Colonização do brasil

24.456 visualizações

Publicada em

Colonização do brasil

1 comentário
11 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.456
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.170
Comentários
1
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colonização do brasil

  1. 1. EXPLORAÇÃO E COLONIZAÇÃO DA NOVA TERRA: PROFª ANA PAULA E LOEDILZA – 5º ANOS
  2. 2. EXPEDIÇÕES EXPLORADORAS:  A expedição exploradora de 1501 foi comandada por Gaspar Lemos. Ele e sua esquadra percorreram o litoral, renomeando alguns acidentes geográficos, como Cabo de São Roque e Baía de Todos-os-Santos.  Foi nessa expedição que se verificou que a nova terra não era uma ilha, descobriu-se a existência de pau – brasil.  Em 1503, outra expedição ocorreu e foi comandada por Gonçalo Coelho, onde se fundou uma feitoria, um posto de armazenamento.
  3. 3. EXPEDIÇÕES GUARDA-COSTAS:  Depois de 1500, muitos navios europeus passaram a navegar pelo litoral brasileiro, principalmente navios: franceses, ingleses, espanhóis e holandeses.  Para policiar nosso litoral e evitar o comércio de pau- brasil, os portugueses organizaram expedições guarda-costas.
  4. 4. EXPEDIÇÕES COLONIZADORAS:  Para garantir a posse das terras conquistadas e ocupá-las antes que os outros aventureiros o fizessem, os governantes portugueses resolveram organizar expedições colonizadoras. Essas expedições traziam pessoas para viver nestas terras, construir suas casas, fazer plantações, além de explorá-las e defendê-las.  A primeira expedição colonizadora a chegar à América portuguesa foi a de 1530. Chefiada por Martim Afonso de Souza, tinha vários objetivos:  Expulsar os franceses  Descobrir e explorar novas riquezas  Iniciar o povoamento do território  Trazer instrumentos agrícolas, sementes, plantas e animais para povoar a terra.
  5. 5. CAPITANIAS HEREDITÁRIAS:  Em 1530, Martim Afonso de Sousa deu início à colonização das terras que hoje, correspondem ao Brasil.  Em 1534, Dom João III, rei de Portugal, decidiu introduzir aqui um sistema de cultivo de cana- de-açúcar.  Dividiu o território em lotes, que seriam dados a nobres portugueses que deveriam garantir a posse das terras e explorá-las e assim pagar à Coroa portuguesa parte dos lucros obtidos.
  6. 6. CAPITANIAS HEREDITÁRIAS:  Dessa forma o rei de Portugal transferia os gastos com a colonização para os nobres, uma vez que estes exploravam a terra com recursos próprios.  Em 1534, esse sistema de Capitanias Hereditárias, dividiam as terras brasileiras de norte a sul em 15 lotes de terras que se estendiam pelo litoral aos limites determinados pelo Tratado de Tordesilhas.
  7. 7. CAPITANIAS HEREDITÁRIAS:  Os 15 lotes de terra, chamados de capitanias hereditárias porque podiam passar de pai para o filho mas velho.  As terras foram concedidas para 12 pessoas, chamadas de donatários.  Era tarefa do donatário:  Distribuir lotes de terras – sesmarias;  Nomear autoridades;  Fundar vilas;  Escravizar indígenas;  Recolher impostos para a Coroa portuguesa.
  8. 8. CAPITANIAS HEREDITÁRIAS  Muitas capitanias fracassaram, porque muitos donatários não se interessaram e nem tomaram posse da terra, além disso muitos donatários não tinham recursos para colonizar as terras.  Das 15 apenas 02 prosperaram: São Vicente e Pernambuco.  São Vicente e Pernambuco prosperaram devido a lavoura de cana e São Vicente teve mais a criação de gado.
  9. 9. O NEGRO AFRICANO NO BRASIL E A SUA LUTA CONTRA A ESCRAVIDÃO:  Os negros foram escravizados no Brasil por 300 anos e durante esse período eles lutaram contra a escravidão e formaram muitos esconderijos chamados de quilombos.  Quilombo é originário da língua banto e significa local escondido.  O principal líder dessa luta foi Zumbi e que lutou muito tempo no Quilombo dos Palmares.  Dia 20 de novembro, Zumbi foi morto e em todo Brasil é comemorado o Dia da consciência negra.
  10. 10. ENGENHOS DE AÇÚCAR:
  11. 11. OS ENGENHOS E A PRODUÇÃO DE AÇÚCAR:  O ENGENHO ERA A GRNADE PROPRIEDADE PRODUTORA DE AÇÚCAR. NELE HAVIAM VÁRIAS CONSTRUÇÕES: 1. CASA – GRANDE – MORADIA DO SENHOR E SUA FAMÍLIA. 2. SENZALA – ONDE VIVIAM OS ESCRAVOS. 3. CAPELA 4. CASA DE ENGENHO QUE ABRIGAVA:  MOENDA – ONDE SE MOÍA A CANA PARA EXTRAIR O CALDO.  FORNALHAS – ONDE SE FERVIA E PURIFICAVA O CALDO(GARAPA).  CASA DE PURGAR – ONDE O AÇÚCAR ERA BRANQUEADO, SEPARANDO O AÇÚCAR MASCAVO(ESCURO).  AO FINAL O AÇÚCAR ERA PESADO E COLOCADO EM CAIXAS E DEPOIS ENVIADO PARA A EUROPA.  MUITOS ENGENHOS TAMBÉM PRODUZIAM AGUARDENTE.
  12. 12. O ENGENHO:  CANAVIAS, PASTAGENS E A LAVOURA DE SUBSITÊNCIA FORMAVAM AS TERRAS DO ENGENHO.NA LAVOURA SE CULTIVAVA VÁRIOS PRODUTOS(MANDIOCA, MILHO, ARROZ, FEIJÃO) PARA O CONSUMO, POIS ERA MAIS IMPORTANTE PRODUZIR AÇÚCAR DO QUE OUTROS PRODUTOS, GERANDO FALTA DE ALIMENTOS, ASSIM OCASIONOU ALTA NOS PREÇOS E GRANDE FALTA DE ALIMENTOS PARA OS MAIS POBRES.
  13. 13. GOVERNOS – GERAIS:  A DIVISÃO DAS TERRAS NA AMÉRICA PERMITIU O INÍCIO DO POVOAMENTO E DO CULTIVO DA CANA – DE –AÇÚCAR.  MAS O SISTEMA DE CAPITANIAS FALHOU E ASSIM O REI DE PORTUGAL AOS POUCOS FOI SUBSTITUINDO PELOS GOVERNOS GERAIS EM 1548, CRIANDO UMA ADMINISTRAÇÃO CENTRAL NA COLÔNIA QUE AJUDASSE OS DONATÁRIOS NA DIREÇÃO DAS CAPITANIAS.
  14. 14. GOVERNOS GERAIS  A FUNÇÃO DO GOVERNADOR-GERAL ERA:  DAR ASSISTÊNCIA AS CAPITANIAS  CUIDAR DA JUSTICA  DAS FINANÇAS  DEFENDER OS COLONOS  INCENTIVAR O CULTIVO DA CANA  EXPLORAR PAU-BRASIL  PROCURAR RIQUEZAS NO INTERIOR DO BRASIL  COMO SEDE DO GOVERNO-GERAL FOI ESCOLHIDA A CAPITANIA DA BAHIA DE TODOS- OS –SANTOS.
  15. 15. PRIMEIRO GOVERNADOR-GERAL  TOMÉ DE SOUZA  CHEGOU NA BANHIA EM 1549 E FUNDOU A CIDADE DE SALVADOR, QUE PASSOU A SER A PRIMEIRA CAPITAL DA COLÔNIA.  COM ELE VEIO MUITOS COLONOS E OS PRIMEIROS JESUÍTAS, CHEFIADOS PELO PADRE MANUEL DA NÓBREGA, PARA CATEQUIZAR OS ÍNDIOS.  GOVERNOU ATÉ 1553.
  16. 16. SEGUNDO GOVERNADOR-GERAL:  DUARTE DA COSTA  CHEOGU EM 1553 E COM ELE VIERAM COLONOS E JESUÍTAS, ENTRE ELES O PADRE JOSÉ DE ANCHIETA.  DUARTE DA COSTA ENTROU EM CONFLITO COM O BISPO DOM PERO FERNANDES SARDINHA, QUE CRITICAVA SEU FILHO DOM ÁLVARO DA COSTA.  HOUVERAM MUITAS LUTAS ENTRE OS COLONOS E INDÍGENAS.  OS FRANCESES INVADIRAM O RIO DE JANEIRO.  OS TAMOIOS ALIARAM-SE AOS FRANCESES E OUTROS GRUPOS INDÍGENAS E FUNDARAM A CONFEDERAÇÃO DOS TAMOIOS  FUNDOU O COLÉGIO DE SÃO PAULO PELOS JESUÍTAS MANUEL DA NÓBREGA E JOSÉ DE ANCHIETA E MAIS TARDE SE DEU ORIGEM À CIDADE DE SÃO PAULO.  DUARTE DA COSTA TERMINOU SEU GOVERNO EM 1557, VOLTANDO PARA PORTUGAL.
  17. 17. TERCEIRO GOVERNO-GERAL:  NO ANO SEGUINTE ASSUMIU MEM DE SÁ, SEU GOVERNO DUROU 14 ANOS E ELE CONSEGUIU RESOLVER OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA COLÔNIA.  FATOS IMPORTANTES DO GOVERNO MEM DE SÁ: 1) REAPROXIMAÇÃO ENTRE TAMOIOS E PORTUGUESES 2) FUNDAÇÃO DA CIDADE DE SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO, EM 1565, POR ESTÁCIO DE SÁ, SOBRINHO DE MEM DE SÁ. 3) EXPULSÃO DOS FRANCESES DO RIO DE JANEIRO, EM 1567. COM A MORTE DE MEM DE SÁ, EM 1572, O GOVERNO DIVIDIU A ADMINISTRAÇÃO EM DOIS GOVERNOS-GERAIS: O DO NORTE, COM A CAPITAL EM SALVADOR, E O DO SUL, COM CAPITAL NO RIO DE JANEIRO, MAS ESTA DIVISÃO NÃO DEU RESULTADOS E A COLÔNIA VOLTOU A TER SOMENTE UM GOVERNADOR E UMA CAPITAL, QUE FICOU SENDO A CIDADE DE SALVADOR ATÉ 1763.

×