A importância da qualidade do Exame Radiográfico na Odontologia Legal

714 visualizações

Publicada em

A importância da qualidade do Exame Radiográfico na Odontologia Legal.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
714
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A importância da qualidade do Exame Radiográfico na Odontologia Legal

  1. 1. Rio de Janeiro, 11 de Outubro de 2014. A IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DO EXAME RADIOGRÁFICO NA ODONTOLOGIA LEGAL Caroline Helena Docente UNESA – PRONATEC Instrutora – CONSUL RAD Graduada em Radiologia - UNESA Extensão em Radioproteção na Odontologia - RQC Pós – Graduada em Proteção Radiológica e Segurança de Fontes Radioativas – AIEA/IRD Emergências Radiológicas - IRD
  2. 2. HISTÓRICO DA RADIOLOGIA Historicamente, a aplicação da Radiologia em ciência forense foi introduzida em 1896, apenas um ano após a descoberta dos raios X, por Roentgen, para demonstrar a presença de balas de chumbo na cabeça de uma vítima.
  3. 3. HISTÓRICO DA ODONTOLOGIA LEGAL
  4. 4. ODONTOLOGIA LEGAL Esqueletizados Carbonizados Putrefeitos
  5. 5. ODONTOLOGIA LEGAL A indestrutibilidade é uma característica que confere ao dente maior resistência que o próprio osso a altas temperaturas (600-650°C). (DARUGE; MASSINI, 1978)
  6. 6. IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE
  7. 7. A qualidade do Exame Radiográfico na Odontologia Legal Neste contexto, é possível entender que em casos periciais onde forem utilizadas radiografias contendo imagens com qualidade, apropriadas para confrontos, de maneira que permitam a determinação da identidade dos indivíduos que venham a óbito e com o correto processamento e arquivamento das radiografias odontológicas, os clínicos poderão ter em sua guarda uma documentação que permita o adequado acompanhamento dos tratamentos odontológicos realizados e, eventualmente, subsidiar informações para a Justiça.
  8. 8. Principais Referências •DARUGE, Eduardo & MASSINI, Nelson. Direitos Profissionais na Odontologia. 1ª ed. São Paulo: Saraiva, 1978. •PRESTES JR., Luiz Carlos Leal & ANCILLOTTI, Roger. Manual de Técnicas em necropsia médico-legal. Rio de Janeiro: Rubio, 2009. •ZANON, Cátia & CINTRA, Jorge Alberto de Abreu. Odontologia Legal do IML Rio. Entrevista feita em: 09/11/2010. •GRUBER, J. & KAMEYAMA, M. M. O papel da Radiologia em Odontologia Legal. Pesquisa Odontológica Brasileira, v. 15, n. 3, p. 263-268, jul./set.2001. •MOURA NETO, R.S. Análise Forense. Rev. Panorama Justiça 1998. •CARVALHO. História da Odontologia Legal. Disponível em: <hi http://www.carvalho.odo.br/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=124 > Acesso em: 17/11/2010.
  9. 9. OBRIGADA! "A grandeza de um ser humano não está no quanto ele sabe, mas no quanto tem consciência que não sabe." Augusto Cury carolinedantas@consulrad.com.br
  10. 10. OBRIGADA! "A grandeza de um ser humano não está no quanto ele sabe, mas no quanto tem consciência que não sabe." Augusto Cury carolinedantas@consulrad.com.br

×