História regional povoamento primeiros tempos

3.150 visualizações

Publicada em

Os primeiros tempos do povoamento macaense a partir dos

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.150
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História regional povoamento primeiros tempos

  1. 1. História RegionalPovoamento – Primeiros Tempos Século XVI
  2. 2. Denominações de Navegadores• 1501 – Gaspar de Lemos nomeia o Cabo de São Tomé e o Cabo Frio. Entre eles nomeia uma região de “Baia do Salvador” – seria Macaé?• 1630 – Mapa de Jodocus Hondius posiciona a Baía do Salvador em frente as Ilhas de Santana.
  3. 3. Razões do Povoamento• Pau-brasil.• Defesa.• Pecuária.• Cana-de-açúcar.
  4. 4. Pau-Brasil• Primeiro produto de exploração do Brasil.• Abundante em todo litoral – Mata Atlântica.• Usado para produção de tinta para tecidos.• Obtido em sistema de escambo com os índios.
  5. 5. Defesa• Povoamento do litoral/foz de rios.• Construção de fortificações.• Alianças com índios – influência dos missionários.
  6. 6. Pecuária• Segundo produto explorado no Norte Fluminense.• Aproveitamento dos “campos nativos”, hoje extintos.• Regime extensivo – “gado selvagem”.
  7. 7. Cana-de-Açúcar• Mais importante recurso agrícola do Brasil colonial.• Bem adaptado ao Norte Fluminense.• A economia canavieira disseminou-se a partir do século XVII.• Exigiu muita mão de obra escrava.
  8. 8. As Capitanias• 1500-1530 – Período Pré-Colonial.• Pau-brasil.• Expedições Exploradoras.• Assédio Estrangeiro.• Expedições “Guarda-Costa”.• Expedição de Martim Afonso de Souza – 1530.
  9. 9. As capitanias• Adoção das Capitanias Hereditárias – 1534.• Grandes sesmarias.• Sesmaria = extensão de terreno doada, sob condições, pelo governo.• Doadas a “fidalgos” da corte em caráter hereditário.• 15 capitanias para 12 fidalgos.
  10. 10. Capitania de São Tomé/São Vicente• Controvérsia da localização de Macaé.• Capitania de São Tomé – Pero de Góis – 1538.• Vila da Rainha – primeiro núcleo populacional do Norte e Noroeste Fluminense.• Gado bovino; cana-de-açúcar; escravos. "Fiz mui boa povoação, com muitos moradores, muito fazenda...estando assim mui contentes com ter a terra muito pacífica..." Pero de Góis, carta a Martim Ferreira em 18/08/1545
  11. 11. Capitania de São ToméCapitania de São Vicente
  12. 12. Capitania de São ToméCapitania de São Vicente
  13. 13. Rio Managé, hoje rio ItabapoanaCapitania Vila da Rainha de São Tomé
  14. 14. Vila da Rainha• “Capital” da Capitania de São Tomé – 1539.• Nas margens do Rio Managé/Itabapoana.• Abandonada poucos anos após sua edificação – 1545 – pelo substituto do donatário.• Reconstruída por Pero de Góis em 1546.• Sequestro do cacique goitacá por piratas.• A vila é novamente abandonada.
  15. 15. Vila da Rainha• Gil de Góis, filho de Pero de Góis, reconstrói em 1600.• “Caso passional” – resulta numa rebelião indígena e nova destruição da vila e abandono da Capitania.• Gil de Góis renuncia a Capitania em 1619.• Já denominada Capitania da Paraíba do Sul.
  16. 16. Defesa do Litoral• União Ibérica – 1580 a 1640.• Assédio de corsários, piratas, tentativa de invasão holandesa, francesa e inglesa.• “O caso Gondomar” – espionagem na corte inglesa e a edificação de um núcleo de defesa que originou o forte.• 1615 – Amador de Souza, filho de Araribóia, chega a região com 200 índios.
  17. 17. Macaé à luz de documentos inéditos – Alberto Lamego
  18. 18. Aldeias Missionárias• Produto da Contrarreforma.• Estratégia inventada pelo missionário jesuíta Manuel da Nóbrega, adotada em todo continente.• Objetivos: catequese; formação de mão de obra; formação de forças militares; produção de gêneros agrícolas e militares.• Uma das razões para escravidão indígena ser “discriminada” e regulada, quase anulada.
  19. 19. MacaéRio de Janeiro
  20. 20. A Fazenda dos Jesuítas• No dia 01 de agosto de 1630 os jesuítas solicitam a doação de uma sesmaria entre o rio Macaé e o rio Leripe.• No dia 01 de novembro de 1630 conseguiram a sesmaria.• Tomaram posse da mesma nos dias 20 e 21 de novembro daquele ano.
  21. 21. A Fazenda dos Jesuítas• Foram instalados currais para criação e repouso do gado que vinha de Campos para o Rio.• No início do século XVIII iniciaram as plantações de cana-de-açúcar.• A sesmaria foi dividida em duas fazendas, uma com sede na base do morro de Santana e a outra em Imboassica.
  22. 22. Avaliação:• 1. No livro Roteiro Documental para História de Macaé, há uma série de instituições destinadas a pesquisa histórica sobre o antigo município de Macaé. Faça uma tabela demonstrando as fontes que você utilizaria para realizar um trabalho sobre:• 1.1 Formas e relações de trabalho em Macaé – séculos XIX e XX. (Vale 0,5)• 2.2 História econômica – escolha um gênero, cana, café ou petróleo. (Vale 0,5)
  23. 23. Avaliação:• 2. Elabore uma síntese discorrendo sobre o povoamento do litoral brasileiro e fluminense, destacando a chegada dos seres humanos a Macaé. Para tal, utilize as fontes sobre Arqueologia que você dispõe. (Vale 1,5)• 3. No livro Arqueologia do Estado do Rio de Janeiro, considerando os artigos Povoamento Pré-Histórico do Litoral do Rio de Janeiro e Ocupações Pré-Históricas em Ilhas do Rio de Janeiro, estabeleça as diferenças entre as comunidades formadas na costa macaense e nas ilhas do Arquipélago de Santana. (Vale 1,5)
  24. 24. Avaliação:• 4. No artigo da professora Márcia Amantino – Macaé nos séculos XVII e XVIII – o primeiro parágrafo defende uma teoria de qual teria sido a razão primordial do povoamento da região. Lendo todo o artigo, defenda ou renegue a proposta da professora, tendo por base outro texto – Macaé à luz de documentos inéditos, de Alberto Lamego. (Vale 2,0).

×