SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
UNIVERSIDADE DE MARILIA
OXIDAÇÃO E REDUÇÃO
MARÍLIA – SP
2015
OXIDAÇÃO E REDUÇÃO
Trabalho acadêmico apresentado ao Curso de
ENGENHARIA CIVIL da Universidade de Marília como
requisito parcial para a conclusão da disciplina de
QUIMICA TECNOLÓGICA, sob orientação do Dr.
Marco Antonio.
MARÍLIA
2015
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO........................................................................................................ 4
2. OXIDAÇÃO E REDUÇÃO .................................................................................... 5
2.1. Definição ........................................................................................................5
3. MATERIAIS E MÉTODOS ................................................................................... 6
3.1. Materiais utilizados ........................................................................................ 6
3.2. Reagentes utilizados ....................................................................................... 6
3.3. Métodos..........................................................................................................6
3.3.1. Primeiro Experimento..............................................................................6
3.3.2. Segundo Experimento..............................................................................6
3.3.3. Terceiro Experimento ..............................................................................6
3.3.4. Quarto Experimento.................................................................................7
3.3.5. Quinto Experimento.................................................................................7
4. RESULTADOS E CONCLUSÕES............................................................................ 8
4.1. Resultado Primeiro experimento....................................................................8
4.2. Resultado Segundo experimento.....................................................................8
4.3. Resultado Terceiro experimento.....................................................................8
4.4. Resultado Quarto experimento.......................................................................9
4.5. Resultado Quinto experimento.......................................................................9
5. CONSIDERAÇÕES FINAIS ................................................................................ 10
6. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS................................................................. 11
1. INTRODUÇÃO
Temos por objetivo neste trabalho verificar, experimentalmente, a tendência que
apresentam as substâncias químicas à oxidação e à redução, podendo ser substancias agentes
redutoras ou agentes oxidantes. As reações transferem elétrons entre as substancias assim
resultando em um número maior de oxidação (nox) de uma das substancias envolvidas.
2. OXIDAÇÃO E REDUÇÃO
2.1. Definição
Tudo o que reage com oxigênio. Na formação de uma ligação iônica, um dos átomos
cede definitivamente elétrons para o outro.
Por exemplo: Na + Cl Fe + O
Dizemos, então, que o sódio e do Ferro sofreu oxidação, ou seja, perda de elétrons, e o
cloro e Oxigênio sofreu redução, ou seja, ganho de elétrons. Evidentemente, os fenômenos de
oxidação e redução são sempre simultâneos e constituem a chamada reação de oxi-redução.
Resumidamente, podemos concluir que:
• Oxidação é a perda de elétrons.
• Redução é o ganho de elétrons.
• Reação de oxi-redução é quando há transferência de elétrons.
Podemos, ainda, agrupar os reagentes principais em dois grupos:
• Agente oxidante: aquele que ganha elétrons de outra espécie, ou seja, reduz-se,
oxidando a mesma.
• Agente redutor: aquele que doa elétrons para a outra espécie, ou seja, oxida-se,
reduzindo a mesma.
Dessa forma, podemos entender as reações de oxi-redução como um processo
dinâmico, onde uma espécie reduz a outra porque se oxida ao mesmo tempo em que só o faz
porque a outra se reduz.
3. MATERIAIS E MÉTODOS
3.1. Materiais utilizados
 Tubos de ensaio
 Estante para tubos de ensaio
 Pipeta de Pasteur
3.2. Reagentes utilizados
 Solução de permanganato de potássio - KMnO4
 Solução de ácido sulfúrico – H2SO4
 Água oxigenada – H2O2
 Sulfito de Sódio - Na2SO3
 Hidróxido de sódio - NaOH
 Solução de Dicromato de potássio - K2Cr2O7
 Açúcar
3.3. Métodos
3.3.1. Primeiro Experimento
Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode permanganatode potássioe 4 gotas de acido.
Adicionargotaa gota água oxigenada.
Em um segundotubode ensaio,contendoamesmasolução,adicionargotaa gotade sulfitode
sódio.
3.3.2. Segundo Experimento
Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode permanganatode potássio,adicionargotaagota
água oxigenada.
E em um segundotubode ensaio,contendoamesmasolução,adicionargotaa gota de sulfitode
sódio.
3.3.3. Terceiro Experimento
Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode permanganatode potássio,2ml de água e 1 ml
de hidróxidode sódio,adicionargotaa gota água oxigenada.
Em um segundotubode ensaio,contendoamesmasolução,adicionargotaa gotade sulfitode
sódio.
3.3.4. Quarto Experimento
Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode dicromatode potássioe 4 gotasde acido
sulfúrico, adicionargotaagota água oxigenada.
3.3.5. Quinto Experimento
Em um tubode ensaiocontendo3ml de soluçãode permanganatode potássioe 2 ml de hidróxido
de sódio,adicionaraçúcar.
4. RESULTADOS E CONCLUSÕES
4.1. Resultado Primeiro experimento
A soluçãode permanganatode potássioe o acidosulfúrico,de corvioletaforte, emumtudode
ensaio.Entãoadicionamosgotaa gota água oxigenadae asolução foi ficandoincolor.
Neste experimentoaH2O2 sofreuoxidação,sendo oagente redutore oKMnO4 sofreuredução,
sendoo agente oxidante.
KMnO4 + H2S04 + H2O2  (CADERNO)
No segundotubode ensaiocontendoamesmasolução(permanganatode potássioe acido
sulfúrico),foi adicionadoSulfitode Sódio,deixandoasoluçãoincolorrapidamente.
4.2. Resultado Segundo experimento
Com apenasa soluçãode permanganatode potássioemumtubode ensaio,asoluçãotinhaumacor
violetaforte,fomosadicionandogotaa gota água oxigenada.Observamosque nareaçãohouve um
grande desprendimentode gáse liberaçãode calor,alterandosuacor para um marrom.
Neste casoo Agente Redutofoi oKMnO4, que sofreuOxidaçãoe agente oxidanteoH2O2, que
sofreuRedução.
No segundotubode ensaiocontendoamesmasolução(permanganatode potássio),foi adicionado
Sulfitode Sódio,onde asoluçãomudourapidamentede cor,ficandomarrom.
4.3. Resultado Terceiro experimento
Em um tubode ensaiocontendoasoluçãode permanganatode potássio,águae hidróxidode sódio,
adicionamosgotaa gota água oxigenada.Observamosque criouinicialmente umamistura
heterogeniacompartículassoltas,logodepoisficouhomogeniacomacor verde,depoisde alguns
minutosvoltouaficarheterogenia, umacoramareladoporcima e ummarrom no fundo, com
aspectode óleosujo.
No segundotubo,contendoamesmasoluçãoinicial,foi adicionadosulfitode sódio,mudandoacor
da misturarapidamente paraverde.
4.4. Resultado Quarto experimento
Com a soluçãode dicromatode potássioe acido sulfúrico, emumtubode ensaio.Soluçãode cor
alaranjada,entãofomos adicionandoáguaoxigenada. Verificamosque asoluçãoobteve inicialmente
uma cor verde,depoisazulada,voltandoaterum aspectoverde claroa alaranjada.
O dicromatode potassioé reduzido,sendooagente oxidante.Ea água oxigenadaé oxidada,sendoo
agente redutor.
4.5. Resultado Quinto experimento
Contendoasoluçãode permanganatode potássioe hidróxidode sódioemumtubode ensaio,
adicionamosaçúcar.
O permanganatode potássiofoi oagente oxidante,sofre redução.Oaçúcar desempenhaopapel de
agente redutor,sendooxidadopelopermanganato.
5. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Em nosso experimento podemos concluir que em uma reação de oxi-redução sempre
há perda e ganho simultâneos de elétrons, pois os que são perdidos por um átomo, íon ou
molécula são imediatamente recebidos por outros. Este processo de perda e ganho de elétrons
alteram os números de oxidação dos elementos da seguinte forma:
Na oxidação, o número de oxidação (Nox) do elemento aumenta, pois ele perde
elétrons. Na redução, o número de oxidação (Nox) se reduz, pois o elemento ganha elétrons.
6. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 Feltre, Ricardo. Química Vol.2 – 6. Ed. – São Paulo: Moderna, 2004.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4 Q. Geral Eng. Pet. 2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4   Q. Geral  Eng. Pet.  2007Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4   Q. Geral  Eng. Pet.  2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4 Q. Geral Eng. Pet. 2007Profª Cristiana Passinato
 
Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.Paulo George
 
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaRelatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaFernanda Borges de Souza
 
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIADETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIATaline Góes
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOS
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOSRELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOS
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOSEzequias Guimaraes
 
Compostos de coordenação
Compostos de coordenaçãoCompostos de coordenação
Compostos de coordenaçãoLarissa Cadorin
 
Relatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoRelatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoDhion Meyg Fernandes
 
Relatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRelatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRailane Freitas
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreDhion Meyg Fernandes
 
Quimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrosos
Quimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrososQuimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrosos
Quimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrososLucas Valente
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDOEzequias Guimaraes
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Jenifer Rigo Almeida
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIOEzequias Guimaraes
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres nataschabraga
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIErica Souza
 
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxResolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxRômulo Alexandrino Silva
 

Mais procurados (20)

Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4 Q. Geral Eng. Pet. 2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4   Q. Geral  Eng. Pet.  2007Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4   Q. Geral  Eng. Pet.  2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 4 Q. Geral Eng. Pet. 2007
 
Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.
 
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaRelatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
 
Aula 8 -_proc_redox
Aula 8 -_proc_redoxAula 8 -_proc_redox
Aula 8 -_proc_redox
 
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIADETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOS
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOSRELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOS
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DE HIDRÓXIDOS DOS METAIS ALCALINOS TERROSOS
 
Compostos de coordenação
Compostos de coordenaçãoCompostos de coordenação
Compostos de coordenação
 
Relatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoRelatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de Precipitação
 
Relatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRelatório de Refratometria
Relatório de Refratometria
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
 
Quimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrosos
Quimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrososQuimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrosos
Quimica Inorganica - Estudo dos metais alcalinos e alcalinos-terrosos
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: EXTRAÇÃO LÍQUIDO - LÍQUIDO
 
Cobre ao cobre
Cobre ao cobreCobre ao cobre
Cobre ao cobre
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIORELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIO
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DO ALUMÍNIO METÁLICO E DO CLORETO DE ALUMÍNIO
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres
 
Equilibrio químico
Equilibrio químicoEquilibrio químico
Equilibrio químico
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
 
Teste de Chama
Teste de ChamaTeste de Chama
Teste de Chama
 
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxResolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
 

Destaque

Oxidação e redução
Oxidação e reduçãoOxidação e redução
Oxidação e reduçãolasqmc1
 
Chemistry Lecture Slide Week 2
Chemistry Lecture Slide Week 2Chemistry Lecture Slide Week 2
Chemistry Lecture Slide Week 2Jasmine Jesse
 
Importância da oxidação e da redução na extracção do ferro
Importância da oxidação e da redução na extracção do ferroImportância da oxidação e da redução na extracção do ferro
Importância da oxidação e da redução na extracção do ferroDébora Neves
 

Destaque (7)

Oxidação e redução
Oxidação e reduçãoOxidação e redução
Oxidação e redução
 
135
135135
135
 
Chemistry Lecture Slide Week 2
Chemistry Lecture Slide Week 2Chemistry Lecture Slide Week 2
Chemistry Lecture Slide Week 2
 
Nox oxirreducao
Nox oxirreducaoNox oxirreducao
Nox oxirreducao
 
Importância da oxidação e da redução na extracção do ferro
Importância da oxidação e da redução na extracção do ferroImportância da oxidação e da redução na extracção do ferro
Importância da oxidação e da redução na extracção do ferro
 
Oxiredução
OxireduçãoOxiredução
Oxiredução
 
Prof.José Roberto - eletrólise
Prof.José Roberto -  eletróliseProf.José Roberto -  eletrólise
Prof.José Roberto - eletrólise
 

Semelhante a Reações de Oxidacao e Redução

Série Eletroquímica: O Caso dos Metais
Série Eletroquímica: O Caso dos MetaisSérie Eletroquímica: O Caso dos Metais
Série Eletroquímica: O Caso dos MetaisVitor Peixoto
 
Quimica analitica -Valdo
 Quimica analitica -Valdo Quimica analitica -Valdo
Quimica analitica -ValdoRock Dellura
 
Relatório experimental iorgânica2
Relatório experimental iorgânica2Relatório experimental iorgânica2
Relatório experimental iorgânica2Rodrigo Sintra
 
Relat. quimica
Relat. quimicaRelat. quimica
Relat. quimicamarcosp08
 
Relat. quimica
Relat. quimicaRelat. quimica
Relat. quimicamarcosp08
 
Síntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratado
Síntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratadoSíntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratado
Síntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratadoRodrigo Miguel
 
Propriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicasPropriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicasCarlos Priante
 
Quimica Analitica - Valdo'
Quimica Analitica - Valdo' Quimica Analitica - Valdo'
Quimica Analitica - Valdo' Rock Dellura
 
Aula prática 2 evidências de reações químicas
Aula prática 2   evidências de reações químicasAula prática 2   evidências de reações químicas
Aula prática 2 evidências de reações químicasprofessoraludmila
 
Determinação de oxigênio dissolvido em água
Determinação de oxigênio dissolvido em águaDeterminação de oxigênio dissolvido em água
Determinação de oxigênio dissolvido em águaRahisa Scussel
 
47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica
47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica
47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetricaaifa230600
 
Química Geral - Acidos, Hidroxidos e Sais
Química Geral - Acidos, Hidroxidos e SaisQuímica Geral - Acidos, Hidroxidos e Sais
Química Geral - Acidos, Hidroxidos e SaisLucas Valente
 
Apost405 2006 final
Apost405 2006 finalApost405 2006 final
Apost405 2006 finalgagasinho
 
Actividade laboratorial 1.2 SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...
Actividade laboratorial 1.2  SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...Actividade laboratorial 1.2  SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...
Actividade laboratorial 1.2 SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...Rui Oliveira
 

Semelhante a Reações de Oxidacao e Redução (20)

Série Eletroquímica: O Caso dos Metais
Série Eletroquímica: O Caso dos MetaisSérie Eletroquímica: O Caso dos Metais
Série Eletroquímica: O Caso dos Metais
 
Quimica analitica -Valdo
 Quimica analitica -Valdo Quimica analitica -Valdo
Quimica analitica -Valdo
 
Relatório experimental iorgânica2
Relatório experimental iorgânica2Relatório experimental iorgânica2
Relatório experimental iorgânica2
 
O ciclo do cobre
O ciclo do cobreO ciclo do cobre
O ciclo do cobre
 
Relat. quimica
Relat. quimicaRelat. quimica
Relat. quimica
 
Relat. quimica
Relat. quimicaRelat. quimica
Relat. quimica
 
Síntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratado
Síntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratadoSíntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratado
Síntese do sulfato de tetra-aminocobre (II) mono-hidratado
 
Relatorio n°12
Relatorio n°12Relatorio n°12
Relatorio n°12
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
Relatorio
Relatorio Relatorio
Relatorio
 
Propriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicasPropriedade química e reações químicas
Propriedade química e reações químicas
 
Quimica Analitica - Valdo'
Quimica Analitica - Valdo' Quimica Analitica - Valdo'
Quimica Analitica - Valdo'
 
Aula prática 2 evidências de reações químicas
Aula prática 2   evidências de reações químicasAula prática 2   evidências de reações químicas
Aula prática 2 evidências de reações químicas
 
Determinação de oxigênio dissolvido em água
Determinação de oxigênio dissolvido em águaDeterminação de oxigênio dissolvido em água
Determinação de oxigênio dissolvido em água
 
47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica
47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica
47029772 relatorio-de-quimica-analitica-analise-gravimetrica
 
Relatório Colóides
Relatório ColóidesRelatório Colóides
Relatório Colóides
 
Química Geral - Acidos, Hidroxidos e Sais
Química Geral - Acidos, Hidroxidos e SaisQuímica Geral - Acidos, Hidroxidos e Sais
Química Geral - Acidos, Hidroxidos e Sais
 
Apost405 2006 final
Apost405 2006 finalApost405 2006 final
Apost405 2006 final
 
Actividade laboratorial 1.2 SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...
Actividade laboratorial 1.2  SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...Actividade laboratorial 1.2  SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...
Actividade laboratorial 1.2 SÍNTESE DO SULFATO DE TETRAAMINACOBRE (II) MONO-...
 
Reações de oxidação
Reações de oxidaçãoReações de oxidação
Reações de oxidação
 

Reações de Oxidacao e Redução

  • 1. UNIVERSIDADE DE MARILIA OXIDAÇÃO E REDUÇÃO MARÍLIA – SP 2015
  • 2. OXIDAÇÃO E REDUÇÃO Trabalho acadêmico apresentado ao Curso de ENGENHARIA CIVIL da Universidade de Marília como requisito parcial para a conclusão da disciplina de QUIMICA TECNOLÓGICA, sob orientação do Dr. Marco Antonio. MARÍLIA 2015 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO........................................................................................................ 4 2. OXIDAÇÃO E REDUÇÃO .................................................................................... 5 2.1. Definição ........................................................................................................5
  • 3. 3. MATERIAIS E MÉTODOS ................................................................................... 6 3.1. Materiais utilizados ........................................................................................ 6 3.2. Reagentes utilizados ....................................................................................... 6 3.3. Métodos..........................................................................................................6 3.3.1. Primeiro Experimento..............................................................................6 3.3.2. Segundo Experimento..............................................................................6 3.3.3. Terceiro Experimento ..............................................................................6 3.3.4. Quarto Experimento.................................................................................7 3.3.5. Quinto Experimento.................................................................................7 4. RESULTADOS E CONCLUSÕES............................................................................ 8 4.1. Resultado Primeiro experimento....................................................................8 4.2. Resultado Segundo experimento.....................................................................8 4.3. Resultado Terceiro experimento.....................................................................8 4.4. Resultado Quarto experimento.......................................................................9 4.5. Resultado Quinto experimento.......................................................................9 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS ................................................................................ 10 6. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS................................................................. 11
  • 4. 1. INTRODUÇÃO Temos por objetivo neste trabalho verificar, experimentalmente, a tendência que apresentam as substâncias químicas à oxidação e à redução, podendo ser substancias agentes redutoras ou agentes oxidantes. As reações transferem elétrons entre as substancias assim resultando em um número maior de oxidação (nox) de uma das substancias envolvidas.
  • 5. 2. OXIDAÇÃO E REDUÇÃO 2.1. Definição Tudo o que reage com oxigênio. Na formação de uma ligação iônica, um dos átomos cede definitivamente elétrons para o outro. Por exemplo: Na + Cl Fe + O Dizemos, então, que o sódio e do Ferro sofreu oxidação, ou seja, perda de elétrons, e o cloro e Oxigênio sofreu redução, ou seja, ganho de elétrons. Evidentemente, os fenômenos de oxidação e redução são sempre simultâneos e constituem a chamada reação de oxi-redução. Resumidamente, podemos concluir que: • Oxidação é a perda de elétrons. • Redução é o ganho de elétrons. • Reação de oxi-redução é quando há transferência de elétrons. Podemos, ainda, agrupar os reagentes principais em dois grupos: • Agente oxidante: aquele que ganha elétrons de outra espécie, ou seja, reduz-se, oxidando a mesma. • Agente redutor: aquele que doa elétrons para a outra espécie, ou seja, oxida-se, reduzindo a mesma. Dessa forma, podemos entender as reações de oxi-redução como um processo dinâmico, onde uma espécie reduz a outra porque se oxida ao mesmo tempo em que só o faz porque a outra se reduz.
  • 6. 3. MATERIAIS E MÉTODOS 3.1. Materiais utilizados  Tubos de ensaio  Estante para tubos de ensaio  Pipeta de Pasteur 3.2. Reagentes utilizados  Solução de permanganato de potássio - KMnO4  Solução de ácido sulfúrico – H2SO4  Água oxigenada – H2O2  Sulfito de Sódio - Na2SO3  Hidróxido de sódio - NaOH  Solução de Dicromato de potássio - K2Cr2O7  Açúcar 3.3. Métodos 3.3.1. Primeiro Experimento Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode permanganatode potássioe 4 gotas de acido. Adicionargotaa gota água oxigenada. Em um segundotubode ensaio,contendoamesmasolução,adicionargotaa gotade sulfitode sódio. 3.3.2. Segundo Experimento Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode permanganatode potássio,adicionargotaagota água oxigenada. E em um segundotubode ensaio,contendoamesmasolução,adicionargotaa gota de sulfitode sódio. 3.3.3. Terceiro Experimento Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode permanganatode potássio,2ml de água e 1 ml de hidróxidode sódio,adicionargotaa gota água oxigenada. Em um segundotubode ensaio,contendoamesmasolução,adicionargotaa gotade sulfitode sódio.
  • 7. 3.3.4. Quarto Experimento Em um tubode ensaiocontendo2ml de soluçãode dicromatode potássioe 4 gotasde acido sulfúrico, adicionargotaagota água oxigenada. 3.3.5. Quinto Experimento Em um tubode ensaiocontendo3ml de soluçãode permanganatode potássioe 2 ml de hidróxido de sódio,adicionaraçúcar.
  • 8. 4. RESULTADOS E CONCLUSÕES 4.1. Resultado Primeiro experimento A soluçãode permanganatode potássioe o acidosulfúrico,de corvioletaforte, emumtudode ensaio.Entãoadicionamosgotaa gota água oxigenadae asolução foi ficandoincolor. Neste experimentoaH2O2 sofreuoxidação,sendo oagente redutore oKMnO4 sofreuredução, sendoo agente oxidante. KMnO4 + H2S04 + H2O2  (CADERNO) No segundotubode ensaiocontendoamesmasolução(permanganatode potássioe acido sulfúrico),foi adicionadoSulfitode Sódio,deixandoasoluçãoincolorrapidamente. 4.2. Resultado Segundo experimento Com apenasa soluçãode permanganatode potássioemumtubode ensaio,asoluçãotinhaumacor violetaforte,fomosadicionandogotaa gota água oxigenada.Observamosque nareaçãohouve um grande desprendimentode gáse liberaçãode calor,alterandosuacor para um marrom. Neste casoo Agente Redutofoi oKMnO4, que sofreuOxidaçãoe agente oxidanteoH2O2, que sofreuRedução. No segundotubode ensaiocontendoamesmasolução(permanganatode potássio),foi adicionado Sulfitode Sódio,onde asoluçãomudourapidamentede cor,ficandomarrom. 4.3. Resultado Terceiro experimento Em um tubode ensaiocontendoasoluçãode permanganatode potássio,águae hidróxidode sódio, adicionamosgotaa gota água oxigenada.Observamosque criouinicialmente umamistura heterogeniacompartículassoltas,logodepoisficouhomogeniacomacor verde,depoisde alguns minutosvoltouaficarheterogenia, umacoramareladoporcima e ummarrom no fundo, com aspectode óleosujo. No segundotubo,contendoamesmasoluçãoinicial,foi adicionadosulfitode sódio,mudandoacor da misturarapidamente paraverde.
  • 9. 4.4. Resultado Quarto experimento Com a soluçãode dicromatode potássioe acido sulfúrico, emumtubode ensaio.Soluçãode cor alaranjada,entãofomos adicionandoáguaoxigenada. Verificamosque asoluçãoobteve inicialmente uma cor verde,depoisazulada,voltandoaterum aspectoverde claroa alaranjada. O dicromatode potassioé reduzido,sendooagente oxidante.Ea água oxigenadaé oxidada,sendoo agente redutor. 4.5. Resultado Quinto experimento Contendoasoluçãode permanganatode potássioe hidróxidode sódioemumtubode ensaio, adicionamosaçúcar. O permanganatode potássiofoi oagente oxidante,sofre redução.Oaçúcar desempenhaopapel de agente redutor,sendooxidadopelopermanganato.
  • 10. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS Em nosso experimento podemos concluir que em uma reação de oxi-redução sempre há perda e ganho simultâneos de elétrons, pois os que são perdidos por um átomo, íon ou molécula são imediatamente recebidos por outros. Este processo de perda e ganho de elétrons alteram os números de oxidação dos elementos da seguinte forma: Na oxidação, o número de oxidação (Nox) do elemento aumenta, pois ele perde elétrons. Na redução, o número de oxidação (Nox) se reduz, pois o elemento ganha elétrons.
  • 11. 6. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS  Feltre, Ricardo. Química Vol.2 – 6. Ed. – São Paulo: Moderna, 2004.