Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14

2.182 visualizações

Publicada em

Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14

  1. 1. Professora Bibliotecária: Fernanda Ledesma 2013/2014
  2. 2. Biblioteca Escolar 2 Índice Nota Introdutória: ................................................................................................................... 3 1. Execução das Atividades .................................................................................................. 5 1.1. Domínio A. Currículo, Literacia e Aprendizagem .............................................................. 5 1.1.1. Apoio ao Estudo (Apoio BE) .............................................................................................. 7 1.1.2. Atividades de Recuperação de Aprendizagem (ARA) ....................................................... 9 1.1.3. Acompanhamento dos alunos com ordem de saída da sala de aula ............................. 10 1.2. Domínio B. Leitura e Literacia......................................................................................... 11 1.3. Domínio C. Projetos e Parcerias ..................................................................................... 21 1.4. Domínio D. Gestão da Biblioteca Escolar ....................................................................... 28 1.4.1. Recursos Humanos ......................................................................................................... 28 1.4.2. Recursos Materiais (Espaço, Mobiliário e Equipamento Tecnológico) .......................... 29 1.4.3. Integração e Valorização da BE ...................................................................................... 32 1.4.4. Gestão Coleção ............................................................................................................... 33 Conclusão .............................................................................................................................. 34 Anexos Anexo I – Base de dados Anexo II – Coordenação da Equipa Anexo III – Relatório do Apoio ao Estudo Anexo IV – Relatório das Atividades de Recuperação de Aprendizagem Anexo V – Relatório de Ordem de Saída da Sala de Aula
  3. 3. Biblioteca Escolar 3 Biblioteca Escolar: Uma Porta para a Vida! Nota Introdutória: A Escola Secundária D. João II e a sua Biblioteca estão concentradas no cumprimento do objetivo primordial que é contribuir para o sucesso dos nossos alunos e mitigar os problemas de indisciplina. A Oferta Formativa da Escola carateriza-se pela diversidade, no 3º ciclo com a predominância do ensino regular e um curso de educação e formação (CEF), no ensino secundário dividida entre os cursos científico-humanísticos e os cursos profissionais, procurando dar resposta à população envolvente pois, embora a escola tenha sido intervencionada e tenha boas condições, situa-se na Freguesia de São Sebastião, cuja população residente pertence a um nível económico médio-baixo. Muitos pais/encarregados de educação não têm expetativas bem delineadas em relação à formação dos seus educandos, pelo que a escola tem de assumir um papel fundamental de (re)orientação dos alunos, disponibilizando-lhes informação e apoio ao estudo que lhes permitam fazer as suas escolhas de forma mais esclarecida e sustentada. A Biblioteca situa-se num local central, é um espaço multidisciplinar em constante movimento, assume-se como um serviço formativo e pedagógico, de estudo, de atividades, de projetos, de (re)encontros e de lazer, que procura disponibilizar recursos que vão ao encontro dos seus utilizadores. Consideramos, por isso, que utilizar adequadamente os seus recursos é um saber integrante do processo educativo que visa, a longo prazo, o desenvolvimento das competências necessárias aos alunos para poderem fazer face às solicitações do futuro, nos domínios da leitura e das diferentes literacias. A Biblioteca está integrada na Rede de Bibliotecas Escolares desde 1997 e conta desde há muitos anos, na coordenação, com professores(as) bibliotecários(as) com formação especializada na área da Biblioteconomia. Para atingir os objetivos a que nos propomos elaboramos anualmente o Plano de Ação da Biblioteca Escolar seguindo as linhas orientadoras emanadas pela Rede de Bibliotecas Escolares(RBE). Findo o primeiro ciclo de implementação do Modelo de Avaliação das Bibliotecas Escolares (mabe), o mesmo foi atualizado. No agora findo ano letivo iniciou-se um novo ciclo, com a duração prevista de quatro anos (2014-2017). O MABE continua a ser constituído quatro domínios, a saber: No entanto, os quatro domínios (A,B,C, e D) são agora avaliados de 2 em 2 anos na globalidade, intercalados com anos dedicados à melhoria dos pontos fracos identificados. Então, de forma a
  4. 4. Biblioteca Escolar 4 implementar o MABE segundo a nova metodologia de aplicação proposta, elaboramos no início do, o Plano de Atividades, acrescido de um Plano de Melhoria, neste caso, apenas para os domínios B. Leitura e literacia e C. Projetos e parcerias. Por estas razões este documento é o Relatório de Execução do Plano de Atividades e do Plano de Melhoria. Por outro lado, na sequência do trabalho desenvolvido no ano anterior, continuaram integradas na Biblioteca Escolar as quatro medidas de sucesso educativo provenientes dos normativos em vigor, nomeadamente do Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho – Revisão da Estrutura Curricular, Despacho normativo n.º 7/2013 – Organização do ano letivo, da Lei n.º 51/2012 de 5 de setembro- Estatuto do Aluno e Ética Escolar e também do Despacho normativo n.º 24- A/2012 A avaliação e certificação e medidas de promoção do sucesso escolar. As medidas acima referidas são as seguintes: a. Apoio ao estudo na BE; b. Plano de Ocupação dos Tempos Escolares (aulas de substituição) e elaboração de atividades para o mesmo; c. Realização e acompanhamento das Atividades de Recuperação de Aprendizagem; d. Acompanhamento dos alunos com ordem de saída da sala de aula. De forma a permitir a implementação destas quatro medidas foi criada uma equipa de cerca de 53 docentes, com tempos provenientes dos normativos acima referidos. As referidas medidas enquadram-se no domínio A- Currículo, literacia e aprendizagem, permitindo um apoio efetivo e diário ao currículo, muito para além do que se fazia anteriormente, sendo as atividades pedagógicas desenvolvidas em articulação com os grupos disciplinares, projetos, núcleos e clubes da escola. Todas as decisões foram tomadas de acordo com a Direção que, conhecendo bem os recursos e alguns constrangimentos existentes, sempre apoiou a BE, tentando dar resposta às questões que se foram colocando. Os recursos humanos afetos à BE permitiram a cobertura de todo o horário letivo, das 8.25 h às 18.30 h. PLANO DE AÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR Plano de Atividades Esquema de Temas Plano de Melhoria
  5. 5. Biblioteca Escolar 5 1. Execução das Atividades Neste ponto fazemos a descrição das atividades, dos quatro domínios, realizadas durante este ano letivo. 1.1. Domínio A. Currículo, Literacia e Aprendizagem INDICADORES: A.1. Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos media. A.2. Uso das tecnologias e da Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem. VISITA À BIBLIOTECA PARA DIVULGAÇÃO DOS ESPAÇOS, RECURSOS E NORMAS DE FUNCIONAMENTO Relatório /descrição Data: 16 de setembro a 4 outubro de 2013 Objetivo:  Formar utilizadores Descrição: No início fez-se a receção às turmas para divulgação dos vários espaços, serviços e recursos existentes; em seguida houve uma apresentação mais formal na sala de conferências. Materiais elaborados: Apresentação disponível em: http://www.slideshare.net/bedjoaoii/apresentao-biblioteca-escolar-2013 Articulação: Biblioteca – Diretores de Turma Dinamizadores: Professora Bibliotecária (Fernanda Ledesma) Participantes: Ensino Básico: 25 turmas (620 alunos) Ensino Secundário: 7 turmas (175 alunos) Professores: 30 Diretores de Turma APOIO AO PREENCHIMENTO DOS REGISTOS BIOGRÁFICOS, SOCIO-ECONOMICO E CULTURAL Relatório /descrição Data: 16 de setembro a 4 outubro de 2013 Objetivo:  Apoiar / formar utilizadores na aplicação de Tecnologias, ambientes e ferramentas digitais e online. Descrição: Implementou-se pela primeira vez na escola o preenchimento dos registos biográficos, sócio-económico e cultural em formulário digital. A biblioteca elaborou os formulários em formato digital (google forms) e apoiou a sua realização com as turmas. Todo o processo decorreu na Biblioteca, durante 3 semanas, e o acesso ao formulário foi feito através do Blogue da BE– Letras não são tretas. Articulação: Biblioteca – Coordenadoras de Diretores de Turma e Diretores de Turma Dinamizadores: Fernanda Ledesma (Professora Bibliotecária) e Rogério Mares Participantes: Ensino Básico: 25 turmas (620 alunos) Ensino Secundário: 3 turmas (80 alunos) Professores: 28 Diretores de Turma
  6. 6. Biblioteca Escolar 6 SESSÃO DE TRABALHO: ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO DOS FORMULÁRIOS DO REGISTO BIOGRÁFICO, SOCIO- ECONÓMICO E CULTURAL Objetivos:  Desenvolver competências na elaboração de formulários online, organização e tratamento dos dados obtidos.  Utilizar os comandos básicos da folha de cálculo.  Exportação dos dados dos formulários preenchidos pelos alunos.  Preenchimento do Projeto de Turma no modelo previamente elaborado. A sessão foi organizada de modo a permitir aos DTs exportar e organizar os dados do formulário da sua direção de turma. Data:10 de outubro de 2013 Dinamizador: Rogério Mares Público- Alvo: Diretores de Turma do Ensino Básico Nº docentes envolvidos: 20 SESSÕES: REDES SOCIAIS E CIDADANIA Relatório /descrição Data: 25 a 28 de fevereiro de 2014 Objetivo:  Alertar e formar para as mais-valias e perigos associados ao uso da Internet Descrição: Realizaram-se 5 sessões que incluíram todas as turmas de 7º ano. As sessões decorreram em articulação com as disciplinas de TIC e ET. Após a sessão de esclarecimento foram recolhidos alguns testemunhos para avaliar a sessão. Articulação: Biblioteca – Professor de TIC e ET Dinamizadores: Fernanda Ledesma (Professora Bibliotecária) e Amélia Pereira e Ivo Cardoso. Participantes: Ensino Básico: 7ºA,B, C, D, E, F, G, H e I (240 alunos) DEBATES: PIRATARIA CERTO OU ERRADO? Relatório /descrição Data: 10 a 14 de fevereiro de 2014 Objetivo:  Alertar e formar para as mais-valias e perigos associados ao uso da Internet;  Sensibilizar para a problemática dos direitos de autor. Descrição: Todas as turmas de 8º ano realizaram os trabalhos sobre o tema “Pirataria: certo ou errado?”com o intuito de promover debates interturmas na semana da internet mais segura. Articulação: Biblioteca – Professor de TIC e ET Dinamizadores: Fernanda Ledesma (Professora Bibliotecária) e Amélia Pereira e Stephane Simonet. Participantes: Ensino Básico: 8ºA,B, C, D, E, F, G e H (220 alunos).
  7. 7. Biblioteca Escolar 7 ACRÓSTICOS Relatório /descrição Data: 25 a 28 de fevereiro de 2014 Objetivo:  Alertar e formar para as mais-valias e perigos associados ao uso da Internet Descrição: As Turmas do 7º ano realizaram acrósticos sobre “Segurança na Internet”. Articulação: Biblioteca – Professor(a) de TIC Dinamizadores: Fernanda Ledesma (Professora Bibliotecária) e Amélia Pereira. Participantes: Ensino Básico: 7ºA, C, E, e G (99 alunos). As restantes atividades propostas para concretizar este domínio foram realizadas, ao longo do ano letivo, no âmbito do trabalho diário da biblioteca escolar. Relativamente à integração e implementação das medidas de sucesso educativo no domínio A – Currículo, Literacia e Aprendizagem requereram algum trabalho e reflexão de modo a que a articulação com os grupos disciplinares se tornasse efetiva. Para concretizar e relacionar as atividades e medidas de promoção de sucesso educativo, construímos um esquema conceptual que nos permitisse ligar todos os elementos. 1.1.1. Apoio ao Estudo (Apoio BE) AVALIAÇÃO  Melhoria dos resultados dos alunos.  Valorização e reconhecimento do empenho do aluno. Criação de Recursos Educativos Digitais Apoio ao estudo Aulas de substituição Atividades pedagógicas da BE Utilizados e testados nas seguintes situações Apoio - Acompanhamento - Recuperação ALUNO Objetivo Final INSTRUMENTOS Análise da evolução dos resultados do aluno. Correção e seleção dos produtos desenvolvidos, no âmbito dos diferentes desafios, elaborando ebooks temáticos ou divulgando-os na biblioteca, no blogue, no facebook e no twitter.
  8. 8. Biblioteca Escolar 8 Relativamente ao Apoio ao Estudo, coordenado e organizado pela Biblioteca Escolar, foi elaborado um relatório com todos os dados globais e por turma que constam no anexo III deste documento. A seguir apresentam-se os quadros com os principais resultados da implementação do Apoio ao Estudo na Biblioteca Escolar. Os dados tratados e apresentados neste relatório têm como base os registos realizados pelos docentes, nos instrumentos de recolha de dados que constam do dossier do Apoio ao Estudo na Biblioteca Escolar. RESUMO DO APOIO AO ESTUDO – HORÁRIOS FIXOS SEMANAIS Ensino Básico Ensino Secundário Total Alunos com apoio no 1º período 137 30 167 Alunos com apoio no 2º período 170 34 204 Alunos com apoio no 3º período = final do ano 181 22+13 216 Alunos excluídos do apoio ao estudo (durante todo ano letivo) 58 5 63 Alunos com apoio fixo no ensino secundário: 22 do ensino regular + 13 do ensino profissional. Exclusões: De acordo com o Regulamento Interno, os alunos perdem o direito ao apoio após a 3ª falta injustificada. No final do 1º e 2º período foram excluídos os alunos que atingiram o limite de faltas estabelecido no regulamento interno (RI). Apesar do referido limite ser 3 faltas, na maioria dos casos é ponderada a situação do aluno com o docente da disciplina ou com o diretor de turma, pois pode haver motivo justificado para a sua ausência que a biblioteca escolar desconhece. No 3º período não se fizeram exclusões devido à curta duração do mesmo, pois não se justificava. DISTRIBUIÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO BÁSICO, POR RESULTADOS DE AVALIAÇÃO Avaliação Transição de ano Ano Descida de Nível Manutenção do Nível Subida de Nível Transitaram/APF NT/ RT 7º ano 4% 68% 28% 81% 19% 8º ano 4% 78% 17% 91% 9% 9º ano 0% 70% 30% 84% 16% Legenda: NT (Não Transitaram) ou RT (Retidos por Faltas) para o 7º ano e 8º ano; Admitidos a Prova Final (APF) para os alunos de 9º ano. DISTRIBUIÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO SECUNDÁRIO, POR RESULTADOS DE AVALIAÇÃO Avaliação Ano Descida de Nível Manutenção do Nível Subida de Nível 10º ano 20% 60% 20% 11º ano 43% 14% 43% 12º ano 0% 0% 100% Além dos alunos com apoio fixo semanal, foram criados grupos itinerantes, que frequentaram o apoio ao estudo conforme as suas necessidades e de acordo com as orientações dos docentes – num total de aproximadamente 67 alunos.
  9. 9. Biblioteca Escolar 9 RESUMO DO APOIO AO ESTUDO – GRUPOS ITINERANTES Ensino Básico Ensino Secundário Total Total Ano Letivo 36 31 67 Durante o ano letivo, os Diretores de Turma receberam, no final de cada período, um relatório com os dados dos alunos referente ao apoio ao estudo na Biblioteca Escolar. Foi igualmente elaborado, por período, um relatório global para entregar na Direção. Como já foi referido, no anexo III deste relatório podem ser consultados dados mais detalhados sobre o Apoio ao Estudo na BE. 1.1.2. Atividades de Recuperação de Aprendizagem (ARA) A supervisão das Atividades de Recuperação de Aprendizagem (ARAs) também está integrada na Biblioteca Escolar. Foi elaborado um relatório com todos os dados necessários (anexo IV deste relatório). A seguir apresentam-se os dados dos quadros principais sobre a supervisão das ARAs na BE. DISTRIBUIÇÃO DE ARAS Ano ARAs realizados ARAs não realizados Total Ano Escolar TOTAL 283 366 649 % 44% 56% 100% Estes registos referem-se, apenas, às Atividades de Recuperação de Aprendizagem (ARA) realizadas na Biblioteca Escolar. O levantamento foi feito com base nos registos existentes nos instrumentos de recolha de dados integrados no dossier. Aproximadamente 56% dos alunos propostos para realização de ARAs não compareceram. A quantidade de ARAs duplicou de 12/13 para 13/14; não sendo essa a única justificação, notou-se a falta da oferta de vias profissionalizantes no ensino básico, que não nos foram atribuídas e que, provavelmente, funcionariam como alternativa para uma boa parte destes alunos. COMPARAÇÃO DE DADOS COM O ANO LETIVO ANTERIOR Ano Total Ano Escolar 2012-2013 Total Ano Escolar 2013-2014 Diferença TOTAL 299 649 350 Durante este ano letivo verificou-se uma nova situação nesta área, pois os docentes começaram a enviar também para a Biblioteca Escolar alunos que faltam aos testes no dia em que estava marcada a sua realização em sala de aula. Verificou-se ainda um crescendo de alunos das vias profissionalizantes que recorreram à BE para recuperação de módulos das diferentes disciplinas.
  10. 10. Biblioteca Escolar 10 REALIZAÇÃO DE TESTES E MÓDULOS DE RECUPERAÇÃO Ano Realizados Não realizados Sem registo Total Ano Escolar Ensino Básico 21 9 0 30 Ensino Secundário 119 36 5 160 TOTAL 140 45 5 190 % 74% 23,5% 2,5% 100% 1.1.3. Acompanhamento dos alunos com ordem de saída da sala de aula O acompanhamento dos alunos com ordem de saída da sala de aula, para realizar uma atividade, também é coordenado pela Biblioteca Escolar. O relatório com todos os dados detalhados consta do anexo V deste documento. A seguir apresentam-se alguns dados relevantes. DISTRIBUIÇÃO POR ANO DE ESCOLARIDADE E DISCIPLINA NO ENSINO BÁSICO DURANTE O ANO LETIVO TOTAL ANO LETIVO Ano Total Alunos Português Inglês História Geografia Matemática CFQ C.Naturais Francês EV ET 7º ano 100 1 12 2 1 51 11 5 10 2 5 8º ano 149 13 26 3 4 36 29 5 14 0 19 9º ano 29 3 0 2 0 8 2 0 7 7 0 Total 278 17 38 7 5 95 42 10 31 9 24 DISTRIBUIÇÃO POR ANO DE ESCOLARIDADE E DISCIPLINA, NO ENSINO SECUNDÁRIO Total Ano Letivo Total Alunos Português Matemática CFQ Biologia 10º Ano 2 1 1 0 0 11º Ano 10 0 0 5 5 Total 12 1 1 5 5 Continuam a chegar alunos à biblioteca sem a tira informativa, elaborada com o objetivo de garantir que o aluno que recebe ordem de saída da sala de aula vai, efetivamente, para a biblioteca escolar realizar as atividades. Aproximadamente 99% dos alunos que têm sido encaminhados para a biblioteca trazem atividade atribuída para realizar. As atividades atribuídas pelos docentes foram concretizadas por 92% dos alunos. Os restantes elementos podem ser consultados no anexo V deste relatório.
  11. 11. Biblioteca Escolar 11 1.2. Domínio B. Leitura e Literacia INDICADORES: B.1. Criação e promoção da competência leitora e dos hábitos de leitura. B.2. Atividades e projetos de treino e melhoria das capacidades associadas à leitura. No âmbito do domínio B – Leitura e Literacia – desenvolvemos as atividades que se seguem, algumas das quais estavam integradas no plano de melhoria, relativo a este domínio. ATIVIDADE: MÊS DA LEITURA DATA DE REALIZAÇÃO: 6 a 30 de março Objetivos:  Estimular o interesse e o gosto pela leitura.  Fomentar hábitos de leitura.  Desenvolver competências de leitura e de comunicação oral. Para concretizar as atividades previstas no âmbito do mês da leitura foram realizadas reuniões/sessões de trabalho com vários docentes, de modo a planificar as iniciativas, providenciar recursos e materiais pedagógicos necessários. Para garantir a qualidade das atividades desenvolvidas contámos com o empenho e o trabalho prévio de preparação, quer das turmas, quer dos professores envolvidos. Ocorreram momentos de escrita, de leitura, de seleção de textos e de preparação da leitura, organização de recursos e elaboração de produtos finais em formato digital. Nos quadros a seguir descrevem-se as diferentes atividades do mês da Leitura. Atividade a) DECORAÇÃO DO ESPAÇO DA BIBLIOTECA Relatório /descrição Data: mês de março O espaço da biblioteca foi decorado com adornos alusivos à leitura e ao tema – a língua portuguesa. Foram elaborados todos os materiais necessários, quer pedagógicos para dinamizar as sessões, quer de divulgação na Biblioteca ou nas redes digitais. Articulação: Biblioteca Dinamizadores: Fernanda Ledesma e Alexandre Murtinheira Alunos intervenientes: Joel Fernandes – Aluno estágiário (cartazes). Atividade b) EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS – VÁRIAS DISCIPLINAS Relatório /descrição Data: mês de março Trabalhos elaborados na disciplina de Inglês, das turmas das professoras Lurdes Monteiro e Esperança Cruz. Nesta exposição também houve espaço para Luís de Camões com trabalhos do 9º H do CEF de Jardinagem e Espaços Verdes. Articulação: Biblioteca – Departamento de Línguas Professores dinamizadores: Esperança Cruz, Lurdes Monteiro e Cecília Assunção.
  12. 12. Biblioteca Escolar 12 Atividade c) TERTÚLIA POÉTICA Relatório /descrição Data: 17 de março Tertúlia Poética com as turmas do 7º B e C. A sessão foi dinamizada pelos professores Júlia Batista, Jaime Pinho e Fernanda Ledesma. Os alunos leram poemas individualmente, em pares ou trios; deste desempenho resultaram alguns podcasts, que estão disponíveis no blogue da biblioteca. De salientar que alguns dos intervenientes criaram os seus próprios poemas. Articulação: Biblioteca – Departamento de Línguas Professores Dinamizadores: Fernanda Ledesma, Júlia Batista e Jaime Pinho Alunos intervenientes:7ºB e C - total (40 alunos) Atividade d) POETAS À SOLTA Relatório /descrição Data: 21 de março A atividade poetas à solta realizou-se no dia 21 de março- o dia mundial da poesia. Foram lidos e oferecidos poemas em todas as turmas e a toda a escola. A comunidade educativa é, assim, envolvida na atividade “Poetas à solta” sendo lida poesia nas salas de aula e nos espaços onde decorrem trabalhos ou atividades. Dinamização: Biblioteca Professores Dinamizadores: Fernanda Ledesma e Helena Alves Alunos intervenientes:12º G (13) Curso de Técnicos de Turismo. Participantes: Alunos: 1300 Professores: 110 Assistentes operacionais e administrativos: 21 Atividade e) SESSÃO: PALAVRAS CRUZADAS Relatório /descrição Data: 24 de março Decorreram 3 sessões, das 8.25h às 13.20h, sobre Palavras Cruzadas, dinamizadas pelo Paulo Freixinho, autor do Blogue - Palavras Cruzadas - e das palavras cruzadas do Jornal Publico. As atividades incidiram sobre os conteúdos dos livros de educação literária “O Conto” de Saramago e “O Colar” de Sophia de Mello Breyner. Organização: Biblioteca (Fernanda Ledesma) Dinamizador: Paulo Freixinho Alunos intervenientes: 8ºA(30), 8ºB(20), 8ºC(29), 8ºD (29) e 8ºF(29) - 137 alunos Professores intervenientes: Sandra Rodrigues, José Paulo Costa, Ana Reynaud, Nuno Sousa e Teresa L Carvalho. Atividade f) “SARAU DE POESIA” Relatório /descrição Data: 27 de março O Sarau de Poesia decorreu, das 8.25h às 13.20h, dinamizado pelos professores: Gracinda Mateus e Pedro Rodrigues. Os alunos leram poemas durante toda a manhã na Biblioteca Escolar. Articulação: Biblioteca – professores de Português do 9º ano Professores Dinamizadores: Gracinda Mateus, Pedro Rodrigues e Fernanda Ledesma Alunos intervenientes: 9ºA(22) , B(28), C (29), D (29), E(29), F(31) e G (30) - 198 alunos
  13. 13. Biblioteca Escolar 13 Atividade g) SESSÃO DE LEITURA: “VOU LER PARA TI” Relatório /descrição Data: 27 de março Sessão: “Vou ler para ti”, leitura com os alunos do 7º A, 7ºD e 7ºI dedicada aos pais e outros familiares. Também os pais presentes leram para os seus filhos. Esta sessão foi organizada pelas professoras Ana Teresa Papa e Fernanda Ledesma. Articulação: Biblioteca – Conselho de Turma Professores Dinamizadores: Ana Teresa Papa e Fernanda Ledesma Alunos intervenientes: 7ºA, 7ºD e /ºI (25) Outros Intervenientes: Familiares Atividade h) SESSÃO DE LEITURA: “SHORT STORIES” Relatório /descrição Data: 27 de março Sessão: “Short Stories”, leitura em língua inglesa, dinamizada com as turmas da professora Lurdes Monteiro. Articulação: Biblioteca – Disciplina de Inglês Professores Dinamizadores: Maria de Lurdes Monteiro e Fernanda Ledesma Alunos intervenientes: 11ºB (28 alunos) Atividade j) EXPOSIÇÃO “TEMPO DA LÍNGUA” Relatório /descrição Data: mês de março Foi organizada a exposição temática o “Tempo da Língua” para a qual foi preparada uma atividade pedagógica pela professora Helena Camacho. Posteriormente a atividade foi avaliada e os alunos foram informados dos resultados. Articulação: Biblioteca – Grupo Disciplinar de Língua Portuguesa Turmas/docentes: 10ºH (17), 10ºG (21), 10ºF (20) Helena Camacho 8ºG (27) Cecília Assunção 9ºA (16), 9ºD (24) e 9ºF (27) – Pedro Rodrigues - Total Alunos (152) Atividade j) EXPOSIÇÃO “ANNE FRANK” Relatório /descrição Data: mês de março/abril Foi organizada a exposição temática sobre “Anne Frank” com objetos e livros gentilmente cedidos pela professora Lourine. Para explorar a exposição foi preparada uma atividade pedagógica pela professora Helena Camacho; Posteriormente a atividade foi avaliada e os alunos foram informados dos resultados. Articulação: Biblioteca – Profª Lourine Turmas/docentes: 8ºB (18), 8ºD(23) – Prof. Nuno Sousa 8ºG(14) e 8ºH (20) prof. Cecília Assunção 9ºD (18) prof. Pedro Rodrigues - Total Alunos (93)
  14. 14. Biblioteca Escolar 14 Atividade j) SESSÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE A VIDA E OBRA DE “ANNE FRANK” Relatório /descrição Data: 1 abril Foi organizada uma sessão de esclarecimento sobre a vida e obra de Anne Frank, dinamizada pela professora Lourine. Articulação: Biblioteca – Profª Lourine Turmas/docentes: 8ºG(29) e 8ºH (27) prof. Cecília Assunção e Dulce Rei – Total 56 aunos. Atividade g) LEITURA COM SOTAQUES Relatório /descrição Data: 2 de abril Sessão de Leitura com Sotaques em várias línguas dinamizada pelas docentes do Gabinete de Intervenção Cultural (GIM) no âmbito do Mês da Leitura, com alunos da escola provenientes de diversos países. Organização: GIM Professores dinamizadores: Florinda Trabuco, Esperança Cruz e Isabel Pacheco Professores participantes: Ana Teresa Papa, Nuno Sousa, e Paula Ferreira 7ºD /8ºD 10ºB/10ºH (30+29+30+30) 119 alunos CONCURSO: TEM A PALAVRA …A POESIA Relatório /descrição Data: 2º e 3º período A Biblioteca promoveu mais um concurso Tem a Palavra … a Poesia com tema livre. O concurso foi aberto à comunidade educativa, os poemas podiam ser escritos em língua portuguesa ou numa das línguas estrangeiras lecionadas na escola. Os participantes tiveram oportunidade de divulgar os seus trabalhos e receber os certificados de participação, entregues pela escritora Patrícia Baltazar. Articulação: Biblioteca – Departamento de Línguas Público- Alvo:Todos os alunos e docentes Professores envolvidos: Júlia Bastista e Fernanda Ledesma. Alunos participantes: 43 CONCURSO: FAÇA LÁ UM POEMA Relatório /descrição Data: 28 de fevereiro O Plano Nacional de Leitura promoveu o Concurso Faça Lá Um Poema, no qual, conforme o regulamento, participaram um aluno do ensino básico e um aluno do ensino secundário da nossa escola. Articulação: Biblioteca – Plano Nacional de Leitura Professores: Ana Sancho Público- Alvo:Todos os alunos e docentes Alunos Participantes: 2 Outros Intervenientes: RBE/PNL Para organizar os destaques do mês definimos um esquema orientador de temas a desenvolver durante o ano letivo 2013-2014. Este esquema tem como objetivo ser um indicador para promover articulações das atividades com os departamentos, grupos de recrutamento, diretores de turma, projetos, clubes, núcleos e ateliers da escola. Os temas definidos são transversais às diversas atividades previstas nos domínios desenvolvidos e também são a base para as exposições, decorações, destaques e desafios pedagógicos.
  15. 15. Biblioteca Escolar 15 DESTAQUES E DESAFIOS DO MÊS  Estimular leitores críticos e autónomos  Fomentar a curiosidade sobre autores e temas em destaque.  Selecionar/divulgar obras para leitura autónoma.  Promover atividades de escrita, incentivando a produção de texto destinado à divulgação Dinamizadores Ana Sancho e Fernanda Ledesma Etapas: Seleção do tema de acordo com as comemorações/datas assinaladas de cada mês; Levantamento do material existente na Biblioteca para destaque; Apresentação do material em espaço concebido para o efeito e devidamente assinalado com o cartaz, a definição da Palavra-chave do Mês e o Desafio pedagógico do Mês. Divulgação dos textos elaborados pelos alunos. Outubro Tema: Música Destaque de livros: Relacionados com a Música Desafio: Conta-nos a tua história “A música da minha vida” Resultados: Os trabalhos elaborados e selecionados podem ser consultados no ebook: A Musica da minha vida http://pt.calameo.com/read/001909201e69576a195b Novembro e Dezembro Tema: Solidariedade Destaques para leitura:  Dickens, Charles – Um conto de Natal: e outros contos  Sepúlveda, Luís – História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar  Gonzalez, Maria Teresa Maia – Recados da mãe  Gonzalez, Maria Teresa Maia – Voa comigo!  Gordimer, Nadine – Um mundo de estranhos  Ondjaki – Os da minha rua: estórias Desafio: A mensagem que eu gostava de entregar… Janeiro Tema: Imagem Destaque de livros: BDs diversificadas Desafio: Leitura da imagem / “escreve” com imagens… Fevereiro Tema: Segurança nas relações/smile Destaque de livros:  Poemas de Amor, Antologia de poesia portuguesa – Org. de Inês Pedrosa  Obra Poética, Escritores dos países de Língua Portuguesa – Rui Knopfli  Primeiro Livro de Poesia, - Seleção de Sophia de Mello Breyner Andresen  Rosa do Mundo – 2001 Poemas para o Futuro, - Org. de Manuela Correia Desafio: Escreve um poema para dedicar a alguém… Março Tema: a língua – mês da leitura Destaque de livros (seleção de texto dramático):  À beira do lago dos encantos, Maria Alberta Meneres  O despertar da primavera, Wedekind  Romeu e Julieta, W. Shakespeare  Frei Luís de Sousa, Almeida Garrett  Felizmente há luar! Luís de Sttau Monteiro Desafio: Experimenta escrever teatro… Abril e Maio Tema: Talentos Destaque de livros: Eça de Queirós • Contos; Os Maias; A Relíquia; O Mandarim; O Primo Basílio e O Crime do Padre Amaro. Desafio: Tens talento para descrever? Oferece um retrato “pintado com carinho” a alguém que ames muito (a tua prenda para o dia da mãe!?)
  16. 16. Biblioteca Escolar 16 ATIVIDADE: COMEMORAÇÃO DO DIA DE “HALLOWEEN” Relatório /descrição Data: 24 de outubro a 3 de novembro Comemoração do dia de “Halloween” Objetivos:  Sensibilizar os alunos para a temática;  Dinamizar culturalmente o espaço - escola e, em específico, o da Biblioteca Escolar;  Articular as atividades dos departamentos disciplinares com as atividades da Biblioteca Escolar. Materiais elaborados:  Suportes gráficos e plásticos para a decoração do espaço da Biblioteca Escolar alusiva à temática; Os alunos do 7ºano desenvolveram atividades com a professora Regina Contumélias, na disciplina de Inglês, que foram integradas na exposição da Biblioteca Escolar. Articulação: Biblioteca Escolar - Departamento de Línguas. ATIVIDADE: HÁ LAÇOS E LAÇOS Relatório /descrição Data: dezembro Atividade de escrita criativa sobre os afetos, desenvolvida em articulação com os docentes dos grupos disciplinares de línguas. Salienta-se a participação das línguas francesa e inglesa que são lecionadas na escola: As mensagens escritas assumiram várias formas, salienta-se a forma de laço. Recebemos na Biblioteca: 189 Laços com mensagens escritas em Português, Francês e Inglês. 71 Postais escritos em Inglês. 65 Postais, bonecos e marcadores para livros com mensagens em Francês. Articulação: Biblioteca – Professores de Línguas Público - Alvo: Alunos do 3º Ciclo/ Secundário. Nº alunos envolvidos Francês – 7ºB(20), 7ºE(30), 7ºG(30), 7ºF(30) e 8ºA (30) Inglês: 7ºG, 7ºH(30), 7ºI (30), 9ºE (29) e 10º A (29) Português: 7ºD (30) – 288 alunos Professores: Ana Reynaud, Isabel Gomes, Pedro Rodrigues, Ana Teresa Papa, Regina Contumélias, Esperança Cruz e Lurdes Monteiro ATIVIDADE: DIA DE S. VALENTIM Relatório /descrição Data: fevereiro 2014 Atividade de escrita criativa sobre o amor em articulação com os docentes dos grupos disciplinares de línguas. Salienta-se a participação das línguas francesa e inglesa que são lecionadas na escola: surgiram textos em prosa, poesia, frases soltas, slogans, etc. Articulação: Biblioteca – Professores de Línguas Público - Alvo: Alunos do 3º Ciclo/ Secundário. Nº alunos envolvidos Francês - 7ºA, 7ºB, 7ºC, 7ºH, 8ºA, 8ºB, 8ºC Inglês: 7ºE, 7ºG, 7ºH, 9ºD, 9ºE, 10ºA
  17. 17. Biblioteca Escolar 17 Para além da língua esteve patente a arte, pois as mensagens foram elaboradas em caixinhas, postais, corações e diversos objetos 3D. Foram 123 as cartas de amor colocadas na caixinha da Biblioteca. No dia de S. Valentim, o cupido andou à solta. ( 317 alunos) Professores: Ana Reynaud, Isabel Gomes, Regina Contumélias, Helena Santos, Esperança Cruz e Lurdes Monteiro (6) DISPONIBILIZAÇÃO DE REVISTAS E JORNAIS No decorrer do ano letivo Disponibilizados regulamente: 2 jornais diários, 1 trissemanal e 3 revistas semanais durante todo o ano letivo na Biblioteca. Esporadicamente foram disponibilizadas outras revistas e jornais que chegavam à escola, como a Fórum Estudante, JL, Exército, Deco Proteste, entre outras. ATIVIDADE: ENCONTROS COM AUTORES Objetivos:  Estimular o interesse e o gosto pela leitura.  Fomentar hábitos de leitura.  Desenvolver competências de leitura e de comunicação oral. Encontro com Autor(a): DINA BARCO Relatório /descrição Data: 14 de janeiro Apresentação do Livro “O Diário de Sara” aos 7º anos. Os alunos das turmas selecionadas já tinham lido o livro, a partir do qual desenvolveram novas partes do diário, elaboraram diferentes propostas de capa e acrósticos. Materiais elaborados: Cartaz Articulação: Biblioteca – Disciplina de Português Professores Envolvidos: Fernanda Ledesma e Ana Teresa Papa Alunos intervenientes: 7ºA e D – 50 alunos Encontro com Autor: MAURO PAULINO Relatório /descrição Data: 25 de março Apresentação do Livro “O Inimigo em casa: dar voz aos silêncios da Violência Doméstica” em articulação com o Clube Europeu. Materiais elaborados: Cartaz Articulação: Biblioteca – Clube Europeu Professores Envolvidos: Fernanda Ledesma e Maria João Reis Alunos intervenientes: 11ºF e 10ºA – 48 alunos
  18. 18. Biblioteca Escolar 18 Encontro com Autor: DOMINGOS AMARAL Relatório /descrição Data: 21 de maio Abordagem de vários livros, diversas formas de escrita, fases da escrita de um livro, diversidade de temas a abordar na escrita, entre outros assuntos relacionados com a leitura e a escrita. Materiais elaborados: Cartaz Articulação: Biblioteca – Texto Editora Professores Envolvidos: Fernanda Ledesma, José Trindade, Helena Bray, Isabel Pacheco, Rui Cerdeira, Teresa L Carvalho (FQ), Luís Monteiro, Ana Oneill, Isabel Ferreira, Maria José Simas, Helena Camacho, Júlia Batista, Teresa Carvalho e Florinda Trabuco. Alunos intervenientes: 10º F (22) - 10ºG (23) – 10º H (25), 10ºC, 10º D e 10ºE (75 alunos), 10ºA+ 10ºB (56 alunos) + 10ºJ (20 alunos) = 221 alunos Encontro com Autor(a): MARGARIDA FONSECA SANTOS Relatório /descrição Data: 27 de maio Apresentação do Projeto: Público & Privado – Livros Viajantes com a escritora Margarida Fonseca Santos, o Sociólogo Vasco Caleira e a Psicóloga Eduarda Ferreira. Materiais elaborados: Cartaz Articulação: Biblioteca – SEIES Professores Envolvidos: Fernanda Ledesma, Júlia Batista, Sandra Dias, Alexandra Diogo, Esperança Cruz, professora Bibliotecária da Aranguez + 2 professores Alunos intervenientes: 11ºF, 10ºI, 10ºJ, 9º ano da Aranguez. Encontro com Autor(a): PATRÍCIA BALTAZAR Relatório /descrição Data: 30 de maio Apresentação dos Livros: Ré Menor e Fumar Mata. Materiais elaborados: Cartaz e papiros com poema inédito para distribuir aos alunos. Articulação: Biblioteca – Júlia Batista Professores Envolvidos: Fernanda Ledesma, Júlia Batista, José Trindade, Pedro Rodrigues, Luís Monteiro, Gracinda Mateus, Maria José Simas, Paula Ferreira Alunos intervenientes: 10ºJ, 9ºC, 7ºB, 10º C CONCURSO DE RIMAS: Relatório /descrição Data: outubro de 2013 Realizou-se o Concurso de Rimas e todos os materiais foram elaborados pelos alunos do Curso Profissional de Técnicos de Multimédia. Materiais: cartaz, ficha de inscrição e regulamento Articulação: Biblioteca – Curso Profissional de Multimédia Público - Alvo: Alunos do 3º Ciclo/ Secundário. Nº alunos envolvidos: 12ºG
  19. 19. Biblioteca Escolar 19 SÍNTESE: O Domínio B. leitura e Literacia foi avaliado no ano letivo 2012/2013, com uma classificação de 3,7 na escala de 1 a 4. Nesta fase concluiu-se que fazer mais (quantidade) atividades era quase humanamente impossível, mas fazer melhor (qualidade/consolidação) era sempre exequível, melhorando e fortalecendo articulações, fazendo ajustes que tornassem os serviços mais fluídos, entre outros. RESULTADOS ESPERADOS DEFINIDOS NO PLANO DE MELHORIA: Envolver 85% das turmas em projetos e atividades de leitura e de animação da leitura. Fomentar a leitura de forma a aumentar a requisição e consulta de livros em 20% relativamente ao ano letivo 2012/2013. Consolidar o nível de colaboração/articulação com os departamentos, grupos disciplinares e outras estruturas intermédias. Consolidar o nível de colaboração/articulação com os projetos, núcleos, clubes e ateliers da escola. Reforçar a divulgação dos textos criativos e coletivos, resultantes dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos no âmbito dos desafios do mês, das atividades das aulas de substituição, publicando-os na Biblioteca em suporte de papel e em formato digital e/ou ebook no blogue, facebook e twitter. Todas as turmas (100%) da escola participaram em, pelo menos, uma atividade dinamizada no âmbito do domínio da leitura e literacia, sendo que, no ensino básico, todas participaram em mais do que uma atividade; 14 turmas do ensino básico participaram em 4 ou mais atividades. Conseguiu-se uma maior participação de turmas em cada atividade realizada, por isso, consideramos que se fez um reforço do trabalho colaborativo com os professores das diferentes disciplinas, pelo que o objetivo dos 85% foi superado. Para concretizar as diferentes atividades, houve uma preparação cuidadosa levada a cabo pela equipa da biblioteca e os professores envolvidos. Na maioria dos casos o tema foi abordado previamente na biblioteca, ou em sala de aula, com os alunos. Para uma mais efetiva participação em algumas sessões, nomeadamente nos encontros com escritores, os alunos já tinham realizado trabalho em sala de aula sobre as obras a explorar; por vezes produziram materiais para expor na Biblioteca. Concluímos que o trabalho colaborativo entre a Biblioteca Escolar e o Professores, projetos, clubes da escola não constitui um problema. B. Leitura e Literacia Ano 2012/2013 Avaliação 3,7
  20. 20. Biblioteca Escolar 20 Foram publicados inúmeros textos e trabalhos de alunos quer nos placards da Biblioteca, quer nos meios de comunicação e divulgação digitais como o blogue. DADOS REFERENTES À REQUISIÇÃO AUTÓNOMA DE RECURSOS POR ALUNOS REQUISIÇÃO DOMICILIÁRIA 2013-14 SALA DE AULA CONSULTA NA BE Período Mês Livros DVD Dicionários Livros 1º P Setembro 9 1 0 36 Outubro 48 8 44 139 Novembro 44 7 51 42 Dezembro 19 10 18 21 TOTAL 1ºP 120 26 113 238 2º P Janeiro 76 8 31 42 Fevereiro 68 7 54 71 Março 68 25 36 44 TOTAL 2º P 212 40 121 157 3º P Abril 34 4 4 9 Maio 39 5 31 16 Junho 10 0 24 0 TOTAL 3º P 83 9 59 25 TOTAL ANO LETIVO 415 75 293 420 DADOS REFERENTES À REQUISIÇÃO AUTÓNOMA DE RECURSOS POR ALUNOS REQUISIÇÃO DOMICILIÁRIA SALA DE AULA CONSULTA NA BE Ano Letivo Livros DVD Dicionários Livros 2011/2012 619 125 263 No 2012/2013 364 70 380 466 2013/2014 415 75 293 420 No – Não observado A utilização autónoma por alunos no item - Leitura de Jornal, Revista e Livros - aumentou nos últimos 3 anos letivos: 2011/2012 (8541); 2012/2013 (22509) 2013/2014 (29442). Relativamente à requisição domiciliária e consulta de livros verificou-se apenas uma variação positiva de aproximadamente 1% comparativamente ao ano letivo 2012/2013, pelo que o objetivo do aumento de 20% não foi superado. Embora estejamos conscientes de que este é um problema global das Bibliotecas, continua a fazer parte das nossas inquietações; por isso, continuamos a tentar encontrar formas de divulgação dos livros impressos junto dos alunos.
  21. 21. Biblioteca Escolar 21 1.3. Domínio C. Projetos e parcerias INDICADORES: C.1. Desenvolvimento de atividades e serviços colaborativos com outras escolas/ bibliotecas. C.2. Participação em projetos e parcerias com entidades exteriores à escola. C.3. Envolvimento e mobilização dos pais, encarregados de educação e famílias. ESTRUTURAS DE TRABALHO CONCELHIO DATA Durante o ano letivo participei em praticamente todas as sessões de trabalho do Grupo Concelhio das Bibliotecas Escolares de Setúbal. Dinamizei todas as atividades solicitadas. Participei na sessão de formação sobre o módulo de empréstimos dinamizada pelo Coordenador Concelhio, João Paulo Proença, na Escola Secundária de Bocage. Participei na sessão sobre Literacias de Informação dinamizada pelos Coordenadores Concelhios da RBE (João Paulo Proença) e do SABE (António Calixto). Durante o ano letivo Participação: Professora Bibliotecária (Fernanda Ledesma) SEMINÁRIO: V FEIRA DAS BIBLIOTECAS DE SETÚBAL Relatório /descrição Da ta: 18 e 19 de março de 2014 O Seminário “V feira/Seminário das Bibliotecas Escolares de Setúbal” subordinado ao tema Aprender com a Biblioteca Escolar foi organizado pelas Bibliotecas Escolares em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares, Câmara Municipal e o Centro de Formação Ordem de Santiago, com o objetivo de partilhar experiências, divulgar projetos e ouvir especialistas das diferentes áreas de intervenção das Bibliotecas. Participação da Biblioteca da Escola:  Comunicação do Diretor: Ramiro Sousa (Diretor da Escola Secundária D. João II)- Aprender com a biblioteca escolar  Comunicação da Professora Bibliotecária: Fernanda Ledesma - (Des)arrumar a biblioteca  A minha biblioteca em 2 minutos  Exposição  Elaboração do website - http://seminariobibliotecassetubal.webs.com/  Elaboração do folheto  Banda dos alunos da Escola: Freak Cookie Articulação: Biblioteca Rede Bibliotecas Escolares Câmara Municipal de Setúbal Centro de Formação Ordem de Santiago Dinamizadores: Conferencistas convidados Público- Alvo: docentes (72) Materiais: Cartaz, apresentação, roll-up e website.
  22. 22. Biblioteca Escolar 22 SESSÃO DE TRABALHO: METAS CURRICULARES PARA A DISCIPLINA DE TIC NO 8º ANO Relatório /descrição Data: 18 de setembro de 2013 Objetivo: Discutir as Metas Curriculares para a disciplina de TIC no 8º ano. Elaborar a planificação das metas curriculares relativamente ao 8º ano. Explorar a implementação das metas curriculares, bem como possíveis atividades a realizar. Articulação: Centro de Formação Ordem de Santiago Professores participantes: 10 Professores de Informática dos concelhos de Setúbal, Sesimbra e Pinhal Novo. Materiais: Certificados, formulário de inscrição e materiais para as pastas. SEMINÁRIO: ENSINO VOCACIONAL E PROFISSIONAL POR ONDE COMEÇAR? Relatório /descrição Data: 7 de fevereiro de 2014 O Seminário “Ensino Vocacional, Por Onde Começar? foi organizada pela Biblioteca Escolar em parceria com o Centro de Formação Ordem de Santiago, com o objetivo de esclarecer os professores do concelho de Setúbal sobre o processo de criação dos cursos vocacionais. Os conferencistas convidados foram:  Ramiro Sousa (Diretor da Escola Secundária D. João II)  António Canhão (Diretor do Centro de Formação Ordem de Santiago)  Isabel Hormigo (Gabinete do Ministro Ministério de Educação e Ciência)  Paulo Torcato (Agrupamento de Escolas Portela)  Rui do Bem (Agrupamento de Escolas de Sampaio)  Fernanda Ledesma (ANPRI) Articulação: Biblioteca Centro de Formação Ordem de Santiago Associação Nacional de Professores de Informática Dinamizadores: Conferencistas convidados Público- Alvo: docentes (54) Materiais: Cartaz, certificados, formulário de inscrição e materiais para as pastas. SESSÃO DE ESCLARECIMENTO: “MÚSICA CLÁSSICA JOVEM” DATA Sessão de escalrecimento dinamizada por professores e alunos do Conservatório Regional de Setúbal. A sessão foi intercalada com atuações de alunos com vários instrumentos musicais. 24 de outubro de 2013 Articulação: Biblioteca (Fernanda Ledesma e Alexandra Tavares) – Conservatório Regional de Setúbal Professores: Ana Lopes e Gracinda Mateus Público- Alvo: 9ºD e 9º C (58 alunos)
  23. 23. Biblioteca Escolar 23 SESSÃO DE ESCLARECIMENTO: “RAP E RIMAS” DATA Sessão de esclarecimento dinamizada pelo Rapper Samuel Trezor. A sessão foi intercalada com atuações do rapper e de alunos, bem como com demonstrações de software de edição de som para os Raps. 22 de outubro de 2013 Articulação: Biblioteca (Fernanda Ledesma) Professores: Ivone Lima e Armando Jesus. Público- Alvo: 9ºH e 12ºG e 11º I (50 alunos) SESSÃO DE ESCLARECIMENTO: “MÚSICA NAS ARTES E NA FÍSICA” DATA Sessão de esclarecimento dinamizada pelo professor Nelson Caetano do Coral Luisa Todi. A sessão foi intercalada com atuações. 6 de fevereiro de 2014 Articulação: Coral Luísa Todi e Biblioteca (Fernanda Ledesma) Professores: Ana Oneill, Teresa Ventura Carvalho, Ana Teles, Alexandre Murtinheira e Francília Público- Alvo: 8º A,C e D (88 alunos) PROJETO: JORNALISMO NA ESCOLA Relatório /descrição Data: 24 de fevereiro Realizou-se a palestra sobre Escrita Jornalística no âmbito do projeto Jornalismo na Escola, dinamizada pelo diretor do Jornal “Setúbal na Rede”. Articulação: Biblioteca Escolar - Jornal Setúbal na Rede Dinamizador: Pedro Brinca Professores Acompanhantes: Natércia Gouveia, Mª João Reis, Helena Camacho e Regina Bronze e Fernanda Ledesma Alunos intervenientes: 10º F(25) , 10º G(25) e 10º H(30) – Total (80 alunos) CONFERÊNCIA: NETTALKS (C2) Relatório /descrição Data:10 de março de 2014 Conferência NetTalks – Uma viagem para a literacia mediática, na qual se abordou a segurança na internet, o cyberbulling, redes sociais e os direitos de autor. Os conferencistas convidados foram: Dra. Teresa Pombo (Representante da DGE)- Tema: O plágio e os direitos de autor Professora Fernanda Ledesma (Escola Secundária D. João II) - Articulação: DECO - Biblioteca Dinamizadores: 5 Conferencistas Apoio: Câmara Municipal Direção – José Trindade (Apoio Técnico de Som) Equipa da Deco
  24. 24. Biblioteca Escolar 24 Tema: O Cyberbullying Dr. Nuno Moreira (Representante do Centro Internet Segura)- Tema: A segurança na internet Dr. Luís Pisco (DECO) - Tema: A publicidade e as redes sociais Vídeo-conferência disponível em http://www.nettalks.pt/eventos/setubal/ Público- Alvo: 8ºA, 8ºB e 8ºH, 11ºC, 11ºG e 11ºI (145 alunos) Docentes: 9 professores CONFERÊNCIA: AS JOVENS MULHERES NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (C2) Relatório /descrição Data: 27de março de 2014 Sessão de Esclarecimento: As Jovens Mulheres nas Tecnologias de Informação e Comunicação dinamizada pela Fundação Portuguesa das Comunicações. Objetivo: Incentivar a utilização das tecnologias, definir padrões globais e tratar questões relacionadas com o desenvolvimento tecnológico. Celebrar os interesses e oportunidades das jovens e incentivá-las a escolher uma carreira profissional nas TIC. Desafiar os alunos a criar trabalhos digitais alusivos à integração da mulher no mundo das TIC, resultante da sua reflexão sobre duas questões relacionadas com o tema. Articulação: Fundação Portuguesa das Comunicações(FPC)- Biblioteca Dinamizadores: Equipa da FPC Público- Alvo: 11ºI e 12º C (30 alunos) SESSÃO DE ESCLARECIMENTO: “CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO MUNDO AEROESPACIAL” DATA Sessão de Esclarecimento sobre “Ciência e Tecnologia no Mundo Aeroespacial. A sessão contou com a presença do Comandante João Roque, da TAP. 15 de maio de 2014 Articulação: Biblioteca -Aerocalminhas Público- Alvo: 9ºD e 8ºC (58 alunos) SESSÃO DE ESCLARECIMENTO: “EMPREENDEDORISMO, UMA VISÃO DO DESIGN ATRAVÉS DO CONCURSO DESIGN A BAG” DATA Sessão de Esclarecimento: Empreendedorismo, uma visão do design através do concurso “design a bag”; teve como objetivo falar de design, de empreendedorismo, de desafios, um testemunho na primeira pessoa de um percurso no DESIGN. 15 de maio de 2014 Articulação: Biblioteca – Mundo Cork (Paula Lima) Público- Alvo: 11º E, 10º E e 11º I (55 alunos)
  25. 25. Biblioteca Escolar 25 SESSÃO DE ILUSTRAÇÃO NA BIBLIOTECA DATA Sessão de ilustração manual e digital ao vivo na Biblioteca com ex-alunas da escola do Curso Profissional de Multimédia. 14 e 15 de maio de 2014 Articulação: Biblioteca – Sara Moura e Maria Inês Público- Alvo: Acesso livre WORKSHOP: CAIXINHAS DECORATIVAS DATA Workshop de caixinhas decorativas com Andreia Cordeiro (Ex-aluna da Escola) com a participação do 7º A, acompanhados pela professora Amélia Sousa. O Workshop correu muito bem e os alunos estavam muito entusiasmados com a atividade. 15 de maio de 2014 Articulação: Biblioteca – Andreia Cordeiro Público- Alvo: 7º A (20) EXPOSIÇÃO “FOLHETOS INFORMATIVOS DE PERCURSOS ESCOLARES” Relatório /descrição Data: mês de maio No âmbito do mês dos “Talentos” foi organizada a exposição temática com informação diversificada sobre percursos escolares, nomeadamente para os alunos do 9º e 12º ano. Os folhetos informativos foram recolhidos na Futurália por docentes que acompanharam as turmas. A restante informação foi recolhida e elaborada pela Equipa da Biblioteca Escolar. Dinamização: Biblioteca Acesso livre PROJETO: “TROCA DE MANUAIS” E “PAPEL POR ALIMENTOS” DATA Objetivo: Promover a troca de manuais escolares de forma a dar resposta às necessidades dos alunos. Este projeto aproxima a Biblioteca dos Encarregados de Educação e dos Alunos. O Projeto Livrão permitiu resolver inúmeros problemas de falta de manuais em todos os anos letivos; foram reutilizados mais de 300 manuais escolares. Da recolha e seleção foram enviados para o projeto “papel por alimentos” do Banco Alimentar 900 kg de papel e manuais desatualizados. O balanço é positivo pelo que o projeto irá continuar no próximo ano letivo. No decorrer do ano letivo Articulação: Biblioteca Escolar – Organização Reutilizar e Banco Alimentar
  26. 26. Biblioteca Escolar 26 ATIVIDADE: RECEÇÃO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO Relatório /descrição Data: setembro de 2013 A Biblioteca Escolar fez a receção aos Encarregados de Educação durante as primeiras semanas de aulas. Articulação: Biblioteca – Diretores de Turma Professores dinamizadores: Professora Bibliotecária (Fernanda Ledesma) Público- Alvo: Encarregados de Educação/Pais ATIVIDADE: “O QUE OS NOSSOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO LEEM” DATA Nas reuniões do 2º período foi realizada uma atividade dirigida aos encarregados de educação com o objetivo de informar os pais e encarregados de educação sobre a possibilidade de utilizarem a biblioteca escolar e requisitarem livros para leitura e, ainda, procurar conhecer os hábitos de leitura dos encarregados de educação, na qual se verificaram 342 participações. 2º Período Dinamização: Fernanda Ledesma, Helena Camacho em articulação com os Diretores de Turma. CURSO LIVRE DE ALEMÃO DATA As professoras Ivone Lima e Alexandra Tavares propuseram e dinamizaram o Curso Livre de Alemão. Organizaram-se dois grupos com cerca de 38 inscrições. Todos os materiais necessários foram elaborados pelas professoras. Durante o Ano letivo Dinamização: Alexandra Tavares Ivone Lima ATIVIDADE: DINAMIZAÇÃO DO BLOGUE “LETRAS NÃO SÃO TRETAS” DATA O blogue Letras Não São Tretas (http://letrasnaosaotretas.blogspot.pt/) foi melhorado visualmente e certificado pelo catálogo de blogues do Portal das Escolas que lhe atribuiu o Selo de blogue de referência. O Blogue foi frequentemente atualizado com a colaboração da professora Lurdes Monteiro. No decorrer do ano letivo Dinamizadores: Fernanda Ledesma e Lurdes Monteiro
  27. 27. Biblioteca Escolar 27 ATIVIDADE: DINAMIZAÇÃO DO GRUPO DA BIBLIOTECA NO FACEBOOK E TWITTER DATA Continuou a ser dinamizado o grupo da Biblioteca no Facebook (https://www.facebook.com/groups/100279423412707/), do qual são membros alunos, docentes e encarregados de educação ou elementos de projetos associados à escola/biblioteca. Neste grupo são divulgadas as atividades da Biblioteca e também outras que se vão realizando na escola. O grupo no Facebook permite não só a divulgação, mas também o planeamento e marcação de atividades online entre vários docentes. Foram divulgados inúmeros recursos digitais interessantes pelos docentes e alunos que nele participaram. As publicações no facebook são replicadas para o twitter (https://twitter.com/mediateca_ae) No decorrer do ano letivo Dinamizadores: Fernanda Ledesma e Lurdes Monteiro ATIVIDADE: DINAMIZAÇÃO DO SCOOP IT DATA Foi dinamizado um Scoop it que é uma aplicação de curadoria de conteúdos digitais que permite selecionar, agregar e partilhar os melhores e mais relevantes conteúdos online de um determinado tema/área (http://www.scoop.it/u/mediateca-d-joao-ii) Os recursos estão organizados em 4 dossiers virtuais – Museus, Bancos de imagens, ebooks e recursos para áreas disciplinares. No decorrer do ano letivo Dinamizadores: Lurdes Monteiro O Domínio C. Projeto e parcerias foi avaliado no ano letivo 2011/2012, com uma classificação de 3,4 na escala de 1 a 4. RESULTADOS ESPERADOS DEFINIDOS NO PLANO DE MELHORIA: Consolidação e aumento da participação dos pais/ encarregados de educação nas atividades. Receção de informação, pelos encarregados de educação e pais, com maior regularidade, sobre as atividades que vão sendo realizadas. Consolidação dos encontros, sessões e workshops para partilha de experiências com outros professores bibliotecários e outras escolas. Consolidação das parcerias com instituições na organização de atividades e projetos. C. Projetos parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade Ano 2011/2012 Avaliação 3,4
  28. 28. Biblioteca Escolar 28 Entre as atividades previstas no Plano de Melhoria para o domínio C, apenas duas não foram concretizadas.  Feira de Trocas de Livros  Olimpíadas da Criatividade, porque a aluna inscrita desistiu. Assim sendo, relativamente ao plano de melhoria temos:  N.º total de ações propostas no Plano de melhoria - 18  N.º total de ações implementadas com sucesso - 16 Percentagem de execução do Plano de melhoria - 89% Relativamente à consolidação do trabalho do grupo das bibliotecas escolares, com o tempo vimos melhorando e consolidando estratégias conjuntas nas escolas do concelho de Setúbal e partilhando práticas e inquietações. Na Biblioteca Escolar continuamos a dinamizar atividades com inúmeras entidades externas, algumas das quais se mantém no decorrer dos diferentes anos letivos, o que nos permite fazer um trabalho de colaboração mais aprofundado. Quanto aos pais, aos poucos conseguimos uma maior participação, nomeadamente devido à implementação do projeto de troca de manuais e ao apoio ao estudo. 1.4. Domínio D – Gestão da Biblioteca Escolar INDICADORES: D.1. Recursos humanos, materiais e financeiros adequados às necessidades de gestão, funcionamento e dinamização da biblioteca escolar. D.2. Integração e valorização da biblioteca escolar D.3. Desenvolvimento, organização, difusão e uso da coleção. 1.4.1. Recursos Humanos A Biblioteca escolar, neste ano letivo, dispos dos seguintes recursos humanos, para dar resposta às diversas solicitações. 1 Professora Bibliotecária – 29 tempos A Professora Bibliotecária é detentora de formação especializada na área das Biblioteconomia, exercendo as funções pelo 3º ano consecutivo. 50 a 54 docentes - durante o ano letivo os horários foram ajustados conforme as necessidades da escola e dos diversos serviços/projetos. Os tempos atribuídos à equipa situam-se aproximadanente em 160 tempos semanais, com a duração de 45 minutos. 1 Assistente operacional – com horário a tempo inteiro na Biblioteca.
  29. 29. Biblioteca Escolar 29 O balanço, considerações sobre a constituição da equipa, bem como avaliação do funcionamento, conteúdo funcional e sugestões, constam do anexo II deste relatório. 1.4.2. Recursos Materiais (Espaço, Mobiliário e Equipamento Tecnológico) A biblioteca está organizada por zonas: área nuclear, área de gestão e tratamento documental, área de exposições, área de utilização polivalente, gabinete da professora bibliotecária, armazenamento e sala de conferências, conforme previsto na planta da obra. No entanto, ainda não recebemos o mobiliário previsto, que daria certamente outras condições e conforto a este espaço tão bonito. Pelo que, fazemos o melhor que conseguimos com o mobiliário que a escola foi colocando na Biblioteca. O Equipamento tecnológico disponível é antigo e muito débil, a maioria dos computadores da Biblioteca tem aproximadamente 10 anos. Não recebemos, no âmbito da intervenção da Parque Escolar, nenhum equipamento tecnológico para a biblioteca. Este ano letivo em particular, tivemos muitas dificuldades em dar resposta às necessidades da comunidade educativa. A maioria dos equipamentos são muito lentos e alguns não funcionam. Neste ano letivo também foi muito complicado gerir as impressoras/fotocopiadoras, pois a escola teve de mudar de fornecedor devido à falta de assistência técnica, mas a transição entre os dois fornecedores prolongou-se, praticamente durante todo o ano letivo e a gestão das impressões e fotocópias foi caótica. Nem sempre conseguimos dar resposta às necessidades de impressão dos trabalhos dos alunos e dos professores. Quanto aos recursos financeiros verifica-se o reconhecimento financeiro, cumpre-se o previsto nos indicadores e na legislação, por parte dos órgãos de gestão. Sempre que são necessárias verbas para proceder a aquisições diversas, são afetas à Biblioteca de forma a dar resposta ao trabalho e ao funcionamento da mesma. Ainda assim, fazemos uma gestão cuidadosa dos recursos necessários, reencaminhando-os para as necessidades mais prementes. A Biblioteca Escolar tem ao dispor dos alunos para utilização autónoma: computadores, livros, manuais, revistas, jornais, jogos manuais, espaço para estudo e realização de atividades. A base de dados para recolha de informação de utilização autónoma das diferentes valências da BE foi elaborada pela Professora Bibliotecária. Os valores apresentados nos quadros seguintes foram tratados, após o lançamento na base dados, dos registos nos instrumentos de recolha de dados que são aplicados durante todo o ano letivo.
  30. 30. Biblioteca Escolar 30 UTILIZAÇÃO AUTONÓMA POR ALUNOS DISTRIBUIÇÃO DE DADOS DA UTILIZAÇÃO AUTÓNOMA POR ALUNOS Mês Computadores Leitura de Jornal, Revista e Livros Jogos manuais Estudo / Realização de atividades Filmes 1º P Setembro 316 1445 160 156 0 Outubro 876 3746 260 366 16 Novembro 742 2682 94 267 0 Dezembro 554 1644 54 142 0 TOTAL 1ºP 2488 9517 568 931 16 2º P Janeiro 935 5035 83 147 0 Fevereiro 1157 5113 74 158 0 Março 812 4040 60 146 0 TOTAL 2ºP 2904 14188 217 451 0 3º P Abril 297 1543 18 38 0 Maio 689 3091 38 77 18 Junho 302 1103 6 21 4 TOTAL 3ºP 1288 5737 62 136 22 TOTAL ANO 6680 29442 847 1518 38 DISTRIBUIÇÃO DE DADOS DA UTILIZAÇÃO AUTÓNOMA POR ALUNOS no PC por TIPO de ATIVIDADE MÊS TRABALHOS ESCOLARES (TE) LAZER (L) TOTAL Pesquisa Elaboração de trabalho Impressão/ digitalização TOTAL TE Jogos Outros TOTAL L 1º P Setembro 107 72 8 187 126 3 129 316 Outubro 238 97 21 356 513 7 520 876 Novembro 362 7 10 379 360 4 364 742 Dezembro 330 20 40 390 164 0 164 554 TOTAL 1ºP 1037 196 79 1312 1163 14 1177 2488 2º P Janeiro 348 257 58 663 270 2 272 935 Fevereiro 430 446 20 896 261 0 261 1157 Março 207 468 55 730 82 0 82 812 TOTAL 2ºP 985 1171 133 2289 613 2 615 2904 3º P Abril 29 194 65 288 9 0 9 297 Maio 71 567 50 688 1 0 1 689 Junho 16 248 38 302 0 0 1 302 TOTAL 3ºP 116 1009 153 1278 10 0 11 1288 TOTAL ANO LETIVO 2138 2376 365 4879 1786 16 1803 6680
  31. 31. Biblioteca Escolar 31 DISTRIBUIÇÃO DE DADOS DA UTILIZAÇÃO AUTÓNOMA POR ALUNOS no PC por ANO de ESCOLARIDADE Mês 7º Ano 8º Ano 9º Ano 10º Ano 11º Ano 12º Ano Total 1º P Setembro 42 154 51 29 9 31 316 Outubro 180 360 156 112 16 52 876 Novembro 199 177 120 138 40 68 742 Dezembro 152 102 58 118 43 81 554 TOTAL 1ºP 573 793 385 397 108 232 2488 2º P Janeiro 181 279 126 167 72 110 935 Fevereiro 172 350 179 215 106 135 1157 Março 124 149 159 240 45 95 812 TOTAL 2ºP 477 778 464 622 223 340 2904 3º P Abril 44 40 56 87 16 54 297 Maio 97 139 109 186 61 97 689 Junho 111 86 16 55 13 21 302 TOTAL 3ºP 252 265 181 328 90 172 1288 TOTAL ANO LETIVO 1302 1836 1030 1347 421 744 6680 DADOS COMPARATIVOS DE 3 ANOS LETIVOS DISTRIBUIÇÃO DE DADOS DA UTILIZAÇÃO AUTÓNOMA POR ALUNOS TOTAL ANO Computadores Leitura de Jornal, Revista e Livros Jogos manuais Estudo / Realização de atividades Filmes 2011/2012 5090 8541 629 12214 No 2012/2013 6241 22509 1880 17709 190 2013/2014 6680 29442 847 1518 38 DADOS COMPARATIVOS DE 2 ANOS LETIVOS DISTRIBUIÇÃO DE DADOS DA UTILIZAÇÃO AUTÓNOMA POR ALUNOS no PC por TIPO de ATIVIDADE TOTAL ANO letivo TRABALHOS ESCOLARES (TE) LAZER (L) TOTAL Pesquisa Elaboração de trabalho Impressão/ digitalização TOTAL TE Jogos Outros TOTAL L 12/13 2439 2553 412 5404 667 170 837 6241 13/14 2138 2376 365 4879 1786 16 1803 6680 DISTRIBUIÇÃO DE DADOS DA UTILIZAÇÃO AUTÓNOMA POR ALUNOS no PC por ANO de ESCOLARIDADE TOTAL ANO letivo 7º Ano 8º Ano 9º Ano 10º Ano 11º Ano 12º Ano Total 12/13 1760 1116 1003 1187 362 813 6241 13/14 1302 1836 1030 1347 421 744 6680
  32. 32. Biblioteca Escolar 32 Aulas lecionadas na Biblioteca com recurso a computadores, visualização de filmes nos televisores e leitor de vídeo e utilização do espaço. AULAS NA BIBLIOTECA COM COMPUTADORES, TV OU UTILIZAÇÃO DO ESPAÇO 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO Total 120 106 46 272 Os valores apresentados nos quadros acima não incluem aulas de substituição, sessões de esclarecimento, workshops e palestras, alunos que frequentam o apoio ao estudo e atividades de recuperação. 1.4.3. Integração e Valorização da BE Os documentos orientadores da Biblioteca Escolar procuram articular as orientações da Rede de Bibliotecas Escolares, integrando os objetivos e príncipios dos documentos orientadores da Escola, mas os documentos orientadores da escola não evidenciam de forma tão evidente o trabalho desenvolvido pela Biblioteca Escolar. Apesar das medidas para o sucesso educativo (apoio ao estudo, supervisão das atividades de recuperação, acompanhamento dos alunos com ordem de saída da sala de aula, aulas de substituição), referidas no relatório, terem sido integradas na Biblioteca Escolar, quem ler os documentos orientadores da escola e não conhecer o contexto real não fica a saber do nível de envolvimento da Biblioteca na implementação das mesmas. A Biblioteca acolhe, apoia e colabora, numa boa parte das atividades previstas do Plano Anual de Atividades. Diversas sessões de esclarecimento, palestras e outras atividades da escola realizam-se na Biblioteca Escolar, ainda que o nível de colaboração não seja sempre o mesmo. Em algumas atividades apenas se faz o apoio logístico, noutras colabora-se na divulgação e elaboração dos materiais necessários e algumas são totalmente planeadas em conjunto. A decoração alusiva ao tema mensal é planeada a contar com a integração de todas as atividades. Procedemos à divulgação, pelos meios de comunicação habituais, quer em suporte de papel, quer em suporte digital da biblioteca. Procedemos à requisição de materiais a contar com essas mesmas atividades. A Biblioteca organizou o evento dos prémios de mérito, integrou a organização da semana cultural, em abril, organiza uma boa parte dos eventos ocorridos na escola. A articulação com os clubes existentes é frequente. O Clube de Xadrez funciona integrado na Biblioteca, também há uma articulação consistente com o clube das filmografias. Embora este processo decorra com naturalidade e seja habitual, o Plano Anual de Atividades não reflete esta situação, pois são raras as articulações com a BE previstas, por escrito, no mesmo.
  33. 33. Biblioteca Escolar 33 A Biblioteca Escolar dispõe de horário de funcionamento contínuo das 8.25 h às 18.30 h, pois os recursos humanos existentes permitiram a cobertura de todo o horário letivo. Enquanto Professora Bibliotecária não tenho assento em Conselho Pedagógico, pelo que a maior parte das vezes a comunicação com as diferentes estruturas intermédias se faz diretamente com os intervenientes. Pelo mesmo o motivo não tenho oportunidade de apresentar os planos e os resultados em Conselho Pedagógico como refere o mabe que seja feito, ficando dependente de que o relatório seja lido e o que foi escrito entendido. 1.4.4. Gestão Coleção Nº total de documentos da coleção 7861 Número de documentos, em diferentes suportes, que deram entrada (este ano letivo) Adquiridos 68 Doados 56 Taxa de empréstimo domiciliário 6.87% Taxa de empréstimo presencial 5.34% Taxa de empréstimo para salas de aula ou outros espaços educativos 3.73% Taxa de utilização da coleção 13.51% O fundo documental manteve-se organizado segundo a Classificação Decimal Universal (CDU). A Base de Dados foi atualizada, continuando-se a inserir o registo de livros novos no Prisma; Foram introduzidos os utilizadores na Base de dados Prisma e o catálogo bibliográfico está disponível para consulta em linha. Relativamente às novas aquisições, tendo em conta o nível sócio-económico dos nossos alunos, privilegiou-se a aquisição de obras de leitura obrigatória, no âmbito da educação literária e materiais de primeira necessidade que os nossos alunos não têm possibilidade de adquirir atualmente. São elaborados os materiais necessários para divulgar e dinamizar as atividades e as informações da Biblioteca e disponibilizados em vários locais em formato de papel e digital.  Placards da Biblioteca e sala dos professores  Email institucional  Blogue  Facebook  Twitter  Facebook e twitter conjunto das Bibliotecas do Concelho de Setúbal Foram criados e atualizados os instrumentos de requisição e de recolha de dados necessários para a gestão dos processos. Estes processos são geridos em formato digital, permitindo-nos saber, em qualquer momento, os cálculos e resultados necessários.
  34. 34. Biblioteca Escolar 34 Conclusão A coordenação de uma equipa tão grande, na qual cada elemento é detentor de uma forma de ser e estar diferente, num contexto e conjuntura adversos, foi um desafio. No âmbito do desempenho das minhas funcões de Professora Bibliotecária fiz questão de estar presente em todas as atividades, dar sugestões, superar ausências e alterações de horários e apoiar todos os colegas que estão disponíveis para colaborar. Para isso, foi necessário muito trabalho para além do horário, de modo a dar resposta a todas as solicitações e para que todas as atividades se realizassem no tempo previsto. A avaliação das atividades da Biblioteca Escolar foi registada, também no instrumento de recolha de dados disponibilizado pelo Conselho Pedagógico, no âmbito do Plano Anual de Atividades. Após a organização dos registos citados ao longo deste relatório, verificamos que as atividades realizadas pela BE e com o apoio da BE foram inúmeras, a utilização autónoma da mesma atingiu valores inesperados. Temos de ter em conta que, cada vez mais, temos alunos que deixam de ter internet em casa e precisam de a utilizar, pelo que tudo indica que a procura do equipamento tecnológico terá tendência para aumentar, razão pela qual seria importante reforçar o mesmo que já se apresenta bastante obsoleto. O espaço da BE é agradável e acolhedor, pelo que os alunos gostam de estar aqui, mas teremos de continuar a insistir no cumprimento das regras no próximo ano. Teremos de fazer uma maior aposta na leitura em suporte de papel, para que a requisição domiciliária aumente, pois a biblioteca dispõe de um bom acervo documental que deve ser utilizado pela comunidade educativa. Chegámos ao fim do ano letivo com o sentimento de missão cumprida. Aproveito para deixar algumas palavras de agradecimento, salientando o esforço e o empenho da equipa da biblioteca para que tudo tenha funcionado o melhor possível, e muitas vezes com atividades em simultâneo (sessão de esclarecimento, aula com computadores, apoio ao estudo, ARAs,…), também à Direção que muito se empenhou na divulgação da biblioteca e disponibilizou todos os recursos materiais, financeiros e humanos para tornar possível tudo que se descreveu ao longo deste relatório. Termino agradecendo o envolvimento de todos os professores, alunos, funcionários, encarregados de educação e dos parceiros com quem partilhámos atividades e desafios. Setúbal, 22 de julho de 2014 A Professora Bibliotecária: Fernanda Ledesma

×