Auto avaliação

18.335 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
197
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
471
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auto avaliação

  1. 1. Direcção Regional de Educação do Centro Escola Secundária Frei Heitor Pinto Código: 401821 AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE DOCENTE DO ENSINO SECUNDÁRIO RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO (Despacho nº 14420/2010, de 15 de Setembro)Identificação do AvaliadoNome do avaliado: Ana Maria de Jesus MonteiroDepartamento curricular: Ciências Sociais e HumanasGrupo de Recrutamento: FilosofiaCódigo: 410Categoria profissional: QEPeríodo em avaliação: 01/09/ 2010 a 31/12/ 2011 Dimensão - Vertente profissional, social e ética Domínio - Compromisso com a construção e o uso do conhecimento profissional, 1 Compromisso com a promoção da aprendizagem e do desenvolvimento pessoal e cívico dos alunos, Compromisso com o grupo de pares e com a escola Serviço distribuído1 Fui assídua e extremamente pontual, assegurando a quase totalidade das aulas previstas, àexcepção de situações previstas na lei, tais como acidente em serviço, atestado médico, greve epor conta do período de férias2 Participei em todas as reuniões de forma activa e pertinente, actualizando constantementeos meus conhecimentos em termos de legislação, programas, directrizes da escola. 3 4 Participei de forma activa, sempre que possível, nas actividades dinamizadas pela escola. Participei e dinamizei actividades constantes do PAA, assim como dos PCT`s das turmas.5 Articulei a minha actividade com os professores do grupo e dos conselhos de turma, taiscomo planificações, selecção e partilha de matérias, balanço de aprendizagens, reflexões sobreo trabalho desenvolvido, reformulação e adaptação de estratégias e materiais. 6 Actualizei os meus conhecimentos e investigação, quer na leitura de livros científicos eoutros, que pela frequência de um mestrado em filosofia ética e política. Reconhecendo aimportância da actualização científica na responsabilidade profissional na promoção e sucessodas aprendizagens. 7 Cumpri na íntegra todos os conteúdos programáticos planificados, em todas as turmas. Página 1 de 5
  2. 2. Mantive o relacionamento adequado à minha profissão com todos os colegas,manifestando disponibilidade para colaborar sempre que me era solicitado. Reconhecendo sempre como objectivo prioritário da minha profissão a partilha de saberes 8e desenvolvimento de competências estipuladas como objectivos na disciplina, nunca issoesquecendo, a minha acção foi sempre no sentido da promoção e desenvolvimento do aluno aesse nível e não a preocupação com o cumprimento ou forjar de metas artificiais de sucesso. Desenvolvimento do ensino e da aprendizagem. Domínios - Preparação e organização das actividades lectivas. Realização das actividades2 lectivas. Relação pedagógica com os alunos. Processo de avaliação das aprendizagens dos alunos O modelo de ensino adoptado baseou-se na utilização de métodos e estratégiasdiversificados, apelando ao envolvimento constante dos alunos. Essas metodologias foramadoptadas tendo sempre em consideração as características específicas dos alunos e das turmas,no sentido de tornarem os conteúdos mais pertinentes e acessíveis e de fomentar o espírito deautonomia de cada aluno no seu percurso. No primeiro dia de aulas apresentei a planificaçãoglobal da disciplina e os critérios de avaliação com os alunos, assim como procedi à realizaçãoda auto-avaliação. Apresentei, no início de cada unidade de conteúdos a respectivaplanificação. Planifiquei todas as aulas com cuidado, adaptando as planificações ao perfil e ritmo daturma. Sempre que possível promovi a articulação com outras disciplinas em conteúdos que seinterligavam, solicitando e actualizando conhecimentos de outras áreas, na disciplina dePsicologia com a Biologia e o Português e na Filosofia com a Matemática e o Português. Essa planificação foi sempre posta ao dispor dos alunos sendo apresentada e cedida aplanificação por unidade. Realizei adaptações e reformulações nas planificações de acordo como perfil, aferido em diagnóstico, dessas mesmas turmas. Por exemplo , na turma C/D do 11ºano (ano 2010/2011), tinha planificado leccionar, dentro da unidade “RacionalidadeArgumentativa e Filosofia” os Temas: A lógica proposicional - Operadores proposicionaisverofuncionais e Argumentos proposicionais, depois de um aturado e atento diagnóstico àsimensas dificuldades de alunos optei pela leccionação do silogismo que exigia um menoresforço de abstracção e raciocínio formal. Também em turmas do 11º ano, com as quais nãotive continuidade no ano 2010/2011, no mesmo exercício de diagnóstico detectei graveslacunas em relação a saberes do 10º ano, o que me levou a, sempre que era necessário, tentar Página 2 de 5
  3. 3. recuperar esses saberes. Estimulei sempre a participação oral dos alunos, implementando, sempre que possível,o “método socrático”, de descoberta por parte do aluno, partindo de materiais e desafiospropostos por mim, quer através de um texto, uma ficha, uma imagem. Inclui sempre no iníciode cada aula tempos de revisão e consolidação da matéria dada. Ensinei aos alunos um métodode estudo e consolidação que deveria ser executada diariamente. Promovi a elaboração derelatórios, comentários, trabalhos de grupos acompanhando todo o seu desenrolar dentro daaula (notei grande dificuldade dos alunos em desenvolverem este tipo de trabalho,principalmente quando exigia uma maior profundidade, tendo-lhe fornecido para tal sempre umroteiro de objectivos e propostas diversas). Na aula antes do teste estimulados a colocar dúvidas. Diversifiquei os materiaisdidácticos, não me limitando ao uso do manual escolar, apresentando também propostas detrabalho aliciantes, textos e imagens de outros manuais e não só (extraídos de jornais, revistas,outras obras...), utilizei também PowerPoints, filmes diversificados, documentários. . Promovi a pesquisa por parte dos alunos fora da aula, em casa, na biblioteca, emlivros, na Internet, junto dos familiares... o trabalho de extra-aula foi sempre apresentado naaula. Todos os materiais usados foram postos à disposição dos alunos para consulta e cópia. Salvo raras excepções, em geral os alunos os alunos não possuem um pensamentoautónomo, nem hábitos de autonomia em relação à gestão de instrumentos cognitivosauxiliares da aprendizagem, como a integração progressiva e criteriosa dos saberes, aelaboração de reflexões pessoais, construtivas e abertas, ao invés solicitaram constantemente“dite apontamentos”, estando mais habituados a aulas expositivas. Os alunos não dominammetodologias e técnicas de trabalho intelectual que lhes potenciem a qualidade das aquisiçõescognitivas e assegurem a auto-formação permanente. Disponibilizei-me sempre para o apoioindividualizado a cada aluno, mesmo fora da sala de aula, quer na aula de apoio, quer por mail.Para os alunos com mais dificuldades realizei tarefas no sentido de as recuperar. Esforcei-me sempre para que a avaliação dos alunos fosse o mais abrangente possívelde todo o trabalho desenvolvido durante o ano lectivo e de acordo com a realidade das minhasturmas. A avaliação dos alunos foi baseada em diversos parâmetros dados a conhecer aosalunos, registado no caderno diário, no primeiro dia de aulas. A avaliação abrangeu os testes,uma mini-ficha de avaliação, participação oral, empenho nas propostas de aula,comportamento, relatórios, trabalhos de casa. Sempre que possível foi estimulada por mim aavaliação de cada actividade na turma com a participação dos alunos, este envolvimento dosalunos na avaliação poderia motivar a turma para progredir na disciplina e corrigir alguns doserros cometidos. Página 3 de 5
  4. 4. Foi sempre fornecida aos alunos, oito dias antes da sua realização, a matriz de cadateste com os objectivos, conteúdos, estrutura do teste e cotação de cada questão, o queconsidero essencial para a orientação do estudo. 9 Em relação ao Apoio aos Alunos (TA) nos tempos que me foram distribuídos, nestesdois anos, realizei tarefas diversificadas de aplicação dos conteúdos leccionados nas aulas,assim como a realização de actividades de consolidação com vista a desenvolver a capacidadede compreensão e raciocínio lógico abstracto. Apoiei os alunos na realização de trabalhos decasa, de grupo e individuais. Apoiei os alunos em actividades de pesquisa. Esclareci dedúvidas. Realizei Deslocações à Biblioteca da UBI no sentido elaborar pesquisas para trabalhosde aula.10. Em relação ao meu desempenho como directora de turma consultar relatório síntese dadirecção de turma e PCT. Participação na escola e relação com a comunidade educativa Domínios - Contributo para a realização dos objectivos e metas do projecto educativo e dos planos anual e plurianual de actividades. Participação nas estruturas de coordenação3 educativa e supervisão pedagógica e nos órgãos de administração e gestão. Dinamização de projectos de investigação, desenvolvimento e inovação educativa e sua correspondente avaliação. Participei em todas as reuniões de forma activa e pertinente, actualizando constantementeos meus conhecimentos em termos de legislação, programas, directrizes da escola. 11 12 Participei de forma activa, sempre que possível, nas actividades dinamizadas pela escola. Participei e dinamizei actividades constantes do PAA, assim como dos PCT das turmas. 13 Organizei três visitas de estudo – Casa das Histórias/museu Paula Rêgo (2010); MuseoVostell – Malpartida de Cáceres , Centro de Ciência Viva – Proença a Nova 14 Colaborei na Visita de Estudo à Futurália 2010, com os Cursos Profissionais. 15 Dinamizei uma conversa com os alunos do 10º ano turma B (2009/2010) sobre o vinte ecinco de Abril na perspectiva de quem o não viveu, convidando uma deputadas da Assembleiada república da CDU.16 Colaborei com a BE/CRE na dinamização de uma conferência sobre Plágio. 17 Dinamizei, com os professores Jaime Braz e Francisco Pires, o Atelier de Escrita sendomeu conto “um homem pragmático” seleccionado para os melhores dez, entre novecentos e 18cinquenta, no CONCURSO NOVOS TALENTOS FNAC LITERATURA 2011. Página 4 de 5
  5. 5. Desenvolvimento e formação profissional ao longo da vida 4 Domínios - formação contínua e desenvolvimento profissional. Indicadores Reconhecendo a importância da actualização científica na responsabilidade profissional na promoção e sucesso das aprendizagens, tomei a iniciativa de adquirir e actualizar os meus conhecimentos e investigação, quer na leitura de livros científicos e outros, que pela frequência de um mestrado em Filosofia Ética e Política na UBI – optando pelo sistema de Bolonha, realizando toda a parte curricular. 19 Muitos dos saberes adquiridos neste mestrado, como é óbvio, forma mobilizados na melhoria do meu desempenho. Muitos desses saberes forma partilhados com os alunos, principalmente no 11º ano, onde se cruzavam muitos conteúdos. 20O avaliado ______________________________________________, em ____/ ____ / ______Recebi. O avaliador _______________________________________, em ____/ ____ / ______ Evidências “evidenciadoras” 1. Consultar horário nos serviços para o efeito.2. Consultar registo de faltas nos serviços administrativos.3. Consultar actas dos conselhos de Tturma, reuniões de grupo e departamento.4. Consultar relatórios para o efeito.5. Consultar PAA , PCT das turmas e actas das reuniões de conselhos de turma.6. Consultar dossier de departamento, dossier de grupo, actas das reuniões dos conselhos de turma, de grupo e departamento, dossier pedagógico do curso profissional 12ºhst).7. Consultar actas das reuniões de grupo.8. Consultar planificações9. Consultar actas de reuniões de conselhos de turma, dossier de grupo e departamento, cadernos dos alunos e planificações10. (ver anexo – Relatório Apoio a Alunos)11. Consultar actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento.12. Consultar actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento e relatórios para o efeito. Consultar dossier de grupo.13. Consultar PAA, PCT das turmas, actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento e relatórios para o efeito. Consultar dossier de grupo.14. Consultar PAA, PCT das turmas, actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento e relatórios para o efeito. Consultar dossier de grupo.15. Consultar PAA, PCT das turmas, actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento e relatórios para o efeito. Consultar dossier de grupo.16. Consultar PAA, PCT das turmas, actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento e relatórios para o efeito. Consultar dossier de grupo.17. Consultar PAA, PCT das turmas, actas dos conselhos de turma, reuniões de grupo e departamento e relatórios para o efeito. Consultar dossier de grupo.18. Ver site da FNAC. Consultar dossier (electrónico) do Atelier de Escrita e jornal “Chama”.19. Consultar documentos para o efeito.20. Consultar cadernos dos alunos, planificações e materiais de apoio aos alunos (dossier de grupo). Página 5 de 5

×