UNIVERSIDADE FERDERAL DE SERGIPE 
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS 
 Seminário: Cibercultura e Educação 
 Disciplina: Didática...
Questão inicial 
 Que era vivemos? 
 Pós-modernidade. 
 Sociedade de massa. 
 Sociedade de consumo. 
 Sociedade da in...
Novos Conceitos? 
 Cibercultura 
 Ciberespaço 
 World Wide Web 
 Técnica 
 Interfaces 
 Hipertexto 
 Comunidade vir...
Comunidade Virtual 
 Comunidade Virtual: 
Grupo de pessoas se 
correspondendo 
mutuamente por meio 
de computadores 
inte...
Algumas definições segundo 
Pierre Lévy Ciberespaço 
 Ciberespaço: É o novo meio 
de comunicação que surge da 
interconex...
Cibercultura 
 Cibercultura: Conjunto de 
técnicas materiais e 
intelectuais de práticas, de 
atitudes, de modos de 
pens...
Vamos pensar nisso? 
 “A cibercultura expressa , 
o surgimento de um novo 
universo, diferente das 
formas culturais que ...
Novas Mídias 
Computador 
Tablet 
Celular 
Smartphone 
Televisão 
TV digital 
fernandes.brj@gmail.com
O uso dessas mídias no 
cotidiano 
fernandes.brj@gmail.com
Professores: Imigrantes 
Digitais 
 Nascidos antes da explosão da 
internet e da era da 
convergência. 
 Falta de formaç...
E como isso afeta a escola? 
 Função da escola dentro do 
novo paradigma. 
 Surgimento de novas 
demandas e exigências 
...
Hipertexto, World Wide Web 
Interfaces 
 Hipertexto: É um texto em formato digital, 
configurável e fluido. A noção de hi...
Estudantes: Nativos Digitais 
 Os nativos digitais estão acostumados a 
receber informações muito rapidamente. 
Eles gost...
As consequências da Cibercultura na 
Sociedade Capitalista 
 O acesso ao conhecimento é 
ampliado de tal maneira que 
gra...
A escola em rede 
 Uso das ferramentas 
colaborativas nas 
metodologias de ensino. 
 Perceber as redes sociais como 
esp...
Perspectiva de Pierre Lévy 
 Pierre Lévy (1993:170) 
enxerga uma mudança na 
economia do saber e indica 
que: 
“Os profes...
Referências Bibliográficas 
 Castells, Manual. A sociedade em rede. 8ª ed. São Paulo: Paz e terra, 
1999, vol.1. 
 Geert...
Fontes Bibliográficas 
 Prensky, Marc. "Digital natives, digital 
immigrants". NCB University Press, Vol. 9 No. 5, 
Outub...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cibercultura e Educação

571 visualizações

Publicada em

"Cibercultura e Educação" amostra de slides sobre a evolução da cibercultura

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
571
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cibercultura e Educação

  1. 1. UNIVERSIDADE FERDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS  Seminário: Cibercultura e Educação  Disciplina: Didática I  Docente: Veleida Anahí da Silva  Discentes: Fernandes Bernardo Rocha Junior Anete Natany Nascimento Santos Maria Leonora Santos Mello Rejane de Oliveira Barroso fernandes.brj@gmail.com
  2. 2. Questão inicial  Que era vivemos?  Pós-modernidade.  Sociedade de massa.  Sociedade de consumo.  Sociedade da informação.  Sociedade em Rede. fernandes.brj@gmail.com
  3. 3. Novos Conceitos?  Cibercultura  Ciberespaço  World Wide Web  Técnica  Interfaces  Hipertexto  Comunidade virtual fernandes.brj@gmail.com
  4. 4. Comunidade Virtual  Comunidade Virtual: Grupo de pessoas se correspondendo mutuamente por meio de computadores interconectados. fernandes.brj@gmail.com
  5. 5. Algumas definições segundo Pierre Lévy Ciberespaço  Ciberespaço: É o novo meio de comunicação que surge da interconexão mundial dos computadores.  Técnica: É produzida dentro de uma cultura, e uma sociedade que encontra-se condicionada por sua técnica. fernandes.brj@gmail.com
  6. 6. Cibercultura  Cibercultura: Conjunto de técnicas materiais e intelectuais de práticas, de atitudes, de modos de pensamento e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespaço. fernandes.brj@gmail.com
  7. 7. Vamos pensar nisso?  “A cibercultura expressa , o surgimento de um novo universo, diferente das formas culturais que vieram antes dele no sentido de que ele se constrói sobre a indeterminação de um sentido global qualquer”. (Lévy, 1999:15) fernandes.brj@gmail.com
  8. 8. Novas Mídias Computador Tablet Celular Smartphone Televisão TV digital fernandes.brj@gmail.com
  9. 9. O uso dessas mídias no cotidiano fernandes.brj@gmail.com
  10. 10. Professores: Imigrantes Digitais  Nascidos antes da explosão da internet e da era da convergência.  Falta de formação dentro dos usos das novas tecnologias da informação e comunicação em sala de aula.  Busca pela atualização do currículo e procura por programas que auxiliem no trabalho dentro do novo paradigma. fernandes.brj@gmail.com
  11. 11. E como isso afeta a escola?  Função da escola dentro do novo paradigma.  Surgimento de novas demandas e exigências provocadas pela revolução tecnológica, que por sua vez é marcada nesta fase pelo desenvolvimento da comunicação e da informação.  Novas metodologias: aprendizagem colaborativa. fernandes.brj@gmail.com
  12. 12. Hipertexto, World Wide Web Interfaces  Hipertexto: É um texto em formato digital, configurável e fluido. A noção de hiperdocumento generaliza, para todas as categorias de signos (imagens, animações, sons, etc.), o princípio da mensagem em rede móvel que caracteriza o hipertexto.  World Wide Web: Função da internet que junta, em um único e imenso hipertexto ou hiperdocumento (compreendendo imagens e sons), todos os documentos e hipertextos que a alimentam.  Interfaces: Aparatos materiais que permitem a interação entre o universo da informação digital e o mundo ordinário. fernandes.brj@gmail.com
  13. 13. Estudantes: Nativos Digitais  Os nativos digitais estão acostumados a receber informações muito rapidamente. Eles gostam de processar mais de uma coisa por vez e realizar múltiplas tarefas. Eles preferem os seus gráficos antes do texto ao invés do oposto. Eles preferem acesso aleatório (como hipertexto). Eles trabalham melhor quando ligados a uma rede de contatos. Eles têm sucesso com gratificações instantâneas e recompensas frequentes. Eles preferem jogos a trabalho “sério”. (Isto lhe parece familiar?) Marc Prensky fernandes.brj@gmail.com
  14. 14. As consequências da Cibercultura na Sociedade Capitalista  O acesso ao conhecimento é ampliado de tal maneira que grandes transformações começaram a ser gestadas a partir desta mudança.  Imbricada relação entre a cultura e as novas mídias, estabelecendo novos modelos para a “sociedade avançada capitalista” e novas formas de pensamento.  Surgimento de uma geração de nativos digitais em oposição aos imigrantes digitais. fernandes.brj@gmail.com
  15. 15. A escola em rede  Uso das ferramentas colaborativas nas metodologias de ensino.  Perceber as redes sociais como espaços de transmissão e elaboração de conhecimento: fortalecer o trabalho coletivo.  Utilizar o conteúdo educativo e informativo disponível nas mídias para complementar o ensino em sala.  Orientar o aluno para explorar fontes adequadas para o trabalho de sala de aula. fernandes.brj@gmail.com
  16. 16. Perspectiva de Pierre Lévy  Pierre Lévy (1993:170) enxerga uma mudança na economia do saber e indica que: “Os professores aprendem ao mesmo tempo que os estudantes e atualizam continuamente tanto seus saberes ‘disciplinares’ como suas competências pedagógicas”. fernandes.brj@gmail.com
  17. 17. Referências Bibliográficas  Castells, Manual. A sociedade em rede. 8ª ed. São Paulo: Paz e terra, 1999, vol.1.  Geertz, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.  Gomez, Margarita Victoria. Cibercultura, formação e atuação docente em rede. Brasília: Líber Livro, 2010.  Gontijo, Silvana. O livro de ouro da comunicação. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.  Harvey, David. Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992.  Lemos, André; Cunha, Paulo (org.). Olhares sobre a Cibercultura. Sulina, Porto Alegre, 2003;  Lévy, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed.34, 1999. fernandes.brj@gmail.com
  18. 18. Fontes Bibliográficas  Prensky, Marc. "Digital natives, digital immigrants". NCB University Press, Vol. 9 No. 5, Outubro 2001. Tradução de Roberta de Moraes Jesus de Souza. Disponível em: http://depiraju.edunet.sp.gov.br/nucleotec/docume ntos/Texto_1_Nativos_Digitais_Imigrantes_Digita is.pdf. Acesso em: 23.11.2014. fernandes.brj@gmail.com

×