Acidentes com Múltiplas Vitimas

1.901 visualizações

Publicada em

Podemos Considerar que a saúde, a segurança e principalmente a educação são necessidades que precisam ser satisfatórias para que as pessoas vivam com dignidade, respeito, justiça, paz e podendo melhorar a qualidade de vida.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.901
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
162
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acidentes com Múltiplas Vitimas

  1. 1. https://www.facebook.com/pages/Enfermagem-e- Sa%C3%BAde-Coletiva-no- Brasil/585222441562517?ref=hl Curtam minha pagina no facebook! obrigada
  2. 2. O atendimento a acidentes com múltiplas vítimas é um desafio no qual os serviços de atendimentos pré-hospitalares e os hospitais se deparam com frequência. Diariamente temos em nosso país acidentes dos mais variados tipos com número de vítimas superiores a cinco. Diante dessas situações ocorre uma incapacidade dos serviços de lidarem com esse problema, havendo, desta forma, necessidade de se estar preparado e treinado para atender esses acidentes.
  3. 3. CATÁSTROFES
  4. 4. Públicas (ou externas): INSTITUCIONAIS (OU INTERNAS): DEFESA CIVIL COMANDO
  5. 5. Públicas (ou externas): INSTITUCIONAIS (OU INTERNAS): DEFESA CIVIL COMANDO
  6. 6. COMANDO COMUNICAÇÃO CONTROLE
  7. 7. A triagem consiste numa avaliação rápida das condições clinicas das vítimas para estabelecer prioridades de tratamento médico.
  8. 8. :
  9. 9. CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS- CAMP START
  10. 10.  Para Morton e Fontaine (2011, p.213), na ocorrência de um desastre, o papel da enfermagem nos cuidados críticos é fundamental. Ressalta a dependência deste em relação ao impacto do desastre sobre as estruturas das instituições,o meio ambiente e o número de profissionais disponíveis.
  11. 11. Somente com a integração de vários sistemas e órgãos podem-se criar estratégias para prevenção e recuperação dos danos materiais, sociais, econômicos e ambientais causados pelos desastres. A Enfermagem é elo da comunidade com os serviços de classificação de risco, conhecendo suas necessidades e deficiências no dia a dia. No presente estudo, vimos que, Com o aumento das catástrofes são indispensáveis medidas qualitativas para enfrentar tais eventos.
  12. 12. Sendo assim, permite um olhar mais profundo e sensível dos fatores de risco, e o acesso a comunidade de forma mais individual, o que facilita na criação de planos de atuação e resposta em situações de catástrofes. É da natureza do Enfermeiro trabalhar com o individuo e o coletivo para que possa prevenir, minimizar e evitar agravos a saúde de todas as naturezas.
  13. 13.  MATOS, Magda Ronizze; CARNEIRO, Maria Claudia Riato; SANTOS, Tânia dos. DESASTRES. 2011.Vol. 01. Labor Course Completion Bachelor, in Nursing - Faculdade Anhanguera de Campo Grande,Anhanguera Educacional S.A., Campo Grande, 2011. MORTON, P. G.; FONTAINE, D. K. Cuidados Críticos de Enfermagem: uma abordagem holística. 9.ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. Plano de Contingência para o Atendimento de Múltiplas Vítimas 2011 Hospital Geral de Itapecerica daSerra HGIS SECONCI OSS.
  14. 14. Desastres e Incidentes com Múltiplas Vítimas Plano de Atendimento - Preparação HospitalarSecretaria de Estado da Saúde Governo do Estado de São Paulo 2012. GLOSSÁRIO DE DEFESA CIVIL ESTUDOS DE RISCOS E MEDICINA DE DESASTRES 5ªEdição Antônio Luiz Coimbra de Castro- Secretaria Nacional de Defesa Civil – SEDEC.  Manual do Atendimento Pré-Hospitalar – SIATE /CBPR

×