Aula Resumida da história de Roraima

1.233 visualizações

Publicada em

Aula dada no cursinho Acadêmico News. Pequeno resumo da história de Roraima

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.233
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Resumida da história de Roraima

  1. 1. Revisão UFRR História de Roraima Professor Durval Neto
  2. 2. Expedições e invasões no Vale do Rio Branco -1494: Tratado de Tordesilhas(Portugal e Espanha) -1651: O Bandeirante Antônio Raposo Tavares, desse o Rio Madeira e Amazonas e chega ao Pará. -Os interesses de nações européias em adentrar no vale amazônico levaram a construção de vários fortes: 1623- Gurupa 1669- São José do Rio Negro(Manaus) 1755-Tabatinga 1775- São Joaquim do Rio Branco 1776-Prícipe da Beira - Esses fortes eram instalações militares que tinham como objetivo defender o território contra os européus.
  3. 3. Tratado de Madri -Proposto pelo secretário português Alexandre Gusmão. -A espanha reconhecia que dominava ilegalmente as Filipinas. -Portugal admitia que dominava ilegalmente várias áreas da América do Sul. -Uti possidetis, ita possideatis(como possuias assim possuas)
  4. 4. Colonização de Roraima -As primeiras expedições expedições que se tem conhecimento sobre a região de Roraima são oriundas do século XVII. -Entre 1637 e 1639, o Capitão Pedro Teixeira viajou pelo Rio Amazonas em missão de reconhecimento de terras para Portugal. Ele Chegou no Rio Quelçoene e batizou de Rio Branco -Os portugueses desejavam conhecer as terras dos Andes ao Atlântico. -A Expedição chegou ao Rio Branco. -Somente no século XVIII, os portugueses iniciaram a efetiva ocupação do Rio Branco. -A Região foi integrada a Portugal pelo Tratado de Madri de 1750
  5. 5. -Tropas de reconhecimento e resgate estiveram no Rio Branco no século XVIII(Cristovão Aires Botelho e José Miguel Aires): Fazer respeitar a região e capturar índios 1741-O holandês Nicolau Horstman desceu o rio Branco 1775-1776: O Capitão Alemão Philip Sturn constroi o forte São Joaquim.
  6. 6. -O forte São Joaquim foi a primeira repartição pública do Rio Branco -Muitas aldeias foram criadas ao seu redor -Lobo D Almada foi um dos primeiros a ter idéias de colonização da região e foi responsável pela introdução do gado na região. -Em 1794 foi criada a fazenda São José e em 1799 a fazenda São Marcos. -Evangelização Católica na região
  7. 7. Principais Governadores do Forte -1787-Capitão Felipe Sturn -1830- Inácio Lopes -1835-Ambrósio Aires -1839- José de Barros -1842:Major Coelho -1852- Capitão Bento Brasil
  8. 8. -Frei josé do Santos: Primeiro capelão do forte São Joaquim -1892-Criação da Paróquia Nossa Senhora do Carmo em Boa Vista. -Construçao da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo. -Presença de Padres Beneditinos
  9. 9. -1750 a 1800 -Os Aldeamentos indigenas foram a primeira tentativa de colonização do Rio Branco. -Aldeamento de Nossa Senhora do Carmo -Índios:Falta de pagamento e maus tratos -Barcelos: Sustentava os colonos
  10. 10. Revolta da Praia do Sangue -1790 -Grande revolta dos Nativos -O Principal Macuxi Parauijamari foi preso e conduzido ao forte -Matou soldados e fugiu. -Os ìndios de São Martinho emboscaram e mataram mais soldados. -Lobo D Almada governador da Capitania do Rio Negro enviou reforços militares. -Mais de 16 Principais foram presos e enviados a Barcelos. -Revoltados centenas de indigenas enfrentaram os militares. Muitos foram mortos as margens do Rio Branco. As águas se tingiram de Vermelho.
  11. 11. Ingleses e Holandeses em Terras da Macuxilândia -Os Ingleses e holandeses tiveram participação na história de Roraima desde o século XVI. -Disputaram Regiões como as Guianas Holandesas(Hoje Suriname) e Guiana Inglesa. -Essas regiões ficam nas proximidades dos rios Negro e Branco, que faziam ligação com o território luso-brasileiro. -As Ambições Espanholas, Inglesas e Holandesas, fizeram a Coroa Portuguesa a estruturar uma fortificação militar no atual território de Roraima, o Forte São Joaquim do Rio Branco, com contratação do engenheiro Philippe Sturm, em 1775. Sendo construído num local estratégico nas confluências dos rios Branco e Tacutu, na foz do Tacutu.
  12. 12. - Boa Vista se torna municipio do Amazonas -Seca no nordeste e migrações -Pecuária e Borração -Naturistas, Rondon e Carlos Chagas em Roraima
  13. 13. -Boa Vista foi criada em 1890 pelo governador amazonense Augusto Ximeno de Ville Roy - Em 1943, forma criados 5 territórios federais: Guaporé(Rôndonia), Amapá, Ponta Porã, Iguassu e o Território do Rio Branco. -O garimpo foi iniciado em Roraima em 1930 pelo paraibano Severino Mineiro e teve seu auge nos anos 80-90.
  14. 14. Administração do Território - Antes ditadura militar Destaques: 1-Capitão Ene Garcez(21 meses) 2-José Maria Barbosa(35 meses) -Durante a Ditadura militar(oito governadores): 1-Dilermando Cunha 2-Hélio Campos 3-Walmor Leal 4-Hélio Campos 5-Fernando Ramos 6-Ottomar de Souza Pinto 7-Vicente Moraes 8-Arídio Martins
  15. 15. Período Pós Ditadura -1985 a 1990 Meses 1-Getúlio Cruz 28 2-Roberto Pinheiro 11 3-Romero Jucá 18 4-Rubens Vilar 8
  16. 16. 1988- De território a Estado -Apenas em 1 de janeiro de 1991, toma posse o primeiro governador eleito de Roraima, Ottomar de Souza Pinto -Nascem o legislativo e executivo. Novos gabinetes e secretarias. - o Deputado Flávio Chaves é o primeiro presidente do legislativo. -Em 1994 o engenheiro Neudo Campos é eleito. É reeleito em 1998. -Em 2000, Neudo Renuncia, Assume Flamarion Portela, vence Ottomar em 2002 e fica até 2006.
  17. 17. Colonização Luso-Brasileira: Missões e Pecuária - O Território do Rio Branco era habitado por milhares de indigenas, a presença dos missionários católicos facilitava o controle da região pelas autoridades portuguesas. -Isso não eliminou os conflitos existentes entre colonizadores e índios, devido a fatores como exploração e não cumprimento de acordos. -No final do século XIX, houve a expansão da pecuária para importates áreas indígenas, como as Wapichana(Rios Cauamé, Uraricoera e Amajari e oeste do Rio Branco) e em terras macuxi(Vale do Rio Tacatu) -O resultado dessa expansão pecuarista foi o deslocamento de etnias para locais isolados, inclusive para as fronteiras da Guiana. A LEI DAS TERRAS, de 1850, foi um dos motivos de apropriação de terras indígenas por parte das Oligarquias regionais.
  18. 18. A questão do Pirara -Os Ingleses desejavam ampliar suas colônias(Perderam as 13 Colônias Americanas) e objetivavam uma ligação marítima com o rio Amazonas. Esse anseio os levou a avançar sobre nosso território, principalmente na Região do Pirara, utilizando missionários para convencer a população indígena a se declarar a favor dos interesses da coroa Britânica. -O Barão do Rio Branco e Joaquim Nabuco defenderam os interesses portugueses e apresentaram a Vitor Emanuel III da Itália, provas da soberania brasileira na Área. -Apesar das provas, em 1904, o monarca se julgou a favor dos ingleses, que ficaram com 17 mil hectares das terras e o Brasil com 13 mil.
  19. 19. Criação do estado federal -Em 1943 é criado o Estado Federal do Rio Branco -O Objetivo era preservar e garantir a posso do território para o Brasil. -Consequências: Novo ciclo migratório, Construção da BR 174, Criação de Colônias agrícolas, vinda de nordestinos -Em 1962 é criado o Território de Roraima -Pela constituição de 1988, o Território foi elevado a estado e o primeiro governador só tomou posse em 1991.

×