Ead E A Psicop

3.243 visualizações

Publicada em

apresentação feita no último Congresso Internacional de psicopedagogia, em SP, julho de 2009.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ead E A Psicop

  1. 1. JÚLIA EUGÊNIA G ONÇALVES ABPp/ MG e EducEAD ENILTON FERREIRA ROCHA ABED/MG e WR3 EAD AS INTERFACES: EaD e a PSICOPEDAGOGIA x
  2. 2.
  3. 3. ?
  4. 4. Veículo Flex Power Projeto Genoma 16 GB Quanto mais os transportes, as telecomunicações e a informática se desenvolvem, mais rápida será a velocidade das transformações, ou seja, da dinâmica da mudança.
  5. 5. Cidades inteiramente Wireless
  6. 6. E-LENARNING <ul><li>AGENDA: </li></ul><ul><li>Trajetória da EaD no Brasil </li></ul><ul><li>Trajetória da Psicopedagogia no Brasil </li></ul><ul><li>Modelos educacionais para a EaD </li></ul><ul><li>Modelos psicopedagógicos para a EAD </li></ul><ul><li>Metodologias: possibilidades de interação e </li></ul><ul><li>colaboração a distância </li></ul>AS INTERFACES: EaD e a PSICOPEDAGOGIA x x
  7. 7. E-LENARNING AGENDA: 6) As relações humanas e sociais na EAD 7) O novo papel do professor no ensino-aprendizagem a distância: como vencer resistências ? 8) Como a Psicopedagogia pode auxiliar quem atua na EAD 9) Possibilidades de trabalho psicopedagógico na EAD AS INTERFACES: EaD e a PSICOPEDAGOGIA x x
  8. 8. E-LENARNING Escolas Internacionais com representação no Brasil - Rio de janeiro 1941 Rádio Educativa por Edgard Roquete Pinto , surgem os primeiros sinais da mediação tecnológica (TC) oferecendo cursos de português, literatura e outros 1904 1923 TRAJETÓRIA DA EAD NO BRASIL x x
  9. 9. O Ministério da Educação (MEC) lança o Supletivo Primeiro Grau - Fase I, programa radiofônico de ensino supletivo 2004 Em 20 de dezembro, o governo federal reconhece publicamente, pela LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n.º 9.394) Em dezembro, o MEC publica a portaria 301 que autoriza as Instituições de Ensino Superior – IES a oferecerem 20% (vinte por cento) da carga horária total dos cursos 1971 A 1974 1996 E-LENARNING TRAJETÓRIA DA EAD NO BRASIL x x
  10. 10. 2005 A 2007 E-LENARNING TRAJETÓRIA DA EAD NO BRASIL O Ministério da Educação (MEC) define normas de autorização e credenciamento de Instituições de Ensino Superior - IES para a oferta de cursos de graduação e pós-graduação na modalidade EaD x x
  11. 11. E-LENARNING TRAJETÓRIA DA EAD NO BRASIL Educação Acadêmica - 778.784 ALUNOS matriculados em instituições de ensino superior autorizadas e reconhecidas legalmente para oferecer a educação a distância na graduação e especialização lato sensu (Anuário da ABED 2007) . Educação Corporativa - Mais de 2.500.000 alunos fizeram cursos de extensão, aperfeiçoamento ou formação de mão-de-obra. ( Anuário da ABED 2007 ) A T U A L M E N T E TRAJETÓRIA DA EAD NO BRASIL x x
  12. 12. E-LENARNING O Cenário Brasileiro da EaD Resultados alcançados pela EaD: Enade 2005 – 2006 Fonte: Seminário Internacional de EaD – Câmara dos Deputados – Brasília, junho/2008 TRAJETÓRIA DA EAD NO BRASIL x x
  13. 13. E-LENARNING Década de 70 SÉCULO XX Década de 80 Década de 90 SÉCULO XX Trajetória da Psicopedagogia no Brasil x x
  14. 14. E-LENARNING SÉCULO XX SÉCULO XXI O DESAFIO DO FUTURO IMEDIATO: ENTENDER MELHOR AS NOVAS FORMAS DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO E AS NOVAS EXPERIÊNCIAS DO APRENDER Trajetória da Psicopedagogia no Brasil x x
  15. 15. E-LENARNING Eixos Articuladores VISÃO SISTÊMICA MODELO EDUCACIONAL MODELO DE NEGÓCIO MODELO TECNOLÓGICO OS 4 MODELOS DE GESTÃO DA EaD x x
  16. 16. E-LENARNING <ul><li>visão do mercado interno e externo; </li></ul><ul><li>investimento e custo; </li></ul><ul><li>potencial interno (infra-estrutura tecnológica, pólos educacionais, capacidade de oferta, habilidades e competências instaladas); </li></ul><ul><li>capacidade de expansão e parcerias; </li></ul><ul><li>modelo de objetos da aprendizagem para EaD; </li></ul><ul><li>PDI – Plano de Desenvolvimento Individual e Plano de Carreira em EaD; </li></ul><ul><li>Plano de Sustentabilidade da EaD; </li></ul><ul><li>PDI – Plano de Desenvolvimento Institucional </li></ul>1 - Modelo de Negócio : OS 4 MODELOS DE GESTÃO DA EaD x x
  17. 17. E-LENARNING <ul><li>Projeto EaD; </li></ul><ul><ul><li>Projeto Pedagógico ou Andragógico; </li></ul></ul><ul><li>Plano de formação e capacitação de professores e gestores para a EaD; </li></ul><ul><li>Metodologias Educacionais; </li></ul><ul><li>Matriz de Planejamento e Mídias para EaD; </li></ul><ul><li>Sistema de Avaliação e Recuperação. </li></ul><ul><li>  </li></ul>2 - Modelo Educacional: OS 4 MODELOS DE GESTÃO DA EaD x x
  18. 18. E-LENARNING <ul><li>Teleconferência e Videoconferência; </li></ul><ul><li>TeleSalas; </li></ul><ul><li>Produção de Material Impresso; </li></ul><ul><li>TV educativa; </li></ul><ul><li>LMS / AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem; </li></ul><ul><li>Ambiente web (webconferência, portal, e-mail, chat, skype, msn); </li></ul><ul><li>SecondLife (SL), Twitter, Wiki e TV Digital; </li></ul><ul><li>Suporte tecnológico, contingências e prospecções. </li></ul>3 - Modelo Tecnológico: OS 4 MODELOS DE GESTÃO DA EaD x x
  19. 19. E-LENARNING <ul><li>indicadores de resultados e de gestão de desempenho da aprendizagem a distância (desempenho, absenteísmo, faltas, certificações, recuperações, matrículas, inadimplências, desistências e crescimento); </li></ul><ul><li>Gestão Integrada de Projetos – GIP (metas, contrato de resultados, matriz de eventos e projetos, reuniões sistêmicas de acompanhamento); </li></ul><ul><li>relatórios gerenciais; </li></ul><ul><li>replanejamento. </li></ul>4 - Modelo da Visão Sistêmica: OS 4 MODELOS DE GESTÃO DA EaD x x
  20. 20. E-LENARNING MODELOS PSICOPEDAGÓGICOS PARA A EAD Relação pedagógica presencial ǂ Relação estabelecida por interfaces de qualquer natureza A educação a distância é o modelo desenvolvido por e para a sociedade contemporânea, que exige medidas que evitem a exclusão social e criem novas oportunidades de aprendizagem, vencendo as barreiras de tempo e espaço. Exemplo: EducEAD - Rita x x
  21. 21. E-LENARNING MODELOS PSICOPEDAGÓGICOS PARA A EAD <ul><li>Perspectiva construtiva do conhecimento, em contraposição à prática tradicional de transmissão de informação ; </li></ul><ul><li>Aprendizagem dinâmica e ativa, baseada na possibilidade de processamento da informação obtida por meio da interação com o mundo virtual e real; </li></ul><ul><li>Ensinar significa criar ambientes interativos nos quais o aprendiz tenha que lidar com uma variedade de situações e problemas, auxiliando-o na interpretação destes para que consiga construir novos conhecimentos; </li></ul>x x
  22. 22. E-LENARNING MODELOS PSICOPEDAGÓGICOS PARA A EAD <ul><li>Ênfase no processo de aprendizagem de forma colaborativa; </li></ul><ul><li>links que vão sendo acessados de acordo com a direção que o aluno deseja e não mais pela vontade do professor; </li></ul><ul><li>Produção de rizomas nos diversos pontos de conexão nos quais as pessoas se vinculam; </li></ul><ul><li>Substituição do tempo mecânico, medido pelo relógio e dividido em horas-aula, pelo tempo lógico criado e apropriado por cada sujeito em particular em suas temporalidades subjetivas. </li></ul>x x
  23. 23. E-LENARNING MODELOS PSICOPEDAGÓGICOS PARA A EAD <ul><li>Aluno como agente ativo, responsável pela organização de sua maneira de aprender e consciente de seu estilo de aprendizagem – busca da metacognição. </li></ul><ul><li>E.A.M. a distância com a utilização dos critérios propostos por Feuerstein; </li></ul><ul><li>Amorosidade nas relações </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>Relações duradouras com o projeto e entre os alunos; </li></ul><ul><li>Colaboração espontânea – Castelinho, nosso “anjo da guarda”; </li></ul><ul><li>Guta e o “presente”; </li></ul><ul><li>Orações por Maria Clara; </li></ul><ul><li>A “casa que Pedro fez”. </li></ul>x x
  24. 24. E-LENARNING MODELOS PSICOPEDAGÓGICOS PARA A EAD O cérebro eletrônico faz tudo Faz quase tudo Faz quase tudo Mas ele é mudo O cérebro eletrônico comanda Manda e desmanda Ele é quem manda Mas ele não anda Só eu posso pensar Se Deus existe Só eu Só eu posso chorar Quando estou triste Só eu Eu cá com meus botões De carne e osso Eu falo e ouço. Eu penso e posso Eu posso decidir Se vivo ou morro por que Porque sou vivo Vivo pra cachorro e sei Que cérebro eletrônico nenhum me dá socorro No meu caminho inevitável para a morte Porque sou vivo Sou muito vivo e sei Que a morte é nosso impulso primitivo e sei Que cérebro eletrônico nenhum me dá socorro Com seus botões de ferro e seus olhos de vidro x x
  25. 25. E-LENARNING <ul><li>ensino-aprendizagem presencial, com utilização parcial de carga horária a distância utilizando-se de atividades de aprendizagem a distância; </li></ul><ul><li>ensino-aprendizagem semi-presencial ( metodologia em que a utilização de tecnologias e mídias simulam a presencialidade do professor e do aluno ); </li></ul><ul><li>ensino-aprendizagem modelo blended (metodologia do mix das formas de aprendizagem pela convergência digital, com encontros presenciais nos polos educacionais); </li></ul><ul><li>ensino-aprendizagem virtual (metodologia da aprendizagem cem por cento virtual ). </li></ul>METODOLOGIAS: POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E COLABORAÇÃO NA EaD DO PONTO DE VISTA DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM : x x
  26. 26. E-LENARNING <ul><li>AVA – Ambientes Virtuais de Aprendizagem; </li></ul><ul><li>Chat; </li></ul><ul><li>Fórum e e-mail; </li></ul><ul><li>A Internet 2 (bandagem e tecnologia 3d); </li></ul><ul><li>Webconferência; </li></ul><ul><li>M-Learning - tecnologia móvel ou “mobile”; </li></ul><ul><li>Second Life (SL) </li></ul><ul><li>TV Digital; </li></ul><ul><li>A inteligência horizontal que alimenta as comunidades virtuais de aprendizagem e a sociedade do conhecimento; </li></ul><ul><li>Educação e Aprendizagem Aberta e Flexível; </li></ul>METODOLOGIAS: POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E COLABORAÇÃO NA EaD DO PONTO DE VISTA DAS TECNOLOGIAS E MÍDIAS x x
  27. 27. E-LENARNING METODOLOGIAS: POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E COLABORAÇÃO NA EaD <ul><li>DO PONTO DE VISTA DO SUJEITO DA APRENDIZAGEM: </li></ul><ul><li>a individualidade e a insegurança da Rede; </li></ul><ul><li>a inteligência horizontal: dividir para reaprender ; </li></ul><ul><li>medos, inseguranças e competências; </li></ul><ul><li>os desafios da EaD: como vencer?; </li></ul><ul><li>limites físicos, econômicos e psicológicos; </li></ul><ul><li>reações e ações na aprendizagem virtual; </li></ul><ul><li>as relações sociais na EaD; </li></ul><ul><li>os contextos da aprendizagem a distância. </li></ul>x x
  28. 28. E-LENARNING O novo papel do professor no ensino - aprendizagem a distância: com vencer resistências ? x x ORIENTADOR DA APRENDIZAGEM ANIMADOR ORIENTADOR PROBLEMATI -ZADOR OBSERVADOR ? ARTICULADOR
  29. 29. E-LENARNING Como a Psicopedagogia pode auxiliar quem atua na EAD PSICOPEDAGOGIA APRENDIZAGEM HUMANA APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA MODALIDADE DE APRENDIZAGEM AUTORIA DE PENSAMENTO OBJETIVIDADE / SUBJETIVIDADE MEDIAÇÃO DA APRENDIZAGEM VISÃO DIAGNÓSTICA E INTERVENTIVA ÊNFASE NA POTÊNCIA CRIATIVA x x
  30. 30. E-LENARNING Possibilidades de trabalho psicopedagógico na EAD ASSESSORIA A PROJETOS DE EAD CONSULTORIA PARA INSTITUIÇÕES PROMOTORAS DE EAD COORDENAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA DE PROJETOS DE EAD TUTORIA DE TURMAS EM EAD AUTORIA DE MATERIAL INSTRUCIONAL PESQUISA DE NOVAS METODOLOGIAS EM EAD x x
  31. 31. E-LENARNING contatos JÚLIA EUGÊNIA G ONÇALVES ABPp/ MG e EducEAD www.educead.com.br [email_address] ENILTON FERREIRA ROCHA ABED/MG e WR3 EAD www.wr3ead.com.br [email_address] x x

×