O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente

28 visualizações

Publicada em

Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente - Arianne Vilanova Almeida Gaio, Carolina Rocha, Fernando Miguel de Sousa

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Acesso aberto como ferramenta para o empoderamento do paciente

  1. 1. ACESSO ABERTO COMO FERRAMENTA PARA O EMPODERAMENTO DO PACIENTE ARIANNE GAIO CAROLINA ROCHA FERNANDO MIGUEL
  2. 2. EMPODERAMENTO DO PACIENTE JUSTIFICATIVA • O empoderamento é um processo educativo destinado a ajudar pacientes a desenvolver conhecimentos, habilidades, atitudes e autoconhecimento necessários para assumir efetivamente a responsabilidade com as decisões acerca de sua saúde . Pacientes bem informados, envolvidos e responsabilizados (empoderados), interagem de forma mais eficaz com os profissionais de saúde tentando realizar ações que produzam resultados de saúde. •
  3. 3. SEGURANÇA DO PACIENTE OBJETIVO • desenvolver por meio de prática educativa de acesso aberto, conteúdo que permita a compreensão dos critérios relacionados a segurança do paciente, conforme preconizados pelo Ministério da Saúde brasileiro. A busca para a construção de práticas educativas baseou-se no Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), desenvolvido pelo Mininstério da Saúde em consonância com os objetivos da Aliança Mundial e contemplam demais políticas de saúde que visam esforços para os cuidados em redes de atenção à saúde. •
  4. 4. SEGURANÇA DO PACIENTE METODOLOGIA A busca para a construção de um vídeo em animação como prática educativa baseou-se no Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), desenvolvido pelo Mininstério da Saúde em consonância com os objetivos da Aliança Mundial e contemplam demais políticas de saúde que visam esforços para os cuidados em redes de atenção à saúde.
  5. 5. SEGURANÇA DO PACIENTE METODOLOGIA O vídeo foi produzido por profissionais da área de saúde em Abril de 2018, em comemoração ao Dia Mundial da Segurança do Paciente e será amplamente difundido pelas redes sociais após essa apresentação.
  6. 6. SEGURANÇA DO PACIENTE Eixos do Programa Nacional de Segurança do Paciente 1) Protocolos; 2) Envolvimento do cidadão na sua segurança; 3) Inclusão do tema segurança do paciente no ensino;
  7. 7. VIDEO
  8. 8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • 1. EUROPEAN NETWORK FOR PATIENTS EMPOWERMENT. Disponível em: http://www.eu-patient.eu/News/News-Archive/European-Network-for-Patients- Empowerment/< Acesso em 08.04.2018>; • 2. TADDEO PS, GOMES KWL, CAPRARA A, GOMES AMA, OLIVEIRA GC, MOREIRA TMM. Access, • educational practice and empowerment of patients with chronic diseases. Cienc Sau Col [On • line] 2012. Disponível em: < http://www.scielosp.org/pdf/csc/v17n11/v17n11a08.pdf> <Acesso em 05.04.2018>; • 3.WAGNER, EH. Chronic disease management: what will take to improve care for chronic illness? Effective Clinical Practice, v.1, n. 1, p. 2-4, 1998; • 4 BRASIL. Ministério da Saúde. Programa Nacional de Segurança do Paciente. Disponível em http://portalms.saude.gov.br/acoes-e-programas/programa- nacional-de-seguranca-do-paciente-pnsp. <Acesso em 05.04.2018>; • 5 WORLD HEALTH ORGANIZATION. World Alliance for Patient Safety. Disponível em http://www.who.int/patientsafety/worldalliance/en/ <Acesso em 04.04.2018>; • 6 FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 45ª Edição. São Paulo: Paz e Terra; 2005. •
  9. 9. “Nada pode ser mudado, até que se comece” (autor desconhecido)

×