da metade não tem as características: Geração contínua de conteúdo (n = 48) Cumprimento da periodicidade (n = 30) Recepção e aceitação de originais (n = 39)
  11. 11. • Considerações Finais • Aumento da produção científica brasileira em Acesso Aberto • Baixa representatividade brasileira em indexadores internacionais • Papel de indexadores regionais na promoção da ciência Latino- Americana • Confirmação da atuação de órgãos nacionais na melhoria do padrão de qualidade editorial • Necessidade de contínuos estudos sobre a inserção da ciência de países subdesenvolvidos no coração da ciência internacional como garantia de sobrevivência

×