Casamento na visão espírita

9.699 visualizações

Publicada em

O casamento não é somente um contrato de compromisso jurídico, mas muito mais, um contrato espiritual, de consciência para consciência, de coração para coração.

Publicada em: Espiritual
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
145
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Casamento na visão espírita

  1. 1. O casamento é um progresso na marcha da humanidade. humanidade
  2. 2. É a união de um homem e uma mulher, atraídos por interesses afetivos e vínculos sexuais profundos.
  3. 3. O casamento não é pois , somente um contrato de compromisso jurídico, mas muito mais, um contrato espiritual, de consciência para consciência, de coração para coração.
  4. 4. Nessa união surgem os compromissos mútuos: materiais, afetivos, morais e espirituais determinando responsabilidades intransferíveis de apoio mútuo.
  5. 5. A união conjugal será sempre oportunidade bendita a todas as criaturas humanas no processo contínuo das reencarnações redentoras, de desenvolver, aperfeiçoar, purificar e sublimar as energias criadoras do sexo.
  6. 6. A Doutrina Espírita é bastante clara quanto à seriedade do vínculo matrimonial, demonstrando que ele é geralmente fruto de planejamento espiritual.
  7. 7. Ao se ligarem, os cônjuges assumem compromissos muito sérios, não somente em relação ao próprio ajuste, mas, principalmente no concernente aos filhos.
  8. 8. Há casamentos de amor, de fraternidade, de provação, de dever. O matrimônio espiritual realiza-se, alma com alma, representando os demais, simples conciliações ou processos retificadores, que podem ser:
  9. 9. CASAMENTO ACIDENTAL Encontro de almas inferiorizadas, por efeito de atração momentânea, sem qualquer ascendente espiritual.
  10. 10. CASAMENTO AFIM Reencontro de corações amigos, para consolidação de afetos. No sentido superior são os que reúnem almas esclarecidas e que muito se amam.
  11. 11. CASAMENTO PROVACIONAL Reencontro de almas, para reajustes necessários à evolução de ambos. São os mais frequentes. Aquele que lesou afetivamente o outro irá recebê-lo na posição de filho ou de companheiro (a), a fim de reescrever a história desse afeto.
  12. 12. CASAMENTO SACRAFICIAL Reencontro de alma iluminada com alma inferiorizada, com o objetivo de redimi-la, ajudando-a na sua jornada ascencional.
  13. 13. CASAMENTO TRANSCENDENTE São constituídos por almas engrandecidas no amor fraterno e que se reencontram no plano físico para as grandes realizações de interesse geral.
  14. 14. "Realmente, os casamentos de amor jamais adoecem, mas nos enlaces de provação redentora, os cônjuges solicitaram, antes do berço terrestre, determinadas tarefas em regime de compromisso perante a Vida Infinita. E, ante a Vida Infinita convém lembrar sempre que os nossos débitos não precisam de resgate, a longo prazo, pela contabilidade dos séculos, desde que nos empenhemos a solve-los em tempo curto, pelo crediário da paciência, a serviço do amor." (Emmanuel)
  15. 15. CRÉDITOS Do livro Espiritismo de A a Z – FEB Música: Carino – Chris Spheers Formatação: VAL RUAS http://valruas.wordpress.com

×