Fernando Pessoa Ortónimo

4.668 visualizações

Publicada em

9 diapositivos -3 (capa, introdução, conclusão)

Publicada em: Educação
2 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.668
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
2
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fernando Pessoa Ortónimo

  1. 1. Fernando Pessoa Ortónimo
  2. 2. IntroduçãoNeste trabalho vamos falar sobre Fernando Pessoa oOrtónimo. Este trabalho foi solicitado pela formadora AnaRaquel Neto no âmbito da disciplina Viver em Português.
  3. 3. Fernando António Nogueira Pessoa, nasceu em Lisboa a 13 deJunho de 1888, filho de Joaquim Seabra Pessoa e D. MariaMadalena Pinheiro Nogueira, era de ascendência de fidalgos ejudeus. Solteiro era um poeta e escritor com grande vocação.
  4. 4. “Pessoa, pessoas! Fernando não era um, foram muitos. Não escreviapoemas, inventava personagens-poetas, que viviam, cresciam,estudavam, poetavam. Com os seus poetas, não viveu uma vida,viveu muitas. Não morreu uma vez, não morreu jamais!”
  5. 5. Análise de um PoemaSou um EvadidoSou um evadido.Logo que nasciFecharam-me em mim,Ah, mas eu fugi. O sujeito poético neste poema procura caracterizar a sua realidade fragmentada, servindo-se do campoSe a gente se cansa semântico de prisão.Do mesmo lugar,Do mesmo ser Através da reflexão filosófica a sua opção de fuga aosPor que não se cansar? limites do ser, procura realçar a naturalidade de cansaço que caracteriza o ser humano e afirma que serMinha alma procura-me uno é ser prisão e que, por isso, só vivera plenamenteMas eu ando a monte fingido de si próprio.Oxalá que elaNunca me encontre.Ser um é cadeia,Ser eu é não ser.Viverei fugindoMas vivo a valer.
  6. 6. Motivos Temáticos e Marcas Formais e Estilísticas da Sua Poesia‫ہ‬ A dor de pensar: ᴥ Tensões: ♠ pensar/sentir ♥ consciência/inconsciência ♣ pensamento/vontade ♦ fingimento/sinceridade ᴥ Permanente intelectualização ᴥ Inveja e desejo de inconsciência ‫ہ‬ A atitude de introspecção e autoanálise: ᴥ Estranheza de si próprio ᴥ Desconhecimento do ‘eu’ MotivosTemáticos
  7. 7. ‫ہ‬ O tédio existencial: ᴥ Desassossego metafísico (dor de viver) ᴥ Angústia e solidão ᴥ Desalento e Abulia ᴥ Ceticismo ᴥ Tensão esperança/desilusão ᴥ Refúgio no sonho e nos estados de ilusão‫ہ‬ A nostalgia da Infância: ᴥ Saudade intelectual e literariamente trabalhada ᴥ Infância como símbolo da pureza, da inconsciência e da felicidade‫ہ‬ A fragmentação interior: ᴥ Drama da identidade perdida Motivos Temáticos
  8. 8. ‫ہ‬ Versificação de inspiração tradicional (quadra ou quintilha, verso curto, frequentemente em redondilha)‫ہ‬ Regularidade estrófica, métrica e rimática‫ہ‬ Vocabulário simples‫ہ‬ Recurso habitual ao presente do indicativo‫ہ‬ Simplicidade estilística (comparações, metáforas, repetições e paralelismos) ‫ہ‬ Pontuação emotiva ‫ہ‬ Naturalidade sintática ‫ہ‬ Musicalidade da linguagem (rima e aliterações) ‫ہ‬ Exploração de símbolos MarcasFormais eEstilísticas
  9. 9. ConclusãoCom este trabalho ficamos a entender mais acercade Fernando Pessoa e com alguma noção daimportância deste poeta. Para quem gosta de lereste foi sem dúvida um trabalho interessante.

×