Classes sociais 2 15

1.028 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
220
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Classes sociais 2 15

  1. 1. Colégio Estadual Visconde de Bom Retiro Classes Sociais Nomes: Pâmela, Gabriele, Fenny e Franciele. Professor: Alexandre Turma: 15 tp
  2. 2. • A sociedade grega foi marcada por grandes desigualdades sociais. Embora houvesse diferenças na organização social de cada cidade-estado, no geral quase todas seguiam um padrão. • As classes da sociedade grega variavam de uma cidade Estado para outra. Atenas contava com três classes:
  3. 3. Cidadãos, ou eupátridas: Somente eles possuíam direitos políticos para participar da democracia; As mulheres e as crianças não faziam parte do grupo dos cidadãos.
  4. 4. Metecos: Eram os estrangeiros que habitavam Atenas; Não tinham direitos políticos; Estavam proibidos de adquirir terras, mas podiam dedicar-se ao comércio e ao artesanato; Pagavam impostos para viver em Atenas; Estavam obrigados à prestação do serviço militar.
  5. 5. Escravos: Formavam a grande maioria da população ateniense, pois para cada cidadão adulto chegou a existir cerca de 18 escravos. Os escravos eram considerados propriedades do seu senhor, embora houvessem leis que os protegiam contra excessos de maus tratos; Atenas era um Estado que garantia a democracia da minoria às custas da escravidão da maioria.
  6. 6. Roma Antiga
  7. 7. Patrícios: descendentes das primeiras famílias que povoaram Roma: Eram proprietários de terras e ocupavam importantes cargos públicos; Considerados cidadãos romanos, possuíam muita riqueza e escravos; No topo da pirâmide social romana, compunham a minoria da população.
  8. 8. Plebeus: formavam a maioria da sociedade romana. A Plebe era composta basicamente por pequenos comerciantes, artesãos e outros trabalhadores livres;  Possuíam poucos direitos políticos e de participação na vida religiosa.
  9. 9. • Clientes: os clientes viviam "presos" aos patrícios:  Possuíam uma forte relação de dependência; Esta classe era formada basicamente por estrangeiros e refugiados pobres; Tinham apoio econômico e jurídico dos patrícios, porém lhes deviam ajuda em trabalhos e questões militares.
  10. 10. • Sistema politico, econômico e social baseado na propriedade de terras, que pertencia ao senhor feudal. Ele dava uma pequena porção vassalo em troca de serviços ,fazendo com que ele se torne dependente.
  11. 11. Esse período era composto por três classes sociais: • Clero; • Nobreza; • Campesinato (servos).
  12. 12. • Clero: O Clero era constituído por membros da Igreja Católica. Eles exerciam grande influência, poder e eram responsáveis pela proteção espiritual da sociedade. • Nobreza: Composta por membros da alta sociedade (senhores feudais, cavaleiros, condes, duques e viscondes); • Servos: Essa categoria da sociedade era composta pela maioria da população. Ligados à terra, os camponeses eram obrigados a sustentarem os senhores feudais por meio de tributos e taxas.
  13. 13. • O capitalismo Industrial foi à segunda fase do desenvolvimento do capitalismo. • A Revolução Industrial foi um processo histórico iniciado na Inglaterra no século XVIII, sendo comumente associado ao início do modo de produção capitalista. Essa revolução consistiu primordialmente no desenvolvimento de novas técnicas de produção de mercadorias, com uma nova tecnologia, e em uma nova forma de divisão social do trabalho.
  14. 14. Algumas das principais características do capitalismo: • Atividades industriais como principal fonte de negócio e lucros. Destaque para a indústria têxtil. • Concentração de renda nas mãos da burguesia industrial (grandes donos de indústrias); • Alta desigualdade social, pois os lucros ficavam quase integralmente com os donos de indústrias que pagavam salários muito baixos para os operários;
  15. 15. • Evolução nos meios de produção com a invenção e uso de máquinas a vapor; • Uso do carvão como fonte de energia e ferro como principal matéria-prima; • Desenvolvimento de meios de transporte (locomotivas e navios a vapor) rápidos e de longas distâncias para atender a logística; • Uso nas indústrias de mão-de-obra assalariada; • Salários baixos, poucos direitos trabalhistas e exploração de mão-de-obra infantil. Grande parte dos operários vivia em péssimas condições sociais.
  16. 16. • O Brasil se aproveita das oportunidades que o crescimento da economia mundial atravessou antes de 2008, e estimulado pelo governo uma ampla parcela da população adentrou na economia formal, essa parcela consome como a classe média, mas está muito longe do padrão de renda dessa classe econômica. • O processo de crescimento brasileiro começa a fazer suas vítimas entre aqueles que ainda não vivem do consumo, apesar de falarem em número de mais de 40 milhões de pessoas que migraram de classe econômica nem todos dentre desse contingente possuem casa própria, um emprego bem remunerado, diploma universitário, e por viverem em favelas localizadas a áreas valorizadas, essas pessoas vivem um processo de deslocamento urbano.
  17. 17. • Pelo pretexto da copa do mundo, inúmeras prefeituras das capitais estão realizando o sonho de suas elites, limpando dos bairros mais bem localizados os pobres que insistiam em lembrar sobre a dura realidade do capitalismo. Não bastasse a limpeza urbana, o governo se aproveita dos grandes eventos para explorar ainda mais a população pobre, que empurrada para longe de onde trabalha precisa pegar ônibus, ou então se endividar e comprar um carro novo aquecendo a economia. O capitalismo brasileiro no século XXI pode ter aceitado novos consumidores, mas não muda sua faceta, ele só gera dividendos para bem poucos, e continuara nessa toada pelos próximos anos ao que tudo indica.
  18. 18. • Sendo o maior país da América Latina e passado por várias mudanças políticas e econômicas ao longo dos anos, não podemos esperar que a população possua a mesma condição social. • Com a ascensão do capitalismo, as classes sociais foram divididas em 3 níveis: baixa, média e alta: • Ainda pode-se fazer uma subdivisão dentro destas classes e encontrar outras como: elite, classe média-alta, classe média-baixa, miseráveis e classe operária.
  19. 19. • Tem baixo poder aquisitivo e uma baixa qualidade de vida. • Suas necessidades básicas, como saúde e alimentação, são supridas com muita dificuldade, e muitas vezes são impossibilitados de ter momentos lazer e entretenimento. • Constituída por uma boa parte por operários e serventes, desempregados, moradores de rua, vigias, faxineiras, ambulantes, trabalhadores rurais, entre outros.
  20. 20. • Possui poder aquisitivo e um padrão de vida e consumo razoáveis. • Consegue suprir tanto suas necessidades básicas de sobrevivência, quanto as necessidades não tão básicas, como lazer e cultura. • É geralmente composta por pequenos proprietários, universitários, graduados e executivos de pequenas empresas.
  21. 21. • Composta por indivíduos com alto poder aquisitivo, pessoas que não tem nenhuma dificuldade para suprir as suas necessidades; • Podem ser enquadrados nesta classe os autônomos de renda alta, empresários e industriais, descendentes de famílias tradicionais e ricas;

×