17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei

314 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
76
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

17.ago ruby 14.00_painel m&v_unifei

  1. 1. Painel de Eficiência Energética Medição e Verificação: sugestões para o seu aprimoramento Prof. Jamil Haddad Centro de Excelência em Eficiência Energética – EXCEN Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI
  2. 2. <ul><li>Comentários sobre os atuais critérios e dados empregados na avaliação dos projetos do PEE e sua correlação com os procedimentos de campo de M&V </li></ul>Painel de EE – M&V
  3. 3. 1998 Principais Programas de Eficiência Energética Lei de EE 2001 1991 PROCEL 1985 PBE 1984
  4. 4. <ul><li>As concessionárias e permissionárias de </li></ul><ul><li>distribuição de energia elétrica deverão aplicar, no </li></ul><ul><li>mínimo, 60% (sessenta por cento) dos recursos </li></ul><ul><li>dos seus programas de eficiência para unidades </li></ul><ul><li>consumidoras beneficiadas pela Tarifa Social. </li></ul>Resolução Aneel 300/2008 e Lei 12.212 Parabéns! Oportunidade de Inovação e avanços!
  5. 5. Eficiência Energética – Usos Finais
  6. 6. COMO INSERIR A CONSERVAÇÃO DE ENERGIA DE FORMA PERMANENTE?
  7. 7. <ul><li>Critério Energético </li></ul><ul><li>Principais Indicadores: </li></ul><ul><ul><li>Energia economizada (MWh/ano) </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução de demanda no horário de ponta (KW) </li></ul></ul><ul><li>Tais valores são levantados por meio de diagnóstico ou pré-diagnóstico e cadastrados no Sistema de Gestão dos Programas de Eficiência Energética da ANEEL - SGPEE. </li></ul><ul><li>Após a conclusão do projeto, esses valores deverão ser mensurados por meio de práticas adequadas de medição e verificação - M&V </li></ul>Painel de EE – M&V
  8. 8. <ul><li>Critério Econômico </li></ul><ul><li>Custos evitados: custos verificados em decorrência da economia anual obtida nos custos dos sistemas à montante do segmento considerado pela postergação dos investimentos ( custo da demanda evitada ) e/ou redução de despesas operacionais ( custo de energia evitado ). </li></ul><ul><li>Para quantificar os custos totais evitados, multiplica-se a quantidade da demanda e da energia evitadas, pelos respectivos &quot;custos unitários evitados&quot; . </li></ul>Painel de EE – M&V
  9. 9. <ul><li>Taxa de Desconto </li></ul><ul><li>A taxa de desconto a ser considerada atualmente na avaliação financeira é de no mínimo 8%. </li></ul><ul><li>Vida Útil </li></ul><ul><li>A vida útil é definida em cada modelo de projeto específico apresentado nos Roteiros Básicos para Elaboração de Projetos . No caso do projeto englobar equipamentos com vidas úteis diferentes, o investimento anualizado do projeto será composto pelo somatório dos investimentos anualizados correspondentes a cada equipamento e a sua respectiva vida útil. </li></ul>Painel de EE – M&V
  10. 10. <ul><li>Relação Custo-Benefício (RCB) </li></ul><ul><li>Todos os projetos devem ter sua RCB calculada sob a ótica da sociedade. Se um projeto tiver mais de um uso final (iluminação, refrigeração, motores elétricos ....) cada um desses usos finais deverá ter sua RCB calculada. Deverá, também, ser apresentada a RCB global do projeto por meio da média ponderada das RCBs individuais. </li></ul>Painel de EE – M&V
  11. 11. <ul><li>CEE = Custo evitado de energia elétrica [R$/MWh]. </li></ul><ul><li>CED = Custo evitado de demanda [R$/kW]. </li></ul>Análise de sensibilidade da RCB à variação dos seus fatores de influência
  12. 12. <ul><li>1) Parâmetros </li></ul><ul><li>Consistem nos fatores que não dependem do projeto em si: </li></ul><ul><ul><li>taxa de desconto (i); </li></ul></ul><ul><ul><li>custo evitado de energia (CEE); </li></ul></ul><ul><ul><li>custo evitado de demanda (CED). </li></ul></ul><ul><li>2) Variáveis </li></ul><ul><li>São fatores associados às particularidades do projeto: </li></ul><ul><ul><li>Vida útil dos equipamentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo dos equipamentos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Custos diretos e indiretos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Energia economizada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Demanda retirada do horário de ponta. </li></ul></ul>Análise de sensibilidade da RCB à variação dos seus fatores de influência M&V
  13. 13. <ul><li>Efeito da variação da taxa de desconto (i) </li></ul>Análise de sensibilidade da RCB à variação dos seus fatores de influência
  14. 14. <ul><li>Efeito da variação da vida útil dos equipamentos </li></ul>Análise de sensibilidade da RCB à variação dos seus fatores de influência
  15. 15. <ul><li>Efeito da variação da Redução de Demanda na Ponta </li></ul>Análise de sensibilidade da RCB à variação dos seus fatores de influência
  16. 16. <ul><li>Efeito da variação da Redução da Energia Economizada </li></ul>Análise de sensibilidade da RCB à variação dos seus fatores de influência
  17. 17. Motivação da Empresa: Oportunidade de ganhos (inclusive com EE) Oportunidade de prestar melhores serviços Fidelização de clientes Melhor imagem junto a Sociedade/Mundo Verde! Motivação das Instituições: ANEEL : orientação regulatória, metas a cumprir, fiscalização, etc. ABRADEE : apoio as ações e suporte técnico às distribuidoras. MME – PROCEL: apoio e suporte Como Avançar na M&V dos PEE Motivação das Instituições Motivação Da Empresa Pouca Pouca Muita Muita Nada acontece Pouco acontece Pouco acontece Muito acontece
  18. 18. <ul><li>O MPEE 2008 — prevê, em seu item 1.17.4, a avaliação final de todos os projetos no âmbito do PEE das concessionárias distribuidoras de energia elétrica; </li></ul><ul><li>Após a conclusão do projeto, esses valores deverão ser mensurados por meio de práticas adequadas de medição e verificação (M&V); </li></ul><ul><li>O reconhecimento dos investimentos realizados será feito após análise e aprovação final do projeto pela ANEEL. </li></ul>Painel de EE – M&V
  19. 19. <ul><li>Capítulo 4. Critérios para Avaliação: </li></ul><ul><ul><li>4.1. ENERGIA ECONOMIZADA E REDUÇÃO DE DEMANDA NA PONTA </li></ul></ul><ul><ul><li>4.2. CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO E VERIFICAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>4.2.1. APRESENTAÇÃO DOS PLANOS DE M&V À ANEEL </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>4.2.2. VALIDAÇÃO </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>4.3. PARÂMETROS PARA AVALIAÇÃO ECONÔMICA DOS PROJETOS </li></ul></ul><ul><ul><li>4.4. CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DOS PROJETOS NÃO MENSURADOS POR RCB </li></ul></ul>Painel de EE – M&V
  20. 20. <ul><ul><li>4.2. CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO E VERIFICAÇÃO </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>4.2.1. APRESENTAÇÃO DOS PLANOS DE M&V À ANEEL </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Todos os projetos deverão ser acompanhados de um plano de M&V , estabelecido pela empresa previamente. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Quando da avaliação dos resultados do projeto, a ANEEL poderá solicitar alterações no plano de M&V adotado pela empresa, observando obviamente a razoabilidade e exeqüibilidade dessas alterações. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>4.2.2. VALIDAÇÃO </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A validação dos critérios adotados pela empresa para M&V dos projetos ficará a cargo da ANEEL , que poderá designar um agente credenciado para realizá-la. </li></ul></ul></ul></ul>Painel de EE – M&V – MPEE 2008
  21. 21. Painel de EE – M&V – Material para Avaliação
  22. 22. Opção de M&V Início Instalação ou medida individual ? Pode ser isolada por medidores ? Medida individual Economia > 10% ? Instalação Não Necessária demonstração total de performance ? Sim Instalar medidores para todos os parâmetros e estimar efeitos interativos Sim Faltam dados período base ou relatado ? Opção B Isolação da reforma Todos os parâmetros medidos Instalar medidores para parâmetros-chave, estimar os demais e efeitos interativos Opção A Isolação da reforma Parâmetros-chave medidos Não Opção D Modelo calibrado Opção C Instalação completa Faltam dados período base ou relatado ? Não Não Necessária avaliação separada medidas ? Analisar dados principais medidores Sim Modelar sistema ou instalação Não Sim Sim Calibrar modelo Obter dados para calibração Calibrar com e sem medidas Não Sim
  23. 23. Exemplo dos USA Na esfera federal: Departamento de Energia (Department of Energy, DOE ) e a Agência de Proteção Ambiental (Environmental Protection Agency, EPA). Na estrutura do DOE: Departamento de Eficiência Energética e Energias Renováveis (Office of Energy Efficiency and Renewable Energy, EERE ) Nos USA, além dos programas dos governos estaduais e do governo federal, também há os PEE das concessionárias de eletricidade e de gás natural (Utilities) No EERE: Programa Tecnológico Industrial (Industrial Technologies Program, ITP) dividido em três subprogramas: <ul><li>Indústrias energo-intensivas (Energy Intensive Industry) </li></ul><ul><li>Tecnologias de amplo uso na indústria (Crosscutting Technologies) </li></ul><ul><li>Melhores práticas (Best Practices) </li></ul>
  24. 24. Para dar suporte aos subprogramas do ITP, o DOE instalou os Centros de Avaliação Industrial (Industrial Assessment Centers, IAC) Através de parcerias com universidades e centros de pesquisa, realizam diagnósticos energéticos e divulgam informações para pequenas e médias empresas. Exemplo dos USA
  25. 25. COMO AVANÇAR? COMO INOVAR? COMO APROVEITAR AS OPORTUNIDADES? Painel de EE – M&V
  26. 27. Aproveitamento de água de chuva Aproveitamento de iluminação natural Monitoramento de informações energéticas Sistema inteligente de condicionamento ambiental Geração ininterruptível com integração de geração distribuída: Microturbina à gás, motor de combustão interna, painél fotovoltáico e banco de baterias
  27. 28. <ul><li>Jamil Haddad </li></ul><ul><ul><li>Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI </li></ul></ul><ul><ul><li>Centro de Excelência em Eficiência Energética - EXCEN </li></ul></ul><ul><ul><li>E-mail: jamil @unifei.edu.br </li></ul></ul><ul><ul><li>Fone: (35) 3629-1411/1340/1240 </li></ul></ul><ul><ul><li>www.excen.com.br </li></ul></ul>Obrigado!

×