Ebook 9001 2015

4.234 visualizações

Publicada em

0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.234
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
455
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ebook 9001 2015

  1. 1. templum.com.br
  2. 2. templum.com.br O QUE PODE MUDAR NA ISO 9001: 2015? por Igor Furniel A norma ISO 9001, a principal referência internacional em Qualidade, está passando por uma revisão completa. A nova versão, que deve estar disponível em 2015, trará mudanças profundas, com consequências para os Sistemas de Gestão da Qualidade existentes. As organizações que já possuem ou que desejam conquistar o certificado ISO 9001 terão de se adaptar à nova norma. Veja a seguir o que está sendo discutido na revisão e como a nova versão da norma ISO 9001 afetará o seu negócio.
  3. 3. templum.com.br PRA QUÊ MUDAR? Se a ISO 9001 é um grande sucesso e sinônimo de credibilidade difundido no mundo todo, qual o motivo para essa mudança?
  4. 4. templum.com.br É simples. A ISO 9001 será atualizada para refletir as práticas empresariais modernas e as mudanças do ambiente de negócios. Além de melhorar ( e muito! ) a compatibilidade com outras normas de sistemas de gestão. Na prática, o objetivo da ISO é padronizar as suas próprias normas de Sistemas de Gestão, incluindo estrutura, definições e linguagem. Isto facilitará a interpretação e a integração das normas, otimizando a implementação. A padronização facilitará a integração de diferentes Sistemas de Gestão, como, por exemplo, ISO 9001 + ISO 14001. É impossível progredir sem mudança e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada. George Bernard Shaw
  5. 5. templum.com.br • Modernizar a norma ISO 9001, mantendo o seu reconhecimento e o seu prestígio internacional; • Estabelecer a estrutura básica de requisitos de Sistemas de Gestão da Qualidade pelos próximos 10 anos ou mais; • Simplificar a linguagem para evitar dúvidas e garantir a compreensão e a interpretação consistente dos requisitos; • Ser suficientemente genérica e ao mesmo tempo relevante para organizações de todos os tipos e tamanhos, de todos os setores; • Manter o tradicional foco na gestão eficiente de processos como meio para obter os resultados desejados; • Considerar as mudanças nas práticas e na tecnologia de Gestão da Qualidade desde a última grande revisão da norma, que ocorreu no ano 2000; • Incluir práticas de Gerenciamento de Riscos e Oportunidades; • Refletir o aumento na complexidade e na dinâmica do ambiente onde as organizações operam; • Aplicar estrutura uniforme para garantir a compatibilidade com outros sistemas de gestão ISO. • Simplificar a implementação e a conformidade das organizações. Outros objetivos da nova revisão deverão ser:
  6. 6. templum.com.br ISTO JÁ ACONTECEU ANTES! Desde sua criação, a norma já passou por várias mudanças. Confira a seguir o histórico de mudanças da ISO 9001
  7. 7. templum.com.br HISTÓRICO DE MUDANÇAS DA ISO 9001
  8. 8. templum.com.br O QUE PODE MUDAR? A nova versão estará disponível no final de 2015.
  9. 9. templum.com.br Ainda não sabemos exatamente o que mudará com a ISO 9001:2015, pois a versão final não está pronta. Entretanto, as versões preliminares da norma, que estão sendo revisadas pelos países membros da ISO, estão disponíveis. É importante lembrar que as versões preliminares são rascunhos e, com certeza, sofrerão algumas alterações até a versão final aprovada pelo Comitê. Quando os especialistas dos países participantes chegarem a um consenso, a ISO publicará uma versão preliminar internacional oficial, o que deve ocorrer na primeira metade de 2014. Nesse momento, qualquer pessoa interessada poderá opinar sobre a revisão da norma e os comentários recebidos serão considerados na elaboração da versão final. Assim, o conteúdo da norma ainda pode mudar, mas já é possível ter uma boa idéia de quais serão as principais diferenças em relação à norma ISO 9001:2008. As oportunidades para melhorias existem em grande quantidade, mas não mandam aviso. Joseph Moses Duran
  10. 10. templum.com.br O objetivo da ISO é padronizar as suas próprias normas de Sistemas de Gestão, incluindo a estrutura, as definições e a linguagem. Isto facilitará a interpretação e a integração das normas, otimizando a implementação. A padronização das normas facilitará a integração de diferentes Sistemas de Gestão, como, por exemplo, ISO 9001 + ISO 14001. A revisão da linguagem usada é importante para evitar dúvidas clássicas. Por exemplo, a ISO 9001:2008 utiliza o termo “produto” para se referir a um serviço ou produto. Muitos empresários que trabalham com prestação de serviços ficam em dúvida se a ISO 9001 é aplicável a suas empresas, pois a norma não menciona serviços, somente produtos. A resposta é sim, pois “produto” quer dizer “serviço ou produto” e a ISO 9001:2008 é aplicável a qualquer organização! Com a revisão dos termos utilizados na ISO 9001:2015, a interpretação da norma será mais fácil e essas dúvidas deverão desaparecer. TÓPICOS DE ALTO NÍVEL O ANEXO SL FACILITAR A IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO INTEGRADOS E SIMPLIFICAR A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA O Anexo SL é uma ótima notícia para qualquer pessoa envolvida com normas de gestão ISO. A partir de seu uso cerca de 30% dos textos das normas passa a ser idêntico.
  11. 11. templum.com.br Apesar das normas ISO serem muito parecidas em termos estruturais, elas não são exatamente padronizadas, o que dificulta um pouco a vida das empresas que desejam implementar sistemas de gestão integrados como a ISO 9001 e ISO 14001, por exemplo. Apesar das evoluções que as normas vêm sofrendo nas últimas décadas, a leitura das mesmas é atraente para um pequeno grupo de técnicos apaixonados, que já se habituaram ao “tecniquês”. Diante deste fato, a ISO decidiu adotar um padrão para criação e revisão dos sistemas de gestão, o super discutido Anexo SL. Documento que harmoniza a estrutura, texto, termos e definições. O ANEXO SL É UMA RECEITA PARA SE FAZER UMA NORMA A utilização da mesma estrutura, bem como os termos e definições comumente utilizados, tornará muito mais fácil e menos demorado e, consequentemente, mais barato de implementar, integrar e manter os sistemas de gestão.
  12. 12. templum.com.br Cláusula 1 - Escopo Cláusula 2 - Referências normativas Cláusula 3 - Termos e definições Cláusula 4 - Contexto da organização Cláusula 5 - Liderança Cláusula 6 - Planejamento Cláusula 7 - Suporte Cláusula 8 - Operação Cláusula 9 - Avaliação de desempenho Cláusula 10 - Melhoria CONHEÇA A ESTRUTURA PROPOSTA PELO ANEXO SL E ENTENDA COMO FICARÁ A ISO 9001:2015: Algumas definições passam a ser idênticas nas diferentes normas: organização, parte interessada, política, objetivos, competência, conformidade. O mesmo acontece com alguns textos: a alta direção deve assegurar que as responsabilidades e autoridades para funções relevantes são atribuídas e comunicadas dentro da organização. Quanto mais fácil, melhor. Com isso mais empresas entenderão e utilizarão as normas ISO. Apesar do número parecer grande, os mais de 1 milhão de certificados ISO 9001 emitidos são quase se nada comparados à quantidade de empresas que existem no mundo. Se todos estes certificados estivessem no Brasil, ainda assim seriam mais de 7 milhões de empresas sem certificação!
  13. 13. templum.com.br OS 8 PRINCÍPIOS DA QUALIDADE AGORA SÃO 7
  14. 14. templum.com.br UMA GRANDE INOVAÇÃO NA VERSÃO 2015 DA NORMA ISO 9001 SERÁ EXPLICITAR UM PENSAMENTO E UMA PRÁTICA ATÉ ENTÃO IMPLÍCITA: A GESTÃO BASEADA NO RISCO O pensamento com base no risco.
  15. 15. templum.com.br Este risco era um assunto muito discutido entre os auditores que são treinados para identificar as possíveis causas de falhas. Ou seja, situações que colocam a qualidade em risco. Agora este pensamento deve ser uma constante da empresa. A orientação é que este pensamento oriente tudo. Será que tal decisão trará prejuízos financeiros? Como nossos clientes podem reagir a esta mudança? E assim por diante. Diferente do que muitos pensam, o objetivo da ISO é fazer com que as empresas pensem nas oportunidades e não só em riscos. Esta deve ser a maior ferramenta para pensar e agir preventivamente, uma vez que o termo“ação preventiva” será abolido, isso mesmo, abolido. Assim o sistema passa a se apoiar mais em comportamento humano do que apenas em um conjunto de procedimentos e registros. O grande desafio neste caso será com os auditores que até hoje são treinados para verificarem registros, questões objetivas e tangíveis. Agora eles deverão discutir pensamentos, questões muitas vezes intangíveis. O simples fato de uma atividade existir abre a possibilidade da ocorrência de eventos ou combinação deles, cujas conseqüências constituem oportunidades para obter vantagens ou então ameaças ao sucesso ou objetivo.
  16. 16. templum.com.br • Reformatação completa para alinhar com o “Anexo SL” • “Bens e serviços” em vez de “produto” • Maior enfoque em “riscos e oportunidades” • Eliminação do termo “ação preventiva” - o conceito agora está embutido na norma inteira (“risco”) • “Aquisição de bens e serviços” em vez de “compras” - inclui processos terceirizados • Eliminação de requisitos específicos para Manual da Qualidade e Representante da Direção • Requisitos mais genéricos para “Projeto e Desenvolvimento” e “Calibração” OUTRAS NOVIDADES DA ISO 9001: 2015
  17. 17. templum.com.br E AGORA, O QUÊ FAZER? Veja como proceder a partir de agora para acompanhar as mudanças.
  18. 18. templum.com.br NOV 2013 - MAR 2014 • Trabalho eletrônico do WG 24 para desenvolver o “Rascunho da DIS” • Reunião presencial de WG24 para consensar o texto da DIS (Fev 2014) ABR 2014 • Previsão da publicação da DIS para Voto e Comentário NOV 2014 • Reunião presencial de WG24 para analisar os resultados e comentários ABR 2015 • Publicação da FDIS SET 2015 • Publicação da ISO 9001:2015 TRANSIÇÃO DA ISO 9001:2015 AGENDA DA MUDANÇA
  19. 19. templum.com.br A partir da data de publicação da ISO 9001:2015, será estabelecido um prazo de transição de três anos para quê as organizações se adaptem à nova norma. Quando esse prazo terminar, a ISO 9001:2008 será considerada obsoleta, ou seja, já não será válida. Esta informação é muito importante, pois ao contrário do que aconteceu com a ISO 9001:2008, as mudanças da ISO 9001:2015 serão grandes e exigirão um esforço considerável de adaptação. Para conquistar ou manter a certificação, as organizações interessadas precisarão realizar uma revisão completa dos seus processos e da sua documentação, de acordo com os novos requisitos e a nova estrutura da norma. O QUÊ SUA EMPRESA DEVE FAZER AGORA? POR ENQUANTO, NENHUMA AÇÃO É NECESSÁRIA, POIS NÃO SABEMOS COM CERTEZA COMO SERÁ A VERSÃO FINAL DA NORMA, QUE DEVERÁ ESTAR DISPONÍVEL SOMENTE NO FINAL DE 2015.
  20. 20. templum.com.br
  21. 21. templum.com.br COMPARTILHE FACEBOOK

×