Termômetro de kanitz

938 visualizações

Publicada em

Conceito e exercícios do termometro de Kanitz

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
938
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Termômetro de kanitz

  1. 1. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Professor Alexandre Pereira professor-alexandre@outlook.com Material da Aula: http://1drv.ms/1zTcdpz
  2. 2. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 STEPHEN KANITZ, consultor de empresas e conferencista, vem realizando seminários em grandes empresas no Brasil e no exterior. Já realizou mais de 500 palestras nos últimos 10 anos. Mestre em Administração de Empresas pela Harvard University, foi professor Titular da Universidade de São Paulo. Criador do Prêmio Bem Eficiente para entidades sem fins lucrativos. Criador de Melhores e Maiores da Revista Exame, e colunista por 10 anos da Veja. Stephen Charles Kanitz (São Paulo, 31 de janeiro de 1946) é um consultor de empresas e conferencista brasileiro, mestre em Administração de Empresas da Harvard Business School e bacharel em Contabilidade pela Universidade de São Paulo.
  3. 3. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 De acordo com a metodologia aplicada pelo professor Kanitz, o modelo é desdobrado em duas partes: 1a parte: Determinação do “fator de insolvência” decorrente de uma ponderação estatística de cinco índices, a saber: 2ª parte: Atribuir a formula desenvolvida por Kanitz os índices identificados.
  4. 4. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 1. RENTABILIDADE 2. ENDIVIDAMENTO 3. LIQUIDEZ SECA 4. LIQUIDEZ CORRENTE 5. PARTICIPAÇÃO DE CAPITAIS DE TERCEIROS TERMÔMETRO DE KANITZ INDICADORES ECONÔMICO-FINANCEIROS Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 FI =(0,05X1)+(1,65X2)+(3,55X3)-(1,06X4)-(0,33X5)
  5. 5. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Giro do ativo = Receita Líquida Ativo Total Indica quanto a empresa vendeu para cada $ de investimento total (próprio e de terceiros). Quanto maior, melhor. Quando se verifica uma redução nesse índice, de um período para outro, deve-se analisar a real causa. Uma hipótese seria a decisão da empresa de aumentar o preço de venda, com conseqüente redução nos volumes vendidos Indicam o retorno dos investimentos realizados. 1. RENTABILIDADE
  6. 6. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 1. RENTABILIDADE TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 X1 = LUCRO LÍQUIDO ----------------------------- PATRIMÔNIO LÍQUIDO
  7. 7. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Endividamento = Capital de terceiros x 100 Patrimônio Líquido Indica a relação entre capital de terceiros e capital próprio. Quanto menor, melhor, pois menor é a dependência do capital de terceiros para a manutenção da operação e, conseqüentemente, menor é o nível de despesas financeiras. Entretanto, se o juro pago pelo capital de terceiros menor do que lucro sobre o capital próprio, é vantajoso para a empresa (conceito de alavancagem financeira). 2. ENDIVIDAMENTO
  8. 8. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 2. ENDIVIDAMENTO TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 (AC + RLP) X2 = --------------- (PC + ELP)
  9. 9. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Liquidez Seca = Ativo circulante - estoque Passivo Circulante Indica quanto a empresa possui em seus ativos mais líquidos – disponível, aplicações financeiras e valores a receber de clientes - para cada $ de dívida no passivo circulante. Quanto maior, melhor é a capacidade de pagamento. Se o índice de liquidez seca é ruim mas a empresa possui estoques de produtos acabados (não obsoletos ou deteriorados) em condições de venda rápida, pode indicar uma boa situação financeira. 3. LIQUIDEZ SECA
  10. 10. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 3. LIQUIDEZ SECA TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 ATIVO CIRCULANTE – ESTOQUES X3 = -------------------------------------------- PASSIVO CIRCULANTE
  11. 11. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Indicam a situação financeira de uma empresa, ou seja, a sua capacidade pagar as dívidas. Indica quanto a empresa possui no ativo circulante para cada $ de dívida no passivo circulante. Quanto maior, melhor é a capacidade de pagamento. Liquidez Corrente = Ativo Circulante(*) Passivo Circulante(*) (*) O circulante também é chamado de corrente 4. LIQUIDEZ CORRENTE
  12. 12. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 4. LIQUIDEZ CORRENTE TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 ATIVO CIRCULANTE X4 = --------------------------------- PASSIVO CIRCULANTE
  13. 13. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 5. PARTICIPAÇÃO DE CAPITAIS DE TERCEIROS TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 PASSIVO CIRCULANTE + E. L. P. X5 = --------------------------------------- PATRIMÔNIO LÍQUIDO
  14. 14. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1 7 6 5 4 3 2 1 0 -1 -2 -3 -4 -5 -6 -7 SOLVENTE PENUMBRA INSOLVENTE TERMÔMETRO DE KANITZ Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1
  15. 15. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Termômetro de Kanitz 6 melhor do que 90% das empresas 5 melhor do que 80% das empresas 4 melhor do que 60% das empresa SOLVENTE 3 melhor do que somente 35% das empresas 2 melhor do que somente 19% das empresas 1 melhor do que somente 7,5% das empresas 0 melhor do que somente 2,5% das empresas -1 melhor do que somente 2,0% das empresas PENUMBRA -2 melhor do que somente 1,6% das empresas -3 melhor do que somente 0,8% das empresas -4 melhor do que somente 0,4% das empresas INSOLVENTE -5 melhor do que somente 0,1% das empresas -6 melhor do que somente 0,04% das empresas
  16. 16. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Análise: Área de solvência - empresas que apresentam fator de insolvência maior que zero. São as empresas com menores riscos de quebra, a probabilidade de insolvência diminui à medida que o fator de insolvência se apresenta mais alto. Área de penumbra - empresas que apresentam fator de insolvência entre 0 e -3. É uma situação perigosa, em que as perspectivas da empresa devem merecer cuidado especial. Área de insolvência - empresas que apresentam fator menor que -3 . São as que têm maiores probabilidades de falência, que aumentam à medida que o fator diminui.
  17. 17. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Exercício Prático ANÁLISE E DETERMINAÇÃO DE LIMITE DE CRÉDITO Um exemplo ilustrativo Os quadros abaixo representam O Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultado do Exercício da Empresa Exemplo. Determine, utilizando a fórmula do Prof. Stephen Kanitz, o limite de crédito deste cliente, sabendo-se que o melhor cliente de nossa empresa tem nota 9,47, que nosso maior risco com este cliente representa 7,73% de seu Patrimônio Atenção: Considerar a seguinte fórmula: FI =(0,05X1)+(1,65X2)+(3,55X3)-(1,06X4)-(0,33X5)
  18. 18. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1
  19. 19. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1
  20. 20. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1
  21. 21. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Liquidez Geral = Ativo Circulante + Realizável a longo prazo Passivo Circulante + Exigível a longo prazo Indica quanto a empresa possui em ativos de curto e longo prazos para cada $ de dívida total. Quanto maior, melhor é a capacidade de pagamento.
  22. 22. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Composição do endividamento = Passivo circulante x 100 Capital de terceiro Indica a relação entre as dívidas de curto prazo e as dívidas totais. Quanto menor, melhor, pois significa que o pagamento da dívida ocorre em prazos mais longos. Os financiamentos de longo prazo tendem a ter um custo menor do que os de curto prazo, especialmente se captados em entidades como BNDES ou FINEP.
  23. 23. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Imobilização do PL = Ativo Permanente x 100 Patrimônio Líquido Indica quanto do capital próprio está investido no ativo permanente. Quanto menor, melhor. Quando menor do que 100%, significa que o capital próprio, além de financiar os investimentos em ativo permanente, ainda gera recursos para o capital circulante.
  24. 24. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Margem Líquida = Lucro Líquido x 100 Receita Líquida Indica quanto a empresa obtém de lucro para cada $ 100 vendidos. Quanto maior, melhor.
  25. 25. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Rentabilidade do Ativo = Lucro Líquido x 100 Ativo Total Indica quanto a empresa obtém de lucro para cada $100 de investimento total (próprio e de terceiros). Quanto maior, melhor.
  26. 26. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Conclusão • A administração das finanças da sua empresa pode e será determinante para atingir o seu objetivo final, LUCRO. • Quanto maior for o controle sobre as contas melhor será o gerenciamento financeiro, mas controle o que realmente é importante. • “As empresas não falem por falta de vendas mas por falta de Administração”.
  27. 27. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 • Apesar de parecer complicado o controle financeiro da empresa, hoje com o apoio de sistemas de ERP e Gestão, fica muito mais simples a obtenção de informações, porém é importante saber traduzir os dados fornecidos pelo sistema para que se possa alterar o rumo do negócio antes de atingir limites indesejáveis. Conclusão
  28. 28. Faculdade ESPA 2Disciplina: Limite de Crédito - Kanitz Professor 2015.1Adm Financeira e Orçamentaria II Limite de Crédito - Kanitz Prof. Alexandre Pereira 2015.1 Muito Obrigado Professor Alexandre Pereira professor-alexandre@outlook.com Material da Aula: http://1drv.ms/1zTcdpz

×