Dsp alimentação racional e desvios alimentares

5.636 visualizações

Publicada em

0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.636
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
524
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dsp alimentação racional e desvios alimentares

  1. 1. Alimentação Racional e Desvios AlimentaresBruna Fernandes e Raquel Longo
  2. 2. IntroduçãoNeste trabalho vamos dar-vos a conhecer um poucomais as doenças mais comuns na adolescência comoa obesidade, a anorexia e a bulimia. Esperemos quefiquem esclarecidas!
  3. 3. Alimentação adequadaPequeno-Almoço Sumo natural de laranja Chá, café ou cevadaLanche da manhã Iogurte ou leite Pão com fiambreAlmoço 1 proteína animal (carne ou peixe) 1 feculento (arroz, massa ou batata) Legumes Sobremesa Gelatina ou queijo frescoLanche da tarde 1 iogurte 1 peça de fruta ou duas bolachas mariaJantar 1 proteína animal (carne ou peixe) Legumes Sobremesa Gelatina ou queijo fresco Beber 1,5l de água por dia
  4. 4. Alimentação equilibradaVariedade Qualidade Moderação
  5. 5. Roda dos AlimentosA roda dos alimentos é uma representaçãográfica criada em 1977, ajuda-nos a escolher e acombinar os alimentos para a alimentação diária.É em forma de círculo, mas em muitos países aroda dá lugar à pirâmide dos alimentos, que naopinião dos especialistas nacionais nãorepresenta aquilo que deve ser uma alimentaçãosaudável, ou seja, completa, equilibrada evariada. É que a pirâmide hierarquiza osalimentos, dando assim mais importância a unsque a outros. E isto não está correcto, pois deve-se dar igual importância a todos os alimentos.
  6. 6. Roda dos Alimentos (antiga)I - Leite e derivadosII - Carne, peixe e ovosIII - Óleos e gordurasIV - Cereais e leguminosasV - Hortaliças, legumes e frutas
  7. 7. Roda dos Alimentos (nova)I- Gorduras e óleosII- LacticíniosIII- Carnes, pescados e ovosIV- LeguminosasV- Cereais e derivados, tubérculosVI- HortícolasVII- FrutaVIII- Água
  8. 8. Obesidade
  9. 9. ObesidadeA obesidade é uma doença crónica em que oexcesso de gordura corporal acumulada podeatingir graus, capazes de afetar a saúde.
  10. 10. Tipos de ObesidadeObesidade Abdominal Obesidade Ginóide-Mais vista nos -Mais vista nashomens; mulheres;-Surge quando a -Surge quando agordura se acumula gordura se acumulana metade superior na metade inferior dodo corpo, sobretudo corpo, sobretudo nasno abdómen. coxas.
  11. 11. Tipos de ObesidadeObesidade genética- a pessoa apresentadistúrbios no seu metabolismo que são inerentesà sua carga genética herdada dos pais.Obesidade nutricional- Deve-se à ingestão dealimentos sem valor nutricional adequado, ouseja, estas pessoas comemalimentos ricos em gordurase pobres em proteínas evitaminas.
  12. 12. Tipos de ObesidadeObesidade comportamental: predominam oserros comportamentais como estilos de vidasedentários, hábitos alimentares inadequados efalta de prática de exercício.Obesidade psicológica: surge devido a problemasde depressão, ansiedade, conflitos emocionais,entre outros. As pessoas tentamresolver os seus problemas através da comida e acabampor criar outro problema,a obesidade.
  13. 13. ObesidadeO Índice de Massa Corporal (IMC), permitesaber se um indivíduo adulto tem baixopeso, peso normal ou excesso de peso.Para calcular o IMC, divide-se o peso emquilogramas pela altura em metroselevada ao quadrado.
  14. 14. ObesidadeOs fatores da obesidade podem ser:-Genéticos: as crianças filhas de pais obesos temmais probabilidades de ser obesas;-Psicológicos: existem pessoas que têm dificuldadesem lidar com a sua vida e encontram na comidaalgum conforto;-Comportamentais:Maus hábitos alimentares;Estilos de vida muito sedentários;Falta de prática de exercício.
  15. 15. ObesidadeMaus hábitos alimentares: A maior parte daspessoas com maus hábitos alimentares, fazempoucas refeições por dia e quando fazem,comem muita comida.Sedentarismo e reduzida prática de exercíciofísico: No caso de algumascrianças e adolescentes, eles estão na escola eo pouco exercício é lá.Em casa centram-sena televisão e nocomputador!
  16. 16. ObesidadeConsequências:-Diabetes;-Problemas de mobilidade;-Problemas a nível de coluna;-Pode provocar diminuição da autoestima;-As pessoas obesas deixam de ter vontade desair à rua.
  17. 17. ObesidadeComo prevenir ?Para prevenir a obesidade devemos ter emconta três aspetos. Alimentação, atividadefísica e comportamento. Devemos ter hábitosalimentares corretos, a alimentação deve servariada e equilibrada, rica em proteínas evitaminas. Devem evitar estar sempre nocomputador e a ver televisão, evitar osedentarismo e fazer exercício físicodiariamente!
  18. 18. Obesidade
  19. 19. Obesidade infantilA obesidade infantil é um dos problemas maisgraves da saúde pública. Muitas vezes os pais,chegam de trabalhar e não estão para “aturar” osfilhos e deixam-nos em frente da televisão ou docomputador. Isso é a pior coisa que podem fazer!
  20. 20. Anorexia
  21. 21. AnorexiaA anorexia nervosa é umdistúrbio alimentar queprovoca mais perda de pesonas pessoas do que éconsiderado saudável paraa idade e altura. Pessoascom anorexia podem termuito medo de ganharpeso, mesmo quando estãoabaixo do peso normal. Elaspodem abusar de dietas ouexercícios, ou usar outrosmétodos para perder peso.
  22. 22. AnorexiaCausas:As causas da anorexianervosa sãodesconhecidas. Váriosfatores provavelmenteestão envolvidos. Osgenes e as hormonaspodem desempenhar umpapel importante no seudesenvolvimento.
  23. 23. AnorexiaOs fatores de risco para a anorexia incluem:-Procurar a perfeição;-Ser viciado em regras;-Dar muita atenção ao peso e à forma física;-Problemas de alimentação quando eracriança;-Baixa autoestima;-Transtorno de ansiedade quando era criança;A anorexia geralmente tem início durante aadolescência ou no início da fase adulta. Émais comum em mulheres, mas também podeser vista em homens. O distúrbio é observadoprincipalmente em mulheres brancas comescolaridade alta e que têm família oupersonalidade focadas em objetivos.
  24. 24. AnorexiaSintomas de Anorexia:-Ter medo de ganhar peso ou ficar gorda,mesmo quando estiver abaixo do peso normal;-Recusar-se a manter o peso no que éconsiderado normal ou aceitável para sua idadee altura;-Ter uma imagem corporal muito distorcida, sermuito focada no peso ou na forma corporal erecusar-se a admitir a gravidade da perda depeso.
  25. 25. AnorexiaAs pessoas com anorexia tem tendência para:-Cortar a comida em pedaços pequenos ou tirá-los do prato em vez de comê-los;-Ir à casa de banho após as refeições;-Recusar-se a comer perto de outras pessoas-Usar comprimidos para reduzir o apetite;Outros sintomas de anorexia podem incluir:-Pele manchada ou amarelada;-Depressão;-Boca seca;-Extrema sensibilidade ao frio (vestir váriascamadas de roupas para ficar aquecido);-Perda de resistência óssea;-Desgaste dos músculos e perda de gorduracorporal.
  26. 26. AnorexiaO maior desafio no tratamento daanorexia nervosa é fazer a pessoareconhecer que tem uma doença. Amaioria das pessoas com anorexianervosa nega que tem um distúrbioalimentar. Em geral, as pessoassomente começam um tratamentoquando a doença é grave.Os objetivos do tratamento para aanorexia são recuperar o peso corporale os hábitos alimentares normais. Umganho de peso de 0,5 a 1,4 kg porsemana é considerado um objetivoseguro.
  27. 27. AnorexiaVários programas foram desenvolvidospara tratar da anorexia. Às vezes, apessoa pode ganhar peso:-Aumentando as atividades sociais;-Reduzindo a atividade física;-Usando programas para alimentação;
  28. 28. AnorexiaA permanência prolongada no hospital podeser necessária:-Se a pessoa tiver perdido muito peso (estarabaixo de 70% do peso corporal ideal parasua idade e altura). Em caso de subnutriçãograve que coloca a vida em risco, a pessoapode precisar de ser alimentada através deuma veia ou por um tubo de alimentação noestômago.-Se a perda de peso continuar, mesmo com otratamento-Se surgirem complicações médicas, comoproblemas cardíacos;-Se a pessoa tiver depressão grave oupensar em cometer suicídio
  29. 29. AnorexiaOs médicos que geralmente estãoenvolvidos nesses programasincluem:-Profissionais de enfermagem;-Médicos;-Nutricionistas;-Psicólogos ou psiquiatras.
  30. 30. Em geral, o tratamento para a anorexia é bastantedifícil e exige um trabalho árduo dos pacientes e dassuas famílias. Muitas terapias podem ser tentadasaté o paciente superar o distúrbio.
  31. 31. AnorexiaDiferentes tipos de psicoterapias são usados para tratarde pessoas com anorexia:-Terapia comportamental cognitiva individual, terapia degrupo e terapia familiar são todas bem sucedidas.-O objetivo da terapia é mudar os pensamentos ou ocomportamento de um paciente para encorajá-lo a comerde maneira mais saudável. Esse tipo de terapia é maisútil para o tratamento de pacientes mais jovens que nãotiveram anorexia por muito tempo.-Se o paciente for jovem, a terapia pode envolver toda afamília. A família é vista como parte da solução, em vezda causa do distúrbio alimentar.-Grupos de apoio também podem fazer parte dotratamento da anorexia. Em grupos de apoio, pacientes efamiliares se encontram e compartilham aquilo pelo quepassam.
  32. 32. AnorexiaMedicamentos, como antidepressivos, antipsicóticose estabilizadores de humor, podem ajudar algunspacientes anoréticos. Por exemplo:-Antidepressivos-Olanzapina (Zyprexa Zydis)-Inibidores seletivos de recaptação da serotonina(ISRSs)Esses medicamentos podem ajudar a tratar adepressão ou a ansiedade. Embora essas drogaspossam ajudar, nenhum medicamento foicomprovado para reduzir o desejo de perder peso.
  33. 33. Bulimia
  34. 34. BulimiaA bulimia é uma doença na qual uma pessoaexagera na ingestão de alimentos ou tem episódiosregulares em que come em excesso e sente perdade controle. Dessa forma, a pessoa afetada usavários métodos, como vómitos ou abuso delaxantes, para impedir o ganho de peso.
  35. 35. BulimiaA bulimia afeta muito mais mulheres do quehomens. O distúrbio é mais comum em mulheresadolescentes e em jovens adultas. A pessoa afetadageralmente está consciente de que o seu padrão dealimentação é anormal e pode sentir medo ou tersentimento de culpa associado aos episódios decomportamento bulímico.A causa exata da bulimia é desconhecida. Fatoresgenéticos, psicológicos, traumáticos, familiares,sociais ou culturais podem contribuir para o seudesenvolvimento. A bulimia provavelmente ocorredevido a mais de um fator.
  36. 36. BulimiaEm geral, pessoas com bulimia comem grandesquantidades de alimentos altamente calóricos,normalmente em segredo. Elas podem sentir faltade controlo sobre sua alimentação durante essesepisódios.Esses excessos levam a uma sensação dedesgosto por si mesmo, o que muitas vezes é acausa para tomarem laxantes e induzirem ovómito.
  37. 37. BulimiaAs pessoas com bulimia tendem a ter um pesonormal, acham sempre que têm excesso de peso.Como o peso da pessoa geralmente está normal,outras pessoas podem não notar esse distúrbioalimentar.Os sintomas desta doença podem incluir:-Fazer exercícios de forma compulsiva;-Descartar embalagens de laxantes, comprimidos para perda de peso,eméticos (medicamentos que provocamvómito) ou diuréticos;-Ir regularmente à casa de banhodepois das refeições;-Comer rapidamente grandes quantidades de alimentos quedesaparecem imediatamente.
  38. 38. BulimiaPessoas com bulimia raramente vão para o hospital,excepto:-Quando os ciclos de comportamento bulímicolevaram à anorexia;-Quando forem necessários medicamentos paraajudar a interromper a purgação;-Quando uma depressão profunda estiver presente.
  39. 39. ConclusãoGostamos muito de realizar este trabalho. Éum tema interessante, e que devemossempre saber como prevenir estas doenças!
  40. 40. http://www.sitebarra.com.br/wp-content/uploads/2013/01/gorda-magra-thinkstock-300-338.jpghttp://www.enut.ufop.br/pet/index.php?option=com_content&view=article&id=80:dez-passos-para-uma-alimentacao-adequada&catid=3:noticias-rapidashttp://saude.sapo.pt/peso-nutricao/dietas/artigos-gerais/para-comer-bem-e-nao-engordar.htmlhttp://alimentacaosaudavel8a.wordpress.com/refeicoes/http://suadieta.com.br/Materias/1450/alimentacao/alimentacao-equilibrada-como-comecarhttp://vidadequalidade.org/como-fazer-uma-dieta-equilibrada/http://pt.wikipedia.org/wiki/Anorexia_nervosahttp://www.minhavida.com.br/saude/temas/anorexiahttp://www.minhavida.com.br/saude/temas/bulimiahttp://www.psicosite.com.br/tra/ali/bulimia.htmhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Bulimia_nervosahttp://pt.wikipedia.org/wiki/Obesidadehttp://obesidade.com.sapo.pt/

×