SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Toxicodependência e doenças
      contemporâneas




                 as
Introdução

Neste trabalho vamos abordar o tema das toxicodependências e das doenças
contemporâneas. Perceber o que é a toxicodependência, o que leva as
pessoas a consumir, que tipo de tratamentos que se podem efetuar, mas
também comportamentos a adoptar perante toxicodependentes.
Quanto às doenças contemporâneas vamos verificar quais são, em que
consistem, as causas e os tratamentos.

 Este trabalho tem como objectivo alertar e informar as pessoas dos perigos
que correm quando adoptam determinados comportamentos e fazem
determinadas escolhas.
Toxicodependência
O que é a Toxicodependência?
A definição de toxicodependência basicamente
assenta na procura e uso compulsivo de uma
substância susceptível de criar dependência,
independentemente das consequências negativas
no âmbito social, psicológico e físico. Embora nem
todas as pessoas que usem drogas se tornem
dependentes, muitas delas acabam mesmo por se
tornar. Milhares de pessoas morrem todos os
anos devido às drogas,
O que leva os jovens a consumir
             droga
• Curiosidade;
• Desejo de viver outras
  experiências;
• Prazer/diversão;
• Desejo de testar limites e
  transgredir regras;
• Pressão dos pares;
• Desafio à autoridade;
• Desejo de afirmação;
• Informação incorrecta ou
  ausência de informação.
Detenção de substâncias no
         organismo
A possibilidade de detecção de substâncias
no organismo vai depender de vários
factores, como:
•quantidade e a qualidade;
•características do indivíduo (peso, altura,
género, capacidade de metabolizarão da
substância no organismo, humor, etc.;
•características do consumo (frequência de
consumo, circunstâncias do consumo, etc.
Tempo exacto da localização de
     algumas drogas no organismo
Álcool
    6-24 h

Anfetaminas
   1-4 dias

Cannabis
   2-5 dias

Cannabis (consumo habitual/diário)
   Mais 2 semanas

Cocaína
   4-5 dias

Ecstasy
   1-3 dias; 3-5 dias (consumo
   habitual)

   Heroína
   8h
Drogas

Álcool




Crack
Cocaína




Cogumelos mágicos
 (alucinogéneos)
Ecstasy




Esferóides
Heroína




LSD (Alucinogéneo)
Morfina




Tabaco
Tratamento para a
           toxicodependência
- Internamento;
- Desintoxicação rápida;
- Internamento de curta e de longa duração;
- Internamento Involuntário;
- Técnicos de Intervenção na Crise;
- Médicos Clínica Geral;
- Psiquiatria;
- Psicoterapia e Psicologia Clínica;
- Terapia Familiar;
- Assistência Social;
- Análises Clínicas de Despiste de Drogas e Álcool;
- Terapeutas de técnicas de Relaxamento;
- Assistência Social e de Integração Socioprofissional.
Comportamentos perante um
         toxicodependente
     Comportamentos negativos

1.   Vigiar o toxicodependente
2.   Dramatizar os primeiros consumos
3.   Recrimina-lo continuamente
4.   Fingir que não da importância ao problema
5.   Permitir que o toxicodependente destrua a vida
6.   Ceder a chantagens
7.   Ameaçar o toxicodependente
8.   Fazer dele uma vitima
9.   Esconder a droga e os seus utensílios
Comportamentos perante um
    toxicodependente
Comportamentos positivos


1.Disponível para ajudar
2.Afecto e compreensão
3.Dialogar e reflectir
4.Impor o mínimo de regras
5.Aplaudir pequenos sucessos
DIZ NÃO
   ÀS
Vídeo
• http://www.youtube.com/watch?v=5aoCuj65FT
Doenças contemporâneas

•   Obesidade
•   Hipertensão
•   Diabetes
•   Osteoporose
•   Cancro
•   Sida
Obesidade

O que é?
•Denomina-se obesidade uma enfermidade caracterizada pelo acúmulo
excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que
traz prejuízos à saúde do indivíduo.
Causas
•Nas diversas etapas do seu desenvolvimento, o organismo humano é o
resultado de diferentes interações entre o seu património genético (herdado de
seus pais e familiares), o ambiente socioeconómico, cultural e educativo e o
seu ambiente individual e familiar. Assim, uma determinada pessoa apresenta
diversas características peculiares que a distinguem, especialmente na sua
saúde e nutrição.

   No ano de 2004, a Organização Mundial de Saúde define a OBESIDADE
como "doença do milénio".
   Ela já é tida com primeira causa de morte evitável no mundo.
Obesidade
•   Tratamento

O tratamento correto consiste na modificação do estilo
   de vida, baseado na dieta, na
   actividade física/exercício físico e na terapêutica
   comportamental/ motivacional.
Se a modificação do estilo de vida não for suficiente
   devem-se utilizar fármacos anti obesidade.



A cirurgia bariátrica (banda e bypass) só são de
   aconselhar quando se trata de uma
   obesidade mórbida..
Hipertensão

•   A hipertensão arterial é uma doença crónica determinada por elevados
    níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração
    tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o
    sangue através dos vasos sanguíneos
•    A tensão arterial óptima situa-se abaixo de 120/80 mm Hg (12 de máxima,
    8 de mínima).
Hipertensão

•  Causas
A obesidade, a vida sedentária, o stress, o consumo excessivo de álcool ou de
   sal são os principais factores de risco. Por outro lado, as doenças renais, as
   mudanças hormonais e o uso de contraceptivos orais também podem
   elevar a tensão.

• Tratamento
Para além do uso de medicamentos, é necessário reduzir o peso, controlar a
   dieta em pessoas com diabetes ou colesterol alto, restringir a ingestão de
   sal e álcool e fazer exercício físico.
Medir a tensão arterial regularmente pode ser suficiente para evitar este
   problema silencioso
Diabetes

O que é?
•A Diabetes é uma doença metabólica crónica, que pode ter várias causas.
•Caracteriza-se pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue. Ao nível de
açúcar no sangue chama-se glicemia. Esta alteração é acompanhada por
outras alterações do metabolismo.
•O açúcar é necessário para o metabolismo de todas as células. Para que ele
seja transportado para dentro das células o nosso pâncreas produz insulina.
•A insulina é uma hormona produzida dentro do pâncreas e a sua função é
captar a glicose da corrente sanguínea e levá-la para as células de todo o
corpo onde será utilizada como energia.
•Qualquer pessoa pode sofrer de Diabetes, no entanto a exposição a fatores
de risco faz com que uns tenham maior probabilidade de desenvolver a doença
que outros.
Diabetes
Causas
•Não controlar a alimentação;
•Não fazer exercício físico;
•Não controlar o consumo de açúcar.




Tratamento

•Embora a Diabetes não tenha cura, um bom controlo da glicemia pode
prolongar a vida e evitar complicações nos diabéticos.
•A prevenção da Diabetes envolve cinco pontos importantes para o controlo da
doença e essencialmente das suas complicações.
Diabetes
•   Conhecer a diabetes



•   Monitorização/vigilância



•   Medicação




•   Alimentação



•   Exercício físico
Osteoporose
•   O que é?

A osteoporose é uma doença óssea sistémica, que por si só não causa
   sintomas, caracterizada por uma densidade mineral óssea (DMO) diminuída
   e alterações da microarquitectura e da resistência ósseas que causam
   aumento da fragilidade óssea e, consequentemente, aumento do risco de
   fracturas.
Osteoporose
Causas
•Aumento da reabsorção óssea
•Diminuição da formação de osso
•Doenças genéticas,
•Doenças endócrinas (hormonais),
•Doenças gastrintestinais,
•Doenças hematológicas (doenças do sangue),
•Doenças auto-imunes (como a artrite reumatóide),
•Deficiências nutricionais,
•Distúrbios alimentares,
•Alcoolismo,
•Doenças crónicas sistémicas.

Tratamento
•Fazer exercícios físicos regularmente;
•Dieta com alimentos ricos em cálcio e vitamina D.
Cancro

•   O que é?

O cancro é a proliferação anormal de células.
O cancro tem início nas células; um conjunto de células forma um tecido e, por
   sua vez, os tecidos formam os órgãos do nosso corpo. Normalmente, as
   células crescem e dividem-se para formar novas células. No seu ciclo de
   vida, as células envelhecem, morrem e são substituídas por novas células.
Algumas vezes, este processo ordeiro e controlado corre mal: formam-se
   células novas, sem que o organismo necessite e, ao mesmo tempo, as
   células velhas não morrem. Este conjunto de células extra forma um tumor.
Nem todos os tumores correspondem a cancro. Os tumores podem ser
   benignos ou malignos.
Cancro
Causas
Globalmente, os factores de risco mais comuns para o cancro, são:
•Envelhecimento.
•Tabaco.
•Luz solar.
•Radiação ionizante.
•Determinados químicos e outras substâncias.
•Alguns vírus e bactérias.
•Determinadas hormonas.
•Álcool.
•Dieta pobre, falta de actividade física ou excesso de peso.

•Muitos destes factores de risco podem ser evitados. Outros, como por exemplo a
história familiar, não podem; como tal, é importante referir sempre ao médico quaisquer
dados clínicos familiares relevantes que existam na família.
•Relativamente aos factores de risco conhecidos, que não sejam "familiares" (como a
exposição excessiva à luz solar, o tabaco, o álcool, a dieta rica em gorduras, a falta de
exercício físico, etc.) deve, sempre que possível, evitá-los.
Cancro
Tipos de cancro
•Cancro Colo-Rectal
•Cancro da Bexiga
•Cancro da Mama
•Cancro da Pele não-Melanoma
•Cancro da Próstata
•Cancro do Cérebro
•Cancro do Colo do Útero
•Cancro do Estômago
•Cancro do Ovário
•Cancro do Pulmão
•Cancro do Rim
•Cancro do Útero
•Leucemia
•Linfoma
•Melanoma
Sida
O que é?
•A SIDA é provocada pelo Vírus da Imunodeficiência
Humana (VIH), que penetra no organismo por contacto
com uma pessoa infectada
.
Causas
•A transmissão pode acontecer de três formas: relações
sexuais; contacto com sangue infectado; de mãe para
filho, durante a gravidez ou o parto e pela amamentação.

Prevenção
•Usar sempre preservativo nas relações sexuais, não
partilhar agulhas, seringas, material usado na preparação
de drogas injectáveis e objectos cortantes (agulhas de
acupunctura, instrumentos para fazer tatuagens e
piercings, de cabeleireiro, estética).
Curiosidades
•   “Osteoporose afecta meio milhão de portugueses”
•   "Cancro, que origina cerca de 40 mil novos doentes todos os anos em
    Portugal“
•   “Sida: 34 mil portugueses infectados.”
•   “Obesidade afecta quase um milhão de portugueses.”
•   "Mais de 380 mil portugueses sofrem de obesidade mórbida. “
•   "Em Portugal, existem cerca de 650 mil portugueses diagnosticados com
    diabetes.“
•   "O estudo revela que existem mais de três milhões de portugueses
    hipertensos, mas apenas um milhão e seiscentos mil têm conhecimento de
    que são doentes.”
Conclusão
•   Neste trabalho abordámos o tema da toxicodependência e também das
    doenças contemporâneas.
•   Concluímos que as drogas são muito prejudiciais à saúde e que provocam
    uma vasta dependência, física e psíquica. Também vimos que o sofrimento
    psicológico é a principal dificuldade no tratamento das pessoas
    dependentes, tornando assim uma reabilitação bastante complicada.
•    Verificamos que muitas doenças comuns são causadas, na maior parte
    das vezes, por estilos de vida sedentários, hábitos alimentares inadequados
    e falta de exercício físico.
Bibliografia

•   http://www.projectobtt.com/forum/index.php?topic=11328.0
•   http://www.roche.pt/sites-tematicos/infocancro/index.cfm
•   http://portaldadiabetes.pt/index.php/pt/a-diabetes
•   http://www.roche.pt/sites-tematicos/osteoporose/oquee/index.cfm
•   http://obesidade.com.sapo.pt/
•   http://medicosdeportugal.saude.sapo.pt/utentes/obesidade/obesidade_doen
    ca_cronica_e_perigosa_saiba_quais_as_bases_para_o_tratamento_1
•   http://saude.sapo.pt/saude-medicina/medicacao-
    doencas/doencas/hipertensao.html
•   http://www.roche.pt/sida/o_que_e_a_sida/
•   http://www.tratamento.pt/?gclid=CPfOtsnqrbUCFeTMtAodBBoAC
•   http://www.google.pt/search?hl=pt
•   http://www.google.pt/search?q=toxicodependentes&hl=pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Alcoolismo (4)
Alcoolismo (4)Alcoolismo (4)
Alcoolismo (4)
 
U. 24 - Toxicodependência
U. 24 - ToxicodependênciaU. 24 - Toxicodependência
U. 24 - Toxicodependência
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)
 
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
 
Drogas e alcool
Drogas e alcool Drogas e alcool
Drogas e alcool
 
Alcoolismo (1)
Alcoolismo (1)Alcoolismo (1)
Alcoolismo (1)
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Prevenção contra o uso de drogas, álcool e fumo.
Prevenção contra o uso de drogas, álcool e fumo.Prevenção contra o uso de drogas, álcool e fumo.
Prevenção contra o uso de drogas, álcool e fumo.
 
Alcoolismo trabalho de português
Alcoolismo   trabalho de portuguêsAlcoolismo   trabalho de português
Alcoolismo trabalho de português
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
 
Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.Liberdade é viver sem drogas.
Liberdade é viver sem drogas.
 
As drogas e seus efeitos
As drogas e seus efeitosAs drogas e seus efeitos
As drogas e seus efeitos
 
O perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power pointO perigo das drogas apresentação power point
O perigo das drogas apresentação power point
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
 
As drogas na adolescência
As drogas na adolescênciaAs drogas na adolescência
As drogas na adolescência
 
Apresentação drogas escola
Apresentação drogas escolaApresentação drogas escola
Apresentação drogas escola
 
Prevenção ao uso de drogas
Prevenção ao uso de drogasPrevenção ao uso de drogas
Prevenção ao uso de drogas
 

Destaque

Toxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 frToxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 frpaulo cunha
 
Toxicodependências
ToxicodependênciasToxicodependências
ToxicodependênciasMsaude
 
Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.Mariana Canastra
 
Obstáculos da vida humana
Obstáculos da vida humanaObstáculos da vida humana
Obstáculos da vida humanaTigas15
 
Toxicodependente e reinserção
Toxicodependente e reinserçãoToxicodependente e reinserção
Toxicodependente e reinserçãoVera Silva
 
Ed Esp OrganizaçõEs Sociedade Civil
Ed Esp OrganizaçõEs Sociedade CivilEd Esp OrganizaçõEs Sociedade Civil
Ed Esp OrganizaçõEs Sociedade CivilProfessora Josete
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na SociedadeOlga Graça
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis
Doenças Sexualmente TransmissiveisDoenças Sexualmente Transmissiveis
Doenças Sexualmente TransmissiveisAlexandra Pereira
 
Organizações da sociedade civil que prestam apoio a
Organizações da sociedade civil que prestam apoio aOrganizações da sociedade civil que prestam apoio a
Organizações da sociedade civil que prestam apoio aR C
 
Trabalho dsp doenças sexualmente transmissíveis
Trabalho  dsp doenças sexualmente transmissíveisTrabalho  dsp doenças sexualmente transmissíveis
Trabalho dsp doenças sexualmente transmissíveisR C
 

Destaque (20)

Toxicodependência
ToxicodependênciaToxicodependência
Toxicodependência
 
Toxicodependencia
ToxicodependenciaToxicodependencia
Toxicodependencia
 
Toxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 frToxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 fr
 
Toxicodependências
ToxicodependênciasToxicodependências
Toxicodependências
 
Toxicodependencia
ToxicodependenciaToxicodependencia
Toxicodependencia
 
Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.Doenças da actualidade e toxicodependências.
Doenças da actualidade e toxicodependências.
 
Drogas e consequencias
Drogas e consequenciasDrogas e consequencias
Drogas e consequencias
 
Criminalidade e toxicodependência no algarve3
Criminalidade e toxicodependência no algarve3Criminalidade e toxicodependência no algarve3
Criminalidade e toxicodependência no algarve3
 
Abcde do diagnóstico para as hepatites virais
Abcde do diagnóstico para as hepatites viraisAbcde do diagnóstico para as hepatites virais
Abcde do diagnóstico para as hepatites virais
 
Obstáculos da vida humana
Obstáculos da vida humanaObstáculos da vida humana
Obstáculos da vida humana
 
Toxicodependente e reinserção
Toxicodependente e reinserçãoToxicodependente e reinserção
Toxicodependente e reinserção
 
Slideshare dst's
Slideshare dst'sSlideshare dst's
Slideshare dst's
 
Ed Esp OrganizaçõEs Sociedade Civil
Ed Esp OrganizaçõEs Sociedade CivilEd Esp OrganizaçõEs Sociedade Civil
Ed Esp OrganizaçõEs Sociedade Civil
 
Joelma Valverde
Joelma ValverdeJoelma Valverde
Joelma Valverde
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
 
Cidadania europeia
Cidadania europeiaCidadania europeia
Cidadania europeia
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis
Doenças Sexualmente TransmissiveisDoenças Sexualmente Transmissiveis
Doenças Sexualmente Transmissiveis
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
 
Organizações da sociedade civil que prestam apoio a
Organizações da sociedade civil que prestam apoio aOrganizações da sociedade civil que prestam apoio a
Organizações da sociedade civil que prestam apoio a
 
Trabalho dsp doenças sexualmente transmissíveis
Trabalho  dsp doenças sexualmente transmissíveisTrabalho  dsp doenças sexualmente transmissíveis
Trabalho dsp doenças sexualmente transmissíveis
 

Semelhante a Toxicodependência e doenças contemporâneas

Semelhante a Toxicodependência e doenças contemporâneas (20)

Habitos vida prejudiciais
Habitos vida prejudiciaisHabitos vida prejudiciais
Habitos vida prejudiciais
 
Apresentação hipercolesterolemia
Apresentação hipercolesterolemiaApresentação hipercolesterolemia
Apresentação hipercolesterolemia
 
Apresentação hipercolesterolemia
Apresentação hipercolesterolemiaApresentação hipercolesterolemia
Apresentação hipercolesterolemia
 
DoençAsrelacionadascomamáAlimentaçãO
DoençAsrelacionadascomamáAlimentaçãODoençAsrelacionadascomamáAlimentaçãO
DoençAsrelacionadascomamáAlimentaçãO
 
Grupo4_Obesidade
Grupo4_ObesidadeGrupo4_Obesidade
Grupo4_Obesidade
 
E-book Síndrome Metabólica. Muito comum, mas pouco conhecida
E-book Síndrome Metabólica. Muito comum, mas pouco conhecidaE-book Síndrome Metabólica. Muito comum, mas pouco conhecida
E-book Síndrome Metabólica. Muito comum, mas pouco conhecida
 
DistúRbios Alimentares
DistúRbios AlimentaresDistúRbios Alimentares
DistúRbios Alimentares
 
Obesidade controlada
Obesidade controladaObesidade controlada
Obesidade controlada
 
Comportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8bComportamentos Alimentares 8b
Comportamentos Alimentares 8b
 
Estilos de vida saudáveis
Estilos de vida saudáveisEstilos de vida saudáveis
Estilos de vida saudáveis
 
Cra
CraCra
Cra
 
Cra
CraCra
Cra
 
Comportamentos_de_risco_na_adolescencia[1]
 Comportamentos_de_risco_na_adolescencia[1] Comportamentos_de_risco_na_adolescencia[1]
Comportamentos_de_risco_na_adolescencia[1]
 
Cra
CraCra
Cra
 
Comportamentos de risco_na_adolescencia[1]
Comportamentos de risco_na_adolescencia[1]Comportamentos de risco_na_adolescencia[1]
Comportamentos de risco_na_adolescencia[1]
 
Comportamentos de risco na adolescência
Comportamentos de risco na adolescênciaComportamentos de risco na adolescência
Comportamentos de risco na adolescência
 
Cra
CraCra
Cra
 
CRA
CRACRA
CRA
 
Anorexia
AnorexiaAnorexia
Anorexia
 
intro Diabetes e Obesidade.pptx
intro Diabetes e Obesidade.pptxintro Diabetes e Obesidade.pptx
intro Diabetes e Obesidade.pptx
 

Mais de R C

Ortomolecular em esteticismo1
Ortomolecular em esteticismo1Ortomolecular em esteticismo1
Ortomolecular em esteticismo1R C
 
Higiene na profissão de esteticismo
Higiene na profissão de esteticismoHigiene na profissão de esteticismo
Higiene na profissão de esteticismoR C
 
Planeamento familiar
Planeamento familiarPlaneamento familiar
Planeamento familiarR C
 
Atividade fisica e repouso clarisse e catia
Atividade fisica e repouso clarisse e catiaAtividade fisica e repouso clarisse e catia
Atividade fisica e repouso clarisse e catiaR C
 
Dsp alimentação racional e desvios alimentares
Dsp alimentação racional e desvios alimentaresDsp alimentação racional e desvios alimentares
Dsp alimentação racional e desvios alimentaresR C
 
15 25abril
15 25abril15 25abril
15 25abrilR C
 
14 estadonovo
14 estadonovo14 estadonovo
14 estadonovoR C
 
13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode
13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode
13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaodeR C
 
11 daindependnciadobrasilslutasliberaise
11 daindependnciadobrasilslutasliberaise11 daindependnciadobrasilslutasliberaise
11 daindependnciadobrasilslutasliberaiseR C
 
10 revliberal1820
10 revliberal182010 revliberal1820
10 revliberal1820R C
 
9 dauniãoibérica
9 dauniãoibérica9 dauniãoibérica
9 dauniãoibéricaR C
 
12 portugalnasegundametadedoseculoxix
12 portugalnasegundametadedoseculoxix12 portugalnasegundametadedoseculoxix
12 portugalnasegundametadedoseculoxixR C
 
7 arevoluode1383-85
7 arevoluode1383-857 arevoluode1383-85
7 arevoluode1383-85R C
 
6 portugalsecx ii-igrupossociais
6 portugalsecx ii-igrupossociais6 portugalsecx ii-igrupossociais
6 portugalsecx ii-igrupossociaisR C
 
8 aexpansaoportuguesa
8 aexpansaoportuguesa8 aexpansaoportuguesa
8 aexpansaoportuguesaR C
 
5 portugalnoséculo xiii
5 portugalnoséculo xiii5 portugalnoséculo xiii
5 portugalnoséculo xiiiR C
 
4 aformaodoreinodeportugal
4 aformaodoreinodeportugal4 aformaodoreinodeportugal
4 aformaodoreinodeportugalR C
 
3 osmuçulmanos na pi
3 osmuçulmanos na pi3 osmuçulmanos na pi
3 osmuçulmanos na piR C
 
1 ambientenaturaleprimeirospovos
1 ambientenaturaleprimeirospovos1 ambientenaturaleprimeirospovos
1 ambientenaturaleprimeirospovosR C
 
2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibéricaR C
 

Mais de R C (20)

Ortomolecular em esteticismo1
Ortomolecular em esteticismo1Ortomolecular em esteticismo1
Ortomolecular em esteticismo1
 
Higiene na profissão de esteticismo
Higiene na profissão de esteticismoHigiene na profissão de esteticismo
Higiene na profissão de esteticismo
 
Planeamento familiar
Planeamento familiarPlaneamento familiar
Planeamento familiar
 
Atividade fisica e repouso clarisse e catia
Atividade fisica e repouso clarisse e catiaAtividade fisica e repouso clarisse e catia
Atividade fisica e repouso clarisse e catia
 
Dsp alimentação racional e desvios alimentares
Dsp alimentação racional e desvios alimentaresDsp alimentação racional e desvios alimentares
Dsp alimentação racional e desvios alimentares
 
15 25abril
15 25abril15 25abril
15 25abril
 
14 estadonovo
14 estadonovo14 estadonovo
14 estadonovo
 
13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode
13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode
13 daquedadamonarquiaimplantaodarepblicaapresentaode
 
11 daindependnciadobrasilslutasliberaise
11 daindependnciadobrasilslutasliberaise11 daindependnciadobrasilslutasliberaise
11 daindependnciadobrasilslutasliberaise
 
10 revliberal1820
10 revliberal182010 revliberal1820
10 revliberal1820
 
9 dauniãoibérica
9 dauniãoibérica9 dauniãoibérica
9 dauniãoibérica
 
12 portugalnasegundametadedoseculoxix
12 portugalnasegundametadedoseculoxix12 portugalnasegundametadedoseculoxix
12 portugalnasegundametadedoseculoxix
 
7 arevoluode1383-85
7 arevoluode1383-857 arevoluode1383-85
7 arevoluode1383-85
 
6 portugalsecx ii-igrupossociais
6 portugalsecx ii-igrupossociais6 portugalsecx ii-igrupossociais
6 portugalsecx ii-igrupossociais
 
8 aexpansaoportuguesa
8 aexpansaoportuguesa8 aexpansaoportuguesa
8 aexpansaoportuguesa
 
5 portugalnoséculo xiii
5 portugalnoséculo xiii5 portugalnoséculo xiii
5 portugalnoséculo xiii
 
4 aformaodoreinodeportugal
4 aformaodoreinodeportugal4 aformaodoreinodeportugal
4 aformaodoreinodeportugal
 
3 osmuçulmanos na pi
3 osmuçulmanos na pi3 osmuçulmanos na pi
3 osmuçulmanos na pi
 
1 ambientenaturaleprimeirospovos
1 ambientenaturaleprimeirospovos1 ambientenaturaleprimeirospovos
1 ambientenaturaleprimeirospovos
 
2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica
 

Toxicodependência e doenças contemporâneas

  • 1. Toxicodependência e doenças contemporâneas as
  • 2. Introdução Neste trabalho vamos abordar o tema das toxicodependências e das doenças contemporâneas. Perceber o que é a toxicodependência, o que leva as pessoas a consumir, que tipo de tratamentos que se podem efetuar, mas também comportamentos a adoptar perante toxicodependentes. Quanto às doenças contemporâneas vamos verificar quais são, em que consistem, as causas e os tratamentos. Este trabalho tem como objectivo alertar e informar as pessoas dos perigos que correm quando adoptam determinados comportamentos e fazem determinadas escolhas.
  • 4. O que é a Toxicodependência? A definição de toxicodependência basicamente assenta na procura e uso compulsivo de uma substância susceptível de criar dependência, independentemente das consequências negativas no âmbito social, psicológico e físico. Embora nem todas as pessoas que usem drogas se tornem dependentes, muitas delas acabam mesmo por se tornar. Milhares de pessoas morrem todos os anos devido às drogas,
  • 5. O que leva os jovens a consumir droga • Curiosidade; • Desejo de viver outras experiências; • Prazer/diversão; • Desejo de testar limites e transgredir regras; • Pressão dos pares; • Desafio à autoridade; • Desejo de afirmação; • Informação incorrecta ou ausência de informação.
  • 6. Detenção de substâncias no organismo A possibilidade de detecção de substâncias no organismo vai depender de vários factores, como: •quantidade e a qualidade; •características do indivíduo (peso, altura, género, capacidade de metabolizarão da substância no organismo, humor, etc.; •características do consumo (frequência de consumo, circunstâncias do consumo, etc.
  • 7. Tempo exacto da localização de algumas drogas no organismo Álcool 6-24 h Anfetaminas 1-4 dias Cannabis 2-5 dias Cannabis (consumo habitual/diário) Mais 2 semanas Cocaína 4-5 dias Ecstasy 1-3 dias; 3-5 dias (consumo habitual) Heroína 8h
  • 13. Tratamento para a toxicodependência - Internamento; - Desintoxicação rápida; - Internamento de curta e de longa duração; - Internamento Involuntário; - Técnicos de Intervenção na Crise; - Médicos Clínica Geral; - Psiquiatria; - Psicoterapia e Psicologia Clínica; - Terapia Familiar; - Assistência Social; - Análises Clínicas de Despiste de Drogas e Álcool; - Terapeutas de técnicas de Relaxamento; - Assistência Social e de Integração Socioprofissional.
  • 14. Comportamentos perante um toxicodependente Comportamentos negativos 1. Vigiar o toxicodependente 2. Dramatizar os primeiros consumos 3. Recrimina-lo continuamente 4. Fingir que não da importância ao problema 5. Permitir que o toxicodependente destrua a vida 6. Ceder a chantagens 7. Ameaçar o toxicodependente 8. Fazer dele uma vitima 9. Esconder a droga e os seus utensílios
  • 15. Comportamentos perante um toxicodependente Comportamentos positivos 1.Disponível para ajudar 2.Afecto e compreensão 3.Dialogar e reflectir 4.Impor o mínimo de regras 5.Aplaudir pequenos sucessos
  • 16. DIZ NÃO ÀS
  • 18. Doenças contemporâneas • Obesidade • Hipertensão • Diabetes • Osteoporose • Cancro • Sida
  • 19. Obesidade O que é? •Denomina-se obesidade uma enfermidade caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. Causas •Nas diversas etapas do seu desenvolvimento, o organismo humano é o resultado de diferentes interações entre o seu património genético (herdado de seus pais e familiares), o ambiente socioeconómico, cultural e educativo e o seu ambiente individual e familiar. Assim, uma determinada pessoa apresenta diversas características peculiares que a distinguem, especialmente na sua saúde e nutrição. No ano de 2004, a Organização Mundial de Saúde define a OBESIDADE como "doença do milénio". Ela já é tida com primeira causa de morte evitável no mundo.
  • 20. Obesidade • Tratamento O tratamento correto consiste na modificação do estilo de vida, baseado na dieta, na actividade física/exercício físico e na terapêutica comportamental/ motivacional. Se a modificação do estilo de vida não for suficiente devem-se utilizar fármacos anti obesidade. A cirurgia bariátrica (banda e bypass) só são de aconselhar quando se trata de uma obesidade mórbida..
  • 21. Hipertensão • A hipertensão arterial é uma doença crónica determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos • A tensão arterial óptima situa-se abaixo de 120/80 mm Hg (12 de máxima, 8 de mínima).
  • 22. Hipertensão • Causas A obesidade, a vida sedentária, o stress, o consumo excessivo de álcool ou de sal são os principais factores de risco. Por outro lado, as doenças renais, as mudanças hormonais e o uso de contraceptivos orais também podem elevar a tensão. • Tratamento Para além do uso de medicamentos, é necessário reduzir o peso, controlar a dieta em pessoas com diabetes ou colesterol alto, restringir a ingestão de sal e álcool e fazer exercício físico. Medir a tensão arterial regularmente pode ser suficiente para evitar este problema silencioso
  • 23. Diabetes O que é? •A Diabetes é uma doença metabólica crónica, que pode ter várias causas. •Caracteriza-se pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue. Ao nível de açúcar no sangue chama-se glicemia. Esta alteração é acompanhada por outras alterações do metabolismo. •O açúcar é necessário para o metabolismo de todas as células. Para que ele seja transportado para dentro das células o nosso pâncreas produz insulina. •A insulina é uma hormona produzida dentro do pâncreas e a sua função é captar a glicose da corrente sanguínea e levá-la para as células de todo o corpo onde será utilizada como energia. •Qualquer pessoa pode sofrer de Diabetes, no entanto a exposição a fatores de risco faz com que uns tenham maior probabilidade de desenvolver a doença que outros.
  • 24. Diabetes Causas •Não controlar a alimentação; •Não fazer exercício físico; •Não controlar o consumo de açúcar. Tratamento •Embora a Diabetes não tenha cura, um bom controlo da glicemia pode prolongar a vida e evitar complicações nos diabéticos. •A prevenção da Diabetes envolve cinco pontos importantes para o controlo da doença e essencialmente das suas complicações.
  • 25. Diabetes • Conhecer a diabetes • Monitorização/vigilância • Medicação • Alimentação • Exercício físico
  • 26. Osteoporose • O que é? A osteoporose é uma doença óssea sistémica, que por si só não causa sintomas, caracterizada por uma densidade mineral óssea (DMO) diminuída e alterações da microarquitectura e da resistência ósseas que causam aumento da fragilidade óssea e, consequentemente, aumento do risco de fracturas.
  • 27. Osteoporose Causas •Aumento da reabsorção óssea •Diminuição da formação de osso •Doenças genéticas, •Doenças endócrinas (hormonais), •Doenças gastrintestinais, •Doenças hematológicas (doenças do sangue), •Doenças auto-imunes (como a artrite reumatóide), •Deficiências nutricionais, •Distúrbios alimentares, •Alcoolismo, •Doenças crónicas sistémicas. Tratamento •Fazer exercícios físicos regularmente; •Dieta com alimentos ricos em cálcio e vitamina D.
  • 28. Cancro • O que é? O cancro é a proliferação anormal de células. O cancro tem início nas células; um conjunto de células forma um tecido e, por sua vez, os tecidos formam os órgãos do nosso corpo. Normalmente, as células crescem e dividem-se para formar novas células. No seu ciclo de vida, as células envelhecem, morrem e são substituídas por novas células. Algumas vezes, este processo ordeiro e controlado corre mal: formam-se células novas, sem que o organismo necessite e, ao mesmo tempo, as células velhas não morrem. Este conjunto de células extra forma um tumor. Nem todos os tumores correspondem a cancro. Os tumores podem ser benignos ou malignos.
  • 29. Cancro Causas Globalmente, os factores de risco mais comuns para o cancro, são: •Envelhecimento. •Tabaco. •Luz solar. •Radiação ionizante. •Determinados químicos e outras substâncias. •Alguns vírus e bactérias. •Determinadas hormonas. •Álcool. •Dieta pobre, falta de actividade física ou excesso de peso. •Muitos destes factores de risco podem ser evitados. Outros, como por exemplo a história familiar, não podem; como tal, é importante referir sempre ao médico quaisquer dados clínicos familiares relevantes que existam na família. •Relativamente aos factores de risco conhecidos, que não sejam "familiares" (como a exposição excessiva à luz solar, o tabaco, o álcool, a dieta rica em gorduras, a falta de exercício físico, etc.) deve, sempre que possível, evitá-los.
  • 30. Cancro Tipos de cancro •Cancro Colo-Rectal •Cancro da Bexiga •Cancro da Mama •Cancro da Pele não-Melanoma •Cancro da Próstata •Cancro do Cérebro •Cancro do Colo do Útero •Cancro do Estômago •Cancro do Ovário •Cancro do Pulmão •Cancro do Rim •Cancro do Útero •Leucemia •Linfoma •Melanoma
  • 31. Sida O que é? •A SIDA é provocada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), que penetra no organismo por contacto com uma pessoa infectada . Causas •A transmissão pode acontecer de três formas: relações sexuais; contacto com sangue infectado; de mãe para filho, durante a gravidez ou o parto e pela amamentação. Prevenção •Usar sempre preservativo nas relações sexuais, não partilhar agulhas, seringas, material usado na preparação de drogas injectáveis e objectos cortantes (agulhas de acupunctura, instrumentos para fazer tatuagens e piercings, de cabeleireiro, estética).
  • 32. Curiosidades • “Osteoporose afecta meio milhão de portugueses” • "Cancro, que origina cerca de 40 mil novos doentes todos os anos em Portugal“ • “Sida: 34 mil portugueses infectados.” • “Obesidade afecta quase um milhão de portugueses.” • "Mais de 380 mil portugueses sofrem de obesidade mórbida. “ • "Em Portugal, existem cerca de 650 mil portugueses diagnosticados com diabetes.“ • "O estudo revela que existem mais de três milhões de portugueses hipertensos, mas apenas um milhão e seiscentos mil têm conhecimento de que são doentes.”
  • 33. Conclusão • Neste trabalho abordámos o tema da toxicodependência e também das doenças contemporâneas. • Concluímos que as drogas são muito prejudiciais à saúde e que provocam uma vasta dependência, física e psíquica. Também vimos que o sofrimento psicológico é a principal dificuldade no tratamento das pessoas dependentes, tornando assim uma reabilitação bastante complicada. • Verificamos que muitas doenças comuns são causadas, na maior parte das vezes, por estilos de vida sedentários, hábitos alimentares inadequados e falta de exercício físico.
  • 34. Bibliografia • http://www.projectobtt.com/forum/index.php?topic=11328.0 • http://www.roche.pt/sites-tematicos/infocancro/index.cfm • http://portaldadiabetes.pt/index.php/pt/a-diabetes • http://www.roche.pt/sites-tematicos/osteoporose/oquee/index.cfm • http://obesidade.com.sapo.pt/ • http://medicosdeportugal.saude.sapo.pt/utentes/obesidade/obesidade_doen ca_cronica_e_perigosa_saiba_quais_as_bases_para_o_tratamento_1 • http://saude.sapo.pt/saude-medicina/medicacao- doencas/doencas/hipertensao.html • http://www.roche.pt/sida/o_que_e_a_sida/ • http://www.tratamento.pt/?gclid=CPfOtsnqrbUCFeTMtAodBBoAC • http://www.google.pt/search?hl=pt • http://www.google.pt/search?q=toxicodependentes&hl=pt