Formatação dos slides: Ana Beatriz Cargnin
Roma chegou a governar o mundo. Foi o centro do maior império da
Antiguidade e sua influência se fez sentir em toda a Euro...
Um dos legados
culturais mais
importantes que
os etruscos
deixaram aos
romanos foi o
uso do arco e
da abóbada nas
construç...
As características gerais da arquitetura romana são:
praticidade - busca do útil imediato,
senso de realismo;
tamanhos c...
As construções eram de seis espécies, de acordo com as funções:
1. Religião
Templos - Pouco se conhece deles. Os mais conh...
2) Comércio e civismo
Basílica - A princípio destinada a operações comerciais e a atos judiciários, a basílica servia
para...
3) Higiene
Termas - Constituídas de ginásio, piscina, pórticos e jardins, as termas eram o centro social
de Roma. As mais ...
4) Divertimentos
a) Circo: extremamente afeito aos divertimentos (jogos);
b) Teatro: imitado do teatro grego.
c) Anfiteatr...
5) Monumentos honoríficos (decorativos)
a) Arco de Triunfo: pórtico monumental feito em homenagem aos imperadores e genera...
6) Moradia
Casa - era construída ao redor de um pátio chamada Átrio, onde ficavam o Tablino aposento
principal) e o implúv...
O mosaico foi muito
utilizado na
decoração dos muros
e pisos da arquitetura
em geral.
A maior parte das
pinturas romanas q...
Os estudiosos da pintura existente em Pompéia classificam a decoração das
paredes internas dos edifícios em quatro estilos...
Segundo estilo: os artistas começaram a pintar painéis que criavam a ilusão de
janelas abertas por onde eram vistas paisag...
Terceiro estilo: representações fiéis da realidade e valorizou a delicadeza dos
pequenos detalhes.
Afresco na Villa della ...
Quarto estilo: (estilo cenográfico ou ilusionista) um painel de fundo vermelho, tendo
ao centro uma pintura, geralmente có...
Os romanos eram
grandes admiradores
da arte grega, mas
por temperamento,
eram muito diferentes
dos gregos.
Por serem
reali...
Retratavam os imperadores e os homens da sociedade. Mais realista que
idealista, a estatuária romana teve seu maior êxito ...
Arte romana
Arte romana
Arte romana
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte romana

2.720 visualizações

Publicada em

Slides produzidos para aula de Arte.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.720
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
163
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte romana

  1. 1. Formatação dos slides: Ana Beatriz Cargnin
  2. 2. Roma chegou a governar o mundo. Foi o centro do maior império da Antiguidade e sua influência se fez sentir em toda a Europa, parte da Ásia e África. Com a decadência da arte clássica grega a arte romana toma seu lugar a partir do século I a.C. A arte romana sofreu duas fortes influências: a da arte etrusca popular e voltada para a expressão da realidade vivida, e a da greco- helenística, orientada para a expressão de um ideal de beleza. Dos etruscos herdou o arco e a abóbada, dos gregos o restante.
  3. 3. Um dos legados culturais mais importantes que os etruscos deixaram aos romanos foi o uso do arco e da abóbada nas construções.
  4. 4. As características gerais da arquitetura romana são: praticidade - busca do útil imediato, senso de realismo; tamanhos colossais - grandeza material, realçando a ideia de força; melhor aproveitamento do espaço - uso do arco e da abóbada; estátuas no teto; colunas - uso das ordens compósita e toscana; originalidade - urbanismo, vias de comunicação, anfiteatro, termas.
  5. 5. As construções eram de seis espécies, de acordo com as funções: 1. Religião Templos - Pouco se conhece deles. Os mais conhecidos são o templo de Júpiter Stater, o de Saturno, o da Concórdia e o de César. O Panteão, construído em Roma durante o reinado do Imperador Adriano foi planejado para reunir a grande variedade de deuses existentes em todo o Império, esse templo romano, com sua planta circular fechada por uma cúpula, cria um local isolado do exterior onde o povo se reunia para o culto.
  6. 6. 2) Comércio e civismo Basílica - A princípio destinada a operações comerciais e a atos judiciários, a basílica servia para reuniões da bolsa, para tribunal e leitura de editos. Mais tarde, já com o Cristianismo, passou a designar uma igreja com certos privilégios. Basílica Julia
  7. 7. 3) Higiene Termas - Constituídas de ginásio, piscina, pórticos e jardins, as termas eram o centro social de Roma. As mais famosas são as termas de Caracala que, além de casas de banho, eram centro de reuniões sociais e esportes.
  8. 8. 4) Divertimentos a) Circo: extremamente afeito aos divertimentos (jogos); b) Teatro: imitado do teatro grego. c) Anfiteatro: o povo romano apreciava muito as lutas dos gladiadores. Circus Maximus Circus Maximus Visão Moderna Teatro Marcellus Teatro Romano
  9. 9. 5) Monumentos honoríficos (decorativos) a) Arco de Triunfo: pórtico monumental feito em homenagem aos imperadores e generais vitoriosos. b) Coluna Triunfal: a mais famosa é a coluna de Trajano, com seu característico friso em espiral que possui a narrativa histórica dos feitos do Imperador em baixos-relevos no fuste. Arco de Triunfo Arco de Constantino Coluna de Trajano
  10. 10. 6) Moradia Casa - era construída ao redor de um pátio chamada Átrio, onde ficavam o Tablino aposento principal) e o implúvio (tanque sob uma abertura retangular no teto para a entrada de ar, luz e água). O peristilo (espécie de jardim inspirado nos templos gregos) ficava na parte externa da casa.
  11. 11. O mosaico foi muito utilizado na decoração dos muros e pisos da arquitetura em geral. A maior parte das pinturas romanas que conhecemos hoje provém das cidades de Pompéia e Herculano, que foram soterradas pela erupção do Vesúvio em 79 d.C.
  12. 12. Os estudiosos da pintura existente em Pompéia classificam a decoração das paredes internas dos edifícios em quatro estilos. Primeiro estilo: cobertura das paredes de uma sala com uma camada de gesso pintado, que dava impressão de placas de mármore. Detalhe de mural na Villa di Arianna, em Primeiro Estilo tardio ou de transição. Castellammare di Stabia
  13. 13. Segundo estilo: os artistas começaram a pintar painéis que criavam a ilusão de janelas abertas por onde eram vistas paisagens com animais, aves e pessoas, formando um grande mural. Afresco da Villa dos Mistérios, Pompeia Villa de Oplontis, Torre Annunziata Afresco da Villa de Fannius Synistor em Boscoreale.
  14. 14. Terceiro estilo: representações fiéis da realidade e valorizou a delicadeza dos pequenos detalhes. Afresco na Villa della Farnesina, Roma. Segundo Estilo de transição para o Terceiro Casa do Bracelete de Ouro, Pompeia Eneias e Dido, Casa do Citarista, Pompeia
  15. 15. Quarto estilo: (estilo cenográfico ou ilusionista) um painel de fundo vermelho, tendo ao centro uma pintura, geralmente cópia de obra grega, imitando um cenário teatral. Bodas de Zéfiro e Cloris, Casa de Naviglio, Pompeia Musa, Hospitium dei Sulpicii, Pompeia
  16. 16. Os romanos eram grandes admiradores da arte grega, mas por temperamento, eram muito diferentes dos gregos. Por serem realistas e práticos, suas esculturas são uma representação fiel das pessoas e não a de um ideal de beleza humana, como fizeram os gregos.
  17. 17. Retratavam os imperadores e os homens da sociedade. Mais realista que idealista, a estatuária romana teve seu maior êxito nos retratos. O genius de Augusto,Museu Pio-Clementino Estátua de Lívia Drusa, esposa de Augusto.Museu do Louvre Busto de Tibério, c.14- 37 d.C. Gabinete das Medalhas, Paris

×