esterelização por radiação

725 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
725
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

esterelização por radiação

  1. 1. Esater: Centro de Formação Tecnológico  Radiologia Industrial  Facilitadora: Jobelle Morbeck  Discentes:  Disley Leal  Marcelo Souza  Jordana Gois  Danilo Marques  Tiago Albuquerque
  2. 2. Esterilização por Radiação Ionizante  A esterilização por radiação ionizante é uma técnica altamente eficiente, econômica e segura que tem tido um rápido crescimento na indústria médica e alimentícia nos últimos 15 anos.
  3. 3. O que são Irradiadores?  São equipamentos portadores de fonte radioativa ou geradores de radiação com dimensões e geometria adequadas para irradiar produtos ou objetos a uma dose desejada.
  4. 4. Como é realizado esse processo? Duas fontes de radiação podem ser utilizadas neste processo.  Raios Gama  Aceleradores de alta energia Irradiador Gamma Cell irradiation Executa irradiações com altas taxas de dose de radiação gama de Co-60, utilizado para esterilização de materiais.
  5. 5. Como é realizado esse processo? A maioria possui fontes emissores de radiação gama e são sempre seladas. Utilizando destes materiais:  - Cobalto-60;  - Césio-137;  - Irídio-192;  - Amerício-241.
  6. 6. Aplicação dos Irradiadores  Hospitalar: Agulhas e linhas de sutura, paramenta, luvas cirúrgicas, acessórios plásticos para cirurgia, próteses, instrumentação  Farmacêutico: Frascos, ampolas e cápsulas para remédios, seringas descartáveis.  Laboratorial: Placas de Petri, meios de cultura, frascos de plásticos, etc.
  7. 7. Tratamento em Alimentos  Alimentos "in natura"; quebra de dormência; retardo de amadurecimento e senescência; inibição de brotamento; redução microbiana; desinfestação.
  8. 8. Tratamento de produtos industrializados  Alimentos preparados, embutidos.  Higiene pessoal (cosméticos, absorventes, fraldas, cotonetes.
  9. 9. Vantagens  Não estraga o produto e nem a embalagem.  Atravessa embalagens de papelão, papel ou plástico.  Atinge os microrganismos no interior dos alimentos sem alterar a qualidade.
  10. 10. Desvantagens  Custo elevado.  Necessidade de pessoal especializado.  Necessidade de controle médico constante para o pessoal que trabalha.
  11. 11. Proteção  A exposição à radiação ocupacional tem seus limites estabelecidos pela Comissão Nacional de Energia Nuclear – CNEN.  O uso de dosímetros é necessário para que se avalie a exposição do indivíduo à radiação.
  12. 12. Obrigado!!

×