Liderança e satisfação no trabalho

1.398 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Liderança e satisfação no trabalho

  1. 1. LIDERANÇA E SATISFAÇÃO NO TRABALHO um estudo do estilo de liderança como factor de satisfação no trabalho no sector hoteleiro Marisa Isabel de Oliveira Serrenho Licenciada em Turismo pela Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo Dissertação realizada sobre a supervisão do Professor Doutor Fernando Sousa Instituto Superior Dom Afonso III Loulé, 30 de Setembro de 2010
  2. 2. CONTEÚDO  Introdução motivação do estudo, objectivos, elaboração  Referencial teórico satisfação no trabalho, liderança, relação entre liderança e satisfação no trabalho em hotelaria, objectivos e hipóteses  Estudo de caso sujeitos, instrumento, procedimento e resultados  Considerações finais conclusões, limitações e recomendações de pesquisa Liderança e Satisfação no Trabalho
  3. 3. INTRODUÇÃO Satisfação no trabalho dos colaboradores MOTIVAÇÃO Estilo de liderança supervisores menosprezo das questões relacionadas com a satisfação dos colaboradores em hotelaria relação da satisfação do colaborador com a satisfação do cliente papel do chefe na aproximação do comportamento individual observado, do desejado Liderança e Satisfação no Trabalho
  4. 4. evidenciar os efeitos da (in)satisfação no trabalho sobre o desempenho organizacional clarificar o conceito da satisfação no trabalho à luz do conjunto de variáveis explicativas apresentar os vários instrumentos de medição da satisfação no trabalho OBJECTIVOS apurar o grau de satisfação dos trabalhadores do sector hoteleiro nacional explicitar o conceito de liderança segundo as várias abordagens teóricas caracterizar o estilo de liderança predominante no sector hoteleiro nacional estabelecer uma relação entre o estilo de liderança do superior hierárquico e a satisfação no trabalho dos subordinados apresentar recomendações que decorram da análise específica da população investigada Liderança e Satisfação no Trabalho
  5. 5. Revisão da literatura Trabalho de campo DISSERTAÇÃO Liderança e Satisfação no Trabalho
  6. 6. REFERENCIAL TEÓRICO Satisfação no Trabalho … um estado emocional positivo ou de prazer, resultante da avaliação do trabalho ou das experiências proporcionadas pelo trabalho. Locke, 1976 Liderança e Satisfação no Trabalho
  7. 7. Abordagens teóricas à satisfação no trabalho Tipos de variáveis utilizadas na explicação da satisfação Situacionais Conceitos chave Autores de referência Características da função Herzberg, 1959 Hackman e Oldham, 1975 White e Mitchell, 1979 Griffin, 1981 Características do processo Alutto e Achito, 1974 de tomada de decisão Schuller, 1977 Griffin e Bateman, 1980 Pettersen, 1984 Características do reforço Individuais Porter e Lawler, 1968 Heneman e Schwab, 1979 Discrepância entre Lawler, 1981 expectativas e resposta da Heneman, 1985 organização Interacção social Comparação social Homans, 1961 Adams, 1965 Runciman, 1966 Processamento social da Asch, 1952 informação Salancick e Pfeffer, 1978 O’Reilly e Caldwell, 1979 Lima, Vala e Monteiro, 1994 Cultura organizacional Geertz, 1973 Schneider, 1975 Schein, 1985 Liderança e Satisfação no Trabalho
  8. 8. Liderança … um conjunto de actividades de um indivíduo que ocupa uma posição hierarquicamente superior, dirigidas para a condução e orientação das actividades dos outros membros, com o objectivo de atingir eficazmente o objectivo do grupo. Syroit, 2000 Liderança e Satisfação no Trabalho
  9. 9. Abordagens teóricas à liderança Constructo focal da liderança Traços do líder Comportamento do líder Perspectiva teórica Universal Contingente Tipo I Tipo III Tipo II Tipo IV Jesuíno, 1996 Liderança e Satisfação no Trabalho
  10. 10. - Consideração + Quadrantes da Liderança dos Estudos da Universidade de Ohio Estruturação baixa e consideração Estruturação elevada e consideração elevada elevada Estruturação baixa e consideração Estruturação elevada e consideração baixa baixa - Estruturação + Neves, 2001 Liderança e Satisfação no Trabalho
  11. 11. Liderança e Satisfação no Trabalho Em Portugal, são escassos os estudos sobre a satisfação dos colaboradores ou sobre o estilo de liderança em hotelaria. Silva, J.A., Mendes, J.C. & Guerreiro, M. M. (2001). Construção de Indicadores de Avaliação da Qualidade no Turismo, Faro: Universidade do Algarve Neves, M. J. (2005). O Perfil da Excelência na PME's Turísticas do Algarve. Lisboa: Turismo de Portugal Liderança e Satisfação no Trabalho
  12. 12.  Factores de natureza material  Factores de natureza relacional Orientação para as relações humanas Liderança e Satisfação no Trabalho
  13. 13. Em que medida o estilo de liderança influencia a satisfação no trabalho? H1: Um estilo de liderança orientado para as relações humanas está positivamente relacionado com a satisfação no trabalho. H2: Um estilo de liderança orientado para a tarefa está negativamente relacionado com a satisfação no trabalho. Liderança e Satisfação no Trabalho
  14. 14. ESTUDO DE CASO O estudo incidiu sobre os colaboradores de um grupo hoteleiro nacional, num total de 995 indivíduos (Tabela 1) distribuídos por 15 hotéis, à data de 31 de Março de 2009, localizados em território nacional. Escala de satisfação organizacional de Lima, Vala e Monteiro (1994) Leader Behavior Description Questionnaire (LBDQ – Forma XII), adaptado e validado no estudo de Jesuíno, Soczka e Mattoso (1985) Liderança e Satisfação no Trabalho
  15. 15. Satisfação no Trabalho Item Perspectivas de promoção Organização e funcionamento do departamento Relação com os colegas Remuneração Competência e funcionamento do superior imediato Trabalho que realiza Satisfação geral Média 2,9 3,4 3,8 2,4 3,6 3,7 3,6 Desvio Padrão 1,11 0,89 0,90 1,03 1,06 0,79 0,82 Liderança e Satisfação no Trabalho
  16. 16. Valores dos Coeficientes de Correlação de Pearson obtidos entre as entre as Principais Variáveis do Estudo Variáveis 1 1 _ 2 3 4 5 6 7 2 .49 _ 3 .28 .44 _ 4 .47 .42 .30 _ 5 .41 .62 .34 .36 _ 6 .35 .49 .31 .38 .44 _ 7 .54 .54 .33 .57 .50 .52 _ Valores significativos para p < 0,01 Legenda dos itens: (1) Perspectivas de promoção; (2) Organização e funcionamento do departamento; (3) Relação com os colegas; (4) Remuneração; (5) Competência e funcionamento do superior imediato; (6) Trabalho que realiza; (7) Satisfação geral. Liderança e Satisfação no Trabalho
  17. 17. Comportamento do Chefe Item Média Tem atitudes claras para com o grupo Distribui tarefas Estabelece prazos para o trabalho a realizar Define padrões de actuação Insiste no uso de procedimentos uniformes Insiste para que sigam as regras estabelecidas Informa o grupo sobre o que se espera deles Decide sobre o que deve ser feito e como Certifica-se que o seu papel é compreendido Ensaia as suas ideias com o grupo Esforça-se para que se torne agradável ser do grupo (*) Partilha informação (*) Explica as suas decisões (*) Consulta o grupo antes de decidir (*) Trata todos os membros do grupo como iguais É aberto à mudança É simpático e acessível É capaz de pôr em prática sugestões do grupo Informa com antecedência sobre mudanças Preocupa-se com o bem-estar pessoal 3,7 3,6 3,3 3,5 3,9 4,1 3,5 3,8 3,6 3,1 3,8 3,5 3,9 3,5 3,5 3,6 4,0 3,5 3,5 3,7 Desvio Padrão 1,01 1,07 1,11 1,08 1,09 0,96 1,17 1,09 1,12 1,27 1,08 1,14 1,05 1,21 1,42 1,19 1,10 1,09 1,19 1,20 (*) Itens recodificados Liderança e Satisfação no Trabalho
  18. 18. Saturações de Cada Item da Escala de Comportamento do Chefe e Respectiva Percentagem de Variância Explicada Itens Factores (% de variância explicada) F1 (38,6%) Tem atitudes claras para com o grupo Certifica-se que o seu papel é compreendido Ensaia as suas ideias com o grupo Esforça-se para que se torne agradável ser do grupo Explica as suas decisões Consulta o grupo antes de decidir Trata todos os membros do grupo como iguais É aberto à mudança É simpático e acessível É capaz de pôr em prática sugestões do grupo Informa com antecedência sobre mudanças Preocupa-se com o bem-estar pessoal Distribui tarefas Estabelece prazos para o trabalho a realizar Define padrões de actuação Insiste no uso de procedimentos uniformes Insiste para que sigam as regras estabelecidas Informa o grupo sobre o que se espera deles Decide sobre o que deve ser feito e como F2 (10,5%) 0,543 0,598 0,670 0,639 0,463 0,568 0,669 0,650 0,750 0,760 0,732 0,794 0,202 -0,163 0,102 0,157 0,294 0,377 0,338 0,450 0,368 0,421 0,107 0,107 -0,182 0,280 0,340 0,114 0,254 0,307 0,206 0,649 0,664 0,769 0,691 0,641 0,622 0,638 Liderança e Satisfação no Trabalho
  19. 19. Valores da Variância Explicada (R²) e Coeficiente de Regressão (Beta) dos preditores “Consideração”e “Estruturação” para a Satisfação Geral Satisfação Geral Variáveis R² ß Consideração .115 (**) .338(**) Estruturação .026 (**) .160(*) ** Valores significativos para p < 0,01 * Valores significativos para p < 0,05 Liderança e Satisfação no Trabalho
  20. 20. Valores da Variância Explicada (R²), dos Coeficientes de regressão (Beta) e Respectiva Significância dos preditores Medidas Específicas de Satisfação para a Satisfação Geral Satisfação Geral Variáveis R² ß Satisfação com perspectivas de promoção .287 .536 Satisfação com departamento onde trabalha .294 .542 Satisfação com relação com colegas .111 .333 Satisfação com remuneração .324 .569 Satisfação com superior imediato .247 .497 Satisfação com trabalho que realiza .273 .522 Valores significativos para p < 0,01 Liderança e Satisfação no Trabalho
  21. 21. Níveis de Significância dos Testes para Comparação das Médias das Características Sócio-Demográficas dos Inquiridos para a Satisfação Geral Variáveis Função Antiguidade Idade Nível de Escolaridade Estado Civil Género Vínculo Laboral Horário Laboral Satisfação Geral .151 (1) .012 (1) .003 (1) .006 (1) .006 (1) .050 (2) .300 (2) .197 (2) (1) Teste Kruskal-Wallis; (2) Teste Mann-Whitney Liderança e Satisfação no Trabalho
  22. 22. A tendência verificada aponta para uma maior satisfação no trabalho associada a um estilo de liderança orientado para as relações humanas, do que um estilo orientado para a tarefa, sobretudo a satisfação com a competência e funcionamento do superior imediato. Aceita-se assim H1, porém H2 não é aceite, uma vez que o factor “Estruturação” apresentou igualmente uma correlação positiva com a satisfação no trabalho. Liderança e Satisfação no Trabalho
  23. 23. CONSIDERAÇÕES FINAIS À semelhança do estudo de Jesuíno et al (1985), a importância do efeito da liderança enquanto controlo organizacional, com uma acção moderadora, atenuando os efeitos negativos do descontentamento com a remuneração e as perspectivas de promoção, e sendo fonte de apoio moral. A satisfação com o trabalho em si mesmo demonstra ter na satisfação geral (r = 0,52; p < 0,01), tendo obtido a segunda média mais alta (3,7) e sendo o item com menor desvio-padrão. A colaboração e clima de relação com os colegas parece não ter relevância para a satisfação geral dos inquiridos, tendo registado os valores mais baixos de correlação com outros itens da escala. Liderança e Satisfação no Trabalho
  24. 24. Os questionários estruturados, em particular os de resposta fechada, podem ter baixa validade quando para a pesquisa variáveis afectivas como a satisfação. A angariação de inquiridos não foi fácil. A validade das respostas obtidas depende da motivação, honestidade e compreensão dos inquiridos. A natureza não aleatória da amostra aconselha alguma prudência na extrapolação dos resultados obtidos. Recomenda-se que a empresa identifique, por unidade hoteleira e departamento, as áreas a melhorar ao nível da formação das chefias. Avaliar a influência do estilo de liderança dos directores sobre a satisfação dos chefes de departamento. Liderança e Satisfação no Trabalho
  25. 25. Recomenda-se para futuras iniciativas ao nível do desenvolvimento dos estudos nesta área: Comparar o grau de satisfação nas diferentes regiões do País.; Investigar a influência do estilo de liderança sobre o absentismo dos colaboradores e dos chefes intermédios; Relacionar a inteligência emocional e o estilo de liderança com o compromisso organizacional dos colaboradores; Avaliar a influência do horário na satisfação com a vida (inclui trabalho) e no desempenho profissional, sobretudo em relação aos colaboradores do género feminino; Comparar o grau de satisfação dos colaboradores com o grau de satisfação dos hóspedes. Liderança e Satisfação no Trabalho
  26. 26. Obrigada

×