PORTO E O PRESENTEPORTO E O PRESENTE
Volume de Tráfego anual superior a 6.000.000 de toneladas;
Ritmo médio de carga/desca...
O PORTO DE LUANDAO PORTO DE LUANDA
O Porto de Luanda é o mais importante porto
de Angola, movimentando mais de 80% do
tráf...
O NOSSO HINTERLANDO NOSSO HINTERLAND
O Porto de Luanda é o principal
centro de escoamento de
mercadorias para toda a parte...
3.200 metros de cais acostável
4 Grandes Terminais
17 Postos de acostagem (incluindo 5 da Sonils)
10 armazéns
Fundos varia...
DIVISDIVISÃÃO DO ESPAO DO ESPAÇÇO NO PORTOO NO PORTO
OrganizaOrganizaçãção Administrativa da A EPLo Administrativa da A EPL
Um CA composto por 5 membros
Estrutura organica mod...
SituaSituaçãção financeira da A EPLo financeira da A EPL
É um porto rentável, com uma receita média anual
dos últimos 2 an...
SeguranSegurançça Portua Portuááriaria
É um porto seguro e certificado pelas normas do
Código ISPS
Implementação do sistem...
• Mercadorias Manuseadas : 6.013.695 Tons
• Carga Geral: 3.031.688 Tons (50,4%)
• Contentores : 444.867 Teus (49,6%)
• Via...
ESTATÍSTICA – 2003 – 2007
• Mercadorias manuseadas: 3.168.934 Tons
• Carga a Granel : 2.956.059 Tons
• Contentores : 287.298 Teus
• Viaturas : 27.88...
PORTO E O FUTURO : DesafiosPORTO E O FUTURO : Desafios
Um Porto Moderno;
Melhorar o ritmo de carga e descarga das
mercador...
PORTO E O FUTURO : DesafiosPORTO E O FUTURO : Desafios
Segurança marítima (Certificação definitiva do
Código ISPS)
Interli...
PLANO ESTRATPLANO ESTRATÉÉGICOGICO
20062006‐‐20102010
O Porto de Luanda será um Porto de
referência entre todos os Portos Africanos
Queremos ser avaliados pelos Clientes e pela...
Facilitar o crescimento da economia angolana.
Melhorar a qualidade e o preço dos serviços
portuários, marítimos, intermoda...
VALORESVALORES
Os Novos ConcessionOs Novos Concessionáários: Desafiosrios: Desafios
‐ Modernização
‐ Eficiência
‐ EficáciaOrganização
‐Me...
1. Continuar a implementar o Plano Estratégico 2006‐2010
(Visão: Colocar o Porto entre os melhores de África)
2. Concluir ...
5. Melhorar as capacidades energéticas para o porto
6. Melhoramento das Telecomunicações
7. Maior envolvimento da Comunida...
1. Construção de um Terminal de Contentores com 300 metros de cais
2. Reabilitação das infra‐estruturas (cais e terrapleno...
INVESTIMENTOS PREVISTOS ATINVESTIMENTOS PREVISTOS ATÉÉ 20102010
USD: 105 MILHÕES
Total investido: USD 21.000.000
Este mont...
TERM. CARGA GERAL: Layout
TERMINAL DE CARGA GERAL: Futuro
TERMINAL DE CONTENTORES: Layout
28
Escritórios e Portaria do TC
Futuro TC
TERMINAL POLIVALENTE
PROJECPROJECÇÃÇÃO DO TRO DO TRÁÁFEGOFEGO
7,4MilhõesdeTONS
9,6MilhõesdeTONS
12MilhõesdeTONS
MUITO OBRIGADOMUITO OBRIGADO
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda

580 visualizações

Publicada em

O Porto de Leixões e a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) organizaram, a 25 e 26 de Setembro de 2008, o "I Encontro de Portos da CPLP", sob o lema “Estreitando Relações Comerciais e de Cooperação no Espaço da Lusofonia”. O evento decorreu no Auditório Infante D. Henrique, em Leça de Palmeira.
Com o evento pretendeu-se abrir um espaço e um tempo de reflexão comum, estabelecendo ou estreitando laços de conhecimento e amizade e criando meios para uma maior aproximação, cooperação e parceria entre todos na discussão de questões de interesses recíprocos e sob a égide da mesma língua que todos falam.
Os objectivos propugnados neste encontro pioneiro vieram a concretizar-se a 13 de Maio de 2011, com a constituição da Associação dos Portos de Língua Portuguesa - APLOP.

Divulgamos a apresentação de suporte à intervenção de Sílvio Barros Vinhas, Presidente do Porto de Luanda, Angola, no I Encontro de Portos da CPLP.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda

  1. 1. PORTO E O PRESENTEPORTO E O PRESENTE Volume de Tráfego anual superior a 6.000.000 de toneladas; Ritmo médio de carga/descarga de 1.000 Tons/Dia (carga Geral); Ritmo médio de carga/descarga de 192 Contentores/Dia por navio; Situação financeira estável; Manuseia 85% da Carga que chega ao País; Alguma dificuldade operacional, devido ao elevado volume de tráfego que chega ao pais Média de chegada de 2 a 3 navios/dia (de Longo Curso) Dificuldade de acesso ao Hinterland; Zona de expansão limitada 1º Encontro dos Portos da CPLP Leixões 25‐26 de Setembro de 2008 O PORTO DE LUANDA E O FUTURO
  2. 2. O PORTO DE LUANDAO PORTO DE LUANDA O Porto de Luanda é o mais importante porto de Angola, movimentando mais de 80% do tráfego marítimo de e para Angola. Está localizado a 8º47’ de latitude Sul e a 13º14’ de Longitude Este. É um porto natural com excelentes condições para receber navios em qualquer época do ano. Ocupa o 10º lugar no ranking dos portos africanos, em termos de movimentação de contentores É o 5º a nivel da região Oeste de África.
  3. 3. O NOSSO HINTERLANDO NOSSO HINTERLAND O Porto de Luanda é o principal centro de escoamento de mercadorias para toda a parte norte, compreendendo as províncias de: Luanda, K. Norte, Uige, Zaire, Malange, Bengo e Lunda Norte, um universo de mais de 6 milhões de consumidores.
  4. 4. 3.200 metros de cais acostável 4 Grandes Terminais 17 Postos de acostagem (incluindo 5 da Sonils) 10 armazéns Fundos variam entre 3,5 e 5,5 ‐ 10,5 e 12,5 metros 1.358.770 m2 de terraplenos DIMENSDIMENSÕÕES E INFRAES E INFRA‐‐ESTRUTURASESTRUTURAS
  5. 5. DIVISDIVISÃÃO DO ESPAO DO ESPAÇÇO NO PORTOO NO PORTO
  6. 6. OrganizaOrganizaçãção Administrativa da A EPLo Administrativa da A EPL Um CA composto por 5 membros Estrutura organica moderna Quadro de carreiras definido Aposta na formação dos quadros (Centro de Formação), com investimento supeior a meio milhão de dólares/ano
  7. 7. SituaSituaçãção financeira da A EPLo financeira da A EPL É um porto rentável, com uma receita média anual dos últimos 2 anos superior a USD 140 milhões GIAF/GCP (Sistema de Gestão Integrado Adminsitrativo e Financeiro/Gestão Comercial Portuária)
  8. 8. SeguranSegurançça Portua Portuááriaria É um porto seguro e certificado pelas normas do Código ISPS Implementação do sistema CCTV em todo o Porto
  9. 9. • Mercadorias Manuseadas : 6.013.695 Tons • Carga Geral: 3.031.688 Tons (50,4%) • Contentores : 444.867 Teus (49,6%) • Viaturas : 67.509 • Tráfego de Navios: 4.199 (dos quais 692 de Longo Curso,: e os restantes de Cabotagem e de Apoio a Actividade Petrolífera) • Crescimento do movimento de mercadorias de 10% face ao ano de 2006 TRTRÁÁFEGOFEGO –– 20072007
  10. 10. ESTATÍSTICA – 2003 – 2007
  11. 11. • Mercadorias manuseadas: 3.168.934 Tons • Carga a Granel : 2.956.059 Tons • Contentores : 287.298 Teus • Viaturas : 27.886 • Tráfego de Navios: 2.056 (dos quais 366 de Longo Curso,: e os restantes de Cabotagem e de Apoio a Actividade Petrolífera) • Crescimento do movimento de mercadorias de 8% face ao 1º Semestre de 2007 TRTRÁÁFEGOFEGO –– 11ºº Semestre 2008Semestre 2008
  12. 12. PORTO E O FUTURO : DesafiosPORTO E O FUTURO : Desafios Um Porto Moderno; Melhorar o ritmo de carga e descarga das mercadorias; Redução dos tempos de espera dos Navios
  13. 13. PORTO E O FUTURO : DesafiosPORTO E O FUTURO : Desafios Segurança marítima (Certificação definitiva do Código ISPS) Interligação com os acessos rodo‐ferroviários e servir todo seu Hinterland
  14. 14. PLANO ESTRATPLANO ESTRATÉÉGICOGICO 20062006‐‐20102010
  15. 15. O Porto de Luanda será um Porto de referência entre todos os Portos Africanos Queremos ser avaliados pelos Clientes e pela Comunidade pela nossa Liderança e Excelência. VISVISÃÃOO
  16. 16. Facilitar o crescimento da economia angolana. Melhorar a qualidade e o preço dos serviços portuários, marítimos, intermodais e logísticos que favoreçam o desenvolvimento económico e social da área de influência do Porto de Luanda MISSMISSÃÃOO
  17. 17. VALORESVALORES
  18. 18. Os Novos ConcessionOs Novos Concessionáários: Desafiosrios: Desafios ‐ Modernização ‐ Eficiência ‐ EficáciaOrganização ‐Melhor rendimento operativo ‐ Serviços de qualidade e de baixo custo
  19. 19. 1. Continuar a implementar o Plano Estratégico 2006‐2010 (Visão: Colocar o Porto entre os melhores de África) 2. Concluir a reabilitação da rede de abastecimento de água interior do Porto 3. Fazer evoluir o Porto Seco para Plataforma Logística 4. Extensão do GCP/GIAF a outras entidades (Alfândega, Terminais Portuários, Agentes de Navegação, Despachantes, Bancos e outros) PERSPECTIVASPERSPECTIVAS
  20. 20. 5. Melhorar as capacidades energéticas para o porto 6. Melhoramento das Telecomunicações 7. Maior envolvimento da Comunidade Portuária na solução dos problemas do Porto 8. Concessão dos serviços de reboque e Pilotagem 9. Construção do Novo Porto, (investimento de grande impacto, coordenado e dirigido pelo Governo Central ) PERSPECTIVASPERSPECTIVAS
  21. 21. 1. Construção de um Terminal de Contentores com 300 metros de cais 2. Reabilitação das infra‐estruturas (cais e terraplenos) nos 4 terminais 3. Reabilitação das linhas férreas no interior do Porto 4. Construção do Guichet Único 5. Instalação de básculas no TCG 6. Reabilitação da rede de água do Porto 7. Reabilitação da rede eléctrica no interior do Porto 8. Informatização e modernização dos serviços e procedimentos PROJECTOS EM CURSOPROJECTOS EM CURSO
  22. 22. INVESTIMENTOS PREVISTOS ATINVESTIMENTOS PREVISTOS ATÉÉ 20102010 USD: 105 MILHÕES Total investido: USD 21.000.000 Este montante está a ser aplicado em : Aquisição de novos equipamentos Obras em infra‐estruturas Segurança Formação de recursos humanos
  23. 23. TERM. CARGA GERAL: Layout
  24. 24. TERMINAL DE CARGA GERAL: Futuro
  25. 25. TERMINAL DE CONTENTORES: Layout
  26. 26. 28 Escritórios e Portaria do TC
  27. 27. Futuro TC
  28. 28. TERMINAL POLIVALENTE
  29. 29. PROJECPROJECÇÃÇÃO DO TRO DO TRÁÁFEGOFEGO 7,4MilhõesdeTONS 9,6MilhõesdeTONS 12MilhõesdeTONS
  30. 30. MUITO OBRIGADOMUITO OBRIGADO

×