SlideShare uma empresa Scribd logo

Disturbios alimentares

L
Lima

Este trabalho e sobre os Distúrbios Alimentares e foi realizado por Bruno Lima nº4 8ºC e Tiago Costa Nº22 8ºC da Escola Secundária de S.Pedro da Cova.

1 de 21
Baixar para ler offline
Tema 2
 Alimentação Saudável
 Distúrbio Alimentares
 O IMC
 Doenças decorrentes de uma nutrição desequilibrada:
 Anorexia
 Bulimia
 Obesidade Mórbida
 Pessoas Famosas que já sofreram de distúrbios
  alimentares:
 Mónica Sintra
 Britney Spears
 A Alimentação saudável é a alimentação ou nutrição de comer bem e de
    forma equilibrada para que os adultos mantenham o peso ideal e as
    crianças se desenvolvam bem intelectualmente.
   A alimentação saudável envolve a escolha de alimentos não somente
    para manter o peso ideal, mas também para garantir uma saúde plena.
   A roda dos Alimentos tem 7 grupos de alimentos com dimensões
    diferentes, representando a proporção do peso que, cada um deles,
    devia ter na nossa alimentação diária.
   Muitos alimentos são utilizados na prevenção de doenças específicas ou
    para melhorar aspectos da saúde.
   Alimentação saudável é uma dieta composta de proteínas, gorduras,
    fibras, cálcio e outros minerais.


Índice
 São doenças psiquiátricas estando na sua origem a
             interacção de factores psicológicos, familiares e
             socioculturais. Caracterizam-se, fundamentalmente por
             alterações significativas do comportamento alimentar.
             Alguns exemplos de doenças relacionadas com distúrbios
             alimentares são:
            Anorexia
            Bulimia
            Obesidade Mórbida
            A grande maioria daqueles que sofrem de transtornos
             alimentares são mulheres, adolescentes e jovens.



Índice
 IMC (Índice de Massa Corporal)
 O IMC é um cálculo que leva em consideração o peso corporal e a altura
  da pessoa. O resultado ajuda a saber se a pessoa tem um peso baixo,
  normal ou se pelo contrário tem peso a mais.
 O IMC é calculado dividindo o peso (em kg) pela altura ao quadrado
  (em metros).




                                                               Seguinte
Anterior


Índice

Recomendados

Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresJuliana Costa
 
Alimentos saudáveis e transtornos alimentares jj
Alimentos saudáveis e transtornos alimentares jjAlimentos saudáveis e transtornos alimentares jj
Alimentos saudáveis e transtornos alimentares jjDiogo Ramos
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentaresROSILEIDE
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares Distúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares - Daniela Sousa
 
Anorexia- sintomas e tratamento
Anorexia- sintomas e tratamentoAnorexia- sintomas e tratamento
Anorexia- sintomas e tratamento00199600
 
Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentaresjessicassuncao
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Medicina / Case: Obesidade
Medicina / Case: ObesidadeMedicina / Case: Obesidade
Medicina / Case: Obesidade
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Caso clínico de fome compulsiva tratamento
Caso clínico de fome compulsiva tratamentoCaso clínico de fome compulsiva tratamento
Caso clínico de fome compulsiva tratamento
 
Slide anorexia e bulimia corrigido
Slide anorexia e bulimia corrigidoSlide anorexia e bulimia corrigido
Slide anorexia e bulimia corrigido
 
Anorexia e bulimia
Anorexia e bulimiaAnorexia e bulimia
Anorexia e bulimia
 
Transtornos alimentares
Transtornos alimentaresTranstornos alimentares
Transtornos alimentares
 
Distúrbios alimentares Novo
Distúrbios alimentares NovoDistúrbios alimentares Novo
Distúrbios alimentares Novo
 
Transtorno Alimentar
Transtorno AlimentarTranstorno Alimentar
Transtorno Alimentar
 
A Bulimia
A BulimiaA Bulimia
A Bulimia
 
Nutrição e obesidade- Thaynara Helena
Nutrição e obesidade- Thaynara HelenaNutrição e obesidade- Thaynara Helena
Nutrição e obesidade- Thaynara Helena
 
Distúrbios Alimentares
Distúrbios AlimentaresDistúrbios Alimentares
Distúrbios Alimentares
 
Transtornos Alimentares e Psicoterapia
Transtornos Alimentares e PsicoterapiaTranstornos Alimentares e Psicoterapia
Transtornos Alimentares e Psicoterapia
 
A Obesidade
A ObesidadeA Obesidade
A Obesidade
 
Bulimia
BulimiaBulimia
Bulimia
 
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da CriançaDistúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
Distúrbios Alimentares na Infância - Saúde da Criança
 
Eating Disorder
Eating DisorderEating Disorder
Eating Disorder
 
Alimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª IdadeAlimentação na 3ª Idade
Alimentação na 3ª Idade
 
A Anorexia E Bulimia Power Poimt
A Anorexia E Bulimia Power PoimtA Anorexia E Bulimia Power Poimt
A Anorexia E Bulimia Power Poimt
 

Semelhante a Disturbios alimentares

Semelhante a Disturbios alimentares (20)

Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Bulimia e Anorexia- 1B
Bulimia  e Anorexia- 1BBulimia  e Anorexia- 1B
Bulimia e Anorexia- 1B
 
Obesidade ↖
Obesidade ↖Obesidade ↖
Obesidade ↖
 
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e Bruna Bueno de Almeida...
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e  Bruna Bueno de Almeida...Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e  Bruna Bueno de Almeida...
Trabalho desenvolvido por: Millene Pereira Abrantes e Bruna Bueno de Almeida...
 
Transtorno Alimentar
Transtorno Alimentar Transtorno Alimentar
Transtorno Alimentar
 
Bulimia (i)
Bulimia (i)Bulimia (i)
Bulimia (i)
 
A Bulimia
A BulimiaA Bulimia
A Bulimia
 
Distúrbios alimentares
Distúrbios alimentaresDistúrbios alimentares
Distúrbios alimentares
 
Disturbios alimentares
Disturbios alimentaresDisturbios alimentares
Disturbios alimentares
 
Anorexia e bulimia atualizado
Anorexia e bulimia atualizadoAnorexia e bulimia atualizado
Anorexia e bulimia atualizado
 
Alimentacao saudavel 8o_c_grupo_iv[1]
Alimentacao saudavel 8o_c_grupo_iv[1]Alimentacao saudavel 8o_c_grupo_iv[1]
Alimentacao saudavel 8o_c_grupo_iv[1]
 
Trabalho de ciências bulimia x anorexia
Trabalho de ciências bulimia x anorexiaTrabalho de ciências bulimia x anorexia
Trabalho de ciências bulimia x anorexia
 
Bulimia
BulimiaBulimia
Bulimia
 
106 bulimia
106 bulimia106 bulimia
106 bulimia
 
106 bulimia
106 bulimia106 bulimia
106 bulimia
 
Trabalho desenvolvido por: Mariana Frias e Anna Luísa Mattos
Trabalho desenvolvido por: Mariana Frias e Anna Luísa MattosTrabalho desenvolvido por: Mariana Frias e Anna Luísa Mattos
Trabalho desenvolvido por: Mariana Frias e Anna Luísa Mattos
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Comportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8bComportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8b
 
Anorexia e Bulimia
Anorexia e BulimiaAnorexia e Bulimia
Anorexia e Bulimia
 
Obesidade 2014
Obesidade 2014Obesidade 2014
Obesidade 2014
 

Mais de Lima

Sebastião da gama
Sebastião da gamaSebastião da gama
Sebastião da gamaLima
 
Jorge amado
Jorge amadoJorge amado
Jorge amadoLima
 
Almeida garrett
Almeida garrettAlmeida garrett
Almeida garrettLima
 
Glossaire de alimentation
Glossaire de alimentationGlossaire de alimentation
Glossaire de alimentationLima
 
Emma sjóberg
Emma sjóbergEmma sjóberg
Emma sjóbergLima
 
Area de projecto
Area de projectoArea de projecto
Area de projectoLima
 
Bill Gates
Bill GatesBill Gates
Bill GatesLima
 

Mais de Lima (7)

Sebastião da gama
Sebastião da gamaSebastião da gama
Sebastião da gama
 
Jorge amado
Jorge amadoJorge amado
Jorge amado
 
Almeida garrett
Almeida garrettAlmeida garrett
Almeida garrett
 
Glossaire de alimentation
Glossaire de alimentationGlossaire de alimentation
Glossaire de alimentation
 
Emma sjóberg
Emma sjóbergEmma sjóberg
Emma sjóberg
 
Area de projecto
Area de projectoArea de projecto
Area de projecto
 
Bill Gates
Bill GatesBill Gates
Bill Gates
 

Último

Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 

Disturbios alimentares

  • 2.  Alimentação Saudável  Distúrbio Alimentares  O IMC  Doenças decorrentes de uma nutrição desequilibrada:  Anorexia  Bulimia  Obesidade Mórbida  Pessoas Famosas que já sofreram de distúrbios alimentares:  Mónica Sintra  Britney Spears
  • 3.  A Alimentação saudável é a alimentação ou nutrição de comer bem e de forma equilibrada para que os adultos mantenham o peso ideal e as crianças se desenvolvam bem intelectualmente.  A alimentação saudável envolve a escolha de alimentos não somente para manter o peso ideal, mas também para garantir uma saúde plena.  A roda dos Alimentos tem 7 grupos de alimentos com dimensões diferentes, representando a proporção do peso que, cada um deles, devia ter na nossa alimentação diária.  Muitos alimentos são utilizados na prevenção de doenças específicas ou para melhorar aspectos da saúde.  Alimentação saudável é uma dieta composta de proteínas, gorduras, fibras, cálcio e outros minerais. Índice
  • 4.  São doenças psiquiátricas estando na sua origem a interacção de factores psicológicos, familiares e socioculturais. Caracterizam-se, fundamentalmente por alterações significativas do comportamento alimentar. Alguns exemplos de doenças relacionadas com distúrbios alimentares são:  Anorexia  Bulimia  Obesidade Mórbida  A grande maioria daqueles que sofrem de transtornos alimentares são mulheres, adolescentes e jovens. Índice
  • 5.  IMC (Índice de Massa Corporal)  O IMC é um cálculo que leva em consideração o peso corporal e a altura da pessoa. O resultado ajuda a saber se a pessoa tem um peso baixo, normal ou se pelo contrário tem peso a mais.  O IMC é calculado dividindo o peso (em kg) pela altura ao quadrado (em metros). Seguinte
  • 7.  O que é?  As causas desta doença são principalmente:  A anorexia é uma doença do foro  A pressão da própria pessoa, por psíquico, que se deve a um comportamento alimentar falta de auto-estima; impróprio e que conduz a uma  As críticas ao seu aspecto físico, excessiva perda de peso. por parte dos que a rodeiam;  A população de risco deste  A influência por parte dos distúrbio alimentar são os jovens estilistas de moda e dos entre os 15 e os 20 anos, fabricantes, que fazem principalmente, do sexo tamanhos muito pequenos; feminino. Seguinte
  • 8.  As causas desta doença são  Os comportamentos mais principalmente frequentes são: (Continuação):  A obsessão pela magreza;  A pressão da publicidade  A prática exagerada de exercício alimentar para “aqueles” físico; produtos que conduzem à  A prática de dietas rigorosas; silhueta desejada;  O controlo obsessivo do peso;  A valorização, por parte da  A recusa da ingestão de sociedade actual, do modelo ideal de beleza, marcado pela alimentos; extrema magreza.  O uso de laxantes e diuréticos;  A perda da noção da própria Anterior Seguinte imagem.
  • 9.  Tratamento:  O tratamento desta doença deve ser a psicoterapia, que deve envolver tanto o doente como a própria família e uma equipa de especialistas (psicólogo, nutricionista). O doente só deve ser internado quando está no estado de desnutrição. Anterior Seguinte
  • 11.  O que é?  As causas desta doença são  A Bulimia é uma doença que principalmente: consiste em episódios de  A angustia e o stress; ingestão compulsiva de  Falta de auto-estima; alimentos muito calóricos seguidos de atitudes  Tentativa de neutralizar o inadequadas que compensam sofrimento, causado pela essas calorias ingeridas. A solidão; população de risco é,  Valorização do corpo magro nomeadamente, jovens entre os como ideal de beleza. 15 e os 20 anos do sexo feminino. Seguinte
  • 12.  Os comportamentos mais  Tratamento: frequentes são:  O tratamento, tal como acontece  A ingestão compulsiva de na anorexia, é a psicoterapia que alimentos muito calóricos; envolve tanto o paciente como a  A prática de grandes jejuns; sua família e especialistas de  O uso de diuréticos e laxantes; diversas áreas (psicólogo,  A indução do vómito; nutricionista).  A prática exagerada de exercício físico. Anterior Seguinte
  • 14.  O que é?  As causas desta doença são principalmente:  Obesidade Mórbida é  Comer em excesso Extremamente Elevada, são várias formas de designar uma doença  Comer mal grave que tem como consequência  Falta de exercício principal a redução da qualidade de  Factores psicológicos vida do obeso.  Considera-se que a pessoa sofre de Obesidade quando o IMC é igual ou superior a 40. Seguinte
  • 15.  Tratamento:  Dieta baixa em calorias;  Modificação comportamental;  Aumento da actividade física;  Fármacos anti-obesidade.  Tratamento Cirúrgico Anterior Seguinte
  • 17.  Aos 13 anos, o sonho de entrar para o mundo da música fez com que Mónica Sintra concorresse a um casting para os Onda Choc. Apesar de passar todas as provas com sucesso, um dos responsáveis pelo concurso disse-lhe que não podia fazer parte do grupo porque era mais gordinha do que as restantes raparigas. Índice
  • 18.  Britney disse aos médicos na reabilitação de que sofreu de bulimia desde os 16 anos.  “Nos primeiros dias, ela tomava comprimidos e depois ia tomar o pequeno - almoço ou o almoço. Vomitava tudo o que comia, por isso, naturalmente, os medicamentos não estavam a fazer efeito.” Índice Trabalho Realizado por:
  • 21. Nota: Os videos que estão no nosso trabalho estão na sua pen e perciso de ter os videos para os ver no trabalho.