Administração
Financeira I

Prof. Alexandre Pereira
professor-alexandre@outlook.com

MATERIAL ON LINE:
http://sdrv.ms/1d89...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 INTRODUÇÃO:
O fluxo de recursos (fundos) entre aplicadores (investido...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 TRABALHO FINAL DESTA SEÇÃO:
Além das listas de exercícios que você va...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 TAXA DE JUROS:
A taxa de juros ou taxa de retorno requerida pelos cre...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Títulos Prefixados com Cupom
Um título é lançado hoje e custa $1.000,...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Títulos Prefixados sem Cupom (valor presente dado):
Um título é lança...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Títulos Prefixados sem Cupom (valor futuro dado):
Um título com valor...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Vejamos um exemplo:
Um título é lançado hoje e custa $1.000,00. Este ...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa

-

1.000
VALOR
PRESENTE

2013/1

8,00%
5,70%

8,00%
5,20%

14,48%

1.0...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Títulos Pós-fixados com pagamento periódico de juros e CM
(com Cupom)...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 TÍTULOS INDIVIDUAIS E CARTEIRAS DE TÍTULOS:
Título é um documento que...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
Vejamos o exemplo – (um único título)
 Um título é lançado hoje e cust...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 a) Simulação 1:
Suponha que você precise vender o título em t=1. Agor...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 b) Simulação 2:
Suponha que você precise vender o título em t=1. Agor...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Investindo em uma CARTEIRA DE TÍTULOS:
 Em uma carteira com muitos t...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 A FUNÇÃO DO GESTOR DE FUNDOS:
 Uma das funções do gestor de um fundo...
Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa
 Concluindo :
Investindo em um título, diretamente, o investidor pode ...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Taxas de Juros REAL:
Toda aplicação financeira paga uma determinada taxa efe...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Solução: Dados do problema:
i = 50% , inflação = 40%.
( 1 + taxa Real) ( 1 +...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Renda pré-fixada:
O aplicador e o devedor conhecem, no dia da transação, a t...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Exemplo A:
Um investidor vai ao BANCO BETUMES e se depara com as seguintes
a...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Exemplo B:
Continuação do exemplo A. Considere que a inflação deste período
...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Resumindo:
Para o APLICADOR decidir entre taxa PRÉ e taxa PÓS

Taxa Prevista...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Exemplo:
Um investidor vai ao BANCO e se depara com as seguintes
alternativa...
TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA
 Solução
a) Vamos calcular quanto vamos receber se aplicarmos em
pré-fixado. ...
EXERCÍCIOS DE AQUECIMENTO – Taxas Real, Prefixada e Pós-fixada


1) No período de um ano seu salário de $2.000,00 foi rea...
EXERCÍCIOS DE AQUECIMENTO – Taxas Real, Prefixada e Pós-fixada

 Resposta 1
Taxa Real = – 1,786% (negativa). A perda real...
 GITMAN, L. J. Princípios de
Administração Financeira. 12.
ed. São Paulo: Pearson, 2012.
Capítulo 7.

Bibliografia
2013/1...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Taxas de juros e avaliação de titulos rf - Professor Alexandre Pereira

6.226 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.226
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Taxas de juros e avaliação de titulos rf - Professor Alexandre Pereira

  1. 1. Administração Financeira I Prof. Alexandre Pereira professor-alexandre@outlook.com MATERIAL ON LINE: http://sdrv.ms/1d89rDZ 2013/1 Seção 06 1 professor-alexandre@outlook.com
  2. 2. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  INTRODUÇÃO: O fluxo de recursos (fundos) entre aplicadores (investidores) e tomadores financia e fomenta as operações das empresas no mercado. O nível desse fluxo afeta diretamente o crescimento econômico de uma sociedade.  OBJETIVO DESTA SEÇÃO O objetivo desta seção é apresentar aos alunos os principais produtos de renda fixa, pré e pós- fixados, e também a forma de se calcular e avaliar seus rendimentos. 2013/1 Seção 06 2 professor-alexandre@outlook.com
  3. 3. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  TRABALHO FINAL DESTA SEÇÃO: Além das listas de exercícios que você vai encontrar ao longo desta seção, você deverá ler, estudar e fazer um resumo, de não mais que 6 páginas, do capítulo 7 do livro Princípios de Administração Financeira, de Lawrence Gitman. 2013/1 Seção 06 3 professor-alexandre@outlook.com
  4. 4. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  TAXA DE JUROS: A taxa de juros ou taxa de retorno requerida pelos credores é o custo do dinheiro. É a remuneração que o tomador de um empréstimo deve pagar ao emprestador ou financiador pelo uso do dinheiro emprestado (ou alugado).  MERCADO FINANCEIRO – APLICAÇÕES EM RENDA FIXA: Os principais TIPOS de títulos para aplicação em RENDA FIXA são:  Títulos Prefixados Com Cupom  Títulos Prefixados Sem Cupom (valor presente dado)  Títulos Prefixados Sem Cupom (valor futuro dado)  Títulos Pós-fixados sem Cupom  Títulos Pós-fixados com pagamento periódico de juros e CM (com Cupom) 2013/1 Seção 06 4 professor-alexandre@outlook.com
  5. 5. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Títulos Prefixados com Cupom Um título é lançado hoje e custa $1.000,00. Este título paga uma taxa de juros prefixadas de 10% ao ano, com pagamentos periódicos dos juros (com cupom), e com prazo de vencimento de 4 anos. 2013/1 Seção 06 5 professor-alexandre@outlook.com
  6. 6. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Títulos Prefixados sem Cupom (valor presente dado): Um título é lançado hoje e custa $1.000,00. Este título paga uma taxa de juros prefixada de 10% ao ano, sem pagamentos periódicos dos juros (sem cupom), e com prazo de maturidade (vencimento) de 4 anos. Este título paga ao investidor no final do prazo de maturidade o valor de face mais os juros acumulados do período. 2013/1 Seção 06 6 professor-alexandre@outlook.com
  7. 7. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Títulos Prefixados sem Cupom (valor futuro dado): Um título com valor de resgate $1.000,00 paga uma taxa de juros prefixada de 10% ao ano, sem pagamentos periódicos dos juros (sem cupom), e com prazo de vencimento de 4 anos. A colocação do título no mercado na data do seu lançamento é com desconto. É deste desconto no pagamento inicial que vem o retorno do investidor. 2013/1 Seção 06 7 professor-alexandre@outlook.com
  8. 8. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Vejamos um exemplo: Um título é lançado hoje e custa $1.000,00. Este título paga uma taxa de juros de 8% ao ano, mais correção monetária pelo IGP, sem pagamentos periódicos dos juros (sem cupom), e com prazo de maturidade (vencimento) de 4 anos. Este título paga ao investidor no final do prazo de maturidade o valor de face mais os juros acumulados do período e mais a correção monetária. Os juros e a correção monetária são capitalizados anualmente. 2013/1 Seção 06 8 professor-alexandre@outlook.com
  9. 9. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa - 1.000 VALOR PRESENTE 2013/1 8,00% 5,70% 8,00% 5,20% 14,48% 1.000 8,00% 6,00% 14,16% 13,62% 1.144,80 144,80 1.306,86 306,86 1.484,80 484,80 Seção 06 8,00% TAXA DE JUROS 5,50% TAXA DE INFLAÇÃO 13,94% (1+J)*(1+i) -1 1.691,78 Cálcular VF 691,78 1.691,78 9 professor-alexandre@outlook.com
  10. 10. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Títulos Pós-fixados com pagamento periódico de juros e CM (com Cupom): Um título é lançado hoje e custa $1.000,00. Este título paga uma taxa de juros de 8% ao ano, mais correção monetária pelo IGP, anualmente e com prazo de maturidade (vencimento) de 4 anos. Este título paga ao investidor periodicamente ao final de cada período os juros do período e mais a correção monetária. Os juros e a correção monetária são capitalizados anualmente. Ao final do prazo de maturidade, o título paga ao investidor o principal mais os juros do último período. 2013/1 Seção 06 10 professor-alexandre@outlook.com
  11. 11. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  TÍTULOS INDIVIDUAIS E CARTEIRAS DE TÍTULOS: Título é um documento que diz que você investiu uma quantia padrão de recursos em um determinado ativo. Uma carteira de títulos é um conjunto de títulos. Então, quando investimos em uma carteira, investimos em um conjunto de títulos. 2013/1 Seção 06 11 professor-alexandre@outlook.com
  12. 12. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa Vejamos o exemplo – (um único título)  Um título é lançado hoje e custa $1.000,00. Este título paga uma taxa de juros prefixada de 10% ao ano, com pagamentos periódicos dos juros (com cupom), e com prazo de vencimento de 4 anos.  O perfil de pagamentos deste título é: Se você ficar com o título até o vencimento, receberá exatamente o que foi acordado e fixado na data de compra do título. Entretanto, se você precisar se desfazer deste título antes do vencimento, dependerá das taxas de juros do mercado na data da venda 2013/1 Seção 06 12 professor-alexandre@outlook.com
  13. 13. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  a) Simulação 1: Suponha que você precise vender o título em t=1. Agora, o seu título tem um prazo de vida até o vencimento de 3 anos (não mais 4 anos). Considere que as taxas de juros vigentes no mercado em t=1 para títulos com 3 anos de prazo seja 12% ao ano. Você vai vender este título no mercado secundário para um outro investidor que queira um título com 3 anos para o vencimento. Como seus juros são prefixados e a taxa de juros neste momento é 12%, o valor presente deste título será:  Usando a calculadora financeira, obtemos PV = $951,56. 2013/1 Seção 06 13 professor-alexandre@outlook.com
  14. 14. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  b) Simulação 2: Suponha que você precise vender o título em t=1. Agora, o seu título tem um prazo de vida até o vencimento de 3 anos (não mais 4 anos). Considere que a taxa de juros vigentes no mercado em t=1 para títulos com 3 anos de prazo seja 10% ao ano. Você vai vender este título no mercado secundário para um outro investidor que queira um título com 3 anos para o vencimento. Como seus juros são prefixados e a taxa de juros neste momento é 10%, o valor presente deste título será: Usando a calculadora financeira, obtemos PV = $1.000,00. Ou seja, se não houver mudanças nas taxas de juros, você receberá o valor de $1.000,00 do seu título, nem mais nem menos. 2013/1 Seção 06 14 professor-alexandre@outlook.com
  15. 15. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Investindo em uma CARTEIRA DE TÍTULOS:  Em uma carteira com muitos títulos, o gestor (pelo menos em teoria) não precisa liquidar um título antes da data do vencimento, pelas seguintes razões: a) Todos os dias haverá títulos vencendo e pagando na conta do fundo de títulos o valor esperado. b) Todos os dias haverá novos investidores aplicando novos recursos. c) Todos os dias haverá antigos investidores querendo sacar recursos do fundo. 2013/1 Seção 06 15 professor-alexandre@outlook.com
  16. 16. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  A FUNÇÃO DO GESTOR DE FUNDOS:  Uma das funções do gestor de um fundo de títulos (carteira) é gerenciar todos os dias esta conta:     Recebimento dos resgates com vencimento no dia. Recebimento das novas aplicações. Pagamento dos saques solicitados pelos investidores antigos. Aplicação do saldo do dia em novos títulos. Para realizar essas e outras funções, o gestor recebe um prêmio percentual sobre o rendimento dos fundos sob sua gestão. 2013/1 Seção 06 16 professor-alexandre@outlook.com
  17. 17. Taxas de Juro e Avaliação de Títulos de Renda Fixa  Concluindo : Investindo em um título, diretamente, o investidor pode ganhar uma taxa de retorno maior se ficar até a data da maturidade (vencimento) do título. Investindo em uma carteira de títulos, o investidor ganha uma taxa de retorno menor, porém não precisa se preocupar com a variação nas taxas de juros. Além disso, quando vende um título, o investidor vende o título todo. Quando vende uma cota de um fundo, vende apenas a parte necessária, não precisa vender tudo. 2013/1 Seção 06 17 professor-alexandre@outlook.com
  18. 18. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Taxas de Juros REAL: Toda aplicação financeira paga uma determinada taxa efetiva (taxa i) de retorno ao investidor. Entretanto, a taxa real de retorno é menor devido aos efeitos da inflação. A fórmula que relaciona taxa de retorno aparente, taxa real e taxa de inflação é a seguinte: (1 + Taxa Real) (1 + Taxa Inflação ) = (1 + Taxa i )  Exemplo: Num determinado período, seu salário de $1.000,00 foi reajustado em 50%. Sabendo-se que a inflação no mesmo período foi de 40%, em quanto aumentou ou diminuiu seu poder de compra do salário (ganho u perda real) no período, em termos de taxa e valor? 2013/1 Seção 06 18 professor-alexandre@outlook.com
  19. 19. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Solução: Dados do problema: i = 50% , inflação = 40%. ( 1 + taxa Real) ( 1 + Taxa Inflação ) = ( 1 + Taxa i ) ( 1 + taxa Real) ( 1 + 0,4 ) = ( 1 + 0,5 ) Taxa Real = 0,0714 = 7,14% Taxas de Juros Prefixada e Pós-fixada As operações de mercado podem ser classificadas em: a) operações de renda fixa (títulos ou fundos, por exemplo); Existem dois tipos; são eles: Pré-fixada e Pós-Fixada 2013/1 Seção 06 19 professor-alexandre@outlook.com
  20. 20. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Renda pré-fixada: O aplicador e o devedor conhecem, no dia da transação, a taxa de retorno e também o valor do título no dia do resgate (encerramento).  Renda pós-fixada: O aplicador e o devedor só conhecerão no dia da liquidação (encerramento) da transação a taxa de retorno e também o valor do título: geralmente, uma parte fixa mais uma parte variável indexada. 2013/1 Seção 06 20 professor-alexandre@outlook.com
  21. 21. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Exemplo A: Um investidor vai ao BANCO BETUMES e se depara com as seguintes alternativas de taxas de juros para aplicação de um capital por um período (1 ano): a) Taxa prefixada efetiva de 24% ao ano; b) Taxa pós-fixada de 6,5% ao ano real mais a inflação do período. Qual a melhor aplicação? Pré ou Pós? 2013/1 Seção 06 21 professor-alexandre@outlook.com
  22. 22. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Exemplo B: Continuação do exemplo A. Considere que a inflação deste período (1 ano) seja de 17,5% ao ano.  Solução: Considerando aplicação PRÉ-FIXADA O investidor vai receber 24%. Considerando aplicação PÓS-fixada. O investidor vai receber (1+0,065)*(1+0,175) o que significa 25,13% ao ano. Resposta: O investidor deve optar pela taxa PÓS-FIXADA. 2013/1 Seção 06 22 professor-alexandre@outlook.com
  23. 23. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Resumindo: Para o APLICADOR decidir entre taxa PRÉ e taxa PÓS Taxa Prevista de Inflação Taxa de Inflação Menor 2013/1 PRÉ PÓS Seção 06 Taxa de Inflação Maior 23 professor-alexandre@outlook.com
  24. 24. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Exemplo: Um investidor vai ao BANCO e se depara com as seguintes alternativas de taxas de juros para aplicação de um capital por um período: a) Taxa prefixada efetiva de 16% ao ano; b) Taxa pós-fixada de 10% ao ano real mais a inflação do ano. Considere que a taxa de inflação na verdade seja de 6% este ano. Qual a melhor aplicação? Pré ou pós? 2013/1 Seção 06 24 professor-alexandre@outlook.com
  25. 25. TAXAS DE JUROS REAL, PREFIXADA E PÓS-FIXADA  Solução a) Vamos calcular quanto vamos receber se aplicarmos em pré-fixado. Vamos receber 16% ao ano. b) Vamos calcular quanto vamos receber se aplicarmos em pós-fixado. Vamos receber (1+0,10)*(1+0,06) o que significa 16,6% ao ano. Resposta Vamos receber mais se aplicarmos em pós-fixado. 2013/1 Seção 06 25 professor-alexandre@outlook.com
  26. 26. EXERCÍCIOS DE AQUECIMENTO – Taxas Real, Prefixada e Pós-fixada  1) No período de um ano seu salário de $2.000,00 foi reajustado em 10%. Sabendo-se que a inflação no ano foi de 12%, em quanto aumentou ou diminuiu seu poder de compra do salário (ganho ou perda real) no período, em termos de taxa e valor?  2) Um investidor se depara com as seguintes alternativas de taxas de juros para aplicação de um capital por um período: taxa efetiva prefixada de 12% a.a ou alternativamente taxa pós- fixada real de 4% ao ano. Considerando que a inflação deste ano seja de 7,5%, qual seria a melhor alternativa: pré ou pós?  3) No período de um ano seu salário de $3.000,00 foi reajustado em 12%. Sabendo-se que a inflação no ano foi de 8%, em quanto aumentou ou diminuiu seu poder de compra do salário (ganho ou perda real) no período, em termos de taxa e valor?  4) Um investidor se depara com as seguintes alternativas de taxas de juros para aplicação de um capital por um período: taxa efetiva prefixada de 14% a.a ou alternativamente taxa pós- fixada real de 6% ao ano. Considerando que a inflação este ano seja 8%, qual a melhor alternativa: pré ou pós? 2013/1 Seção 06 26 professor-alexandre@outlook.com
  27. 27. EXERCÍCIOS DE AQUECIMENTO – Taxas Real, Prefixada e Pós-fixada  Resposta 1 Taxa Real = – 1,786% (negativa). A perda real foi de – $40,00.  Resposta 2 A melhor alternativa é investir em prefixado, pois a aplicação prefixada pagará 12% e a aplicação pós-fixada pagará 11,80% ao ano. A taxa de inflação que igualaria as duas aplicações é 7,69% ao ano.  Resposta 3 Taxa Real = 3,7%. O ganho real foi de $120,00.  Resposta 4 A melhor alternativa é investir em pós-fixado, pois no prefixado você receberá 14% ao ano e no pós-fixado você receberá 14,48% ao ano. 2013/1 Seção 06 27 professor-alexandre@outlook.com
  28. 28.  GITMAN, L. J. Princípios de Administração Financeira. 12. ed. São Paulo: Pearson, 2012. Capítulo 7. Bibliografia 2013/1 Seção 06 28 professor-alexandre@outlook.com

×