SlideShare uma empresa Scribd logo
WWW.COINTIMES.COM.BR
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
Quando estamos em um mundo de cifrões,
códigos, símbolos, gráficos e números (muitos
números!), é natural que exista uma desistência
de engajamento de pessoas que podem até se
interessar, mas acabam intimidadas.
Perdi as contas de quantas pessoas conheci
que tinham dinheiro guardado, interesse em
investir em algo novo, e às vezes até um desejo
de deixar o excesso de conservadorismo e
arriscar algo de maior risco e maior lucro, mas
deixaram de lado ao se deparar com a
linguagem técnica.
Daí a magia da criptoeconomia e do meu
interesse e fascínio pessoal ao conhecer um
pouco melhor esse mundo: você ser dono do
seu dinheiro, você dar as cartas e ditar o destino
que quer dar para sua vida e para o seu futuro. A
dicotomia de que, através da descentralização,
você mesmo pode centralizar o seu capital,
escolher as taxas que aceita pagar, e manter o
seu ativo em mãos, literalmente, se assim
convier.
Conhecimento é poder, e o poder precisa ser
espalhado para ser exponencializado. Educação
é o meio, e é isso que defendemos.
Bem-vindo ao Cointimes.
O Q U E É O
WWW.COINTIMES.COM.BRR E P O R T
WWW.COINTIMES.COM.BR
Espalhar o conhecimento que, por vezes,
concentra-se em tão poucas mentes, e ajudar a
fomentar o interesse em mais cabeças.
Hoje, as criptos estão ao alcance de todos, e
esses medidores de perfil devem e precisam
mudar. De acordo com a Coin.dance, em maio
de 2018, quase 95% do engajamento
comunitário e participação ativa no Bitcoin vêm
de homens, contra 5% de mulheres. A faixa
etária predominante é de 20 a 35 anos entre os
investidores. Uma restrição tremenda de
público se comparado aos benefícios que o
mercado pode trazer!
O Q U E É O
Entender é fundamental. E por que raios isso
não pode ser do alcance de mais pessoas? Por
que não democratizar o cenário econômico?
Com isso, o Cointimes desenvolveu o Cointimes
Report. Ele é um relatório mensal, em parceria
com a Foxbit, do mercado de criptomoedas
brasileiro, dólar, ações, renda fixa e renda
variável.
Esse é o interesse do Cointimes. Trazer para
mais gente um pouco desse universo, em
linguagem palatável, acessível e compreensível.
R E P O R T
R E P O R T
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
ÍNDICE
E C O N O M I A
R E P O R T
1. Economia Brasileira e Internacional
1.1. Brasil
1.2. Mundo
2. Renda Fixa
2.1. Tesouro Direto
2.2. CDB
2.3. LCA
3. Renda Variável
3.1. Ações
3.2. Dólar
4. Criptomoedas
4.1. Mercado brasileiro de Bitcoin
4.2. Análise do preço
4.3. Top 10 criptomoedas
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
E C O N O M I A
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
BRASIL
E C O N O M I A
R E P O R T
O PIB brasileiro, que é a soma de todos os bens produzidos na economia, cresceu 1,1% no ano de
2018, quando comparado com o ano de 2017. Isso quer dizer que a nossa está crescendo, novos
empregos estão sendo gerados e que o país está se recuperando. Contudo, o crescimento foi
considerado fraco e abaixo do esperado, o que mostra que a recuperação econômica está
ocorrendo a passos lentos.
Mas por que o crescimento foi tão fraco? Isso pode ser explicado pelo crescimento quase nulo do
mercado agropecuário (+0,1%) e uma queda de 2,5% da atividade da construção civil. A economia
internacional pressionou o resultado do PIB com um cenário de volatilidade. A China, o país que
mais importa nossas commodities, teve o menor crescimento desde 1990. As principais economias
do mundo ensaiam uma desaceleração para o ano de 2019.
Um baixo crescimento econômico causa menos pressão sobre a inflação (IPCA) e
consequentemente sobre a taxa de juros (SELIC). Com uma fraca atividade econômica, as pessoas
consomem menos, logo, os preços tendem a ficar estáveis ou não subirem excessivamente. Se os
preços ficam estáveis, existe mais espaço para que o Banco Central mantenha a SELIC ou até
mesmo baixe. Isso acontece porque a SELIC é um dos principais instrumentos do governo para
combater a inflação. O COPOM manteve a SELIC em 6,5% ao ano e o IPCA de fevereiro está previsto
para ter uma alta de 0,34% em relação ao mês anterior.
Mas todos os olhos estão voltados para a Reforma da Previdência. Mas por que ela é importante?
Nossa previdência funciona em um sistema de seguridade social, de forma que quem está
trabalhando agora sustenta quem está aposentado hoje. O governo repassa seus descontos para
pagar a pensão daqueles que estão aposentados.
O problema é que as pessoas estão vivendo mais e estão tendo menos filhos, o que causa a
inversão da base da pirâmide, tornando ela insustentável, aumentando o rombo das contas
públicas. A previdência é o maior gasto do governo hoje. Seu rombo já é de R$ 300 bilhões só no
começo desse ano. Sem uma reforma contundente, o país tem baixíssimas chances de se recuperar
economicamente. Analistas preveem uma recessão já em 2020 caso a reforma não seja aprovada.
A reforma modifica a idade mínima de aposentadoria de homens e mulheres e aumenta a exigência
de contribuição mínima para funcionários públicos e políticos, que hoje respondem pela maior parte
da verba destinada a ela. Uma aprovação da Reforma da Previdência traz mais segurança fiscal e
econômica para o Brasil, o que permitiria um volume maior de investimentos a longo prazo.
Enquanto não houver uma reforma no sistema previdenciário, dificilmente o Brasil vai apresentar
uma recuperação consistente.
Também houve uma troca de comando na presidência do Banco Central, que é um instrumento do
governo para gerir a economia. Sai Ilan Goldfajn, que pegou o Brasil com uma inflação a 10% ao ano
e entrega o país com uma inflação controlada e uma SELIC na baixa histórica. Entra Roberto
Campos Neto, cujo avô foi um dos maiores pensadores do liberalismo no Brasil.
WWW.COINTIMES.COM.BR
MUNDO
R E P O R T
Os Estados Unidos, que é o país que possui a economia mais relevante do mundo, está em
guerra comercial com a China, o segundo maior país em relevância econômica. Isso
significa que os dois países ficam tarifando os seus produtos. Os americanos tarifam
produtos chineses e vice-versa.
O problema é que essa guerra comercial afeta as cadeias de produção de quase todo
planeta. Isso aumenta o custo das exportações e diminui o volume de negociações. Como
consequência, a economia global sofre com uma desaceleração, o que pode levar a uma
recessão nas principais economias do mundo, caso os dois países (EUA e China) não
cheguem a um acordo.
Contudo, os efeitos colaterais de uma guerra comercial ainda não foram sentidos na
economia americana, que cresceu 2,9% em 2018. Mesmo com o melhor crescimento desde
2015, a economia dos Estados Unidos começa a apresentar sinais de desaceleração em
2019. Sua dívida pública de US$22 trilhões de dólares também começa a preocupar
analistas. A dívida estudantil e corporativa também começam a ser debatidas.
A economia Chinesa desacelerou em 2018, tendo um crescimento de 6,6%, o menor desde
1990. Isso ajuda a explicar o fraco crescimento da economia brasileira, uma vez que a
China é o maior parceiro comercial do Brasil. O governo chinês pretende liberar crédito para
a população como um meio de potencializar o consumo interno. Mas como isso faria a
China crescer? A fórmula que calcula o total produzido por um país, o PIB, considera o
consumo e a produção. Com isso, a China cresceria ainda mais rápido.
Apesar das incertezas o mercado de ações nos Estados Unidos recuperou os prejuízos do
final do ano. O S&P 500, que é um índice composto pelas 500 maiores empresas dos
Estados Unidos, teve uma alta de 3,06% no mês de fevereiro. A bolsa chinesa teve a sua alta
mais expressiva em 3 anos com uma subida de 5,06% em um dia.
Qual a nossa visão? Continuamos acreditando que a Guerra Comercial terá um fim com a
proximidade das eleições americanas em 2020. Donald Trump quer se reeleger e não é bom
para ele que a economia americana desacelere perto das eleições. Ainda assim, a situação
dos Estados Unidos requer atenção por conta de uma desaceleração com um alto
endividamento público.
O cenário externo promete uma grande volatilidade no ano de 2010. O Banco Central
americano, o FED, será mais suave para subir a taxa de juros americana, mas ainda assim,
a desaceleração da China, dos Estados Unidos e da Europa são certas nos próximos dois
anos. Provavelmente haverá uma recessão, mas ainda não se sabe a intensidade, a duração
e a magnitude dela.
F E V E R E I R OE C O N O M I A
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
R E N D A F I X A
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
RENDA FIXA
A Renda Fixa é um conjunto de investimentos que remuneram uma aplicação com juros compostos.
Geralmente, esse tipo de investimento possui baixo risco, o que torna ele a opção preferida entre os
brasileiros. Atualmente, as três modalidades mais populares de renda fixa são: CDBs, Tesouro
Direto e LCI/LCA. Esse relatório vai mostrar quais são os melhores investimentos de cada
modalidade.
CDB
Os CDBs funcionam da seguinte maneira: você empresta dinheiro para bancos e eles te remuneram
com juros sobre o dinheiro emprestado. Esse dinheiro é utilizado por eles para lastrearem suas
operações. A remuneração é feita com base no CDI, que segue a nossa SELIC, a nossa taxa de juros
básica. Contudo, existem títulos que são pré-fixados, ou seja, eles te pagam o quanto foi acordado
com o banco no momento da contratação do investimento.
Rendimento do CDB 100% DI - 6,4% a.a
Atualmente, com a SELIC em baixa, as melhores opções são CDBs cuja remuneração é pré-fixada.
O problema dessas aplicações é que elas possuem um prazo de resgate mínimo. Títulos que pagam
melhor possuem um prazo de resgate mais elevado. Nesse relatório vamos indicar os melhores
títulos com o prazo de 1 ano com depósito mínimo de R$1000. Segue abaixo:
R E N D A F I X A
R E P O R T
O que é FGC? Essa sigla significa Fundo Garantidor de Crédito. Ele serve como uma garantia que
salva até R$250 mil por CPF em aplicação de cada banco. O CETIP garante que seus investimentos
fiquem associados ao seu CPF, não no nome da corretora.
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
TESOURO DIRETO
O Tesouro Direto tem um funcionamento semelhante dos títulos de CDB. Porém, no Tesouro
Direto, o investidor empresta dinheiro para que o governo possa financiar seus gastos. A
remuneração desse título é feita com base na SELIC quando ele é pós-fixado. Em títulos
pré-fixados, ela é feita com uma base pré-estabelecida + o IPCA referente ao período. Ele é
o título de renda fixa mais seguro e o preferido dos brasileiros.
Rendimento do Tesouro Direto - 6,5% SELIC
As LCA (Letras de Créditos do Agronegócio), por outro lado, são títulos emitidos por bancos
garantidos por empréstimos concedidos ao setor de agronegócio. Esses títulos foram
criados pelo governo com objetivo de ampliar os recursos disponíveis ao financiamento
agropecuário.
Rendimento LCA 100% DI - 6,4% a.a
A vantagem desses títulos é que eles não pagam Imposto de Renda, o que ajuda a torná-los
uma alternativa de investimento interessante ao CDB e Tesouro Direto. Sua remuneração é
feita com base no CDI quando ele é pós-fixado. Contudo, existem títulos que são
pré-fixados, ou seja, eles te pagam o quanto foi acordado com o banco no momento da
contratação do investimento.
R E N D A F I X A
R E P O R T
LCA
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
D Ó L A R
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
PREÇO DO DÓLAR
O dólar voltou a subir depois de chegar na mínima de R$3,68. Existe uma correlação negativa muito
forte entre Dólar e Ibovespa. Em correções do Ibovespa, o dólar americano tende a se apreciar. O
dólar também subiu por contra da crise do governo Bolsonaro com o ex-ministro Bebianno e
indefinições da reforma da previdência.
O mercado espera a definição da reforma para se posicionar novamente no mercado.
ABERTURA
R$3,64
MÉDIA
R$3,75
VARIAÇÃO NO MÊS
+3,02%
MÍNIMO
R$3,63
MÁXIMO
R$3,79
FECHAMENTO
R$3,75
D Ó L A R
R E P O R T
Preço do Dólar Comercial
Histórico do preço do dólar comercial no mês de fevereiro
Infográfico feito no dia: 01/03
B O V E S P A
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
BOLSA DE VALORES
A Bovespa é a bolsa de valores brasileira. Ela negocia ações, fundos imobiliários, commodities,
moedas e contratos futuros. No entanto, vamos apenas focar nos dois primeiros. Atualmente são
negociadas mais de 65 ações na bolsa, o Ibovespa é um índice composto pelas ações, sendo que
cada uma tem o seu peso de relevância no índice. As ações que têm maior participação em bolsa
são: Itaú, Petrobrás, Vale e Banco do Brasil.
O mês de fevereiro começou muito bem para o Ibovespa, alcançando sua máxima histórica de mais
de 98.589 pontos. Contudo, incertezas sobre a reforma da previdência e economia internacional
fizeram o índice recuar para os 94 mil pontos. Desde então, o mercado espera pela reforma da
previdência como uma nova chance de buscar os 100 mil pontos. Como pode ser visto abaixo:
O destaque do mês vai para as ações da CSN (CSNA3) que conseguiram ganhos de quase 30%.
Uma grande parte desses ganhos se deu no dia 21, quando a ação disparou mais de 9% após a
empresa revelar um lucro líquido 369% maior do que o observado no quartro trimestre de 2017.
Existe também a perspectiva dos preços mais altos no minério, a diminuição do risco de
alavancagem e uma redução de custo de capital da CSN, que empolgaram os investidores e
analistas.
A maior queda da Bovespa se deu com as ações da Via Varejo (VVAR3), que tiveram a maior parte
da perda no mês em apenas um dia. A Via Varejo caiu 10% após o Grupo Pão de Açúcar, um dos
maiores varejistas do brasil, anunciar uma nova venda de participação da empresa. O Pão de Açúcar
vendeu algo em torno de 3% da sua participação da Via Varejo.
ABERTURA
97.395 pts
VARIAÇÃO NO MÊS
-1,86%
MÍNIMO
93.424 PTS
MÁXIMO
98.589 pts
FECHAMENTO
95.584 pts
B O V E S P A
R E P O R T
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
AÇÕES QUE MAIS SUBIRAM
Infográfico feito no dia: 01/03
B O V E S P A
R E P O R T
Ações que mais subiram em Janeiro
Ações que mais subiram na B3 em Janeiro/18
Infográfico feito no dia: 01/03
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
AÇÕES QUE MAIS CAÍRAM
Infográfico feito no dia: 01/03
B O V E S P A
R E P O R T
Ações que mais caíram em Janeiro
Ações que mais subiram na B3 em Janeiro/18
Infográfico feito no dia: 01/03
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
BOLSA DE VALORES
O volume negociado no mês de janeiro foi de R$298,38 bilhões, uma queda de 15,11% em relação
ao mês de janeiro.
É completamente natural uma queda de volume em janeiro quando se trata de bolsa de valores, já
que são menos dias úteis de operação. Ainda assim, o volume foi ruim, o que pode indicar uma
saída de investidores após uma realização de lucros durante o mês de fevereiro.
Volume diário da Bovespa
Ánalise volume diário da Bovespa em Bi (R$)
Infográfico feito no dia: 01/03
VOLUME MÉDIO
R$14,91 bi
VARIAÇÃO NO MÊS
-15,11%
MÍNIMO
R$11,37 bi
MÁXIMO
R$18,09 bi
TOTAL NEGOCIADO
R$298,38 bi
B O V E S P A
R E P O R T
0
10
5
15
DE DESCONTO
CUPOM:
C R I P T O M O E D A S
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
M E R C A D O D E
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
PREÇO DO BITCOIN EM R$
Cotação do Bitcoin em R$
Ánalise do preço do Bitcoin no mercado brasileiro em BRL (Real)
Infográfico feito no dia: 01/03
01/Jan 15/Jan 31/Jan
D Ó L A R
R E P O R T
O mês de fevereiro foi extremamente positivo para o Bitcoin. Segundo dados do Bitcoin Real
Index (BRIX), o Bitcoin abriu o mês cotado a um preço médio de R$12467,66 e fechou
fevereiro cotado a R$14561,29, em uma variação positiva de 16,87%. Isso significa que se
você tivesse comprado R$ 1000 em Bitcoin, teria conseguido um lucro médio de R$ 168,70.
Muitos investidores acreditam em reversão de tendência, porque o Bitcoin já teria
encontrando o seu preço mínimo. No entanto, esse ainda é um momento de aguardar. O
Bitcoin ainda não conseguiu superar a resistência da zona dos US$ 4000 a US$ 4200.
ABERTURA
R$12.467,66
VARIAÇÃO NO MÊS
+16,87%
MÍNIMO
R$12.120,70
MÁXIMO
R$15.692,72
FECHAMENTO
R$14.561,29
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
MARKET-SHARE
D Ó L A R
R E P O R T
A Mercado Bitcoin continua como líder absoluta no mercado, tendo negociado mais de
5.890,76 Bitcoins no período. A BitcoinTrade se consolida como a segunda maior exchange
do Brasil, com um volume de 3.158,72 Bitcoins.
Em terceiro vem a Bitcambio, com 2.705,4 Bitcoins. A Foxbit não tem conseguido
apresentar evolução para sair do quarto lugar, mas ainda assim, o seu volume foi de 2032
Bitcoins no mês de fevereiro.
Com o mercado em baixa, a exchange que tiver o menor custo operacional com o melhor
volume, tenderá a se consolidar no mercado.
Em relação ao mês passado, o volume foi melhor do que o mês de janeiro, com um total de
20.521,90 Bitcoins, uma alta de 0,07%. O que é bom, considerando que fevereiro tem menos
dias úteis.
Exchanges brasileiras
Ánalise das principais exchanges brasileiras em termos de volume
Infográfico feito no dia: 01/03
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
VOLUME
D Ó L A R
R E P O R T
Em termos de R$, as exchanges listadas aqui nesse relatório, movimentaram cerca de R$
284 milhões de reais em 225426 negociações. Cada negociação em média movimentou R$
1.260,15, o que é um ticket médio pequeno em relação ao mercado de ações.
Sabemos, contudo, que o mercado brasileiro de bitcoin e criptomoedas acontecem também
com operações em mesa OTC. No entanto, as mesas não disponibilizam dados de forma
pública como é feito através de API.
Infográfico feito no dia: 01/03
Exchanges brasileiras
Análise das principais exchanges brasileiras
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
TICKET MÉDIO
Ticket médio das Exchanges
Ánalise de ticket médio principais exchanges brasileiras
Infográfico feito no dia: 01/03
D Ó L A R
R E P O R T
O ticket médio revela o quanto está sendo negociado, em média, por cada trade feito na
plataforma. Ele nos mostra qual é o perfil de clientes em cada plataforma. Uma plataforma
que tem um ticket médio alto tende a negociar com grandes clientes. Plataformas com
ticket médio pequeno é o lugar favorito dos pequenos investidores. Não existe um ticket
médio ótimo ou correto, ele serve apenas para mostrar o perfil de cliente de cada exchange.
A Walltime, Mercado Bitcoin e BTCBolsa aparentemente são as exchanges que negociam
os menores valores por trade. Enquanto a Bitblue, Bitcambio e BitcoinToYou se destacam
com os maiores valores executados por trade. Isso significa que grandes valores estão
sendo executados nas plataformas. A Bitblue tem taxa 0% para makers e takers, enquanto
a Bitcambio tem 0% de taxa para makers. Isso ajuda a explicar o alto ticket médio dessas
exchanges.
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
M E R C A D O
M U N D I A L
D E C R I P T O M O E D A S
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
ANÁLISE MENSAL DO PREÇO DO BITCOIN
E C O N O M I A
R E P O R T
A Análise a seguir tem como objetivo entender qual foi o comportamento do mercado de
Bitcoin ao longo do mês de fevereiro.
Começamos o mês na faixa dos 3370 USD, com certa apreensão do mercado, uma vez que
estávamos próximos de tocar nossa MA200, presente nos 3200-3300 USD do gráfico
semanal.
De acordo com aspectos técnicos, caso o preço do Bitcoin perca o nível da MA200 (a média
móvel dos 200 dias) será um sinal ruim de queda, atrasando a retomada e causando a saída
de mais investidores do mercado.
No entanto, o preço reagiu muito bem na zona dos 3300 USD, realizando uma forte subida
que veio durar até o fim do mês, atingindo os níveis de 4170 USD (alta de 26.36%).
Para que possamos entender os movimentos, analisaremos período a período, buscando
explicar de forma simples, sem complicar os termos, para que todos possam entender o
comportamento do mercado.
25 de janeiro a 8 de fevereiro
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R OE C O N O M I A
R E P O R T
Ilustramos uma figura, que chamamos de “Falling Wedge” ou, “Cunha de Alta”.
Que é uma figura onde o preço vai se afunilando e, a tendência seria o rompimento para
uma nova onda de alta.
Essa figura sinaliza uma reversão de tendência e tem um excelente grau de confiabilidade.
O rompimento aconteceu no dia 8 de FEV, nos levando até os 3630 USD, como pode ser
conferido na imagem abaixo.
8 de fevereiro até 18 de fevereiro
A bandeira de alta consiste após o fim de uma onda de alta, causando um decréscimo do
preço de forma lenta, conforme ilustrado na figura. O preço vai recuando até achar um
ponto de apoio e romper a figura. Com isso, conseguimos romper no dia 18 de FEV,
forçando uma subida até os 3930 USD.
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R OE C O N O M I A
R E P O R T
18 de fevereiro até 25 de fevereiro
Ao longo do mês de Fevereiro, formamos um “Canal de Alta”, que é um canal que tende a
levar o preço para níveis superiores. No dia 23 de FEV vimos um rompimento do Canal para
tentarmos alcançar níveis superiores de 4000 USD. Conseguimos atingir 4170 USD e,
depois recuamos violentamente para o fundo do Canal de Alta.
Para entendermos porque houve a recuada, deveremos analisar primeiro os candles.
Identificamos um Doji (candle de indefinição) que nos dá um grande sinal de alerta para
nosso movimento de alta. Complementando a ideia temos uma divergência no Volume, que
nos diz que o movimento de alta ocorreu sem o volume acompanhar.
Esses dois aspectos aconteceram assim que o preço tocou uma Linha de Tendência de
Baixa e, foi o suficiente para orientarmos que os nossos clientes protegessem seu capital
migrando para USD.
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R OE C O N O M I A
R E P O R T
Momento atual:
No nosso momento, estamos presenciando a queda do Bitcoin, atualmente estamos em
uma zona importante de Fibonnaci (perto da zona de 0.618 de recuo da última alta). Sendo
um importante ponto de recuo.
O cenário continuará positivo enquanto estivermos acima dos 3550. Através da Análise
Técnica conseguimos aproveitar o mês de Fevereiro de forma positiva, entenda que é
fundamental tal tipo de ferramenta para mercados voláteis.
Análise por Tasso Lago, CEO da Financial Move.
C R I P T O M O E D A S
F E V E R E I R O - 2 0 1 9
T O P 1 0
R E P O R T
5 ª E D I Ç Ã O
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
TOP10 CRIPTOMOEDAS DO MERCADO
M E R C A D O D E
C R I P T O M O E D A S
R E P O R T
Desempenho das top 10 criptos
Desempenho das top10 criptomoedas no mercado
Infográfico feito no dia: 01/03
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
TOP10 CRIPTOMOEDAS DO MERCADO
M E R C A D O D E
C R I P T O M O E D A S
R E P O R T
Do dia 1 de fevereiro até o dia 28, o mercado de criptomoedas se valorizou e terminou no
positivo depois de meses de baixas significativas. Três criptomoedas se destacaram em
termos de apreciação no mês de fevereiro: Binance Coin, EOS e Litecoin.
O Litecoin continua com uma tendência de alta que vem desde o mês passado, quando foi
anunciado um grande um upgrade técnico que ainda está por vir. Outro ponto que pode ter
ajudado na alta do preço do Litecoin é o seu marketing agressivo. Em fevereiro a
criptomoeda apareceu como patrocinadora de um importante evento em Hollywood, e
continuou forte com parceria com o UFC e seus atletas.
A alta do preço da EOS não tem a ver com ações de marketing, mas sim a aproximação do
lançamento da exchange descentralizada EOSFinex - exchange descentralizada da Bitfinex.
Em conjunto com essas expectativas, foi anunciado o Infeos, framework para
desenvolvimento no blockchain da EOS. Com o Infeos a curva de aprendizado para
desenvolver novas aplicações nesse ambiente é diminuída drasticamente.
A Binance Coin vem apresentando resultados positivos constantemente, dois fatores
ajudam a influenciar o preço do token - o desempenho da Binance e o próprio design do
token. A Binance vem sendo bem sucedida em seus empreendimentos e hoje é a maior
exchange de criptomoedas do planeta (no mercado spot). Recentemente ela lançou seu
programa de aceleração e teve grande sucesso na venda do token BitTorrent em seu
produto de lançamento de ICOs, a Binance Launchpad. Todos esses resultados positivos
aumentam a demanda por BNB.
Muito além do desempenho da exchange criadora do token, a Binance Coin tem um design
que ajuda na valorização do ativo. A cada 3 meses a Binance se compromete a retirar do
mercado uma certa quantidade de tokens, seja por meio de compra ou destruindo os
tokens que ela possui. Além desses dois fatores, está se aproximando a data do
lançamento da Binance Chain e da Binance Dex. Esses dois produtos podem aumentar a
utilidade e a procura por Binance Coins.
O Ethereum também teve uma forte valorização e voltou a ser a segunda maior
criptomoeda do mercado e termos de capitalização. Seu upgrade para a versão
Constantinople foi bem sucedido depois de ter sido adiado no mês passado.
M E T O D O L O G I A
WWW.COINTIMES.COM.BR
F E V E R E I R O
PREÇO DO BITCOIN
Para calcular o preço médio do Bitcoin no Brasil, foi utilizada a média ponderada dos últimos preços
considerando a quantidade de volume da plataforma.
A média ponderada é utilizada para assegurar que uma exchange pequena não possa gerar ruídos
em nossa análise. De forma que, as exchanges de maior volume tenham maior representividade no
preço de um Bitcoin no Brasil.
Contudo, admitimos que essa análise não é a melhor possível porque essa variável pode ser
facilmente manipulada pelas exchanges. A análise de volume parte do modelo de negócios,
profundidade de book, análise de revelância e tráfego do site da exchange na internet, número de
usuários cadastrados e depósitos efetuados. Dessa forma, conseguiríamos chegar ao volume
orgânico, que é diferente do volume gerado através de negócios OTC, que é o core business de
algumas exchanges no mercado.
VOLUME
TICKET MÉDIO
Todos os dados referentes à volume são disponibilizados pela API das corretoras. Não
conseguimos garantir inteira veracidade e a confiabilidade desses dados.
Utilizamos o dashboard do Portal do Bitcoin para obter os dados de volume, visto que eles
armazenam essas informações. Vale lembrar que, e os volumes de R$ e BTC jamais devem ser
somados, isso acarretaria em duplicação do volume, porque ambos são equivalentes entre si.
Para o cálculo de volume diário médio foi utilizada uma simples média aritmética, dividindo a soma
do volume mensal pelo total de dias do mês. Vale notar que esse número é o total de Bitcoins
negociados em um dia por todas as exchanges listadas no relatório.
O Ticket médio é obtido através da divisão do volume sobre o número de trades, obtendo uma média
negociada por trade.
Para calcular os tickets médios, foi utilizada a média ponderada considerando o ticket médio e o
volume, evitando distorções causadas por pequenas exchanges.
Para evitar ainda mais distorções, foram removidas a Bitblue e a Profitfy que estavam com um ticket
médio muito acima da média.
M E T O D O L O G I A
R E P O R T
WWW.COINTIMES.COM.BRR E P O R T
Os dados foram extraídos do Portal do Bitcoin (portaldobitcoin.com.br), que armazena todos os
dados referentes a Trades e volume.
Algumas exchanges não foram incluídas no cálculo porque não dispõem de todas as informações
necessárias a serem consultadas por API, como o número de trades, por exemplo.
A exchange que deseja manifestar interesse em constar no próximo relatório do Cointimes, que será
feito mensalmente, deve enviar um e-mail para contato@cointimes.com.br.
EXCHANGES QUE NÃO ENTRARAM NO RELATÓRIO
CÁCULO DAS AÇÕES
Para as ações, utilizamos o cálculo de ROI (Return Over Investment) que consiste em subtrair
ganhos e custo e dividir sobre o custo. A fórmula pode ser encontrada abaixo:
Para elaboração do gráfico dos indices da Bovespa consideramos apenas o fechamento dos dias*
F E V E R E I R OM E T O D O L O G I A

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
letieri11
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Fernando Moura
 
A crise econômica no brasil
A crise econômica no brasilA crise econômica no brasil
A crise econômica no brasil
Diego Guilherme
 
Momento Atual III
Momento Atual IIIMomento Atual III
Momento Atual III
WORKRESULT
 
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise MundialCenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
Macroplan
 
20120605 juros o dia em que o muro caiu
20120605 juros o dia em que o muro caiu20120605 juros o dia em que o muro caiu
20120605 juros o dia em que o muro caiu
redesocialellus
 
Coluna
ColunaColuna
O salariado na europa (1)
O salariado na europa (1)O salariado na europa (1)
O salariado na europa (1)
GRAZIA TANTA
 
AnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao Cmp
AnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao CmpAnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao Cmp
AnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao Cmp
ozgiudice
 
A dívida à segurança social o longo conluio entre empresários manhosos e o ...
A dívida à segurança social   o longo conluio entre empresários manhosos e o ...A dívida à segurança social   o longo conluio entre empresários manhosos e o ...
A dívida à segurança social o longo conluio entre empresários manhosos e o ...
GRAZIA TANTA
 
Seres humanos, servos do sistema financeiro
Seres humanos, servos do sistema financeiroSeres humanos, servos do sistema financeiro
Seres humanos, servos do sistema financeiro
GRAZIA TANTA
 
A Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.pps
A Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.ppsA Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.pps
A Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.pps
Deputado Paulo Rubem - PDT
 
O estado de s.paulo bizup
O estado de s.paulo   bizupO estado de s.paulo   bizup
O estado de s.paulo bizup
DANTE IACOVONE
 
Economia brasileira em perspectiva 30.12.2014
Economia brasileira em perspectiva   30.12.2014Economia brasileira em perspectiva   30.12.2014
Economia brasileira em perspectiva 30.12.2014
DenizecomZ
 
Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente
Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente  Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente
Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente
Enio Verri
 
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraRelatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Ativa Corretora
 
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-201308 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
Juliana Sarieddine
 
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
DenizecomZ
 
Retrospectiva Prospectiva: Ajustes e Complicações
Retrospectiva Prospectiva: Ajustes e ComplicaçõesRetrospectiva Prospectiva: Ajustes e Complicações
Retrospectiva Prospectiva: Ajustes e Complicações
Banco Pine
 

Mais procurados (20)

Como surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundialComo surgiu a crise econômica mundial
Como surgiu a crise econômica mundial
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
Grupo 2
 
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
Acoi Expert Network Quarterly Q1 2013
 
A crise econômica no brasil
A crise econômica no brasilA crise econômica no brasil
A crise econômica no brasil
 
Momento Atual III
Momento Atual IIIMomento Atual III
Momento Atual III
 
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise MundialCenários Econômicos para o  Brasil Focalizados na Crise Mundial
Cenários Econômicos para o Brasil Focalizados na Crise Mundial
 
20120605 juros o dia em que o muro caiu
20120605 juros o dia em que o muro caiu20120605 juros o dia em que o muro caiu
20120605 juros o dia em que o muro caiu
 
Coluna
ColunaColuna
Coluna
 
O salariado na europa (1)
O salariado na europa (1)O salariado na europa (1)
O salariado na europa (1)
 
AnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao Cmp
AnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao CmpAnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao Cmp
AnáLise Da Conjuntura EconôMica Ao Cmp
 
A dívida à segurança social o longo conluio entre empresários manhosos e o ...
A dívida à segurança social   o longo conluio entre empresários manhosos e o ...A dívida à segurança social   o longo conluio entre empresários manhosos e o ...
A dívida à segurança social o longo conluio entre empresários manhosos e o ...
 
Seres humanos, servos do sistema financeiro
Seres humanos, servos do sistema financeiroSeres humanos, servos do sistema financeiro
Seres humanos, servos do sistema financeiro
 
A Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.pps
A Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.ppsA Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.pps
A Crise Econômica e as Alternativas para o Brasil - Valdeci Monteiro.pps
 
O estado de s.paulo bizup
O estado de s.paulo   bizupO estado de s.paulo   bizup
O estado de s.paulo bizup
 
Economia brasileira em perspectiva 30.12.2014
Economia brasileira em perspectiva   30.12.2014Economia brasileira em perspectiva   30.12.2014
Economia brasileira em perspectiva 30.12.2014
 
Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente
Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente  Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente
Crise financeira atinge estados e os países de maneira diferente
 
Relatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa CorretoraRelatório Especial China | Ativa Corretora
Relatório Especial China | Ativa Corretora
 
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-201308 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
08 perspectivas-da-economia-brasileira-para-2012-2013
 
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
 
Retrospectiva Prospectiva: Ajustes e Complicações
Retrospectiva Prospectiva: Ajustes e ComplicaçõesRetrospectiva Prospectiva: Ajustes e Complicações
Retrospectiva Prospectiva: Ajustes e Complicações
 

Semelhante a Cointimes Report Fevereiro

CEO_Jim O'Neill
CEO_Jim O'NeillCEO_Jim O'Neill
CEO_Jim O'Neill
Melina Costa
 
Como Fazer os juros serem mais baixos no brasil - Febraban
Como Fazer os juros serem mais baixos no brasil - FebrabanComo Fazer os juros serem mais baixos no brasil - Febraban
Como Fazer os juros serem mais baixos no brasil - Febraban
Édila F.
 
GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...
GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...
GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...
GoOn Consulting
 
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn Consulting
 
Boletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Política fiscal
Política fiscalPolítica fiscal
Política fiscal
Paulo Lima
 
Brasil Outlook 2015
Brasil Outlook 2015Brasil Outlook 2015
Brasil Outlook 2015
Adeodato Volpi Netto, CM&AA
 
Dqf ufpe pec 241 23 11 2016
Dqf ufpe pec 241 23 11 2016Dqf ufpe pec 241 23 11 2016
Dqf ufpe pec 241 23 11 2016
Deputado Paulo Rubem - PDT
 
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
Deputado Paulo Rubem - PDT
 
Agenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuro
Agenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuroAgenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuro
Agenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuro
TGI Consultoria em Gestão
 
Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1
Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1
Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1
Jamildo Melo
 
Boletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
O Risco Brasil e o impacto na sua vida
O Risco Brasil e o impacto na sua vidaO Risco Brasil e o impacto na sua vida
O Risco Brasil e o impacto na sua vida
Marcelo Castro
 
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e segurosinterface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
Ana. Esteves
 
Abismo Fiscal
Abismo FiscalAbismo Fiscal
Abismo Fiscal
Ivan Santana
 
reforma-da-previdencia-19.05.2019
 reforma-da-previdencia-19.05.2019 reforma-da-previdencia-19.05.2019
reforma-da-previdencia-19.05.2019
Pablo Mereles
 
Escorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasil
Escorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasilEscorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasil
Escorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasil
Fernando Alcoforado
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos MendesAs reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Atualidades p bnb aula 03
Atualidades p bnb   aula 03Atualidades p bnb   aula 03
Atualidades p bnb aula 03
IraniceInacio
 

Semelhante a Cointimes Report Fevereiro (20)

CEO_Jim O'Neill
CEO_Jim O'NeillCEO_Jim O'Neill
CEO_Jim O'Neill
 
Como Fazer os juros serem mais baixos no brasil - Febraban
Como Fazer os juros serem mais baixos no brasil - FebrabanComo Fazer os juros serem mais baixos no brasil - Febraban
Como Fazer os juros serem mais baixos no brasil - Febraban
 
GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...
GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...
GoOnFair- 2016 Estratégia econômica para o Brasil | Goon - Evolução em Gest...
 
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
 
Boletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 43 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Política fiscal
Política fiscalPolítica fiscal
Política fiscal
 
Brasil Outlook 2015
Brasil Outlook 2015Brasil Outlook 2015
Brasil Outlook 2015
 
Dqf ufpe pec 241 23 11 2016
Dqf ufpe pec 241 23 11 2016Dqf ufpe pec 241 23 11 2016
Dqf ufpe pec 241 23 11 2016
 
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016Crise fiscal  causas e alternativas uag 28 11 2016
Crise fiscal causas e alternativas uag 28 11 2016
 
Agenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuro
Agenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuroAgenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuro
Agenda TGI 2019: As pessoas, a cidade e o futuro
 
Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1
Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1
Documento critico-ao-primeiro-ano-do-governo-dilma1
 
Boletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 39 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
O Risco Brasil e o impacto na sua vida
O Risco Brasil e o impacto na sua vidaO Risco Brasil e o impacto na sua vida
O Risco Brasil e o impacto na sua vida
 
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e segurosinterface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
interface_banca-entrevista brasil interface banca e seguros
 
Abismo Fiscal
Abismo FiscalAbismo Fiscal
Abismo Fiscal
 
reforma-da-previdencia-19.05.2019
 reforma-da-previdencia-19.05.2019 reforma-da-previdencia-19.05.2019
reforma-da-previdencia-19.05.2019
 
Escorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasil
Escorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasilEscorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasil
Escorcha financeira inviabiliza a recuperação econômica do brasil
 
Grupo 2
Grupo 2Grupo 2
Grupo 2
 
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos MendesAs reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
As reformas e a agenda parlamentar em 2020 - Marcos Mendes
 
Atualidades p bnb aula 03
Atualidades p bnb   aula 03Atualidades p bnb   aula 03
Atualidades p bnb aula 03
 

Cointimes Report Fevereiro

  • 1. WWW.COINTIMES.COM.BR R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O F E V E R E I R O - 2 0 1 9
  • 2. Quando estamos em um mundo de cifrões, códigos, símbolos, gráficos e números (muitos números!), é natural que exista uma desistência de engajamento de pessoas que podem até se interessar, mas acabam intimidadas. Perdi as contas de quantas pessoas conheci que tinham dinheiro guardado, interesse em investir em algo novo, e às vezes até um desejo de deixar o excesso de conservadorismo e arriscar algo de maior risco e maior lucro, mas deixaram de lado ao se deparar com a linguagem técnica. Daí a magia da criptoeconomia e do meu interesse e fascínio pessoal ao conhecer um pouco melhor esse mundo: você ser dono do seu dinheiro, você dar as cartas e ditar o destino que quer dar para sua vida e para o seu futuro. A dicotomia de que, através da descentralização, você mesmo pode centralizar o seu capital, escolher as taxas que aceita pagar, e manter o seu ativo em mãos, literalmente, se assim convier. Conhecimento é poder, e o poder precisa ser espalhado para ser exponencializado. Educação é o meio, e é isso que defendemos. Bem-vindo ao Cointimes. O Q U E É O WWW.COINTIMES.COM.BRR E P O R T
  • 3. WWW.COINTIMES.COM.BR Espalhar o conhecimento que, por vezes, concentra-se em tão poucas mentes, e ajudar a fomentar o interesse em mais cabeças. Hoje, as criptos estão ao alcance de todos, e esses medidores de perfil devem e precisam mudar. De acordo com a Coin.dance, em maio de 2018, quase 95% do engajamento comunitário e participação ativa no Bitcoin vêm de homens, contra 5% de mulheres. A faixa etária predominante é de 20 a 35 anos entre os investidores. Uma restrição tremenda de público se comparado aos benefícios que o mercado pode trazer! O Q U E É O Entender é fundamental. E por que raios isso não pode ser do alcance de mais pessoas? Por que não democratizar o cenário econômico? Com isso, o Cointimes desenvolveu o Cointimes Report. Ele é um relatório mensal, em parceria com a Foxbit, do mercado de criptomoedas brasileiro, dólar, ações, renda fixa e renda variável. Esse é o interesse do Cointimes. Trazer para mais gente um pouco desse universo, em linguagem palatável, acessível e compreensível. R E P O R T R E P O R T
  • 4. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O ÍNDICE E C O N O M I A R E P O R T 1. Economia Brasileira e Internacional 1.1. Brasil 1.2. Mundo 2. Renda Fixa 2.1. Tesouro Direto 2.2. CDB 2.3. LCA 3. Renda Variável 3.1. Ações 3.2. Dólar 4. Criptomoedas 4.1. Mercado brasileiro de Bitcoin 4.2. Análise do preço 4.3. Top 10 criptomoedas
  • 5. F E V E R E I R O - 2 0 1 9 R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O E C O N O M I A
  • 6. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O BRASIL E C O N O M I A R E P O R T O PIB brasileiro, que é a soma de todos os bens produzidos na economia, cresceu 1,1% no ano de 2018, quando comparado com o ano de 2017. Isso quer dizer que a nossa está crescendo, novos empregos estão sendo gerados e que o país está se recuperando. Contudo, o crescimento foi considerado fraco e abaixo do esperado, o que mostra que a recuperação econômica está ocorrendo a passos lentos. Mas por que o crescimento foi tão fraco? Isso pode ser explicado pelo crescimento quase nulo do mercado agropecuário (+0,1%) e uma queda de 2,5% da atividade da construção civil. A economia internacional pressionou o resultado do PIB com um cenário de volatilidade. A China, o país que mais importa nossas commodities, teve o menor crescimento desde 1990. As principais economias do mundo ensaiam uma desaceleração para o ano de 2019. Um baixo crescimento econômico causa menos pressão sobre a inflação (IPCA) e consequentemente sobre a taxa de juros (SELIC). Com uma fraca atividade econômica, as pessoas consomem menos, logo, os preços tendem a ficar estáveis ou não subirem excessivamente. Se os preços ficam estáveis, existe mais espaço para que o Banco Central mantenha a SELIC ou até mesmo baixe. Isso acontece porque a SELIC é um dos principais instrumentos do governo para combater a inflação. O COPOM manteve a SELIC em 6,5% ao ano e o IPCA de fevereiro está previsto para ter uma alta de 0,34% em relação ao mês anterior. Mas todos os olhos estão voltados para a Reforma da Previdência. Mas por que ela é importante? Nossa previdência funciona em um sistema de seguridade social, de forma que quem está trabalhando agora sustenta quem está aposentado hoje. O governo repassa seus descontos para pagar a pensão daqueles que estão aposentados. O problema é que as pessoas estão vivendo mais e estão tendo menos filhos, o que causa a inversão da base da pirâmide, tornando ela insustentável, aumentando o rombo das contas públicas. A previdência é o maior gasto do governo hoje. Seu rombo já é de R$ 300 bilhões só no começo desse ano. Sem uma reforma contundente, o país tem baixíssimas chances de se recuperar economicamente. Analistas preveem uma recessão já em 2020 caso a reforma não seja aprovada. A reforma modifica a idade mínima de aposentadoria de homens e mulheres e aumenta a exigência de contribuição mínima para funcionários públicos e políticos, que hoje respondem pela maior parte da verba destinada a ela. Uma aprovação da Reforma da Previdência traz mais segurança fiscal e econômica para o Brasil, o que permitiria um volume maior de investimentos a longo prazo. Enquanto não houver uma reforma no sistema previdenciário, dificilmente o Brasil vai apresentar uma recuperação consistente. Também houve uma troca de comando na presidência do Banco Central, que é um instrumento do governo para gerir a economia. Sai Ilan Goldfajn, que pegou o Brasil com uma inflação a 10% ao ano e entrega o país com uma inflação controlada e uma SELIC na baixa histórica. Entra Roberto Campos Neto, cujo avô foi um dos maiores pensadores do liberalismo no Brasil.
  • 7. WWW.COINTIMES.COM.BR MUNDO R E P O R T Os Estados Unidos, que é o país que possui a economia mais relevante do mundo, está em guerra comercial com a China, o segundo maior país em relevância econômica. Isso significa que os dois países ficam tarifando os seus produtos. Os americanos tarifam produtos chineses e vice-versa. O problema é que essa guerra comercial afeta as cadeias de produção de quase todo planeta. Isso aumenta o custo das exportações e diminui o volume de negociações. Como consequência, a economia global sofre com uma desaceleração, o que pode levar a uma recessão nas principais economias do mundo, caso os dois países (EUA e China) não cheguem a um acordo. Contudo, os efeitos colaterais de uma guerra comercial ainda não foram sentidos na economia americana, que cresceu 2,9% em 2018. Mesmo com o melhor crescimento desde 2015, a economia dos Estados Unidos começa a apresentar sinais de desaceleração em 2019. Sua dívida pública de US$22 trilhões de dólares também começa a preocupar analistas. A dívida estudantil e corporativa também começam a ser debatidas. A economia Chinesa desacelerou em 2018, tendo um crescimento de 6,6%, o menor desde 1990. Isso ajuda a explicar o fraco crescimento da economia brasileira, uma vez que a China é o maior parceiro comercial do Brasil. O governo chinês pretende liberar crédito para a população como um meio de potencializar o consumo interno. Mas como isso faria a China crescer? A fórmula que calcula o total produzido por um país, o PIB, considera o consumo e a produção. Com isso, a China cresceria ainda mais rápido. Apesar das incertezas o mercado de ações nos Estados Unidos recuperou os prejuízos do final do ano. O S&P 500, que é um índice composto pelas 500 maiores empresas dos Estados Unidos, teve uma alta de 3,06% no mês de fevereiro. A bolsa chinesa teve a sua alta mais expressiva em 3 anos com uma subida de 5,06% em um dia. Qual a nossa visão? Continuamos acreditando que a Guerra Comercial terá um fim com a proximidade das eleições americanas em 2020. Donald Trump quer se reeleger e não é bom para ele que a economia americana desacelere perto das eleições. Ainda assim, a situação dos Estados Unidos requer atenção por conta de uma desaceleração com um alto endividamento público. O cenário externo promete uma grande volatilidade no ano de 2010. O Banco Central americano, o FED, será mais suave para subir a taxa de juros americana, mas ainda assim, a desaceleração da China, dos Estados Unidos e da Europa são certas nos próximos dois anos. Provavelmente haverá uma recessão, mas ainda não se sabe a intensidade, a duração e a magnitude dela. F E V E R E I R OE C O N O M I A
  • 8. R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O F E V E R E I R O - 2 0 1 9 R E N D A F I X A
  • 9. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O RENDA FIXA A Renda Fixa é um conjunto de investimentos que remuneram uma aplicação com juros compostos. Geralmente, esse tipo de investimento possui baixo risco, o que torna ele a opção preferida entre os brasileiros. Atualmente, as três modalidades mais populares de renda fixa são: CDBs, Tesouro Direto e LCI/LCA. Esse relatório vai mostrar quais são os melhores investimentos de cada modalidade. CDB Os CDBs funcionam da seguinte maneira: você empresta dinheiro para bancos e eles te remuneram com juros sobre o dinheiro emprestado. Esse dinheiro é utilizado por eles para lastrearem suas operações. A remuneração é feita com base no CDI, que segue a nossa SELIC, a nossa taxa de juros básica. Contudo, existem títulos que são pré-fixados, ou seja, eles te pagam o quanto foi acordado com o banco no momento da contratação do investimento. Rendimento do CDB 100% DI - 6,4% a.a Atualmente, com a SELIC em baixa, as melhores opções são CDBs cuja remuneração é pré-fixada. O problema dessas aplicações é que elas possuem um prazo de resgate mínimo. Títulos que pagam melhor possuem um prazo de resgate mais elevado. Nesse relatório vamos indicar os melhores títulos com o prazo de 1 ano com depósito mínimo de R$1000. Segue abaixo: R E N D A F I X A R E P O R T O que é FGC? Essa sigla significa Fundo Garantidor de Crédito. Ele serve como uma garantia que salva até R$250 mil por CPF em aplicação de cada banco. O CETIP garante que seus investimentos fiquem associados ao seu CPF, não no nome da corretora.
  • 10. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O TESOURO DIRETO O Tesouro Direto tem um funcionamento semelhante dos títulos de CDB. Porém, no Tesouro Direto, o investidor empresta dinheiro para que o governo possa financiar seus gastos. A remuneração desse título é feita com base na SELIC quando ele é pós-fixado. Em títulos pré-fixados, ela é feita com uma base pré-estabelecida + o IPCA referente ao período. Ele é o título de renda fixa mais seguro e o preferido dos brasileiros. Rendimento do Tesouro Direto - 6,5% SELIC As LCA (Letras de Créditos do Agronegócio), por outro lado, são títulos emitidos por bancos garantidos por empréstimos concedidos ao setor de agronegócio. Esses títulos foram criados pelo governo com objetivo de ampliar os recursos disponíveis ao financiamento agropecuário. Rendimento LCA 100% DI - 6,4% a.a A vantagem desses títulos é que eles não pagam Imposto de Renda, o que ajuda a torná-los uma alternativa de investimento interessante ao CDB e Tesouro Direto. Sua remuneração é feita com base no CDI quando ele é pós-fixado. Contudo, existem títulos que são pré-fixados, ou seja, eles te pagam o quanto foi acordado com o banco no momento da contratação do investimento. R E N D A F I X A R E P O R T LCA
  • 11. R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O F E V E R E I R O - 2 0 1 9 D Ó L A R
  • 12. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O PREÇO DO DÓLAR O dólar voltou a subir depois de chegar na mínima de R$3,68. Existe uma correlação negativa muito forte entre Dólar e Ibovespa. Em correções do Ibovespa, o dólar americano tende a se apreciar. O dólar também subiu por contra da crise do governo Bolsonaro com o ex-ministro Bebianno e indefinições da reforma da previdência. O mercado espera a definição da reforma para se posicionar novamente no mercado. ABERTURA R$3,64 MÉDIA R$3,75 VARIAÇÃO NO MÊS +3,02% MÍNIMO R$3,63 MÁXIMO R$3,79 FECHAMENTO R$3,75 D Ó L A R R E P O R T Preço do Dólar Comercial Histórico do preço do dólar comercial no mês de fevereiro Infográfico feito no dia: 01/03
  • 13. B O V E S P A F E V E R E I R O - 2 0 1 9 R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O
  • 14. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O BOLSA DE VALORES A Bovespa é a bolsa de valores brasileira. Ela negocia ações, fundos imobiliários, commodities, moedas e contratos futuros. No entanto, vamos apenas focar nos dois primeiros. Atualmente são negociadas mais de 65 ações na bolsa, o Ibovespa é um índice composto pelas ações, sendo que cada uma tem o seu peso de relevância no índice. As ações que têm maior participação em bolsa são: Itaú, Petrobrás, Vale e Banco do Brasil. O mês de fevereiro começou muito bem para o Ibovespa, alcançando sua máxima histórica de mais de 98.589 pontos. Contudo, incertezas sobre a reforma da previdência e economia internacional fizeram o índice recuar para os 94 mil pontos. Desde então, o mercado espera pela reforma da previdência como uma nova chance de buscar os 100 mil pontos. Como pode ser visto abaixo: O destaque do mês vai para as ações da CSN (CSNA3) que conseguiram ganhos de quase 30%. Uma grande parte desses ganhos se deu no dia 21, quando a ação disparou mais de 9% após a empresa revelar um lucro líquido 369% maior do que o observado no quartro trimestre de 2017. Existe também a perspectiva dos preços mais altos no minério, a diminuição do risco de alavancagem e uma redução de custo de capital da CSN, que empolgaram os investidores e analistas. A maior queda da Bovespa se deu com as ações da Via Varejo (VVAR3), que tiveram a maior parte da perda no mês em apenas um dia. A Via Varejo caiu 10% após o Grupo Pão de Açúcar, um dos maiores varejistas do brasil, anunciar uma nova venda de participação da empresa. O Pão de Açúcar vendeu algo em torno de 3% da sua participação da Via Varejo. ABERTURA 97.395 pts VARIAÇÃO NO MÊS -1,86% MÍNIMO 93.424 PTS MÁXIMO 98.589 pts FECHAMENTO 95.584 pts B O V E S P A R E P O R T
  • 15. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O AÇÕES QUE MAIS SUBIRAM Infográfico feito no dia: 01/03 B O V E S P A R E P O R T Ações que mais subiram em Janeiro Ações que mais subiram na B3 em Janeiro/18 Infográfico feito no dia: 01/03
  • 16. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O AÇÕES QUE MAIS CAÍRAM Infográfico feito no dia: 01/03 B O V E S P A R E P O R T Ações que mais caíram em Janeiro Ações que mais subiram na B3 em Janeiro/18 Infográfico feito no dia: 01/03
  • 17. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O BOLSA DE VALORES O volume negociado no mês de janeiro foi de R$298,38 bilhões, uma queda de 15,11% em relação ao mês de janeiro. É completamente natural uma queda de volume em janeiro quando se trata de bolsa de valores, já que são menos dias úteis de operação. Ainda assim, o volume foi ruim, o que pode indicar uma saída de investidores após uma realização de lucros durante o mês de fevereiro. Volume diário da Bovespa Ánalise volume diário da Bovespa em Bi (R$) Infográfico feito no dia: 01/03 VOLUME MÉDIO R$14,91 bi VARIAÇÃO NO MÊS -15,11% MÍNIMO R$11,37 bi MÁXIMO R$18,09 bi TOTAL NEGOCIADO R$298,38 bi B O V E S P A R E P O R T 0 10 5 15
  • 19. C R I P T O M O E D A S F E V E R E I R O - 2 0 1 9 M E R C A D O D E R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O
  • 20. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O PREÇO DO BITCOIN EM R$ Cotação do Bitcoin em R$ Ánalise do preço do Bitcoin no mercado brasileiro em BRL (Real) Infográfico feito no dia: 01/03 01/Jan 15/Jan 31/Jan D Ó L A R R E P O R T O mês de fevereiro foi extremamente positivo para o Bitcoin. Segundo dados do Bitcoin Real Index (BRIX), o Bitcoin abriu o mês cotado a um preço médio de R$12467,66 e fechou fevereiro cotado a R$14561,29, em uma variação positiva de 16,87%. Isso significa que se você tivesse comprado R$ 1000 em Bitcoin, teria conseguido um lucro médio de R$ 168,70. Muitos investidores acreditam em reversão de tendência, porque o Bitcoin já teria encontrando o seu preço mínimo. No entanto, esse ainda é um momento de aguardar. O Bitcoin ainda não conseguiu superar a resistência da zona dos US$ 4000 a US$ 4200. ABERTURA R$12.467,66 VARIAÇÃO NO MÊS +16,87% MÍNIMO R$12.120,70 MÁXIMO R$15.692,72 FECHAMENTO R$14.561,29
  • 21. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O MARKET-SHARE D Ó L A R R E P O R T A Mercado Bitcoin continua como líder absoluta no mercado, tendo negociado mais de 5.890,76 Bitcoins no período. A BitcoinTrade se consolida como a segunda maior exchange do Brasil, com um volume de 3.158,72 Bitcoins. Em terceiro vem a Bitcambio, com 2.705,4 Bitcoins. A Foxbit não tem conseguido apresentar evolução para sair do quarto lugar, mas ainda assim, o seu volume foi de 2032 Bitcoins no mês de fevereiro. Com o mercado em baixa, a exchange que tiver o menor custo operacional com o melhor volume, tenderá a se consolidar no mercado. Em relação ao mês passado, o volume foi melhor do que o mês de janeiro, com um total de 20.521,90 Bitcoins, uma alta de 0,07%. O que é bom, considerando que fevereiro tem menos dias úteis. Exchanges brasileiras Ánalise das principais exchanges brasileiras em termos de volume Infográfico feito no dia: 01/03
  • 22. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O VOLUME D Ó L A R R E P O R T Em termos de R$, as exchanges listadas aqui nesse relatório, movimentaram cerca de R$ 284 milhões de reais em 225426 negociações. Cada negociação em média movimentou R$ 1.260,15, o que é um ticket médio pequeno em relação ao mercado de ações. Sabemos, contudo, que o mercado brasileiro de bitcoin e criptomoedas acontecem também com operações em mesa OTC. No entanto, as mesas não disponibilizam dados de forma pública como é feito através de API. Infográfico feito no dia: 01/03 Exchanges brasileiras Análise das principais exchanges brasileiras
  • 23. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O TICKET MÉDIO Ticket médio das Exchanges Ánalise de ticket médio principais exchanges brasileiras Infográfico feito no dia: 01/03 D Ó L A R R E P O R T O ticket médio revela o quanto está sendo negociado, em média, por cada trade feito na plataforma. Ele nos mostra qual é o perfil de clientes em cada plataforma. Uma plataforma que tem um ticket médio alto tende a negociar com grandes clientes. Plataformas com ticket médio pequeno é o lugar favorito dos pequenos investidores. Não existe um ticket médio ótimo ou correto, ele serve apenas para mostrar o perfil de cliente de cada exchange. A Walltime, Mercado Bitcoin e BTCBolsa aparentemente são as exchanges que negociam os menores valores por trade. Enquanto a Bitblue, Bitcambio e BitcoinToYou se destacam com os maiores valores executados por trade. Isso significa que grandes valores estão sendo executados nas plataformas. A Bitblue tem taxa 0% para makers e takers, enquanto a Bitcambio tem 0% de taxa para makers. Isso ajuda a explicar o alto ticket médio dessas exchanges.
  • 24. F E V E R E I R O - 2 0 1 9 M E R C A D O M U N D I A L D E C R I P T O M O E D A S R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O
  • 25. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O ANÁLISE MENSAL DO PREÇO DO BITCOIN E C O N O M I A R E P O R T A Análise a seguir tem como objetivo entender qual foi o comportamento do mercado de Bitcoin ao longo do mês de fevereiro. Começamos o mês na faixa dos 3370 USD, com certa apreensão do mercado, uma vez que estávamos próximos de tocar nossa MA200, presente nos 3200-3300 USD do gráfico semanal. De acordo com aspectos técnicos, caso o preço do Bitcoin perca o nível da MA200 (a média móvel dos 200 dias) será um sinal ruim de queda, atrasando a retomada e causando a saída de mais investidores do mercado. No entanto, o preço reagiu muito bem na zona dos 3300 USD, realizando uma forte subida que veio durar até o fim do mês, atingindo os níveis de 4170 USD (alta de 26.36%). Para que possamos entender os movimentos, analisaremos período a período, buscando explicar de forma simples, sem complicar os termos, para que todos possam entender o comportamento do mercado. 25 de janeiro a 8 de fevereiro
  • 26. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R OE C O N O M I A R E P O R T Ilustramos uma figura, que chamamos de “Falling Wedge” ou, “Cunha de Alta”. Que é uma figura onde o preço vai se afunilando e, a tendência seria o rompimento para uma nova onda de alta. Essa figura sinaliza uma reversão de tendência e tem um excelente grau de confiabilidade. O rompimento aconteceu no dia 8 de FEV, nos levando até os 3630 USD, como pode ser conferido na imagem abaixo. 8 de fevereiro até 18 de fevereiro A bandeira de alta consiste após o fim de uma onda de alta, causando um decréscimo do preço de forma lenta, conforme ilustrado na figura. O preço vai recuando até achar um ponto de apoio e romper a figura. Com isso, conseguimos romper no dia 18 de FEV, forçando uma subida até os 3930 USD.
  • 27. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R OE C O N O M I A R E P O R T 18 de fevereiro até 25 de fevereiro Ao longo do mês de Fevereiro, formamos um “Canal de Alta”, que é um canal que tende a levar o preço para níveis superiores. No dia 23 de FEV vimos um rompimento do Canal para tentarmos alcançar níveis superiores de 4000 USD. Conseguimos atingir 4170 USD e, depois recuamos violentamente para o fundo do Canal de Alta. Para entendermos porque houve a recuada, deveremos analisar primeiro os candles. Identificamos um Doji (candle de indefinição) que nos dá um grande sinal de alerta para nosso movimento de alta. Complementando a ideia temos uma divergência no Volume, que nos diz que o movimento de alta ocorreu sem o volume acompanhar. Esses dois aspectos aconteceram assim que o preço tocou uma Linha de Tendência de Baixa e, foi o suficiente para orientarmos que os nossos clientes protegessem seu capital migrando para USD.
  • 28. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R OE C O N O M I A R E P O R T Momento atual: No nosso momento, estamos presenciando a queda do Bitcoin, atualmente estamos em uma zona importante de Fibonnaci (perto da zona de 0.618 de recuo da última alta). Sendo um importante ponto de recuo. O cenário continuará positivo enquanto estivermos acima dos 3550. Através da Análise Técnica conseguimos aproveitar o mês de Fevereiro de forma positiva, entenda que é fundamental tal tipo de ferramenta para mercados voláteis. Análise por Tasso Lago, CEO da Financial Move.
  • 29. C R I P T O M O E D A S F E V E R E I R O - 2 0 1 9 T O P 1 0 R E P O R T 5 ª E D I Ç Ã O
  • 30. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O TOP10 CRIPTOMOEDAS DO MERCADO M E R C A D O D E C R I P T O M O E D A S R E P O R T Desempenho das top 10 criptos Desempenho das top10 criptomoedas no mercado Infográfico feito no dia: 01/03
  • 31. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O TOP10 CRIPTOMOEDAS DO MERCADO M E R C A D O D E C R I P T O M O E D A S R E P O R T Do dia 1 de fevereiro até o dia 28, o mercado de criptomoedas se valorizou e terminou no positivo depois de meses de baixas significativas. Três criptomoedas se destacaram em termos de apreciação no mês de fevereiro: Binance Coin, EOS e Litecoin. O Litecoin continua com uma tendência de alta que vem desde o mês passado, quando foi anunciado um grande um upgrade técnico que ainda está por vir. Outro ponto que pode ter ajudado na alta do preço do Litecoin é o seu marketing agressivo. Em fevereiro a criptomoeda apareceu como patrocinadora de um importante evento em Hollywood, e continuou forte com parceria com o UFC e seus atletas. A alta do preço da EOS não tem a ver com ações de marketing, mas sim a aproximação do lançamento da exchange descentralizada EOSFinex - exchange descentralizada da Bitfinex. Em conjunto com essas expectativas, foi anunciado o Infeos, framework para desenvolvimento no blockchain da EOS. Com o Infeos a curva de aprendizado para desenvolver novas aplicações nesse ambiente é diminuída drasticamente. A Binance Coin vem apresentando resultados positivos constantemente, dois fatores ajudam a influenciar o preço do token - o desempenho da Binance e o próprio design do token. A Binance vem sendo bem sucedida em seus empreendimentos e hoje é a maior exchange de criptomoedas do planeta (no mercado spot). Recentemente ela lançou seu programa de aceleração e teve grande sucesso na venda do token BitTorrent em seu produto de lançamento de ICOs, a Binance Launchpad. Todos esses resultados positivos aumentam a demanda por BNB. Muito além do desempenho da exchange criadora do token, a Binance Coin tem um design que ajuda na valorização do ativo. A cada 3 meses a Binance se compromete a retirar do mercado uma certa quantidade de tokens, seja por meio de compra ou destruindo os tokens que ela possui. Além desses dois fatores, está se aproximando a data do lançamento da Binance Chain e da Binance Dex. Esses dois produtos podem aumentar a utilidade e a procura por Binance Coins. O Ethereum também teve uma forte valorização e voltou a ser a segunda maior criptomoeda do mercado e termos de capitalização. Seu upgrade para a versão Constantinople foi bem sucedido depois de ter sido adiado no mês passado.
  • 32. M E T O D O L O G I A
  • 33. WWW.COINTIMES.COM.BR F E V E R E I R O PREÇO DO BITCOIN Para calcular o preço médio do Bitcoin no Brasil, foi utilizada a média ponderada dos últimos preços considerando a quantidade de volume da plataforma. A média ponderada é utilizada para assegurar que uma exchange pequena não possa gerar ruídos em nossa análise. De forma que, as exchanges de maior volume tenham maior representividade no preço de um Bitcoin no Brasil. Contudo, admitimos que essa análise não é a melhor possível porque essa variável pode ser facilmente manipulada pelas exchanges. A análise de volume parte do modelo de negócios, profundidade de book, análise de revelância e tráfego do site da exchange na internet, número de usuários cadastrados e depósitos efetuados. Dessa forma, conseguiríamos chegar ao volume orgânico, que é diferente do volume gerado através de negócios OTC, que é o core business de algumas exchanges no mercado. VOLUME TICKET MÉDIO Todos os dados referentes à volume são disponibilizados pela API das corretoras. Não conseguimos garantir inteira veracidade e a confiabilidade desses dados. Utilizamos o dashboard do Portal do Bitcoin para obter os dados de volume, visto que eles armazenam essas informações. Vale lembrar que, e os volumes de R$ e BTC jamais devem ser somados, isso acarretaria em duplicação do volume, porque ambos são equivalentes entre si. Para o cálculo de volume diário médio foi utilizada uma simples média aritmética, dividindo a soma do volume mensal pelo total de dias do mês. Vale notar que esse número é o total de Bitcoins negociados em um dia por todas as exchanges listadas no relatório. O Ticket médio é obtido através da divisão do volume sobre o número de trades, obtendo uma média negociada por trade. Para calcular os tickets médios, foi utilizada a média ponderada considerando o ticket médio e o volume, evitando distorções causadas por pequenas exchanges. Para evitar ainda mais distorções, foram removidas a Bitblue e a Profitfy que estavam com um ticket médio muito acima da média. M E T O D O L O G I A R E P O R T
  • 34. WWW.COINTIMES.COM.BRR E P O R T Os dados foram extraídos do Portal do Bitcoin (portaldobitcoin.com.br), que armazena todos os dados referentes a Trades e volume. Algumas exchanges não foram incluídas no cálculo porque não dispõem de todas as informações necessárias a serem consultadas por API, como o número de trades, por exemplo. A exchange que deseja manifestar interesse em constar no próximo relatório do Cointimes, que será feito mensalmente, deve enviar um e-mail para contato@cointimes.com.br. EXCHANGES QUE NÃO ENTRARAM NO RELATÓRIO CÁCULO DAS AÇÕES Para as ações, utilizamos o cálculo de ROI (Return Over Investment) que consiste em subtrair ganhos e custo e dividir sobre o custo. A fórmula pode ser encontrada abaixo: Para elaboração do gráfico dos indices da Bovespa consideramos apenas o fechamento dos dias* F E V E R E I R OM E T O D O L O G I A