SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
S IS T E M A D IG E S T IV O

    Função sistema digestivo
 Constituição sistema digestivo
            Digestão
           Deglutição
    Movimentos Peristálticos
            Absorção
 Disfunções do sistema digestivo

               Prof. Antonio Fernandes – Colégio Nsa do
                                                 Carmo
SISTEMA DIGESTIVO - FUNÇÃO
O organismo humano recebe os nutrientes através
 dos alimentos.

 Estes alimentos têm de ser transformados em
 substâncias utilizáveis, envolvendo vários fenómenos
 físicos e químicos.

 Estesfenómenos ocorrem ao longo do tubo digestivo
 com o auxílio de vários órgãos que lançam nele os
 seus produtos.
SISTEMA DIGESTIVO (CONCLUSÃO):
 Tem como função retirar dos alimentos ingeridos os
 nutriente necessários para o desenvolvimento e a
 manutenção do organismo , isto é , o tubo digestivo
 tem a função de transformar alimento em nutrientes e
 absorvê-los.
Órgãos do trato gastrointestinal
SISTEMA DIGESTIVO - CONSTITUÍÇÃO
O sistema digestivo é constituído pelo tubo digestivo e
 pelos órgãos anexos.
SISTEMA DIGESTIVO
                     Boca

                      órgão inicial do tubo
                     digestivo;

                       onde se localizam a
                      língua e os dentes.
                    Início da digestão do amido –
                       enzima Ptialina ou amilase
                                 salivar
Boca e cavidade bucal
   A boca é formada pelas bochechas, pelos palatos duro e mole e pela língua e os
   dentes.




      esmagar


     triturar

      Cortar
     rasgar
Dentes:
                                           8 incisivos
                Homem adulto               4 caninos

                       32 dentes           8 pré-molares
                                           12 molares




                                                       8 incisivos

Primeira dentição- dentição de leite                   4 caninos
                                                       8 molares
       20 dentes aparecem a partir dos 6
       meses de idade
Partes de um dente típico



  Coroa


    Colo




    Raiz




Existem 20 dentes decíduos e 32 dentes permanentes em uma dentição completa.
Glândulas salivares
   A saliva lubrifica e dissolve os alimentos e começa a decomposição química dos
   carboidratos e lipídios




               Localização das glândulas salivares
SISTEMA DIGESTIVO
   Faringe
     porção do tubo digestivo que faz a
    ligação entre a boca e o esófago.

       É comum aos sistemas
      digestivo e respiratório e se
    comunica com a boca e com as
            fossas nasais.


   Esófago
     conduz os alimentos ao estômago.
 Estômago
SISTEMA DIGESTIVO
                      é um órgão em forma de
                     bolsa, de parede muito
                     musculosa, onde os
                     alimentos permanecem
                     cerca de 2 a 3 horas.
                    Quimificação: ação do suco
                     gástrico sobre os alimentos
                         ------ Quimo (massa
                                pastosa)
                    Enzima Pepsina – age sobre
                                proteínas
SISTEMA DIGESTIVO
 Intestino   Delgado
   porção mais longa do tubo
  digestivo, tem 6 a 7 metros de
  comprimento, razão pela qual se
  encontra dobrado várias vezes sobre
  si.
   é formado pelo duodeno
  (segmento inicial, que se segue ao
  estômago e que recebe os sucos
  produzidos pelo fígado e pelo
  pâncreas) e pelo jejuno-ílio (zona de
  absorção digestiva).

Desembocam dois ductos: um
  libera o suco pancreático e
           outro a bile
INTESTINO DELGADO
 Ocorre a quilificação: ação de diversos sucos que
  transforma o bolo alimentar em um liquido
  chamado quilo ----- será absorvido pelas
  vilosidades
 suco intestinal (produzido pelas células da parede
  intestinal): maltase (maltose), sacarase(sacarose),
  lactase (lactose), peptidase (proteína)
 suco     pancreático (produzido pelo pâncreas):
  tripsina,      peptidase       e        quimiotripsina
  (proteínas),amilase pancreática (amido) e lipase
  (lipídios)
 Bile (produzido pelo fígado): substâncias que
  atuam sobre as moléculas de gordura (detergente)
SISTEMA DIGESTIVO – INTESTINO
DELGADO
SISTEMA DIGESTIVO
   Intestino Grosso
     apresenta um diâmetro
    maior que o intestino delgado e
    tem 1,5 metros de
    comprimento.

     não é enrolado, sendo
    formado pelo cólon ascendente,
    cólon transverso e cólon
    descendente. Este último
    termina no reto que abre para o
    exterior pelo ânus.
FÍGADO
   Produz a Bile – fica armazenada na vesícula
    biliar,
PÂNCREAS
 Glândula Mista,
 Produz o suco pancreático – liberado no intestino
  delgado (duodeno)
 Produz hormônios – liberado na corrente
  sanguínea
DIGESTÃO – COMO TUDO ACONTECE…
   Os alimentos sofrem, durante a digestão,
    uma ação mecânica e uma ação química.

   A ação mecânica é desenvolvida pela
    língua, pelos dentes e pelos movimentos
    peristálticos que ocorrem ao longo de todo
    o tubo digestivo.

   A ação química é provocada pelos sucos
    digestivos (possuem enzimas) produzidos
    pelos diferentes órgãos do sistema
    digestivo
DIGESTÃO NA BOCA… - ONDE TUDO
COMEÇA
 Mastigação     os dentes trituram e moem os
  alimentos.

 Insalivação  os alimentos são misturados com a
  saliva produzida pelas glândulas salivares.

 A ação  da saliva e dos dentes permite transformar
  cada pedaço de alimento numa massa em forma de
  bolo – o bolo alimentar.
DEGLUTIÇÃO
O   bolo alimentar é
  empurrado pela língua em
  direcção à faringe.

 A úvula  distende-se e tapa
  as fossas nasais, sendo o
  bolo alimentar empurrado
  para a faringe.
DEGLUTIÇÃO (CONT.)




                        Na faringe a a epiglote tapa o acesso às
                         vias respiratórias, seguindo o bolo
                         alimentar para o esófago.

                        Esta passagem do bolo alimentar da
                         boca para a faringe e esófago dá-se o
                         nome de deglutição.
MOVIMENTOS PERISTÁLTICOS
 A progressão do bolo
 alimentar faz-se através de
 contracções, em ondas,
 dos músculos da parede do
 esófago.
DIGESTÃO NO ESTÔMAGO – UM
BANHO DE ÁCIDO
O  bolo alimentar é transformado antes de passar ao
 intestino delgado.

 Asparedes do estômago estão forradas por glândulas
 gástricas que segregam o suco gástrico (contém
 enzimas, ácido clorídrico, muco).

 Os movimentos peristálticos permitem misturar os
 alimentos com o suco gástrico, originando uma
 mistura líquida – o quimo.
DIGESTÃO NO INTESTINO DELGADO -
POR FIM, UM TRAJETO SINUOSO
   No intestino delgado ocorrem as últimas
    fases da digestão, mas também as mais
    importantes.

   Quando o quimo passa para o duodeno,
    estimula a secreção do suco intestinal
    que contém várias enzimas.

   Também o fígado lança o suco biliar,
    que não é enzimático, e o suco
    pancreático produzido no pâncreas.
DIGESTÃO NO INTESTINO DELGADO -
POR FIM, UM TRAJETO SINUOSO
(CONT.)
                  Os nutrientes encontram-se agora na sua
                   forma mais simples e em conjunto com
                   as substâncias que não sofreram
                   digestão (água, vitaminas, sais minerais,
                   celulose) formam o quilo.

                  O intestino delgado é a principal área de
                   absorção dos nutrientes.

                  A absorção é muito eficiente devido à
                   presença das válvulas coniventes
                   (pregas)
ABSORÇÃO – ULTRAPASSANDO A BARREIRA
                      Cada uma dessas pregas
                       apresenta pequenas saliências em
                       forma de dedo de luva – as
                       vilosidades intestinais, que por sua
                       vez possuem expansões – as
                       microvilosidades.

                      Cada vilosidade contém capilares
                       sanguíneos e realiza uma
                       absorção selectiva dos alimentos.
ABSORÇÃO - INTESTINO GROSSO
   As substâncias não digeridas passam para o
    intestino grosso misturadas com água. Aqui
    ocorrerá a absorção da maior quantidade
    possível de água.

   No intestino grosso podemos encontrar
    algumas bactérias que desempenham um
    importante papel no fabrico de certas
    vitaminas que depois são absorvidas pelo
    sangue.

   Os restos dos alimentos formam as fezes que
    serão expulsas pelo ânus.
DISFUNÇÃO DO SISTEMA DIGESTIVO
   Apendicite
     Resulta da inflamação do apêndice.

     quando o apêndice é obstruído por   um fecólito (nódulo duro
      de fezes) ou por um simples caroço de fruta, inflama, fica
      inchado e cheio de pus provocando a apendicite.
     em   casos extremos o apêndice pode rebentar originando
      uma situação grave que requer intervenção cirúrgica
      urgente.
DISFUNÇÃO DO SISTEMA DIGESTIVO

   Úlcera
     Aplica-se a qualquer ferida que se forma na pele ou nas
    membranas mucosas internas do corpo. Embora não existam
    muitas certezas são apontadas como factores de risco o
    tabaco, o stress, ingestão em excesso de álcool, de
    medicamentos anti-inflamatórios (incluindo a aspirina) e a
    “história” familiar.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema DigestivoPelo Siro
 
Sistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratórioSistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratóriogiovannimusetti
 
17ª aula slides sistema digestório
17ª aula slides sistema digestório17ª aula slides sistema digestório
17ª aula slides sistema digestórioSimone Alvarenga
 
Aula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio Novelli
Aula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio NovelliAula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio Novelli
Aula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio NovelliClaudio Novelli
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivoCatir
 
Sistema digestivo humano
Sistema digestivo humanoSistema digestivo humano
Sistema digestivo humano7f14_15
 
Anatomia do Sistema Digestório Humano
Anatomia do Sistema Digestório HumanoAnatomia do Sistema Digestório Humano
Anatomia do Sistema Digestório HumanoEgberto Neto
 
Sistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana IISistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana IIMarília Gomes
 
01 Sist Digestivo Tc 0809
01 Sist Digestivo Tc 080901 Sist Digestivo Tc 0809
01 Sist Digestivo Tc 0809Teresa Monteiro
 
Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]Eunice Palma
 

Mais procurados (19)

SIstema Digestório
SIstema DigestórioSIstema Digestório
SIstema Digestório
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratórioSistema digestivo e respiratório
Sistema digestivo e respiratório
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
17ª aula slides sistema digestório
17ª aula slides sistema digestório17ª aula slides sistema digestório
17ª aula slides sistema digestório
 
Aula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio Novelli
Aula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio NovelliAula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio Novelli
Aula de fisiologia digestória pós graduação - Professor Claudio Novelli
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema digestorio i
Sistema digestorio iSistema digestorio i
Sistema digestorio i
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestivo humano
Sistema digestivo humanoSistema digestivo humano
Sistema digestivo humano
 
Anatomia do Sistema Digestório Humano
Anatomia do Sistema Digestório HumanoAnatomia do Sistema Digestório Humano
Anatomia do Sistema Digestório Humano
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana IISistema digestório - anatomia humana II
Sistema digestório - anatomia humana II
 
Aula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestórioAula 2.sistema digestório
Aula 2.sistema digestório
 
01 Sist Digestivo Tc 0809
01 Sist Digestivo Tc 080901 Sist Digestivo Tc 0809
01 Sist Digestivo Tc 0809
 
Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]Sistema digestivo[1]
Sistema digestivo[1]
 
Sistema Digestivo 5.5.11
Sistema Digestivo 5.5.11Sistema Digestivo 5.5.11
Sistema Digestivo 5.5.11
 

Destaque

Prepara cursos profissionalizantes workshop farmácia
Prepara cursos profissionalizantes   workshop farmáciaPrepara cursos profissionalizantes   workshop farmácia
Prepara cursos profissionalizantes workshop farmáciaGaylha Wegila
 
Prepara cursos profissionalizantes workshop auxiliar odontologico
Prepara cursos profissionalizantes   workshop auxiliar odontologicoPrepara cursos profissionalizantes   workshop auxiliar odontologico
Prepara cursos profissionalizantes workshop auxiliar odontologicoGaylha Wegila
 
Sistema Respirat�rio
Sistema Respirat�rioSistema Respirat�rio
Sistema Respirat�rioDigux
 
Sistema Digestorio
Sistema DigestorioSistema Digestorio
Sistema DigestorioDigux
 
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
Capítulo 02  alimentos e sistema digestórioCapítulo 02  alimentos e sistema digestório
Capítulo 02 alimentos e sistema digestórioIgor Brant
 
SISTEMA DIGESTORIO
SISTEMA DIGESTORIOSISTEMA DIGESTORIO
SISTEMA DIGESTORIOjorgeluisbio
 
Aula de ecologia
Aula de ecologiaAula de ecologia
Aula de ecologiaIlsoflavio
 
IV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestórioIV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestórioRebeca Vale
 
Aula 8º ano - O sistema digestório
Aula 8º ano - O sistema digestórioAula 8º ano - O sistema digestório
Aula 8º ano - O sistema digestórioLeonardo Kaplan
 
Sistema Digestivo ExercíCios
Sistema Digestivo ExercíCiosSistema Digestivo ExercíCios
Sistema Digestivo ExercíCiosCriCom
 

Destaque (20)

Prepara cursos profissionalizantes workshop farmácia
Prepara cursos profissionalizantes   workshop farmáciaPrepara cursos profissionalizantes   workshop farmácia
Prepara cursos profissionalizantes workshop farmácia
 
Prepara cursos profissionalizantes workshop auxiliar odontologico
Prepara cursos profissionalizantes   workshop auxiliar odontologicoPrepara cursos profissionalizantes   workshop auxiliar odontologico
Prepara cursos profissionalizantes workshop auxiliar odontologico
 
Sistema Respirat�rio
Sistema Respirat�rioSistema Respirat�rio
Sistema Respirat�rio
 
Ecologia ppt
Ecologia   pptEcologia   ppt
Ecologia ppt
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestorio
Sistema digestorioSistema digestorio
Sistema digestorio
 
SISTEMA DIGESTÓRIO
SISTEMA DIGESTÓRIOSISTEMA DIGESTÓRIO
SISTEMA DIGESTÓRIO
 
Sistema DigestóRio III
Sistema DigestóRio IIISistema DigestóRio III
Sistema DigestóRio III
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema Digestorio
Sistema DigestorioSistema Digestorio
Sistema Digestorio
 
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
Capítulo 02  alimentos e sistema digestórioCapítulo 02  alimentos e sistema digestório
Capítulo 02 alimentos e sistema digestório
 
SISTEMA DIGESTORIO
SISTEMA DIGESTORIOSISTEMA DIGESTORIO
SISTEMA DIGESTORIO
 
Aula de ecologia
Aula de ecologiaAula de ecologia
Aula de ecologia
 
Sistema DigestóRio
Sistema DigestóRioSistema DigestóRio
Sistema DigestóRio
 
IV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestórioIV.2 Sistema digestório
IV.2 Sistema digestório
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
Aula 8º ano - O sistema digestório
Aula 8º ano - O sistema digestórioAula 8º ano - O sistema digestório
Aula 8º ano - O sistema digestório
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema Digestivo ExercíCios
Sistema Digestivo ExercíCiosSistema Digestivo ExercíCios
Sistema Digestivo ExercíCios
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 

Semelhante a Sistema Digestório Carmo

Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Pelo Siro
 
Aula 09 sistema digestório - anatomia e fisiologia
Aula 09   sistema digestório - anatomia e fisiologiaAula 09   sistema digestório - anatomia e fisiologia
Aula 09 sistema digestório - anatomia e fisiologiaHamilton Nobrega
 
1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivoPelo Siro
 
Sistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoSistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoRosa Pereira
 
Sistema digestórioblog
Sistema digestórioblogSistema digestórioblog
Sistema digestórioblognielim
 
Sistema digestórioblog
Sistema digestórioblogSistema digestórioblog
Sistema digestórioblognielim
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoRodrigoSousa736857
 
O Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo HumanoO Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo Humanodvrteam
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestórioparambu
 
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptxReviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptxtuttitutti1
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestóriowagneripo
 
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Maria Freitas
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Alexandre Donha
 

Semelhante a Sistema Digestório Carmo (20)

Sistema digestrio
Sistema digestrioSistema digestrio
Sistema digestrio
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
Sistemadigestrio 110208164106-phpapp01
 
Aula 09 sistema digestório - anatomia e fisiologia
Aula 09   sistema digestório - anatomia e fisiologiaAula 09   sistema digestório - anatomia e fisiologia
Aula 09 sistema digestório - anatomia e fisiologia
 
1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo1202258611 sistema digestivo
1202258611 sistema digestivo
 
Sistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoSistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo Humano
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestórioblog
Sistema digestórioblogSistema digestórioblog
Sistema digestórioblog
 
Sistema digestórioblog
Sistema digestórioblogSistema digestórioblog
Sistema digestórioblog
 
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpoAula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
Aula TARDE - SISTEMA DIGESTÓRIO do corpo
 
O Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo HumanoO Sistema Digestivo Humano
O Sistema Digestivo Humano
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptxReviao anatomia gastrointestinal.pptx
Reviao anatomia gastrointestinal.pptx
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Nutricão e Digestão
Nutricão e DigestãoNutricão e Digestão
Nutricão e Digestão
 
nutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdfnutrição parte 2.pdf
nutrição parte 2.pdf
 
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
Objetivos Ciências Naturais - Teste nº5
 
Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6Anatomia corpo humano parte 6
Anatomia corpo humano parte 6
 

Mais de Antonio Fernandes

Turma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambientalTurma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambientalAntonio Fernandes
 
Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...
Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...
Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...Antonio Fernandes
 
Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas Antonio Fernandes
 
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoApresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoAntonio Fernandes
 
Trab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma Amazon
Trab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma AmazonTrab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma Amazon
Trab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma AmazonAntonio Fernandes
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasAntonio Fernandes
 

Mais de Antonio Fernandes (11)

Sistema circulatorio 2011
Sistema circulatorio 2011Sistema circulatorio 2011
Sistema circulatorio 2011
 
Turma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambientalTurma 211 desequilíbrio ambiental
Turma 211 desequilíbrio ambiental
 
Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...
Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...
Tarsila do Amaral - biografia Aluna: LAVINIA MARTINS DE ANDRADE Turma 181 Col...
 
A terra Vista do Céu
A terra Vista do CéuA terra Vista do Céu
A terra Vista do Céu
 
Projeto pintores
Projeto pintoresProjeto pintores
Projeto pintores
 
Apresentação+tarsila 2010
Apresentação+tarsila 2010Apresentação+tarsila 2010
Apresentação+tarsila 2010
 
Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Apresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentricoApresentação I geocentricoheliocentrico
Apresentação I geocentricoheliocentrico
 
Trab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma Amazon
Trab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma AmazonTrab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma Amazon
Trab biologia Grupo Gustavo Dantas Bioma Amazon
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
 

Último

DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 

Último (20)

DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 

Sistema Digestório Carmo

  • 1. S IS T E M A D IG E S T IV O Função sistema digestivo Constituição sistema digestivo Digestão Deglutição Movimentos Peristálticos Absorção Disfunções do sistema digestivo Prof. Antonio Fernandes – Colégio Nsa do Carmo
  • 2. SISTEMA DIGESTIVO - FUNÇÃO O organismo humano recebe os nutrientes através dos alimentos.  Estes alimentos têm de ser transformados em substâncias utilizáveis, envolvendo vários fenómenos físicos e químicos.  Estesfenómenos ocorrem ao longo do tubo digestivo com o auxílio de vários órgãos que lançam nele os seus produtos.
  • 3. SISTEMA DIGESTIVO (CONCLUSÃO):  Tem como função retirar dos alimentos ingeridos os nutriente necessários para o desenvolvimento e a manutenção do organismo , isto é , o tubo digestivo tem a função de transformar alimento em nutrientes e absorvê-los.
  • 4. Órgãos do trato gastrointestinal
  • 5. SISTEMA DIGESTIVO - CONSTITUÍÇÃO O sistema digestivo é constituído pelo tubo digestivo e pelos órgãos anexos.
  • 6. SISTEMA DIGESTIVO  Boca  órgão inicial do tubo digestivo;  onde se localizam a língua e os dentes. Início da digestão do amido – enzima Ptialina ou amilase salivar
  • 7. Boca e cavidade bucal A boca é formada pelas bochechas, pelos palatos duro e mole e pela língua e os dentes. esmagar triturar Cortar rasgar
  • 8. Dentes: 8 incisivos Homem adulto 4 caninos 32 dentes 8 pré-molares 12 molares 8 incisivos Primeira dentição- dentição de leite 4 caninos 8 molares 20 dentes aparecem a partir dos 6 meses de idade
  • 9. Partes de um dente típico Coroa Colo Raiz Existem 20 dentes decíduos e 32 dentes permanentes em uma dentição completa.
  • 10. Glândulas salivares A saliva lubrifica e dissolve os alimentos e começa a decomposição química dos carboidratos e lipídios Localização das glândulas salivares
  • 11. SISTEMA DIGESTIVO  Faringe  porção do tubo digestivo que faz a ligação entre a boca e o esófago. É comum aos sistemas digestivo e respiratório e se comunica com a boca e com as fossas nasais.  Esófago  conduz os alimentos ao estômago.
  • 12.  Estômago SISTEMA DIGESTIVO  é um órgão em forma de bolsa, de parede muito musculosa, onde os alimentos permanecem cerca de 2 a 3 horas. Quimificação: ação do suco gástrico sobre os alimentos ------ Quimo (massa pastosa) Enzima Pepsina – age sobre proteínas
  • 13. SISTEMA DIGESTIVO  Intestino Delgado  porção mais longa do tubo digestivo, tem 6 a 7 metros de comprimento, razão pela qual se encontra dobrado várias vezes sobre si.  é formado pelo duodeno (segmento inicial, que se segue ao estômago e que recebe os sucos produzidos pelo fígado e pelo pâncreas) e pelo jejuno-ílio (zona de absorção digestiva). Desembocam dois ductos: um libera o suco pancreático e outro a bile
  • 14. INTESTINO DELGADO  Ocorre a quilificação: ação de diversos sucos que transforma o bolo alimentar em um liquido chamado quilo ----- será absorvido pelas vilosidades  suco intestinal (produzido pelas células da parede intestinal): maltase (maltose), sacarase(sacarose), lactase (lactose), peptidase (proteína)  suco pancreático (produzido pelo pâncreas): tripsina, peptidase e quimiotripsina (proteínas),amilase pancreática (amido) e lipase (lipídios)  Bile (produzido pelo fígado): substâncias que atuam sobre as moléculas de gordura (detergente)
  • 15. SISTEMA DIGESTIVO – INTESTINO DELGADO
  • 16. SISTEMA DIGESTIVO  Intestino Grosso  apresenta um diâmetro maior que o intestino delgado e tem 1,5 metros de comprimento.  não é enrolado, sendo formado pelo cólon ascendente, cólon transverso e cólon descendente. Este último termina no reto que abre para o exterior pelo ânus.
  • 17. FÍGADO  Produz a Bile – fica armazenada na vesícula biliar,
  • 18. PÂNCREAS  Glândula Mista,  Produz o suco pancreático – liberado no intestino delgado (duodeno)  Produz hormônios – liberado na corrente sanguínea
  • 19. DIGESTÃO – COMO TUDO ACONTECE…  Os alimentos sofrem, durante a digestão, uma ação mecânica e uma ação química.  A ação mecânica é desenvolvida pela língua, pelos dentes e pelos movimentos peristálticos que ocorrem ao longo de todo o tubo digestivo.  A ação química é provocada pelos sucos digestivos (possuem enzimas) produzidos pelos diferentes órgãos do sistema digestivo
  • 20. DIGESTÃO NA BOCA… - ONDE TUDO COMEÇA  Mastigação  os dentes trituram e moem os alimentos.  Insalivação  os alimentos são misturados com a saliva produzida pelas glândulas salivares.  A ação da saliva e dos dentes permite transformar cada pedaço de alimento numa massa em forma de bolo – o bolo alimentar.
  • 21. DEGLUTIÇÃO O bolo alimentar é empurrado pela língua em direcção à faringe.  A úvula distende-se e tapa as fossas nasais, sendo o bolo alimentar empurrado para a faringe.
  • 22. DEGLUTIÇÃO (CONT.)  Na faringe a a epiglote tapa o acesso às vias respiratórias, seguindo o bolo alimentar para o esófago.  Esta passagem do bolo alimentar da boca para a faringe e esófago dá-se o nome de deglutição.
  • 23. MOVIMENTOS PERISTÁLTICOS  A progressão do bolo alimentar faz-se através de contracções, em ondas, dos músculos da parede do esófago.
  • 24. DIGESTÃO NO ESTÔMAGO – UM BANHO DE ÁCIDO O bolo alimentar é transformado antes de passar ao intestino delgado.  Asparedes do estômago estão forradas por glândulas gástricas que segregam o suco gástrico (contém enzimas, ácido clorídrico, muco).  Os movimentos peristálticos permitem misturar os alimentos com o suco gástrico, originando uma mistura líquida – o quimo.
  • 25. DIGESTÃO NO INTESTINO DELGADO - POR FIM, UM TRAJETO SINUOSO  No intestino delgado ocorrem as últimas fases da digestão, mas também as mais importantes.  Quando o quimo passa para o duodeno, estimula a secreção do suco intestinal que contém várias enzimas.  Também o fígado lança o suco biliar, que não é enzimático, e o suco pancreático produzido no pâncreas.
  • 26. DIGESTÃO NO INTESTINO DELGADO - POR FIM, UM TRAJETO SINUOSO (CONT.)  Os nutrientes encontram-se agora na sua forma mais simples e em conjunto com as substâncias que não sofreram digestão (água, vitaminas, sais minerais, celulose) formam o quilo.  O intestino delgado é a principal área de absorção dos nutrientes.  A absorção é muito eficiente devido à presença das válvulas coniventes (pregas)
  • 27. ABSORÇÃO – ULTRAPASSANDO A BARREIRA  Cada uma dessas pregas apresenta pequenas saliências em forma de dedo de luva – as vilosidades intestinais, que por sua vez possuem expansões – as microvilosidades.  Cada vilosidade contém capilares sanguíneos e realiza uma absorção selectiva dos alimentos.
  • 28. ABSORÇÃO - INTESTINO GROSSO  As substâncias não digeridas passam para o intestino grosso misturadas com água. Aqui ocorrerá a absorção da maior quantidade possível de água.  No intestino grosso podemos encontrar algumas bactérias que desempenham um importante papel no fabrico de certas vitaminas que depois são absorvidas pelo sangue.  Os restos dos alimentos formam as fezes que serão expulsas pelo ânus.
  • 29. DISFUNÇÃO DO SISTEMA DIGESTIVO  Apendicite  Resulta da inflamação do apêndice.  quando o apêndice é obstruído por um fecólito (nódulo duro de fezes) ou por um simples caroço de fruta, inflama, fica inchado e cheio de pus provocando a apendicite.  em casos extremos o apêndice pode rebentar originando uma situação grave que requer intervenção cirúrgica urgente.
  • 30. DISFUNÇÃO DO SISTEMA DIGESTIVO  Úlcera  Aplica-se a qualquer ferida que se forma na pele ou nas membranas mucosas internas do corpo. Embora não existam muitas certezas são apontadas como factores de risco o tabaco, o stress, ingestão em excesso de álcool, de medicamentos anti-inflamatórios (incluindo a aspirina) e a “história” familiar.