Pinturamedieval

8.654 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.654
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
93
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pinturamedieval

  1. 1. Pintura medieval<br />ROMÂNICA<br />A pintura do românico não teve um desenvolvimento súbito e revolucionário, tal como aconteceu na arquitetura românica. Ela seguiu a tradição pictural, sobretudo nas iluminuras de manuscritos (como o do Evageliário de Corbie) e praticou-se, sobretudo, em duas modalidades:<br /> Pintura de grandes dimensões, utilizada na decoração de interiores, principalmente nas igrejas;<br /> Pequena pintura, para ornamento e ilustração em livros: iluminuras.<br />Existiu nas seguintes formas:<br /> frescos<br /> retábulos<br /> mosaicos<br />
  2. 2. Pintura medieval<br />A temática dominante é a religiosa, tal como na escultura. É a narração de feitos bíblicos e religiosos como a vida de Cristo. As técnicas formais e estilísticas empregues variam consoante as regiões. Isto deve-se ao ensino do artista nas escolas ou oficinas em que mestres de gerações diferentes ensinavam a arte.<br />
  3. 3. Pintura medieval<br />ROMÂNICA<br />A diversidade formal e técnica da pintura do românico é identificada por:<br /> 1. a prevalência do desenho;<br /> 2. a falta de rigor anatômico nas figuras, representadas com proporções disformes e deformadas com tendência para a geometrização dos corpos;<br /> 3. as posições demasiado desarticuladas;<br /> 4. as cores aplicadas a cheio, ou seja, planas e sem sombreados ou outros efeitos;<br /> 5. os cenários são abstratos e sem grande importância e cuidado, normalmente são lisos ou inexistentes;<br /> 6. as composições são geometricamente complexas e desorganizadas;<br /> 7. as cenas dispostas da esquerda para a direita, de cima para baixo e ajustadas, por vezes separadas por frisos com motivos geométricos e naturalistas.<br />Estas características não conferem realismo, mas antes, um poder simbólico e sobrenatural.<br />
  4. 4. PINTURA GÓTICA<br />GÓTICA<br />A pintura gótica, uma das expressões da arte gótica, apareceu apenas em 1200 ou quase 50 anos depois do início da arquitetura e escultura góticas. A transição do românico para gótico é bastante imprecisa e não uma quebra definida, mas pode-se perceber o início de um estilo mais sombrio e emotivo que o do período anterior. Esta transição ocorre primeiro em Inglaterra e França cerca de 1200, na Alemanha cerca de 1220 e na Itália cerca de 1300.<br />
  5. 5. PINTURA GÓTICA<br />A característica mais evidente da arte gótica é um naturalismo cada vez maior. Essa qualidade, que surge pela primeira vez na obra dos artistas italianos de fins do século XIII, marcou o estilo dominante na pintura europeia até o término do século XV. O período gótico estendeu-se por mais de duzentos anos, surgindo na Itália e disseminando-se para o resto da Europa. Os italianos foram os primeiros a utilizar o termo gótico, indicando pejorativamente a arte que se produziu na Renascença tardia, mas que ainda seguia um estilo medieval. Era uma referência ao passado bárbaro, em especial aos godos. A palavra perdeu o tom depreciativo e passou a designar o período artístico entre o românico e o Renascimento. A arte gótica pertence sobretudo aos últimos três séculos da Idade Média.<br />
  6. 6. PINTURA GÓTICA<br />A pintura (a representação de imagens numa superfície) durante o período gótico era praticada em quatro principais ofícios: afrescos, painéis, iluminura de manuscritos e vitrais. Os afrescos continuaram a ser utilizados como o principal ofício pictográfico narrativo nas paredes de igrejas no sul da Europa como continuação de antigas tradições cristãs e românicas. No norte, os vitrais foram os mais difundidos até ao século XV. A pintura de painéis começou na Itália no século XIII e espalhou-se pela Europa, tornando-se a forma dominante no século XV, ultrapassando mesmo os vitrais. <br />
  7. 7. PINTURA GÓTICA<br />A iluminura de manuscritos representa o mais completo registo da pintura gótica, fornecendo um registo de estilos em locais onde não sobreviveu nenhum outro trabalho. A pintura a óleo em lona não se tornou popular até aos séculos XV e XVI e foi um dos ofícios característicos da arte renascentista.<br />No começo do período gótico, a arte era produzida principalmente com fins religiosos. Muitas pinturas eram recursos didáticos que faziam o cristianismo visível para uma população analfabeta; outras eram expostas como ícones, para intensificar a contemplação e a prece. Os primeiros mestres do gótico preservaram a memória da tradição bizantina, mas também criaram figuras persuasivas, com perspectiva e com um maravilhoso apuro no traço.<br />
  8. 8. PRODUZIDO POR: PROFESSOR ISAIAS ALMEIDA<br />IMAGENS: GOOGLE IMAGEM<br />TEXTOS: WIKIPÉDIA.ORG.CORREÇÕES NOSSAS<br />

×